Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O currículo da negra do ônibus me rendeu uma bela transa

Autor: Sr. Fetiche
Categoria: Heterossexual
Data: 04/04/2010 10:27:53
Última revisão: 04/04/2010 10:30:44
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O relato que passo a contar para vocês aconteceu há alguns anos atrás, quando eu ainda era casado e me rendeu uma bela de uma transa.

Foi um período que teve um feriado (não me recordo qual) e fomos passar esses dias na casa de minha sogra, aqui mesmo em Natal-RN, só que em outro bairro. Tive que voltar em casa no segundo dia que estávamos por lá, para deixar algo e ver como estavam às coisas, pois ficaríamos quatro dias fora de casa.

Fui de ônibus coletivo, que estava bem vago devido ao feriado e por ser cedo da manhã (umas 9 horas por ai), quando em determinada parada sobe no ônibus uma negra, não muito bonita, mas de um corpo que por onde ela passava não dava para passar despercebida, estava usando uma blusa com um decote que mal escondia os seus fartos seios e uma saia folgada, mas que delineavam o seu corpo, com um belo bumbum e par de coxas. Não tive como conter o olhar e fiquei olhando-a, secando-a com o olhar, desejando-a, com um tesão, não só eu como os demais passageiros do ônibus. Eu estava sentado nas cadeiras que ficam quase próximo a porta de descida do ônibus, as cadeiras que ficam em uma altura mais elevada.

Eis que ela vem com um sorriso no rosto e senta ao meu lado, quase não contive a excitação, meu cacete ficou duro na hora. A vontade era de tocar nela, passar as mãos nas pernas, coxas, alisar aquela bunda, mamar aqueles seios fartos,... Em determinado momento ela puxa conversa perguntando a hora e dizendo que tinha ido deixar um currículo em um restaurante, pois estava saindo do restaurante em que trabalhava e já estava procurando um novo emprego e que teria que providenciar outro currículo para entregar; eu aproveitando a deixa e com segundas intenções falei que poderia fazer o seu currículo já que trabalhava com informática (na época eu fazia alguns trabalho extras de informática, tipo digitação, cartões, pesquisas na internet, entre outros, quando estava de folga do trabalho e da universidade – inclusive tem um conto meu que relato a foda que tive com a vizinha a partir da realização dos trabalhos de informática), ela ficou toda animada e perguntou quando eu poderia fazer, eu de pronto disse que poderia fazer agora, já que estava indo para casa e naquele dia como era feriado eu não iria trabalhar. Ela concordou e mil pensamentos passaram por minha cabeça, não via a hora de fuder aquela negra gostosa e fazer o seu currículo. Falei em que bairro morava e quando estava se aproximando de minha parada me levantei e ela me acompanhou. Quando desci eu disse onde era a rua que morava, mas que achava melhor por precaução eu ir à frente (não seria interessante chegar acompanhado de alguém, com alguns vizinhos bisbilhoteiros que eu tinha) e que depois de uns 10 minutos ela poderia chegar por lá para fazer um trabalho de informática, na frente da casa tinha uma faixa dizendo os serviços que eu fazia em informática, não seria difícil ela acertar. Segui em frente, entrei em casa, estava ansioso, com muito tesão, parece que tinha a certeza que iria fuder a negra gostosa. Aproveitei e coloquei algumas revistas eróticas masculinas e quadrinhos eróticos dentro de uma cesta que deixa com revistas. Passados os 10 minutos combinados ela chega batendo palmas no portão, perguntando se eu fazia trabalhos e se hoje poderia fazer o currículo (com uma cara de riso a safada), eu disse que sim e pedi que a mesma me acompanhasse e entrasse, ainda bem que nesse momento não tinha nenhum dos vizinhos em frente às casas, nem passando na rua.

