Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Lipe, o sobrinho queridinho da titia - Parte 1

Autor: Malluquinha
Categoria: Heterossexual
Data: 04/04/2010 12:01:26
Nota 9.51

LIPE O SOBRINHO QUERIDINHO DA TITIA (1ª Parte)

Sábado de sol, estava eu e o Beto passeando pela orla da praia da Barra da Tijuca, quando de repente, Beto avistou o sobrinho no calçadão, agarrado aos beijos com uma morenaça, ela aparentava ter uns dezesseis aninhos, usava um biquíni fio dental branco, deixando sua bundinha toda empinada, Felipe era alto 1.80 de altura, havia puxado ao pai, mas com a beleza da mãe Cristina, porte físico de um atleta, praticava muitos esportes inclusive natação que o deixava um tezãozinho, moreninho, olhos esverdeado, pele lisinha, todo gostosinho.

Pra quem não me conhece de outros contos, sou uma mulher bem resolvida sexualmente, casei aos dezenove anos, tenho cabelos lisos, longos e negros; olhos castanhos, pele clara bronzeada, estatura mediana, quadris largos, busto médio, pernas bem torneadas, hoje estou com trinta e oito anos de idade.

Vamos continuar com os fatos.

Beto parou e estacionou a moto, e enquanto eu ficava encostada nela, ele foi se aproximando do Lipe sem que ele percebesse.

_ E aí camarada, não procura mais o seu tio, ta sumidão, né?

_ Caramba, meu tio que legal. E aí como vão as coisas?

_ Tudo bem seu moleque, não vai apresentar a gatinha não?

_ Pô essa é Gabi, amiga do cursinho, e cadê a tia?

_ É um prazer Gabi, tua tia, ta ali.

O Lipe veio em minha direção, e na hora que ele me deu um abraço, bateu um vento forte que abriu a minha canga que estava enrolada com apenas um nó, ela se abriu e deixou o montinho de buceta pra receber aquele aperto contra a sunga do Lipe.

Na hora senti aquele calor e a maciez do nervo adormecido, protegido apenas pela malha das nossas veste.

_ Tia que bom encontrá-los aqui, essa é Gabi... Como vocês estão passando, quase não tenho tempo, o vestibular esta acabando comigo.

_ Felipe você pretendo, fazer o que?

_ Sabe tia estou pensando em engenharia ou arquitetura, quero ser igual a vocês.

Fiquei ali admirando aquele garoto que praticamente vi crescer e que agora estava um belo rapaz, fiquei impressionada com aquele corpo todo, Beto sugeriu ficarmos por ali mesmo batendo papo com eles.

Entre um mergulho e outro, tomávamos cervejinhas na areia. Lipe entrou no mar com a Gabi e eu fiquei conversando com o Beto, falando da coincidência daquele encontro e como o garoto estava bonito.

_ Minha irmã havia me dito que o Lipe não esta nada fácil, que só quer saber de namoradinhas e que ela esta preocupada, de que ele possa vir a perder o vestibular deste ano.

_ Que nada isso é da idade mesmo, daqui a pouco tudo passa, ele ainda é muito jovem, nós também éramos assim, lembra?

_ Eu sei, o medo dela é que o filho puxe o pai e fique nessa galinhagem toda, sem ter responsabilidade com nada, foi por causa disto que eles se divorciaram.

Nessa hora Beto aproveitou pra me falar, que aquele encontro não tinha sido casual, que ele tinha prometido pra irmã, que teria uma conversa séria com o Lipe, só não esperava encontrá-lo ali naquela pegação toda e que não iria estragar a azaração do sobrinho não.

Felipe voltou da água, agarradinho na cintura da Gabi, quando ele se afastou da bunda dela, eu notei que fazia um volume na sunga dele, deixando transparecer que ainda estava com uma pequena ereção, uma imagem do que seria o seu pau.

Beto saiu pra dar um mergulho e quando voltou, trouxe outra garrafa de cerveja, encheu nossos copos e começou a contar piadas, meia hora depois eu me levantei e avisei que precisava ir à água, já havia bebido demais.

