Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A ninfeta e suas coleguinhas

Autor: jkleb
Categoria: Grupal
Data: 18/10/2009 20:23:42
Nota 10.00
Assuntos: Grupal

Nani é uma garota de gostosa e sensual. Ela sabe muito bem disso e no curso que frequentamos todos os machos, inclusive eu, somos fascinados pela mistura de menina e mulher numa só pessoa. Ela sabe que é gostosa e gosta de mostrar. Anda com sainhas curtinhas, blusinhas colodas no corpo, mostrando sempre suas fabulosas curvas e vez por outra coloca vestidos justos e curtos enlouquecendo os colegas.

Outro dia ela estava vestida assim, vestidinho preto, de malha, colocadinho no corpo e no término da aula resolvemos sair um grupo para um barzinho perto do curso. Ela, que quase nunca participava resolveu ficar conosco e chamou ainda suas colegas Erica e Laura. Erica uma branquinha, cabelos negros e longos, corpinho pequeno, usava óculos mas era bonita. Laura, o oposto, mulata de 19 anos, um corpão.

Após quase duas horas de muita bebida e conversa o papo que passou a rolar foi sexo. Jeferson, que estava muito afim de ficar com Laura disse que nunca tinha saído com mulatas, mas que ouvia dizer que tinham algo de diferente. Laura, muito sacana, disse que quando ele quisesse provar era só falar com ela. Ele disse que tinha que ser naquele dia. A conversa começou a esquentar.

- Bem, eu tô sozinho no apartamento. Minha irmã foi ontem prá casa de nossos pais. Disse Adriano, o outro que estava na mesa. Se voces quiserem podem usar o AP, só que eu também estou querendo transar.

- Espera aí. Amanhã é sábado, ninguém aqui trabalha. Somos três homens e três mulheres lindas. Porque não vamos todos para o apartamento. Disse eu.

- Eu tenho que ligar prá casa e avisar que vou ficar na casa de uma de vocês, disse Érica, concordando com a parada;

- Liga e diz que você vai ficar na minha casa, disse Nani, até então quietinha. Achei até que ela não fosse topar pois era a mais nova das meninas e não estava acostumada a ficar nas noitadas com o grupo;

- Tudo bem, vamos num carro só. falei, segurando Nani pela mão;

Dentro do carro formamos os casais. Eu com Nani, Jeferson com Laura e Adriano com Érica. Todos estávamos bem a vontade e loucos de tesão. Dentro do carro comecei beijando Nani e passando minhas mãos naquelas pernas lindas. Segurei na mão dela e coloquei para segurar na minha pica. Jeferosn, do meu lado no banco de trâs já tinha começado a chupar nos peitões da mulata Laura. Adriano dirigia e apenas passava a mão nas pernas de Érica. Chegamos no apartamento. Adriano ligou o som, rock nacional, e pegou uma garrafa de vodka e guaraná. As meninas beberam um pouco mais e começaram a dançar na sala. Ficamos os três machos, de bocas abertas vendo aquelas gatas dançando, iniciando um gostoso striper. Nani subiu na poltrona e tirou o vestido, ficando apenas de calcinha. Uma calcinha preta, pequena, que deixava à mostra um corpo exulberante, seios médios, tipo pera, bicos rosados, cabelinhos dourados numa pele morena, linda.

Puxei Nani para perto de mim e comecei a cortejá-la. Beijei os pés e comecei a subir pelas suas pernas, passando a mão e a boca; parei nos seios e fiz uma massagem com os lábios e com as mãos comecei a tocar a bucetinha, ainda sobre a calcinha. Dei-lhe um beijo demorado e enquanto chupava sua lingua tocava o seio com a mão esquerda e a bucetinha com a direita. Lentamente fui tirando a calcinha dela e acariciando levemente seu grelinho. A ninfetinha estava lauca de tesão e eu também. Botei ela de perna aberta na poltrona e comecei a chupa-la; Nani gozou na minha boca e trocamos de posição. Agora eu estava sentado e ela brincava com minha pica na boca, passava a lingua nos meus culhões e vinha subindo até sugar o caralho como se fosse um picolé.

