Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Descoberta... continuação

Categoria: Heterossexual
Data: 06/09/2009 15:03:42
Nota 8.40
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Na hora que seu Chico me disse isso, ao mesmo tempo que fiquei satisfeito, me deu um medo de que daqui pra frente, a coisa pudeese sair do controle. Passado o susto, pedi a ele que me contasse o que aconteceu. Seu Chico me disse: rapaz, sua mulher vai lhe dar muito trabalho, eu conheço bem esse tipo de mulher, se você queria ser corno, acho que conseguiu, não vai parar por aqui.

Ele continuou me contando e eu fiquei com o maior tesão. Ele disse que fez o que quiz comeu sua bucetinha e gozou dentro. Um detalhe que me chamou a atenção, foi o comentário que ele fez a ela, dizendo que mulher que tem piercing, principalmente no umbigo, gosta de anal, porém, ela nunca quis fazer anal comigo e pra ele também não, mais disse que isso mecheu com ela.

Depois de tudo que eu ouví, fui para o nossa ap. e ela como se nada tivesse acontecido, foi me falando que queria ir dançar de novo no clube. Falei legal, amanhã iremos. No dia seguinte, ela foi convidar seu Chico e dona Cida mas a dona Cida disse que não poderia ir, pois tinha que arrumar os apartamentos vagos para a chegada de outros ospedes, - mas se o Chico quiser ele pode ir com vocês. Nisso seu Chico chega e ela lhe faz o convite, ele aceita, mas diz a ela que um amigo seu viria a tarde pra lhe visitar e não poderia deixa-lo sozinho e se poderia leva-lo também. Ela lhe disse que tudo bem não haveria problema, nisso dona Cida entra e deixa os dois conversando, e seu Chico diz a ela que chamou seu amigo com a intenção de que ela ficasse com ele também, pra ver se ela era a puta que parecia ser. Ela ficou sem jeito e disse que tinha medo que eu ficasse sabendo e que queria que ficasse só entre eles dois, mais antes dela voltar ao nosso apartamento, ele disse a ela que ela iria gostar dele, que ele era um cara do jeito que ela disse gostar: um cara feio, baixinho e nordestino da Paraíba com fama de comedor e que já fez muitos filhos por aí. Ele me disse que quando ouviu aquilo, deu um sorriso safado, e lhe disse que queria e ficou acertado que iríamos os quatro a noite no clube.

Como estava muito calor e que ela tinha se bronzeado muito na praia, ela colocou uma roupa bem leve, leve até de mais, uma mini saia, um top que deixava à mostra seu piercing e uma sandália com salto. Nossa, pensei, ela está se produzindo toda pra eles, fiz que tava tudo normal e saimos. Chegando ao ap. de seu Chico, dona Cida estava de saída para arrumar os apartamentos, mas antes chamou o seu Chico, dizendo que estavamos ali e nos disse pra nos divertimos e "tomarmos conta do seu Chico", rimos e ela se foi e logo em seguida, seu Chico veio com seu amigo. Ele nos apresentou o Valdir que me cumprimentou com um aperto de mão e com um beijo no rosto a Helen que paresse ter ficado encantada com aquele cara com jeito de safado que não parava de olhar pra ela. Fomos eu e Helen de mãos dadas e ao lado dela o paraíba e seu chico do outro lado. No caminho, conversavamos e riamos muito, e seu Chico me deu o sinal para que eu olhasse para o que o Valdir fazia ao lado de Helen; ele pegava na cintura dela descia na bunda dela, sem que eu percebesse e a danada quietinha gostando da farra. Chegamos no clube e a música corria solta, achamos uma mesa e sentamos e o Valdir bem ao lado dela. O cara era safado mesmo estava alucinado por ela e eu pensava como ela pode gostar de um homem desses sem nenhum atrativo e com fama de comedor e fazedor de filhos, um sem vergonha de primeira. Eu me deliciava em imaginar uma mulher linda e gostosa como Helen sendo devorada por paraíba daqueles. Conversa vai, conversa vem, ela me convidou pra dançar mas como sempre, e agora de propósito, não fui dizendo que eu não sabia dançar aquele tipo de música, deixando o caminho livre para os três. Valdir na mesma hora, a convidou pra dançar e foram parar a pista. Seu Chico me falou que o cara era tinha uma labia e que tinha certeza que ele iria conseguir come-la. Ele me perguntou se eu toparia e disse-lhe que sim e tinha sido eu tinha pedido a ele para testa-la. Seu Chico me falou que nós dois iriamos facilitar a vida do Valdir e que ieiamos ao bar do clube, para deixar o caminho livre para os dois. Eles voltaram para a mesa e continuamos bebendo e curtindo o baile. Como estava muito quente la dentro, Helen tirou suas sandálias, deixando aqueles pezinhos deliciosos livres e soltos e me deixando de pau duro só de vontade de pega-los mais eu não iria fazer nada iria deixar que o paraíba se deliciasse com eles. Ela de pernas cruzadas e balaçando o pezinho, era uma visão maravilhosa que deixava principalmente o Valdir doido, a ponto do safado encostar a perna no pé dela e se esfregar nele. Helen estava descaradamente gostando e não tirava o pé do lugar, ao contrário, parecia passar o pé na perna dele, eu fui a loucura vendo a cena e imaginando no que iria dar tudo aquilo. Não se Helen percebendo a minha complacência, parecia não disfarçar o seu tesão e ia se soltando cada vez mais. Ela soltou no ar, que estava querendo dançar de novo e me chamou para ir; fez isso só pra cumprir o protocolo pois ela sabia que eu não iria e disse a ela que fosse com o valdir e que seu Chico e eu iriamos compra um cigarro no bar em frente ao clube. Estava dado o sinal para o ataque do paraíba. Ficamos olhando os dois dançarem sem que eles nos vissem e foi uma visão deliciosa ver o quanto ele pegava nela e a apertava e ela jogando sua cabeça pra trás, demonstrando que estava totalmente entregue às safadesas dele.

