Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Meu amigo revelou que a mulher dele me queria na cama

Autor: Rick
Categoria: Heterossexual
Data: 15/01/2010 09:56:57
Nota 7.40
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bom resolvi relatar uma HISTÓRIA, que aconteceu comigo.

Tenho um amigo de anos mesmo, nos conhecemos ainda na adolescência e seguimos nossa amizade, ele se casou primeiro que eu e com isto perdi meu companheiro de farras consequentemente depois de alguns anos também me casei.

A gente sempre se falava por telefone, e-mails, MSN e as vezes nos encontrávamos, depois de um certo tempo ele começou a reclamar do casamento, dizendo que as coisas esfriaram que ele iria se separar e eu sempre dando conselhos pra ele segurar a onda e assim foi por vários meses.

Em julho de 2002 foi o casamento de um amigo nosso numa cidadezinha do interio o Caio com a eposa Marilene e eu sozinho, pois minha esposa estava no oitavo mês da segunda gravidez e como esta gravidez estava sendo complicada ela ficou na casa dos pais. Chegamos numa sexta a tarde, fomos para o Hotel nos instalamos e desci eu e o Caio para um bar tomar umas. De cara o Caio tomou duas dozes de cachaça, enquanto tomávamos cerveja. O papo era o mesmo ele reclamando do casamento e bebida descendo, não sei se foi o efeito da cachaça, só sei que o Caio num instante já estava bêbado, foi quando durante as reclamações ele me contou que escutou a Marilene e sua cunhada Claúdia conversando e que nesta conversa a Marilene confessou estar interessada por outro homem e ele me contou até detalhes da conversa, e ele ainda falou que escutou ela ainda falando que assim que houvesse uma oportunidade ela se entregaria para o homem, fiquei chocado com aquilo, senti pena do Caio e raiva da Marilene e num impulso de curiosidade perguntei quem era o cara que a minha vontade era de encher o sujeito de porrada, cheguei a falar isto pro Caio, mas, tomei um susto quando ele revelou quem era o homem, pasmem-se, ele olhou pra mim e falou o cara é VC Rick. Na mesma hora falei pra ele não brincar com estas coisas e ele confirmou pra mim que o cara era eu, na mesma hora coloquei minha posição pra ele, disse que nem de brincadeira aceitaria uma coisa daquelas, que ele era um irmão pra mim, que depois daquilo que nem olhar na cara dela eu olharia, pois já estava puto de saber da conversa dela e ainda agora que tinha ficado sabendo que o cara era eu, que se ele quisesse eu conversaria com ela e a colocaria no lugar dela. O cara estava derrubado tanto na bebida como nesta punhalada que tinha levado. Ela apareceu na porta do Hotel e veio caminhando em nossa direção, o Caio me pediu pra não falar nada com ela, me fez jurar e ai ela chegou. Nossa não estava a vontade ali, queria me levantar, mas, ao mesmo tempo ficava com dó do Caio e fiquei, a todo momento pedia a ele para parar de beber, eu mesmo parei e fiquei no refrigerante mas, o cara estava afogando a mágoa mesmo na bebida, até que não deu mais e pedi a conta e tive com a ajuda da Marilene praticamente carregar ele até o quarto do hotel, ela me pediu pra dar um banho nele e eu fiz isto, coloquei o cara desmaiado na cama, nisto ela pegou um creme dental que era um vidrinho e disse nossa, não posso com este gel dental que o Caio compra isto me causa enjoou e dor de cabeça, vc tem pasta de dente lá no seu quarto. Fiz com a cabeça que sim, não conseguia falar com ela, só vinha em minha cabeça uma vontade de dar um tapa na cara de pau daquela puta, mas, segurei a onda pelo que o Caio pediu e disse que iria buscar. Ela então me falou não pode deixar, daqui a pouco eu passo no seu quarto e pego com vc e volto, deixa eu acabar de ajeitar o Caio aqui na cama, que pelo jeito só amanhã cedo ele acorda e cheio de ressaca. Então fui para o meu quarto que ficava o segundo quarto depois dos deles.

