Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Minha enteada é minha enfermeira

Autor: BAIXADÃO
Categoria: Heterossexual
Data: 09/01/2010 10:53:59
Nota 8.78
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sou desses homens que, aonde chegava, chamava a atenção das pessoas pelo meu porte físico de atleta (1,90 m e +- 80 k), As mulheres davam em cima. Namorava já a uns anos com uma mulher de 45 anos muito bonita com um belo corpo. Tem uma filha de 25 anos técnica de enfermagem uma loira linda como a mão só que mais nova uma gordinha com tudo no lugar delicia de mais, toda gordinha mesmo pernas, bunda, braço, barriga e um peito que só mesmo quem tem a graça de ver para fala bem.

Ela quase sempre nos via discutindo. Ela se colocava sempre no meu lugar e acabava e sempre acabava falando... Se eu fosse homem como ele ia traçar todas as mulheres da cidade mesmo. Ela sempre ouvia das amigas muitas fofocas de mim... Eram festas, bailes, shows em companhia de belas mulheres. Ela sempre comentava comigo sobre o que tinha ouvido alguém falar, e ela, sempre sorrindo, dizia que: o negão é lindo novo o cara é tudo de bom mesmo, tinha era que aproveitar a vida ao máximo. Sofri um acidente com minha moto fiquei mal um pouco.minha enteada mesmo tendo a profissão de técnica de enfermagem não podia me ajudar muito ali onde eu estava porque não era onde ela trabalha. Mais ela foi ficar comigo para mãe dela ir trabalhar, minha enteada tinha mais tem. Eu estava sedado mais dava para saber o quer rolava em minha volta, ela teve a curiosidade pra saber onde eu tinha levado o os pontos na perna e levantou o lençol que cobria minhas pernas até a cintura... Da cintura pra cima eu estava enfaixado. Assim que levantou um pouco o lençol notou que eu não vestia nada por baixo e ficou na dúvida se devia continuar ou não... Mas a curiosidade foi maior e por alguns segundos ficou olhando o local onde estava um enorme curativo e meu pinto descansando no meio das minhas pernas. Quando entrou uma enfermeira ouvi ela pergunta bem baixinho como eu estava. A enfermeira falou assim... Seu pai deveria demorar ainda umas duas ou três horas pra acordar mesmo mais que ela poderia fala comigo que eu mesmo mostrando esta mal eu na verdade esta ate melhor do que mostrava que eu estava ali assim na cama devido os remédios mais que eu ouvia e sentia tudo só não teria força para abri os olhos ou fala. Assim que ela saiu ouvi minha enteada tranca a porta sentia alguém parado olhando para mim ouvi ela fala assim será que ele sentiu eu levantar o lençol ai meu deus o que ele vai pensa de mim sou praticamente filha dele...logo A curiosidade foi tanta que senti o lençol levanta de novo, pior ou melhor senti ela levantando um pouco meu pinto, ficou admirando aquela cabeça arroxeada vendo até o buraquinho de onde saia o xixi. Ela sabia o que estava fazendo era uma coisa bizarra, mas, ela me contou que naquele dia sentia sua xoxota umedecer, que ela estava tão afim que se lembrou das fofocas que sempre ouvirá as amigas falarem de mim. Então ela levantou a saia e tirei a calcinha colocando-adentro da bolsa. Voltando a segurar o meu pinto com a outra mão ficou tocando na xoxota... Não satisfeita abaixou um pouco e com todo cuidado encostou seus lábios naquela cabeça roxa e introduzi seu dedo na boceta. Mas logo se arrependi do que estava fazendo e colocando o lençol no lugar deitou no sofá e acabou cochilando. Acordei com uma vontade de urina. Eu a chamei e, após ela dar um beijo, pediu pra chamar a enfermeira que estava com vontade de urinar. Ela apertou um botão e após uns cinco minutos, sem que aparecesse ninguém; ela mesma pegou o papagaio (espécie de urinol com um bico) Como eu não podia se mexer por causa do ombro falei. Tenta chamar novamente a enfermeira, filha, ela está acostumada a fazer essas coisas!... Ela fala... Eu também pai eu mesma vou ter que ajudá-lo. Mesmo com meus resmungando ela levantou um pouco o lençol e colocando o papagaio