Depois de um certo tempo dançando, o paraíba levou Helen para os fundos do salão, onde tinha um cômodo onde se guardava os equipamentos isso devidamente combinado com o segurança do baile, amigo de seu Chico, ou seja, ninguém atrapalharia os dois. Eles entraram, e o Valdir foi logo trancando a porta. Ele agarrou Helen e colou sua boca na dela e ficaram se beijando enquanto ele subia sua saia e apertava aquela bunda deliciosa e depois do beijo, ela se virou e encostou a bundinha no pau dele que já a muito estava duro, com a intenção que ele pegasse os seus seios e foi oque aconteceu. Ela gemia e se esfregava nele e ao mesmo tempo chupava o dedo que ele tinha colocado na boca dela. Ele tirou seu top e abaixou sua saia, revelando sua bucetinha; ela estava sem calcinha, oque deixou ele mais louco ainda, ela falou que tinha ido assim para ele, Valdir mais que depressa tirou a roupa e chupou com vontade aqueles seios com muita fúria do jeito que ela gosta, logo em seguida, ele fez Helen mamar aquele cacete grosso que já tinha feito muitos filhos com muita mulher casada, oque ela fez com muita vontade.Ele a levantou e disse ter gostado do piercing que ele tinha tesão nisso sabia oque isso significava, isso tudo combinado pra ver se ela cairia na conversa do sexo anal. Ele a pegou por trás e começou a meter na bucetinha dela com força e ela gostando e gemendo muito depois ele sentou numa cadeira e ela sentou no pau dele e dava um dos seios pra ele mamar no que ela gritava de tesão, e ele dando tapas na sua bunda, dizendo que queria aquele cuzinho ela então, se levanta um pouco e começa a descer com o cuzinho no pau dele, entrando com muita dificuldade, mas logo a gasalhando aquele cacete grosso. O paraíba meteu por uns cinco minutos naquele cuzinho que eu nunca comi e depois disse a ela, que queria gosar. Então ele fez com que seu pau entrasse novamente em sua bucetinha ela começou a cavalga-lo. O paraíba pediu a ela se poderia gozar dentro e ela disse que não pois estava a alguns dias sem tomar remédio, o que deixou-o com mais vontade de gosar dentro. Ele pedia, implorava a ela que deixasse e ela dizendo que não, como ele sabia que Helen morria de tesão nos seios, ele começou a chupar e a chamá-la de gostosa e de puta, aumentando o tesão dela que foi gemendo cada vez mais alto. Ela totalmente entregue, foi cedendo e disse que ele poderia gozar tudo nela, e ele falava pra ela: - vou te echer de porra sua puta, vaca vou te engravidar, vou fazer um filho em você, Helen louca de tesão, dizia a ele: - me enche de porra seu filho da puta, você não é homem pra fazer um filho em mim, - você vai ver sua puta, vai pagar pra ver? Com o tesão à flor da pele, Helen o desafia e aceita o perigo de engravidar, e diz que quer pagar o preço, e ela sobe e desce, desta vez com mais intensidade e ele começa a gemer alto jorrando esperma dentro dela, que cai desfalecida em seu peito. ficaram um bom tempo assim e saíram voltando para a mesa. Eu e seu Chico etavamos sentados, quando os dois chegaram e disseram que estavam dançando do outro lado da pista. Fomos embora e nos despedimos de seu Chico e do Valdir que com a maior cara de safado, deu um beijo no rosto de Helen que também retribuiu com um sorriso safado.

