Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Comi a minha aluna de boxe

Categoria: Heterossexual
Data: 17/12/2009 04:55:30
Nota 8.00
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Galera, este é o meu primeiro conto espero que vcs apreciem.

Meu nome é Douglas, tenho 29 anos e sou professor e lutador de boxe e Muay Thay. Dou aulas numa conçeituada academia do Rio de janeiro. Modéstia á parte, tenho um belo tipo físico, adquirido aos longos anos de treinamento e de musculação, mas vamos ao conto.

Apesar de saber que de certo modo, os professores de academia em geral tendem a despertar nas mulheres das academias uma certa admiração e até uma certa atração, sempre procurei manter a minha postura profissional em 1º lugar. Sempre trabalhei com diversos tipos de alunos, desde jovens, á pessoas de idade avançada.

Um belo dia, estava dando aula, nossa turma estava com cerca de 19 alunos, apareçeu na porta da sala de lutas, uma Linda mulher. Loira, olhos azuis, Luciana. Corpo bem delíneado, cabelos escorrídos naturalmente, querendo falar com o professor.

Me apresentei a ela e conversamos sobre o método de aulas (ela estava procurando uma atividade aeróbica para poder ficar com o corpo mais definido, apesar de eu achar que ela não precisasse!) e ela ficou de apereçer no próximo treino. Tentei manter a postura profissional, mas não tinha como não ficar estonteado com a beleza daquela mulher, que trabalha como comissária de bordo.

Ela começou a treinar conosco, e sempre fazia questão de me chamar para que eu a desse atenção especial. Tudo ocorria normalmente durante quase 02 meses, até que um dia, na porta da academia, conversávamos sobre alimentação e falei sobre um Risoto que tinha feito pra mim e ela tratou logo de se convidar para Jantar comigo um dia. Pra ver se eu sabia cozinhar mesmo ou se era só conversa fiada.

Marcado o dia, fiz um Risoto de Camarão e coloquei um Bom Vinho Chileno no Freezer, um Cabernet Sauvignon. 21h00 e o telefone toca, era ela que já estava lá em baixo do meu prédio, fui busca-la e lá estava ela, linda como nunca, um vestido curto, de salto alto e cheirosíssima.

Subimos, serví o vinho, e ela se acomodou na mesa. Serví o jantar e ela falou que realmente estava delicioso. Ainda falou que á tempos estava querendo provar meu tempero e que a matricula no boxe foi só uma desculpa para poder se aproximar de mim.

Aquilo me estremeçeu por dentro, trazendo á tona todo desejo contido por aquela mulhar maravilhosa, não resistí e lhe tasquei um beijo, longo e quente na boca. Nossas línguas pareciam querer se degladiar tal era a nossa fome e atração.

Fui beijando o pescoço dela, enquanto baixava a alça de seu vestido. Ela tirava minha blusa e desabotoava minha bermuda procurando famintamente meu membro que já estava explodindo a cueca. Quando o vestido caiu que visual: uma langerie preta estilo Vitória Secreet contrastava com aquela pele alva e macia.

Ela abocanhou meu membro com um misto de fome e delicadesa, tratava como um brinquedo que tinha acabado de reçeber. Passava a língua na cabeça bem devagar, percorria toda a extenção do meu penis e fazia movimentos de aspiral. quando estava quase gozando ela pediu para ser penetrada, queria me sentir dentro dela.

Ainda não era a hora, afinal tinha que sentir o gosto daquela fêmea. Tirei seu soutien e abocanhai aqueles seios, lindos, redondos e pontudos como uma criança faminta pelo leite materno. Bicos rosados e cheirosíssimos. Aquela mulher transpira prazer.

Percorrí pela barriga até chegar na sua virilha. beijava suas pernas percorria até os dedos dos pés e retornava até tocar sua vagina pela calcinha que já estava totalmente encharcada.

Tirei sua calcinha com a boca e me deliciei naquel parque de diversões. passava minha língua em toda sua extensão, percorria os grandes lábios e fazia movimentos circulares e bem suaves no seu clitóris, até que ela gozasse por duas vezes na minha língua. Luciana já me implorava por uma penetração e eu coloquei suas pernas em meus ombros e fui penetrando bem de vagar, enquanto com uma mão acariciava seus seios, a outra acariciava seu clitóris. Ficamos nesta posição por cerca de 20 minutos, quando ela pediu para ficar de quatro.

A penetrei de quatro até qua ela pudesse gozar pela 3ª vez. Passei a língua no seu rabinho rosado e coloquei um dedo, depois dois dedos para que ela fosse se acostumando.

