Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

MINHA EMPREGADA: DE SANTA A PUTA EM UM MÊS – PARTE 2

ATENÇÃO: Para aqueles que ainda não leram a primeira parte, recomendo fazê-lo para entender o contexto da história e entrar no clima.

A noite de segunda-feira custou a passar. Depois do que rolou entre mim e Dani, eu não conseguia desviar o pensamento do que viria depois. Ou melhor, o que EU faria depois com ela.

Me arrumei para sair de casa e fui à cozinha tomar café da manhã. Ela estava lavando louça, econstada na pia e de costas para mim. Usava uma calça mais folgada, não sei se por vergonha do dia anterior ou mera coincidência.

Não perdi tempo com hesitações e já cheguei encoxando-a por trás. Beijei seu pescoço sem dizer uma palavra. Ela quase deixou cair o prato que segurava. Deu um "cheiro" prolongado bem abaixo da orelha e ela gemeu baixinho. Ainda em silêncio, peguei firme na parta de trás de seu joelho e fui subindo pelo lado de dentro da coxa até alcançar a bunda. Apertei com força e toquei sua buceta por trás. "- Ai, meu Deus" ela suspirou, já se inclinando um pouco para a frente. Continuei com a bricandeira mais um pouco e, pegando-a pelos braços, virei-a de frente para mim para um beijo lento e profundo, minha lingua buscando a dela enquanto minhas mãos entravam por dentro da calça, descendo pela bunda. Empurrei meu pau contra sua buceta e comecei a esfregar lentamente. Ela praticamente se derreteu, me beijando freneticamente, dedos entrelaçados nos meus cabelos.

Passei minha mão na barriga dela e desci rumo à buceta. Coloquei meus dedos por dentro da calcinha... "- Você quer?" "Quero, quero, quero...". Enfiei dois dedos de uma vez só, sem preparação. Ela bambeou, suas pernas amoleceram e praticamente tive de segurá-la para que não caísse. Beijei-a mais uma vez, segurei seu rosto com ambas as mãos e, olhando bem nos olhos, ordenei. "- De joelhos. Quero meter meu pau na sua boca. Agora.".

Ela não titubeou. Ajoelhada, buscou meu pau, a essa altura já duríssimo e para fora das calças. Enfiou na boca de uma vez só, com vontande, começando uma chupada rápida e violenta. Parecia faminta de pau. O que pode ser melhor que começar o dia com um boquete em pé na cozinha? Tirei o pau da boca dela e comecei uma surra de pica no rosto, batendo com força nas bochechas, no queixo e na boca. Ela, de olhos bem abertos e me encarando, parecia adorar ser dominada. Percebendo sua postura submissa, enfiei o pau novemente, segurei sua cabeça com firmeza e passei a puxar para frente e para trás, ditando o ritmo.

- Chupa, chupa, sua vagabunda... Ficou com saudades do meu pau?

- Fiquei.... Respondeu meio encabulada.

- E deu para aquele bunda mole do seu marido?

- Não. Fiquei pensando no senhor....

- Então chupa mais, que esta semana você vai aprender a ser minha putinha. Vou te ensinar o que você já devia saber faz tempo...

Ela se excitou com a putaria e começou a chupar cada vez mais forte, mexendo nas minhas bolas com uma das mãos e se masturbando com a outra. Eu bombava aquela boca como se fosse uma buceta e ela me surpreendia engolindo meu pau todo sem engasgar. Eu havia encontrado uma boqueteira nata. Acelerei meus movimentos e senti que ia gozar. "- Engole, engole. Bebe minha porra que esse é o seu café da manhã.". E soltei as golfadas, enchendo a boca dela de leite e segurando sua cabeça para que ela nao pudesse fugir. Nem precisava... Dani passava a lingua na cabeça do meu pau e foi engolindo o esperma, desta vez sem deixar cai nada.

Levantei-a do chão, voltei a enfiar os dedos na buceta dela e falei baixinho no ouvido. "- Minha boqueteira gostosa. Me espera que venho mais cedo e vou te comer hoje. Essa bucetinha vai ser minha pela primeira vez. Vai se divertindo com os filmes até eu voltar". Guardei meu pau, dei as costas e saí, deixando-a a ver navios...

Trabalhei quase o dia todo com a cabeça oca, pensando somente em voltar para casa. Era o dia de eu mostrar a ela como se fode um buceta. Avisei a meu chefe que estava com alguns assuntos pessoais para resolver e precisaria sair mais cedo alguns dias durante a semana. Com o consentimento dele, fugi correndo para casa.

