Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A loira e o detonador de bucetas

Meu nome é Sofia, tenho 40 anos, mas a maioria dos homens me dá menos idade, loira natural, coxas grossas torneadas e um corpo bem legal, conseguido com muita malhação e doses generosas de sexo, não só com meu marido Sérgio, como outros machos que conquisto no dia a dia. Temos um casamento bem liberal, onde temos a liberdade de explorar nossos desejos sexuais, sempre mantendo o nível de nosso relacionamento. Este é o primeiro conto que escrevo sozinha, os outros escrevia com meu marido mas este, fiz questão de expor a todos inclusive, ao meu próprio marido que só saberá os detalhes hoje, quando estiver lendo este relato.

Até então, todas as nossas transas extras casamento, eram sempre feitas a três com a participação minha e do meu marido, como expectador ou participante ativo. Desta vez, resolvi participar sozinha de uma aventura, deixando meu corninho louco para saber dos detalhes que passarei a relatar pois combinamos de só revelar os detalhes agora e ele deve estar louco para saber.

Conheci o Celso através de uma amiga comum de malhação. Corpo escultural, 1,90m, loiro de olhos claros, sorriso franco e, segundo a minha amiga, um grande de um safado. Começamos um papo agradável e ele logo passou a tecer elogios sobre meu corpo principalmente, para uma mulher de minha idade, falando que meu marido era um homem de sorte. Aquela conversa fiada se estendeu por toda a aula e seguiu adiante num bar que ele me convidou a tomar uma saideira antes de irmos para casa. É claro que a conversa acabou descambando para a sacanagem e ele alegou que adoraria ter uma chance comigo, pois desde que entrou na academia, ficava me secando de longe. Para apimentar mais a situação, menti que nunca havia traído meu marido e que, apesar de ter gostado muito de seu papo, aquela conversa estava se tornando perigosa ao que ele retrucou, levando sua boca a minha e me dando um beijo delicioso. Falei para ele que era um louco e que poderia estar ameaçando meu casamento (sou uma grande atriz) e ele falou que se eu estava realmente com medo, deveríamos ir a um lugar mais tranqüilo para “conversarmos” sem medo de sermos vistos. O pato caiu na minha cena e sugeriu para irmos dar uma volta de carro no que aceitei pois alegava que temia ser vista com ele em lugar público. Saímos de carro e após alguns quarteirões ele parou num estacionamento de um supermercado que estava vazio, e passamos a maior seção de beijos e chupadas, acabando por “aceitar” ir com ele para um motel.

Ele dirigia como um louco para chegar logo ao motel e quando entramos, ainda fiz um “doce” dizendo que não devia estar ali mas ele logo me pegou e começou a me despir gentilmente, passando a chupar meus seios firmes de bicos duros com muita experiência, dizendo para me acalmar que ele seria muito carinhoso comigo. Ele me despiu, peça por peça, e quando fiquei nua em pelo, percebi pelo seu olhar e principalmente pela ereção em seu short, que a visão o agrava e muito. Ele caiu de boca em minha buceta, chupava muito gostoso e agarrava meu grelinho com força arrancando urros de prazer até que eu não agüentei e gozei loucamente em sua boca. Só então ele se levantou, tirou o calção e pulou uma pica linda, tamanho satisfatório e com a cabeça bem vermelha. Ele deitou ao meu lado com aquela verga em riste, me deu um gostoso beijo molhado e empurrou suavemente minha cabeça em direção ao seu mastro. Não precisava nem pedir, estava louca para chupar aquela pica o que fiz com gosto. Lambia toda a sua extensão e engolia aquela tora com satisfação, sentindo aquela cabeçona encostar na minha garganta. Sentia o gosto do líquido que fluía daquela pica e mamava com vontade, louca para sentir sua porra dentro de minha boquinha. Apesar de ficar chupando ele por vários minutos, já ficando com o maxilar dormente pelos movimentos contínuos, ele não gozava e eu, pedia para ele encher minha boquinha com seu lentinho:

- Derrama seu leitinho seu puto, quero sentir o seu gosto.