Passou uns instantes e a porta do meu quarto se abriu e era ela, vestida com um pijaminha de malha branco, muito transparente sem sutiã e com uma calinha preta, ela já foi entrando e falando.

Ela _ Posso usar sua pasta de dente?

Eu- (seco) Ta no banheiro.

Passa um tempo e ela sai do banheiro e vai até a janela do quarto. Nossa, fiquei de cara com o que vi, aquele shortinho de malha meio enfiado na bunda e aquela calcinha preta toda enterradinha.

Ela_ Estou atrapalhando vcs, não estou?

Eu_ Como assim?

Ela_ Se eu não tivesse vindo, vcs estariam aprontando todas e aposto que estaria com mulheres dentro do quarto.

Eu- Esqueceu que sou casado.

Ela_ Vc Rick, sei não?

Eu (com um pouco de raiva) – Eu o quê? O que vc está insinuando?

Ela_ Nossa calma, é que acho que vc tem uma carinha de safadinho e que não deve ser fácil com a mulheres que sempre deve deixá-las satisfeitas.

Eu- (senti que ela já estava na provocação e aí entrei na onda dela) Neste ponto vc tem razão quando me deito com uma mulher, deito pra fazer o serviço completo e deixála muito satisfeita.

Ela _ Sempre imaginei isto...

Eu- Também sempre imaginei isto de vc, que vc deix o homem satisfeito.

Ela – Tenho os meus truques

Eu – e eu os meus (não sei o que estava acontecendo mas já estava de pau duro)

Ela – Olha que um dia eu tento descobrir quais são os seu truques.

Eu – (neste momento o tesão tava falando mais alto e o pouco de raiva que sentia ainda também estava aflorando então falei com ela) Aqui vamos deixar de papinhos e vamos fazer logo o que vc ta afim e eu também, vamos deitar naquela cama ali e meter a noite toda.

Ela _ Nossa que isto, não imaginava vc assim tão direto.

Eu_ abraçando ela por trás e já segurando seus seio e levando a mão na sua xaninha fui falando, cala esta boquinha e vamos meter que é o que estamos os dois querendo.

Ela_ aiiiiiiiiiii

Neste momento já deitei ela na cama fui tirando o short e depois a calcinha, que surpresa a putinha tinha feito uma depilação deixando o formato de um coraçãozinho, cai de boca no meio das pernas dela, lambia e chupava a xaninha dela feito um louco, ela levantava a cintura rebolava puxava meus cabelos e gemia e como gemia, depois tirei meu pau pra fora e começamos fazer um 69, nossa como ela era porfiça num boquete, como ela chupava gostoso e lambia, ficamos nisto por um bom tempo, resolvi parar pois já estava quase gozando e sendo sicero com vcs, imaginei que se gozasse não iria conseguir mais com ela, por isto já parei e comecei a beijar a boquinha dela e neste tempo ficava esfregando o pau na xainha dela mas sem penetrar deixando ela doida.

Eu- Vc quer que eu te penetre, quer?

Ela_ vai faz isto.

Eu_ Vc vai rebolar gostoso com meu pau enterrado na sua xaninha vai.

Ela_ Claro, enterra em mim, vai enterra

Neste momento fui enterrando e a putinha começou num rebolado alucinante.

Ela_ Vira adoro ficar por cima

Eu_ então vai me cavalga minha potranca tesuda.

Me virei e ela começou a cavalgar e a rebolara, aqueles cabelos compridos grudando nos meus peitos aqueles seios ora na minha boca ora colado nos meus peito.

Eu segurando firme o bundao gostoso dela e de leve massageando o cuzinho dela com meu dedo e ela gemendo. Numa explosão de gozo, acabamos fazendo isto juntos, ela deitou ao meu lado ofegante, acho que ficamos metendo por quase uma hora. Não sei o que aconteceu pelo contrário que imaginei eu gozei e não perdi o interesse e o meu pau ainda continuava duro. Começamos nos beijar novamente, nos acariciar e dizer coisas gostosas um no ouvido do outro.

