Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Curitiba - Que recepção gostosa

Autor: Orfeu
Categoria: Heterossexual
Data: 18/10/2009 10:23:02
Nota 9.36
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Curitiba, 18 de Outubro de 2009.

Eu...Orfeu, 27 anos, mulato, olhos castanhos,1,75 cm entre 75 e 80 kg, corpo em forma, homem de boa aparência, vaidoso, cheiroso, com barba bem cuidada e andando sempre bem vestido e em bons lugares, mas definitivamente não faço o tipo playboy,recebi uma proposta de trabalho e dentre algumas cidades escolhi Curitiba, pois ainda não conhecia a cidade mais sempre tive vontade de morar aqui, estou a 2 meses aqui vou ficar pelos próximos 2 anos ou quem sabe até em definitivo, estou adorando a cidade.

Feita a apresentação vamos ao que nos interessa, ressalvo que isto não é um conto, é um relato real, um relato um pouco extenso, mas rico em detalhes, acredito que irão gostar.

Pelo fato de não ter amizades aqui me inclinei a fazer amizades nas salas de bate papo, em uma dessas ocasiões conheci uma mulher a qual chamaremos neste relato de Karol, no chat ela usava o apelido “Amiga”... Conheci a Karol em uma tarde entediante de trabalho, ela é casada com 36 anos que não aparentam pelo seu belo corpo muito bem cuidado, pele clara, cabelos castanhos claros, aproximadamente 1,70 cm, um corpo muito feminino com curvas muito provocativas e atributos físicos típicos da mulher brasileira.

Ficamos cerca de 3 semanas nos encontrando diariamente no MSN, eram longos e deliciosos assuntos discutidos todos os dias, a cada dia a conversa ia ficando mais e mais picante, mas Karol não dava tanta abertura pois era uma mulher casada e até então, segundo ela, nunca havia traído seu marido.

Certa vez ela mostrou através da web cam uma blusa que tinha ganhado de seu marido um dia antes, era uma blusa bem decotada de cor vermelha que a deixava muito sensual, aproveitei a deixa e disse que se um dia nos encontrásse-mos ela teria que ir com a tal blusa.

O tempo foi passando e a coisa esquentando mas ela nunca tinha coragem suficiente para nos encontrar-mos, até que um dia fiz chantagem e menti dizendo que seria minha ultima tarde em Curitiba, que me mandaram ir naquele mesmo dia para Goiânia e o tempo de trabalho que eu ficaria aqui iria ficar lá. Neste instante a Karol disse estar triste e lamentou não termos nos conhecido, obviamente dei a deixa e disse que por ela eu poderia adiar a viagem em uma semana. Foi o suficiente, uma euforia tomou conta dela e um sentimento de que aquilo tudo acabaria sem ter acontecido o de melhor, foi quando ela propôs um encontro no dia seguinte...Marcamos no Shopping Estação.

Na hora marcada eu estava lá, logo depois chegou aquela deusa, quando eu a vi meu coração disparou, naquele instante notei que aquela mulher era muito mais linda pessoalmente, e muito mais muito mas muito mais gostosa do que eu imaginava, muito bem vestida, elegante, imponente. Papeamos por cerca de 30 minutos, o clima começou a esquentar e temendo ser vista por algum conhecido saímos discretamente sem trocar carícias, nos comíamos pelo olhar.

Já no estacionamento entramos no seu carro prata de vidros escuros e o desejo falou mais alto, nos agarramos ali mesmo, como ela beija bem, que delícia e mulher.... rumamos direto a um motel.

Chegando lá não deu tempo pra nada e iniciamos um longo e delicioso beijo, essa mulher é uma tocha humana, exalava calor e excitação, a primeira peça de roupa a ser retirada foi a blusa que ela estava, a mesma que tinha ganhado de presente do marido, ao retirar o tesão tomou conta de nós ainda mais, ela estava com uma calça jeans colada naquela cintura fina e coxas grossas, parti p/ cima dela e ela começou a tirar minha camisa e calça e eu a dela, em pouco tempo estávamos pelados....abracei-a por trás e comecei mordiscando seu pescoço, ela se contorcia toda em baixos gemidos, passava minhas mão nos seus seios e barriga, a respiração de Karol ficava cada vez mais ofegante e aumentou ainda mais quando passei a língua dentro do seu ouvido e apertei forte seus mamilos endurecidos, ela jogava seu corpo p/ trás, se contorcia, gemia como um gatinha e meus 21cm de pau totalmente duro se encaixou entre suas pernas e tocou sua buceta molhada.

