Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O executivo da fundação e eu

Autor: Valtinho
Categoria: Heterossexual
Data: 17/11/2009 18:46:26
Nota 8.00

Eu sou advogada formada há alguns anos e com bastante experiência em diversos ramos do Direito; tinha junto com uma amiga formada em Publicidade uma empresa que organizava eventos e promoções na área da assistência social e esportiva para órgãos públicos, especialmente prefeituras; eu cuidava dos aspectos jurídicos e a minha sócia da parte comercial e demais obrigações.

Eu vivia numa fase difícil no meu casamento; o meu marido tinha aderido à demissão voluntária no seu emprego e não conseguia outro; ficava diariamente me aborrecendo, mal humorado, ciumento, reagindo mal a cada telefonema profissional que eu recebia eventualmente na minha casa; perdeu o interesse sexual por mim e me deixava na maior vontade; eu estava naquela idade em que o sexo era indispensável, que vibradores mal aplacavam o tesão; eu já tinha trepado com a minha sócia numa tentativa de me saciar e tinha sido mal sucedida; a experiência não tinha me agradado, muito embora ela fosse expert no assunto. Cheguei a telefonar para alguns casos anteriores buscando pelo menos uma trepada que me acalmasse, mas também foi infrutífero; nem sempre o amor antigo responde. Em resumo, eu andava extremamente carente, tesuda; louca para foder com alguém.

Fomos procuradas por uma Fundação sediada na Capital oferecendo-nos uma parceria comercial nesse ramo; iniciamos as tratativas via email, fax, telefonemas; o acordo rapidamente foi-se desenhando e chegou o momento de uma reunião formal para fechar a parceria; o meu contato era um executivo que me tratava ao telefone com extrema cordialidade e respeito, uma voz grave e muito sexy deixando-me sempre com uma grande curiosidade sobre o seu rosto, o seu corpo; eu já havia me masturbado imaginando o pau que acompanharia aquela voz. E, pior, eu tinha uma tara enorme para finalmente dar o meu cuzinho pela primeira vez para um homem que me seduzisse totalmente, que me tratasse como gente, como mulher; para mim o meu cuzinho era uma jóia rara que eu somente deveria entregar a quem o merecesse, o conquistasse; e aquela voz deixava o meu cuzinho piscando, em ponto de bala; eu me masturbava imaginando-me sentada no seu pau, sentindo-o penetrar na minha joinha. E cúmulo dos cúmulos, andava com lubrificante na minha bolsa sonhando com o momento em que finalmente seria enrabada.

E o dia chegou; reunião marcada para o nosso escritório as 10:00 horas; aprontei-me, depilei-me, maquiei-me e aguardei; pontualmente o executivo adentrou a recepção; a secretária o encaminhou à minha sala e quase desfaleci; um tremendo coroa, meia idade, bigode e têmporas ligeiramente grisalhos, alto, moreno claro, vestido impecavelmente; a minha xoxotinha molhou de imediato, o cuzinho piscou; aquele macho à minha frente, era só o que eu estava necessitando. A minha sócia chegou e a reunião começou.

Tudo o que eu imaginava naquele executivo estava se realizando; e a cada olhada que ele me dava nos olhos eu o imaginava nu, pau duro na minha boca; a minha xoxota pulsava sem parar, eu sentia a minha calcinha se encharcando ainda mais; apenas com o seu olhar, a sua voz, os seus gestos, ele já estava me comendo. Que macho, que fodão deveria ser !!! E o cuzinho piscando feito louco, louco para ser deflorado.

E até a minha sócia que gostava mais de mulher do que de homem também estava inquieta; eu sentia nela uma concorrente em potencial.

Fizemos uma interrupção para o almoço; quando fomos ao banheiro lavar as mãos parei de repente na sua frente e recebi uma deliciosa encoxada;. educadamente ele desculpou-se e eu desavergonhadamente sorri, quase dizendo que queria mais, muito mais.

Almoçamos e retornamos a reunião até as 16:00 horas quando ele se retirou para a Capital, marcando retorno para a semana seguinte para a assinatura do contrato. Naquela noite o meu vibrador, meu inseparável companheiro, me saciou mais uma vez, inclusive invadindo o meu cuzinho, cada vez mais necessitado.