Pedi que a mesma sentasse no sofá da sala, ofereci água e liguei o computador e disse que ficasse a vontade que voltaria logo. Fui para o quarto, troquei de roupa, coloquei um calção mais folgado e tirei a camisa, ficando mais a vontade. O meu tesão era tanto que não dava para esconder o quanto o meu cacete estava duro. Quando cheguei à sala, notei que ela dirigiu o olhar para o meu cacete duro, mas tirou a vista bem rápido. Sabia que eram só questões de minutos para fuder aquela negra gostosa. Sentei ao lado dela no sofá, afastado um pouco e falamos sobre o que fazíamos, ela disse que era separada, que trabalhava como cozinheira em um restaurante, mas que estava saindo e por isso estava procurando um novo emprego, etc. Pedi para ela me mostrar um currículo que ela tinha, era daqueles comprado em livrarias para ser preenchido, disse a ela que iria fazer um currículo bem bonito para a mesma. Aproveitei para tocar em suas coxas enquanto olhava o currículo e perguntava sobre alguns dados que estavam faltando, ela não esboçou nenhuma reação em contrário o que aumentou ainda mais o meu tesão. Aproveitei também e toquei em seus braços, enquanto conversávamos, notei que ela ficou arrepiada.

Levantei-me, coloquei uma cadeira próxima ao computador caso ela quisesse sentar já estaria ali e disse que ficasse a vontade e apontei para a cesta de revista, já na expectativa de que ela pegasse alguma das revistas eróticas, com fotos, contos, etc, que eu iria digitar o seu currículo. Fui para frente do computador fazer o currículo e ela pegou algumas revistas e começou a folhear, notei que ficou bem interessada nas revistas eróticas, se detendo nas fotos de anúncios e também nos relatos. Em determinado momento fui até a cozinha tomar água e ao banheiro e de um corredor eu podia observar ela sem ela perceber, notei que ela estava ofegante e em determinado momento alisou os seios por cima da blusa e a buceta por cima da saia. Cheguei de surpresa na sala, ela teve que se recompor de repente assustada, tentando disfarçar o que estava fazendo, pedi desculpas e ofereci um copo de água, ela aceitou e fui pegar. Sentei ao seu lado no sofá e notei os biquinhos de seus seios durinhos de excitação e perguntei também se ela estava gostando das revistas deixando-a toda sem jeito, ela disse que nunca havia visto uma daquelas revistas e que tinha muita curiosidade de folhear, mas se sentia envergonhada em comprar, etc. Eu disse que ela podia matar a curiosidade e folhear a vontade e me afastei para mais próximo dela, já alisando o seu braço e subindo a mão em direção a seu pescoço, orelha, ela fechou os olhos e ficou toda arrepiada, eu desci a mão pelo seu braço e aproveitei para tocar o biquinho dos seios durinho com o polegar, com a outra mão alisei suas coxas e fui subindo sua saia para poder chegar a sua buceta, vi que estava com uma calcinha branca de renda, que estava bem molhadinha de tanta excitação e tesão que sentia, alisei a sua buceta por cima da calcinha, afastei um pouco a calcinha e pude sentir o calor de sua buceta com pouco pelinhos, molhadinha, fiquei massageando o grelinho duro, enfiando os dedos e ela gemendo, dizendo que não estava mais agüentando o tesão, que ia gozar, eu afastei um pouco e arranquei a sua calcinha e pedi para ela abrir as pernas e ficar mais na ponta do sofá e cai de língua em sua buceta de pelos negros, um grelo vermelho, que chega brilhava de tão molhadinha que estava, percorri toda a sua extensão, enfiando a língua, massageando o grelinho, mordendo-o com os lábios e com esse entra e sai de minha língua em sua buceta e chupando-a bem gostoso ela gemendo muito, gozou em minha boca, me brindando com o seu mel gostoso e cheiroso. Depois me pediu para meter logo nela, que queria sentir o meu cacete. Eu tirei a sua blusa, deixando salta os seios fartos de bicos grandes e durinhos e tirei também a sua saia, deixando-a nua, em seguida também tirei o meu calção e cueca e ficando em pé e ela sentada no sofá pedi para ser chupado, ela abocanhou o meu cacete, lambendo engolindo, enfiando até a garganta e voltando, chupando a cabeça, colocando o saco na boca, ela chupava com maestria, pense numa língua de veludo que ela tinha, eu não agüentando, disse que ia gozar e ela aumentou o ritmo, até que gozei gostoso, inundando a sua boca e também gozando em seu rosto e seios, em seguida eu a coloquei de pé e a beijei e chupei os seus seios fartos, mordendo e sugando os biquinhos, sentindo o gosto de meu esperma e fazendo a gemer de excitação.

