Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O filho presidiário do meu padrasto

Autor: AP
Categoria: Heterossexual
Data: 27/04/2010 00:24:47
Nota 9.70
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Minha mãe havia se separado do meu pai haviam seis anos qndo ela conheceu o Arnaldo. Namoraram pouco tempo (só oito meses) e logo resolveram "juntar os trapos". Fiquei meio magoada pois eu morava com ela (meu pai mora muito longe) e não qria aquele estranho na minha casa. Com o tempo, fui me conformando. Eles haviam se casado há 1 ano qndo ele contou pra minha mãe que tinha um filho de um antigo casamento e q ele estava preso por ter participado de um racha envolvido com atropelamento e morte e q estava preso. A pior bomba veio logo depois: Danilo estava pra sair da cadeia e viria morar com a gente. Minha mãe pirou e eu mais ainda. Imagine! Um ex presidiário na nossa casa! Já comecei a mentalizar: só haviam dois quartos na casa e ele com certeza teria q dormir no meu quarto! Protestei mas foi em vão. Meu padrasto conseguiu acalmar minha mãe dizendo que Danilo era uma boa pessoa, que só havia cometido um erro. Minha mãe então consentiu com a vinda de Danilo pra nossa casa. Meu Deus, eu estava perdida! Digo isso porq eu sei do meu poder sobre os homens. Não estou qrndo ser convencida nem nada parecido mas sempre tive um corpo muito bem feito, os homens sempre me olham qndo eu passo na rua, mulheres tem por mim um ódio mortal (nem todas pois tenho muitas amigas, é claro). Até mesmo meu padrasto que sempre me respeitou, de vez em qndo eu o surpreendo a encarar fixamente minhas pernas ou minha bunda.

Era uma sexta feira qndo Danilo chegou. Eu não sabia q ele estava em casa por isso, entrei em casa e rumei para o meu quarto e entrei ja tirando a blusa para tomar um banho. Tirei o shortinho e estava só de sutiã e calcinha ( q eram bem pequenos) qndo percebi q ele estava na porta do meu banheiro me olhando. Na hora, eu paralisei mas foi só por uns poucos segundos. Dei um gritinho e puxei a colcha da cama pra me cobrir.

- Não sabia q tinha alguém no meu quarto - Eu disse, ofegante e envergonhada.

- Não tem problema, maninha. Pode fikar bm a vontade comigo. - Disse ele com um sorriso malicioso e olhos famintos em cima de mim.

- Você deve ser o Danilo. Meu nome é AP.

- Sei qm vc é. Só não sabia que você era assim. - Aquele sorriso malicioso persistia. Só então eu fui reparar em como ele era. Alto (qse 1,90), musculoso (seu braço era imenso,qse da grosura da minha perna, e olha q ela é grossa), olhos azuis, fixos em mim, me sondando, me despindo. Não consegui encará-lo pois seus olhos pareciam atravessar a fina colcha com a qual eu me cobria. E, contra minha vontade, eu estava sentindo minha xaninha comichar de tesão. Aquele homem exalava sexo. E eu estava morta de medo do meu "colega de quarto".

LOgo a porta da frente abriu e Danilo me lançou um último olhar antes de sair do quarto. Já havia começado.

Durante alguns meses Danilo não fez avanço nenhum. Mal falava comigo, dormiamos no mesmo quarto todas as noites ( as primeiras eu mal dormi) mas, apesar de ficar no seu canto, ele sempre demonstrava sua fome por mim. Me encarava sempre, olhando fixamente para minha bunda e lambia os lábios, sempre qndo me cumprimentava, beijava meu pescoço e colocava a ponta da lingua, me causando arrepios.

Foi numa noite de muita chuva que aconteceu. Eu estava dormindo num sono pesado qndo acordei de repente com uma mão forte apertando meu seio enquanto outra acariciava meu grelinho. Eu estava tendo um sonho erótico ( justamente com ele) por isso minha xaninha estava encharcada. Sua respiração era forte e quente no meu pescoço e sua barba por fazer me fazia arrepiar. Na hora, eu assustei e pulei.

- Danilo, oq vc tah fazendo? - Perguntei tolamente. Era óbvio oq ele estava fazendo só de olhar para o enorme volume em sua calça. Ele disse alguma coisa mas eu não pude ouvir pois trovejou na hora fazendo um barulhão. Suas mãos enormes me seguraram firmemente e eu não conseguia me mover.

- Me largua, Danilo, ou eu vou gritar. - Ameacei quase chorando com medo daquela enorme vara que ele pressionava contra minha coxa. Eu podia senti - la latejando.

- Pode gritar, sua putinha, que ninguém vai te ouvir. Não tem ninguém em casa e com essa chuva não vai ter ninguém além de nós dois até amanhã. Agora, fecha essa boca, sua vadia que eu quero te come gostoso.