Dei mais umas 3 estocadas naquela boceta linda para dar uma lubrificada e fui colocando meu pau aos poucos até ela se acostumar. Para minha alegria ela pedir para eu estocar com força e pressão. Penetrei com toda vontade até sentir minhas bolas baterem naquela boçeta. Quanto ia gozar ela pediu para eu tirar porque ela queria que eu gozasse nos seus seios. Dei jatos com tanta pressão que pareçia até um chafariz de tanto prazer que estava sentindo. tomamos banho juntos e fomos agora para o quarto, afinal toda esta transa maravilhosa tinha acontecido no sofá da sala. transamos atá ás 04 da manhã, quando ela finalmente dormiu nos meus braços. Tenho que confessar que estou adorando poder continuar dando aulas naquela academia até hoje.

Comentários

09/03/2010 01:06:20
Oi, legal seu conto. Me adc no msn se gostas de loira. Pena que na minha academia não tem um professor como vc! bjks - meu msn [email protected]tmail.com
17/12/2009 09:19:47
sensacional, incrivel, quase gozaei nss calças tabem pudera tu e muito gostoa

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos chupador de xoxotaEle me fodeu gostosocontos de putaria sou puta de dois primo negroXvideo comeu o cu da sogra bu Cetonconto comi a coroasexo com mae vadia potuguesa fuder com filhomundobicha ver tres brasileiros novinhos se cumendo em casaraonegona rindo com uma boconaminha colega foi estuprada por tres piçudos e gozaram dentro delacontos eroticos sou safada mostrei meu cu para amiga como estava largoboquete da minha prima no meio da lavourra de cafe pornovidios oque casadas safadas fasem de gostoso de supresa pro maridoFamosos cafuçu no braco todo nu peladoasisti filme de porno de graca e sem se escreververxvidios outros purai favoritoscontos eróticos comi a sogra a noitecontos eroticos meu padastro tirou meu cabacinho e alem de fuder minha bucetinha novinha agora ele tambem fode o cuzinho do meu irmaozinho bem novonhominha irma me pegou batendo punheta e contou pra minha mae acabou que teve que transar comigocristina loirinha sem juizorealizei minha fantasia com meu tio e seu amigo negâoporno com baby boneca ecesto pai velho tarado e pausudocâmeras escondidas que estragaram Anitta dando a bucetaincesto tio tirando virgindade da sobrinha de dez anos no semáforocontos sexo pecado incestuosoWww. faveladas fazendo sexo na promiscuidademeu filho mais velho fica excitado ao me ver dando de mamar o bebe.ver videos de travestis dotadas acariciando o penis dentro da roupaPage coletanea de video coroas masturbando gozando escorrendo melzinho galatarado convenceu so passar o pau no grelinho virgen da filhinha e enpurrou tudoapalpando o roludo no rodeio sexopornoantigonovinha.comContos sobre beijos e podolatriavideo porno inedito de mulher gozando descontrolada no vibradorcontos de casadas pedindo ao marido pra realizar suas fantasiascontos porno de incesto, interior da bahia com o irmao acidentado de moto, contos pornominha mae e a travestis contosvideos de sexo brasileiro olha o tamanho dessas meninas ainda nem naceu pelo na bucetinha metendo com pauzudo cvilmer pornocontos eróticos de loirinha dp interracialmulher sadica conto eroticonovinho cabaco de 15 menino sendo pego pelo tiozaotrai o meu maridojogando video game pelado conto eroticodei a buceta na bicicleta contos eroticosporn bumbum peito enpinadinhos de mae filhaxvideo muilher surpresa nxvideo sexo u buracumelhoor jeito para chupar um cuzinho pornovideo porno botei meu pau ate as bolas na boca da tiabaixar vídeo pornô pai pega filha comendo o c* dela ela grita de dor pede que não iria estoque o c***** delavideo porno cavalgada forte so loiras em cacete de 30cmvideo da minha jeba arrombando o padrecocontos eróticos san e dean incestomorena cavala irresistivel não bater punhetanovinha dando a xota papuda pro primo dormindopenetração forçada do pistoludoContos erticos irmas gulosas mamando na pirocona dos seus irmaos em uma orgia na piscina de casaela cagou no meu pau conto eroticocontos eroticos caguei no pauvideo porno pega secretaria bricando ca xoxota na livrariavidio page novinha tomando banho gostoso na fasendaContos irronicos fodendo a minha namoradomalandro se asusta com o tamanho da buceta da novinha bebadazoofilia veterinaria tendo orgasmo com cavalocontos eroticos menino esfolo minha esposapornodoido comendo aminha madrasta emcanto eladormirmorena cavala irresistivel não bater punhetacontos eróticos uma vida incestuosa como tudo começou pt 3familia sacana xoxota zerada da filhotaContos eroticos de mae da banho filho com braço e perna quebradacontos eroticos o carroceiro e as enteadasxsvideo de porno casero itiada fudeno com padrasto armadoempurrando opau bem devagar na bucetinha virgen