Passaram-se os dias e finalmente chegou a reunião tão esperada; com pontualidade britânica chegou as 10:00 horas; lemos os documentos, firmamos e estávamos prontos para o início dos nossos serviços. Fui ao meu barzinho e servimo-nos de uma taça pequena de vinho branco que guardo para situações especiais; a partir daí a conversa fluiu muito mais fácil; a minha sócia precisou se retirar para ir buscar o filho na escola e fiquei a sós com aquela tentação de homem; vestida com uma mini saia muito curta, uma calcinha branca que contrastava com o negro da saia, cruzei e descruzei as pernas uma centena de vezes; claramente o executivo sentiu as minhas intenções; e ele estava completamente a vontade, pois o contrato já havia sido assinado e a obrigação profissional daquele dia cumprida. Sem pressa de ir almoçar ou retornar à Capital foi ficando no sofá e a minha xoxota já estava maluca; sentia escorrer pelas minhas coxas o meu lubrificante natural e se ele quisesse eu daria pra ele ali mesmo; eu estava completamente enfeitiçada. O pessoal saiu para o almoço e ficamos a sós; ofereci-me desavergonhadamente e pelo brilho do seu olhar e o passar de língua sobre os lábios, ele aceitou; fui até o bar buscar mais vinho e ele veio por trás; posicionou-se atrás e me deu novamente uma encoxada; deliciosa, demorada; calmamente beijou a minha nuca, as minhas orelhas, suas mãos percorreram os meus seios; esfregou o seu pau na minha bunda, rebolei, senti o seu calor, a dureza do seu pau; tentei me virar e ele não permitiu continuando a me encoxar e lentamente foi empurrando a minha nuca para a frente e puxando a minha bunda ainda mais para o seu pau; quando me apercebi já estava apoiada com os cotovelos na minha mesa, a curtíssima saia levantada, a sua mão acariciando a minha bunda, suas mãos tirando a minha calcinha, e alisando o meu reguinho; um dedo achou o meu cuzinho, acariciou, molhou-o na minha xoxota e lubrificou; senti que as suas calças estavam sendo abaixadas e um pau quente, muito quente, encaixou-se no cuzinho, que era a minha fraqueza; estiquei o braço, peguei o lubrificante na minha bolsa, entreguei-lhe; estava claro que eu adoraria lhe dar aquele buraquinho; facilitei o máximo que pude e em poucas tentativas senti o seu pau me penetrar; foi entrando devagar rompendo as preguinhas, senti um delicioso ardor e invadiu-me sem cerimônia; estocou várias vezes, senti o seu hálito na minha nuca, suas mãos nos seios, na xoxota, o grelinho gemendo de tesão; entrou e saiu várias vezes; a cada estocada eu dava uma gemida profunda de agradecimento e de prazer; finalmente o seu gozo; farto, quente, em jatos; gozei, gozei nos seus dedos que em seguida colocou na minha boca; senti o sabor, o perfume do meu gozo; sentindo aquela vara maravilhosa ainda todinha no meu cuzinho perguntei;

- Você não vai me possuir ?

Tirou o pau, virou-me, beijou-me deliciosamente, carregou-me ao sofá, colocou uma camisinha e penetrou; penetrou com carinho; senti a minha xoxotinha receber toda aquela maravilha e lhe disse no meu ouvido:

- Eu tinha certeza que o meu cuzinho seria teu.

E acrescentei:

- O cuzinho, a xoxota, tudo. Peça, peça e terás para sempre.

Recebi seus lábios nos meus selando o nosso trato; único, eterno, indissolúvel.

