Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Gabi & Grazi

Autor:
Categoria: Heterossexual
Data: 06/09/2009 13:12:22
Nota 10.00
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Durante uma semana mal consegui olhar para Grazi, Gabi também não falava comigo. Eu também evitava ficar com a galera da rua, até porque tinha o Fabinho, era meu amigo e eu inaugurara o rabinho de sua namorada sem a mínima piedade. Durante o café da manhã de quinta feira meus pais me avisaram que na sexta à noite irímos viajar, era tudo o que queria fugir daquela rua, dar um tempinho... Viajar naquela altura dos acontecimentos era uma boa saída para meus problemas sexuais … ou depois como descobri, era apenas o início deles.

Ao chegar em casa me assustei ao ver os pais das meninas, era meu fim … finalmente Gabi resolvera contar tudo, estava explicado o motivo delas não haverem isso à aula. Eu caminhava como um bio para o matadouro, agora minha vida chegara ao fim, meu pai arrancaria meu couro e com muita sorte o pai delas não faria o mesmo.

Entrei com a sensação de que meu estômago sairia pela boca ali mesmo na sala, eu suava frio... a mãe das meninas foi a primeira a notar e logo espichou o comentário dizendo que devia ser alguma virose pois as meninas também andavam estranhas … era o fim. Passei quase que voando pela sala mal pronunciando um “oi “ entre os dentes. Ainda bem que já arrumara minha mochila quanto amis cedo papai pegasse a estrada, melhor! Deitei e terminei dormindo a tarde toda, rezando para não ter pesadelos!

Acordei com mamãe verificando se eu estava febril, papai já se preparava pra sair, o carro já estava arrumado, até minha mochila eles já havia se encarregado de levar. Tomei um banho para ver se melhorava o astral, troquei de roupa e desci na captura de algum sanduiche.

Durante todo o trajeto até nosso destino eu continuava alheio a animação dos meus pais. Eu nem percebera se estávamos seguindo para a serra ou para a praia, e acho que nem lembrara de saber o motivo daquele fim de semana inusitado. O fato de sumir das vistas de Gabi e Grazi já era uma boa causa.

Fizemos uma parada rápida para abastecer … devíamos estar chegando pois mamãe tagarelava sem parar no telefone dizendo que já estávamos quase chegando. Realmente em menos de 15 minutos entramos em um tipo de hotel fazenda, muitos chalés, um lago enorme … enfim dois dias de calmaria! Eu certamente voltaria mais calmo.

Paramos de frente a um chalé grande, cercado por um varandão... havia um carro já parado na garagem, devia ser algum amigo de papai que o convencera a passar um fim de semana longe do trabalho. Para meu espanto ao chegar na porta lá estavam sentadas na frente da lareira a deliciosa dupla de problemas que eu tanto quis fugir. As meninas logo vieram falar comigo, foi Gabi que se apressou em pegar minha mochila e levar até o quarto, aliás dormiríamos os três ali … era o paraíso apresentado por duas diabinhas loiras. Eu estava mais do que assustado...o que afinal aquelas duas iriam me reservar? Gabi parecia me comer com os olhos...percebia uma malícia naquelas contas azuis... já Grazy tinha aquele olhar meigo...parecia como eu estar sentindo saudades de nossas tardes quentes... o melhor era esquecer.

Logo após a chegada fomos para o restaurante jantar, as meninas sentaram-se ao meu lado...Gabi parecia querer me provocar, Grazy como sempre quieta. Nossos pais ficariam até mais tarde, nós descemos a pé a ladeira que nos levaria ao chalé...Grazy se aninhou no meu braço e pude perceber a troca de calor entre nós... Gabi apenas me olhava de lado...descia a nossa frente, de forma a fazer com que eu notasse sua bundinha rebolativa … tentação.

No chalé Gabi resolveu ir para o quarto dormir e deixou eu e Grazy à vontade, não demorou muito para que nos dois nos beijássemos, o calor entre os dois era grande...descemos para a garagem onde dentro do carro podíamos ficar mais a vontade...a saudade e a vontade era grande...no carro de papai acabamos por matar aquela vontade...era gostoso ficar com ela mas em nada lembrava a sensação vivida com Gabi.