- Então chupa mais um pouquinho minha putinha – dizia ele senhor da situação forçando minha cabeça em direção a sua pica e coordenando os movimentos.

Ele pediu para fazermos um 69, onde rapidamente ofertei a minha bucetinha para uma nova seção de chupadas. Estava ficando completamente louca, sentindo a sua boca em baixo enquanto em cima, travava um duelo louco com aquela pica maravilhosa. Estava excitadíssima com sua língua veloz em meu grelo e, acabei gozando novamente em sua boca sem, no entanto, fazê-lo gozar na minha e, apesar de meus gritos de excitação, ele continuou a chupar minha buceta tão intensamente, que percebi que logo estaria gozando de novo. Mal conseguia continuar chupando seu pau, pois meu corpo estava completamente elétrico, dando choque a cada novo toque dele e supliquei:

- Põem em mim...põem... não agüento mais...

Ele segurou minha bunda e trouxe minha xoxotinha com mais força em direção a sua boca e falou:

- Ponho sim, mas só depois de sentir o seu gozo mais uma vez. Adorei chupar esta bucetinha gostosa, goza mais uma vez para mim vai....tinha certeza que você era uma fêmea maravilhosa, uma verdadeira rainda na cama....

E caiu novamente de boca em meu grelo que estava sensível e dolorido pela fricção da sua língua. Não agüentei mas chupar sua rola e passei a curtir aquele momento incrível pois nunca havia sido chupada assim. Minha buceta parecia uma cachoeira, dado a abundância de líquido que escorria e, após alguns minutos, desfaleci com este novo gozo com uma intensidade tal, que senti meu corpo todo a se contrair em gozo para depois relaxar de prazer. Devo ter ficado meio inconsciente pela gozada e quando voltei a mim, ele estava de pé colocando uma camisinha e partir para cima de mim. Colocou a cabeça em minha xoxota e empurrou com força. Seu pau entrou rápido e todo, devido a estar completamente lubrificada. Segurou minhas pernas, levantou elas ao alcance de seu peito, e metia com vontade. Eu sentia as estocadas bem fundas, num movimento cadenciado que me deixava completamente louca.

- Puta que pariu, como você é gostoso. Fode, fode gostoso sua putinha. Quero sentir você todinho dentro de mim...

E continuava bombando, ora cadenciado, ora forte e arrancava gemidos loucos de minha boca. Senti que estava chegando um novo gozo e supliquei a ele para gozar comigo pois nunca tinha visto um cara ter tanto controle da ejaculação e manter tanto tempo a ereção assim. Já estávamos um longo tempo transando e nada do bicho amolecer. Ele me virou de bruços e enfiou novamente aquela tora em minha bucetinha... não agüentei sentir o peso daquele macho gostoso sobre mim e comecei a gozar loucamente enquanto sentia, o pulsar de sua pica dentro de minha buceta. Quando acabei de gozar, ele levantou minhas ancas, me pôs de quatro na beirada da cama e em pé, começou a enfiar novamente. Sentia-me dolorida pelo tempo de foda, mas estava muito gostoso. Agora de quatro, podia sentir ainda mais fundo sua pica em mim e chorava de prazer:

- Goza seu filha da puta, assim você me mata, já to toda dolorida...goza vai.

- A gatinha ta com a bucetinha dolorida ta...saiba que eu custo muito a gozar e vou fazer você ir às nuvens como nenhum outro te comeu antes – disse ele rindo e enfiando a sua vara em mim.

