Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Ninfetinha do supermercado

Autor: luiz 44
Categoria: Heterossexual
Data: 15/10/2009 15:44:55
Nota 6.25
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é luiz, hoje tenho 20 anos, mas o caso que vou relatar aki se passou a uns quatro ou cincos anos atrás. Perto da casa de meus pais havia um pekeno mercado onde sempre fazíamos nossas compras, eu sempre passava ali qnd estava voltando do colégio, normalmente para comprar Hall's ou chicletes. Agora como era verão, época de férias eu já não ia ali tão frequentemente, mas normalmente ia para faze umas comprar pra minha mãe. Certa vez eu estava com as compras esperando na fila para passar no caixa, qnd vi ela, Ana (vou usar nomes fictícios aki), o cabelo loiro meio acastanhado, liso em cima e meio encaracolado nas pontas caiam sobre seu ombro com uma levesa e uma perfeição indiscutível, os olhos azuis, pareciam duas pedras preciosas no meio dakele rosto angelical. Ela era sobrinha dos donos do mercado, tinha ido passar as férias com eles. Eu simplesmente não conseguia tirar meus olhos dela, especialmente dakele decote, e não fiz nenhuma força para desfarçar, ela retribui meu olhar, tbm sem disfarçar com um pekeno sorriso no canto do lábio, eu ainda nem conhecia ela ela, mas tinha uma certeza: ''Vc vai ser minha"

Paguei as compras e fui pra casa, me tranquei no banheiro e bati uma punheta daquelas que chegamos a perder o equilibrio.

No dia sequinte arranjei um pretesto qualquer para voltar no mercado, e dessa vez foi ainda melhor, era Ana quem estava no caixa, eu quase tive uma ereção quando olhei pra ela e fiquei pensando na punheta que eu tinha batido pra ela no dia passado. Peguei um pacote de bolacha sem nem olhar o preço e fui pro caixa, ela deu um sorriso pra mim e novamente eu quase tive outra ereção.

- Você é nova por aqui?- eu indaguei.

- Só estou passando as férias, sou sobrinha do Geraldo.

- Hum, e você está gostando do lugar?

- Aham, só que não se tem muito o que fazer, hoje meu tio e minha tia vão na missa, mas eu acho que vou ficar por aqui mesmo, ficar lendo talvez.

- Bom, se você quiser podemos sair uma hora dessas, eu posso te levar no shopping, não é muito grande, mas tem uma sorveteria que você vai gostar.

- Podemos sim, quem sabe hoje a noite, eu não tenho nada pra fazer mesmo.

- Por mim tudo bem, que horas eu passo aqui?

- Umas 19:30 está bom?

- Pra mim ok.

- A propósito, meu nome é Ana.

- Prazer, Luis.

Foi muito mais fácil do que eu havia pensado, eu iria comer ela, isso eu tinha certeza, só não se se seria naquela noite.

Ás 19:30 em ponto eu estava na casa do tio dela, que ficava do lado do mercado, nem precisei chamar, ela já estava na frente.

- Oi

- Oi, olha só minha tia disse que o tempo está mudando, é capaz de dar uma tempestade, eu acho melhor nós deixarmos o shopping pra outro dia.

- A sim, por mim tudo bem.

- Mas você pode ficar por aqui se quiser me fazer companhia, meu tio só vai chegar pelas dez horas msm.

- Se não for encomodar.

- Imagina, não é encômodo nenhum.

- Nesse caso tudo bem.

Entramos, passamos pela cozinha e pela sala de estar.

- A casa está muito bagunçada, não repare, acho melhor irmos pro meu quarto, pelo menos está muito mais arrumado.

- Ok- agora eu já tava ficando de pal duro.

Agora já estávamos no quarto dela. Ela olhou para o volume da minha calça e disse:

- Nossa você deve ter um dos grandes.

- Mais ou menos, vc quer ver.

- Quero sim.

Eu abaxei a calça.

