Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Inauguração anal na namorada de meu amigo Marcelo

Autor: PC10
Categoria: Heterossexual
Data: 16/02/2010 14:19:38
Nota 7.80
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi pessoal, meu nome é Paulo Cesar, mas me chamam de PC, tenho 42 anos, divorvciado há 05 anos, 2 filhas, tenho uma emprêsa de equipamentos de informática e minha situação financeira é até que razoável.

Esse relato consiste basicamente na namorada de um de meus amigos, seu nome é Tânia, morena de olhos negros, aproximadamente 1:60 de altura, magra, cintura fina e uma bunda nem tão grande nem pequena, do tamanho exato, resumindo uma mulher com corpo de ninfeta.

Minha fissura por ela começou logo que fomos apresentados por meu amigo Marcelo, naquele momento percebi que ela tinha que ser minha (que me perdoe o Marcelo...quem manda namorar uma beldade dessas).

Em toda oportunidade em que reuniamos a turma, procurava me aproximar mais dela, com sua simpatia cativou a todos e por esse motivo Marcelo nem reparava nos flertes que rolava e nem imaginava que sua gata estava caindo nas garras do lobo mau.

Foram muitas as ocasiões, até que me encorajei e arrisquei, Marcelo já estava quase bêbado e jogava baralho, ao me despedir dela coloquei em sua mão um cartão de visita de minha emprêsa onde constava o nº. de meu celular:

---Me liga qualquer hora dessas!!!

Ela olhou para meus olhos, esboçou um pequeno sorriso e guardou rapidamente no bolso de sua bermuda jeans.

Fiquei esperançoso, afinal o primeiro passo já havia dado, agora era só esperar.

Passaram-se semanas, até que fui premiado com sua ligação, a principio ela fez charminho, mas enfim consegui convencê-la a tomar um chopp comigo, rolou um papo legal pois ela é muito estrovertida, até que após um beijo rápido em sua boca a convenci a irmos a um lugar mais discreto, entenda-se MOTEL.

Ela de roupa é maravilhosa, agora sem roupa é uma DEUSA, seus seios médios e firmes, sua xotinha com alguns pelinhos, estava louco para devorar minha presa, mas queria devagar, comecei com lingua na sola de seus pés, coloquei na boca os dedinhos delicados de seus pés, fui mordiscando suas pernas até chegar em seus joelhos e coxas, ela suspirava e gemia, áquela distância ja saboreava a deliciosa fragrância que exalava de sua genitalia, passava a lingua em suas virilhas pincelando de leve em seus grandes lábios, eu estava acabando com sua resistência, aquela tortura a estava deixando ansiosa, até que implorando me pediu para chupa-la, abri suas pernas e afundei minha boca em sua buceta, ela estava tão alucinada de desejo que não demorou e apertou suas coxas em minhas cabeça melando todo meu rosto e derramndo seu gozo em minha lingua, abracei-a e beijei sua boca repartindo o cheiro de sua buceta.

Chegou a vez de dar prazer a seu amante, tirou meu jeans e minha cueca, examinou meu pau já ereto, apenas fazendo um breve comentário sobre sua glande que era bem mais redonda e grossa, de tamanho é normal quanto as estatíscas do brasil, mas tinha esse detalhe, é bem cabeçudo.

Primeiro ela começou a masturba-lo, passou a lingua em toda base, e engoliu aquela "bolota" grossa deixando penetrar alguns centimetros em sua boca, com os lábios apertava meu pau e com a lingua lambia e contornava, presentindo que estava quase gozando em sua boca, ela cessou, ajeitou aquela cabeçona na entrada de sua xaninha e rebolando foi deixando deslizar dentro daquela caverna úmida e quente, quanto sentiu que tudo estava dentro começou a cavalgar e gemer, foram alguns minutos de puro extase, e quase chorando começou a ter um orgasmo, não consegui segurar mais, minhas ejaculações foram fortes, terminamos quase que juntos, debruçou seu corpo sobre o meu e nos beijamos novamente, até meu pau amolecer dentro dela.

Mesmo dizendo estar apaixonada pelo Marcelo, ela sempre dava um jeito de dar uma escapadinha comigo e foi em um desses encontros que resolvi ser mais ousado, após saciarmos nossos desejos, estavamos na hidro quando disse que queria algo especial dela, a resposta foi rápida:

---NANANÃO!!!você tá louco, em primeiro lugar eu nunca fiz isso e depois a cabeça de seu pau é muito grossa!!!

Aquela resposta me deixou com mais tesão ainda, ela ainda não havia feito anal com nimguém, se eu conseguisse seria o primeiro a inaugurar aquele rabinho delicioso.

Fui contornando a situação tentando minar sua resistência dizendo que usaria bastante lubrificante e que faria bem devagar, foi dificil, mas depois de muito "xaveco" consegui persuadi-la.

Enquanto chupava sua buceta, enfiava o dedo lambuzado de KY em seu ânus, repeti o ritual várias vezes até deixa-la com o canal anal lambuzado, coloquei-a de quatro e pedi para relaxar, abri suas nádegas e encostei o "cogumelo" na entrada daquele apertadissimo furinho, segurei firme em sua cintura e pedi para ela rebolar, fazer força para seu cuzinho se abrir e empurrar devagar a bunda para trás, ela fez repitidas vezes, até que começou a entrar, ela tentou recuar mas segurei firme fazendo com que a glande fosse engulida pelo seu cuzinho, ela pediu para eu tirar que estava doendo, mas eu sabia que se fizesse isso jamais ela deixaria eu tentar de novo.