segurou meu pinto no bico do urinol e logo ouviu o barulho e a cara de alívio que eu fez... Depois de algum tempo ela tirei o papagaio e segurando ainda meu pinto pegou uma pequena toalha e lentamente passou senti a começar a crescer e ficar duro: Pai!... Que assanhamento é esse?... Eu sorri: Você tem uma mãozinha tão delicada que vou te chamar toda vez que quiser fazer xixi!... Mas precisa ficar com ele duro assim?... - Isso eu não consigo controlar, e se você continuar segurando vai ficar pior ainda!... Ela estava fascinada com o tamanho, mas teve que largar e cobrir novamente com o lençol senti que a perereca dela si contraiu toda assanhada! Como estava tudo bem comigo ela foi dormir em casa e no dia seguinte voltou pro hospital. Soube que ia receber alta. Já instalado em casa ela passou a ser a minha enfermeira... Eu falei pô! Bem que podiam mandar uma enfermeira gostosona, já que sua mãe não pode.... Coitada pai minha mãe tem que trabalhar! Mais eu estou aqui para cuidar de você... Estou brincando filha, à tarde, ela veio trazendo uma bacia de água morna, que exalava um perfume gostoso e dizendo que ia me dar um banho... Fiquei um tanto desconcertado mais falei... Vou senti esta mão de fada de novo!... Ela olhou bem pra minha cara de safado e como também era bem safadinha (tinha por quem puxar sua mãe não ficava para trás em nada), logo tirou o lençol eu já estava de pica dura apontando pro teto, ela nem ligou e começou seu prazeroso serviço, molhando a toalha e esfregando toda parte do meu corpo que não tinha ataduras; comigo meio de lado ela me levantou até minha bunda (mais vamos pular esta parte kkkkk). Por final, segurando meu grosso pinto lavou bem meu saco e depois iniciei a limpar meu maravilhoso tronco passando delicadamente a toalha em toda a extensão fazendo meu eu mudar minha face de excitação. Pronto pai, agora você está limpinho e cheiroso!... Não me agüentei e falei... Filha! É uma delicia sentir sua mão nele!... Eu já estava um nossa... Seu safado, tá querendo que eu faça um carinho nele?... : Hummm! Seria ótimo, filha!... Ela começou lentamente um movimentar sua mão segurando firme... Quer que eu faça até você gozar?... Eu já gemendo: Quero filha! Faz-me gozar!... Foi aumentando a velocidade da punheta quando eu lembrei... Vou acabar sujando toda a cama filha!... Ela levando a boca... Não vai não pai! Não vou deixar!... Introduzi a metade daquela tora em sua boca sem se importar com o que eu pode iria pensar. E como uma louca, começou a chupar e punheta ao mesmo tempo, até me senti soltar meu gozo... Cada jato que batia na sua garganta ela engolia com um prazer que jamais tinha visto na vida. Ela terminou mais eu a puxava... Você fala que eu sou safado, mas você também é bastante safadinha, né!... Ela deitou do meu lado... E falou pai Sempre fui normal, mas sempre que ouvia alguém falando de seus casos com outras mulheres eu ficava com muito ciúme, imaginando você transando com elas!... Ela puxando minha cabeça e beijando levemente meus lábios... Pai posso dormir aqui em casa hoje?... Eu rindo... Mais sua mãe garota... Ela me contou que hoje não vem para casa vai ajuda uma amiga no trabalho e vai ficar direto à noite... Olhei pra ela fazendo uma cara de dúvida perguntando... Ah, não sei! Depende do que se passa nessa sua cabeça de tarada!... Ela sem meios termos: Quero ficar peladinha deitada aqui do seu lado!... Abri um largo sorriso sentindo meu pinto na hora falar que sim... Vou ligar pra minha mãe e confirma mesmo, com tudo certo ela tomou um banho e enrolada numa toalha entrou no quarto me deixando louco já eu mais que depressa falei... Tira a toalha filha, deixa ver seu corpinho, deixa!... : Só se você fechar os olhos pai!... : Já fechei os olhos!... Abri e quando eu abri ela ficou segurando a toalha como se ela fosse uma asa... Puta que pariu! Como você é gostosa, deixa ver o seu traseiro!... Ela jogou a toalha sobre a cama e virou as costas pra eu ver... Caraaaalho! Isso não