Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

A transformação - parte II - O batismo

Um conto erótico de Zandor
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 21/04/2010 19:48:30
Nota 10.00

O “ Batismo” .

Por diversas vezes eu já tinha adiantado que iria impingir-lhe um castigo e que faria com ela algo novo. Algo que nunca antes havíamos praticado, apesar de já termos falados algumas vezes sobre o assunto.

Não que fosse algo necessário, mas sempre me apeteceu saber como seria e se eu seria capaz de fazer uma mulher chorar de dor e ter prazer.

Sempre me perguntei se eu seria capaz de levar algo assim até o final, visto que não esta na minha índole ser violento. Mas confesso que gosto, sempre gostei de pegadas mais fortes, de coisas mais ousadas. Nunca gostei das coisas tidas como normais, do tipo “papai e mamãe”.

O problema número um era fácil de ser vencido, ou seja, eu querer e eu queria. O problema número dois é que era mais difícil. Encontrar uma mulher que topasse.

Ai, por encanto, por obras dos deuses do sexo, surgiu você e mudou completamente minha vida sexual

Meus olhos te comem inteira, minha boca saliva de vontade de você

Te agarro pelos cabelos, vou até seu ouvido dizendo todas aquelas coisas

que você gosta de ouvir, te deixando toda arrepiada.

Te arrepio, lambo tua nuca, arranho tuas costas, minhas mãos descem

Pelas curvas do seu corpo, toco-lhe os meus seios. Abro tuas coxas, sinto teu calor fluindo teu corpo estremece, tamanho o tesão

Rasgo tua roupa e vou te despindo devagar,olhando,saboreando cada detalhe do teu corpo me satisfazendo,te enlouquecendo...

Em pouco tempo, estamos unidos numa sintonia perfeita, um encaixe completo. Ritmos compassados, frenéticos, selvagens

Nossos corpos suando. Olhos nos olhos, eu te desejando cada vez mais

Nossos corpos se contorcem arrepiando nossa alma

Num ápice incontrolável nos lambuzamos com nossos fluidos

Entre beijos, mordidas, tapas, carinhos, nossos olharem se cruzame você me diz: “ Sou tua. Você é Senhor de mim!!! Faça de mim, sempre o que você quiser. Meu Dono! Eu te adoro. Você me faz muito feliz, plena e realizada!

Agora, vem, meu Dono, vem mamar gostoso na sua putinha vem...Adoro quando me deixa com os bicos dos seios durinhos de tesão!

Hummmm! Me dá teu pau. Quero beber do teu prazer. Absorver tua porra, o liquido do teu amor. Te deixar louco de tesão. Vem Dono, goza na boca da tua puta, me dá teu leite, me alimenta. Dono, você me transformou numa puta insana, uma louca que deseja ser rasgada por sexo e amor! Busco no prazer do teu gozo...O alimento ideal para as minhas vontades e perversões Sou tua e jamais te esquecerei”

Primeiro me alimento, depois te dou te beber. E quando você menos espera, começo uma sessão de spanking em suas nádegas. Antes acariciadas, agora sendo judiadas. Os tapas seguem fortes e ritmados. Doíam. Depois substitui os tapas por cintadas, chineladas e chicotadas até que ela banhou-se em lágrimas, que rolaram soltas, quentes e salgadas. A sessão havia terminada.

Sua pele escorre suor ...dor, tesão, emoção, surpresa, tudo misturado

Você ali soluçando sôfrega, chorando baixinho por diversos e diferentes motivos ao mesmo tempo.

Delicadamente pousei minha mão sobre seu corpo e o choro tornou-se mais compulsivo ainda, perguntei-lhe:

“ Porque choras agora? Não vou mais castigá-la”. Candidamente, ela me respondeu:

“ Meu dono, eu não encarei isto como um castigo, sei que estava me amando e não me judiando. Estava me ensinando que a dor é uma forma diferente de me corpo sentir prazer e que por isto foi tão intenso. Se choro, meu choro de alegria, choro porque fui capaz de servir meu Senhor, meu Dono. Também choro de satisfação, pois minha submissão e obediência foram colocadas à prova . Choro, por causa da humilhação que experimentei. Mas agüentei firme e superei mais um limite, cresci. Choro, porque meu Dono está feliz comigo e está sendo carinhoso agora. Agradeço de joelhos por cada lágrima que fez rolar, agradeço a forma como me conduz, me ensina e me respeita e, agradeço pelo tanto de prazer que me proporciona”

Nunca tinha ouvido nada tão lindo, tão puro, tão intenso e tão inocente ao mesmo tempo de uma mulher. Neste instante, me curvei sobre ela e com minha língua lambi cada gota de lágrima de seu rosto, ...Aninhei-me a ela e abraçados descansamos juntos, com os corpos colados.

Ao despertar, percebi que estava acordada me olhando. Perguntei se estava acordada há tempos e se estava tudo bem com ela. Disse-me que sim e que estava me olhando dormir, porque eu adormeci com um sorriso no rosto que ela gostava de ver daquele jeito, denotava que eu estava feliz e ela fica feliz com ela mesmo por me deixar assim. Beijei-a e perguntei se estava disposta há uma nova experiência. Ela disse que sim, que sempre estaria de prontidão para o que eu desejasse.

Então, eu lhe disse: “ Quero te batizar, urinando sobre seu corpo, demarcando meu território. Não quero que você veja nesta prática uma simples "humilhação" a uma escrava. Estou encarando isto como uma prova de sua devoção a mim, seu Dono.

Tenho certeza de que em todas as práticas diferentes que fizemos até hoje, você nunca sentiu motivo para se considerar humilhada e não será hoje.

