Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Minha doce Clarice

Autor: cafa
Categoria: Homossexual
Data: 21/08/2010 21:25:34
Nota 9.67
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Esta história aconteceu, numa cidade perto da Grande Porto Alegre, onde eu vivii e me criei. Já faz algum tempo, na época eu era apenas uma garotinha sonhadora. Essa foi minha primeira vez com outra mulher!

A minha tia, irmã de meu pai, era casada e tinha uma cunhada, mais ou menos com a mesma idade minha e se chamava Clarice. Ela era um loirinha, magra, seios pequenos, pernas longas e uma bundinha redondinha.

Eu era muito ligada a minha tia, desde que nasci ela ajudou a minha mãe cuidando do mim, passeávamos juntas, íamos ao shopping, aos parques e cinemas em Porto Alegre. Depois que ela casou e foi morar em outra casa, eu passava os finais de semana na casa dela, quando havia possibilidades e foi assim que eu conheci Clarice. Em alguns finais de semana, nos encontrávamos e alguma vezes dormiamos juntas no quarto de hóspedes em uma cama de casal. Aproveitávamos para escutar música, conversar e contar estórias uma para outra, até altas horas da madrugada. As vezes, em silêncio, rompíamos a escuridão do corredor e nos aproximávamos da porta do quarto de casal para ouvirmos meu tio e minha tia transando. Nossa, eu ficava louca de tesão, já havia transado com alguns garotos e a vontade de transar ficava na minha cabeça a noite toda. Muitas vezes fui dormir excitada, mas não me arriscava masturbar-me, pois achava que Clarice iria notar e poderia não gostar ou entender. Outras vezes, ao voltar para o quarto, deitávamos na cama e ficávamos conversando.

No dia de Natal, ganhei de minha mãe um conjunto de calcinha e baby-doll preto, ele era de seda e rendado na parte superior, apenas um pequeno laço para amarrar logo abaixo dos seios, deixando estes levantados, a barriga e a calcinha transparente à mostra. Dentro dele eu me sentia maravilhosa e me demorava na frente do espelho admirando o contraste da minha pele clara com o preto do conjunto e que a abertura dava um toque especial deixando ver os pelos pubianos por de trás da calcinha. Sinceramente, eu ficava um verdadeiro tesão!

Passadas as festas de fim de ano, minha tia me convidou para passar alguns dias em sua casa, pois meu tio iria viajar a trabalho, como ela também trabalhava, também convidou Clarice, assim, eu não dicaria sozinha durante o dia. Achei o máximo, logo imaginei que aquele passado recente iria voltar por alguns breves dias e eu teria a companhia da minha tia que eu tanto amava, alíás, para mim ela era quase minha mãe.

Como combinado, no domingo a tarde fiz a minha mala, dei um beijo na minha mãe e fui para a casa da minha tia. Quando cheguei encontrei minha tia e Clarice conversando na cozinha e ambas preparando o jantar. Beijei e dei um abraço longo e apertado na minha tia, parecia que a muito tempo não a via: me aproximei de Clarice e também a beijei, minha intenção era beijar-lhe o rosto, mas por descuido, o beijo desviou para seus lábios, hoje eu sei, foi proposital.

Jantamos, conversamos, ouvimos música, dançamos e assistimos o filme Voltar a Morrer, com Umma Thurmam, tudo isso acompanhado de cerveja. Eu fiquei um pouco tonta, mues pés pareciam que não encostavam no chão, tudo estava perfeito, três loucas e bêbadas, mas estava na hora e deveríamos ir dormir, minha tia teria que trabalhar pela manhã.

Tomei um banho, vesti o meu baby-doll novo, passei meu perfume favorito - Anaïs Anaïs, prendi os cabelos em um rabicó e fui para o quarto de hóspedes. Clarice havia feito o mesmo em outro banheiro da casa e já me esperava sentada na cama.

