Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Quatorze anos depois

Autor: Cont
Categoria: Heterossexual
Data: 15/01/2010 17:58:09
Última revisão: 18/01/2010 13:40:59
Nota 9.75

Caros leitores: Tenho lido alguns contos que são nitidamente treta. Tenho o orgulho e "prazer" de poder afirmar que todos os relatos que aqui descrevi são verídicos. Este não foge à regra.

Posso afirmar que ontem foi o dia mais mágico de toda a minha vida. Já vão ver porquê...

Leiam primeiro os relatos http://sharoland-nn.ru/texto/e http://sharoland-nn.ru/texto/

Acabei o meu serviço perto de uma grande superfície muito conhecida de Lisboa, o C. C. Colombo. Como já era tarde, resolvi entrar para comer qualquer coisa. Não tinha vontade de ir para casa e ter que fazer alguma coisa para jantar.

Enquanto comia o meu belo bife, tive uma visão que me arrepiou. Vi uma mulher que me era familiar. A Ana...

Não nos víamos à cerca de 10 anos. Nem queria acreditar... a minha 1ª mulher...

Levantei-me rapidamente da minha mesa na praça da restauração e acelarei o passo em direcção a ela. Quando me aproximei dela, toquei-lhe ligeiramente no ombro. Ela virou-se e ficou admirada:

- "Cont"?

- Ana... à quanto tempo...

Ela e a minha mãe tinham-se chateado à muitos anos e eu nunca cheguei a perceber porquê.

- Estás na mesma. Os anos não passam por ti - disse-lhe.

Notava-se os cerca de 50 anos na cara, mais pesada. Mas continuava elegante e com um sorriso lindo.

- E a tua mãe e a tua irmã? Estão bem? - perguntou-me

Disse-lhe que sim e convidei-a a sentar-se na minha mesa. Ajudei-a com os sacos.

- Aproveitei para jantar por aqui

- Eu comprei umas coisinhas e ia agora para casa.

- Não queres fazer-me companhia? - perguntei-lhe

- OK. Toma conta das minhas coisas que eu vou buscar uma salada para mim.

Quando ela se levantou não pude deixar de reparar. O corpo dela estava ligeiramente diferente. As ancas um bocado mais largas, mas as pernas continuavam bem desenhadas.

Vestia uma calças de ganga bastante justas com umas botas altas, pelo joelho.

Poucos minutos depois estava de volta e sentou-se. Reparei que tinha aliança de casada...

- Estou a ver que estás casada!

- É verdade. Há 7 anos.

Falamos sobre tudo o que aconteceu às nossas famílias nos 10 anos que estivemos afastados.

Enquanto a ouvia falar não conseguia tirar da minha imagem as férias do Algarve, em que perdi a virgindade, e a rapidinha que demos no aniversário da filha dela.

O marido tinha um bom emprego e ela deixara de trabalhar. Vivia entre as compras e o ginásio.

Depois de terminado o jantar despedimo-nos com trocas de telemóvel e e-mail para a minha mãe. Ela queria fazer as pazes.

A minha cabeça estava a mil...

Quando cheguei a casa sentei-me ao computador. Veio-me uma ideia à cabeça. Vou adicionar o e-mail dela no msn...

Passado 1 hora aparece-me uma janela no ecrã... "Por aqui?" - perguntava ela.

Começamos a falar de trivialidades até que cheguei ao ponto que queria:

- Foste muito importante para mim - disse-lhe

- Ela respondeu com 1 smile.

Insisti. Provoquei. Até que ela me respondeu:

- Assim que te vi esta noite também me lembrei do parque de Campismo. É engraçado. Já passou tanto tempo.

Comecei a fazer-lhe alguns elogios. Notei que começava a ficar mais solta... Perguntei:

- Voltamos a jantar um dia destes?

- Com o meu marido também? - respondeu rapidamente

Fiquei sem resposta.

- Estou a brincar contigo. Ele tem um alto cargo no Banco. Está à 3 dias na Polónia.

- E deixou-te sozinha? - perguntei-lhe.

- Claro. A minha filha já foi viver com o namorado à uns anos.

- Então vamos beber um copo hoje? Sem compromisso?

Notei hesitação na resposta dela...

- OK. Mas passa por aqui para me levares. Não quero conduzir depois de beber.