Entrei quieto como eu gosto de fazer e fui direto para a porta do escritório. Como eu esperava, Dani estava assistindo filmes pornôs e se masturbando, ainda vestida. Quando me viu na porta abriu um enorme sorriso, mas não parou. Ficou me olhando com uma mão mexendo nos seios sob a camiseta e outra dentro das calças. Fui até ela e dei-lhe um beijo. Troquei a mão dela pela minha. Ela estava encharcada, com a calcinha pingando. Fiz sinal para ela ela levantasse da cadeira, tirei sua calça. Ficou de calcinha bege, grande e sem graça, melada e manchada de tesão. Puxei de uma só vez para baixo, atirei-a no sofá, de costas, tirei meu pau sem sequer tirar a roupa e encostei bem na entradinha. Ela começou a se mexer feito uma cobra, mordendo os lábios e passando a mão na cabeça do pau. Eu só provocava, passando o pau na entrada e batendo de leve no grelinho, a essa altura já bem inchado.

- Vem, seu Bruno, vem...

- Quer minha pica, sua piranha? Então pede.

- Eu quero, eu quero.

- Pede direito. Diz que quer minha pica. Quero ouvir você falando putaria. Eu gosto é de mulher safada.

- Quero sua pica. Vem, enfia ela em mim.

- Então diz que você é minha vagabunda, minha puta.

- Eu sou sua puta. Sempre quis ser e nunca tive coragem. Vem, me come, me usa...

Fui enfiando bem devagar meu pau naquela buceta peluda e pingando de tesão. Bastou meu pau entrar todo pela primeira vez e ela gozou, gritando de prazer e mordendo o lábio inferior. Parecia que aquele orgasmo estava preso dentro dela há anos. Não parei e comecei a bombar em ritmo lento e constante. Ela gemia, rebolava, falava coisas desconexas e trançava suas pernas nas minhas costas. Acelerei um pouco o ritmo, fodendo com firmeza. Mantive a pressão até sentir que ela estava para gozar de novo. Parei e tirei o pau.

- Não pára Seu Bruno, por favor.

- Vem cá. Tira essa camiseta que quero ver seus peitos. Agora senta aqui no meu pau.

Sentei no sofá e ela veio por cima, totalmente nua, encaixando meu pau na buceta. Enquanto ela subia e descia, fui chupando os biquinhos daqueles seios branquinhos, sem uma marca de biquini. Primeiro devagar e com carinho. Aos poucos fui aumentando a intensidade, enfiando na boca o máximo que podia. Ela tinha seios de médios para pequenos, durinhos como de uma adolescente. Eu mamava enquanto sentia sua xota mastigando meu pau. O cheiro de sexo dominavva o ambiente e ajudava a me deixar cada vez mais afoito. Sem avisar prendi o bico de seu seio entre meus dentes e fui apertando devagar. Ela explodiu: "- Aaaaaah. Isso. Morde, morde. Que delícia". E gozou novamente. "- Agora é minha vez.", eu disse enquanto girava meu corpo deixando-a deitada no sofá comigo por cima. Coloquei suas pernas sobre meus ombros e passei a foder com toda força, descontrolado.

"- E agora, vadia? O que você quer?"

"- Goza dentro, por favor. Me enche. Quero sentir seu gozo na minha bucetinha".

Não dava mais para segurar. Meti com tudo, segurando-a abaixo dos joelhos e arreganhando suas pernas o máximo que pude. Meu gozo veio violento, delicioso. Gozei tudo dentro, deixando meu corpo cair sobre o dela. Nos beijamos mais uma vez, quase mordendo a lingua um do outro.

Rolamos para o chão e ficamos deitados no carpete, nus, ofegantes. Quando voltamos ao normal começamos a conversar com mais intimidade. Ela confessou que, apesar de constrangida, estava realizando fantasias. Que sempre teve vontade de trepar por trepar mas jamais teria tido coragem se eu não a tivesse provocado. Eu provoquei um pouco mais, perguntando se ela estava satisfeita ou se eu podia continuar a testar seus limites. Ela sorriu maliciosa, à vontade, e disse que já tinha perdido todos os limites e queria aproveitar ao máximo antes que minha mulher voltasse para casa. Aproveitei então para fazer algo que já me passava pela cabeça. Entrelacei meus dedos em seus pentelhos e puxei de leve. "- Amanhã quero ver essa bucetinha peladinha. Não sei como você vai fazer nem o que vai dizer ao seu marido. O problema é seu. Não quero ver nem um fio de cabelo ou você vai ficar sem meu pau. Aqui mando eu e é melhor você me obedecer".

Estava lançada a isca para mais uma aula de sexo....

CONTINUA.

