Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A sobrinha, a amiga, e a mãe 5

Autor: valeriobh
Categoria: Heterossexual
Data: 29/10/2009 19:32:38
Nota 7.00
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Como narrado no conto 4, levei Lívia, a mãe da minha putinha adolescente Andrea, a chácara onde fazíamos nossas festinhas sexuais, juntamente com minha sobrinha Eva. Ela não agüentou quando viu um homem quarentão, comendo duas ninfetas, e deixando-se levar pela natureza, não resistiu e acabou participando da transa, inclusive chupando e sendo chupada pelas meninas (embora elas não soubessem quem era a outra mulher, por estarem ambas amarradas e vendadas). Lívia entrava diariamente no msn querendo mais notícias sobre elas. Acabei enviando pra ela alguns e-mails contendo gravações de minhas transas com as meninas, escondendo dela, porém, que também havia gravado a transa com ela. Aos poucos notava que aquela mulher, com 35 anos, mãe de família, estava se transformando numa perfeita putinha submissa, uma escrava sexual, porque tudo o que eu mandava ela fazer, ela fazia sem ponderar, inclusive se masturbar na frente da cam enfiando o cabo da escova na xota, sair sem calcinha, etc. Ela me pediu para que fossemos novamente a chácara, mas disse que não, que uma mulher vagabunda como ela, que gosta até de chupar a buceta da filha, tem que ser comida num hotel de rodoviária, junto com as demais putas da praça, e assim fizemos. Mandei que ela fosse até um conhecido ponto de prostituição, perto da rodoviária de BH, vestida com uma roupa brega e curta, sem calcinha ou sutiã. Avistei Lívia, e vi no seu rosto um misto de medo e tesão. Me aproximei dela, a puxei pelo braço e sem nada dizer a conduzi até um boteco pé-sujo, e pedi cerveja pra nós. Dentro do buteco só tinha puta feia e homem brega, daqueles que somente conseguem comer mulher pagando R$ 10,00. Sentei ao lado dela, e passei a acariciar suas coxas, abrindo-as, possibilitando que as pessoas que estivesse à sua frente tivessem a perfeita visão de uma buceta depilada, bem tratada, de uma bela mulher. Sai por uns instantes, em direção ao banheiro, e fiquei observando a aproximação de um negão banguela. Ela abaixou a cabeça e nada respondeu ao negão, e quando ele fez menção de acariciar seus seios, fiz barulho para que percebesse meu retorno. Paguei a conta e disse-lhe bem alto, que iríamos meter até esfolar a xota. Como a escada de acesso ao hotel era bem íngreme, pude ver por traz um brilho na sua buceta, e quando perguntei o que era, ela disse que chegou a gozar sozinha, quando o negão lhe disse que ela era uma puta bonita e que queria meter com ela. Disse se estivesse sozinha, teria ido com ele. No xexelento quarto, a coloquei de quatro na cama, mandando que apoiasse as mãos na janela, que fiz questão de abrir. Aproveitando que sua xota já estava devidamente lubrificada, meti minha pica sem muito esforço, e passei a bombar, dando-lhe tapas na bunda, e puxando-lhe os cabelos. Quando estava quase gozando, a fiz ficar de joelhos e enfiei minha pica em sua boca, gozando uma grande quantidade de porra, sem que deixasse ela desperdiçar uma gota sequer. Conversamos sobre sua mudança como mulher, e ela disse que nunca poderia pensar que estivesse realmente gostando dessa sua nova fase sexual, e que faria com prazer tudo o que eu, seu novo dono, determinasse. Ela era minha propriedade. Disse que queria meter nela e outra mulher junta, e ela disse que também gostaria, mas que não fosse sua filha, porque não queria que a menina soubesse para não perder o respeito como mãe. Perguntei se ela tinha alguma amiga putinha, e ela disse que não. Falei que todas as mulheres nascem putinhas, e que algumas não tem o prazer de conhecer esse lado, bastando, apenas, um empurrão, como aconteceu com ela. Disse-lhe que logo ela iria transar pra valer com minha sobrinha Eva, ocasião em que ela me perguntou se eu comia a mãe dela, minha cunhada Dora. Dora, mulher do meu irmão, era uma bela e interessante mulher, e embora já tivesse fantasiado uma bela metida com ela (qual cunhado nunca desejou comer a cunhada). Lívia, então, disse que era amiga dela, e que em conversas picantes, Dora deixou a entender que tem fogo na periquita, e quando estavam vendo uma revista playboy, notou o interesse dela nos corpos feminino. Mandei Lívia aliciar Dora. Dias após, Lívia me contou que chamou Dora pra uma visita em sua casa e conversaram sobre fantasias sexuais. Lívia disse que puxou o assunto, dizendo que havia visto um filme contendo uma transa com duas mulheres e um homem, e que ficou com tesão, se vendo no meio da cena, ocasião em que Dora lhe confidenciou que também tem essa fantasia. Lívia então perguntou porque não a realizava, e Dora disse que o marido era muito careta e jamais concordaria. Lívia então disse que deveria procurar outro homem mais liberal, e ambas riram. Dora lhe perguntou brincando se ela não conhecia esse fabuloso homem, e Lívia, séria, disse que sim, e se ela quisesse, ambas poderiam realizar juntas a fantasia sexual. Meio atônica, Dora não se deu conta da aproximação de Lívia, que quando deu por si, estavam as duas se beijando ardentemente, e aos poucos uma foi retirando a roupa da outra, até irem nuazinhas pro quarto, onde transaram a tarde inteira. Lívia disse que não contou a Dora quem era o homem, mas que ela havia concordado, desde que ele fosse discreto e gostoso. Valeriobh