Numa próxima vez, eu conto o resultado da foda.

Comentários

13/09/2009 23:44:54
Melhorou com o lance da transa. Como fantasia é uma delicia mas transar sem camisinha com desconhecido não é apenas o risco de engravidar que conta.
12/09/2009 09:53:57
POrra cara cadé o resto ... Tô ficando maluco aqui ... rsrsrsrs Abraços...
06/09/2009 17:52:00
Show, meu sonho de consumo ...
06/09/2009 15:37:37
SENSACIONAL

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


videos nacional gritos e gemidps de homens passivos embaixo dos machos caralhudosquero ver filme pornô de mulher com a buceta da Bruna dirigindo porracontos da minha sogra deixando a calcinha pra mim cheiraginecologista gemendo baixinho pra ninguém escutar porno doidoesse cachorro foi preparado para fuder buceta de mulhermae tira i cabaço do filho oica do filho nivo nicu choravideos de porno cazeiros no mato no riu em todo cantoQuadrinhos cabeludos de uma gangue de monstros tarada por mulheres gostosas! HQs lotadas de criaturas horripilantes que vão te dar medo e prazer!enfiar mangueirá liguada no cu da guarotacontoseroticos-estuprada por 2 cachorros roludoporno cunhadainesquecivelquadradinho da crente inocente safada em conto eróticosvideos de meninas llevando fortes choques de fios de luz na buceta pelada ate hritarsexo homens gozando e.falandopalavroespornodoido.pai.aretando.filra.darmindo"meio abertinho" gay contoXVídeos uma mulher de 28 anos de baby doll arrumando a casaccrioula dando o cuzaovelhas dos peitoes muchos e grelo grando transandotentando comer irma crentinhaesposa de mente fertil pornoCoroas louco por sexo tique roludocontos de sexo as novinhas e os padrinhos picudos com jumentoscontos eróticos meu genro me pegou traindo meu maridosexo real conhadas nuas banho pau bizarro tesaofudendo a irma no sofá depois de chantagealabiba boqueteras pornochegando calcinha dezeijos proibidopornobuçetacasadacadela lambendo o meu cacete e fudendo conmigo videoconto erotico gay colega de quartofilmes online porno com padrasto viu entiada virgens dormindo pelada e deixou a buseta dela rrasgadasafada de saia curta e vizinho olhandocunhada louca pra sentir rola grande pega cunhado de pau duro e nao resistecomendo a sogra gostosa mttezaocontos incesto mae gtsvídeo pornô Sport segurando marido comendo o cuzinho da comadre a forçacontos de zoofilia com pai e filhinhavídeo de mulher pelada nua vídeo mulher pelada mostrando o pinto também amor quer vir aqui também é muito periquita Minha louca vida de mulher pelada nuadito comedor de gay meu zapAE cristal de futibol Amador de CristalinaPorno contos incesto mamaes com tesao iniciam suas meninas ensinando siririca..masturbaçao..chupar e punhetar papaisvelhopintudocontosconto erotico de irmao do meu colegar saradao mim comeu brutalmente gaygostósinhas pornoContos eroticos novinha o velho mr pegocontos de sexo com senhores Safadãocontos lesbicos com buceta greluda encaixada na outra at gozar gostosocontos eroticos cunhado com scatenteada madura mamou rola do padrasto contosnão sei Teixeirinha gostosa arrombadavide de maisa perdendo avigidadihistorias porno gay meu tio me comeu serginhomorena cavala irresistivel não bater punhetaconto erotico primeiro boqueteSuse rego tomando na bucettaela tamava banho quando foi surpreendia pelo roludo que tirou sua virgindadecontos eroticos vesti uma mini saia para meu sogrovideos curtos de cunhado fudendo gostoso o cu de cunhada negra brasileiravidio porno novas com.cavalo dominando apenetraçao gozovídeo de sexo pornô garganta hipertrofiada engolindo monstro hiper dotadocontos mulher de amigo short coladoporno ele e louco pra fuder a tia " depois de tantas punheitas ela deixa fodercontos saunas velhos chubbys gaysentrequei minha vigidade pri maridi da minha tia contoConto erotico meu cabaco arronvado pelo velho do pauzaosou casada e fui bolinada gosteiconto erótico lambida na buceta calcinha de lado língua tremeufugio da aula para da buceda e leva gozada tendrobonecadoprazevirgens+perdendo+o+cabacao+da+buceta+e+do+cu++virgensContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhosubornei meu primo gay pra comer eleconto de comendo cupapai da pica grossa tirou meu cabacinho e eu gozei gostosocolokando o pau na boca da irmanzinhq dormindo