Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Uma semana de folga

Autor: FereGi
Categoria: Heterossexual
Data: 15/11/2009 10:09:19
Nota 9.50
Assuntos: Heterossexual, Menage
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Aproveitando uma semana de folga, fruto de acumulo de horas trabalhadas eu e minha namorada escolhemos a praia como destino e o sexo como nosso objetivo; estávamos ávidos por uma aventura.

Gi, minha namorada tem 1,70 de altura, 43 anos, seios médios delicadamente moldados, olhos e cabelos castanhos claros. Sua forma longilínea não lhe proveu de uma bunda carnuda, porem ela faz como ninguém... . Não escolhe dia, hora, e nem local para transar. Gí esta sempre pronta, nunca recusa uma trepada, desconhece dor de cabeça e cansaço quando o assunto é sexo.

Alugamos um flat em Santos – SP, e lá fomos nós; já no caminho fomos arquitetando os planos ao mesmo tempo em que a exibia nua para os caminhoneiros.

Apartamento frente para o mar, uma bela sacada e ambientes bem distribuídos, depois de instalados fomos caminhar pela areia da praia sentir a brisa marítima que a tanto vínhamos desejando. Por ser uma segunda feira a praia era praticamente nossa e logo percebemos um bom ambiente para caçadas.

Não muito longe de nós sentou um homem aproximadamente uns 40 e poucos anos, mais de 1,80 de altura, cabelos castanhos claros pele morena do sol um belo porte físico, porém absolutamente normal para sua idade e em suas mãos um jornal e um livro.

Olhei para Gi, e sua expressão foi de aprovação, e imediatamente partimos para arquitetura da aproximação; a boa e velha desculpa “olha para mim enquanto entro na água” nunca falha, e eu mais que depressa me afastei indo em direção ao calçadão com a desculpa de buscar algumas latinhas de cerveja.

De longe percebi a movimentação da minha namorada; alguns instantes de conversa e lá foi ela em direção ao mar, sob os olhos da nossa “vitima”. Gi permaneceu no mar o tempo suficiente para um refrescante banho e ao voltar deu inicio a uma teórica despretensiosa conversa.

Gí vestia um biquíni estilo cortininha o que deixava seus seios e sua xana bem delineada e proeminente; eu que de longe a tudo observava, percebi os movimentos de minha namorada no sentido de diminuir ainda mais o tamanho do seu biquíni. Estava claro que ela estava se insinuando para o estranho, seus movimentos corporais denunciavam suas segundas intenções.

Para não dar muito na vista, retornei com algumas latinhas de cerveja, servi minha namorada e “nosso” novo amigo; que fiquei sabendo chamar-se Marcelo, 48 anos, profissional liberal, também de férias, etc. Dali, até nosso apartamento para mais cervejas foi questão de mais meia hora de papo, e logo estávamos na sacada do nosso apartamento.

Como bom anfitrião, servi mais cerveja ao nosso hospede, coloquei uma música, preparei uma porção de frios e o levei em direção à sacada.

Gí entrou direto no banheiro de lá retornou linda, cheirosa, perfumada, trajando apenas e tão somente uma saída de praia branca que ia até os joelhos e uma minúscula calcinha semitransparente, seus seios eram praticamente visíveis, o bico do seio parecia querer furar o tecido, a auréola intumescida denunciava sua vontade de sexo.

Gi ofereceu uma toalha e uma sunga de praia seca ao nosso amigo e indicou-lhe o caminho do banho. Marcelo parecia não acreditar que aquilo estava acontecendo com ele e ao sair do banho percebia-se estar muito excitado.

Vendo sua excitação, fui para o banho, dali para frente, Gí estaria no comando, Gí era a rainha. Antes de sair do banho por completo, deixei o chuveiro ligado e abri uma fresta na porta do banheiro o suficiente para ver o que estava acontecendo na sacada.

Gí totalmente insinuante deixava nosso amigo cada vez mais excitado, não demorou muito e ela estava alisando o pau daquele estranho sobre a sunga ao mesmo tempo em que ele acariciava seus seios beijava-lhe o pescoço, não demorou muito e sua mão entrava por dentro da minúscula calcinha de Gí; minha namorada começava entrar na fissuração, aquela visão fazia meu pau doer, parecia querer explodir de tanto tesão. Desliguei o chuveiro e sem sair do banheiro pedi a Gí que me trouxesse uma bermuda. Era o interregno necessário; necessário para aumentar ainda mais nossa excitação.

Nosso novo amigo rapidamente se recompôs, porem sua sunga denunciava que seu pau tinha babado de tesão. Sentamos os três na sacada e ficamos tomando cerveja e jogando conversa fora, e Gí logicamente não perdia uma chance de insinuação para nosso amigo. Nosso amigo não suportou aquele clima de excitação extrema e dizendo ser necessário ir embora partiu, não sem antes marcar um encontro na praia para o dia seguinte.

Tão logo ele saiu porta afora, Gí me jogou na cama, tirou minha bermuda, puxou sua calcinha para o lado, pegou meu pau direcionou para sua buceta, sentou fazendo sumir meu pau dentro daquela buceta quente e ensopada de tanto tesão; cavalgou freneticamente no meu pau tendo orgasmos múltiplos, para em seguida cair feliz e sorridente em meu peito.

Se o primeiro dia de praia rendeu, os outros seis renderiam mais ainda. No dia seguinte, repetimos todo àquele ritual do dia anterior, com a diferença que eu, com a desculpa de ir buscar mais frios e cervejas para nossa degustação deixei Gí e Marcelo sozinhos.

Propositadamente demorei bastante, e quando retornei, estava claro e notório que Gí tinha dado muito e deliciosamente para Marcelo, e que Marcelo tinha comido com muita competência minha mulher.