Gentilmente o Lipe disse que iria comigo, antes que eu pudesse tomar um caixote, pois o mar estava alto e muito agitado.

Dito e feito entramos e na primeira onda, senti faltar areia no fundo, justo na hora em que deixei o xixi sair. Senti uma mão me segurando pela cintura, me encochando, pressionando um nervo semi-duro na minha bundinha, senti a quentura da urina escorrer pelas nossas pernas, virei-me de frente e vi o Lipe sorrindo, e agora me agarrando pela cintura encostou o pau totalmente duro em minhas coxas e meus seios em seu peito.

_ Tia foi por pouco heim?

_ Que bom que você percebeu se não fosse isso eu estaria até agora comendo areia. É por isso que eu gosto de piscina.

Ficamos um pouco ali papeando, quando outra onda apareceu e desta vez antes que ela me arrastasse, me agarrei ao Lipe e deixei minha xoxotinha agasalhar aquela piroca quente e dura e aproveitando as ondas rebolei gostoso nele.

Depois vi a burrice que tinha feito, com que cara eu ia encarar aquele molecão, fingi nada ter acontecido, que estava meio altinha devido às cervejas.

Voltamos pra areia, e contei que quase havia pagado um micão e que tinha ficado com medo de voltar, e tomar outro caldo, eles riram de mim e tiraram um sarro com aminha cara. Só não imaginavam que na verdade eu tinha aproveitado muito bem a situação.

Gabi voltou pra casa de carona com a irmã, nos deixando sozinhos com o Lipe, ficamos bebendo até tarde na praia, quando de repente o Beto perguntou pro Felipe, se ele iria ao maracanã assistir a final do campeonato brasileiro, Flamengo e Grêmio.

_ Não vai dar, não consegui ingresso não, eu sei que a galera vai geral.

_ Vou ligar pra tua mãe agora, e vou dizer pra ela que você vai lá pra casa com agente, só tem um probleminha, você tem que ser pé quente, o que você acha da idéia?

_ Ótimo, não tenho nada programado pra hoje mesmo.

Aproveitando o afastamento do Lipe, o Beto ligou pra Cris e avisou que iria levar o Lipe pra nossa casa e assim poderia conversar melhor com ele e aproveitaria o domingo pra assistirem o jogo, proposta aceita na hora pela irmã.

Beto esqueceu que estava de moto e não de carro, a única saída foi me fazer de sanduíche. Beto subiu na moto, eu subi e me agarrei ao Beto, Lipe subiu colocando-se atrás de mim, juntou o pau dele na minha bundinha e fomos assim até em casa, me sentia uma aventureira e a cada sacolejada da moto mais eu sentia a piroca do Felipe endurecendo no meu trazeiro, me deixando toda molhadinha.

Chegamos ao condomínio, Lipe desce da moto, abre o portão da garagem e o Beto entra comigo montada ainda, ao estacionar quase nos deixa cair, estava meio bebinho devido, ao numero de cervejas tomados na praia, Lipe corre em nossa direção e ao tentar me ajudar, ele me abraça por trás levando a mão cheia no meu peito, senti uma sensação tão gostosa, que forcei a minha bundinha naquela piroca deliciosa.

Beto só fazia rir, correu em direção da ducha e deixou cair aquele jato forte sobre a cabeça, seguido por mim e pelo Lipe. O meu fio dental já não fazia amostra nenhuma, de tão enfiado que estava no meu rego, Beto mergulhou na piscina junto com o sobrinho.

_ Aproveitem enquanto vou preparar uns petiscos e trazer umas bebidinhas pra gente.

_ Valeu minha tia querida.

Beto parecia uma criança se divertindo com o sobrinho na piscina, após preparar tudo, ajeitei numa mesinha flutuante a bebida e os petiscos para deliciarmos, deixei ao lado uma bolsa térmica com as latinhas de cervejas, e mergulhei na piscina.

_ Um brinde aos melhores tios do mundo.

_ Nossa, ao meu queridinho sobrinho, certo Beto.

