Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A amiga carente da Mamãe

Categoria: Heterossexual
Data: 15/09/2009 12:30:07
Última revisão: 05/07/2012 11:39:08
Nota 9.83
Ler comentários (12) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Hoje vou lhes contar uma excitante aventura que me aconteceu na semana passada, mas vou voltar um pouco no tempo para vocês entenderem como tudo aconteceu eu moro com minha Mãe e meu Padrasto, mas ele não fica em casa, pois trabalha no Rio e desde pequeno estou acostumado com as amigas de minha Mãe entrando e saindo de casa e algumas ate fazem brincadeiras meio maliciosas comigo, mas só que agora eu já sou adulto eis então que em uma noite uma dessas amigas veio visitar minha Mãe e desabafar sobre seus problemas sentimentais ela é uma mulher de uns 43 anos cabelos negros e com as pontas vermelhas deve ter seus cinqüenta e poucos quilos 1,65 de altura uma bunda linda e farta que realça mais ainda suas coxas grosas seios de tamanho médio ela da show em muita garota mais nova eu estava no meu quarto e a porta estava aberta então não pude evitar de ouvir alguns trechos da conversa ela dizia que estava sozinha, pois o cara que ela namorava tinha acabado o namoro com ela e que ela estava muito mau e que estava ate tomando calmante e fazendo terapia então o tempo foi passando e ela começou a freqüentar mais assiduamente minha casa eu já estava me acostumando a verela entrando e saído com aquele mesmo papo depressivo ate que em um dia eu estava na cozinha tomando uma cerveja e ela me perguntou se referindo ao ex namorado:

_ Me responde você que é homem o que eu devo fazer. Eu respondi direto sem frescuras:

_ Arruma outro. Ela arregalou os olhos franziu a testa e falou:

_ Vocês homens são insensíveis mesmo e olha para mim, eu estou velha para isso quem vai me querer. Eu a olhei de cima em baixo e entre um sorriso sacana eu disse.

_ Que isso você ate que dá um caldo. Ela olhou pra mim me deu um tapa e falou:

_ Você me respeita eu tenho idade para ser sua Tia e te considero como um Sobrinho. Então eu olhei para ela e dei um beijo no rosto dela e falei baixinho no ouvido dela:

_ Se você me bater eu apaixono Titia. Então ela me empurrou devagar e saiu para sala falando com minha Mãe:

_ Esse seu filho não vale um centavo mesmo. Então eu retruquei falando alto, pois ela já estava na sala.

_ Você agora ta comprando homem para saber meu preço? Sua danada. Então ela respondeu rindo:

_ Não quero mais pão com você hoje. Eu peguei mina cerveja e fui para o meu quarto rindo.

Desse dia em diante eu comecei a vela de uma forma diferente e nunca perdia a oportunidade de jogar umas cantadinhas baratas e me insinuar para ela, mas eu fazia de uma forma que parecia que era brincadeira passaram alguns dias e minha Mãe a convidou para jantar e eu estava em meu quarto jogando um jogo de Streep Poker no Pc para matar o tempo e nem vi ela se aproximando por minhas costas então ela olhou para a tela e meio assustada perguntou:

_ O que é isso? Seu safado. Eu olhei para traz e expliquei a ela que era um jogo de cartas então ela se curvou passou o braço em meu ombro e pediu para eu explicar a ela então eu expliquei, mas o perfume dela estava muito bom então eu perguntei:

_ Você esta com más intenções hoje? Ela tirou o braço do meu ombro e perguntou o porquê eu respondi olhando ela nos olhos:

_ Você está muito cheirosa e muito bonita hoje só para vir aqui jantar, não me diga que esta produção toda é só para mim? Então ela saiu do quarto dizendo:

_ Você se acha não é não quero saber de homem mais na minha vida e alem do mais você não faz meu tipo. Então fomos jantar e entre uma conversa é outra saia um assunto e eu fazia uma brincadeira maldosa ela falou que não conseguia dormir sem estar abraçada com um travesseiro então eu falei no ato:

_ Isso é falta de um homem do seu lado ela riu e me chamou de bobo então ela falou que queria um homem para pagar as contas dela eu disse para ela que se ela arruma se eu viraria seu amante e em meio a essas brincadeiras ela falou que estava na hora de ela ir embora então eu fui deitar e ela sempre vinha na minha mente não era assim uma coisa forte incontrolável, mas ela vinha.

