Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Trem, tesão e suor no apagão

Autor: rio40graus
Categoria: Grupal
Data: 16/11/2009 14:48:01
Nota 8.67
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Na terça feira passada estava saindo com a minha namorada da faculdade que fazemos em Osasco junto com uma amiga nossa Cibele em direção a ultima estação do trem a estação Grajaú da zona sul de SP.

O vagão estava super vazio e ficamos nos três no ultimo vagão afastados de todos conversando assuntos do cotidiano e o tema era o vestido da garota da UNIBAN. Tanto ela quanto a minha namorada vestiam uns vestidos floridos bem curtos com as coxas a mostra e de sandálias de salto alto realçando muito bem o corpo perfeito das duas.

A minha gata é uma morena de cabelos longos, alisados que vai até a bunda, já a Cibele é uma mulata com uns seios fartos e coxas grossas que deixava todos da sala loucos por ela. A viagem prosseguia sem nenhuma novidade, vire e mexe e dava um beijo gostoso de língua na minha gata deixando a Ci, puta da vida. Ela reclamava que nós éramos uns filhos da puta de ficar deixando ela com tesão com os nossos beijos.

O trem prosseguia a sua viagem e cada vez mais eu beijava a minha tesuda colocando a minha língua bem amostra para deixar aquela deusa de ébano mais excitada, logo sentimos um tranco muito forte no trem e olhando pelas janela percebemos um grande apagão em toda a cidade. Pelo microfone de emergência o maquinista tranqüiliza a todas no escuro total.

- fiquem todos calmos em breve a energia deve ser restabelecida, por enquanto permaneçam sentados em seus lugares.

A Cibele chegou mais perto de nós, falei para ela ficar calma e acalmei a minha gata com vários beijinhos, e confidencie para ela que estava louco para dar um beijo gostoso na boca da Cibele, se ela permitisse. Eu e minha gata somos bissexuais e já participamos de varias transas a três e aquela oportunidade não podia passar em branco ou melhor em negra rsrsrsrsr.

A Cris foi para o meu lugar e pegando na mão da Cibele foi ate o seu ouvido e confidenciou a nossa intenção já dando um beijinho de língua no ouvido dela. Ela chamou a gente de maluco e de outras coisas e logo depois perguntou para minha gata se ficaria em segredo tudo isso. Nós dois juramos que ficaria só entre nós e logo fui para o outro lado tateando o banco onde a Cibele estava ate sentar do seu lado e começar a enfiar a língua no seu outro ouvido enquanto a Cris já mordia o seu pescoço e enfiava a língua no seu outro ouvido.

Ela no nosso meio era divida por nós dois. Virei o seu rosto e tasquei um beijo gostoso na sua boca de tirar o fôlego, enquanto a Cris abria as suas coxas e procurava aquela xoxota carnuda com os dedos, ela gemia baixinho sugando a minha língua me fazendo ficar com o cacete durão que apertava sem parar e nada de a luz voltar, e eu ali com duas gatas fazendo todas as orações para os deuses do APAGÃO para que ficassem assim por mais uma hora se possível.

Logo a Cris pegou a Cibele pelos cabelos e fez ela sentir o seu beijo molhado a a sua língua nervosa invadindo aquela boca carnuda deixando ela louca, e resmungando que nunca tinha beijado uma mulher, mais que estava adorando. Eu já tinha descido e de joelhos entre as coxas de Cibele, procurava a sua buceta com a boca puxando a calcinha de ladinho e mergulhando naquela bucetona raspadinha de lábios grossos e com um grelo descomunal, peguei as suas coxas e apoiei nos meus ombros e me acabei de chupar aquele grelão tesudo, fazendo ela ver estrelas. Ela gemia baixinho que estava uma delicia, e pedia para Cris morder mais forte os bicos dos peitos dela, só assim percebi o que a minha gata estava fazendo devido a intensa escuridão que tinha na cidade.

