Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Ah, seu eu soubesse!

Autor: Ali Ali
Categoria: Heterossexual
Data: 16/01/2010 12:03:04
Nota 9.86
Assuntos: Heterossexual, Tia

Quando a gente começa a ler esses contos, primeiro vem o choque para quem não está acostumado, depois vem a ideia de que tudo é muito natural, de que as taras que a gente tem guardadas lá no fundinho da alma são coisa mais que natural, pelas narrativas que correm e para onde tudo vai, enfim, parece normal.

De tanto ler esses daqui, comecei a pensar que seria natural também algumas inconfessáveis doideiras que estavam na minha cabeça. Uma dessas, foi meio que surpreendente. Eu estava num supermercado quando encontrei uma Tia com quem eu convivi muitos anos atrás, com quem eu tivera minha primeira "experiência" juvenil: apenas passar as mãos nas suas coxas, na praia, fingindo me afogar em ondas que nem batiam na canela, coisa de menino bobo. Me lembro agora, com clareza, que ela não fez nada para impedir nem contou pro meu Tio. Tivesse contado, eu estaria contando do cemitério, isso sim. Pois bem, foram várias "afogadas" e subidas, mas, em cada descida, em cada subida, uma agarrada naquelas coxonas, meu máximo.

Quando voltamos pra casa onde estávamos hospedados, todo mundo meio cansado, ela, coitada, no papel de dona de casa, ainda foi preparar comida, cuidar da arrumação, cuidar das roupas, etc. Quando eu via estendida no varal tanto calcinha quanto biquini dele, ah, como eu sofria. Tesão de juvenil é fogo, é puro hormônio. Não rolou nada, nada mesmo.

À noite, eles foram dormir, a porta aberta do quarto, eu numa caminha de campanha, insônia, tesão, e só ouvia o "nhec-nhec" que me excitavam ainda mais. Depois, ela se levantava, passava pela sala onde eu estava deitado e ia ao banheiro cuidar de si ... eu só imaginando ... aquelas coxas, ai! Ela voltava, eu ia pra punheta, também sou filho de Deus, embora pecador.

Enfim, o tempo passou, sai da casa deles e fui viver a vida.

Voltando ao supermercado onde a encontrei dia desses, foram abraços acalorados, e ela me deu uma bela bitoca. Achei estranho. Falamos da vida, do passado, do futuro. Ela, agora viúva, sozinha. Peruntei se estava namorando, se estava com alguem, ao que ela respondeu que só cuidava dos filhos ... filhos! Mais velhos que eu. Ela não é tão novinha, mas tara é tara. Conversa vai, conversa vem, ofereci carona, ao que ela aceitou.

No caminho da casa dela, comecei a sugerir que namorasse, estava inteirona ainda, merecia ser feliz. Perguntei se tem interesse sexual, etc, a conversa começou a fluir por onde eu queria, mas com amenidades. Chegando lá, ela me convidou a descer, tomar um café. Aceitei.

Na casa dela, só nós 2 e não me contive. Disse a ela que ela tinha sido minha primeira experiência sexual platônica. Ela sorriu. Eu pedi desculpas mas elogiei sua forma que, apesar da idade, estava ótima. Ela deu uma viradinha, coisa que nem precisava, e eu a chamei:

--Vem cá, vem.

--Pra quê?