Minha buceta ardia loucamente devido a fricção da camisinha e, apesar de estar bem lubrificada, já não estava agüentando mais. Implorei para ele gozar pois já estava toda dolorida e ele me falou:

- Pode deixar que vou dar um jeito nisto – Se levantou, tirou o mastro dentro de mim, procurou algo na sua bolsa que percebi ser um lubrificante, colocou uma nova camisinha, besuntou sua pica com lubrificante me colocou de quatro na cama e veio para cima de mim. Colocou novamente sua pica que adentrava como se estivesse me queimando, enfiou algumas vezes e depois, retirou a pica e a guiou para meu buraquinho do cú. Estava tão dolorida, que até gostei da idéia dele procurar um novo caminho mas falei:

- Você não vai me torturar mais vai....você vai gozar né!

- Pode deixar, que com um cuzinho destes, vou gozar bem rapidinho.

E começou a forçar meu buraquinho anal que lentamente começou a ceder espaço para aquela cabeça que forçava caminho. Estava tão mole de tesão, que literalmente afundei a cabeça no travesseiro e abri ao máximo minha bunda, expondo o meu buraquinho aquela vara detonadora. Ele forçou um pouco e a cabeça entrou, senti seu pinto deslizar lentamente empurrando minhas preguinhas e pouco a pouco, comecei a me sentir totalmente preenchida. Ele enfiou tudo, sentia seus pelos a tocarem em minha bunda e, após algum tempo totalmente atolado em meu cú, ele puxou totalmente sua pica de dentro de mim que me pareceu que estava vazia e voltou a meter tudo novamente. Gritei de dor e tesão e ele começou a se movimentar dentro de mim, cada vez mais rápido dedilhando meu grelinho o que me causou uma onda de tesão sem igual. Comecei a forçar minha bunda contra seu pau e pude perceber que ele estava prestes a gozar. Implorei para ele gozar na minha boca e ele não se conteve e falou que iria gozar. Virei rápido, ele retirou a camisinha e eu cai de boca em sua pica, levando jatos de porra bem fundo, que engoli com gosto.

Caímos literalmente exaustos na cama, abraçados como dois namorados. Sentia a sua pica ainda meio mole a me cutucar a bunda e após uma seção de beijos e chupadas, ainda demos uma nova foda só que desta vez, consegui fazer ele gozar mais rápido, apesar da surra de pica que ele deu em minha bucetinha dolorida e em meu cú sensível mais acabei sentindo sua porra em meus seios, após pagar uma gostosa espanhola para ele, na qual torturei com vontade sua pica deliciosa, até sentir seu leitinho escorrer por entre meus seios e bicos.

Saí do motel, completamente dolorida, na frente e atrás, mais satisfeita por ter tido uma tarde de intensidade sexual impar. Ele realmente é um verdadeiro detonador de bucetas, falou que no início, ficava sem jeito por demorar tanto a gozar mas depois, percebeu que isto era um diferencial a favor dele. Apesar de metido, sabia muito bem como levar uma mulher ao paraíso e como fazer de uma transa, um momento inesquecível.

Espero que todos gostem deste relato principalmente meu adorável corninho, que vai saber junto com vocês, com foi a transa de sua mulherzinha.

Tchau!

Comentários

16/05/2010 01:21:39
Hum... delicia tesuda, me add no msn [email protected]
14/05/2010 21:48:00
Estou apaixonado. És o máximo!!!!!!!! Adoraria ter tido uma fêmea assim na minha vida. Leia minhas aventuras, onde encontrarás meu e-mail, e me adicione. Beijos.
14/05/2010 14:42:25
deiciosamente, safadal

