Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Estuprado no xadrez

Um conto erótico de Zé Punheta
Categoria: Homossexual
Data: 21/07/2009 23:14:45
Nota 9.33
Assuntos: Homossexual, Gay, gays, Estupro

Quando menos esperamos acontecem fatos na vida da gente que nos deixam marcas que não esquecemos

jamais ou fazemos o possível para não esquecer.

Meu nome é Fabio e sou um homem que como cidadão sempre cumpriu suas obrigações com seriedade e

honestidade, até que...

Há alguns anos eu trabalhava como corretor de imóveis, era separado da minha esposa e todos os meses

depositava em sua conta bancária um determinado valor, referente à pensão alimentícia dos meus dois filhos

menores. Por ser experiente na área de vendas meu trabalho era fácil e meu lucro mensal era razoável,

dava para pagar o aluguel do pequeno apartamento onde eu morava e todas as contas mensais, as quais todos

nós somos obrigados a pagar, além da pensão alimentícia, o que sobrava era gasto em bebedeiras com amigos

e principalmente em noitadas com mulheres vulgares.

O mercado imobiliário começou a ficar instável e as coisas já não estavam caminhando como deveriam, os meus

lucros já não eram mais os mesmos e com o passar dos meses a situação foi ficando pior, chegando ao ponto

que eu já não conseguia mais pagar as contas e por conseqüência a bendita pensão alimentícia.

As dívidas foram se acumulando, o que eu ganhava mal dava para pagar o aluguel e ter onde morar era a minha

prioridade no momento, portanto deixei de fazer os depósitos mensais na conta da minha ex-esposa.

Alguns meses depois no ínicio do ano seguinte recebi uma visita inesperada, uma viatura da policia civil com

dois policiais que me apresentaram uma ordem de prisão assinada por um juiz daquela comarca. Foram

bastante educados e disseram que mesmo não concordando com esse tipo de prisão o trabalho deles deveria

ser cumprido e pediram para acompanha-los até a delegacia. Liguei para um advogado conhecido meu, expliquei

o que estava acontecendo e ele me disse que em pouco tempo estaria na delegacia.

Entrei na viatura e seguimos para a delegacia, fui ouvido pelo delegado e encaminhado a uma cela da carceragem,

onde se encontravam mais dois sujeitos detidos, um deles conhecido como Naldinho, era baixinho e magro, era

um ladrãozinho barato que roubava peças de roupas em lojas, foi flagrado por câmeras de circuito interno e

consequêntemente preso. O outro era José Ramirez, um cubano que morava legalmente à muitos anos no Brasil,

foi preso por falsificação de documentos, era alto e bem forte, tinha a pele morena e uma barba expessa e

descuidada.

Meu advogado chegou por volta das cinco horas da tarde com alguns documentos que eu deveria assinar, me

trouxe duas camisetas, um short e um par de cuecas e me disse que por ser sexta-feira eu passaria o fim

de semana detido, uma vez que não haveria tempo hábil para o pedido de soltura. Fiquei bastante revoltado,

afinal aquela situação foi causada por motivos que estavam fora do meu alcance, motivos causados pela

situação que o país estava atravessando, mas o jeito era acatar a decisão e esperar a segunda-feira para ver

o que ia acontecer.

Na cela tinha apenas um beliche que já estava ocupado pelos dois, do lado oposta na outra parede tinha

um colchonete enrolado, amarrado com uma cordinha e pendurado num prego. Tomei um banho, me vesti e

esperei o jantar, um marmitex que não era muito convidativo.

Mais tarde a luz da cela foi apagada, ficando somente a luz do corredor acesa causando uma penumbra no

local. Naldinho subiu na parte superior do beliche, o cubano sentou-se na parte inferior, ficando um pouco

dasacomodado porque o beliche era baixo. Fui pegar o colchonete que estava na parede, estiquei o corpo

para alcançar o prego que era um pouco alto, percebi que o cubano chegou por trás de mim, pensei que

fosse me ajudar, mas senti sua mão na minha bunda, tentei me esquivar mas ele era forte e me imprensou

contra a parede ainda com a mão na minha bunda, segurei a mão dele e tentei tira-la de lá, não conseguí,

senti seu dedo médio cutucando o meu cu com bastante força por cima do short.

