Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Uma semana de folga

Autor: FereGi
Categoria: Heterossexual
Data: 15/11/2009 10:09:19
Nota 9.50
Assuntos: Heterossexual, Menage
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Aproveitando uma semana de folga, fruto de acumulo de horas trabalhadas eu e minha namorada escolhemos a praia como destino e o sexo como nosso objetivo; estávamos ávidos por uma aventura.

Gi, minha namorada tem 1,70 de altura, 43 anos, seios médios delicadamente moldados, olhos e cabelos castanhos claros. Sua forma longilínea não lhe proveu de uma bunda carnuda, porem ela faz como ninguém... . Não escolhe dia, hora, e nem local para transar. Gí esta sempre pronta, nunca recusa uma trepada, desconhece dor de cabeça e cansaço quando o assunto é sexo.

Alugamos um flat em Santos – SP, e lá fomos nós; já no caminho fomos arquitetando os planos ao mesmo tempo em que a exibia nua para os caminhoneiros.

Apartamento frente para o mar, uma bela sacada e ambientes bem distribuídos, depois de instalados fomos caminhar pela areia da praia sentir a brisa marítima que a tanto vínhamos desejando. Por ser uma segunda feira a praia era praticamente nossa e logo percebemos um bom ambiente para caçadas.

Não muito longe de nós sentou um homem aproximadamente uns 40 e poucos anos, mais de 1,80 de altura, cabelos castanhos claros pele morena do sol um belo porte físico, porém absolutamente normal para sua idade e em suas mãos um jornal e um livro.

Olhei para Gi, e sua expressão foi de aprovação, e imediatamente partimos para arquitetura da aproximação; a boa e velha desculpa “olha para mim enquanto entro na água” nunca falha, e eu mais que depressa me afastei indo em direção ao calçadão com a desculpa de buscar algumas latinhas de cerveja.

De longe percebi a movimentação da minha namorada; alguns instantes de conversa e lá foi ela em direção ao mar, sob os olhos da nossa “vitima”. Gi permaneceu no mar o tempo suficiente para um refrescante banho e ao voltar deu inicio a uma teórica despretensiosa conversa.

Gí vestia um biquíni estilo cortininha o que deixava seus seios e sua xana bem delineada e proeminente; eu que de longe a tudo observava, percebi os movimentos de minha namorada no sentido de diminuir ainda mais o tamanho do seu biquíni. Estava claro que ela estava se insinuando para o estranho, seus movimentos corporais denunciavam suas segundas intenções.

Para não dar muito na vista, retornei com algumas latinhas de cerveja, servi minha namorada e “nosso” novo amigo; que fiquei sabendo chamar-se Marcelo, 48 anos, profissional liberal, também de férias, etc. Dali, até nosso apartamento para mais cervejas foi questão de mais meia hora de papo, e logo estávamos na sacada do nosso apartamento.

Como bom anfitrião, servi mais cerveja ao nosso hospede, coloquei uma música, preparei uma porção de frios e o levei em direção à sacada.

Gí entrou direto no banheiro de lá retornou linda, cheirosa, perfumada, trajando apenas e tão somente uma saída de praia branca que ia até os joelhos e uma minúscula calcinha semitransparente, seus seios eram praticamente visíveis, o bico do seio parecia querer furar o tecido, a auréola intumescida denunciava sua vontade de sexo.

Gi ofereceu uma toalha e uma sunga de praia seca ao nosso amigo e indicou-lhe o caminho do banho. Marcelo parecia não acreditar que aquilo estava acontecendo com ele e ao sair do banho percebia-se estar muito excitado.

Vendo sua excitação, fui para o banho, dali para frente, Gí estaria no comando, Gí era a rainha. Antes de sair do banho por completo, deixei o chuveiro ligado e abri uma fresta na porta do banheiro o suficiente para ver o que estava acontecendo na sacada.