é só uma bunda, isso é um manjar dos Deuses! Vem aqui com o papai, vem! Deixa chupar esses seus peitinhos!... Ela subiu na cama e levou seu peito até sua boca eu como uma criança mamava sugando o biquinho e com minha mão que estava livre levei-a na xoxota já a encontrando babada de excitação... Sobe aqui e deixa eu provar o gosto da sua bocetinha!... Ela subiu colocando uma perna de cada lado da minha cabeça e fui arriando até sentir minha língua na sua xoxota. Segurando na madeira da cama ficou movimentando o corpo fazendo a xoxota deslizar sobre minha língua fazendo todo seu corpo arrepiar... Ela Ai pai! Aiiiii! Não agüento mais, quero seu pau, quero seu pau!... Ela foi chegando à bunda pra trás e logo que senti meu pinto segurou e com muito cuidado com minha perna enferma foi botando sua boceta sobre ele... Ela arriou o corpo e quando senti a cabeça abrindo sua boceta teve que rebolar muito pra fazer os lábios da sua xoxota escorregar sobre aquele grosso tronco até chegar perto do saco. Como ela não podia sentar sobre a coxa machucada tive que controlar a altura subindo e descendo sua boceta... Que gostoso filha! Oh, oh, oh!... Ela estava enlouquecida por estar transando com seu pai que quando começou a ter o orgasmo foi direto em minha boca beijando e mordendo meus lábios numa tara que nem eu imaginava. Quando eu gritei pra sair que ia gozar, ela pegou rapidamente sua toalha e ficou aparando todo seu gozo. Dormi ao seu lado e só acordei no dia seguinte com a campainha tocando... Ela me cobriu e correndo pro banheiro me vesti rapidamente pra abrir. Quis deus ou algum santo muito bom que fez a mãe dela fim com muita bolsa da rua e não ter nem como baixa para pegar a chave de casa. Tudo indo bem minha mulher em casa mais tava contando os dias para minha mulher esta de serviço. O dia chegado minha filha entra já bem alegra para dar-me novamente um rápido banho e falou... Espera-me assim meu homem. Ela foi pra faculdade. Saiu da faculdade e voltou pra casa doida pra dormir novamente comigo por que de novo sua mãe ia ajudar a amiga e trocar de hora com ela, mais ai tinha coisa mais nem liguei ia dormi com a filha dela mesmo estava bom também. Mais esta noite foi melhor ainda ela tirou as ataduras, eu foi adquirindo novamente minha mobilidade normal nosso sexo passou a ter mais pegar, fiquei com mais garra. Então eu logo chupando muito sua boceta e com ela de quatro como uma cachorrinha socando meu pau na sua xoxota a fazendo gozar muito. Eu tinha a mania de, na cama, beijar e elogiar muito a bunda dela... Ela não queria, mas muito safada, acabou deixando... Ah pai, você fica aí beijando minha bunda, aposto que tem vontade de me pegar por trás, não é?... Eu beijando e apertando as nádegas... Você nem imagina como sua bunda me deixa louco!... Ela empinou a bunda... Vai ser a primeira vez pai, vai com cuidado, tá?... Eu fiquei todo contente... Claro, filha! Vou fazer com todo carinho do mundo!... Eu abri a nádegas e passei a beijar dentro do seu rego e quando ela sentia os lábios sobre seu ânus fez uma coisa que jamais ela podia imaginar... Coloquei a ponta da minha língua passando no seu buraquinho ainda virgem como se quisesse entrar pra dentro a deixando toda arrepiada... Com meu ânus bem molhado com sua saliva pai come, eu a puxei pela cintura a fiz ficar de quatro e colocando minha piroca na portinha do gol dei um solavanco que senti seu rabo sendo arregaçado envolvendo aquela coisa grossa e dura... A ardência que ela sentiu deu mais prazer ainda sentindo centímetro por centímetro da minha pica a penetrando... Inexplicavelmente a dor deu esta socando o pau no seu rabo a deu tanto tesão que consegui gozar sem ter nada encostado na sua xoxota. Que despejei toda minha porra dentro dela, ela ficou rebolando no meu pau até eu terminar... Ela passou a gostar de dar também a bunda pro seu pai. Hoje ela é casada, feliz e faz seu esposo feliz... Mas, mesmo assim ela da um jeitinho de lembrar os velhos tempos.