Dizendo isso ele amarrou minhas mão na cabeceira da cama usando o lençol (que ele já tinha rasgado pra esse fim) de um jeito que ele podia me virar pra todos os lados mas eu não podia fugir. Tentei fugir mas o desgraçado era muito forte, me segurava com tanta força que chegava a doer. Numa tentativa desesperada de fugir, ajoelhei na cama de frente para a cabeceira e com a bunda virada para a porta. Ele riu e disse:

- Não é que você me deu uma idéia, sua biscatinha? Vou te comer de quatro feito uma cachorra.

Dizendo isso ele se posicionou atrás de mim. Tentei fugir mas suas mãos fortes me seguraram e senti seu pênis enorme na entrada da minha xana.

- Diz q vc qr ser comida sua cadela.

- Não - eu choraminguei.

- Fala!- Foi um tapa na bunda.

- Não - eu gemi.

- Fala, vagabunda! - Outro tapa mais doido ainda.

- Eu qro ser comida.- Gemi.

- Fala mais alto, sua puta.- Outro tapa.- Fala, me come todinha, gostoso.

- Me come todinha, gostoso.- Eu gritei.

- Qro ser sua vadia. Fala! - Outro tapa.

- Qro se sua vadia - Gritei.

Foi uma estocada só. Senti como se ele me rasgasse por dentro. Mas era impossível não sentir tesão com aqle pinto enorme e grosso entrando e saindo. Ele arremetia e gemia no meu ouvido.

- Ta gostando, neh, sua puta. Eu sei q vc gosta de ser comida. Vo te fude todinha,sua gostosa.- Foi dizendo essas obscenidades e apertando meus seios que ele gozou bem gostoso. Qndo senti aqla porra gostosa e qntinha dntro de mim, não pude mais segurar: gozei tambem.

- Ah, vc gozou neh, sua vadia. Agora vc vai ver oq é fode de verdade.

Ele me arranhou, mordeu, chupou, usou de todas as posições possíveis. Me deu tapas vigorosos, me fez rebolar no seu pau, cavalgar nele, chupar ele. Ele me fudeu a noite toda. De manhã, eu estava toda assada e dolorida mas só de pensar naqle corpo delicioso em cima de mim e dentro de mim, me enchia de tesão. Ele me ameaçou para que eu não contasse pra ninguém e me comeu muitas vezes depois. Teve até uma vez que ele me comia no chuveiro enquanto eu falava com minha mãe, que tava no meu quarto e... Mas essa fica pra próxima.

Comentários

04/08/2015 21:00:36
Gostei
09/11/2010 02:27:51
MUITO BOM... PARABÉNS... ESPERO POR OUTRO CONTO!
03/05/2010 18:26:58
Não sou muito fã de contos de estrupos, mas o seu esta perfeito, detalhado, envolvente... Vc é uma otima escritora, obrigado por comentar nos meus contos, se der leia os outros... Parabens pelo conto, nota 10 concerteza... Abraços Leonardo e Marina....
27/04/2010 17:49:47
Passarim, acho que você não leu o conto. Ela não queria mas tinha vontade e no fundo acabou curtindo ser violentada. C liga, mané!!!
27/04/2010 15:46:34
Concordo com Passarim. Imagina, sua irmã, ou sua mãe sendo estuprada?! Ficariam com raiva do danado. Certo? Mais esse coto é muito gostoso pelo o unico fato da cachorrinha, putona, e safada ter gostado do que aconteceu. Aí ja não considero estupro,e sim um fetiche, uma fantasia em ser estuprada por alguem.. Por isso eu dou nota 10 pra essa putinha pois o conto foi massa.
27/04/2010 14:19:04
gatinha vem pro picachu,ía chupar essa bucetinha até você goza na minha boca,o conto foi bom,continue escrevendo gostosa.
27/04/2010 02:10:42
INSISTEM COM ESA DESGRAÇA DE ESTUPRO. SEXO FORÇADO. COMPLETAMENTE ANTI-NATURAL. JÁ VIRAM CÃES ESTUPRANDO CADELAS SEUS FILHOS-DA-PUTA? NEM VÃO VER. O SEXO NO REINO ANIMAL É CONSENTIDO. VÃO TOMAR NO OLHO DOS SEUS CÚS. QUEM ESCREVE ISSO E QUEM INCENTIVA CONTOS ASSIM. DESEJO QUE ENTREM MESMO NESSA ONDA. E ESTUPREM ALGUMA MULHER. OU TENTEM. DESGRAÇADOS. DAÍ VÃO CONEHCER SEXO FORÇADO NA CADEIA. SÓ QUE PASSIVOS. DO JEITO QUE SONHAM. QUEM ESCREVE CONTO ASSIM É VIADO ENRUSTIDO. QUE FICA DOIDO PRA DAR O CÚ E NÃO TEM CORAGEM. VÃO PRA PUTA QUE OS PARIU INCENTIVADORES DE ESTUPRO. FILHOS DA PUTA. VIADOS ESCROTOS. HOMEM DE VERDADE ESTUPRA NÃO SEUS PESTES. E NEM SE EXCITA COM ESTUPRO. MAIS UMA VEZ. VÃO TOMAR NO OLHO DO CU. O DONO DESSE SIE DEVIA ERA TOMAR VERGONHA NA CARA E NÃO PERMITIR CONTOS ENVOLVENDO ESTUPRO E SEXO FORÇADO. EM PLENO TEMPO DE LEI MARIA DA PENHA. DE LEI DE VULNERÁVEL. PERMITIR RELATOS DE ESTUPRO? DESENCANA NÉ GENTE. PORRA.
27/04/2010 00:39:18
MUITO BOM... PARABÉNS... ESPERO POR OUTRO CONTO! CONTATE:[email protected]
27/04/2010 00:36:58
FOI MUITO BOM, FIQUEI COM MAIOR TESÃO CACHORRINHA SAFADA
27/04/2010 00:27:32
Foi Assustador mas Delicioso.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


