Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Reformando a saia da minha nora que tesão...

Autor: wandeco
Categoria: Heterossexual
Data: 14/12/2010 09:48:10
Nota 9.50
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Noutro dia minha norinha querida pediu-me para fazer uma reforma em uma saia sua, pois estava um pouco comprida e larga tambem.Disse-lhe que quando abrisse a máquina eu faria, pois se já estava tudo medido, não h averia problemas, mas como ela queria a saia, prara uma festa que iria na proxima semana, começou ligar para saber se eu já havia feito, até que fiquei com o saco meio cheio e fiz o serviço, como estava marcado. Ela então em seu horário de almoço, veio até em casa para experimentar. ---Olá sogrinho, finalmente ficou pronta?---Ficou, precisa experimentar, pois fiz naquelas marcações. Ela então entrou no quarto e veio vestida com a bendita saia.Não ficou nada bom, ficou muito curta e muito justa que nem fechava o ziper. Pedi que subisse na cadeira, para a gente marcar tudo novamente. Ela subiu na cadeira, e já de cara me deliciei vendo seu fundilho.---Olha só aparece até a calcinha...---Jura, o sr tá vendo a minha calcinha---Eu tô, quer que eu diga a côr? É branca dom detalhes em lilás...---Nossa mas ficou tão curta assim...---Tem que desmanchar essa bainha e fazer outra, mas primeiro temos que desmontar inteira para ajustar dos lados.. .Minha nora é uma daquelas delicias que todo coroa sonha em pegar, delicadinha, corpinho mignon, cabelos médios nomeio das costas, bumbum lindo, coxas firmes, peitinhos, ah que peitinhos, boca carnuda olhos azuis, enfim uma coisa linda. Adoro quando ela vem em casa e toma banho e meio relaxada que é larga sua calcinha usada sem lavar no banheiro e acabo ´por descobri-la, toda meladinha, aquele cheirinho delicioso, e as vezes penduradas no varal, calcinhas minusculas, de renda, fio dental, de todas as cores. ---Bem temos que descosturar, acho que é melhor ficar ai no seu corpo assim já descosturo, já marco, voce tira dai então refaço o serviço, ---Mas ai eu vou ficar pelada e o sr, olhando tudo...---E o que é que tem, olhar não tira pedaço, e só vou olhar como um profissional, larga mão de frescura, afinal sou seu sogro. Comecei descosturar a saia, logo estava de fora sua coxa e já começando aparecer a calcinha, meus olhos, esbugalhados não prestava atenção na costura e sim em seu corpinho delicioso recendendo calor e seu odor caracteristico de sexo, que cheirinho bom que saia da sua xana. depois foi o outro lado, enfim havia conseguido o meu intento, Ela estava praticamente semi nua na minha frente. Eu estava com um short de malha e sem cueca, pois ela com sua pressa não me dixou me recompor. Estava impossivel esconder a minha ereção, coloquei uma camisa e ela percebeu,---Nossa com um calor desses voce de camisa sogrinho?Ela continuava em pé sobre a cadeira, comecei alfinetar a saia para depois tira-la e costurar, quando terminei...---Vai lá e tira, para eu costurar, mas tira com cuidado para não desmarcar senão vai ter que desfazer tudo de novo se estiver errado.E ela com seu jeitinho manso,...---Ai, tira pra mim sogrinho, tenho medo de desmarcar, sair alguma coisa do lugar e depois voce brigar comigo...---Tá mas e ai?---O que é que tem, vai só ver a calcinha, e voce já viu mesmo, e tem mais não vai ver nada demais...Nossa eu estava diante de uma situação inusitada e o tesão muito grande, minha rôla pendurada totalmente dura, já molhava o short, o circo armado literalmente, com cuidado, abri o ziper e comecei tirar a saia para que não a machcasse com os alfinetes, ela de frente para mim, sua xana na altura da minha cara, fui tirando e vendo surgir sua vulva volumosa, a calcinha delineva a marca de sua rachinha pois ali estava enfiada, e até dava pra ver que estava meladinha, pois a marca da umidade se demonstrava. Terminei de retirar, escorregando a saia pelas suas pernas, e quando ela levantou o pé para que eu tirasse pude perceber que ela estava totalmente enxarcada, lá embaixo, onde molha mais. ---Hummmm, cheirinho bom, perfumadinha...---Tem que ser né...