Comentários

25/03/2016 19:01:19
100
10/09/2015 13:15:14
Que crente vadia, deixa o marido em casa pra virar puta de outro macho! Adoro!
08/12/2014 20:30:54
10
21/01/2014 21:40:16
Cada vez melhor este conto....adorando
15/12/2013 22:32:06
Bela continuação. Esta ensinando bem a menina. Vou ter de ir ver a continuação
11/09/2013 20:56:29
muito bom, já leio esse conto há uns tres anos, sempre leio, pois me excita muito.
17/08/2013 12:20:38
Muito bom seu conto. assim como o primeiro bem escrito e com uma história que deixa os leitores com bastante tesão. Vi que tem muitas leitoras se deliciando com a história e tocando siriricas históricas. Continuem meninas, faz bem a saude.
14/08/2013 00:49:12
Com um "professor" desses as aulas de sexo devem ser incriveis... Não é mesmo? ;-) 10
02/04/2013 08:48:28
Muito bom
28/12/2012 15:09:44
Já estou lendo esses contos pela décima vez. E continuo procurando uma Dani prá mim.
12/03/2011 12:56:04
Affff..esta segunda parte é muito excitante. Confesso que fiquei agitadinha lendo isto. Se precisar de uma nova empregada, me chama que vou correndo! E olha...já vou depiladinha, ok? Já não dou trabalho. Beijinhos da Portuguesinha e continue que gosto muito dos seus contos.
13/12/2010 08:41:11
nao entendi
29/09/2010 17:27:04
muito bom seu conto,parabéns,eita empregada e escrava sexual boa,
29/09/2010 03:45:22
Nossa, que delicia, se fosse meu marido eu pedia pra me comer junto com a empregada, nota 10!!!
29/09/2010 03:44:53
Nossa, se fosse meu marido pedia pra me comer juntinho com a empregada...adorei o conto, nota 10!
30/07/2010 23:05:13
nossaaa...delícia..
28/04/2010 05:29:32
sem brincadeira..eu to tão excitado q parece q eu to comendo um cu virgem!sensacional,psicodérico,massa,show,pissaico,neorotico!
30/11/2009 18:57:06
Pára seu puto!senão não vou aguentar meu marido chegar!
24/11/2009 11:02:31
Manteve o nível na continuação. Parabéns. Só lamento que nesse site tenham pessoas que criam nicks só para sacanear os outros, dando notas baixas ou deixando comentários desagradáveis. Lamentável.
11/10/2009 17:00:28
Noooossaaaa...parabéns!
24/09/2009 20:15:57
Muito excitantes seus contos, estou adorando! valeu pela dica. bjsss
15/09/2009 12:44:23
Nossa... Adorei este tbém! Muito excitante;...
07/09/2009 15:48:02
ensacioanl
07/09/2009 05:13:55
muito bom esse conto....quero mais, que empregada faminta de pica!!!! quem quiser o meu de 19cms mes email é [email protected] se for cabaço mehlor...
06/09/2009 20:29:36
excelente
05/09/2009 14:22:00
deliciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
01/09/2009 14:14:45
muitooo bomm me exitei muito fikei toda molhada
01/09/2009 08:31:44
excelente continuação, parabéns. Vou ler a próxima.
25/08/2009 18:54:20
Adorei
24/08/2009 23:15:31
otimo
24/08/2009 15:49:21
Excelente! com um patrao desses, ate eu ia qrer trabalhar nessa casa!! Fiquei toda molhada!! nota 10
24/08/2009 09:40:04
meus parabens companheiro, bom demais.
23/08/2009 19:08:02
Gostei do conto...ja tive uma empregada sim, mas deu um rolo depois..rs.
22/08/2009 13:23:11
nota 1000 de novo manda logo a continuação abraço vou bater uma ponheta agora
21/08/2009 16:07:07
excelente conto parabens
21/08/2009 12:12:43
Ficarei no aguardo do próximo. Parabéns! Não preocupe-se com a concorrência. Apenas preocupe-se conosco, nos adoramos seus contos
20/08/2009 22:59:46
Uma merda!
20/08/2009 13:34:34
parabens!10!
20/08/2009 10:27:24
Tá bom D+...
20/08/2009 09:01:34
a qualidade continua! neste tb vc leva um 10!
20/08/2009 00:04:20
Pessoal, obrigado pelos comentários e pelos votos. Já comecei a trabalhar na próxima parte e, em breve, vou publicar. Ainda tenho muito o que contar...
19/08/2009 20:32:35
vc conhece bem o significado de palavra "superação",pois está se superando,toquei uma siririca nervosa lendo teu conto,muito bom,mais muito bom mesmo...nota10.estou anciosa pela continuação.
19/08/2009 16:08:58
exitante...da vontade de estar la tbm!!!
19/08/2009 10:40:41
Foi muito bom esse conto... adorei quero vc....
19/08/2009 10:34:28
tao bom quanto o primeiro ta de parabens,aguardo ansioso a continuaçao
19/08/2009 08:49:44
Já tive um lance muito semelhante com esse...rsrsr
19/08/2009 08:19:15
muito bom
19/08/2009 08:15:33
EXCELENTE! Estaremos aqui para ler a sequencia com certeza. .