sexo desleal com meninas na xotaquero ver as evangelicas toda nua e peladinha vigen pernas a bertas peito de fora durinhopenetração forçada do pistoludoconto sexo cu por gustaContos de cornoporno negra sitorinha rabu enpinadoporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela quererdia chuvoso no carro do amigo do meu marido acabei dando ate o meu cuzinhobranquinho super big dotado enfiando o seu pinto até o talões no cuzao da novinha arrombadapornor corno gosa na buseta melada de porra domegaoporno mae gotosa madura sedente de amor ai pirocaobucetas gostozas gozando gostozo na cabesona rombudaCarnavalnazoofiliaDespertando O Amor em um Brutamontesparte 2: casa dos Contosgostoso chupar meu amigo na chuvabati punheta num desconhecido no onibus contosgostosas apimentadinha de tesaoo pedreiro me comeu a forca!!contos eroticoscornolandia contosporno. jafaleii nãomotoqueiro gay passivo contocontos eróticos adoro foder com um pirocãonovinha: dei pro meu irmao roludo depois que flagrei minha mae fando pro meu pai na sala contosContos gays passeando de carro vestida de crossdressx vídeos porno eu e minha mãe fomos tomar banho e fiquei esitadoalivat xxxvídeoconto erótico lambida na buceta calcinha de lado língua tremeuos filhos gemeos da minha mulher evangelica contos eroticosrelato meu prazer analmeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machocontos gay virei menina sissyPorhb vovo porfavor nao fasa iso eu ainda sou mocinha eu nao quero contos eroticospeso d porrta gatinhamulheres brincando com penis so na portinha`conto erotico` Gabrielx.vídeos pornô família risquinha irmão e irmã novinhoscontos crossdressContos sou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempofotos de bucetas lusinhas brancas rosadascontoseroticos mulher lactante amamentandocontos eróticos da esposa pegou a amante na cama e castigoufilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandocache:wNACedYikXQJ:gtavicity.ru/texto/20170544 conto erotico gay na saida do bar de madrugada um travesti me estuproumalandro gay passivo dando o cu contolesbica estuprada pelos cachorros do vizinho conto eroticocontoprimeirafodanegras lesbicas fazendo tribadismo cabeca vs cabeca c clitorisanalcagandosogramanual de corno manso gatobomcache:I48cfGGC7vMJ:gtavicity.ru/texto/201612711 hospedagem anonima site:.rumae beba fas fiho chupa putariabrasileirachorou na dupla penetracao com amantes mega cacetudossenhora de idade pratica zoofiliaxvideos gostosas esbugalhou os olhos quando o pau grande entrou tudo de uma vezpeso d porrta gatinhacontos erotico meu sogro mi arobou cm seu pau d elefantecontos erotico coroacasado comendo onovinhomacubeiro comendo a foça novinhaCumeno madura no quintau Filme potnou com muljetesContos erticos irmas gulosas mamando na pirocona dos seus irmaos em uma orgia na piscina de casavidio mulher casada com roupa fodendo enfrente o marido ate escorrer porrsdei minha bubuta contosmuito beijo na boca pegada forte caricias e tapas em video porno com muita tara exitante*pode estora bolinhas que parecem espinhas na bunda?*Contos sou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempocotos eróticos patrao pau de asusta berei chorei griteicomo esconder do meu marido que a minha buceta ta cheia de gala de outro?contos eroticos de moreno perigosoEdgar um velho casado com uma gordinha de 24 anos metendo gostosocuiadia fudedo de xortiu curtocasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetavideo porno novinhas sendo lanbusada pelos velinhos que o pau nao sobe maisquero ver um monte de mergulhador de 19 a 20 anos de sunga de pau bem duro peladobebes crescidinhos porno gay amadorcalça legue mostrando abuçetacontis eroticos incesto faxina em familiadando a boceta pro namoradoprimeira vez novovídeo de sexo amador caseiro você quer me comer você quer meter é devagar meu com calma é assim não aqui mede a gente ser pinto grandevidio de comedor gozando na portiha do cu da casadaimagem de prima novinha e pequena mostrando o priquitinho para o seu primo novinho