Fui ao quarto e peguei um colchonete e coloquei em cima do tapete da sala e deitamos, em pouco tempo o meu cacete já estava duro, alisei a sua buceta, que estava encharcada pelo seu gozo, massageava o seu grelinho duro, enquanto ela me punhetava. Coloquei uma camisinha e fui para cima dela, coloquei o cacete na entradinha e meti com força, na sua buceta gulosa e apertadinha, fazendo-a gritar e gemer de prazer, pedindo para eu arrombar ela, para fuder ela como uma cadela, uma puta, que queria ser a minha putinha, e assim metendo gostoso nela, enfiando o dedo em seu cuzinho e chupando os seus seios, gozamos gostoso mais uma vez. Estávamos suados de transa tão frenética. Agora para tudo ficar completo só faltava fuder a bunda daquela negra gostosa, meter em seu cuzinho apertado. Fui ao quarto de peguei o lubrificante K-Y, já aguardando o momento certo. Coloquei-a de quatro e fui para a sua frente e pedi para ela lamber e chupar o meu cacete que estava todo lambuzado de porra mais uma vez, ela abocanhou gostoso e quando ela ficou dura como uma rocha eu fiquei por trás dela e passei a chupar a sua buceta, percorrendo toda a sua extensão, sentido o gosto de seu néctar, enfiando, lambendo, massageando o grelo, mordendo com a língua, depois passei a língua em seu cuzinho, que ficou piscando e ela se contorceu toda, enfiei um dedo, depois enfiei dois e ela rebolando gostoso, gemendo, coloquei a camisinha no cacete, derramei o lubrificante em minhas mãos e lubrifiquei o seu cuzinho, enfiando um depois dois, ate que consegui enfiar três dedos em seu cuzinho, ela gemendo e pedindo para eu fuder a sua bunda, dizendo que queria sentir o meu cacete lhe arrombando. Eu coloquei o meu cacete na entradinha de seu cu e numa estocada com força, meti gostoso, fazendo-a gemer, gritar, rebolar em meu cacete, eu aproveitei e dei umas palmadas em sua bunda, ela pedia para eu arrombar ela... que delícia de cuzinho apertado a negra tinha, que gostoso. O meu cacete ficava apertado dentro de seu cuzinho. E assim metendo gostoso em seu cuzinho, com ela rebolando em meu cacete e eu massageando o seu grelinho duro, chegamos a mais um orgasmo delicioso, caímos exaustos, eu ainda com o cacete atolado em seu cu, até que ele foi ficando mole e tirei o cacete de seu cu.

Ficamos algum tempo deitados, até que me levantei fui pegar uma toalha e indiquei o banheiro a ela tomou o banho, vestiu a roupa, enquanto eu finalizava o seu currículo, imprimi algumas cópias do mesmo e entreguei a ela e disse também que ela pegasse algumas revistas, ela pegou umas três ou quatro (entre as de quadrinhos eróticos e as outras com contos e anúncios) e nos despedimos. Eu disse que caso ela precisasse de algum currículo era só me procurar, já que ela sabia onde poderia me encontrar.

Depois de um tempo liguei para ela que disse ter se juntado com um cara e que estava difícil de nos vermos e disse que também estava trabalhando e que os currículos foram de grande utilidade.

Essa foi uma das transas mais interessantes que me aconteceram, pela situação, pela forma como eu a conheci. Espero que vocês tenham se deliciado com o relato e que mantenham contato para trocarmos idéias, nos conhecermos, fazer mos amizades e quem sabe não realizamos algumas fantasias juntos. Principalmente se você morar em Natal ou no RN ou estiver de passagem por aqui, mas desejo fazer contato com pessoas independente de onde morem. Aguardo vocês, um grande abraço.