- Tudo bem. Dá-me a tua morada.

Voei para a casa dela. Fiz a A5 em direcção a Oeiras em 10 minutos.

Quando cheguei a morada dei-lhe um toque para o telemóvel.

Passados alguns segundos recebi um sms: "Estou atrasada. Sobe. 4º andar".

Toquei à campainha e ela abriu-me a porta. Subi no elevador e entrei em casa dela.

Um duplex enorme...

- Entra. Senta-te que estou a vestir-me.

Sentei-me no sofá e esperei uns minutos.

Quando entrou na sala fiquei deslumbrado. Tinha um ar mais pesado, mas continuava a ve-la da mesma maneira que à 14 anos atrás.

- Estás lindíssima. Acho que não estou à altura - disse-lhe.

- Não sejas parvo. Estás óptimo.

Saímos em direcção ao meu carro.

- Onde vamos - perguntei-lhe.

Segue em direcção ao Guincho. Há lá um bar porreiro.

Meti-me pela Margina em direcção a Cascais. Segui pela Boca do Inferno e quando ia-mos na estrada para o Guincho ela disse-me:

- Encosta quando puderes.

Era o que eu queria ouvir.

Virei para uma zona descampada mesmo de frente para o mar. Parei o carro e olhei para ela. Aproximei-me e beijei-a.

Ela respondeu de forma efusiva. Estivemos assim muitos minutos.

Fiz-lhe sinal para irmos para o banco de trás. Saímos do carro e voltamos a entrar pelas portas traseiras.

Voltamos a beijar-nos loucamente.

Chovia cada vez mais. Os vidros estavam completamente embaciados.

Comecei a percorrer o corpo dela com as minhas mãos. 14 anos depois a sensação era quase a mesma.

Desapertei-lhe o soutien e levantei a camisola. Lambi aqueles peitos pequenos mas definidos...

Ela estava ofegante. As mãos dela percorriam a minha nuca e costas.

Tirei-lhe as botas sem parar de chupar as mamas...

Desapertei o cinto das calças e abri os botões. Tirei-lhe as calças

Tirei o meu caralho para fora e só tive tempo de desviar um poucos as cuequinas para o lado.

Enfiei-o todo de uma só vez. Ela gritou e cravou as unhas nas minhas costas.

Sentia-me completamente possuído. Fodi-a com uma força brutal. Vim-me dentro dela.

A cara dela era indiscritivel...

Sentei-me ao lado dela.

Para meu espanto vejo-a baixar-se e enfiar o meu caralho melado e mole na boca.

Chupava-o muito devagarinho...

Em pouco tempo passou uma perna por cima de mim e sentou-se em cima dele.

Começou logo com movimentos selvagens. Gritava que nem uma louca.

Nem nos meus melhores sonhos a tinha imaginado assim...

Viemo-nos ao mesmo tempo. Ficamos minutos imóveis.

Vestimo-nos e voltamos para os bancos da frente.

- Leva-me a casa - pediu-me com os olhos fechados

Segui o caminho de volta.

Passei Cascais e quando já íamos novamente na Marginal, para meu espanto, começa a desapertar-me os botões das calças. Tirou o cinto de segurança e baixou a cabeça no meu colo.

Agora até acho cómico... Fizemos aqueles Km de estrada com o sinal sonoro do carro a avisar a falta do cinto...

Chupou-me com muita delicadeza. Vim-me pela 3ª vez para ela. Levantou a cabeça, apertou os botões e não me disse uma única palavra até chegarmos a casa.

- Lindo! - segredou-me ao ouvido.

- Não penses que sou maluca. O meu marido tem um problema de saúde. Há mais de 3 anos que não se vinham para mim...

Fiquei sem reacção. Sem palavras.

Saiu do carro e entrou no prédio.

Fiz inversão de marcha e voltei para casa.

Hoje tive o msn todo o dia online, mas nem sinal dela.

Vou enviar-lhe um sms na esperança que responda... e que o marido ainda não tenha vindo da Polónia.

Foi tudo tão rápido e tão intenso que parece que ainda não estou em mim. Parece que passei o dia anestesiado.

Só espero que ela me responda...