- Uauuuu! Como você está linda, não sabia que você era tudo isso! - disse-me ela

Acho que meu rosto ficou da cor da camiseta do Internacional de Porto Alegre, morri de vergonha! Estava acostumada com elogios e cantadas dos garotos, mas algo assim vindo de uma garota e com um olhar guloso, nunca!

Tentei disfarçar e me deitei na cama, ela percebeu a minha reação, mas fez que não notou.

Deitadas na cama, continuamos conversando e contando histórias, até que meus olhos pesaram e adormeci.

Durante a noite, acordei assustada, senti o corpo de Clarice grudado ao meu, senti o seu calor e ama de suas mãos passeando sobre as minhas coxas. Permaneci quieta, confesso, gostei! Sua mão deslizavem pelas minhas coxas, pela minha bunda e alcançava por entre as nádegas a minha xaninha, depois deslizava pela minha barriga e procurava um caminho para alcançar os meus seios. A sua respiração ofegante queimava o meu pescoço, eu ouvia os seus baixíssimos gemidos de excitação e notei que enquanto com uma de suas mãos ela me acaricia, com a outra se masturbava. Deixei ela continuar, eu cuidava para não me mover e assustá-la, permanecemos assim por alguns instantes e ela teve um orgasmo, se afastou e se contorceu de prazer ao meu lado na cama. Pensei em abrir os olhos e dizer-lhe que havia notado, senti vontade de me virar e fazer loucuras com ela, afinal eu também havia ficado excitadíssima. Mas, resolvi ficar calada e com cuidado para não me fazer notar, continuei na mesma posição e me masturbei, pensando nela, pensando em beijá-la, chupá-la, lambê-la, até que gozei, mas me segurei para não deixá-la notar.

Pela manhã, acordei e Clarice já havia levantado da cama. Lembrando do que havia acontecido durante a noite, saí do quarto cestindo o baby-doll, fui ao banheiro, lavei o rosto, penteei os cabelos, deixando caídos sobre os ombros, passei batom me ajeitei, enchi os pulmões de ar, abri a porta do banheiro e saí, fazendo jeito de mulher fatal. Encontrei Clarice, encostada em um balcão da cozinha, com uma xícara de café na mão, olhando pela janela e pensando, ela estava longe dalí, não notou que eu me aproximava. Me aproximei devagar, como uma felina no encalço da presa, sem ser notada, parei a alguns centrímetros e sussurei ao seu ouvido:

- Quero você!

Elá me olhou assustada e não diexei que falassa alguma coisa, dando-lhe um beijo na boca.

Apertei-a contra os meus seios e deixei que o beijo dissess tudo.

Ela seurou o meu rosto com as duas mãos e falou:

- A muito tempo eu espero por isso!

Eu respondi:

- Não sei! Mas a noite passada já basta para mim!

- Você notou? - ela perguntou.

- Sim e senti vontade de te dizer, mas resolvi esperar, queria te olhar nos olhos antes! - respondi e ela replicou:.

- Estou envergonhada, não esperava que você tivesse notado.

- Esquece, não importa, nunca estive com nenhuma mulher e se isso tem que acontecer, deve ser você! - disse-lhe novamente.

Antes que ela pudesse falar novamente, olhei os seus lábios e os beijei voluptosamnete. Abri-lhe a camisola, deixando seu seus descobertos, beijei-lhe o pescoço e desci aos seus seios pequenos.

Ela respirava ofegante, segurava e acariciava meus cabelos, oferecia os seios para que os sugasse. Voltei a sua boca e nos beijamos demoradamente.

Abraçadas nos dirigimos para a sala de visitas, em meio ao caminho, nos abraçávamos, nos beijávamos e nos acariaciávamos. Eu nunca, com homem algum, havia experimentado tamanha excitação, estava molhada como nunca, meu corpo trepidava, um calor intenso tomava conta de mim.