Comentários

24/01/2012 18:26:17
Horroroso! Você até que escreve bem, mas esse está ZERO!
29/10/2009 22:37:22
Os primeiros contos ainda gostei, mas esta revela uma alma sádica, misóginica de alguem que tem problemas psicológicos ou traumas com mulheres e se diverte sádicamente em humilhar e torturar mulheres.
29/10/2009 21:45:17
sensacional

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


taradao fode esposa na frente da amiga que quer tanbem.comlazarento do irmao fez sexo com a irma enquanto ela estava deitadasexo deixando mae com bunda doendo contoconto coroa bunda gigante sodomizadaxvıdeos mınına querendo pıntao na bucetınhaporque os atores de porno ficam mais tempo enrijecidosvidio di hme k toroco disexobuceta gozano nepicacomebuceta irma outra irma prexafugio da aula para da buceda e leva gozada tendroGisele bundchen mostrando sua buceta inchadacurrada pelos negões no carnavalcalçinhas dentro dos reguinhos da buceta e do cucontos de incetos e orgias entre irmaos nudismo piscina em casa conto erótico gêmeas trail irmã com o namoradomeu neto de 16 virgem contos eroticomillasissyhttp://img2.virgula.uol.com.br/x495.jpgpatricia de faculdade gostosa gemendo muitovídeo de morcinha fudemomãe e filha fudendo com travesti de calcinhamontei um armario pra uma coroa ela me atacou e chupou meu pau tv bucetavídeo pornô homem c****** no pau do outro homem saindo bosta do c* do Cupim na pica no c******** e grossavídeo pornô menina branquinha não se Intimida com tamanho do pau no Galegãoeu gosto eu gostaria de ver uma coroa perdendo a virgindadecontos de sexo as novinhas e os padrinhos picudos com jumentosComtoseroticos cegredocontos pornôs vingança órfã gangbangmeu padrasto me encochava contos eróticos de gaysbomtuda pornoarrumei um macho bem r***** pra f**** o c****** do meu marido contos gaycontos meu genro tesudovelhas festejando c negros cacetudosvídeo pornô da negra olho torto sentando na pica e virando os olhos com tesãocontos minha esposa pediu carona e ganhou pica grossacontos porno clareira da cadelapadrasto e intendenda gostosopubis depilado contosconto eu hetero tinha 18 anos o pedreiro me comeucomeinha buceta to com tesãocontos eroticos o magnatacalcinha atirando de lado e mostrando abucetao loiro da cicatriz q eu amo parte 11zoofilia cavalo tira sangue e bosta do cu da vadiacontos casada chantageada pelo porteirocontos eroticos titio flacou eu e meu primo na infanciabuceta de evangelica arrombada na igrejamaio gozada de mulheres fumando cigarro asseste videomulher do bucetao paresendo uma jegonaminha mae so' andava de roupao contos eroticosbrincando escanchada contos pornocontos eroticos namorado de mamãe tem piça ggcontos eróticos loba adoro inversãoporno contos casal de inquiliofeminização forçada contosContoeroticosobrinhonovinhoqual a posicao que temos que fazer quando damos o anus e para o espesma na escorrer para a vaginana fazenda de amigos novinho conto eroticoVectra no pau de borracha bem grande na buceta no pau de borracha na bucetahomem escroto excitado gozando gemendo no grelo pra caralhocontos pornôs mulheres lindas super gostosas que seus maridos liberaram para dar para seus amigos que tem paus bem grandes maior do que os deles elas adoramvideo de mulher tirando a o sutian ea calsinha ficando subinuacache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho contos erotico papai minha amiguinha q vc arregaça ela tambémmarido tranza com espoza no acampamento chega mais e tranza com ela contosBaixa filme porno aa panteras juliana tranzando na cozimhavideo. pono mulheres guichado porra de tezaocomi meu melhor amigoxvidioxx fudeu a mae despidida de solteiro e muito sexotefone fixo de coroa rica tarada pra transa 40vídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhoRuıva fudendo