---Claro, é tudo de bom...Pediu-me para desce-la da cadeira, peguei-a pela cintura e a fiz descer, deslizando-a pelo meu corpo, fazendo-a sentir a rigidez do meu membro loucamente ereto.Ela afastou-se e ficou sem jeito...mas não fez alarde, sentei à máquina para costurar e ela ficou ali ao meu lado em pé, novamente sua xana na minha cara...---Dá pra voce tirar essa coisinha gorda da minha cara, ela fica me olhando eu fico desconcentrado...----Gorda!?????---Maneira de dizer...---Estou incomodando sogrinho?Eu colocoa bermuda...---Não, não, pode ficar assim, esta muito bom, e bonita tambem...Posso perguntar?---Pode...---Ela é peladinha?---Que pergunta!!!---tá bom, custa responder?---É ela é peladinha...---É que nunca vi uma peladinha ao vivo, só em filmes e fotos...Ela sentou-se no sofá eu levantei para tomar um café para mostrar-lhe o meu estado, os meus 22cm em estado de riste, balançandopara todos os lados, ---Sabe porque eu perguntei, é porque ele tambem é peladinho...Ai que legal...tambem nunca vi um peladinho, desculpa, um peladão...---Que tla a gente trocar...eu te mostro quer ver...?---Ai, sogrinho, não pode ´e pecado.---Pecado é passar vontade...Paraei em sua frente esfriando o café, e conforme balançava o copo, o bitelo tambem balançava...---Tá bom, então deixa eu ver...---Abaixa o short ai...Ela pegou pelo elático do short e abaixou com cuidado, e viu surgir meu pinto, vermelho, cabeça toda pra fora não tenho fimose, e todo raspadinho, ...---Ai que bonitinho, não tem a pelinha, fica senpre pra fora assim?---Fica...---Bonito mesmo, e grandão, é tudo grandão, olha só o tamanho desse saco, chiiii, ele tá chorando...---É de felicidade...e ela tambem não esta?já vi a sua calcinha toda meladinha...---Posso pegar nele?---Pode fazer o que voce quizer...---Posso???? Ela pegou o meu pau com ambas as mãos, a ainda sobrou pau para mais uma mão...---Nooooosa, é grande mesmo, olha eu estou aqui fazendo isso, mas é pra ficar só entre nós, mais ninguem pode saber hein...---Acha que sou louco de contar isso pra alguem...---É quente ele, sabe o que parece...aqueles sorvetão de Itú.---Então que tal?---Dá vontade mesmo, mas...vamos terminar a saia que daqui a pouco eu tenho que ir embora, estou no horário do almoço...Eu não podia espanta-la, e resolvi concordar, já tinha ganhado uma pegadinha e das boas, estava explodindo de tesão. mas tive que terminar a bendita saia. E as laterais ficaram prontas, coloquei-a sobre a cadeira e vesti sua saia, agora olhando sua buceta mais de perto, ficou bom o ajuste, quando tirei-a, e sua xana ficou me olhando, dei um cheirinho, passando o nariz em sua rachinha---Hum que cherinho bom...---Ai, sogrinho, não faz isso não...---Ela tá meladona, deixa eu limpar ela?---Como assim???---Assim ó....E comecei lambe-la por cima da calcinha, e com jeitinho fui arregaçando o elástico e logo estava com suas carnes todas na boca, e ela se contorcendom que coisa maravilhosa, aquela buceta acridoce, carnuda grêlo avantajadom muito saborosa memso, ela segurava aminha cabeça---Não para, ....agora não....continua....issssooo....assssimmmmm....vai sogrinho.....que gostos.....não, não, naão....não para,,,,, isssssooooo, ta muito bom,....morde....issssssooooooo, ....vai continua....eu.....vou.....gozaaarrrrrrrr....ai....ai.....aieu parecia um contorcionista, devido as posições que tive que assumir para agradar-lhe. Ela gozou e ficou toda molinha, desci-a da cadeira e coloquei-a em pé na minha frente, ela sentou n sofá e eu fui até ela....---Ai sogrinho... voce judiou hein...Terminei de costurar a sua saia e ela foi trabalhar, ficamos uns tempos sem nos vermos, até que ela inventou uma novidade...que contarei outro dia....melhor que essa primeira....

Comentários

10/01/2011 16:54:40
muito bom seu conto,eita norinha legal,queria ser o sogro dela tbm
15/12/2010 02:41:02
Muito bom seu conto... mas dificil de acreditar q tenha uma nora tao safada rsrs
14/12/2010 13:48:35
a norinha deve existir..mas seria dificil ela deixar acontecer isso com o sogro,,rsrs mas valeu a imaginação..afinal sonhar nao custa nada,,
14/12/2010 11:16:49
Isto é q é uma baita imaginação.