[email protected]

Comentários

17/11/2009 20:00:20
sensacional

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos levei minha mulher pra fuder com o kid bengalaconto incesto sempre que vejp minha irmã fico de pau duro e ela cheia de tezaoconto erotico pedreiro mauropatricia de faculdade gostosa gemendo muitocontos sinhozinho mamou meu grelinhocontos me comeu a força e eu gosteiso contoseroticos completos no sofa do padrinho maria alice deu ate o cuzinhoxvídeo a novinha tomar esperma do joelhinhoPoliciallindo tarado fudedorSo putinha chupando rolas de 16centimetronegao pega a loira gostosa de conchinha e corno adoravideos de zoofilia mulher tarada por um jumento desmarcadovídeos pornô certinho não quero nenhum errando dando errado por favor obrigadaContos eróticos gay iniciação sexual na infânciaporno comendo em dois e explodindo cu ea buceta da novinha atéh ela cagarcontos de sexo depilando a sogravídeo da pelada gostosona morena aquelas bem gostosa e morena e bem gostoso se tu não fazer carvãoconto erotico com nora puta e gostosaContos eroticos irmã gêmeasua tia nao aguenta esse pirocao contossoca no meu rabo na buceta e goza na minha boca video pornôXVídeos minha esposa queria dar para o negão mais da metade da metade podendopunheteiras vadias sujas socandocontoprimeirafodagritei quando ele botou na minha bucetadeflorador de gatinhas taradasfotos menina de 15anoa mostrando agozada na busetamartinha safadinhafotos de mulheres com camksinhas nas bucetascorno puxa o grelo e mamaeu perdi a minha virgindade com ca ca pica de 40cmcasada fodechamando o nome do comedor porno portuguêscontos eroticos de meninos gay perdi a aposta no video game e o cabaco tambempirralho pauzudo contosmorena sendo arombada por rola de40centimetros entra todinhaconto estorei o cabresto na punhetamulher chupa gostoso com o dente encavalado pornoxvideos. buçetá de eguavideo pornor espetacular com mulheres ki sao loucas por homem de pica gigantenovinha dando.uma segirada na piroca do primo no quartoDe_chefe_a_amor_da_minha_vidacontos erotico pegando a mulher no flagraContos erotico iseto tia e subrinhocontos eroticos pagando a dívida a forçahomem chupando mulher que cor de roupa que insistir vídeo soca peladaporno meninas cortido asferias brasilconto minha tia tesuda peladacuiada fudedo com xortiu de dormivi minha namorada branquinha virgem sendo fodida por um velho pauzudo/contos eróticosccontos eróticos incesto fudendo novinha virgem inocente faveladaContos eroticos me vinguei da minha esposa e comi dois cuzinho finalContos chantagiei minha irmazinhaminha irma chorou quando tirei seu cabacinhoconto garotinho de sorte tranza com vizinhabelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhaBusca por contos de marido traindopai t***** atola a rola no c* da colegial r*****menina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregascdzinha virei empregadinha de um senhorasistir sexo completo brutal chupadas na bucetas uiiiiiiporno sobrinho vai dormi mais tia e fica de pau duro embaixo do lencouporno aaii taduedo seu pau e groso ei fia tudo gosa ladentro eu quero caga sua porraporno de mulheres tentando fiji de pica grandeporno marido esguelha a garganta profunda da esposa e gosa no fundorelato quenquinha velha Ninfeta ansiosa para exprimentar negão de pissa grande e grosso e fica toda arrombadabrincando escanchada contos pornocasado tem tesão em mamar cine porno spminha esposa saiu comigo sem calcinha so pra me provocar meus amigosxvideo novinha gostosa tesão daquela P9quero ver vídeo de sexo com mulher transando com outras mulheres usando aquelas picas de borracha de elástico sem garfo e comleitinho do titio contos inocenteschule contoconto porno minha mulher foi ao cabeleireiro depilar a buceta e o cuAdulta criando pentelho na bucetaNegrao fundeno com outro negraoPorno sexo gemido de prazer de esfomeadas com pauzao gostosoo caralho era tao grande e grosso que quase desmaiei com ele dentro do cucontos vi minha mae caga no pauzao do negaoporno contos apalpada pelo tio do maridocontos eroticos feminizaçao do garotinho maehttp://www.homoprazer.blogspot.com.br/buceta nua com pintei moicanocasei com um velho brocha mas levo machos pra casa contos eroticosdotado se a mão no cu da vagabunda tá depositei o pintoquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidaswww.x10 porno incesto mãe e filha obrigando ao filho para transar com elasquero ver video da a mulher memesia a buceta o cucontos eróticos iniciada por minha tia