Virei-a de frente para mim e a encostei de costas na parede e passei a beijar e chupar com muita pressão seus lindos seios, mordendo os mamilos, não parecia que aquela mulher já tinha dois filhos, com seios tão lindos e gostosos de tamanho médios p/ grandes e bicos rosados, ao descer pela barriga ela levantava o corpo com o intuito de colocar minha boca na sua buceta, que é pequena e lizinha, não deixei por menos e comecei a chupar aquela buceta bem de leve, queria torturá-la, estava ensopada de tanto tesão, ao passar a língua em seu grelinho introduzi um dedo e ela deu um pequeno urro de tesão, aquela bucetinha era tão quente que achei que iria assar meu dedo, com a outra mão acariciava seus seios, retirei o dedo de sua buceta e enfiei na boca dela, dizendo pra ela experimentar seu caldinho, ela chupava meu dedo com seu caldinho e gemia com o prazer que eu lhe proporcionara, intensifiquei as chupadas com muita volúpia, muita pressão e uma língua cada vez mais rígida brincava com seu clitóris duro e eu o mordia a levando a loucura. Quando ela estava p/ gozar dei mordidas em seu grelinho e apertei seus mamilos com um pouco mais de pressão.

Ainda sem gozar iniciamos um 69 espetacular, achei que ela iria pra outro planeta e me levaria junto, ela pegou meu pau que já estava até estalando de tão duro e pôs em sua boca, ela engoliu praticamente tudo, chupava com uma voracidade e maestria que eu nunca tinha experimentado antes, ao mesmo tempo em que chupava ela massageava minhas bolas, e eu com cara enterrada em sua buceta gostosa, não demorou muito e gozamos juntos de forma deliciosa pela 1ª vez.

Nos acariciamos e fumos tomar um banho quente e muito gostoso regado de muitos carinhos e caricias dentro da banheira. Imediatamente ao sairmos da banheira começamos o 2º roud. Mandei Karol deitar de frango assado, enfiei meu pau de uma vez só, ela soltou um grito de prazer e me puxava pela cintura de encontro ao seu corpo, querendo mais, a partir daí comecei a estocar com muita força, explorava aquela buceta e ao máximo que podia, ela gritava, gemia e me enlouquecida rebolando como uma louca em meu pau num ritmo frenético, alguns minutos depois Karol explode em novo e longo gozo que a deixou molinha sobre a cama, mas dei continuidade fodendo aquela buceta quente e pequena, o gozo se aproximara e ao perceber tirei o pau de dentro montei em cima dela e a mandei punhetá-lo, queria gozar pelas suas mão e sobre o seu corpo e assim sucedera, acabei por gozar em seu rosto de boneca, barriga de tanquinho e seios volumosos, ela não deixou por menos e espalhou a porra por todo seu corpo e depois limpou meu pau com aboca... fomos tomar mais um longo e demorado banho afinal tínhamos que recompor toda energia gasta.

Mas faltava algo, e ambos sabíamos disso, minha tara pela sua bunda ela descarada, mal voltamos pra cama, aquela mulher safada e carente pegou meu pau e foi colocando em sua boca, foi questão de segundos para ele estar pronto p/ o 3º round. Ela chupava com tanto tesão que parecia nunca ter chupado uma rola antes, eu falava muita sacanagem p/ ela ela, quando eu disse que o corninho não sabia a puta boqueteira que tem em casa ela soltou um sorriso sarcástico, concordando comigo... de imediato a pus de quatro, aquela anca era uma coisa louca, mais uma vez comecei a estocar aquela buceta com muita força, dei uns tapas, e a cada tapa ela aumenta o grito e eu a força, até o ponto da bunda ficar vermelha, molhei bem meu dedo com seu liquido comecei a explorar seu cuzinho, ela tentou me parar mas o tesão era maior e ela foi se acostumando com a situação, com pouco tempo estava com um dedo todo atolado naquele cu rosinha.... tirei o pau da buceta que estava todo lambuzado pois aquela mulher a cada gozada liberava mais e mais caldinho, passei a pincelar seu cuzinho e ele piscava, notei que a Karol estava com medo, a convenci que seria bonzinho, afinal 21cm são 21cm e ela havia comentado que seu marido tinha 16cm e sempre a machucava, imaginem essa diferença dentro dela.