Eu_ Quero mais...

Ela_ Seu taradinho, não cansou

Eu_ te falei que gosto de deixar a mulher satisfeita

Ela _ vc vai me deixar morta amanhã

Eu _ esquece amanha, vamos viver este momento, quero vc de quatro pra mim, estou louco com esta bunda sua.

Neste momento ela já virou de quatro pra mim deitou a cabeça no travesseiro e eu fiquei em pé na beirada da cama. Então comecei a meter nela sem dó, nunca tinha feito assim com tanta violência e força, naquele momento só pensava em fazer putaria com ela, sua bunda batia em minha pernas fazendo barulhos, ela gemia e eu socava cada vez mais com violência e força, ela estava ficando louca de tesão, soquei com vontade, não sei se por que já tinha gozado uma vez, desta vez o gozo demorou pra chegar, nisto eu metia e metia e ela gemia e gemia.

Eu- Ta gostando minha safada

Ela _ Aiiii isto é o paraíso.

Eu_ Então toma varada sua putinha ( apesar de estar fudendo ela, eu ainda sentia raiva dela, por isto falava certas baixarias pra ela)

Eu_ Se soubesse que vc era assim já tinha metido as caras com vc mais tempo, vc é muito gostoso e muito safada

Eu _ vira via logo que quero dá uma esguichada de porra na sua cara.

Ela se virou e tomou uns 4 jatos de porra na cara depois ainda bati com meu pau na cara dela vária vezes.

Depois desta tinha que me deitar e descansar.

Eu- Vc não ta com medo do Caio acordar.

Ela _ Bêbado do jeito que ele deitou a gente poderia fazer isto na cama com ele que não ia acontecer nada ele iria continuar dormindo.

Eu_ Porra, vc teve esta vontade hoje comigo, sua louca.

Ela_ Que isto sempre tive tesão em vc, desde que eu conheci vc e o Caio que senti isto por vc, mas, naquela época o Caio chegou primeiro em mim e começamos a namorar.

Eu_ Nunca percebi isto.]

Ela_ Vc sempre me esnobava nem percebia minha existência, aposto que nem percebeu que eu já usei este pijaminha antes.

Eu_ que isto claro que não foi a primeira vez, caso contrário já teria me acabado no banheiro pensando em vc.

Ela_ Ta vendo como são as coisas, se lembra quando vc foi pintar o apartamento e acabou dormindo lá, no dia seguinte enquando o Caio foi na padaria eu apareci assim pra vc, não se lembra mesmo e ainda te entreguei uma toalha pra vc tomar um banho.

Eu_ Não me lembro, mas, naquela época não tinha maldade com vc

Ela_ E por que hoje vc teve.

Eu_ ..... É que a Mariana ta de 8 meses de desde o 6 mês que não rola nada por ela estar com problemas pra chegar ate o final, deve ter sido a falta.

Ela_ Então fui só um quebra galho.

Eu_ Que isto, vc acha que parou pro aqui, vou querer te fuder em todas as oportunidades que surgirem e daqui pra frente vão aparecer muitas oportunidade pode esperar .

Ela_ Nossa pelo visto vc gostou mesmo

Eu_ Marilene, vc é safada e qual homem não curte uma mulher safada, nem fazia idéia que vc era assim na cama, só faltou uma coisa pra gente fazer.

Ela_ Fizemos de tudo nesta cama, não faltou nada, até leite quentinho vc me colocou pra beber, rsrsrsrsrsr

Eu_ Não cumi seu cuzinho, mas, acho que podemos arriscar e fazer isto agora.

Ela_ Ficou louco, vc vai me rasgar toda e como vou fazer amanha no casamento.