- Posso botar a mão?

- Claro, mas com uma condição.

- Qual?

- Se vc deixar eu ver sua xana tbm.

Ela deu uma risada, tirou a saia e logo em seguida a calcinha. A cabeça do meu pal tava cada vez mais inchada, parecia que ia explodir. Agora a safada estava me punhentando. Eu bejei a boca dela e comecei a massagear seus cabelos, dexei cair por completo minha calça, e tirei a bluxa dela, ela tirou minha camisa, e começou a passar a língua no meu peito, tirei seu sutiã e minha cueca, agora estávamos completamente nús. Coloquei ela na horizontal, e comei a beija aquele corpo, minha língua foi do seu tornozelo até seu pescoço, e sem aviso prévio enfiei meu pal naquela bucetinha. O colchão estava encharcado, ela estava muito excitada.

- Ai, ai, ai, me fode, me lode Luis, come essa putinha. Me fode, me fode todinha...

Agora meu gemido já havia passado para outro estágio que podia ser classificado como um urro.

- Ai, ai, vai, não para, eu quero ser tua, eu quero ser todinha tua, me come, isso, isso vai, me come, mais depressa.

Meu pal tava ficando mais inchado e eu senti que ia gozar.

- Vc ker tomar um poko de leitinho.

- Kero sim, me dá um poko de leite meu macho.

Tirei meu pal da buceta e enfiei na boca, gozei dentro da boca dela, ela engoliu tudindo.

- Tava bom?

- Muito, eu quero mais. Por favor, eu quero mais.

- Então fica de quatro.

- Vc vai comer meu cuzinho?

- Vou sim.

- Mas vai devagar, o meu buraquinho ainda é virgem.

- Eu vou ser bem delicado com o seu rabinho.

- Promete?

- Prometo

Ela ficou de bruço em cima da cama.

- Empina mais a bundinha.

- Assim?

- Isso assim ta bom.

Passei saliva na bundinha dela, e fui acariciando com os dedos, enfiando um, depois outro, depois o terceiro e finalmente o meu pal, comecei devagar e fui aumentando a velocidade, mais ela não reclamou. Enquanto eu comia seu rabo, minha mão direita se ocupava em bater uma sirica pra ela, meus dedos passeavam pela sua xaninha e meu pal por dentro da sua bundinha.

- Isso, vai, vai me fode, me fode por trás, arromba meu buraquinho, AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII, ta muito bom, por favor continua, continua, AAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

Eu gozei dentro da bundinha dela.

- Obrigado, luis.

- Não tem de que.

Novamente beije a boca dela, acariciei seu rosto e então deitamos novamente. Agora aquele rostinho angelical, estava repousando sobre o meu braço, e o que eu sabia havia sido confirmado, ela tinha sido minha.

