Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Ah, seu eu soubesse!

Autor: Ali Ali
Categoria: Heterossexual
Data: 16/01/2010 12:03:04
Nota 9.86
Assuntos: Heterossexual, Tia
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quando a gente começa a ler esses contos, primeiro vem o choque para quem não está acostumado, depois vem a ideia de que tudo é muito natural, de que as taras que a gente tem guardadas lá no fundinho da alma são coisa mais que natural, pelas narrativas que correm e para onde tudo vai, enfim, parece normal.

De tanto ler esses daqui, comecei a pensar que seria natural também algumas inconfessáveis doideiras que estavam na minha cabeça. Uma dessas, foi meio que surpreendente. Eu estava num supermercado quando encontrei uma Tia com quem eu convivi muitos anos atrás, com quem eu tivera minha primeira "experiência" juvenil: apenas passar as mãos nas suas coxas, na praia, fingindo me afogar em ondas que nem batiam na canela, coisa de menino bobo. Me lembro agora, com clareza, que ela não fez nada para impedir nem contou pro meu Tio. Tivesse contado, eu estaria contando do cemitério, isso sim. Pois bem, foram várias "afogadas" e subidas, mas, em cada descida, em cada subida, uma agarrada naquelas coxonas, meu máximo.

Quando voltamos pra casa onde estávamos hospedados, todo mundo meio cansado, ela, coitada, no papel de dona de casa, ainda foi preparar comida, cuidar da arrumação, cuidar das roupas, etc. Quando eu via estendida no varal tanto calcinha quanto biquini dele, ah, como eu sofria. Tesão de juvenil é fogo, é puro hormônio. Não rolou nada, nada mesmo.

À noite, eles foram dormir, a porta aberta do quarto, eu numa caminha de campanha, insônia, tesão, e só ouvia o "nhec-nhec" que me excitavam ainda mais. Depois, ela se levantava, passava pela sala onde eu estava deitado e ia ao banheiro cuidar de si ... eu só imaginando ... aquelas coxas, ai! Ela voltava, eu ia pra punheta, também sou filho de Deus, embora pecador.

Enfim, o tempo passou, sai da casa deles e fui viver a vida.

Voltando ao supermercado onde a encontrei dia desses, foram abraços acalorados, e ela me deu uma bela bitoca. Achei estranho. Falamos da vida, do passado, do futuro. Ela, agora viúva, sozinha. Peruntei se estava namorando, se estava com alguem, ao que ela respondeu que só cuidava dos filhos ... filhos! Mais velhos que eu. Ela não é tão novinha, mas tara é tara. Conversa vai, conversa vem, ofereci carona, ao que ela aceitou.

No caminho da casa dela, comecei a sugerir que namorasse, estava inteirona ainda, merecia ser feliz. Perguntei se tem interesse sexual, etc, a conversa começou a fluir por onde eu queria, mas com amenidades. Chegando lá, ela me convidou a descer, tomar um café. Aceitei.

Na casa dela, só nós 2 e não me contive. Disse a ela que ela tinha sido minha primeira experiência sexual platônica. Ela sorriu. Eu pedi desculpas mas elogiei sua forma que, apesar da idade, estava ótima. Ela deu uma viradinha, coisa que nem precisava, e eu a chamei:

--Vem cá, vem.

--Pra quê?

--Pra eu dar um abraço melhor. Ela veio

Sentou-se em meu colo, dei-lhe um beijo. Perguntei se tinha tido muitos desses com o marido. Claro que não tinha. Ela levantou-se para fazer o café e eu lhe pedi para ver as coxas que tinham me deixado louco e, pra minha supresa, não é que ela deu uma levantadinha na saia, pedi, de novo que viesse até mim, e ela veio. Sentou-se de novo no meu colo, peguei agora sem medo naquelas coxonas, um pouco mais envelhecidas, passei a mão sem dó, sem medo, com tesão. Pequei a mão dela, passei em cima da minha braguilha, para ver o volume. Ela se levantou de novo. Passou o café, trouxe e eu deixei em cima da mesa. Abri o zíper, mostrei e perguntei se ela chupava o pau do meu tio. Claro que não. Pedi que chupasse o meu. Ela veio, e dizendo que não tinha tido outra experiência que não fosse o casamento, começou a chupar, como se fosse uma dessas putas de primeira, caras. Ô delícia!!! Disse a ela que queria meter naquela buceta que só havia levado uma pica, que queria gozar dentro dela, queria tirar de dentro dela e enfiar na boca dela, para ela lamber tudo, era minha tara.

---Vem cá, filho. Deu-me a mão, me levou pro seu quarto. Tirou a roupa, chupei sua boca, seus peitos meio caidos, mas tara é tara, peguei meu pau, meti na boca dela, meti na buceta.

Tirei da buceta dela, meti na boca e perguntei se ela já tinha experimentando isso. Claro que nunca.

---O que vocês faziam?

---Eu servia e ele se servia.

---Hoje, pra gente começar, satisfaça seu sobrinho em tudo.

---Mete. Tira, põe na minha boca.

---Fica nua na minha frente, pedi. Ela ficou. Passei a mão em seu corpo todo, como na praia não tinha podido, agora pude.