14/12/2010 10:24:29
Com tanta tesão acabou mode sem geito, no melhor. Vai ter de contar mais.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos Diretora de escola adora chupar a rola do vigiaconto fui estuprada por pauzudohttp://linkshrink.net/7coxzDvi minha mãe gritar na vara do meu padrasto Eu gostei muito`conto erotico` Gabrielcontos vi uma mulher cagandohomem que fode muitohttps://www.yahoo.com/Contos de marido fazendo esposa cadela confessar traiçãoxvidio louco desejo vestidinhoporno esposa de short curtinha na cozinhacavalo feia mulher gritando estocada do cafetão pornôassistindo filme com a tia e perder pra dica abraçadinho xvideoscalça legui caladinha na casada xvideoPorno contos pais e maes iniciando suas meninas no incesto com carinho e muito gozoestrupicio .pornoxvideos paacas.com.penovinhas que gostan de fica só de shortinho para ecita paiporno contos negao da mandiocacaralhos gigantes e cabeçudos de héteros no pornodoidobonitinha de 18anos quadril grande e largo bunda durinha comeu.xxxevolução anal negao e vadiaquadradinho da crente inocente safada em conto eróticosmarisa cm sede de pica grande chamo um negao para foder gostoso em conto o marido trabalhametendo de lado e goasano na portinha da bucetapornodoido.pai.aretando.filra.darmindomulher passa muita margarina no proprio cuEncoxada no transporte público contos eróticocorno sendo humilhado lambendo direitinho buceta cheia de gozoXVídeos gay com truculênciaminha irmanzinha perdeno cabainho pro cachorro enormefui pedir carona em uma kombi e fui estrupada e casada contos eroticoconto eu so tinha dez aninhos e meu tio ja chupava minha xoxota que era carnudinha eu ia a loucuracontos eróticos mulher endividadaporno conhecendo minha primaesposa caladinha com estocadasincesto mamãe cuidado do filho que ta debilitado com buceta molhadamillasissycontoseroticos/mulherdopastorcontos eroticos cheia de pentelhos horriveiscontos eroticos fui seduzido pela vizinhataboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contoscontos/perdi o cabaco muito tardeContos eriticos .como virei escrava do vizinhonegaohistoria porno gay paguei um boquete pro anivesarianteentregei uma pizza e mepagou com boquetemarido corno procura homem para esposa puta em porto alegrecontos casada da o cu pro cão e o marido participa comendo tambemcontos autorizei minha esposa para fuder com outrosleitinho do papai contosTenho fetiche de beijar os pés da minha namorada quando ela está usando rasteirinhascontos de sexo depilando a sogramulher de corno lavano carroProdroto meti pau dura na buceta da entiada dorminoquero pesquisar filmes pornor com negros super dotados arregassando cu e bucetas de mulheres loiras tirando sangue do cursinho delascontos eroticos de mulher de manausmulher levanta o vedtido e leva rola na bundamulher dançando de vestido curto que pode aparecer a b***** dela pelada cuidar de abaixar vídeo pegadinha baixarver somete vidio duas pica grade na buceta virger saiu sangeso bucetinhas novinhas espetadas no pau durocontos eroticos com tamanco salto altoso vidio maquinasexirabuda na garupa da moto o vesdidinho sobi e mostra a caucinha. shortinho fino sem calcinha da sogra contoschupando o cassetao do viado gay dos peitaoporno irma tremendo no pau ate o fundoesposa fudida por sobrinhos e sogros contos eróticossurpresa+no+banheiro+pornocontos eroticos brutais, estiquei o clitoris ate sangrarnovinha panhando o cachorrinho pra lammber sua bucetinhavídeo de uma mulher é o cara para tirar a virgindade dela pegando ela pulsachicao corno submisso ao negao 4 conto cornoBoquete gay com marginal agressivocontos eroticos comeu eu minha filha e sublinhaEu e minha mãe no ônibus de excursão-contos-incesto-filho e mãe-incesto no onibusmeu namorado botou o dedo minha vagina e sanfrei nao sou mas virgem videocontos meu amigo flagrou eu comendo minha tia e quiz tambemcasa dos contos eroticos Alê12porno violento da ruiva doiz homemporno-fodas no quarto e o vinnho malContos eróticos entre marido e mulher que se reconciliaram