Eu estava com o lado direito do rosto encostado na parede quando ele começou a chupar o meu pescoço e

mordiscar o lóbulo da minha orelha, senti uma sensação estranha até certo ponto agradável, resolví

relaxar e deixar ele me dominar eu estava gostando daquilo. Ele tirou a mão cujo dedo cutucava o meu cu

e senti um tesão enorme quando ele encostou aquela rola dura na minha bunda que mesmo dentro da sua

bermuda eu podia sentir o calor daquela vara. Continuava a chupar o meu pescoço e enfiar a língua na

minha orelha, falava algumas palavras em castelhano que eu não conseguia entender e me encoxava com

força.

Eu que já estava totalmente dominado, comecei a esfregar a minha bunda no pau do cubano que gemia de

tesão, foi então que percebi que Naldinho estava sentado no beliche batendo uma punheta. O cubano me

virou de frente prá ele me deu um beijo de língua e voltou a chupar o meu pescoço, eu sentia a sua barba

dura me espetando, com uma mão apertava meu peito enquanto que a outra passeava pela minha bunda e

eu sentia seu dedo querendo entrar no meu cu mesmo por cima do tecido.

Tirou a minha camiseta e começou a chupar meus peitos, nesse momento já não era mais eu, um homem,

eu era uma vadia totalmente dominada por um macho.

Desci a mão até sua rola, segurei e apertei aquele mastro por cima da bermuda, o calor que me invadia me

fazia suar, o tesão era indescritível. Ele abaixou sua bermuda e aquela tora descomunal saltou dura como

uma pedra, não pensei duas vezes, abaixei e abocanhei a cabeça enorme, comecei a passar a língua em

todos os contornos da glande, ele puxou a minha cabeça e começou a enfiar tudo aquilo na minha boca, eu

sentia suas veias dilatadas pulsando nos meus lábios. O pau do cubano tinha mais de 20 cm e uns 6 de

circunferência.

Minha boca estava totalmente aberta e a rola grossa ocupava todos os espaços dela, sentia a cabeça na

minha garganta, tirei da boca aquele pau delicioso e comecei a chupar seu saco, sugava suas bolas e

lambia desde o saco até a cabeça daquela piróca gigante, o meu tesão era grande e quanto mais chupava

com mais tesão eu ficava, o cheiro de suor me deixava louco e eu chupava como um alucinado.

Percebi que Naldinho veio por trás e começou a abaixar o meu short, empinei a minha bunda e ele começou

a lamber meu cu, arreganhava minhas nádegas e enfiava a língua no meu rabo, era tesão puro, um pau

enorme na minha boca e uma língua no meu cu, era uma sensação deliciosa.

Ramirez tirou a rola da minha boca e trocou de posição com Naldinho, enfiou o dedo no meu cu e começou a

fazer movimentos circulares. Naldinho chegou na minha frente com a rola quase explodindo e colocou na

minha boca, o pau dele não era muito grande mas era bem grosso.

Quase de quatro com minha bunda empinada senti a rola do cubano no meio das minhas coxas apertando

meu saco, ele levou a mão até meus peitos e começou a apertar os meus mamilos, meu cu piscava e não via

a hora de receber aquela rola grossa e quente. Eu engolia a rola do Naldinho, quando senti o pau do cubano

subindo pelo meu rego e chegar na entrada do meu cuzinho, delirei o prazer era demais, ele ajeitou o pau e

começou a forçar a entrada, senti que aquele tarugo começava a me arrombar, foi entrando devagar,

sensação incrível a dor me dava mais prazer e eu mexia a bunda para me ajustar àquela rola grande e

grossa.

Segurou meu quadril puxando contra seu pau e senti aquilo latejando e entrando até o fundo do meu cu,

começou a fazer movimentos mais rápidos num vai e vem frenético, as estocadas que ele dava no meu

cu fazia com que o pau do Naldinho chegasse até a minha garganta, ele metia tão forte que eu ouvia os

estalidos das batidas na minha bunda.

Naldinho não agüentou mais, senti seu pau ficar mais grosso e um jorro de porra encheu minha boca

espirrando por toda minha cara e o cubano continuava bombando meu cu com uma voracidade

fantástica, engoli toda aquela porra e continuei a lamber o pau e o saco do Naldinho que estava lambuzado

por aquele líquido prazeiroso.

O cubano parou de socar, apertou o meu quadril e senti seu pau pulsando dentro de mim e mais e mais ele

me puxava contra seu pau, era delicioso sentir aquela peroba enfiada no meu cu, gozei como nunca nesse

momento. No instante em que eu estava gozando meu cu contraia e apertava o mastro do cubano que

foi ao êxtase. Senti que aquele volume dentro de mim começou a crescer, ficar mais grosso, minhas

entranhas pareciam que iam explodir, então senti as contrações daquela rola que enchia meu cu de porra,

e ele continuou tirando e enfiando tudo de novo, agora entrava e saia sem muito esforço, pois meu cu já

estava arrombado e lubrificado.

