Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

De mãe pra filha. (19)

Autor: Mortiça
Categoria: Heterossexual
Data: 27/09/2009 23:56:37
Última revisão: 28/08/2010 16:42:12
Nota 9.88
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Hoje tenho 24 anos, sou morena clara, cabelos longos e pretos, um corpo formado pela academia, gosto de me exercitar, minha história começa assim, fui criada pelo meu padrasto, Jorge hoje tem 42 anos é um homem, branco, com corpo cheinho, uma barriguinha saliente, gosta de passar a máquina 2 no cabelo e trabalha como segurança de um hospital, minha mãe não era muito alta, mas era uma morena bonita de 26 anos na época do seu falecimento, quando eles se conheceram eu ainda era pequena por volta de 4 ou 5 anos, eles se conheceram por um acaso em um festa onde tinham uns amigos em comum, curtiram o namoro e com um tempo passaram a morar juntos, até que ela ficou grávida dele, mas teve complicação durante a gravidez, vindo a falecer junto com o bebê, ainda era uma mulher nova e bonita, cresci ouvindo que meu pai foi comprar cigarros e nunca mais voltou, como minha mãe não tinha familiares, apenas uma tia que mora em outra cidade que nem soube da morte da minha mãe, mas Jorge se apegou muito a mim e eu idem não queria me deixar com ninguém, pois a pedido da minha mãe ele acabou me criando, eu sabia que ele não era meu pai, mas o chamava de pai, resolveu mudar de casa e passamos a morar em outro bairro mais distante, pois estava sendo difícil viver sem mamãe, as lembranças sempre viam a cabeça pra nós dois. O tempo foi passando e tudo que sei aprendi com ele, até mesmo as coisas de mulheres, quando eu tinha 16 anos passei a ter pensamentos estranhos com os meninos da escola, minhas amigas já namoravam e ouviam delas as experiências que tiveram como passei a tomar conta da casa, quase não tinha tempo pra curtir com algum namorado, lá em casa sempre podia andar bem a vontade, eu sempre andava de shortinhos curtos, camiseta sem sutiã, Jorge gostava de andar de cueca ou short sem cueca, vendo aquilo meus pensamentos crescia cada vez mais, teve um dia que coloquei as roupas na máquina pra lavar, colocando peças por peças, mas vi uma cueca do Jorge com um mancha branca e grudava em meus dedos, levei ao nariz para ver o que era, sem saber passei a cheirar profundamente e acabei gostando do cheiro e todas as vezes que ia lavar as roupas tinha que cheirar suas cuecas, mesmo com cheiro de mijo, passei a curtir aquilo com maior naturalidade e que no fundo me excitava bastante, quando ele estava em casa de cueca eu olhava de rabo de olho, uma vez quando entrei no seu quarto de manhã, deparei com ele ainda dormindo e dentro da sua cueca formava um volume que me deu até calor, seu pau estava duro, mas apenas eu olhava, comecei a meter a mão na minha vagina e a esfregava de leve, aquilo me levara a loucura e cada vez que via cena dele, eu corria pro meu quarto e me masturbava, vários outros fatos aconteceram, uma bela tarde de sábado Jorge chegou em casa meio bêbado, ao bater na porta notei que teria que ajudar, pois coloquei no sofá, dei-lhe um café sem açúcar, mas não resolveu, seu hálito já me consumia e junto com o cheiro de seu suor, então levantei ele agarrando pelos braços e pela cintura que mesmo pesado consegui deixá-lo de pé, guie até o banheiro, encostei ele na parede e fui tirando suas roupas, deixei apenas de cueca, coloquei no Box e liguei o chuveiro, logo ele perguntou se não iria tirar a cueca, fiz cara de inocente, mas fiz o que pediu, ao abaixar sua cueca pulou uma coisa tão grande e meia flácida pra fora, não me assustei, enfiei embaixo do chuveiro e comecei a lavar seu corpo com sabonete, até mesmo as partes intimas, assim ficou limpinho, sequei e coloquei em sua cama mesmo pelado, e acabou dormindo, fiquei um pouco de vigília mas sabia que não iria acordar, como pagamento comecei a brincar com seu pau, balançava pra lá e pra cá, endurecia um pouco mais não totalmente, até que fiquei entediada e sai do quarto, ele acordou somente pela manhã, notei sua cara de assustado pois acordara pelado e não se lembrava de nada, porém nada perguntou. Na próxima semana aconteceu tudo de novo, menos bêbado, mas fazia gesto de bêbado, foi assim: estava deitada na cama ouvindo música, me encontrava de shortinho de lycra curtinho na cor verde claro e de camiseta sem sutiã, ele chegou de mansinho, não senti quando ele se aproximou de mim, sentou na cama ao meu lado e falando um pouco enrolado, mas era CENA dele, mas entendi o que disse.

- Filha você não que me da um banho.

- Poxa!, Pai tem que ser agora.