Carinhosamente fui puxando seu rabo p/ mim e meu pau entrando, ela se sentindo confortável, não reclamava, fui forçando aos poucos, com pouco tempo meu pau estava atolado naquele rabo delicioso, fiquei engatado por algum tempo ali parado, só rebolando p/ ela se acostumar e se sentir à vontade. Passados uns 2 minutos dei inicio a um vai e vem filho da pua de gostoso, pois ela acompanhava meus movimento e rebolava, uma sincronia perfeita de duas pessoas possuídas pelo desejo. Em pouco tempo estava socando naquele rabo com muito força e aquela safada carente pedia mais e mais, ela gritava e falava - me come, come essa puta safada que ta adorando ser enrrabada por um negão, mete tudo seu filho da puta.

Come essa puta como um homem de verdade, faz o que aquele corno do meu marido não sabe e gosta muito pouco de fazer.

Enfia tudo, rasga esse cú, me arromba toda pois quero chegar em casa toda arrombada.

Aquilo me deixava louco eu só aumentava o ritmo e o gozo se proximado...ela arfando e eu urrando até que ela goza pelo cú, contrai as paredes daquele rabo apertando meu pau que sem muita resistência acaba gozando juntamente com ela.

Nossos corpos tremiam e desfalecemos cansados, eu sobre ela, nossos respirações ofegantes, corações disparados eram o únicos barulhos naquele quarto de motel por longos 10 minutos. Ao nos recompormos ela me disse que seu marido era descendente alemão e sempre foi frio nas relações, muito conservador e que não a completava na cama, sempre lhe pedia o cuzinho, ela dava, mas contra a vontade, pois doía muito, segundo ela uma sensação totalmente diferente da que acabara de ter.

Nos vestimos, fumos p/ o seu carro, ao me deixar próximo do meu condomínio, ainda dentro do carro, ordenei que naquele dia ela iria fazer ele chupá-la a buceta e o cú, sem lavá-los antes, p/ ele sentir o gosto do macho que fez com a mulher dele o que ele não sabe fazer e que ela adora.

No dia seguinte ela me liga cedo avisando que tinha me obedecido, que o beijou muito com o gosto de minha porra em sua boca, e que fez ele chupar sua buceta ainda molhada da tarde que tivermos e pra terminar pediu uma lambida no cú que estava ardendo, afinal tinha sido todo esfolado naquela tarde de sexta feira, me disse também que ele ficou louco e implorava pelo rabo dela, ela disse que não daria mais o cú p/ ele e que a partir daquele momento era só meu e só o daria no dia que eu autorizasse.

Desculpem pelo texto extenso porém rico em detalhes, espero que tenham apreciado, interessadas em especial de Curitiba, por favor, escrevam, essa linda cidade tem uma beleza ímpar e mulheres daqui são verdadeiras beldades e sei que no fundo existem muitas "Karol" e eu louco p/ conhecê-las.

Grato,

[email protected]

Comentários

19/11/2009 23:27:19
sensacional
01/11/2009 06:20:17
Muito bom!!!! [email protected] /Goiás
21/10/2009 15:19:40
nossa fiquei molhadinha rs...queria ter a sorte de conhecer um homem desse...
18/10/2009 23:57:00
bom o seu conto __ e tamben sou de curitiba__ eo estaão é o lugar queue sempre marco para conheser na gatas__
18/10/2009 10:30:04
Finnegan, Maria, Red, Klau, Gato e Ana, eu gostaria de agraddecê-los pelos comentários e fico contente que tenham gostado e espero que outros gostem também, muito obrigado a todos. Orfeu
18/10/2009 10:13:59
Adorei seu conto, bem relatado, com muito tesão, meu marido e eu gozamos muito após ler o seu relato. parabens
18/10/2009 10:04:51
cara eu geralmente não gosto de conto contados por homens, aumentam muito, não escrevem bem mas o teu é uma exceção, gostei muito, bem escrito e gozei um monte me imaginando com essa deusa
18/10/2009 09:55:29
delicia de conto, pq vc não escolheu porto alegre heim guri...bati uma sirica gosto penando nesse teu de 21cm me fodendo [email protected]
18/10/2009 09:51:15
sensacionl, incrivel, estou de pau duro aqui, incrivel, gostei muito, vc e um genio dos contos eroticos
18/10/2009 09:42:21
nossa gato, que delicia, daria até meu rabo para etar em curitiba e me acabar de fuder cm vc, me escreve [email protected]
18/10/2009 09:29:49
Belo relato, bem escrito, sem exageros, texto gostoso de ler e com muito tesão, um dos melhores que li ultimamente. Parabéns