Já no quarto Gabi parecia um anjo dormindo, ficamos na sala até que nossos pais chegassem...antes de dormir eu precisaria me aliviar … a pressão era demais para um adolescente. Todos já dormiam quando me levantei …. precisava tocar uma ou não dormiria. Fui para a varanda do fundos, ali era longe dos quartos e dava para uma área deserta...escondidinho poderia dar uma bela relaxada. A varanda era escura... e se alguem na casa acordasse era fácil perceber. Escolhi um canto calmo e já ia partir pra covardia quando percebi que não estava sozinho...Gabi se adiantara quando me vira entrar no banheiro e parecia ter lido meus pensamentos...a diabinha estava lá...silenciosamente ela mais uma vez me ofertou aquele rabo quente e destemido....dessa vez foi ainda melhor, apesar da falta de jeito. Voltamos pé ante pé para o quarto exalando cheiro se sexo. Na manhã seguinte Grazy me acordou, iámos fazer uma caminhada numa das trilhas...nossos pais haviam madrugado para andarem a cavalo. Lá fomos nós em direção a uma das cachoeiras da região. O Local era maravilhoso, deserto... tinha uma piscina natural... não demorou muito pra Gabi se atirar na água com um biquine provocador...Grazy e eu entramos em seguida...começamos os três a brincar na água...Gabi como sempre atirada livrou-se do biquine...e nua se esfregava em mim observada por Grazy que resolveu acompanhar a irmã....logo fui obrigado a ficar nú e a brincadeira ia esquentando com as duas se esfregando em mim. Saímos um pouca da água e ficamos em uma espécie de clareira cercada de pedras … ali as duas me surpreenderam...Gabi foi a primeira, montou sobre meu pau latejante e se deixou penetrar...senti quando rompi seu lacre ela deu um gritinho gostoso e se entregou ...cavalgava como uma deusa loura...gozamos ali juntinhos, observados por Grazy. Ficamos ali...depois de um mergulho voltamos para aquele cantinho mágico, as duas meninas pareciam querer me provocar, uma sobre a outra, se esfregavam e se acariciavam....Gabi chupava a irmã com uma maestria que podia de longe perceber os espasmos de Grazy... não demoraram a fazereu nunca imaginaria ve-las assim. Meu pau estava quase estourando de tanto tesão...passei a chupar Grazy enquanto ela me mamava delicadamente... depois virei a de bruços metendo minha lingua naquele rabo intocado. Mas Grazy como sempre não se deixava penetrar...era só ralar. Gabi ao contrário se abriu como uma flor que desabrocha....me levando ao delírio...exaustos voltamos para o chalé...

Comentários

AFL
13/06/2012 01:57:06
Adorei, pena que não teve fim, tem continuação?
20/09/2009 17:33:06
Muito show esse conto minha nota 10
06/09/2009 15:29:15
UAL SENSACIOANL
06/09/2009 15:23:31
q conto delicioso

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto erotico sendo chupada enquanto ler livro pornoporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela querera tia zoofilia pegada no caoconto erotico com crentemeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesdoce nanda contos eroticoscontos eroticos casada estuprada pelo empregadosexo deixando mae com bunda doendo contopornomulher so de fio dental fininhaDe_chefe_a_amor_da_minha_vidaminha esposa aninha novinha e meu tio roludo setima parte contos eoticos Gozada na buceta contomulequinhos olhando a surubaContos eroticos de travesti pauzudo estuprando meninosZoofilia caes encangados em mulheressexo ela nao quis da so acariciarbunda sendo invadida pela primeira vez gayBusca por contos de marido traindoconto no cinepornovídeos sexo gays estrupo vampiro principes dandovidios porno d braziliras no concuso quem cosegi beber mais pora porno doidocontos eroticos mulher dopada e fudidabucetinha novinha estralandoxvideosmulher engata com cachorro grande e nao consege desengata pornoconto de rasgaro meu cuzinho virgem com a pica grandeConto erotico de casada q nao se satisfaz com o pau d marido e fica com tesao d ver velho pintudoofereceu a filha pro caralhudo gigante xvideosver contos eróticos de vendi meu cabacinho para um cacetudoWww.vedio.porno.casais revisão de Santa CatarinamIpapai e maninho me fuderao com seus pauzaos contosloira linda com mastro monstruosovixxi encoxadasvídeo de mulher pelada nua vídeo mulher pelada mostrando o pinto também amor quer vir aqui também é muito periquita Minha louca vida de mulher pelada nuacom bumbum mais bate com bumbum mais burro tem as loira morena branquinha e a ruiva a loira morena branquinha e a ruiva bate com a bunda pula pulavideo porno atentano a namorada corno escondidopor favor senhor eu nunca fiz sexo anal pornosogra fazendo sexo selvagem com o gel da pica cabeçudamãe bem velha tropa do com filho sexo incesto contos vídeos todos novossexres grates com filhas e mae trepando o paeamoxoxota gtao pinto do meu filho e maior do do pai rele contos eroticoscontos eroticos textosporque o quando nomoramos os homens ficam pegando na bunda da mulherver videos d incestos baianinha gozano dentro da bucetaencoxada bem arroxadacontos erotigos desenhos comendo a fazedeira do bumdaocontos eróticos gosei no pal do sogro taradoXVídeos caseiro eu te empurro com fosse eu não aguenteiXVídeos hétero bundudo obrigadinho chupar sua bundacomi a mae com a pereteca raspadinhasou casada o meu cunhada me estorou a bucetinha contoscontos de crossdresser forçadoninfeta cismou comigobucetas gostozas gozando gostozo na cabesona rombudarolas grossas e veiudas fudendo as bucetinhas e cuzinhos das mulheres da favelatravestd nusconto sexo anal piracaiajantar em familia mulher senta no colo do marido e começa a transar sem a familia desconfiar pornoeu sempre brincava com as coleguinhas de mimha irmã, e prdia para eles baterem punheta para mimhotmail muletodavídeo porno mulher faz sumi dentro dela penes de quarenta centímetro dentro delamulher convulsiona de tesao no pinto monstromeu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticopassa manteiga no corpo e na busetadeu remeduo p/ mae dormi efode com elavidio de comedor gozando na portiha do cu da casadaConto erótico chupa bucetacontos erotigos desenhos comendo a fazedeira do bumdaoContos irronicos fodendo a minha namoradodona cely eo caseiro tom contos eróticoscinquentona brincando com pauzudo dentro do carrogaby de touros-rn transandoContos eroticos fui estuprado por travesti do pau grande e cabesudo contos eroticos de santinhasXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhaconto erotico fiz chantagem e comi o cu da minha maenovinhas lindas brincadeira incestoa de ciririca