_ Claro amor ao Lipe, tim, tim.

Enquanto aproveitávamos aqueles momentos, Beto sugeriu um campeonato de mergulhos e prova de fôlegos, ganharia quem ficasse mais tempo de baixo d’água. O primeiro a mergulhar foi o Beto, ele veio por trás de mim mergulhou, passou entre as minhas pernas, retornou a passar e assim quem mais passasse por ente as pernas, do outro seria o vencedor.

Conforme a respiração ficava mais difícil, usava-se de toda maneira para mais uma passagem de pernas e com isso começaram a agarrar nas minhas coxas pra conseguirem atravessar o obstáculo. Beto conseguiu passar três vezes e numa dessa quase tirou o meu biquíni.

O Lipe mergulhou e na primeira veio direto na minha xoxotinha, imaginei ter sido sem querer, na volta alisou minha bundinha, na terceira vez veio com nado de costa, senti nitidamente a boca dele mordendo a minha bucetinha por cima do biquíni, ele levantou e disse ter empatado com o tio e que deveriam desempatar, concordei nada mais justo.

Beto coitado estava visivelmente cansado, enquanto o Lipe ria e dizia que o tio estava ficando velho, pude perceber que o garoto estava mal intencionado, queria sacanear o tio de qualquer jeito. Beto se recuperou, tomou fôlego e começou a maratona, desta vez passou quatro vezes, após, levantou-se e colocou os braços na borda da piscina, deitou o rosto entre os braços buscando descansar.

_ Agora é a sua vez, quero ver quem esta ficando velho aqui?

Eu pensei comigo mesma, vou sacanear este moleque, enquanto Beto continuava a descansar, Lipe mergulhou e passou apenas alisando as minhas poupinhas, na volta veio com estilo nado de costa, quando ele encaixou a cabeça nas minhas pernas, eu travei não permitindo a sua passagem, que besteira que fiz, aproveitando e imaginando que eu queria sacanagem, ele arredou o biquíni pro lado e encaixou a língua dentro da minha grutinha me levando a uma descarga elétrica de mais de mil volts, as pernas bambearam que quase caí, nunca imaginava sentir aquilo ali, daquela forma tão perto do meu marido.

Lipe saiu da água reclamando que tinha sido prejudicado pela falta de apoio da tia, que se desequilibrou e quase caiu, tirando a concentração dele.

_ Qual é chorão, o velho aqui sou eu, ta querendo o que, outra chance, é?

_ Pô pergunta pra tia, se ela não se desequilibrou, pergunta se eu não mereço ir de novo, pergunta tio?

_ Vamos fazer o seguinte, vamos beber mais um pouco e depois veremos se você vai ter outra chance, ok.

Eu estava extasiada, não acreditava que aquele moleque tinha mexido comigo daquela maneira, eu nunca me imaginei com tanto tezão no meu sobrinho.

Continuamos a beber, Beto estava metendo o pé na jaca, praticamente bêbado.

_ Amorzinho acabou a cerveja, pega mais pra gente, por favor, pega.

_ Beto não é melhor, sairmos da piscina e deixarmos pra beber depois!

_ Não filha, você ta preocupada com o que, se eu cair estou dentro d’água, e melhor ainda, estou em casa com meus queridos e posso dormir amanhã até antes do jogo, só não posso deixar de vê o meu mengão ser campeão.

Fazer o que, depois não reclama. Fui lá, enchi a bolsa de cervejas, preparei mais petiscos e voltei pra piscina, não entrei não, fiquei sentado à borda com os pés, batendo dentro d’água, peguei uma bola plástica e joguei na cabeça do Beto, que cabeceou e gritou goooooool do mengão, é campeão, tantan, é campeão, tantan.

Nisso os dois começaram a jogar a bola um pro outro.

_ Vem tia brincar com a gente de bobinho, vem!

Desci e entrei na brincadeira, o Lipe foi o primeiro bobo, ficava no meio tentando catar a bola enquanto eu e o Beto jogávamos um pro outro, devido ao excesso de bebidas ingeridas os nossos corpos já não aceitavam as ordens vindas do cérebro, volte e meia, tanto eu quanto os dois, na ânsia de agarramos a bola passávamos a chamada mão boba no corpo do outro.