Meti dois dedos na sua suculenta buceta que estava encharcada e não tira o seu grelão da boca hora mordendo hora chupando fazendo ela delirar de tesão, tirei um dedo da sua racha babada e soquei com tudo no cuzinho dela fazendo ela gemer baixinho

- Cris ele estaaaaaaa me deixandoooooo louca, ele esta enfiandooooooo o dedo no meu cuzinhooooooooooo

Deixei a Cibele um pouco de lado e levantei com tudo o vestido da Cris e procurei a sua bucetinha e me acabei do seu grelão também, as duas tinham bucetas carnudas, super beiçudas era 1 kilo de filet mingon para cada uma, me acabei na racha da minha gata, que pedia para a Cibele chupar os peitos dela com força, para morder gostoso enquanto eu socava o dedo no cuzinho dela também que estava toda esparramada no banco do trem. Fiquei em pé saquei a minha piroca que estava dura feito uma rocha e puxando a cabeça das duas fiz elas me chuparem enquanto elas se tocavam gemendo e pulando enquanto agarravam o meu cacetão com muito tesão. Sentei na cadeira do trem e fiz a Cibele sentar com tudo deixando aquele bucetão engolir e mastigar todo o meu caralho, e como rebolava aquela mutala. Ela parecia a globeleza da foda, fudeu muito o meu pau com o seu cacete atolada na sua racha, a Cris me beijava com força e tesão enquanto eu tocava no grelo dela que estava durinho. Abracei Cibele com o meu braço e fiz ela sentar com tudo socando bem no fundo tocando o seu útero, e mais uma vez soquei o dedo no seu cuzinho enquanto fodiamos sem parar. Tirei ela do meu pau e colocando a Cris de quatro no banco, meti fundo na bucetona da minha mina gata que puxou a Cibele e beijou ela com tudo, engolindo a sua língua fazendo ela delirar. A minha gata estava um tesão da porra e rebolava a bunda enquanto eu metia forte socando a piroca no fundo do se útero enquanto a Cris lambia e chupava a boca da Cibele que ficou de quatro no banco beijando a amiga com todo tesão, fui apalpando o corpo da Cibele ate que minha mão tocou no seu rabo delicioso e sem pensar duas vezes meti o dedão no cuzinho da tesuda que arqueou o corpo para o alto enquanto empinava a bunda mais e eu entrava com tudo no cuzinho dela. Tirei o dedo e mirei a piroca na entrada do cuzinho e fui empurrando ate o meu cacetao desaparecer dentro daquela mulata tesuda, peguei ela pela cintura e fiquei estocando enquanto a Cris foi para debaixo de nós e começou a chupar o grelo dela fazendo ela começar a gozar sem parar com a minha piroca atolada naquele cuzinho tesudo. Tirei o meu cacete feito um pedra do seu rabo e soquei com tudo no cuzinho da Cris que pedia para ser enrabada sem dó, meti com tudo na minha gata fazendo ela gemer gostoso e pedir para colocar mais fundo no seu rabo enquanto a Cibele sentada recuperava o fôlego depois da gozada que tinha dado comigo. Logo a Cris pegou ela pelos cabelos e meteu a língua na sua boca enquanto gozava sem parar tomando no cú e dedilhando o grelão que estava duríssimo, meti muito no rabo da minha gata que chupava a boca da Cibele com tudo. Tirei do cuzinho e soquei com tudo na racha da minha gata fazendo ela jogar o corpo sobre a nossa amiga, logo tirei o meu pau babado e puxando as duas pelos cabelos gozei muito dentro da boca delas, nunca gozei tanto não parava de esporra na cara delas e ainda ficamos mais de duas horas nos beijando os três fazendo juras para novos encontros, demorou muito mais logo que voltou a energia o trem partiu rumo ao Grajaú deixamos a nossa namorada em uma estação antes da final e partimos para nossa casa onde fudemos mais uma vez pensando em tudo que tinha, no meio da nossa transa ligamos para a Cibele e enquanto ela tocava do outro lado nós dois gozavamos sem parar escutando os seus gemidos e a sua voz.

Comentários

17/11/2009 18:47:11
Um pouco forçado, mas quase levantou meu cacete. vou te notificar com 7, espero outros melhores.
17/11/2009 18:40:41
humm amei quero amigos como vcs!!! moro em Osasco tb..me add [email protected]
16/11/2009 23:01:35
Show d ebola
16/11/2009 14:58:00
Sorte pra ti!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