Eu sentia a porra quente escorrer pelas minhas pernas, quando ele tirou o pau do meu cu e colocou na

minha boca outra vez, chupei aquele pau já meio amolecido e lambuzado engolindo toda a porra que

escorrera nele e no saco. Aquilo exalava um cheiro delicioso, misto de suor e porra, chupei tudo até

seu pau ficar totalmente mole, mesmo mole o pau do cubano era enorme.

Nessa altura Naldinho já estava com o pau duro de novo e eu também continuava a sentir um tesão louco,

ele decidiu que era a sua vez de comer o meu cu, não retruquei eu queria mais rola. Fiquei de quatro

apoiado na beliche, abri as pernas e empinei a minha bunda, ele veio e colocou seu pau no meu rego

ainda lambuzado de porra e começou a enfiar no meu cu, entrou fácil e ele metia como um louco e eu

gemia de prazer.

O cubano estava do meu lado, com o seu pau começando a ficar duro perto da minha cara, fiquei apoiado

apenas com uma mão, com a outra segurei seu pau e comecei a chupar de novo, até ficar duro como

aço, Naldinho continuava a socar a rola no meu rabo, quando o cubano foi por trás dele e encostou a

rola no seu cu, feito um sanduíche não tinha como escapar. O cubano começou a enfiar a tora no rabo

do rapaz que gemia e se mexia muito me dando mais prazer, confesso que cheguei a ficar com ciúmes,

eu queria a rola do cubano no meu cu. Ficamos os três engatados, um trenzinho de puro prazer, cada

estocada do cubano no cu do Naldinho era uma estocada do Naldinho no meu cu, e assim ficamos até a

gozada final, com todos gozando de uma vez só, juntos.Foi uma foda maravilhosa, nunca tinha sentido

nada igual. Fantático.

Num acordo feito entre os dois, na noite seguinte dormi só com o Naldinho que me comeu muito e no

domingo à noite foi a vez do Ramirez dormir comigo, ele me comeu de várias maneiras e em várias

posições incluindo um frango assado que me deixou maluco, sua rola era esplêndida.

Na segunda-feira à tarde meu advogado chegou com a ordem de soltura e fui liberado. O tempo

passou mas as lembranças daquelas duas rolas nunca me saíram da memória, meu pau fica duro só

de pensar e meu cuzinho fica piscando esperando um nova oportunidade de receber uma grande rola.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/03/2012 16:58:30
Cara que delicia, gozei pra caramba lendo seu conto, me senti sendo vc. Hum deliciaainda bem que estou a sos em casa, pude curtir pra caramba.nunca dei pra outro cara mas tenho colocado coisas.agora mesmo puz em mim o cabo de um desentupidor de pia.....delicia
09/09/2009 14:08:17
vucç bemoquete digo se eu fosse voce mudava de nome ao invés de zé punheta trocava para uma destas 2opções: ze do(u) cú 2 ze da o cú etambem procurava ter noticias do nandinho e do ramires
15/08/2009 17:02:19
acho q vc já era gay, só precisava de um empurrãozinho e q empurrão!!! devia só estar encubado! mas gostei msm assim!
01/08/2009 19:42:00
Manow eu acho q ronaldo !
27/07/2009 00:27:23
olá, gsotei muito, gosaria de passara por uma situação assim, ser comido por dois ao mesmo tmpo, Pereira me escreva
24/07/2009 19:55:22
Gostei!!Bacana D+!!
24/07/2009 14:51:51
Delicia de conto, parabens
22/07/2009 19:30:13
FILÓSOFO OLAVO DE CARVALHO este cara e um babaca tudo para ele e notaeste kara deve ser o kara ... este babaca acho que so fica batendo punheta he nei sabe escrever..
22/07/2009 11:15:17
eu adoraria
22/07/2009 00:16:18
legal ) quem quizer dar o cusinho o fazer uma chupeta