- Sim filha não consigo me segurar e tenho medo de cair no banheiro.

Então resolvi ir, disse-lhe para seguir na frente e assim ele foi imitando bêbado trocando as pernas, achei engraçado, mas entrei na dele, chegando ao banheiro encontrei ainda de roupa, estava com uma bermuda jeans e sem camisa, fui logo despindo, retirei toda sua roupa e guie para o box, desta vez liguei o chuveiro e junto cai no banho com ele, ao pegar o sabonete deixei sem querer cair no chão, me abaixei para pegar e deparei com seu pau latejando na minha frente, levantei rápido mas ele foi mais rápido me pegou pelos braços com força e me deu um beijo na boca, retribui com minha língua, não tinha muito cheiro de cerveja, suas mãos de imediato começou a tirar minha camiseta, deixei sem lutar contra, começou a apertar meus peitinhos que nunca foram tocados, seu pau a essa altura já estava grande, comecei a apertar e assim notei que realmente era grande, sua mão começou a empurrar minha cabeça para que fizesse um felação, coloquei tudo na boca, chupando como gata no cio, seus gemidos logo tomou conta do banheiro, então resolvemos ir para o quarto e sobre a cama grande ele me jogou e caiu em cima de mim, nos beijamos intensamente, seu pau começou a entrar entre minhas pernas, mesmo com o shortinho que ainda estava e que foi recebida lindamente, começou a fazer movimento de penetração e ao mesmo tempo nos beijamos e as mãos não paravam, nos apertávamos pelo corpo, outra vez me deu seu pau para chupar, meti na boca e senti um gostinho salgado do liquido que saia, aquilo me deixava mais excitada, como ele é forte conseguiu retirar meu shortinho rápido e fizemos um 69 maravilhoso, sua língua começou a ser enfiada na minha buceta que tinha poucos pêlos, pois notei que alisava com seus dedos e metia a língua carinhosamente como se fosse um troféu e tratava com carinho, falava coisas bonitas pra ela, tipo, pó há quanto tempo eu queria te conhecer, tinha certeza que você seria minha e assim o tesão crescia, não sabia que ele tinha tara em mim, logo parou de chupar e veio ao encontro da minha boca, ficou sobre meu corpo, mexia seu corpo sobre meu e do nada senti seu pau querendo entrar na minha menina, ele me perguntou se estava gostando, respondi que sim e que também já queria aquilo há muito tempo, ele confessou que já me viu cheirando suas cuecas e que me olhava pelada, mas que não falava nada, ambos se encontrava confortável com a posição e logo senti seus dedos cheio de saliva lambuzando minha bucetinha, não falei nada, logo a cabeça do seu pau começou a me penetrar suavemente, disse que ainda era virgem, mas ele nem se importou, fui introduzindo lentamente e as vezes retirava onde era tomada pelo alivio, mas rapidamente seu pau começou a entrar, mas foi de uma maneira que quando vi já estava dentro, a dor tomou contar do tesão, mas não queria reclamar, deixei ele fazer seu serviço de macho no cio, começou a da estocadas forte que senti um liquido saindo de mim, que quando olhei estava tomada de sangue, não nos importamos e o prazer começou a tomar conta da minha buceta, com suas estocada notei que gozei com um pau dentro de mim (pela primeira vez), seus movimentos começaram a ficar forte suas palavras eram arrogantes, me xingava de todos os nomes pesados, ficava louca com aquilo, começou a puxar meus cabelos e repetia palavras ásperas, me disse que estava um bom tempo sem mulher e já não estava mais agüentando ficar sem mulher e que eu era a culpada, retirou seu pau e começou a fazer uma punhetinha para que o bicho crescesse mais, assim o fez e já foi logo metendo de uma vez, senti um sensação gostosa e estava me sentindo feliz, seus braços me dominava e segurava minha cabeça e agarrava meus cabelos, com isso ele mexia mais forte com os seus quadris e metia profundamente, já não agüentando doido para gozar me informou que ia gozar dentro da bucetinha da filha, mas seu tesão lhe deu mais força, metendo cada vez mais, eu estava gozando outra vez e assim conseguimos gozar juntos, senti sua porra quentinha correr dentro de mim, permaneceu ali por um tempinho em cima de mim e dentro de mim e nos beijamos amorosamente, depois retirou seu pau todo melecado de porra e vermelho pelos movimentos e sangue, relaxamos lado a lado, acendeu um cigarro e começamos a conversar. De primeiro ele falou que não estava muito bêbado assim, depois ele me falou que estava querendo fazer isso comigo há muito tempo mesmo, mas tinha medo de iniciar, mas que uma vez já me viu bolinar seu pau ou até mesmo olhando para o seu pau, não neguei nada confirmei tudo e disse que estava me guardando pra ele, nossos atos sexuais foram muito importantes pra gente, Jorge é um homem fiel por isso resolvi ficar com ele para sempre como marido e mulher, hoje somos felizes e passamos a fazer sexo sem culpa e sem medo, vivemos nossas vidas a dois, ele passou a me amar loucamente e eu idem. A cada dia é uma surpresa sexual, fazemos brincadeiras sexuais maravilhosas e que tanto nos deixam excitados. Jorge é cara pirocudo com um pau belo e bonito, não sei como eu consigo receber seu pau dentro de mim, mas com amor tudo se encaixa.