gozei na bucetinha da minha cunhadinha que ficou muito brabameu sogro e minha mulher sair pra rua e eu fudicom minha sogra gostosameu sogro queria dupla penetracao com minha sogro veridicoesposa gostosa e novinha e tio roludo parte setever conto erotico sob faxineiros velhos tarado e pirocudopirocona na titiaminha mulher fodemdo com e olhando para mim com cara de safada gemendo gritando e chamando dizendo ta bom corno corninho ta vendo tua mulher semdo comida fudidavídeos porno de bonecas de prático gigantesvizinha lactante contosconto gay perdi a aposta fui descabacadoconto em casa neste frio minha boceta pede pica paiCleide a recatada contos eroticosgozou na bunda da irma lavano loucaconto porno me separei por causa da traicao da minha esposaCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAvídeo pornô a novinha tomando banho com gosma e sanguecontos mulher de amigo short coladopau extraordinariamente grande e grosso gozando dentro e arrombando a bucetinha apertadinha da menina novinhaporno mulheres com alta preção no cu jogs bosta longecontos a punheteira do papaixvideos gay fui estuprado por que nao paguei as drogaswww.xvideos.bucetaovirgenscontos sexo pecado incestuosocoletanea dechupada no pau ate goza aboca cheia de porraxisvidio amadores de auguen metendo a forçaContos de primeira transa virgem detalhadamenteAbrir filme de sexo caixa de molho tirando a virgindade das moças de 18 anos gostosaConto erotico magnataconto erotico pingando um gel no rabo da maevideo porno botei meu pau ate as bolas na boca da tiamorena linda tampa a boca do irmao e senta em sua rola enlouquecidaxvideo chapeuzinho Vermelha no bosquecomo amasiar um bum-bum super sexosenhora de idade pratica zoofilianovinha fazendo exame toxicológico xvideos.comConto erotico de casada q nao se satisfaz com o pau d marido e fica com tesao d ver velho pintudoconto erotico tirei o cabaco da pateicinha no matonovinhas safda.encheu a buceta.de sabao liquido.para se sartisfazerdoce nanda parte cinco contos eroticosporno comendo cu de homêm de bùnda grandetraficante pausudo estourou o cuzinho da minha namorada na favela contosvídeo de pornô doido rapaz regaço a b***** da mulherbucetao preto babando muito líquidomulher levanta profunda fazendo corda no pirocaowww.contos eroticos cunhado caçula pauzudo come cu da cunhada gostosacache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho quero zap d travest d itaquecetubatem lebica olaine 2017 pra comigo outra mulher por celularquero ve os telefoni das mulhe de curitiba casada que gosta di da a buceta para oto omhe deixa teu telefonecontos bunduda do corno no pagode no sitiomaei depilando pau do filho e nao aguenta baicha aboca chupando e setando abuseta ensimaceta e bunda 205 só as gostosasgostosa decha erick gozar em sua buceta pornodoidoZoofilia franco e belinhamulheres com shortinho curto rebolando no pau de fogueira de caçadormae beba fas fiho chupa putariabrasileiracontos mae filho lambe cona esporradacurrada pelos negões no carnavalcontos eroticos minha esposa fodendo com meu sobrinho menor de idadenovinha aser estuprada com padrasto aser desvirginada enquanto dormemulher da bundona fica de quatro e negao li enfia a pirocaContos eroticos de mae da banho filho com braço e perna quebradamamador de buceta contos eróticoshomens jovens enfuando penis shortinho curto adidas anos 80mulheres gelo gande metendo piquito da outraxortinhodedormirContoeroticonovinhosafadoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretoesposinha depravada seduz velhomeu cu é todinho teucontos comi a cunhadinha parte 2 bunduda virgem novinhacontos as calcinhas da minha sobrinha branquinhaarrombando o cu da luzia contosfei a buceta pro meu primo mais novo contos eroticoswww.pornodoido meninas no beijo na boucacontos eroticos inicio na infancia xantageada e abusada Pelo negaover gostosas que presisou rasgar o seu chortinho de putinha para dar a bucetacontos de sexo raspei minha bucetacontos eróticos mulher endividadapesquisar por mega dotado sobrinho fica triste com a tia so lembrando do namorado que morreu xvideosporno gay morros dotados desvirginandov meninas 14aos 17 anus perdeno avirgindadevideos de com mulheres muito gostosa muito esitada dizendo qui ta muito gosto que è pra comer o cuzao delasrelatos eroticosgosto de ser traidocontos de sexo depilada na praiapornopaumostrocontos com fotos de donas de casa normais sendo fudidas por varios homens e muleques pintudosporno. cazano muita no vinhacontos erotico meu bebe com fimoseaa cabasso fodedorawww sou enteada putinha e dou minha bucetinha pro meu padrasto que e tarado pelo meu corpo. comconto meu marido virou minha putapunheta apos encoxada em onibusmulheres brincando com penis so na portinhacomedor de mulher alheia nu apanhamim pediu emprego e dei a buceta contos eroticos