Então neste fim de semana eu estava me arrumando para sair e ela entrou e eu estava saindo do banheiro só de toalha ela olhou e tampou os olhos com a mão e falou para minha Mãe:

_ Nossa eu não posso ver isso se não eu vou ficar louca. Então eu fui para o meu quarto me troquei e sai e ela olhou para mim rindo e disse:

_ Isso bom menino fica assim vestidinho que e melhor eu apenas ri, pois eu já estava atrasado e eu tinha uma festa de aniversario de um amigo para ir, mas estava chovendo e eu iria molhar todo se eu fosse de moto então ela me falou que me dava carona então eu aceitei ela me deixou na porta do local eu dei um beijo no rosto dela e a convidei para entrar e tomar uma cerveja ela respondeu:

_ Ate que eu estou precisando tomar um porre, mas eu tenho que dirigir. Então eu disse a ela que na geladeira lá de casa tinha muita cerveja se ela quisesse tomar, ela falou que iria ver com minha mãe se elas animassem beberiam e ficariam vendo filme então eu me despedi e ela brincou comigo dizendo:

_Vê se chega cedo em casa menino. Eu ri e respondi.

_ Não vou chegar vou dormir por aqui esqueceu que a chuva me deixou a pé mesmo. Então desci do carro e entrei a festa estava animada e comecei a tomar algumas cervejas então por volta das três da manhã um amigo estava indo embora e iria passar na porta de minha casa então eu aproveitei e peguei uma carona com ele.

Ao entrar fui direto à cozinha tomar uma água e vi que a mesa estava cheia de latas de cerveja vazias logo eu pensei que minha mãe e a amiga deviam ter bebido e fui para o meu quarto e para minha surpresa a amiga da minha Mãe estava dormindo em minha cama eu quis voltar e deitar na sala, mas ela estava só com um camisão de minha Mãe então eu deduzi que ela devia ter bebido muito e não quis dirigir e pelo fato de eu já ter avisado minha mãe que não dormiria em casa ela não viu empecilho em dormir no meu quarto ela estava bem à vontade e eu apenas olhando, mas o diabinho sempre atenta então ela virou e sua bunda ficou na minha frente, mas o camisão tampava então eu me aproximei devagar e subi um pouco o camisão ela estava com uma calcinha preta curtíssima agora eu tinha certeza que eu devia sair dali, pois se ela acordasse e me visse iria causar muito constrangimento apesar das brincadeiras então ao sair ela escutou meus passos e disse assustada se enrolado no lençol.

_ Nossa me desculpe você deve estar querendo deitar eu vou sair sua mãe falou que não haveria problema, pois você dormiria fora. Ela falou toda sem graça já pegando suas roupas no chão para aliviar o clima eu falei:

_ Não se preocupe eu vou pro sofá. Ela se levantou e retrucou:

_ Não a cama é sua fica ai imagine só você sair de sua cama por minha causa. Eu insisti ate convence La de ficar então ela me perguntou se a minha noite tinha sido boa eu respondi e perguntei para ela se ela tinha tomado o tal porre ela respondeu que sim, mas que ficou sem graça de beber mais depois que minha Mãe foi dormir então eu perguntei se ela queria beber comigo ela aceitou fui ate a cozinha e peguei as cervejas e sentei na cama e ela continuou só com o camisão ficamos bebendo e conversando ela era muito carente e havia muito tempo que não estava com um homem então eu percebi que ela começou a ficar meio leve então eu falei que iria a deixar ela dormir e enfrentar o sofá então ela pegou minha mão e disse:

_ Se você não se importar pode deitar aqui comigo não tem problema você e como se fosse um filho. Então eu aceitei e falei para ela fechar os olhos, pois eu iria tirar a roupa e colocar um short então eu deitei do lado dela e ela falou firme:

_ Sem gracinhas ta. Eu falei que tava ok, mas era impossível não fazer nada então ela virou e ficamos de costas um para o outro passado algum tempo ela me chamou baixinho eu não respondi, pois queria dormir então ela me chamou de novo e perguntou se eu estava dormindo eu continuei calado então ela se virou e sentou na cama para conferir se eu estava dormindo eu estava com uma colcha e ela com outra então ela devagarzinho puxa minha colcha junto comigo e me abraça após algum tempo senti a mão dela percorrer minha barriga e eu fiquei quieto para ver até onde ela chegaria então eu escuto ela sussurrar:

_ O que eu estou fazendo. Ela tira a mão de minha barriga então eu percebi que ela sentou na cama e tirou o camisão e voltou a deitar só que agora ela deitou de lado e com as pernas abertas ela encostou o nariz no meu pescoço então e a colcha balançava ela estava tocando uma siririca ali do meu lado seus gemidos eram contidos, pois ela pensava que eu estava dormindo então eu decidi me virar ela se assustou e parou por um tempo, mas logo continuou então ela pega seus dedos ensopados daquele suco e passa em meu nariz e na minha boca ela tava no cio tava doida para dar então eu lambi seus dedos devagar ela fez de novo e eu lambi então ela desce para pé da cama e tira meu caçete para fora começa a chupá-lo que boca maravilhosa então ela abre as perna na frente do meu rosto e passa os dedos na xana e no meu nariz eu lambi seus dedos de novo e comecei a chupá-la devagar ela ficou maluca e colocava e tirava meu caçete da boca com gosto agora ela gemia com mais força minha farsa tinha chegado ao fim agora ela sabia que eu estava acordado e só queria se entregar e ao sexo fiz gozar na minha boca as pernas dela tremiam e ela sugou meu cacete com força na hora do gozo a buceta dela depiladinha tava embarcada então ela vem para cima de mim e começa a me beijar e me perguntar se ela estava ficando maluca a cada vez que ela insistia em perguntar eu a calava com um beijo então ela pega o meu pau na mão e começa a roçar ele na sua xana e vai sentando devagar ela era muito apertada chegava ate machucar meu cacete então ela começou a cavalgar eu chupava os peitos dela ela inclinava a cabeça para traz depois voltava a me beijar seus gemidos eram fracos para não acordar minha Mãe, mas ela rebolava gostoso no meu caçete então ela começou a gemer com um poço mais de furor e me beijar suas palavras tremulas anunciavam seu gozo ela gozou no meu caçete maravilhosamente inclinando-se para traz e apertando os peitos ela estava em êxtase a cada rebolada dela eu sentia sua buceta contraindo então eu a peguei e a Coloquei de quatro ela murmurou:

_ Me fode como uma cadela.

Então eu a olhei de quatro estava muito bonita comecei a chupá-la de novo ela rebolava em meu rosto e tentava suprimir seus gemidos e eu ficava cada vez mais excitado com aquela xana lisinha e deliciosa então comecei e enfiar os dedos e lamber o cuzinho dela ela arrebitou a bunda para cima bem alta para sentir minha língua e eu lambi aquele cuzinho e sua xana com gosto e ela começou a rebolar mais forte, pois seu gozo foi inevitável ela respirava forte e continha seus impulsos então eu pequei ela de quatro e comecei a fode-la devagar sua buceta apertada ficou mais apertada ainda guando eu fechei as pernas dela para haver mais contato na penetração nessa hora ela gemeu mais forte a cada estocada ela chegava a soluçar tentando calar seus impulsos ela se contorcia rebolava e sussurrava delicia delicia vai vai judia dessa buceta ela falava baixo e pausadamente, pois as palavras tremulas se misturavam com seus gemidos então eu a peguei pela cintura e meti forte ela ficou louca, pois tinha que se calar ela a cada estocada ela se debatia tampava a boca no colchão para abafar seus gemidos seu corpo já todo suado escorregava por minhas mãos, mas ela ajudava forçando seu quadril num vai e vem delicioso seguindo meu ritmo então ela murmura tremendo e gaguejando vou gozar nessa hora eu parei meus movimentos e deixei comandar o ritmo ela ficou frenética rebolava no meu caçete ate que ela gozou rebolando foi uma visão perfeita ver ela buscando sedenta seu gozo então seu ritimo foi cadenciando ela forçava a penetração com seu quadril bem fundo e devagar e o tom de seu gemido era de satisfação a cada rebolada ela pausava para sentir meu caçete devagar, mas seu ritimo aumentou e ela murmurou não acredito ela estava gozando de novo ela teve um orgasmo múltiplo essa cena me deixou em êxtase e eu tive que me segurar para não gozar ali antes dela ela seu gozo foi tão intenso que ela quase chorou de tanto prazer ela soluçava e perdia o fôlego então eu resolvi trocar de posição, pois eu Precisava tirar meu caçete dela se não eu iria gozar então a coloquei deitada ela começou a me beijar e falar em meu ouvido que queria me ver gozando nela toda então eu pedi para comer o cuzinho dela ela falou que sim, mas que era para eu colocar devagar e se ela sentisse muita dor eu deveria parar eu concordei e molhei todo seu rabo com saliva ela às vezes ficava reprimida, mas eu comecei a colocar devagar ela abria as pernas o mais que podia, mas estava muito apertado quando a cabeça entrou ela mordeu meu pescoço e falou não eu então eu comecei mais devagar ate ela sentir se mais confortável então ela gemia de dor, mas estava gostando ela me beijava e eu via chorando pensei em parar, mas ela sussurrava que estava bom então eu coloquei suas pernas por coma de meu ombro ela agora gemeu forte e balançava a cabeça e às vezes tapava a boca com a mão para abafar seu grito o cuzinho dela era delicioso e eu estava quase gozando naquele rabo então ela me pediu para colocar de novo na sua xana que ela estava quase gozando eu coloque na mesma posição ela agora gemeu de prazer e me beijava forte colocava fundo então ela começou a se debater e eu já estava quase lá quando ela estava guase gozando eu pedia a ela para continuar com os dedos que eu iria gozar em coma dela na hora que ela estivesse gozando ela assim o fez me falou que estava gozando e eu tirei meu caçete ela abriu as pernas e massageava sua xana com força então ela gozou e eu também gozei em côo ela pediu gozei em cima dela meu os jatos de meu gozo banharam sua xana e ela massageava freneticamente misturando minha porra com seu suco ela passava os dedos e gemia minha porra em sua buçeta chegou ate espumar com seus movimentos ate que ela exausta parou e respirou fechado seus olhos então eu comecei a beija La e acaricia La ate ela meio adormecida, mas meu caçete ainda estava duro então eu comecei a tocar uma punheta acariciando seu corpo não demorou muito para mim gozar então eu gozei em seu rosto ela estava quase dormindo passei meu caçete em sua boca ela lambeu e espalhou toda porra em seu rosto e sorriu adormecendo aliviada e eu peguei minha roupa e fui para o sofá dormir quando eu acordei ela já estava de pé então minha Mãe me avisou que o café estava pronto eu sentei à mesa e ela estava lá sorrindo seu rosto expressava felicidade e no meio da conversa minha mãe falando que sua amiga tinha dormido no meu quarto porque eu falei que não dormiria em casa ela discretamente virou para minha Mãe e disse:

_ Nossa bebi tanta cerveja que nem lembro direito do meu sonho só me lembro que seu filho estava nele e me dava um presente, mas nem lembro o que era. Ela falou isso sorrindo para mim e rosando seu pé em minha perna então ao ir embora ela me pediu para eu descer com ela ate a garagem para eu abrir o portão para ela eu fui naturalmente chegando lá ela me abraçou e me beijou e falei para ela:

_ Você ontem me fez ver estrelas. Ela apenas sorriu e me falou beijando meu pescoço:

_ Que pena, pois você me mostrou todo universo. Então ela entrou no carro e abriu a janela me perguntando:

_ Você sabe mexer em carros? Eu respondi:

_ Mais ou menos meu forte e motos por quê? Ela então sorriu respondendo:

_ Porque essa semana o meu carro vai estragar e eu vou precisar que você vá ate minha casa para fazê-lo ligar beijo lindo.

É uma alegria receber você caro leitor(a) lendo esse meu relato fique a vontade para ler, dar sua opinião, enfim... A casa é sua, obrigado por sua visita e pela paciência espero que gostem!

Abraços do [email protected]

Comentários

27/08/2015 10:20:28
Adorei vês eu volta ao passado minha mãe era separada e suas colegas sempre dormia em casa e eu sedia minha cama comi algumas tinha17anos hoje tenho 50 mas continuo safado se TV alguma carente posso fazer uma visita [email protected]
13/10/2014 06:47:12
Nossa, me deixou molhadinha com esse relato. Tão excitante que até me inspirou a ser mais boazinha com o filho de uma amiga, que me devora com os olhos. Estou achando que depois dessa, o carro dela vai viver ¨enguiçado¨. Rss. Agradecida mais uma vez pela visita, sempre benvinda. Seus comentários me incentivam. Logo irei contar outra aventura. Beijos.
05/03/2013 20:52:16
belo conto. mulheres carentes que estejam na mesma situação podem me mandar e-mails, sou muito sigiloso e estou afim de ser amante/amigo/confidente/comedor de mulheres carentes: [email protected]
09/04/2010 03:22:46
Ótimo conto!!! Muito bom!!!
27/01/2010 14:04:59
sensacionla
07/10/2009 13:19:44
carla __amei teu conto escrevi outro se poder ler e comenta ta queria muito ser amiga da tua mãe tambem rsrsrsrsrssr
17/09/2009 19:11:33
EXELENTE O SEU CONTO,COM BASTANTE DETALHES.NOTA 10
15/09/2009 18:37:12
Muito bom.
15/09/2009 14:04:41
Querido, seu conto e um tesao so, fiquei toda molhadinha. Agora quem ficou carente fui eu.
15/09/2009 13:42:04
Xou de bola, conto bem relatado, como deve ser expressado mesmo, valeu nota 10.
15/09/2009 13:37:42
Merece muita pica, para compensar o tempo perdido!
15/09/2009 13:35:38
Muito bom conto...deve ser muito boa essa amiga carente...merece muita pica!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