Numa jogada mais disputada entre eu e o Lipe, ele tentando tirar a bola das minhas mãos, acabou arrancando um peito pra fora, me deixando com o biquinho endurecido, com os dedos em volta da bola, ele encostou-se ao meu biquinho e começou a prendê-los como se fosse um alicate guloso.

Beto nada via, não só por que estava bêbado, mas também por Lipe ter as costas larga e que não permitia a visão daquele momento, eu claro que estava adorando aquilo, quando nos afastamos vimos o Beto já cambaleando indo se sentar na espreguiçadeira da piscina.

Saímos e fomos ajudá-lo, Beto muito insistente e com a voz enrolada nos disse.

_ Eu vou deitar um pouquinho aqui, vocês podem continuar a brincadeira, faz tempos que não me divirto tanto, vão, vão, estou bem.

Lipe caiu na água e me chamou me deixando pensativa na hora, achei uma covardia com o Beto que estava bêbado, Beto virou-se pra mim, e perguntou por que eu ainda não tinha caído na piscina, eu sabia que as coisas estavam tomando um rumo perigoso, afinal eu não sou de ferro e ainda por cima com um garoto maravilhoso me tirando do sério. Ele me deu uma tapa na bunda e praticamente me jogou nos braços do Lipe.

Antes de cair na piscina, entrei em casa e liguei o som baixo já se passavam das dez horas da noite, ao passar pelo Beto percebi que ele já dormia acomodado na espreguiçadeira, tentei acordá-lo, ele resmungou algo que não entendi, Lipe me chamava insistentemente dentro da piscina.

Ó duvida cruel, cuido do meu marido ou caio nos braços do sobrinho dele, realmente eu estava na duvida, quando de repente ouçoApesar de não gostar muito da idéia, resolvi dividir esse texto em duas partes, particularmente eu prefiro por inteiro, mas a pedidos dos leitores, aqui encerra a primeira parte e logo a seguir, vem a parte final, o meu objetivo é causar prazer aqueles que gostem de aventuras eróticas, com muita cumplicidade.

Leitor, se você deixar o seu e-mail, prometo responder aos comentários aqui postados, uma boa leitura a todos.

Beijinhos da sua, Malluquinha.