Meu e-mail/MSN é: [email protected]

Comentários

26/06/2010 01:06:21
Conto pra lá de excitante. Adoraria estar na sua pele nesse dia.
04/04/2010 13:24:21
Gatosa, obrigado pelo comentário. Beijos.
04/04/2010 12:53:16
Mas q sorte a sua hein.... rs. Bela aventura.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


gozando dentro da mignonzinhaBlog atualizado da casa dos contos eroticos paguei ´pra deflorar a filha do caseirosou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contoscontos eróticos gay da cidade de tupã ?filmes online porno com padrasto viu entiada virgens dormindo pelada e deixou a buseta dela rrasgadaporno doido so chupança de buceta. com muita fomeconto sou rabuda e fui encoxadaVer garotos com 16 cm de picacomendo a mileninha gostosinhaCavalo pauzudo coloca tudo na jumentinhaconto erótico sou menino mas adoro usar calcinha e ser menina do meu tio malvadoContos erroticos de empragada chinezaEdufera cintosxv.ogenrro.cl.endo.asogramolequeputocontos sexo minha esposa nossa vizinhairma fabiana de carinha de anjo coçando a xoxotaconto eróticos voyeur vizinha dos fundosContos de meninas novinhas que liberaram o cuzinho pro namorado da sua mãe mas não aguentaram a rolae já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoracontos eroticos de evangelicas metendoloirinha pesou que ia so fazer chupeta mas tomou muita porravídeo pornô com mulher trepando bem muito toda suada suor pingandoxsvideo de porno itiada fudeno com padrastoporno loiras xiri gigante anal picas trinta centímetrosMenina pedendo cabaçoxxvideocontos eroticos gays macho dotado femea viadinhonovinha deixando esperma escorer da boceta debrucoxvd irma bati punheta para o irmao e nao rezisti e da pra eleadoro foder com meu filho fodeme meu filho nesta cona putapor favor senhor eu nunca fiz sexo anal pornopono vinha.neguinhaconto erotico sendo chupada enquanto ler livro pornopornô dois negão chega na porta de uma mulher com cheque de r 1000contos gay afeminadosx vídeos enquantoo novinho se masturbavaaté gozar o negão metia lhe a picaconfigurar permissões e Jadson aquele beijo que você me deuxxvideo porno brasileiro novinha chora ao ter q fd cm varios depois q perd apostayeezus ana casa de contos eróticosputa lambe pe do macho contoflagrei a novinha metendo no matinho e chantagiei contossimpatia para virar corno mansoponto não. quebrau. cabaso da vigeSou tarado por beijar pezinhos com rasteirinhasxvideos caseiro emfermera mindando banho eaigosando vom o cachorrocomendo cu da sogra da minha sobrinha contosxvidio fagar a gostosa na praiamulher bebada foi tamar banho e acordou ebgatada pelo cunovinha arregaca buceta doendo muitomenina cai em cima do negro jumento.gemer disvairadabaixar xvideo de aluna ta secando minha bucetacontos incesto xota enrabadaimagens e videos de coroas tesudas metidas no sexo kente ate esporrar fora e mostrando a cona inchada com labios longosContos eroticos seios mordedo fortevideo estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroabocete nu travetiaduas irmas abdo buceta oara o irmaocorno sendo humilhado lambendo direitinho buceta cheia de gozopau grande e grosso porno so com novinhas sendo cruelmente aregacadameu primo e eu na resistiu e comeu o bucetao da minha tia contominha esposa lavano abucetinhaContos eróticos dedadas gostosas na buceta dentro da banheirasou casada e fui bolinada gosteiincesto com meu vô contosdei a buceta no rio contos eroticoscontos menina chuponacotos eróticos patrao pau de asusta berei chorei griteiContos eu e mamae somos putas do pai e amigos deleemcoxando a novinha de sches e saiaquiz da a bucetinha com 10 aninhos pra mim com 51 anos meti com vontade contosForcei minha mae e ficar nua conto incestosexo torrido e desejoConto erotico gay o bom filho a casa torna capitulo 10Minha esposa centou no colo de outro cera que eu sou corno manssomulher centa na bengalanegras lesbicas fazendo tribadismo cabeca vs cabeca c clitorisx vdeos novinhas mostrando busetinha