Online porn video at mobile phone


So mete movimha na pica duradebbrasil pornocontos louco por cunhada rabuda casada "evangelica"travestis bem dotado sendo errabados realtraficante pausudo estourou o cuzinho da minha namorada na favela contospornô doido de cetona de mini saia sem calcinha sentando na rolaContos eróticos da minha noracontos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitérioFredzoo pornoconto de encesto filho 32 de pau quadrinhomeu sogro isasiavel comtocontos eroticos papai me comeu e eu gosteifiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosX porno ceducindo vidraseirogarotinha na siririca no bicamcarroceiro socando com forsa na novinhaMinha esposa centou no colo de outro cera que eu sou corno manssoPorno idora com boca e cu cheios de esporrapornodoido tecnico esfola novinhamulheres que fuma charuto e souta fumassa na rola do cara ate goza asseste videocontos chantagiei a filha pra comer a netasexybemmaisvidioporno de meninas que noa guento pau no cu e nerropornô grátis só contos eróticos sogra cozinhacomo chupar a buceta de uma testemunha de JeováComtos Eroticos filho de menor fodendo mae gostosonaabusada cruelmente por um negro roludo pornoXVídeos gay com truculênciaconto fudi minha sobrinha de onze nos gostosafui encoxada pelo meu genro e n resisti meu marido liberanovinho lendo no park louco de tezao por um homem forte gostoso e peludoquero ver um filme pornô com anão com a patroa dele debaixo da saia dela e o cara cheio charuto no c* delecontos eroticos picantes camioneiros estuprando putas na estradaad bucetad mais petfeitas do mundoincesto ganhando chupada de aniversariocontos meu patrao invocou com minha mulher contos eroticosxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixominhavo rebolo gistoso xvideosvideos caseiros de estrupos de vuneravrlCorno humilhado na lua de melConto erotico fui enrabada por 5machos a forçaPadrastro fódendo o çuVer foto de homem enfiando a mao dentro drento da vagina da mulherContos eroticos comendo cu da mamae com o papaivideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delasContos de meninas ki deu abuceta pra uns velhos tarado pau enormesVisinhas taradas ousadas rekatos eriticos recentesconcha do gozando na boca do cunhado gaycontos apalpando sogra perto do sogroConto erotico comi a dentista no consultorioxvideos gay cu rasgadaiAmo beijar os pezinhos dela principalmente usando rasteirinhas contosprofessora gostosa da etec contos eroticosPai chupando e amassando os seios e vagina da filha e passando a mao na vagina dela ver video calcinha molhadamenos viciada novinha molhada cracudos pornôinistiu e comeu a gata ba moto ela gemia muito e posto na netcompetição de nudismo pintudos mais cabeçudoxvideos zoofilia cavalo e cachorro virado em ticoenrabada pelo negao contosmoreno sarado de sunga de bombeiroespertinha tentou fugir sem pagar o taxi e teve q fuder - completosamara tirando a virgindade da bucetade sirgir blog comda sikis indirconto eróticos de minha namorada deixa sua calcinha xeia de sebo na pia do banheirobaixar filme pornográfico de coroas transando buceta com buceta liberado para assistir e já funcionandoengolindo porta no ônibus na viagemquero ver um filme pornô a mãe transando com filho e a mãe forçando para transar com ele pedindo para o fiscal na b***** dela que ela tá lindacasado sendo penetrado no seu cuzinho pelo amigo,devagar e suave.corno leva 2negoes pra tranzar com sua mulher e fica apavoradovidio de puta lavano abuceta e tirano bora pra fora video de incesto nisseiNinfetas mamando rola no cinema contoseroticospés chulé contohomens metalirgico cacetudpsmulhe de saia curta esfregano ante fude emcoxano na cozia no xvidiocontos de calcinhas da tiaSou tarado por beijar pezinhos com rasteirinhasfotos cazeira bucetas escapando pelo vestidoflagrei a cunhada f****** Conto ChinêsConto erotico fazendeira gostosa da pro caseirocache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho comi a mae com a pereteca raspadinhazoofilia no Congomulher entupida forçando para cagar sexoConto incesto garota de 09 aninhos popozudafilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandoContos me foderam muito por perder a apostahomens maduros de barba peladosPorno contos de traicoes dentro da propria casagay raptou o vizinho para lhe chupar o paufilha pega mae fodeno com 40cm de rolaFiz sexo com meu profeasfestas na casa de amigos e depois de tanta bebidas um porno com muita violênciadesde novinha ja fudiavideo porno com muito beijo na boca de tirar o folego muita chupada na buceta fazendo gozar na lingua de tanto prazer puchao de cabelo sexo com pegada forte e brutaputa no hoteldo bucetao loca de tesaopau alejado fodeno estourado abusetaPornô homem músculosó fodendo