[email protected]

Comentários

29/01/2010 23:48:31
Parabéns pelo seu conto, muito bom... Vale um 10.
15/01/2010 22:00:15
E pena ja teres retirado teus contos, temos algo em cumun temos a volta de 30 anos e gostamos de mulheres mais velhas entre 45/55 verdade ?? conta mais
15/01/2010 21:55:55
Muitos parabens pelos teus contos, ja os li todos, tem muita qualidade que so portugues entende teus contos deixao-me de pau feito sou de v.n.gaia nota 10
15/01/2010 20:56:52
noosa incrivel, vc é dez sensacionla [email protected]

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


bundudas com o capeta no baile funkcontos sadomazoquismo estuproconto de insetos de rasgando o cu apertadohistoria porno gay paguei um boquete pro anivesarianteconto esposa do pastor tranzou com molekContos eroticos dona de casa, coroa, casada evangélica pega novinho cacetudocontos erotico meu filho me bateu e botou moralsossegado sexo mulher cornopornodoido entre irmao enteronpido por tia gostosaFamilia Sacana pornoConto tirei o biquine no quarto do meu paifilho pego a mae a pucho videus porno.coma cinquentona gritava não ia aguentarpatricia vizinha casada safada gemendodei meu cu e tava bom pornomenina novinha reclamando do pau grande caiu no zzaapquero ver o ganhador do homem chupando a b***** peladogts de fio dentau mostrando ha bucetinha na webicontos de filha crentenovinha louca pra mamar um cacete do coroa bebadoa infidelidade da irmã resolve dar a buceta ao irmão mais novofilme porno home nergro sorca vara na imtiadaPadre não é homem conto eróticosconto erótico Inarano swing marido nao permite que metam na esposacoletanea dechupada no pau ate goza aboca cheia de porraimpressando gostosa na parede porno doido analbucetao entupido de cebolaconto gay tiozao deu cuEu quero pornô com tio t***** comendo a novinha apertadinha do patinho doidocoisinha do pornô bumbum na nucacontos eroticos amiga apostando o cumenininhas nem tem pentelhinho na buçetinha ja sendo penetradasContos.encesto.mae.silmentaconto gay meu colega aceitou da o cuporno.doido so.mulhers ricas gostozonas dando na.borrachariavideos mais ecitantes de todos os tempos homens peludos de sunga comen e tiram a virgindade de menina e gozam dentro de sua vagina video brasileirocontos dormindo com meu padrasto picudoContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhocontos lésbicas brigando reconciliaçãocontos eroticos campingVirgem chora na cama com velho taradoporno. cazano muita no vinhaQuadrinhos cabeludos de uma gangue de monstros tarada por mulheres gostosas! HQs lotadas de criaturas horripilantes que vão te dar medo e prazer!video porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maiscontos de cornos revista private 2017bocete nu travetiamae gostosona chora na pica grossa cabecuda do filhocontos eroticos so no cuzinho da gordinhacoroa e varoa safadamulher tira prega do cu do macho com straponcontos eroticos sentei com meu cuzao no pau deleliteralmente engatada com dogso puta dancando sexual e menor mostrando o peitinho e bucetinha enchada marcado a calcinhanegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxbigbundagayconto gay "macho entendeu"videos caseiro de mulher transando com homem magro no colchãocontos eróticos de doutor advogado e clienteconto marido comeu meu cuRelatos erotico curtinhos com detalhes sobre virgem penetrada a força violentamentesou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhocontos veridico de incesto nora fode com seu sogro bem dotado pra pagar dividaela tamava banho quando foi surpreendia pelo roludo que tirou sua virgindadeàs panteras só às madrastas safadas 2017pravideo porno inedito de mulher gozando descontrolada no vibradorContos eroticos dormindo,casei com um velho brocha mas levo machos pra casa contos eroticosvideo de sexo magrinha tentou fugir mas fico imobilizado com o pau gigAnte no cuxvideos. buçetá de eguanovinhas.abrir.buzentaporno com homem com baita tigãomagrinha na dupla penetração vaginal com dois ficam pretoscontos eroticos a crentinhaIncesto do cu desde pequenocunhado comendo o bucetao da cunhada de frango assadoComedor de mulher de corno campo grande msporno namorada nao gue da cu mai eu votetaxxxxxvideo mulher gosando wue nem louca e estralando a bucerta