Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O CUZINHO DA MINHA PRIMA

Categoria: Heterossexual
Data: 21/07/2009 21:22:48
Nota 9.00
Assuntos: Heterossexual, ANAL
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O CUZINHO DA MINHA PRIMA

Aos deZenove anos, logo que tirei minha carta de moto, me acidentei.

Passei dias com os dois braços quebrados e com pinos(60 dias).

Após 46 dias imobilizado, e em uma cama, recebi a visita de uma prima,

Que eu conhecia, mas nunca tivemos grande amizade, nem nos visitamos,

Mas que foi ver o meu estado lamentável. Lá, cumprimentamo-nos

sem muito afeto, pois não havia amizade entre nós.

Quando minha mãe disse que estava muito cansada, pois não tinha

quem ajudasse, e já cuidava de mim, fazendo tudo, dando tudo na boca,

a mais de 45 dias, a prima ofereceu-se pra ajudar. Cuidaria de mim

pra minha mãe descansar um pouco.

Devido a falta de afeto entre nós, eu fiquei um pouco constrangido, mas logo

Ficamos amigos, eu dependia dela, e tinha de agradecer.

De repente precisei ir ao banheiro urinar, e agora? Pedi, pois não tinha alternativa.

Quase morri de vergonha, pois eu tenho um p**** pequeno(12cm),

Mas não tinha outro jeito. Com os braços imobilizados, ela teve que fazer tudo,

Desde abrir o zíper, até balançar pra guardar, imagine a minha situação.

Depois de voltar pra cama, percebi, que ela encarou tudo com muita normalidade,

Pois puxava assuntos que me descontraíssem. Com o coração quase pulando

Fora do peito, disparei: prima, eu sei que seria pedir demais, mas eu preciso

de um favor seu. – Peça, disse ela.

Respondi: sabe como é, né? Estou nesta situação, há dias. Será que vc poderia me masturbar?

Percebi que ela perdeu o chão, mas não a linha, parece que era acostumada a

Lidar com situações delicadas. Esperei que me xingasse. Mas ela ficou pensativa

Por uns instantes, os quais esperei, entendendo o grau de dificuldade dela.

Depois levantou-se, trancou a porta por dentro, e disse: vou fazer mais do que isso,

E dizendo isso, abriu o zíper da bermuda, e começou alisar meu pinto.

Fui a loucura com aquelas alisadas carinhosas, aí ela me disse: segura aí.

Não entendi muito bem, mas segurei pra não gritar de tezão, ela não masturbava,

Ela esfregava com as duas mãos. Eu disse: assim eu não agüento, to muito atrasado.

Ela percebeu que eu estava quase gozando, apertou com o dedo polegar abaixo da cabecinha, com a força exata de quem tem certeza do que ta fazendo.o gozo afastou-se

Por instantes, aí ela recomeçou, sempre olhando pra mim, pra ver se o gozo tava vindo.

Nisto ela me encarou, muito séria, e disse: se alguém souber o que vou fazer aqui,

Eu te mato. Dizendo isso, subiu pra cima da cama, toda fogosa, dizendo: hoje eu

Mato você de tezão. Dizendo isso, caiu de boca, primeiro lambendo, com muito carinho,

Depois sugando fortemente, e de maneira deliciosa. Eu só dizia vou gozar, bastava

Pra ela por pressão no polegar que agora estava bem no pé do cacete.

Ela chupava com uma gula de enlouquecer, e enquanto chupava acabou de tirar

A bermuda que estava só com o zíper aberto. Quando tirou minha bermuda, aí eu descobri o que era prazer. Enquanto ela sugava o meu caralho, ela acariciava

Os ovos com uma experiência de puta.ora sugava só a cabecinha, e esfregava

O corpo do pinto com as mãos, e eu só gemia e delirava de prazer.

De repente ela solta uma confissão: ”faz tempo que eu morro de tezão no rabinho

Mas eu procurava um pinto pequeno, por que grande eu morro de medo. Me disseram

Que o seu era do tamanho ideal” . Claro que eu levei um susto, quem poderia ter dito

Pra ela o tamanho do meu pinto? Mas ela voltou a abocanhar o meu cacete, e o prazer

Me fez esquecer este fato. Ela foi dizendo mais: hoje eu quero perder o cabaço

Do cuzinho, chega de passar vontade. A estas alturas ela já tava sentada em cima de mim. Percebi que ela mexia com o dedo no cuzinho, aí cuspiu na palma da mão,

Passou o dedinho, e esfregou no cuzinho, lubrificando, repetiu por vária vezes, e percebi que ela introduzia o dedinho lubrificando por dentro, o que me deixava louco de tezão,

Mas o que eu poderia fazer de mãos atadas?

Começou a sentar posicionada sobre o meu cacete que já tava todo babado,esfregou ele

No rabinho bem de leve e gemeu:não acredito que vou realizar meu desejo.

