Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Trepada à mineira

Autor: EDU_NIT
Categoria: Heterossexual
Data: 13/09/2009 03:25:56
Nota 10.00
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sempre ouvi dizer que o mineiro come quieto, e acabei descobrindo que a mineira gosta de ser comida na calada...

De férias numa cidadezinha mineira me hospedei num pequeno hotel, desses mais antigos, os donos um casal já velhinho eram extremamente hospitaleiro, como todos os mineiros.Contavam com dois funcionários e com a netinha caçula que morava com eles ali mesmo. Devia ter seus 17 aninhos...carinha de anjo num corpo que parecia convidar os homens para o pecado. Logo na chegada pude perceber os olhos espichados da bela morena que me seguia pelo corredor silencioso. Meu quarto ficava logo ali no primeiro andar, era modesto mas bem aconchegante. Devido a minha exaustão acabei por tomar um banho e cair na cama, era fim de tarde e logo fui chamado pelo dono do hotel para o jantar. O salão onde eram servidas as refeição estava relativamente cheio, eram os outros hóspedes e pessoas da cidade que comumente faziam as refeições ali. Por sorte escolhi uma mesa que era servida por Gabi, a neta dos donos. Sem muita demora ela veio me servir...com um sorriso quase que convidativo. O decote da blusa mostrara mais do que deveria, me levando a imaginar loucuras.

Logo após a janta saí para dar uma voltinha pela rua, era uma noite quente e a maioria dos moradores pareciam haver combinado de sair...parei em um bar próximo e pedi uma cerveja enquanto assistia a uma partida de futebol pela tv.

Quase ao fim do segundo tempo voltei ao hotel a rua ja começava a ficar deserta e seu João, o simpático dono do estabelecimento já fechava as portas principais. Dei boa noite e fui direto para o quarto.

Depois de uma ducha para refrescar acabei caindo no sono, devia estar quase amanhecendo quando acordei com o barulho na porta, fiquei deitado ali quieto para não fazer alarde, percebi a porta se abrindo devagar...um vulto passou quase que imperceptivel pela pequena abertura...a porta fechou-se em seguida. O vulto aproximou-se da cama e num ímpeto me joguei sobre ele, para meu espanto era Gabi. O perfume dos cabelos soltos me deixou tonto de prazer...saí de cima dela e sentei na cama me enrolando no lençol, já que estava nú. Ela levantou-se acendendo o pequeno abajour ao lado da cama, apesar da luz fraca percebi que ela vestia uma dessas camisolinhas transparentes e bem curtinhas deixando a mostra o corpão moreno escondido por uma tanguinha. Antes mesmo que eu perguntasse o que ela fazia ali fui surpreendido com um longo beijo...alias tão insinuante que me despertou por completo, inclusive a parte que certamente a interessava, em poucos segundos estávamos ali trocando carícias cada vez mais intensas...e nem tão silenciosas, em poucos segundos a tanquinha presa por lacinhos foi ao chão assim como os lençois que eu ainda insistia em me manter enrolado...sem qualquer timidez ela sentou-se sobre mim, retirando a camisolinha já suada e se encaixou com perfeição no meu pau já teso. Parecia uma índia dessas de filmes americanos cavalgando com muita disposição e me levando a loucura. Ela parecia insaciável, e não demorou muito para que os dois num gemido profundo e sincronizado os dois gozassem. Os galos já cantavam...qdo ela deixou o quarto. Acabei adormecendo até a hora do café. O dia custava a passar e em hora nenhuma ouvi ou vi Gabi pelo hotel, depois da aparição em meu quarto ela desaparecera. Já era hora do jantar quando a vi no salão, servindo as mesas, escolhi propositalmente uma que ela serviria. não demorou para que ela trouxesse a janta, discreta me confidenciou que mais tarde serviria a sobremesa, dando um sorriso nada malicioso...enrolei o máximo que pude durante a janta, sem muito mais a fazer ali parti pra rua, indo para o mesmo bar da noite anterior. Não demorou muito para que ela passasse com algumas amigas, como era de costume entre os jovens dali. As amigas não demoraram a se separar e vi quando Gabi e uma amiga entraram no hotel. paguei a conta e resolvi voltar também, tomei minha ducha e fiquei ali por quase duas horas olhando pro teto de pau duro esperando pela sobremesa prometida. Já era madrugada quando ela veio ao quarto, sem meias palavras partimos para os amassos quentes...com as pernas escancaradas ela me oferecia a bucetinha depilada para que eu caísse de língua...ela se contorcia, se esfregando na minha cara até gozar. Em cima dela, a fiz gemer baixinho e pedir mais...mais uma vez o gozo foi conjunto...ficamos ali agarrados e totalmente encharcados de gozo e suor.

