Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O executivo da fundação e eu

Autor: Valtinho
Categoria: Heterossexual
Data: 17/11/2009 18:46:26
Nota 8.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu sou advogada formada há alguns anos e com bastante experiência em diversos ramos do Direito; tinha junto com uma amiga formada em Publicidade uma empresa que organizava eventos e promoções na área da assistência social e esportiva para órgãos públicos, especialmente prefeituras; eu cuidava dos aspectos jurídicos e a minha sócia da parte comercial e demais obrigações.

Eu vivia numa fase difícil no meu casamento; o meu marido tinha aderido à demissão voluntária no seu emprego e não conseguia outro; ficava diariamente me aborrecendo, mal humorado, ciumento, reagindo mal a cada telefonema profissional que eu recebia eventualmente na minha casa; perdeu o interesse sexual por mim e me deixava na maior vontade; eu estava naquela idade em que o sexo era indispensável, que vibradores mal aplacavam o tesão; eu já tinha trepado com a minha sócia numa tentativa de me saciar e tinha sido mal sucedida; a experiência não tinha me agradado, muito embora ela fosse expert no assunto. Cheguei a telefonar para alguns casos anteriores buscando pelo menos uma trepada que me acalmasse, mas também foi infrutífero; nem sempre o amor antigo responde. Em resumo, eu andava extremamente carente, tesuda; louca para foder com alguém.

Fomos procuradas por uma Fundação sediada na Capital oferecendo-nos uma parceria comercial nesse ramo; iniciamos as tratativas via email, fax, telefonemas; o acordo rapidamente foi-se desenhando e chegou o momento de uma reunião formal para fechar a parceria; o meu contato era um executivo que me tratava ao telefone com extrema cordialidade e respeito, uma voz grave e muito sexy deixando-me sempre com uma grande curiosidade sobre o seu rosto, o seu corpo; eu já havia me masturbado imaginando o pau que acompanharia aquela voz. E, pior, eu tinha uma tara enorme para finalmente dar o meu cuzinho pela primeira vez para um homem que me seduzisse totalmente, que me tratasse como gente, como mulher; para mim o meu cuzinho era uma jóia rara que eu somente deveria entregar a quem o merecesse, o conquistasse; e aquela voz deixava o meu cuzinho piscando, em ponto de bala; eu me masturbava imaginando-me sentada no seu pau, sentindo-o penetrar na minha joinha. E cúmulo dos cúmulos, andava com lubrificante na minha bolsa sonhando com o momento em que finalmente seria enrabada.

E o dia chegou; reunião marcada para o nosso escritório as 10:00 horas; aprontei-me, depilei-me, maquiei-me e aguardei; pontualmente o executivo adentrou a recepção; a secretária o encaminhou à minha sala e quase desfaleci; um tremendo coroa, meia idade, bigode e têmporas ligeiramente grisalhos, alto, moreno claro, vestido impecavelmente; a minha xoxotinha molhou de imediato, o cuzinho piscou; aquele macho à minha frente, era só o que eu estava necessitando. A minha sócia chegou e a reunião começou.

Tudo o que eu imaginava naquele executivo estava se realizando; e a cada olhada que ele me dava nos olhos eu o imaginava nu, pau duro na minha boca; a minha xoxota pulsava sem parar, eu sentia a minha calcinha se encharcando ainda mais; apenas com o seu olhar, a sua voz, os seus gestos, ele já estava me comendo. Que macho, que fodão deveria ser !!! E o cuzinho piscando feito louco, louco para ser deflorado.

E até a minha sócia que gostava mais de mulher do que de homem também estava inquieta; eu sentia nela uma concorrente em potencial.

Fizemos uma interrupção para o almoço; quando fomos ao banheiro lavar as mãos parei de repente na sua frente e recebi uma deliciosa encoxada;. educadamente ele desculpou-se e eu desavergonhadamente sorri, quase dizendo que queria mais, muito mais.

Almoçamos e retornamos a reunião até as 16:00 horas quando ele se retirou para a Capital, marcando retorno para a semana seguinte para a assinatura do contrato. Naquela noite o meu vibrador, meu inseparável companheiro, me saciou mais uma vez, inclusive invadindo o meu cuzinho, cada vez mais necessitado.