Chegamos à sala, a camisola, o baby-doll, as calcinhas haviam ficado pelo caminho. Sentamos no sofá, sem dar folga por nenhum segumdo aos beijos. Esfregamos, roçamos nossos corpos de encontro um ao outro. Sua boca passeava pelos meus seios, sua lingua acariciava meus mamilos, minha lingua entrava pelo seu ouvido, minha boca encontrava a sua nuca.

Ela abriu minhas pernas e se colocou entre elas, desceu pela barriga, pelo umbigo, pela virilha e chegou ao meu clitoris, sua lingua explorou-o com maestria. Ela abriu-me as pernas mais ainda, deixando minha buceta rosada totalmente livre e divinamente beijou-me intimamente. Sua lingua se introduzia voluptosa por entre os labios vaginais, fazendo-me gemer de prazer. Eu cada vez mais umida e excitada pedia-lhe que não parasse.

Eu estava extasiada, totalmente entregue a ela.

Ela parou, me deitou no sofá, subiu para cima, deixando-me entre seus pés, depois se acocorou e me ofereceu a buceta. Era uma visão linda, uma xana rosada, pelinhos loiros e lábios proeminentes. Devagar, e leves lambidinhas acaricei os seus labios vaginais, segurei-a pela bunda e com os dedos polegares abri-lhe a buceta. seu grelo era pequeno, mas estava inchado, coloquei a boca sobre ele e suguei-o, sua excitação era tanta que um líquido escorria e entrava pela minha boca, ela urrava de tesão, enfiei a lingua naquela buceta deliciosa e Clarice caiu deitada sobre mim. Ela estremeceu, apertou-me a cabeça entre suas pernas e gozou desesperadamente.

Aguardei que ela se recuperasse, beijava-lhe a bunda e acariciava-lhe as pernas. Ela se virou, abriu minhas pernas e começou a me chupar. Sua linga era maravilhosa, deliciosa. Ela realmente sabia o que esra preciso para me levar ao orgasmo, sua boca me sugava, sua lingua passeava, entrava e saia da minha vagina. Sem muito esforço eu gozei deseperadamente em sua boca, apertei-a com minha pernas, abraçei sua bunda e apertei su pubis contra meus seios. Nossos corpos suaram e misturaram os suores.

Foi assim, minha primeira experiência com uma mulher. Tivemos muitas histórias juntas, muitos orgasmos e até compartilhamos nossos momentos excitantes com outras amigas liberais e bi como nós. Hoje Clarice está casada, tem dois filhos e mora próximo a Porto Alegre, eu como vocês sabem moro em Londres, onde trabalho. Sempre que vou a Porto Alegre de férias, damos um jeitinho para nos encontrar e matar as "saudades".

Comentários

29/08/2010 10:44:08
obrigado!
28/08/2010 13:17:05
Delicioso, cheio de tesão e bons momentos excitantes... parabéns