Depois que Marcelo foi embora, Gí contou-me em detalhes a deliciosa metida que teve; disse-me que Marcelo foi um gentleman, acariciou-lhe intensamente, lambeu e chupou seus seios com carinho, sorveu seu grelo com maestria, enquanto não a sentiu em extremo êxtase não parou de acariciar-lhe, serviu-lhe o cacete para ser chupado com delicadeza, Gí por sua vez fez, o pau de Marcelo babar de tanto que chupou, contou-me que Marcelo se contorce, geme, estremece, quando tem a cabeça do pau chupada e lambida com voracidade, relatou-me que o pinto de Marcelo não tinha nada de descomunal, era normal mais para grosso e que ao penetrar sua buceta sentiu-se deliciosamente preenchida.

Também contou-me que Marcelo tem uma pegada de macho sem ser estúpido, que a pegava pela cintura e enterrava-lhe o cacete com gosto porem sem violência, que a possuiu com vigor dando seguidas estocadas em sua buceta, disse-me minha mulher, que gozou varias vezes e que quando Marcelo gozou ela sentiu seu pau ficar mais duro do que já estava, inchou de forma a fazer pressão nas laterais da sua buceta, para em seguida gozar alucinadamente.

Ouvindo seus relatos meu pau ficou duríssimo e mais uma vez metemos deliciosamente.

Tínhamos encontrado um homem a nossa altura, restava apenas saber se estava disposto a curtir e participar de nossas fantasias.

Felizmente, nos dias que se sucederam, viemos a descobrir um homem de mente aberta, educado, sigiloso e tal como nós tinha apenas o interesse do envolvimento sexual, com o qual nos divertimos muito, mas isso relataremos em breve.

[email protected]

Comentários

11/06/2015 11:49:46
Mais uma vez, Parabens… Vcs são maravilhosos.
25/06/2010 22:21:58
Uauuuuuuu!!! Fiquei com tesão pelo seu conto, que mulher! Esa parte dos bicos furando o tecido foi demais, que sorte a sua possuir uma mulher como essa
15/11/2009 10:16:17
incrivel, add [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


fudendo francy vestidinhocontos eroticos "escrava" "trapos"contos eróticos no YouTube deixei meu filho me comercaderante. rabudas de. porto alegresua puta ou seu viado o celular e meu e se quero asisti video porno tenho que asiste por que.paguei pra ter minha escolha desgraçaminha titia se gozando com meu cassetemeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhoafrouxou fundo um cuincesto mamãe cuidado do filho que ta debilitado com buceta molhadanalvinha fudendo com homem mas velhorqero vido de transafamiliarbuceta gozano nepicamolhes pela porno vida de meninas de 19 anos evangelicas na zoofilia com cachorroContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiaXVídeosporno Malícia pareilevando a cunhada para tomar injeção no bumbumContos padrasto fode filha novinha enchentecasadinha pacata contosgosto de praticar zoofiliasete formas de medoentregei uma pizza e mepagou com boquetetiara do cu ta doendo pornosou virgem porque meu tio so chupava minha bucetinhavideos porno de casadas que escreve na bunda corno felis e fodi muntoCerto ou errado?meu irmao amado contos gays cap.08puta lambe pe do macho contocontos eroticos gay inicio fui surpreendido por um adulto dando minha bundinha e fui xantageadoMe manda o vídeo pornô Adão de armas sedosa só gosta de dar a homem bem dotadoincesto com meu vô contosSodomizando mae e filha contosporno lubrificando o cu com manteiga e socando a mao infeira dentro delePauzundo entrando ate talo na buceta contosela pelada nua mostrando a b***** b***** mulher pelada nua senão tabaca vocês vão sair de ser por nós no parágrafo[email protected]contos sadomazoquismo estuprovídeo de Juliana Paes toda nua umbiguinhocuiadia de xortiu d dormi d regatafrutaporno adoro bater punheta na calcinha da mamaecontos eroticos tesao no filhocontos de mae.putona tarada pela rola do filhoeu quero mulher tem pinto comendo viado que amanhece a tempinho comendo vi antes vídeo pornô vídeoConto erotico scat adoro ver a mulher peidandoBusetinha lizinhacenasexocom visinhatadinha chorou pra na da o cu xvidiox cabacover vidio pitudo dando uns amasso na novinha que nunca vio rolachupando a bucets dela depois metendo a casdeta con muito tesaopau alejado fodeno estourado abusetaas lesbicas maus fogozar do mesmo mundo fazendo sexy com cachorro ate ficar encantadovelho rasgador de bucetacontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anosConto uma vida incestuosa PT2.2conto gay cagando reformadescabacei o cu da minha tiaxvideo professora lecionando de shortinho atolado no cucontos eróticos putas da ruaconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexocontoseroticos mulher lactante amamentandotio tarado passa a mao na sobrinha ninfeta que nao resiste e fodevideos de sexo louco e com pegada chupão, arranhãox videos. Voyer . Sexo. poe so a cabecinha senao eu gozomédico explicado chupar bucetas doença transmiticomendo a buceta da gostosa na barra de suco de limãocontos eroticos o carroceiro e as enteadascontos o negão bem dotado de todas as pragas da minha sograjoponezinha dormindo e entra um cara e comi elaContos sogra safada e fogoza seduz e se apaixona por seu genro e trasa elevideo porno a navinha criando corage a enfiar o pau do cavalo em sua bucetaporno pradrastro bebo fosando a em teada fode a fosaexecutiva casada puta de negao contoscontos eroticos nao sei como eu aguentei o pauzao do cifoa negrocache:GlXfqrAlcOoJ:zdorovsreda.ru/perfil/52488