Gí totalmente insinuante deixava nosso amigo cada vez mais excitado, não demorou muito e ela estava alisando o pau daquele estranho sobre a sunga ao mesmo tempo em que ele acariciava seus seios beijava-lhe o pescoço, não demorou muito e sua mão entrava por dentro da minúscula calcinha de Gí; minha namorada começava entrar na fissuração, aquela visão fazia meu pau doer, parecia querer explodir de tanto tesão. Desliguei o chuveiro e sem sair do banheiro pedi a Gí que me trouxesse uma bermuda. Era o interregno necessário; necessário para aumentar ainda mais nossa excitação.

Nosso novo amigo rapidamente se recompôs, porem sua sunga denunciava que seu pau tinha babado de tesão. Sentamos os três na sacada e ficamos tomando cerveja e jogando conversa fora, e Gí logicamente não perdia uma chance de insinuação para nosso amigo. Nosso amigo não suportou aquele clima de excitação extrema e dizendo ser necessário ir embora partiu, não sem antes marcar um encontro na praia para o dia seguinte.

Tão logo ele saiu porta afora, Gí me jogou na cama, tirou minha bermuda, puxou sua calcinha para o lado, pegou meu pau direcionou para sua buceta, sentou fazendo sumir meu pau dentro daquela buceta quente e ensopada de tanto tesão; cavalgou freneticamente no meu pau tendo orgasmos múltiplos, para em seguida cair feliz e sorridente em meu peito.

Se o primeiro dia de praia rendeu, os outros seis renderiam mais ainda. No dia seguinte, repetimos todo àquele ritual do dia anterior, com a diferença que eu, com a desculpa de ir buscar mais frios e cervejas para nossa degustação deixei Gí e Marcelo sozinhos.

Propositadamente demorei bastante, e quando retornei, estava claro e notório que Gí tinha dado muito e deliciosamente para Marcelo, e que Marcelo tinha comido com muita competência minha mulher.

Depois que Marcelo foi embora, Gí contou-me em detalhes a deliciosa metida que teve; disse-me que Marcelo foi um gentleman, acariciou-lhe intensamente, lambeu e chupou seus seios com carinho, sorveu seu grelo com maestria, enquanto não a sentiu em extremo êxtase não parou de acariciar-lhe, serviu-lhe o cacete para ser chupado com delicadeza, Gí por sua vez fez, o pau de Marcelo babar de tanto que chupou, contou-me que Marcelo se contorce, geme, estremece, quando tem a cabeça do pau chupada e lambida com voracidade, relatou-me que o pinto de Marcelo não tinha nada de descomunal, era normal mais para grosso e que ao penetrar sua buceta sentiu-se deliciosamente preenchida.

Também contou-me que Marcelo tem uma pegada de macho sem ser estúpido, que a pegava pela cintura e enterrava-lhe o cacete com gosto porem sem violência, que a possuiu com vigor dando seguidas estocadas em sua buceta, disse-me minha mulher, que gozou varias vezes e que quando Marcelo gozou ela sentiu seu pau ficar mais duro do que já estava, inchou de forma a fazer pressão nas laterais da sua buceta, para em seguida gozar alucinadamente.

Ouvindo seus relatos meu pau ficou duríssimo e mais uma vez metemos deliciosamente.

Tínhamos encontrado um homem a nossa altura, restava apenas saber se estava disposto a curtir e participar de nossas fantasias.

Felizmente, nos dias que se sucederam, viemos a descobrir um homem de mente aberta, educado, sigiloso e tal como nós tinha apenas o interesse do envolvimento sexual, com o qual nos divertimos muito, mas isso relataremos em breve.

[email protected]

Comentários

11/06/2015 11:49:46
Mais uma vez, Parabens… Vcs são maravilhosos.
25/06/2010 22:21:58
Uauuuuuuu!!! Fiquei com tesão pelo seu conto, que mulher! Esa parte dos bicos furando o tecido foi demais, que sorte a sua possuir uma mulher como essa
15/11/2009 10:16:17
incrivel, add [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