Eu_ Calma estava só brincando, vou cumer seu cuzinho sim, mas, com calma e em outra oportunidade, vamos tomar um banho agora.

Fomos para o banho, nos beijamos muito, mas, acho que nem eu e nem ela dava mais conta de nada. Saímos do banheiro, nos trocamos e demos mais alguns beijos.

Bom gente, no dia seguinte, tomei café com o Caio e estava preocupado com ele, e fomo até uma farmácia conversamos no caminho e ele me pediu desculpa por ter contado aquilo pra mim, disse a ele que era melhor esquecer, mas, que eu não iria ocnseguir ficar mais a vontade com a Marilene.

Quando voltamos ela já estava na porta do hotel esperando por nós e ela veio me dar o famoso 3 beijinhos e eu cortei na hora. O Caio me olhou e disse que precisava subir pra ir ao banheiro. A Marilene estava toda sem graça e assim que o Caio subiu no elevador, ela olhou pra mim e disse:

Ela_ vc se arrependeu? ( com uma carinha triste)

Eu_ Claro que não por mim te levava pro quarto agora e metia com vc o resto do dia, mas, tenho que te contar uma coisa

Ela_ O quê?

Eu_ Não sei se vai dar tempo, mas, adiantando o Caio escutou vc conversando com sua cunhada e falando de mim e ele me contou isto ontem, por isto estou fazendo gênero, OK, então se não te tratar bem enquanto ele estiver por perto, não fique com raiva

Ela_ Nossa levei um susto, mas depois me conta esta história direito, pois acho que na realidade minha cunhada esta fazendo jogo duplo comigo, não sei porque, ma,s acho que ela tem uma queda por ele

Eu_ Isto ele não me falou, só me contou que escutou vcs duas conversando

Ela_ Rick, não lavei o cabelo ontem, que fiquei com medo dele acordar, e hoje de manha quando acordei e fui ao banheiro estava com o cabelo cheio de gozo seu, tudo grudado.

Eu_ Vc acha que ele percebeu alguma coisa.

Ela_ Claro que não acordei primeiro que ele, pra falar a verdade nem consegui dormi, só lembrando de nós dois, AMEIIIIIIII tudo que aconteceu

Eu_ Ops olha o elevador chegando e meu pau duro vou me afastar de vc

Bom, gente pode parecer sacanagem, mas, rolou gostei e até hoje 2010 ainda transamos feito loucos, hoje sou separado, ela é enfermeira e trabalha a noite e pelo menos uma vez por semana dormimos juntos, as vezes rola até mais. Eu e o Caio continuamos nossa amizade e só uma vez que fiquei muito sem graça com ela, foi por ele ter me agradecido, pois segundo ele, se fosse uma outra pessoa teria metido as caras com a mulher dele e eu não, fui amigo pra caralho. Gente ela já falou em separar dele, mas, sei que o cara ama demais ela por isto eu mesmo aconselhei ela a não fazer isto e no mais deixei claro pra ela, que a vejo só como uma mulher safada, gostosa e sacana na cama, mas, que pra ter um relacionamento sério com ela, eu não queria, pois não queria tomar pela cabeça chifres, ela ficou chateada, mas, o que aquela mulher é numa cama, não é só um homem que dá conta.

Valew

Comentários

24/05/2012 09:40:57
Bem narrado o conto, nos passando mt. tesão. Pode ser que o Caio não (embora eu não duvide), mas eu com certeza gostaria que um garanhão gostoso, macho da melhor qualidade, comesse minha mulher. Além disso, é voz corrente que o amante tem o papel de segurar o casamento e, possivelmente, isso é verdade no seu caso. Continue comendo a Marilene, nos deliciando com suas histórias e, quem sabe, é possível que o Caio até goste, o dia que vier a saber.
16/01/2010 00:08:11
cara na vida a gente encontra amigos e colegas e vc e so colega dele por que se fosse amigo nao faria isso vc ta no seu papel de comedor mas se olha no espelho e imagina se fosse com vc como se sentiria confiar em um amigo e ainda o cara te agradece caralho se fosse comigo eu me culparia como amigo agora como colega nao essa e minha opniao amigos cara sao para o resto da vida.
15/01/2010 10:46:16
Cara achei legal o conto. Vc tá no seu papel. Na realidade o erro foi dele de ter lhe dado o toque, pois este toque que ele te deu que deu mais tesao a vc, caso contrário vc poderia ter nem notado ela como da outra vez que ela apareceu assim na sua frente
15/01/2010 10:03:59
sensacionla