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


quero ver sexo com patroa lesbica seduzimdo sua enpregada e fazendo sabao com ela no aeu quartocontos lukinhas22cmcontos de sexo depilando a sograate quanto centimetros poso colocar no meu cuirma gemeas ciumes por isso se chupam pornona fazenda de amigos novinho conto eroticodesejo o pai sair e comeu a madrastayeezus ana casa de contos eróticosassistir vídeo pornô anal de sogra com genro gravado em Ribeirão preto d*********contos anal casal que gosta fazer anal cagandoprovoquei e ele me pegou a forca na rua!!contos eroticosdoidoporno vrlho fudendo filha gozando dentrosexo os homems enfiam a pingola deles dentro da mulher e vai soca soca e vai socando video que da pra abrimeu tio comeu minha bucetinha virgem parte 2 contos eroticosporno so vidio reral tiramo a vingidadevidros prno insetos fodendo mae emprensada coroas do sapsapezibir vidios o cacorro e criado desde pequeno com a menina derrepente ele resoçve comer a buceta delavanessinha casada e putinha/quadrinhosvideos dr sexo com pau de40cm analvídeo de Kid Bengala transando com mulher brigona XVídeosnegao fudendo engenheiro na obraX vídeos Keane vs roludoelementarians casa dos contos eroticosPai chupando e amassando os seios e vagina da filha e passando a mao na vagina dela ver video calcinha molhadamulheres bostas scatvídeo de sexo de garotão matuto. de cueca boxe. de pau duroContos eroticos anal de ipatinga mgcontos de esposa puta chupando varias rola na frente d cornopatricinha de short perdida fodendo no matoencanador negrao come mae e filha enquanto concerta o cano da casahistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulhercontos de incesto filho arma um sequestro pra mae rabudavídeos de pornô com homem com homem o homem chamando shampoo no pinto do outro e lambuzando de xixiincesto pai filha eroticos peludo bigode contosMeu marido era louco pra me ver com uma picona toda socada dentro de minha buceta e na minha bunda e eu fiz sua vontade!xvidios outros purai favoritoscontos de sexo raspei minha bucetaTa tarada roludo vendo novinhas com cálcinhas melecada xvidios travestis na punhetas novingascontos eróticos gay cunete entre molequesconto viadinho gosta de ser fudidoelementarians casa dis contos eroticoscontos eróticos amiga novinhaxvideos cu estalo rompendo as pregras fazendo barulhocorno e engolidor de rola contocoroas peladas com o corpo melado de margarinafilha faz as pazes com o pai xxxmulher da bundona fica de quatro e negao li enfia a pirocaporno video tia fodeno seu sugrinho virgem ele broxa nelabussetas cuspindo porratexto jibi mae filho fodeu bucetacontos eróticos da tia com seu sobrinho jovemnegras lesbicas fazendo tribadismo cabeca vs cabeca c clitorisXVídeos de debulha sercoabaixar tema vendo o primo transando com boneca inflávelelacareca contos eroticos de mullheres carecasxvıdeo novınha gozando muıtoQuerido lavei a conasou casada mais quem mim fode gostoso e patinhonegao enchendo cu do velhote de porraporno pai e filhinha no maio sarocomebuceta irma outra irma prexaquero ver loiras e morenas d********* bem gostoso e arrombando o c* bem arrombado mostrando bem arregalado o c****** e de fio dental bem gostoso preto vermelho branco azulcasada.comcrente dando pro.comvelho.contoXVídeos real amador verdadeiro marido chega em casa mais cedo ovo gemido da esposa e grava escondidocristina loirinha sem juizopadrasto veio do nordeste xupano bucetona da intiadacontos sogro e noramulher fazendo sexo e o cara comendo a bucetinha e o cuzinho dela empurrando a picona ela gemendo respirando fundo e ele empurra toda na bucetinha e filmando escondido ela vervideo de sexo a três homen comendo aboceta e a outra enfiando uma pica de burracha emessa no cu delanegao pasado opau na bumda da kasadacomo daesem doer a bucetacontos sobre chantagiei minha tia e q comiXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhaconto erotico primo safadocontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramcoroas peladas com o corpo melado de margarinacontos de sexo depilando a sogracontos eroticos sem querer maevixxi encoxadasconto de padrasto socando a punhetaContos gangbang com tios e primosliberei minha filha pro meu amante tirou o cabacinho contos