Tomamos uma ducha juntos e voltamos para a cama onde ela me serviria a sobremesa, um rabo delicioso, quente e segundo pude descobrir intocável.De quatro, pude ali inalgurar aquela bundinha totalmente quente de prazer. Cada estocada era um gemido, as bolas roçavam em sua pele morena. Ela parecia ter um motor no rabo, quanto mais eu metia mais ela rebolava, só parei ao sentir o jato quente que preencheu o rabo quente de leite...caímos na cama mortos de tesão, mais uma vez ela saiu pé ante pé.

Minha idéia era ficar uma semana naquela cidade, mas graças ao excelente serviço de quarto fiquei 15 dias, e todas as madrugadas a figura silenciosa de Gabi invadia meu quarto para uma verdadeira orgia à dois. A última noite porém foi diferente e surpreendente, mas essa eu deixo pra contar depois.

Comentários

13/09/2009 11:31:28
bom conto mas ñ exelente
13/09/2009 09:28:32
sensacional

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos vi minha mae caga no pauzao do negaoClaudia souta nua mostrando a bucetaConto erotico 25cm grosso na colega de escola a forcaMas que dor horrível conto pornovídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhomeu corninho, fotostravesri pau 40centrimo fode amigomeu amante haitiano tem pau muito grosso e gostosoconto de novinha tomando nas coxasdoce nanda contos eroticosdei o meu curzinho com lubrificantes ao meu cunhado contos gaycontos de sogro metendo pau na noravideos dedadas de negao troncudo ativo em cu de ninfeto gostosoprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017conto papai nao rejeita sua filha tesudacontos eroticos feminizaçao do garotinho maemulher cagando enquanto dava a bucetapervertido passando a mao na bucetinhaVer garotos com 16 cm de picameu esposoqueria ver outro me comendi xpirn.conto erotico com sadomasoquista cinto de castidadeisso papai soca fundocomedo novınha a forcaencanador pasado arola na mulher de vetidinho vermelhob****** assaltou a casa e meteu a mão na boca da Neide da novinha e fez a transar com ele a força vídeo pornôgostosas chupando barman na festamamador de buceta contos eróticoseu emcaixando o pinto do amante na minha irma gostozafudendo morena fofinha na mata caseiros coletâneanovinhas lindas brincadeira incestoa de ciriricaelementarians eroticoContos d casada com cu arrombad por negroes traficantsexo forsado com shortinho jeansgarotimha aprendendo bate punheta no papaibicho preguiça fudendo zoofiliakomendo kuvirgenscontos vi minha mae caga no pauzao do negaopegei minha tia no banho buseta carnudamulher cagando enquanto dava a bucetavelho pauzudo machuca a casada a forcaconto erotico nora carenti fudendo cm sogro pirocudovou te arregaçar vagabunda, grita vadia, tô te arrombando cadelaconto eroticos lésbico putinha vadia vagabunda piranha fuder tapa na cara buceta xoxotacontos eróticos fazendo a sogra drogadavídeo pornô caseiro rapariga tira camisinha do r$ 500chego do serviço encontrar cunhado só de camisola e mete o paupirocudo gozando dentropor tras da paredeos erótico sou casada e transei com negão africano mega dotadoboafodasangueContos erotico iseto tia e subrinhosexo com dentista a forçacontospeões de obras para Dudu f****** v******* contos eróticos gaysvideo porno com mulhe traido o marido e foi amesada que nao da cuseio exitadomulher novinha transando com jumento jumento emocionada com cocoporno contos casal de inquiliolekes cantando juntos no pornodoidocontos eroticosdei meu bucetao para um pauzudoConto erótico chupa bucetacontoseroticos bebendo leite de mulher lactantenovinga da favela fazendo menagem depois da aulacalça legui caladinha na casada xvideocomendo a mileninha gostosinhaContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangEm Família: Parte 1 Autor Sr G casadoscontosela e nossapara foder contosnegao pasado opau na bumda da kasadacontos mae filho lambe cona esporradaapaxonado pelo primo brutamontes 3 contos gayassistente de palco do programa vai para o teste do sofa pornomamador de buceta contos eróticoscomtos de maes que bate punheta no filho com seu pesinho calcado em sandalia de saltomano nao me tente incesto contossexo os homems enfiam a pingola deles dentro da mulher e vai soca soca e vai socando video que da pra abrimeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machoa mulher se arreba negao em fim todinho na buceta sua bola entra na bucetapilha de vestido deu bobera com papai e a pica gozou na pomba porno inosentecontos tatuape primeira bucetapicas monstruosas gozando nas tripasvedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novosmadrasta traza com estrando até de se casagritano de dor com pau.no.cu do nego3 pernacontos corno grupal