anythingvidio de mulheres mostran do a buceta eh conto faz xixiSacaniha reboado nos pauzaomamãe quis ir na praia de nudismo contos de incestoconto eurotico academia com o menino bundudoenrabando cunhada e sobrinha contocontos veridico de incesto marido pego no flagra a esposa ensinando o sobrinho mega dotado a fudecasei com um velho brocha mas levo machos pra casa contos eroticosporno meninas cortido asferias brasilninfeta blinando vovôezibir vidios o cacorro e criado desde pequeno com a menina derrepente ele resoçve comer a buceta delaputa lambe pe do macho contocasada traindo e falando ai era isso que eu queria outra pica fudendo minha bucetasedou esperou dormir pra come o cu dela porno doidodou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaoswing video mulher beija depois de levar gozada na boca de outroesposas pedem para estranhos tirar camizinha pra gozar bucetao delasconto um mulato superdotado para minha esposinha branquinha e magrinha b*******vidio de homem fosando a mulher a bebe a gosma dele pornodoidocontos eroticos me comeram a forçaamoxoxota gtameu amante haitiano tem pau muito grosso e gostosogey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no geytirei a camisinha e enchi a buceta da mulher.do meu amigocontos minha cunhafa de 12 anos chupo meu pintocontos eroticos coroa casada rica leva de presente para sua amiga coroa casada um pau enorme de borrachaxxvideos loirinha da para o cachorro de raça alemã Conto erotico de mulher que chorora muitotrazei com minha vizinha d camizola na cozinha dela ponodoce nanda parte cinco contos eroticostrazei com minha vizinha d camizola na cozinha dela ponolouras peludas taradas fudedoras malucas chamando palavraoquero ver gatinhas novinhas na academia só mostrando e transando bichão p*********fudi ela e o namorado delatitia sacana estourando a fimose do sobrinhoContoeroticosobrinhonovinhoelementarians casa dos contos eroticospoi no meu cu tiovideos nacional gritos e gemidps de homens passivos embaixo dos machos caralhudosgarota nao guenta da r u cu i chora pornorelatos de traveco que colocou silicone enorme no peito e deu pro roludo mamarvideos de ninfetas transando com irmai anbos osdois novinhosporno pai e filhinha no maio saroEsfreegando a pica na maninha inocenti contos eroticcosconto novinha vigen perdeu o cabaco da buceta e do cu no mesmo dia pro pitudocontos crente casada quis experimentar no cu e se arrependeucontos de mae vadia viciada na rola do filhonovinha.prvoca avo q ta limpano a pisina e fode com eleporn caioserpai tarado ia enfiar so a cabecinha mais enpurrou na bucetinha da filha virgenComo devo uza vazelina navagina para lubrifica?vídeo pornô ginecologista idoso não resiste a bucetinha apertadinha da paciente e a estrupa forçaconvecendo o enteado novinho le da o cuwattpad enteado gay chupando o pau do padrasto musculosocontos de sexo depilada na praiacontos de sexo raspei minha bucetaComtos eroticos de mulheres q bateram punheta pra cachorrokomendo kuvirgensfotos de buceta de mulutavidio menina batendo uma siririca vendo padastro tomando baioboquete da irmazinha casadoscontospornocontoincestosmulher flaga sua amiga do rabao uma morena dando o cu para seu marido negao dotado com o penis de 030cm e da tambena filhada vai passar o feriado na casa de seu padrinho e tem pensamento erotico com eleS-&-w- Casa Dos Contoscontos eróticos fui da o cu e cagueicontos novinho bundudo virou menina dos molequesConto erotico arombei minha enteada novinha magrinhXVídeos gay com truculêncianovinha do priquito ruivo contossó branquinhas gostosas tesudas encitantes transando com seu cachorro até gozarsexo suor e gemidosmulher com priquito grande fazendo sexo com Renata tudo mudassepeguei meu padrasto transando com meu vizinho e fiquei com tesaoconto com onze anos eu trepei com meu tio foi muito gostoso mais doeuConto erotico 25cm grosso na colega de escola a forcaContos eroticos mamaeeee uii aiicontos eroticos comi minha irmazinha tati.comConto erotico estou louca pela picona do meu cunhadoporno fodie minha entiada no cusaovidio porno tio me cumeu na varanda do quintauconto erotico comendo o cu de minha mulher com neutroxEu quero assistir vídeo de pornô de mulheres de corpo estrutural gostosa bundona com sono televisãodoce nanda parte cinco contos eroticoscontos eroticos com padrasto estupro gosteieguas taradinha no cio pigando