Comentários

15/02/2018 02:51:27
Que tia ....
27/06/2017 08:11:57
ta ficando gostoso,,bjs,, [email protected]
29/05/2016 13:01:42
Na onde eu acho uma tia dessa... [email protected]
27/10/2015 07:41:35
PERFEIÇÃO Maluquinha :) rsrsrs... AMEI !!!!!!!!!!!!
28/09/2015 18:03:29
Nota 10
07/08/2015 18:00:12
12/07/2015 16:21:48
Gostoso de ler, agora vou pró próximo, hoje estou com tempo ;-). Bjokas.
18/06/2015 13:58:31
que titia safadinha e deliciosa, adorei o conto e queria agora que fosse a minha titia, adorei e gozei lendo, parabéns Malluquinha. [email protected]
21/05/2015 13:19:55
Gente onde eu acho esse lipe emmmm delicia
02/05/2015 16:48:07
Li já este conto outras vezes humm rico em detalhes mt bom...gostaria de,saber mais dobre vc aventuras [email protected] recentes....
18/07/2014 04:49:11
Adorei. Maravilhoso conto. Beijos... [email protected]
19/03/2014 20:21:28
nossa meus parabens adorei o seu conto, este e o meu email [email protected], sou moreno, alto, forte
25/08/2013 01:52:21
bom
06/02/2013 19:06:43
muito excitante, adoreiiii, fiquei exitada ao ler o seu conto, beijosssss da sua amiga Sophy
26/08/2012 02:24:22
Ler esses contos esta me dando coragem par tentar comer minha cunhada que é meu sonho de adolescente
02/02/2012 01:53:28
Maravilhoso relato,mande notícias de outros, bjs minha [email protected]
10/06/2011 19:27:53
Oi linda, será que lembra de mim olivia, adorei seu conto, fiquei toda molhadinha, louca para saber o fim da historia, claro que tenho uma ideia, beijosss muito bom
10/06/2011 19:25:45
Ola maluquinha, se lembra de mim, Olivia, gostei muito da sua historia, fiquei toda molhadinha, estou louquinha para ver o que aconteceu, cloro que já tenho uma ideia, beijos adorei
25/03/2011 16:28:57
foi razoavel seu conto,afinal vc mais insinuou do que fez, mais valeu
12/02/2011 04:17:16
muito excitante, adoro esse exibicionismo, esse jogo perigoso que na frente de todos a ponto de serem desmascarados ficam se bolinando... uma delcia... meu email: [email protected] beijusssss
01/02/2011 00:52:53
Hmmm. Ótimo conto vou agora ler a segunda parte, ah!. Eu adoro ler os seus contos.
18/01/2011 11:59:46
Adorei. Gosto de conto assim. Parabéns! [email protected]
06/01/2011 12:57:16
NAO CURTI MUITO NAO,DESCULPA
21/12/2010 10:35:33
nota dez malukinhaaa sou seu fan!
21/09/2010 22:00:18
QUE DELICIA DE TITIA, ADOREI.
09/09/2010 01:33:50
Excelente conto, se a primeira parte foi excitante assim.....vou correndo agora msm ler o complemento do texto. nota 9 pra primeira parte!
09/09/2010 01:32:58
excelente
04/09/2010 15:50:46
Com certeza uma tia como vc faria qualquer sobrinho ficar doido de tesão, desprender um carinho especial...adoro seus contos. Meu msn [email protected], gostaria muito de tc com vc. bjs
04/09/2010 09:44:31
D+! Mesmo!!!
28/08/2010 09:33:04
Gostei vamos ver a continuação...
15/08/2010 16:15:36
Para mim esse foi uns dos melhores... sei la bem como dizer.. mas da um tesão filho da puta..Gostoso de ler esse conto..
15/04/2010 18:27:54
numa titia dessas até eu piro legal, passando pra segunda parte
12/04/2010 18:21:54
nossa que delícia, maravilhoso estou molhadinha. [email protected], quero ler tudo que você escrever, sua Olivia
10/04/2010 20:33:04
Otimo conto...
10/04/2010 20:32:32
Adorei seu conto, muito bom, [email protected]
09/04/2010 10:06:18
Putz. Preciso correr para ler a segunda parte.
08/04/2010 18:01:25
07/04/2010 07:29:13
vc é maravilhosa 10
05/04/2010 14:39:53
Hummmm>>>> Tá Muito legal a "TENTAÇÃO"... Adoro Contos Longos e bem "BOLADOS"... Bem, vou ler o próximo... quem sabe o que vai acontecer... Bom vou mandando umas alisadinhas nas suas "POMPINHAS"... e Bejin na XOTA!!!... Até breve!!!... XAU!!!
05/04/2010 11:38:38
minha querida, voltei de viagem e já fui privilegiado com este conto sensacional, vc continua sendo a minha princesa dos contos, nota 1000, vou ler a 2ª parte agora mesmo.
05/04/2010 10:44:46
muito bom...como ja te falei...ja me tornei seu fa rsrsr.bjus
05/04/2010 08:18:58
Mto bom, a narrativa é excelente! merece um 10
05/04/2010 07:02:13
Malluquinha,estou adorando essa primeira parte, imagine a segunda quero ver.por favor vc pode me adc no msn? [email protected]
04/04/2010 12:27:02
MUITO BOM... PARABÉNS! EXCITANTE... E PRAZEROSO, VOU LER A SEGUNDA PARTE...