--Pra eu dar um abraço melhor. Ela veio

Sentou-se em meu colo, dei-lhe um beijo. Perguntei se tinha tido muitos desses com o marido. Claro que não tinha. Ela levantou-se para fazer o café e eu lhe pedi para ver as coxas que tinham me deixado louco e, pra minha supresa, não é que ela deu uma levantadinha na saia, pedi, de novo que viesse até mim, e ela veio. Sentou-se de novo no meu colo, peguei agora sem medo naquelas coxonas, um pouco mais envelhecidas, passei a mão sem dó, sem medo, com tesão. Pequei a mão dela, passei em cima da minha braguilha, para ver o volume. Ela se levantou de novo. Passou o café, trouxe e eu deixei em cima da mesa. Abri o zíper, mostrei e perguntei se ela chupava o pau do meu tio. Claro que não. Pedi que chupasse o meu. Ela veio, e dizendo que não tinha tido outra experiência que não fosse o casamento, começou a chupar, como se fosse uma dessas putas de primeira, caras. Ô delícia!!! Disse a ela que queria meter naquela buceta que só havia levado uma pica, que queria gozar dentro dela, queria tirar de dentro dela e enfiar na boca dela, para ela lamber tudo, era minha tara.

---Vem cá, filho. Deu-me a mão, me levou pro seu quarto. Tirou a roupa, chupei sua boca, seus peitos meio caidos, mas tara é tara, peguei meu pau, meti na boca dela, meti na buceta.

Tirei da buceta dela, meti na boca e perguntei se ela já tinha experimentando isso. Claro que nunca.

---O que vocês faziam?

---Eu servia e ele se servia.

---Hoje, pra gente começar, satisfaça seu sobrinho em tudo.

---Mete. Tira, põe na minha boca.

---Fica nua na minha frente, pedi. Ela ficou. Passei a mão em seu corpo todo, como na praia não tinha podido, agora pude.

Não aguentava mais, disse que queria meter, meti. Disse que queria tirar e enfiar na boca dela. Fiz isso. Pedi para gozar na boca dela.

---Nunca fiz isso, que gosto tem?

---ExperimentaPor você, sobrinho!

Eu andava secão, tirei o cacete da buceta, enfiei na boca dela, forcei até a garganta, tirei, simulei uma punheta e enchi sua boca de porra, como nunca tinha produzido antes, tamanha a tara de muitos anos.

Voltamos à cozinha para tomar o café, nem quis me lavar. Fomos até o portão, ela não cansava de me abraçar, dar beijos na boca, e eu meio assustado, na rua ...

Agora, passo em frente sua casa, não a vejo. Tenho peso na consciência, mas estou louco para enfiar meu pau naquela buceta quase virgem, passo lá e não a vejo. Ô tia malvada. Não desisto, daqui a pouco vou tentar de novo, mesmo que a consciência pese.

Comentários

19/05/2011 23:42:43
Muito bom é só continuar insistindo que a coisa vai fluir...
10/06/2010 02:31:50
ali!!muito bom e verdadeiro contunue nos informando dessa aventura sexual!!!leiam e aprendam o que e a normalidade duentinhos!!!
08/06/2010 08:57:14
Seu saqcaninha! Depravando a titia! Maravilhoso! Nota mil
31/05/2010 13:49:34
Fiquei curiosa, qual tua idade? Me excitou muito. Que sorte a dela.. Ei, eu não sou homem não, viu? creeedo!!
08/05/2010 11:44:33
Como o gaucho careca disse Tara é Tara... Concerteza 10
16/01/2010 13:27:26
pode pesar a vontade, eu meteria sem dó