Te conhecendo bem como te conheço tenho quase certeza de que você irá ficar louca de tesão e talvez queira até beber diretamente da fonte “

Mandei que fosse até o frigobar e trouxesse dois energéticos. Tomei-os logo em seguida. Energético serve como diurético, por isto tomei logo dois.

Peguei meu pau e mandei que ela chupasse, para ele ficar duro de novo.

Ela nem pestanejou, afinal uma das coisas que mais ela gosta de fazer é uma boa gulosa. De boa, se pôs a mamar. Atendendo meu pedido, ficou meio de lado facilitando meu toque em seu ânus. Ao mesmo tempo em que ela me mamava, eu explorava seu cuzinho e as vezes deixava meu dedos adentrar sua bucetinha.

Depois de certo tempo com meu cacete já duro e sentindo vontade mijar, forcei até que expelisse meu mijo sobre seu corpo, encharcando-a sobre os seios, barrigas. Lavei-a inteirinha com meu mijo quente. Invés de fazer o famoso balanço mandei que ela abrisse a boca e enfiei meu pau em sua boca para que ela desse uma geral e deixasse meu caralho bem limpinho e sequinho.

A danada sorveu as últimas gotas como se fossem água no deserto, com um sorriso no rosto de tamanha felicidade por poder me servir em mais uma de minhas fantasias. Lambeu com prazer, mamou gostoso, chupetou como um bebe, engoliu e sorveu tudo o que ainda tinha. Pronto, agora, ela estava “batizada”e meu território demarcado.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos meu cachorrinhocontos erotigos desenhos comendo a fazedeira do bumdaoconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretoesplendida gozada dentro da buceta da esposa do cornoContos eróticos teens contos gays neguinho do pinto grande me comeumarido se assusta vendo a quantidade de porra que sua esposa derrama no pau do outro caradeu o cuzinho pela primeira vez e pede poe devagar porque ta doendomano nao me tente incesto contosforsei minha madrasta a fuder panterasMulher gostosa dw vestinho coladinhos fudendoContos de incesto mãe e filhoporno rabuda pulando naraincesto com meu vô contoscasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodecontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anosamarados com cordas e mulheres tatendo punheta ate eles gozar xvideostentando meter com pinto inchadoComo se escreve “ manda video porno ” em inglesalargada e assada e arrombada contocavalo viou pau ate no urtero da novinhacasada com raiva do marido so querer ir para o bar sai e da a buceta para estranho no motelConto erotico anal com humilhaçao e cinto de castidade masculinafilha minha femea contomeninas que gota de gozada na boca pornoVideo de duas mulheres tomando banho de biquini e se chupando e gritando de prazersou safadinha adoro analcom p maninho casa dos contosestrupa filha e confessa yotubequero os melhores contos eróticos de enteadas brigonas com fotosflagante de sexo com patricinha de carangolabunda sendo invadida pela primeira vez gaycontos eroticos minha esposa fodendo com meu sobrinho menor de idadePorno contos incesto mamaes com tesao iniciam suas meninas ensinando siririca..masturbaçao..chupar e punhetar papaistiraramos a roupa contos lesbicosA buceta da minha mãe soniamagrinhas soquem pauzao. de 30 cm pegou fogo no travesseiro da atrishomem se enxuga nu e a mulher abre a porta senquerer pornochantagiei minha irma casada contosxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixoxxvido apontei sevagenovinhas.abrir.buzentapais prende filha no quarto com irmão ele mete e gosa dentro da bucetaporno pai brincando de fazer cocegas na filhaandando bem devagarinho E aproveitando que minha irmã está pelad bota pau no cu dela YouTubecontos eroticos/dois gorotos negros picudos fuderam minha namorada a forcaobesa da virilha toda assada pornônem te conto anal em motelconto erotico sou travesti e vendi meu cusexo soumenti com corno chupando porra de macho na buceta da esposamorena boa tocando punheta pro cadaverwww.xvideos meninas com fartura de carne da buceta e rabo gostosoContos eriticos putinha do meu cunhado bem dotado parte3contos erótico de massagitas dotados comendo madames e ninfetasseminarista transa colega de quartonao aguento essa pica grande e grossa no meu cu sexo gayconto erotico de corno paraenseconto porno minha mulher e sua amiga enfio o dedo no meu cumorena cavala irresistivel não bater punhetaxvideo menina de meno gosano e tremeno as penaempresários do pau grande transando com homens mais lindo do mundo e musculosos e gostosos na pisina mete o pau grande que sai sangue misturado com gala gostosasa egua me excitou e eu esporrei nela/contocomendo o cuzinho com um guspinhoconto sexo anal piracaiarelato meu prazer analcontos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitérioporn xxx mulher paga divida e corno vendo ela chorar de dorXsvideos timida depilando o super dotadoporno serena ali ta doendocontos eroticos namorado de mamãe tem piça ggdescabacei a buceta da crentizinha magrela a fora - contos eroticosContos de incestos mamae brinca de lutar com filho ele fica com tesaotia ensinando osobrinho acome bocesta seso videu reau azeirocontos erotico meu bebe com fimosecasa dos contos eróticos dei para meu filho conto erótico gêmeas trail irmã com o namoradoconcha do gozando na boca do cunhado gayas gordinha r***** dando o vaqueiro na FazendaCasa dos contos eroticos paguei pra deflorara filha do caseiro contos eroticos de negra crente do piraíflaguei meu irmao comendo minha mae e entrei na festarevista em qadrinho mae mulata de calsinha de rendinha atolada no rabo pede pro filho come sua busetaminha cunhada me procurou para treparContos sexo bondage entiadas