Pedi para ela respirar fundo e fazer força que o pior ja havia passado, ela voltou a rebolar e fazer força, foi então que resolvi tomar posse da situação, coloquei um travesseiro embaixo de sua barriga e pedi para ela se deitar, devagar fui empurrando com leves movimentos, aos poucos meu pau deslizava alargando as paredes de seu reto determinando o final da penetração, fui tirando devagar e voltei a penetrar até sentir seu cú quase que dilatado, ela gemia forte quando fazia meu pau chegar ao fundo, finalmente deitei meu corpo sobre o dela imobilizando-a:

---Agora seu cuzinho é todo meu... princesa!!!

Comecei a fodê-la com força, meu pau entrava e saia num ritmo frenético fazendo minhas bolas baterem em sua buceta,

a chamei de putinha safada e percebi que aquilo a excitava, apesar de estar sendo sodomizada ouvia apenas suaves gemidos, acelerei as estocadas e comecei a esporrar dentro de suas tripas.

Fiquei sobre ela até que meu pau relaxasse e saisse com facilidade, nos beijamos suados pela curra sexual:

---Você é um safado sabia??? disse isso e sorriu marotamente.

Tomamos uma outra ducha refrescante, nos vestimos e voltamos a nossa vida habitual...ela se casou com Marcelo e depois disso terminamos nossa relação, vez ou outra vou visitar meu amigo e sentir inveja da grande sorte que ele tem.

Comentários

17/02/2010 13:34:10
MARAVILHA, UM CUZINHO JA E MUITO BOM, VIRGEM NEM SE FALA.
17/02/2010 01:08:39
tb quero comer o cú dela, quero rumar a cabeça do tomate no olho de porco dela hehehehehe.vou dar nota 8 pq, pra uma mulher ser tão facil assim só se for uma putona, e ela não era uma putona, era uma putinha, só que ainda não sabia. espero que vc tenha mais exito nos proximos contos, visite o meu e comente tb.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


www.pornodoido botao de rosavideo na praia de jericoacoara ceara sexo porno na praiaqueria ver vídeo de sexo com lindas coroas chorando e gritando no pau do negão dos peitão e bundão ela g****** junto com negão e o negão g****** junto com ela no pau ela g****** nos corre na gala chorando e gritando de doreu e minha irmã dando para o meu padrasto contosContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoporno tratantesContos de meninas novinhas que liberaram o cuzinho pro namorado da sua mãe mas não aguentaram a rolacontos eroticos com viuvas ricas e sedutorascontos eroticos injeçaocontos eroticos injeçaoContos de negros bem dotados rasgando cu de garotinhos brancos viadoContos éroticos taradão caralhudo arrombando uma prostitutalekes cantando juntos no pornodoidocontos vi uma mulher cagandoFilme potnou com muljetesminha esposa queria rola grande eu arumei ela quiz fugi eu segurei e mandei soca todox vidio vovinha safada caiuquero ver gatinhas novinhas na academia só mostrando e transando bichão p*********fudendo com sobrinha apos um sono profundonao acreditei mas o pirralho meteu a pica na minha bucetacontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornosПРОДАМ-БАЗУ-САЙТА-gtavicity.ruxsvideo de porno casero itiada fudeno com padrasto armadocontos sadomazoquismo estuproeu perdi a minha virgindade com ca ca pica de 40cmconto erótico sequestro em carcerepornô mãe dando o cuzão dando para o filho de regaço combinação pelo cão carinhominha esposa lavano abucetinhavideo porno atentano a namorada corno escondidoVideos de sexo sogras peitos muchoscontos de filhas enrrabadas pelos pais de pénis grandes e grossosContos eróticos mulher do pastor dominou e humilhou minha esposacontos eroticos me entreguei p meu genro k me fez d putacontos chupador de xoxotaneta safada faz boquete embaixo da mesa de jantarabraçando por trás incesto relatoBlog atualizado da casa dos contos eroticos paguei ´pra deflorar a filha do caseirocão mete ate o talo na bucetinha de uma virgem q fica grudado na buceta dela e ela tenta tirarquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidasporno ela foi faser a unha dele e viu ele de pinto duro fragacunhada arredou a calcinha e começou a cavalgar na vara do cunhadofodie cusao da minha irma incesto brasil cem camisinha pornopornor doido batendo poleta na varanda homemnovınha transando com ırmaochupando a buseta defenteporno so vidio reral tiramo a vingidadesamara tirando a virgindade da bucetatia gostosas foder com subtilcontos eróticos encesto mae de 35 anos fodendo com seu jovem filho e gozando muitocrioula perdendo a virgindade de bruçoconto gay perdi a aposta fui descabacadovideo de sexo esposa convida o amigos para fasa uma tripla penetracao ao mesmo tempo na buceta da putataradacarolzinha ninja trepanoxvideos. com as gostsona no rnpornor doido homem batendo poleta na varandainistiu e comeu a gata ba moto ela gemia muito e posto na netnovimhas sem pentelho.ma.bucetimha damdo pra un mendimgo o rabimhovirgem relatos de zoofiliaassistir o filme de novinha metendo fazendo seu peito e trícepsvidioporno coroa branca buceta bem arbetapingola pantera selvagemMinha esposa centou no colo de outro cera que eu sou corno manssoconto eu meu marido roludo nossos filhos na sacanagemcrentinha no portao querendo darapalpando o roludo no rodeio sexoTia gostosa de vestido curto decostas sobrinho agara ela pra comerinsesto istorias eroticas pai filas novinaseu conto dancei com meu cunhado e senti um p*******incesto amador no surdãocontos eróticos san e dean incestomulhe de saia curta esfregano ante fude emcoxano na cozia no xvidiomarisa chupando meu pauVisinhas taradas ousadas rekatos eriticos recentes