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


incesto ganhando chupada de aniversarioxvideo empurrando e gozando topado ate o talobaixar v caseiro so de morenas da b grandes queimadinhas com marca de biquines de quatro gozando e escorendo p bt com pica toda no cuestranho dotado enche coroa loira casada de porra corno asistexvideo comendo a escrava fujona no troncoconto erótico com irmão cavaloContinuasao do video porno do pia esfregando na mae video chinescontos heroticos cao doidao para chupar a donagozanu gostozo na bucita da irma dominu xvidescontoseroticos mulher lactante amamentandoporno mimnha filha e tao novimnha que nem petelho naceu aimdaesculachou o cu da filha adolecente ate gosa dentroLukinhas contos eróticos gaysincesto gay papai me fez de putinhairma ver a outra de calcinha e quer chupar elafudi ela e o namorado delacontos eros chule do pintorminha esposa e seus negoes comedores contosajudinha da fucionaria do mercado xvideosotário ao extremo contos eróticosconto erotico gay o policial e o garoto marrento #14porno doido travetis fundenocontos de estupro sadomasoquismoContos eróticos de incesto com fotos de mulheres peluda e comadrescontos eróticos garotinha 7aninhos boquetera e so no cumeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosxvideos nao resisti ao padrasto dotado q fode sem do ela gemendo muitoconto cu entaladobelo sexo dormindo de conchinha com a titiaporno levou finha poamigovídeo porno com uma negona de bunda grande recebendo três puconas no rabobuceta de carla visgando xvideosmulher transando na subida do Ilha Porchat São VicenteContos Eróticos De. Fui Ajudar A Dona Veracontos erotico gay brincando de verdade ou desafioGozada na buceta contocontos eróticos loba adoro inversãoComtos eroticos de mulheres q bateram punheta pra cachorroContos eroticos adestrando o viadoXVídeos as panteras entregador de gás aparentecontos eroticos meu pai fez eu dar pro meu tioporno casa xeio de passarinhoscontos sadomazoquismo estuprocasa do conto meu irmao me encoxouContos vendo os cavalos treparem sexo xvideo sexo na praia de nudismo abricoasou casada mais quem mim fode gostoso e patinhoconto erotico com nora puta e gostosacontos eróticos vovó transando com cavalocontos de crentes caretesmulherez de anjinho capetinha e de calcinha vermelhavídeo de homem se masturbando e g****** no copo e mulher bebendo no café da manhãcontos eroticos climax daputinha amigoshobby tocar punheta saradovideos de sexo pratoa pegado a enpegada batedo uma xiriricaporque tem mulheres que sentem prazer ao ser.penetrada com o.dedo no anuspassando a mao no peitoral beijando o ouvido beijando o pescoco porncontos eroticos safados de professoras madurasquadradinho erotico incesto COM HUMORler conto erotio descabaçando irma peludamulher matematica com pau no cu e pedindo mais pornofunk pancada novinha loirinha fudendo muito e meninas também cheirando muitopau grosso devasando bucetacontos de sexo raspei minha bucetaContos eroticos chotei na puca do meu padrasto parte1contos de sexo depilando a sogracontos eroticos gratis transformei minha esposa em uma putaloira e judiada levando com forca na boca e na bussetamulheres que sem peseber motraram a buceta nos onibuscontos eróticos de marido chega em casa e escuta sua mulher gemendo e brexa o cara comendo o cú delaconto erotico aprendendo amar em parte Imae com tesao se masturba aoamamentar filho contos baixar videos porno em portugues idioma em portugues mae dando pro filho na frente dos parentes que chegaram de viajem e foram pra casa deles mae dando a buceta pra elecontos eroticos filha e pai caminhoneirovedios sexo na cozinha novos conhadas pau grandes novoslesbicas se vingando da rivalporno.com negao levanta a saia da gostosa casada enfia até o saco surpresa pra o corninhogostosas da vunda durinha esfregando na lingualinda loirinha chorando no pau do cara e gemendo muito querendo mudar fundo maluquinhaNovinha excitidaloirinha magrinha sentando no pau do negao de 70 centimetrosboquete da irmazinha casadoscontosLolytaputynha contos eroticos o magnataCasa dos Contos Eróticos sogra gritou chorou e pegou na pica do genroas baianas mais bucetudascontos autorizei minha esposa para fuder com outrosputa adora trepar squirtconto erotico gay vaquejada capcontos de sexo depilando a sogracontos eróticos de meninos novinhos sendo dopados e estrupadosvídeo porno amadores encostano a pica na buseta cabeluda da intiada durmidoContoPorno dotado estourando as prega do viadinho novinhovideo porno lanbidas na boceta noivas e incestorevistinha porno mulher vos sexy co cachorrouma foda com a professorahistorias porno gay meu tio me comeu serginhoContos erótico brinquei de esconde esconde e arrombarao meu cusexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaocontos eronticos buraco na parede