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos eroticos vania minha meia irma 2vídeo pornô a novinha tomando banho com gosma e sangueconto gay o Doce nas suas veias capítulo 2videos de sexo mulhe sai pra ir pra kademia e vada o cu e chupa rapidibhoconto comi uma eguaA buceta da minha mãe soniadeflorador de gatinhas taradastarado convenceu so passar o pau no grelinho virgen da filhinha e enpurrou tudocrente e vizinho cassetudo conto eroticohistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulherpornô mãe dando o cuzão dando para o filho de regaço combinação pelo cão carinhoesposa da cu sangra e estremece porno caseirovideo porno lanbidas na boceta noivas e incestodei minha esposa santinha a um comedorcarine patricinha casa dos contoscontos eróticos mulher dividindo o marido com gaymulheres bostas scattitia sacana estourando a fimose do sobrinhocontos sexo pecado incestuosoNoca vi pau grosso filio vei mifuder na sala estoriacontos erotico amamentei dois garotoscomi minha cadelavídeo de mulher pelada nua vídeo mulher pelada mostrando o pinto também amor quer vir aqui também é muito periquita Minha louca vida de mulher pelada nuaConto porno velho comendo meninamenage masculino contosmolequinhos emeninos de treze q quonze anos perdendo a virjindafe do cizinho pela primeira vez vidiosselinho no grelhoeu conto dancei com meu cunhado e senti um p*******porno.com corninho faz surpresa pra sua gostosa deixando um jumento encher sua buceta de porrairmã linda gostosa dando sua bucetinha virgem para o sermão do atadochupando buseta labefo pasda mso bocsvelho rasgador de bucetatufos videoconsiquiu engoli uma pica enormesogras com genrosbucetaspornor corno gosa na buseta melada de porra domegaoContos eroticos socaram a rola na buceta da minha esposa e a engravidaraocontos eroticos A Dama e o Bruto novinha gritano e gosanocontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anossexo porno fui no meu ginecologista ao abri a perna ele me chupou todinha deliciaconto erotico tia bucetuda e sobrinho pausudo de sungalinda loirinha chorando no pau do cara e gemendo muito querendo mudar fundo maluquinhaVideos de sexo bucetinha das crentinhas nen naceu pelo se lascando na rola do negaonegao enchendo cu do velhote de porranegao enchendo cu do velhote de porraxxvideosamodou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaoso puta dancando sexual e menor mostrando o peitinho e bucetinha enchada marcado a calcinhaeu uma coroa gostosa dei po borracheiro contos eroticosmeu padrasto tirou minha calcinha e comeu meu cuzinhomobile zoofilia com cachora femiamulequespauzudomulheres que sentem desejo sexual por cavalo zoofiliaSexo animal cachorro emrola pito na bucetinha da puda taradonacontos eróticos lesbicos strapon putinha vadia vagabunda fuderExcitantes Contos Eroticos Contados Por Noivas pelos Seus Paes Padrinho Padre E Tioscasa dos contos eroticos o padrasto so quis as pregaso bucetaoda minha norabunda branca mole cavalgando na minha rrola no 1.xxxapalpando o roludo no rodeio sexosquirt alucinador pornnovinha loirinha de onzeanos bucetinha enxadinha transando com papaicasa dos contos eróticos patrão e empregadocontos eroticos dominada na frente do meuporno cunhanda provoca cunhando d xorti ate emtra na rolaContos eroticos com o dono da verdureirofilmes porno no calor do buraco estreitocontos sadomazoquismo estuproxvedeo as 20 mehores gozadameu cu fico largo contos gayconto erotico mae no ciocontos eroticos peguei meu marido dando pro caseiro. negao adotei elecontos uma delicia de vizinha 8aninhosaliviava me tesao com o filho novinho da vizinhatarada xividiosxoxotas gostosas morenas atirar espermaquero ver sexo com patroa lesbica seduzimdo sua enpregada e fazendo sabao com ela no aeu quartobucetinhas e cuzinhos lisospassou a mão na rola do padrastodormindoconheci a menina arranca a roupa dela fica pelada fazendo sexopornô comendo a cunhada crioula do lado da esposa dormindoporno engoliu a porra e catinou mamanomeu cunhado tirou meu cabacinhoVectra no pau de borracha bem grande na buceta no pau de borracha na buceta