Passaram-se os dias e finalmente chegou a reunião tão esperada; com pontualidade britânica chegou as 10:00 horas; lemos os documentos, firmamos e estávamos prontos para o início dos nossos serviços. Fui ao meu barzinho e servimo-nos de uma taça pequena de vinho branco que guardo para situações especiais; a partir daí a conversa fluiu muito mais fácil; a minha sócia precisou se retirar para ir buscar o filho na escola e fiquei a sós com aquela tentação de homem; vestida com uma mini saia muito curta, uma calcinha branca que contrastava com o negro da saia, cruzei e descruzei as pernas uma centena de vezes; claramente o executivo sentiu as minhas intenções; e ele estava completamente a vontade, pois o contrato já havia sido assinado e a obrigação profissional daquele dia cumprida. Sem pressa de ir almoçar ou retornar à Capital foi ficando no sofá e a minha xoxota já estava maluca; sentia escorrer pelas minhas coxas o meu lubrificante natural e se ele quisesse eu daria pra ele ali mesmo; eu estava completamente enfeitiçada. O pessoal saiu para o almoço e ficamos a sós; ofereci-me desavergonhadamente e pelo brilho do seu olhar e o passar de língua sobre os lábios, ele aceitou; fui até o bar buscar mais vinho e ele veio por trás; posicionou-se atrás e me deu novamente uma encoxada; deliciosa, demorada; calmamente beijou a minha nuca, as minhas orelhas, suas mãos percorreram os meus seios; esfregou o seu pau na minha bunda, rebolei, senti o seu calor, a dureza do seu pau; tentei me virar e ele não permitiu continuando a me encoxar e lentamente foi empurrando a minha nuca para a frente e puxando a minha bunda ainda mais para o seu pau; quando me apercebi já estava apoiada com os cotovelos na minha mesa, a curtíssima saia levantada, a sua mão acariciando a minha bunda, suas mãos tirando a minha calcinha, e alisando o meu reguinho; um dedo achou o meu cuzinho, acariciou, molhou-o na minha xoxota e lubrificou; senti que as suas calças estavam sendo abaixadas e um pau quente, muito quente, encaixou-se no cuzinho, que era a minha fraqueza; estiquei o braço, peguei o lubrificante na minha bolsa, entreguei-lhe; estava claro que eu adoraria lhe dar aquele buraquinho; facilitei o máximo que pude e em poucas tentativas senti o seu pau me penetrar; foi entrando devagar rompendo as preguinhas, senti um delicioso ardor e invadiu-me sem cerimônia; estocou várias vezes, senti o seu hálito na minha nuca, suas mãos nos seios, na xoxota, o grelinho gemendo de tesão; entrou e saiu várias vezes; a cada estocada eu dava uma gemida profunda de agradecimento e de prazer; finalmente o seu gozo; farto, quente, em jatos; gozei, gozei nos seus dedos que em seguida colocou na minha boca; senti o sabor, o perfume do meu gozo; sentindo aquela vara maravilhosa ainda todinha no meu cuzinho perguntei;

- Você não vai me possuir ?

Tirou o pau, virou-me, beijou-me deliciosamente, carregou-me ao sofá, colocou uma camisinha e penetrou; penetrou com carinho; senti a minha xoxotinha receber toda aquela maravilha e lhe disse no meu ouvido:

- Eu tinha certeza que o meu cuzinho seria teu.

E acrescentei:

- O cuzinho, a xoxota, tudo. Peça, peça e terás para sempre.

Recebi seus lábios nos meus selando o nosso trato; único, eterno, indissolúvel.

[email protected]

Comentários

17/11/2009 20:00:20
sensacional

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


filho dopou sua mae e fudeu ela dormindo cantos eroticocarolzinha santos com muito putaria trepanoMais carentes enrabadas por filhocanalha tirou sangue da bucetinha virgemcontos gays tio e sobrinhoContos de cornovi minha irma dormimdo pelada e fiquei com tesao nelacontoseroticos encochando minha norachupando buseta labefo pasda mso bocsContos Gays Sobre Valentoes : Casa Dos Contoscontos boquete pagamento.dei o cu pro cachorro e acabei engatadocache:I20bmnqm678J:gtavicity.ru/texto/2016115 vizinha lactante contosconto com putinha novasfugio da aula para da buceda e leva gozada tendroconto erotico de urso motoqueiro aregaçando o novinho saradinhoesposinha depravada seduz velhovidio de novinha bricano de saia curta com a molecadamarido segura as mao da esposa para o amante enfiar o braço na nuceta dela enquanto ela grita de doreu conto cunhada casada ver o cunhado de pau duro e fica loucavidiopono tia bota pra chupacontos de desmaiei na pica grande de meu irmão no meu cucontos lesbicos e penitencia no conventoflagrei mamae com irmaoarrombando.o cu da deisy a forçatrês machos rasgando o c* da n***** pedindo mais v**** dupla 300 e relaxada aberta chupando sem parar na boca v****cadelas casadoscontoszoofiliacutucando buceta de cadela com dedo zoofiliaporno mulher chamando o marido de corno chifrudo pinto mole falado palavrao nuacontos eroticos entre jovens irmaos gemeoscomendo a coroa gostosa loira e barriguda e ela xingando palavrãoVer contos eroticos de pai comendo a buceta virger da filhaporno pai brincando de fazer cocegas na filhagaroto hetero. Hetero na prisaomulher tira prega do cu do macho com straponxv minha tia tem abusetas graandecontos eróticos gays cracudomulheres bostas scatliberalina vadia traído foi filmadacontos eroticos usando camisola pro meu filhovanessa traindo com irmao do corno douglas spcontos cu da tiaele e meu bad boy e eu sou dele parte 10 casa dos contos dosprofessora gostosa da etec contos eroticoscontos eroticos/dois gorotos negros picudos fuderam minha namorada a forcabelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhapai fica pelado perto do seu filho lindo mundobichaXVídeos n****** com dente black power cabelo black power metendoputaria brasileira posicao frango assado pra salvar no celularXvideo comeu o cu da sogra bu CetonBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAporno duas amiga core do pau cabesudohomens balancando as bolas pornofrutaporno adoro bater punheta na calcinha da mamaesogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexocontos eroticos feminizaçao do garotinho maevídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhocontos eu e meu irmao fudemos a mamãemulher matematica com pau no cu e pedindo mais pornonegão barbarizou a novinha de bruços50 tons de gizxvidios outros puraiO vizinho safado do 205vidio menina batendo uma siririca vendo padastro tomando baiopornozinho.irmao.da.pica.gigante.mente.na.irmaS-&-w- Casa Dos Contossogra fagar gero de pau durohomem nu vi fugindo de cachorro dentro de um quartos com uma mulher so com a vaginas do cu de fora aí eles fazem sexopapai tirou sangre do cu da filinha peituda ponucontos eroticos varios homens arrombaram meu cux pono de bundas arotando galacontos eróticos meu genro me pegou traindo meu maridovideos caseiros comendo esposa logo cedo videos para baixar escorrendo porraporno levou finha poamigofodie cusao do meu entido bundao pornobem quietinho cornitude