Não aguentava mais, disse que queria meter, meti. Disse que queria tirar e enfiar na boca dela. Fiz isso. Pedi para gozar na boca dela.

---Nunca fiz isso, que gosto tem?

---ExperimentaPor você, sobrinho!

Eu andava secão, tirei o cacete da buceta, enfiei na boca dela, forcei até a garganta, tirei, simulei uma punheta e enchi sua boca de porra, como nunca tinha produzido antes, tamanha a tara de muitos anos.

Voltamos à cozinha para tomar o café, nem quis me lavar. Fomos até o portão, ela não cansava de me abraçar, dar beijos na boca, e eu meio assustado, na rua ...

Agora, passo em frente sua casa, não a vejo. Tenho peso na consciência, mas estou louco para enfiar meu pau naquela buceta quase virgem, passo lá e não a vejo. Ô tia malvada. Não desisto, daqui a pouco vou tentar de novo, mesmo que a consciência pese.

Comentários

19/05/2011 23:42:43
Muito bom é só continuar insistindo que a coisa vai fluir...
10/06/2010 02:31:50
ali!!muito bom e verdadeiro contunue nos informando dessa aventura sexual!!!leiam e aprendam o que e a normalidade duentinhos!!!
08/06/2010 08:57:14
Seu saqcaninha! Depravando a titia! Maravilhoso! Nota mil
31/05/2010 13:49:34
Fiquei curiosa, qual tua idade? Me excitou muito. Que sorte a dela.. Ei, eu não sou homem não, viu? creeedo!!
08/05/2010 11:44:33
Como o gaucho careca disse Tara é Tara... Concerteza 10
16/01/2010 13:27:26
pode pesar a vontade, eu meteria sem dó

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


XVídeos coletânea de mulher sendo agarrada no serviçoxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa e pede pra nao goza dretrofoi mal apertarou aqui sem quernegona sendo arrombado por negao tonato video porno grátisgato sarado transa com amiga gostosa ponodoidosexo suor e gemidosarmei muito bem armado e conseguir comer minha esposa junto com outro macho pauzudosexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoceta e bunda 205 só as gostosaspornodoidocoroa deitad na cama so de calcihaporno clAsSico primeira vez de um moleque"cheiro de cu de macho"passando a mao no decote e chupando os peitos@nubianinfa.comx vidio comtos eroticos flaguei minha avógordinha bem feitinha abrindo a buceta pra o namorado chupar nnncontossites historias e contos eroticos de incesto mae amante do filho marido ausenteSexo menage aclimação casadaContos gays /fui estrupado por2 na escola e a diretora flagoucontos roludo arregaçando recem casadinhametendo na salgadeira bundudaporno gay com vendedor de porte e portanovinho da pica lamecadasexo tórrido de desejo e paixão com padrastoContos de incestos mamae brinca de lutar com filho ele fica com tesaostrapon sangue e bostaContos eróticos esposa e Sograpauzao para meu marido e eu, exibidax video garotas flazinhasPorno Tia comeu o sobrinha atc gozou dentro delaconto erotico minha filha se acidendo eu tive da banha nelabrincando escanchada contos pornocunhadinha linda gostosa me dando o cuzinho e gritando de dor e tezaosimpatia para virar corno mansovideu di pornor comendo de clatono swing marido nao permite que metam na esposaFOTOS CONTOS DE SEXO DE UM JARDINEIRO PIROCUDO COM SENHORAS CASADASsexo sentei no colo do meu pai sem calcinhaContos eróticos de mães evangélicas e filhascontos eros chule do pintortem muito casal que que quer gozados obedeçam e depois eles acabam se entendendoconto tudo começou quando minha sobrinha de dez anos sentou no meu coloxxvideo enviando abraço na buceta conto erotico primo safadobicho preguiça fudendo zoofiliaSexo com fucionaria buceta apertadinha relatosbonitinha de 18anos quadril grande e largo bunda durinha comeu.xxxmeu filho me sondava deu cu do eu comtos eroticosfamilia surubaContos encontrei minha filha no puteironovinhos erotizando de fio dental atoladocontos eroticos sou viciado num cuzinho de machoContos eróticos teens pai vendo q a rola do filho estava bem grandinha conto gaydominadora scat merda bostamarisa cm sede de pica grande chamo um negao para foder gostoso em conto o marido trabalhaimagens e videos de coroas tesudas metidas no sexo kente ate esporrar fora e mostrando a cona inchada com labios longosnovinha do priquito ruivo contosmulheres de corno manso sem o biquininhonovinha brasileira encara pau enorme e chora ponodoidocontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombarampeituda ri ao ver pinto mole do cara mais aproveita quando ta duraoesse cachorro foi preparado para fuder buceta de mulherXVídeos vídeo nacional e caseiro mulher dormindo sendo acariciada por saismeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesisso viadinho filho da puta tem um cacetao bem pra vc tomar no cu gostosoconto porno me separei por causa da traicao da minha esposaporno pai brincando de fazer cocegas na filhaContos eroticos novinha o velho mr pegoconfesso chantagiei minha irmãzinha pra ela me masturbaXsvideos primo se masturba no quarto na frente da primacontos de mae vadia viciada na rola do filhocontos erotico de zoofilia mulher estrupada por boiscontos coroa implorando por uma pica