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramcriando uma putinha contosconto erotico sou travesti e vendi meu cupai e filho pelado conto erotico exercitover lésbicas lésbicas se esfregando até gozar em perigosos de músicascontos de sexo com meu pai metiii vaii issoesposa bunda ggg conto com negaoxisvidio amadores de auguen metendo a forçacontos eróticos cuzinho da mendigamithlee pron vidosou amante d minha cunhda contomeu cachorro me fode todo diatia perucas carinha de anjo nua peladaxxvideo mobile de mulher chupando seios de outra em lactacaocontos eróticos chantagiei minha comadre e gozei na boca delaperdendo as prega saindo bosta caseiroquero os melhores contos eróticos de enteadas brigonas com fotoscontos incesto mae gtsdois viadinhos e uma mulher contos eroticoscomi a pmtortura porno linguada no clitoriscontos eróticos d alguém q adorava ser molestaMeu amigo viado bundudo liso vestido de mulher conto gayeu. quero. ve. video. porno. com. menina. de. quize. ano. pegarno. carona. de. caminhaosou casada mais quem mim fode gostoso e patinhocontos eroticos vizinha ladraimagens de bucetas de riasas sexotarados fazendo gang gang coletivo com esposa puta italiana do cornoQuero ler contos escravos roludos macho alfa familia realprofessora do encino fundamental se masturbano peladagozando.na.loirinha francyvidio porno tarado enfiando pinto por baixo do xorte da mulhersexo tórrido de desejo e paixão com padrastoele a enrabala e ela a cagar.se pornoporno gabsinhacontos eróticos meu namorado me amarroue vendou e chamo os amigosconto viadinhoe já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoraContos eróticos flaguei o pastor arrombando minha linda noiva santinhaMeu marido era louco pra me ver com uma picona toda socada dentro de minha buceta e na minha bunda e eu fiz sua vontade!contos de sexo depilada na praiamulheres chupando e nholindo toda poreavideo cooelho mamano no homemm zoofiliacontos eróticos mamãe deu o cu eu visex. video amarcaiafilha adotiva safada com mae e pai contosVidio,de,yrma,de,quinzeano,bricano de,lutinha,com,yrmaocontos na piscina,, mulher de corno chegando com biquíni transparente e corno viadoBrincando com as primas novinhas, tirei o cabacinho delasanda vamos comer a tua mae paneleiro contos pornowww.casadoscontos/machopeludo.comcdzinhas contos reaispastora bucetuda de fil dentalporno gay com vendedor de pote e portaContinuasao do video porno do pia esfregando na mae video chinesvideos de homem pecando na puçeta de a coroapassando protetor solar na teenzinha meti no cuzinho gratiscontos uma delicia de vizinha 8aninhosminha esposa branca e gorda dando o cu pro meu compadreConto erótico bricadeiras eradas com o paiseduzida por um estranho contos pornoarebentandocu velinhasbonecadoprazenovinha louca pra mamar um cacete do coroa bebadotentando comer irma crentinhabaxinha cochuda casada vingando xvideosCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAnu onibos lotado os homens se revezaram para me fuder e passar a maoXvideo porno estrupo dormino abusada boanoitesinderelaevangelica ainda nao tinha dado o cuna fazenda de amigos novinho conto eroticocontos eróticos de doutor advogado e clientedormi de calcinha com meu filho e dei pra ele