Enquanto Nani chupava minha pica, na minha frente, no tapete, Jeferson deitado colocou Laura sobre ele. A bunda dela ficou virada prá mim. Laura tinha um rabo lindo, de mulata clara, cheirosa, bem cuidada. Adriano tinha levado Erica pro quarto. Ela era a menos liberal das três;

Ainda sentado na poltrona coloquei Nani sentada na pica e ela começou a se excitar vendo como Laura calvagava sobre Jeferson. Tentei colocar na bundinha de Nani, mas ela não deixou, disse que doia muito e que não estava acostumada a dar a bundinha. Virei ela de frente e fiz meu cacete deslizar naquela xotinha maravilhosa, enquanto enfiava a pica, chupava-lhe o peitinho;

- Vai minha putinha, deixa seu macho te comer, abre essa bucetinha gostosa, deixa meu caralho entrar;

- Bota, enterra, solta essa porra gostosa dentro de mim. Me chama de sua vadia, de sua putinha gostosa;

- Então deixa, vai, deixa eu botar na sua bundinha;

- Na bundinha não, na bundinha dói;

- Dói nada, disse Laura, o que falta em você é prática. Vem Paulão (esse sou eu), bota no meu cuzinho;

- Eu só boto se minha parceira deixar, falei;

- Claro, vai lá, aproveita, eu é que não vou te dar;

- Olha, se vc vai botar no cu de Laurinha entra logo, mas bota a bucetinha de Nani aqui na minha boca;

Puxei Nani e levei ela até a cara de Jeferson. Ela abriu as penas e ele começou a chupa-la. Enquanto ele enfiava a pica em Laura eu passei a minha lingua no cuzinho dela, aquele traseirão, lindo. Ela empinou ainda mais a bunda e mandou eu enfiar logo. Betei a cabeça do cacete e segurei um pouco. O cuzinho dela apertou minha pica, fiquei louco. Comecei a estorcar. Segurava no rabo dela e ela gritava, mistura de dor e prazer, penetrada por dois machos, uivava como loba.

Os gritos de Laura trouxeram Adriano e Erica para a sala; já tinham fodido no quarto e Erica já tinha colocado a blusa. Adriano resolveu entrar no grupo, puxou a cabeça de Nani e fez ela engolir sua pica enquanto Jeferson chupava a bucetinha dela. Chamei Erica com a mão, ela se aproximou de mim, sabia que ela gostava de mim e que era louca para transar comigo. Enquanto eu botava no cuzinho, aliás, no cuzão de Laura, comecei a chupar os peitinhos de Erica.

- Vem Erica, bota sua tetinha na boquinha de seu macho, vai. Deixa eu chupar esse peitinho branquinho e miudinho;

- Tira do cú dela e bota na minha bucetinha vai. Vc sabe que eu sempre quis te dar não é seu safado;

- Sei, mas vc vai ter que esperar, primeiro vou gozar no cu de Laurinha. Vai Laurinha goza comigo, vai, goza, goza, goza, goza, porra.

- Eu não tô aguentando, vou gozar agora, disse Jeferson, gozando, seguido por mim. Adriano bateu uma punheta na cara de Nani e quando eu ví ela sugando a porra dele não aguentei. Me aproximei e dei minha pica junto com a dele para ela botar naquele boquinha linda.

Minutos depois meu cacete tava duro de novo. Foia vez de Erica se deliciar. Ela era miudinha, franzina, mas sabia chupar como ninguém, punhetava e chupava ao mesmo tempo. Joguei ela no tapete e enfiei minha pica naquela bucetinha fina e gulosa. Ela mandava enfiar mais e mais, parecia não ter fundo aquela xota, quanto mais eu estorcava mais ela pedia.

- Bota garalhão, bota na sua branquinha, eu quero mais, eu quero mais, eu quero mais. Botei ela de quatro e já que estava querendo mais pica chamei Jeferson, que ainda não tinha ficado com ela prá me ajudar. Dessa vez eu fiquei por baixo, fiz ela cavalgar no meu caralho e abri a bunda dela práJeferson entrar.

- Isso, bota Jeferson, bota na minha bunda, me arromba toda vai, quero pica, quero cacete, eu sempre quis ter dois machos dentro de mim. Vcs estão realizando meu sonho.

- Olha só, disse Laura, eu e Erica demos a bundinha, Nani vai ter que dar também.

- Não, eu já disse que não gosto. Dói muito. A bebida nos fez perder o rumo. Laura e Erica seguraram Nani pelas mãos. Adriano e Jeferson também ajudaram a segurá-la. Colocaram ela de quatro na poltrona e disseram prá eu comer o cuzinho dela. Aproximei minha pica e passei o gel no anelzinho dela; Nani ameaçou gritar, mas ficou com mêdo, viu que não tinha nada a fazer, resolveu deixar. Enfiei um dedo e depois dois, quando ela estava se acostumando com os dois dedos cemecei a enfiar minha pica. Meu cacete entrou. O cuzinho dela realmente era apertadinho. Mandei que eles a soltasse. Adriano levou o cacete dele até a boca de Nane, a ninbfetinha começou a chupar. Jeferson entrou po baixo dela e iniciou uma sessão de lingua na bucetinha. Nani relaxou.

- Bota, bota Paulão, bota no cuzinho de sua putinha vai..