Claro tenho que contar o que descobri para vocês. A mãe dela minha mulher não estava trocando a hora com amiga nem uma, ela estava dormindo era em um motel.

Mais não era com ninguém ela tinha tramado com a filha para curti isso junto comigo e agora com ela também mais isso é para outro dia amigos.

Comentários

25/07/2015 11:21:35
Adorei
09/12/2012 14:09:17
Nossa que tesão de conto, vc me mandou uma mensagem muito leggal sou MORTIÇA egostaria de entrar em contato com vc, me mande um e-mail ou msn, beijo, meu doentinho querido.
29/06/2011 22:35:57
10/01/2010 17:31:21
Bom
09/01/2010 17:18:38
Quem está escrevendo você ou ela???
09/01/2010 16:34:54
bom
09/01/2010 13:30:12
ncrivel, quem diria hein
09/01/2010 12:05:52
Bom conto embora nao faça bem o meu tipo, mas o desnvolvimento leva-nos a fim de um orgasmo bem saboroso.
09/01/2010 11:38:10
Nossa seu conto me deixou muito molhada, amei muito e sempr vou lembrar de vc e fui lendo imaginando meu pai, parabéns. so não gostei de uma coisa que vc se pois todo gostoso no incio, um beijo, nota 10

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos namorado de mamãe tem piça ggFOTOS DE FODA RIJA NEGRAO BIGporno mulheres q bota sainhas curtinha para pega onibus lotado sopara ser fufidacontos eróticos mulher dividindo o marido com gayad bucetad mais petfeitas do mundovideo baixou a blusa e mamou nos seiosjuliana de bonanca fudendo pornovídeo de pornô doido rapaz regaço a b***** da mulhervídeo pornô tia da peruca da carinha de anjo dando o rabocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosempresario comedor de casadas cssa dos contos eroticosXVídeos as novinhas de calça folgado na fila do mercadocontos eroticos fudendo uma meninha bem novinha da bucetinha lisinhaescandalosa fogosa e gulosa tomando tapa na bunda pornô doidovideos gratisminha esposa virou putinha dos meus amigosconto anal orfanatoconto eroticos palmada contos de sexo depilando a sogracontos eroticos com dean winchesteriniciando um viadinho contofotos padrasto come cu da emteada pau gigantecontos eroticos fudeno a novinha de 17aninhospapai super dotadoxvidiosprimos boqueteiros. Tomei o leitinho do meu primo gueizinho pornosogra fagar gero de pau durovocê vai realmente para o Quartel eu tava até 9:00 da manhã online qual foi tava no quartel mesmoXVídeos gay com truculênciacontos eroticos feminizaçao do garotinho maebaixar vídeo pornô pai pega filha comendo o c* dela ela grita de dor pede que não iria estoque o c***** delasexo conto erotico semem embuchadaXvidiocomendo a novinha sem.ao menos tirar o chorte dela bebi demais minha esposa deu pra . outro contos eroticoscache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho acompanhando que Rominho ligouincestocrentecontos eroticos a amiga da minha irma rabudaadorei picao do papai na minha bucetinhayoutube tarado comeu novinhas mobilizado sexaul tirado a roupa nuasporno tia se destraiu e sobrinha ninfeta chupou o seu maridovideo porno botei meu pau ate as bolas na boca da tiaTurbo negro contos gays.vídeos pornô de loirinha bem gostosinho socando o dedo no c****** cabeludoputas brasileiras bucetas rasgadas zoofiliapornoxvidio patroa provoca so toalha rola nelagostosa chifrando corno com seguranças na festa contos eroticosvibrando paz e do negão no sexo anal f*** sobrecontos mae filho lambe cona esporradaVer garotos com 16 cm de picauma mãe vai para o quarto de um filho ainda quando ele ver com p******* abre a sua oxente e chupa o pau dele pornôcontos eroticos de mulher de manaussexo com homens islan aforçando mulher gostosaconto gay cagando reformaconto erótico lambida na buceta calcinha de lado língua tremeuvídeo de pornô doido rapaz regaço a b***** da mulherContoerotico Professoragozadamin engravida amor porno sacanamarido e mulher tomando banho na praia mulher veio um negão bem dotado e sai Escondidinho para dar uma com negão2 comedor do pintao sacaneia casada do rabaopalavroespornobrasileirasConto erotico meu cabaco arronvado pelo velho do pauzaovelho tarsdaomeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesmarido tranza com espoza no acampamento chega mais e tranza com ela contoscontos eróticos pular pulacontos gay baby doll rosadoce nanda parte cinco contos eroticoscontos eroticos minha namorada medindo o pau do dotadocontos eroticosdei meu bucetao para um pauzudocontos eroticos da secretaria crente e timidapornodoidocasal liberal cornocontos eróticos publicadoscontos eroticos seduzi professor na aula vaga e ele me chupousCovidei meu amigo pra toma uma cerveja em casa depois comemos minha esposa casa dos contosa tia zoofilia pegada no caocontos mulheres que gostam de cu de homemContos minha esposa negra bundudona no forro eu corno contocunhadacontoeroticovendo minha esposa se esfregar noutro macho no forro contos pornocontos de incesto mãe pede a filho que depois a Cona e o greloSocorro me apaixonei pelo meu filho sexo incesto videoscontos eroticos da secretaria crente e timidaconto erotico pedreiro mauro"gozou na testa do meu corno"velha descabaça a buceta na pica do cavalonovinhas.abrir.buzentaporno ela foi faser a unha dele e viu ele de pinto duro fragacontos eroticos climax daputinha dando pros amigos