joponezinha dormindo e entra um cara e comi elacontos tirei as pregas da coroa milionariagaroto sapeca .pornozoofilia morena dos desejos anuncioMeu vampiro romance gay capitulo 21mulherer pediu mais piroca mais nao rinha mais e endiou a mao ate o corovelo pornocontos de mulheres defecando em seus parceiroscontos anal casal que gosta fazer anal cagandoxvideo negao no branquinho esfolocoroas brasileiras gritando cm o puu na xana e pedindo mais xvidioencoxando sem querer na minha enteada nas ferias vídeos pornô flagraXvideo com a mulhe grita esperneia pra nao emtra na picavideosxxx minha esposa comportada servindo es amigospirocudo gozando dentropor tras da paredenegrinha achou que era facil dar o cú e chorou na piçamalandro gay passivo dando o cu contocoroas brasileiras gritando cm o puu na xana e pedindo mais xvidiocontos eroticos dei minha buceta pro meu padrasto vingançaque kikada cunhadinha pornoporno contos cunhado novinhovideo cooelho mamano no homemm zoofilia"gozou na testa do meu corno"contos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriafilme porno esposa gosta de varios na frende do marido corno ela goza ate desmaia de tanto gozaquero ver gatinhas novinhas na academia só mostrando e transando bichão p*********zoofilia baixo saiaporno incesto mamãe dese jeito nao consigo desfarsar meu tezaoaninha e meu tio cacetudo com foto e todos os contossContos eróticos da minha noraforsei minha madrasta a fuder panterastranquei o quarto comi minha irmã 1minuto xvideosVendedora gostosa do shoppingcontos eroticos dominada na frente do meuvideos de sexo brasileiro olha o tamanho dessas meninas ainda nem naceu pelo na bucetinha metendo com pauzudo co negrodotado contos biflagras escolas picantedoce nanda parte cinco contos eroticosmorena deitada para dormir nua e cansada mas seu caozinho nao deixa lanbe sua vagia e ela gstairmão fode irmã e estoca mt na sua buceta q estava molhadinhaceta e bunda 205 só as gostosascontos eróticos​, praia de nudismominha nora de baby dool me exitaContos sobre beijos e podolatriagostosa decha erick gozar em sua buceta pornodoidoxvidios outros purai favoritoscontos sinhozinho mamou meu grelinhoentregei uma pizza e mepagou com boquetefilhaabre as pernas qie vou te fider gostosotio tarado passa a mao na sobrinha ninfeta que nao resiste e fodeConto encoxaram minha mulherNovinha excitidacontos dei p meu chefeConto sexo anal casada estrupadafesta de cdzinhas no cine porno 2017pornô b***** grilada da novinhafilha adotiva safada com mae e pai contosseduzida por um estranho contos pornoTopes fotos de menianas dormindo de shortinho atololado e com um penis fincado no meiocornolandia contosfudida por um tio pirocudo contocontos eroticos gays virei putinha de variosporno dando a buceta noma tranza agresivaabaixar pornô mãezinha e FininhoMulher adulta. Criando pentelho. Na bucetacasa do contos eróticos negão tirando as pregas do c* das viúvasmae tira i cabaço do filho oica do filho nivo nicu chorapornos de cornudos a serem enrrabadoscamadre simone que fuder caseirodei pro técnico pornoneta safada faz boquete embaixo da mesa de jantarotodiz pornomaridinho chupou minha bucetafudendo com dorso de penisvideo porno papai italiano comendo a filhinha italianinhacontos eroticos feminizaçao do garotinho maepornodoido travesti do brasil dano leite fartoRelatoa erodico de geyse arruda contando como.perdeu a vingidade do.buceta e do.cuzinhomaei depilando pau do filho e nao aguenta baicha aboca chupando e setando abuseta ensima