Comentários

13/06/2012 22:24:47
Poxa velho tu tens 20 anos mesmo?? Tem certeza rrsrs Que conto infantil kkkk Lembrei de mim mesmo com 10 anos. Ai tu entrasse fácil no quarto dela, vc com 15 anos e ela na mesma faixa de idade. Vc arrombou e fudeu ela como um animal feroz de PAL grande fazendo ela urrar sem que a tia dela fosse pegar vocês no flagra kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkk Nota 6 vc foi bom mesmo assim XD
16/10/2009 06:30:25
só queria saber que diabo é PAL. Conheço PAL-M que é o sistema de tv colorida usado no Brasil. Tirando isso o conto até que é legal mas vcs nem conversaram e ela só queria dar prá vc? É meio dificil de acreditar em certas coisas.. mas como imaginação a nota é 7
15/10/2009 18:57:29
muito bom
15/10/2009 17:44:40
Muito ruim o conto.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos de 2017 dia 20 de abrilporno pai entrega a filhinha virgem para o agiotahomens roludos e picudos nu de rondoniaincesto padrasto bolinando enteada de sete anos no banheiroCoroa pelada trazia com marido estupra ela não reclama de nada ela ficaconto sexo "Minha Filha II"video de sexo de mulher fazendo sexo afussa com outra mulherpornodoido.pai.aretando.filra.darmindogaranhão paquerou a minha mulher e levou para o motel vídeo pornô cornosmeu primo tirou minha cueca e cheirou minha rolaWxvidios velha trepando com seu trazeiraoflagrei minha filhinha mamando o irmao com um mastro enorme contos eróticosvó que confessa que adora chupar o pau do seu netosó no cu HD pau grosso e leitechantageei e comi minha avo contomorena arregalou os olhos dando cu e gozandocoroa pelada toda melada de margarinaentrequei minha vigidade pri maridi da minha tia contoquero ver pênis de homem buceta de mulher vídeo de safadeza unha sendo mortobucetuda xoxota acucaradaquero ver fotos de buceta de saquinho de geladinhovídeo de sexo pornô garganta hipertrofiada engolindo monstro hiper dotadochantagiei a colega de trabalho e comi ela contosmarido embebeda a esposamulhepega outrana ponbahttp://www.casadoscontos.com.br/perfil/182713boquete da minha prima no meio da lavourra de cafe pornochegando calcinha dezeijos proibidopornovideo cooelho mamano no homemm zoofiliacontos eróticos uma vida incestuosa como tudo começou pt 3sou adepta a zoofilia virei cadelamenina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregasComtoseroticos cegredonao adianta chorar vou rasgar sua bucetinhapassei o pau na bunda da minha mae e ela pediu pra eu comer elavideo porno papai italiano comendo a filhinha italianinhawattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto bonitome abandona grandona da n***** moreninha virgem recebendo na bunda e sangrandogozei na boca dela sem pedirpornodoido desmantelando a loira em cima da mesafamilias nua praia de nusdemosos melhores vídeos pornôs de cornos a mulher f****** com outro ele fala um monte de besteira para esposa escutarpratico anal com meu cachorroespertinha tentou fugir sem pagar o taxi e teve q fuder - completoConto erotico fazendeira gostosa da pro caseiroporno dando a buceta noma tranza agresivavídeo de pornô em desenho Delta lavando a louça e pegar nos peito delamulheres casadas sarando melando a bucetashttp://linkshrink.net/7coxzDa bucetinha depilada da minha mãe contosconto gay tiozao deu cumulher evangélica sendo comida a força por 2negros super bem dotadobuceta da linguonaadorocuzinho cabacoassistir filmes pornos brasileiros homes com cabeca da pica esfolada e grande.fotos de bucetas beiçudas pono doidosexo porno meu pai foi ate meu quarto me chama pra conversa e me chupou ate eu gozacolc mao buceta obesa pornoFotos de marcelinho carioca nu pirocudocontos erotico meu bebe com fimoseexecutiva casada puta de negao contosbrotheragem capitulo 5Contos com fotos velhos fudedores chupadoresvirando a buceta do averso com pauzao monstroaquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticosvideo porno padastro tomando cafe e entiada estidando pra prova de sainha mostrando a calcinha brancaporno de joelvemqueria ver vídeo de sexo com lindas coroas chorando e gritando no pau do negão dos peitão e bundão ela g****** junto com negão e o negão g****** junto com ela no pau ela g****** nos corre na gala chorando e gritando de dorprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017poi no meu cu tioconto erotico gay meu pai vendeu meu cu por 100 reais pro seu/amigoporno mimnha filha e tao novimnha que nem petelho naceu aimdaconto gay perdi a aposta fui descabacadorapaz pula fora quando senti que o negao ia empurrar tudoincesto com meu vô contosshot apertado rola grossa se destacameu patrao agiota ele fudeu minha buceta virgem conto eroticogordinhas costurado dando 2017 bundãoQuero ler contos escravos roludos macho alfa familia realgordas lpucas de tesaoelicarlos2010