- Isso Nani, isso abre a bundinha pro seu macho, vou gozar no seu cuzinho. Bota na boquinha dela Adriano. Cuidado prá não chupar meu ovo Jeferson. Goza putinha, goza putinha, goza comigo vai.

Fooi um fodão. Nani aprendeu a dar a bundinha, Erica se tornou putinha confessa e Jeferson conseguiu finalmente comer uma mulata. Essa suruba se repetiu outras vezes e certamente se repetirá de novo, quem sabe na próxima vc nos faça companhia. Fui.

Comentários

19/10/2009 21:03:56
Opa!!!com toda certeza quero fazer parte....
19/10/2009 03:01:16
Nossa eu quero tbm ...
18/10/2009 19:39:49
incrivel, sensacional, me escolhe fiquei de pau duro [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


velho pauzudo machuca a casada a forcacontos as calcinhas da minha sobrinha branquinhaxvideos minotauro tarado chupando tetaselementarians casa dis contos eroticosmamae nao suporta rola do amante na bucetaxvidios outros puraivídeo pornô daquela mulher que anda com vestido bem curtinhoirma com tesão no quarto do irmão1minuto xvideoshomens metalirgico cacetudpswattpad contos eroticos pai e filhascontos erotico chantagiei e depilei minha sogravidio de homem fosando a mulher a bebe a gosma dele pornodoidoler contos eróticos primo com prima gordinha gostosa d********* para o primo bem dotado história realZoofilia franco e belinhabaixar vídeo pornô mulher fazendo sinal com a mão presa na pia para o homem comer elacontos.porno gay um.namoro americano cap 29estrupo de vuneravel pornoLiliane trepando com seu cunhadovídeo de homem sendo estuprado no quartel brechando a b*****Xxvideo so a cabeci.ha nela dormindocontos da minha sogra me pedindo pra cheirar sua calcinhacontos eroticos traindo na enchentecontos eroticos corno deixa o proprio filho foder a mulhersou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticoconto adoro ser cadelinhaver videos d incestos baianinha gozano dentro da bucetaninfeta cismou comigoestrupei minha irma na cama do nossos paisContos eroticos fui estuprado por travesti do pau grande e cabesudo ver somete vidio alugaro uma mulher pra fude na chacar mais ela nao que da o cu comedoo cara e pauzudobolonhesa fodendo porno doidoconto erótico gay o riquinho e o favelado 30vinha perdendo a virgindademinha colega foi estuprada por tres piçudos e gozaram dentro delapau mostro q gata nao aguenta e pede pra da um tempo pq sua buceta ta doendoAutor do padre. Não é. Homem contos. Eróticosxvideo sexo na praia de nudismo abricoatira ochorte pica nela pornocontos eróticos família roludocasadas fudendo dentro de Casa com parentesContos eróticos gay 'ñ faz isso comigo'dotado roludo malvado comm novinha com bucetinha muito apertadacasa do contos eróticos casada gostosa magrinha com o vizinho coroacontos de crossdresser forçadovirando a buceta do averso com pauzao monstrocontos bi vi meu pri meter na prinha prima fiz ele comer meu cu e eu fudi elácontos de sexo depilando a sograirma no cio chupa tudo sem frescuravídeo porno mulher faz sumi dentro dela penes de quarenta centímetro dentro delauma mãe vai para o quarto de um filho ainda quando ele ver com p******* abre a sua oxente e chupa o pau dele pornôcarente abraçadinha no sexo pornopriminha de shortinho roxo deitada na camamulheres passa margarina uma na outra peladasenfioo seu pirocao no cu do viado no chuveiroreymer ,eroticosexo surpresa rapaz ch3ga pra conserta a pia e rola chupada na xota hacurrada pelos negões no carnavalsexo brutatio tarado comendo sobrinha a forçaSaia Desse Barney comendo Vilma na camacontos eroticos coroa casada rica leva de presente para sua amiga coroa casada um pau enorme de borrachaporno e escondim uma camera e vim a putarinhasarra novinha da b***** bem bonitinha pornôContos eroticos novinha o velho mr pegoContos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararemcontos eroticos de mai traindo eafinha espiando escondidacache:Vk2StliVkE8J:gtavicity.ru/texto/20040419 galson come a vagabunda no bar enquanto conversa com amiga pornoConto erotico fui enrabada por 5machos a forçavideos de sexo brasileiro olha o tamanho dessas meninas ainda nem naceu pelo na bucetinha metendo com pauzudo cdei minha buceta no reformatório Xvideosarretadanovinha com beloto do grelo grandecomeinha buceta to com tesãocontos eroticos feminizaçao do garotinho maeTenho fetiche de beijar os pés da minha namorada quando ela está usando rasteirinhas