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


casada santinho e seu corninhocontos de filhas enrrabadas pelos pais de pénis grandes e grossoscontos saunas velhos chubbys gaysCANTOS EROTICOS DE ZELADOR PIROCUDO COM MORADORA DO CONDOMINIOContos chantagiei minha irmazinhafaminta engole a piroca do padrastocomedo novınha a forcacadelas casadoscontoszoofiliaadoro ser enrabada conto eroticovídeo de putaria as baixinha índia gostosa pronto para tocar de ouvidocontos eróticos família roludomulheres passa margarina uma na outra peladassexo forsado com shortinho jeansmulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cucontos eroticos titio flacou eu e meu primo na infanciaporno mae e filha oubrigada pagar agiotacomedo novınha a forcave porno co ome cumeno amante e a filha da amantecontos eroticos campingesposa gostosa e novinha e tio roludo parte seteconto um mulato superdotado para minha esposinha branquinha e magrinha b*******vidio gay dando cu gostoso dormir estrupo hugoContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangcontos eróticos roçando meu cacetao por cima fa bucetinha da irmanzinhasou puta e pratico zoofiliacontos eroticos de moreno perigosopassando protetor solar na teenzinha meti no cuzinho gratisgostosa.foi.faser.xixi e.tarado.atacolvi meu genro transando contobuceta virgem relatos descabacando as irmas gemeasmulheres santinhas safadasimagens e videos de coroas tesudas metidas no sexo kente ate esporrar fora e mostrando a cona inchada com labios longospiranhona de espartilho e cintaskype:bruninha_zinha_zgarotinho loirinho de treze anos se descobrindo que e gay e tranza com seu irmãozinhopilates sacana com minha esposa contopassando a mao no peitoral beijando o ouvido beijando o pescoco pornfotos+de++buceta+com++calcinhacontos eroticos diaristaflagrei a novinha metendo no matinho e chantagiei contoscontos eroticos tesao no filhoconto erótico gaay sonbra de gaelporno.incesto.filha se asusta.com o.tamanha do pau do.negraocontos eroticos vi meu irmão pelado pela brecha da porta e fiquei esxitada e passei a provoca elemenina 18 cabasom. padato tula dela camadescobri que meu namorado da o cu yahhofui na urologista e acabei comendo seu cu xvideoflagrei a novinha metendo no matinho e chantagiei contosincestocrentecontos erotico papai vai cabermulheres que nao aguentaram dar o rabo pra bem dotadosporno português putas gemendo e falando coisas escitantes.como passar a pomada azulzinha na buçetamenina mãeporno da parra doi caravovo gostosa seduzindo o neto contos eróticossadina pelada motado a busetaContos erticos irmas gulosas mamando na pirocona dos seus irmaos em uma orgia na piscina de casaporno familia jurássicabaixar clip 16 .com porno mulher mini saia no metro mete a mao na calcinha deladormi de calcinha com meu filho e dei pra elecasada santinho e seu corninhocontos heroticos cuzinho da japinhaesposa descaderada pelo negãoXVídeo pornô das Panteras trepando só com os irmãos ocupar esse corpinhoContos erotico fazendeira nova seduzindo o caseiro bem dotadomulher gosando de mas qe xega espirra lange.comTHeo eTonnyfui pago pra dar o cu pela primeira vez hetero , sexo gay amadorgts agaxada mostrando o bucetaovideo porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçacd_patryziavideo porno estupraram minha namorada e ela gostou