Começou esfregar mais forte, e gemer mais forte. Sentou devagarinho e eu senti ele entrando de vagar, aí sim, deu um urro como gemido e disse: quanto tempo esperei por isso? E começou a cavalgar como louca. Enquanto cavalgava urrava e gemia, e eu

Mesmo com medo que alguém ouvisse, anunciei: vou gozar. A louca pulou de cima

E começou a punhetar, e me fez gozar na cara dela, depois espalhou pelo rosto e disse

Isso é muito bom pra pele.

Enquanto eu estava me refazendo, ela disse: você quase me matou de tezão, eu perdi a conta de quantas vezes eu gozei neste cacete maravilhoso.

Então eu lhe disse: Marina, eu nem sei como te agradecer por tudo...

Ela disse: me agradeça sendo meu amante, agora que eu te descobri, não vou

Deixar na mão, nem vc nem meu cuzinho, que aliás ficou muito agradecido.

Dizendo isso, pediu que não tocássemos mais no assunto.

E a dose se repetiu por muito tempo...

Comentários

21/08/2010 20:33:01
Delícia de conto!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Contoeroticosobrinhonovinhocontos eroticos entre jovens irmaos gemeoscontos gay afeminadosarreando a calcinha pro clacudo gozarcomentários350 anal de meninasmulher esculhanbando is outros no comentario do nariz thifanyfiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosNecsEexcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosgrelao entrando contosuma mulher transando com cavalo a outra olhando e focou com votade de entra debaixo e ela ficou com medo da peroca do cavalonegao pausudo enfoorca a novinha enquanto fode elaXvideo mobile Filha tem buceta piluEu e meu namorado fizemos sexo na salaestrupei minha irma na cama do nossos paisFotos de travesti novonho trazandovideos porno gay de jander pauzaovidio porno de mulheris piquenas de 120 sentano ni rolas de 44 centimetrovideo porno amigo do meu marido me comeu e fingi que n percebibixa porno pretinha no boquete devagarinhoConto erotico: o playboy e o malandropeguei meu padrasto transando com meu vizinho e fiquei com tesaocontos chantagiei a filha pra comer a netacontos erotico abusando da irma pequenaconto erotico estupro cu maridocontis eroticos incesto faxina em familiapadrasto sodomitasua puta ou seu viado o celular e meu e se quero asisti video porno tenho que asiste por que.paguei pra ter minha escolha desgraçamao boba na noiva pegando nos peito dela pornoCoroa pelada trazia com marido estupra ela não reclama de nada ela ficacomedor enrabando professora virgemContos eroticos seios mordedo forteBucetainchadaxvideomobileRasguei a buceta da mendiga com a mao contosvideos porno eu estava dormindo e ele chupou a minha bucetinha e eu noa acordeivideos de sexo filhas gemiase paivideo porno casada nao estava mas sim.segurado pra chupa o mau do amigocontos eroticos casal com prostitutavideos porno pai e filha novinha viperinaAmém tempinho comendo veado vídeo pornô vídeoxisvideo.pragas.do.cu.de.casadasbuceta gostosa no inatingível elas dandoirmão bem dotado tirando o c***** da sua Irmã Dulcecontos erotico papai vai cabercontos gay ajudando meu pai fechar a venda 2conto erotico tia bucetuda e sobrinho pausudo de sungameu patrao agiota ele fudeu minha buceta virgem conto eroticocontoprimeirafodacontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornossexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoporno de mulheres tentando fiji de pica grandegostosa decha erick gozar em sua buceta pornodoidonao adianta chorar vou rasgar sua bucetinhazoofilia cachorro engatado com mulher g************* de dias corridosponodoido cenas muito fortebucetamelecaporno duas amiga core do pau cabesudoseja ativo dia 27 estarei vídeo pornô adoro que você vai vir te dariasexo com homens islan aforçando mulher gostosaporno sarando na coroa na frente do corno no onibosporque o quando nomoramos os homens ficam pegando na bunda da mulhersexo.dormiu.ma.casa.do.aimgo.e.acordo.com.o.braruho.do.amigo.fudemo.com.a.irmapeguei a novinha magrinha porquê ela insistiuContos eroticos gay funk traficantewilma dos flintstones trepandoconto no cinepornocontos tomei coragem e dei pro meu filho pauzudoxvideos cangáceiras eroticashistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulhergostosas da bundonadormindo mae efilha eo pai pornodoidocacetudo comendo a buceta cabeluda da comdre porno doidobunda branca mole cavalgando na minha rrola no 1.xxxso puta dancando sexual e menor mostrando o peitinho e bucetinha enchada marcado a calcinhacomendo cu da sogra da minha sobrinha contospeguei meu padrasto transando com meu vizinho e fiquei com tesao