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


xvide coroa gritando emportugues quando toma rola grossa e cabecuda na xanaContos eróticos esposa e Sogramillasissymundobicha.com hetero brasileiro toma banho com amigo heteroLuana da nova temporada do quadro rola ou enrola em porno videos de homems heteros pausudos se masturbando em vetiario videos para baixaContosveridicos contados por novinhasfui arrombadocontos eroricos lesbicos de lactofiliaver videos d incestos baianinha gozano dentro da bucetaempresario comedor de casadas cssa dos contos eroticosEsposa putinha mostrando abcta pela boca d shortiaquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticosmeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguespornô mãe usina puheta mãofilme pornô de Cibelle encravado em 2017video porno estupraram minha namorada e ela gostouconto comi a tia coroa peidorreiraamarados com cordas e mulheres tatendo punheta ate eles gozar xvideosmulher dançando de vestido curto que pode aparecer a b***** dela pelada cuidar de abaixar vídeo pegadinha baixarnao acreditei mas o pirralho meteu a pica na minha bucetawww.casa dos contos erotico adultério emcasa.comcorno que xupar buseta melada sce possível ter.orgasmo quando estiver engatado com cachorroprofessora safada falando putaria pro donzelocontos eróticos de entregador de agua como dona de casavi minha irma dormimdo pelada e fiquei com tesao nelacachorro do nozão trelado no cu da gostosacontos meu genro tesudoestrupoanal abusosobrinha e tia com pai potaria brasileiroconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travestiporno engoliu a porra e catinou mamanofilhaabre as pernas qie vou te fider gostosomulheres que sentem desejo sexual por cavalo zoofiliamulher esculhanbando is outros no comentario do nariz thifanyPorno contos maes lesbicas ensinam masturbacao as bem novinhas iniciacaocontos eróticos primeiras experiências com siriricaxvideo guardondo o pau nacuecaporque o quando nomoramos os homens ficam pegando na bunda da mulherpatricinha do olho azul vai perder virgindade com irmao e fica cheia de frescura e chorando com dor video pornoMeu vampiro romance gay capitulo 21irma ver a outra de calcinha e quer chupar elamulher faze do sabao segano boceta da outaloira jogando pinbolin pelada no saguão do hotelmae.minto.safada.e.bunduda.fodendopornô em famíliaxxvvideo macjo goza na teta da mulher e corno lambeautorizei minha mulher fuder com outrogata nua aberta na cama bom das macia arrepiada cuzinhos duro meladonegao pingou tesao de vaca na bebida das meninas e comeu as quatro irmans juntasmostrar despedida de solteira dentro do clube da p****** todo mundo pelado mais tarde vídeo pornô completotransei com uma senhora crenteconto pornpai comendo filha e a sobrinhavirgem relatos de zoofiliaxevideo mulher dormido e rola entrandodoce nanda parte cinco contos eroticospauzao para meu marido e eu, exibidaContos erótico a calsinha da cunhada noviha cheirava mixoempregada safadinha Fátimapornoantigonovinha.combotando na buceta pela beradinha do shorte conto erótico gêmeas trail irmã com o namoradoCleide a recatada contos eroticospornô grátis só contos eróticos sogra cozinhabotei meu dedo na buceta da mulher do amigoo playboy e o menino da favela casa dos contosporn bumbum peito enpinadinhos de mae filhacontos de sexo depilando a sograporno com novinha goszando na buceta na boca da outravideos de sexo bruto gostosa na posiçao que intslei tudovideos de meninas llevando fortes choques de fios de luz na buceta pelada ate hritarmulheres da bunda grande dando cu de bruço pro kid bengaladoce nanda contos eroticosPica cabeçudas encaixando espertinho na xanaasxxxxxcommulher passa margarina ela pelada e no cu bem gostosovirgem relatos de zoofiliaele e meu bad boy e eu sou dele parte 10 casa dos contos dosvirei mulher na cama contos wccontos eróticos incesto fudendo novinha virgem inocente faveladanovinha dando para o garagistacrente e vizinho cassetudo conto eroticosua puta ou seu viado o celular e meu e se quero asisti video porno tenho que asiste por que.paguei pra ter minha escolha desgraçaempregada safadinha Fátimaporno novinha fica brava porque a camisinha estourou e ele nao avisoucasa dos contos meu marido contratou mestre de obra negro comcunhada e cunhado beberan e acabaran fasexo sexoContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paicutucando buceta de cadela com dedo zoofiliadando com dorbuceta pro pai irmaogarota q foi fudida no fundo d casa por um cachorro pastor alemaowattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto musculosoconto erotico pegador popular da escola heterodormindo de bruço acordando pro anal pornopadrasto e intendenda gostosocontos eroticos colega negão estuprando o novinho gayconto incesto minha irmãzinha adolecente andando encasa com essa roupinha nao da para resisti