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


japonesinha novinha colegial não resiste as investidas do irmão e transa com eleWww.bundudinhanovinha.comPorno contos familia incestuosas ninfetinhas comecando cedoTonhão transa com sua cadeladelegada indo pega sua prisioneira pornodoidocontos eroticos diaristarelato corno na casade swuingBAIXA VIDEO PORNO APROFESSORA ELIZABETI DA ESCOLA NANDEJApornô em Carmo da Cachoeira na ruaouvir barulho do pinto entrando na buceta pornôVale de mulher pelada transando com homem chupando o pinto e razão na carecaxxx vídeo Pai percebe qui sua filha ta virando mulher e sente vontade de comer -youtube -site:youtube.comfilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandoporno loira olhos azuis coxa grossa rabo grande peituda cabelos longos metendo como uma cadela no ciovideo de mulhe rebolhadogata nua aberta na cama bom das macia arrepiada cuzinhos duro meladomegao pega mulheres casda a forsa econe abusetaquero ver vídeo de menina virgem dando para homem dotado que arranca vida dela com força como se fosse um estrupo mas esse tipo como se fosse de vídeo vídeo de pornô vídeo de sexo e suas coisas Eu quero ver vídeo da simvídeo pornô com homem enfiando o braço todo no ânus da mulher despejando muito líquidotopou na buceta qi ela bufoucontos de novinhas iniciada na webtia ensinando osobrinho acome bocesta seso videu reau azeiromulher em pornô de cavalo e se estraga todinha sair sangue do c*Conto gay viagem Onibus leitocontos eroticos viajei com meu genro e fiz boquete a viajem todamau encostei a penis no cuzin dela ela ja se gozou todapornô b***** grilada da novinhavídeo de sexo cazeiro com novinha tranzando co padrasto. e ele fala pra rla fica quieta para mae não ouvirconto erotico gay branco dominador gosta de maltratar viado pretocontos esfolei o anus da mamae bebadaccrioula dando o cuzaowww.xvideos- gaysinho gosta de chupar seu peniz comprido e mole chupa para passar o tempo chupando seu penis igual um bambu gigante.comporno irado sexo no salã de belezavídeo porno amadores encostano a pica na buseta cabeluda da intiada durmidoso vidio maquinaseximarido segura as mao da esposa para o amante enfiar o braço na nuceta dela enquanto ela grita de dorcasada coroa video fotocorno secretocontos da minha sogra me pedindo pra cheirar sua calcinhablogger comedorcasada gozando veja fotoHomempauzao analcontos eroticos o costureirofato real de noiada chupando rolaMinha esposa centou no colo de outro cera que eu sou corno manssocontos eroticos fui xingada e humilhada e violentada por velhos taradosa bucetinha depilada da minha mãe contoscasa dos contos eroticos o padrasto so quis as pregasvideos porno amador fiz minha prima dos labios carnudos mim mamarQuero assistir filme pornô mulher sendo arrombada pela uma muda de limãopromo gostoso me fudeu contos eróticos gayfoda incesta mae dormindo bem profundo tipo estupro putaria brasileira cenas fortes de estrupo mae sexocontos eroticos quando eu tinha doze anos viagei pra fazenda com meu paiXsvideos mulher torturando escravo nuleitinho do padrinho contos gayNem respondi e fui metendo naquela bucetinha encharcada, até sentir meu pau tocar o fundo, quando ela soltou um gemido alto e gostoso.conto erotico gay vagejada caprabinhos e xoxotinhas arrombados por picas super grossa e cabeçudacontos eróticos de incesto uma competição entre a minha filhinha e a sua amiguinhaxxvideo mae fazendo gimatica e filho comi elameu neto de 16 virgem contos eroticoDespertando O Amor em um Brutamontesparte 2: casa dos ContosConto dando sonifero enteadaencostando de pe na parede e comendo o cusogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexosaiu sangue da buceta da minha namorada quando nos estavamos trazandovideos porno insetos entre filho fodendo mae prensadacomi minha cadelaeguas taradinha no cio pigandoquero ver loiras e morenas d********* bem gostoso e arrombando o c* bem arrombado mostrando bem arregalado o c****** e de fio dental bem gostoso preto vermelho branco azulbaixar pro celular videos novinha gordinha de chortinho dando pro irmao pauzudovideos porno para ver agora mae de 25 anos gostosa aproitar q a filha sai e esfrega mo genroaninha e meu tio cacetudo com foto e todos os contosspredador de viado contos eroticosxvideo guardondo o pau nacuecaPorno contos mamaes iniciam suas bonequinhas no incesto todos juntinhos com papais dando leitinhos na camaporno contos morando na casa do sogro bravoporno jaritaca pau grande traiReta do Pedreiro Hétero Peladofilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandoponto não. quebrau. cabaso da vigemulenapicaPorno contos de traicoes dentro da propria casacontos eróticos filhinha novinha gostosa delirando no colo do papai