Espero que tenham gostado.

Comentários

16/06/2011 20:56:00
04/09/2010 00:26:40
GOSTEI MTO SER VC ESTA FELIZ ISSO É QUE IMPORTA...
16/01/2010 19:02:36
Ótimo! Tesão!
17/10/2009 22:09:16
sensacional
15/10/2009 10:31:56
Muito bom...e me deu muita tesão. Obrigado por dividir conosco...Ah, se eu tambem pudesse...
28/09/2009 12:11:12
excelente

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


esposa vadia de shortinho curtinho batendo punheta p outro ba frente do cornocontos tia dando o cu pro sobrinhocontos eroticos bucetinha apertadacontos eroticos novinha fui bem fodida que até choreiPrimeira vez q dei o cu vestido de travestsenas com carinho massagem beijos abraço pegadas palavras romanticas casal apaixonado e sexofilme porno "labios encharcados"contos eroticos peguei uma garotinha do interior pra criar e ensinei tudo sobre sexo pra elasexo.dormiu.ma.casa.do.aimgo.e.acordo.com.o.braruho.do.amigo.fudemo.com.a.irmaNinfetas mamando rola no cinema contoseroticosconto de encesto filho 32 de pau quadrinhocontos da minha sogra deixando a calcinha pra mim cheiraContos eroticos entre padre e noviçanovinha com beloto do grelo grandeContos me foderam muito por perder a apostabucetinhas e cuzinhos lisosContos encesto mae cu sangranocoroa peituda de buceta peluda fidendo depois da festaContos de meninas ki deu abuceta pra uns velhos tarado pau enormesporno abordado da égua rapazmulher revivesse monstro xvideoconto gay pirocudo da academiacontofudi minha cunhadacunhada e cunhado beberan e acabaran fasexo sexoContos erotico incesto video gratis de sec tio tira cacinho da sobrinha novinhaContoeroticonovinhosafadocontos incesto xota enrabadacontos pornos cuidei de mamaevovo da buceta cabe prazoiniciando um viadinho contocontos irma criaçao fudendo namoradob****** assaltou a casa e meteu a mão na boca da Neide da novinha e fez a transar com ele a força vídeo pornôjhuly dormindo de calcinha xvideosvidios d senhora com corpo gostoso e seios parados e arebitadosXsvideos artista pintando macho nuuma jovem de dizoite anos pode perde o cabaço da buceta so colocando a cabecinho de um penis por duas tentativa contoporno safada batendo punheta pro ricardão na cama com o corno dormindo pornoSomente contos reais de marido chorando e ecitado que chega em casa e pega esposa trepandome fode seu desgraçadoa egua me excitou e eu esporrei nela/contocontos mulheres que gostam de cu de homemPorhb vovo porfavor nao fasa iso eu ainda sou mocinha eu nao quero contos eroticoscontos eróticos meu genro me pegou traindo meu maridocomi a pmbaixa lourinha cafungada com o negaofato real de noiada chupando rolaprovoquei meu filho vestindo um fil dental video pornocontos eróticos de meninos novinhos sendo dopados e estrupadoscontos eroticos de feminizaçao parte 2contos eroticos casadas arrombadas por pauzudos super grossos e 25 cmcorno ve a mulher metendo comtrinta machobaiano chupando clitori e falando besteirasLevantaram o rabo da egua e mostrou a buceta delaContos eróticos de incesto entre familias aonde todos mamam e foden em todas as posiçoes possiveis e de todo o jeito em orgiasconto coroa bunda gigante sodomizadatarado estorando boi no mato xvidio.comgarota muinto novinha com cona muinto apertadinhamotorista de onibus que molhou a buceta de tanto prazer em dirigirfotos de mulher lefa e que aquenta fuder com pic grande da cabeca grossa e a mulher peituda e deramando leiteponto não. quebrau. cabaso da vigexvidios os dias era asimTio arroba o cu da sobrinha conto eróticosxvıdeo novınha de bıquınıporno comeu a etiada que fazia pirasa so de chortinhoContos na pescaria com tios e amigos me fazen d bixinha delesninfeta de fio atolada no fundilcontos erotico papai minha amiguinha q vc arregaça ela tambémvideo porno padastro tomando cafe e entiada estidando pra prova de sainha mostrando a calcinha brancaanais bruto elas tenta corre io pau entra masarretada e gostosa minha mae conto incestoquero ver um vídeo de mulher transando com cachorro engatado usado berrando muito gayXVídeos dando em espera e gostosa queimadinha tirando a roupaSuse rego tomando na bucetta