Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Realizando a Fantasia da Empregada gostosa

Categoria: Heterossexual
Data: 02/12/2010 18:37:32
Nota 9.33
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá esté é meu primeiro conto, espero que gostem... mais já aviso que este conto é para quem gosta de detalhes

1° deixa eu me apresentar sou Marcelo tenho 26 anos, vou contar a tarde que tive com a Paula uma delicia de 24 que por sorte é a minha empregada pois móro sozinho e sou muito dependente de alguem para fazer os serviços domesticos. a Paula trabalha para mim apouco mais de um mês e não vou negar que a contratei devido aos seus atributos físicos, uma morena de 1,60m, coxas grossas uma bundinha digna de elogios, seios médios que cabem na palma da mão, só tem um defeito, a delicia é casada ! mais tudo bem nem tudo é perfeito.

a paula vinha duas vezes por semana mais tinha amisade com outra funcionária do prédio a Luisa outra maravilha que vocês conhcerão numa proxima ocasião, pois bem, eu chego do trabalho as 15hs e a Paula só sai as 17hs tenho algumas horinhas para apreciar e desejar aquela escultura da natrureza, isso quando a Luisa não está lá fofocando com elá pois quando as duas estão juntas não fico muito perto para não levantar suspeitas.

Noma quinta feira escaldante em que cheguei mais cedo por volta das 12hs eu entrei no apartamento mais a Paula não percebeu pois as duas estavam de bate papo, e eu queria tomar um banho nem me lembrei de cumprimentar as moças e fui direto para o quarto pegar uma bermuda e a toalha quando cheguei no banheiro cuja janela da para a lavanderia começei a reparar na conversa das duas entre fofocas e histórias picantes ouvi uma coisa que fez parar imediatamente. era a Paula contando um pouco de sua vida conjugal:

- Lú tenho uma fantasia que preciso te contar, meu marido é louco pra comer o meu cuzinho mais não que dar pra ele ainda 1° quero dar meu cuzinho para outra pessoa e só depois para o meu marido.

ao ouvir isso meu pau já deu sinal de vida só de pensar na possibilidade.

- Nossa paula mais porque isso, ele não te satisfaz? disse a Luisa.

- sim, mais é que de algum tempo pra cá eu quero ser fodida por outra rola que não seja a do miguel e como nunca dei a bundinha quero entrega-la para outra pesoa, quero ser dominada, submissa e o Miguel faztudo do jeito que eu quero, ele é do tipo romantico e não canalha.

Quando ouvi aquilo resolvi que tinha que ser eu o primeiro a explorar aquela bundinha maravilhosa, porem minha felicidade durou pouco depois que ouvi ela dizer:

- Mais não quero que seja ninguem conhecido ! não tenho intensão de me envolver com ninguem pois sou fiel ao meu homem !

- sei você quer se tentir uma verdadeira puta .

- isso mesmo, disse Paula

depois de ouvir aquilo queria olhar na cara da Paula e resolvi sair do banheiro e avisar que cheguei, apesar de estar de pau duro com toda aquela conversa eu me ajeitei e fui até a cosinha com o pretesto de beber água.

- boa tarde para as duas! eu disse abrindo a geladeira.

a Paula respondeu com a cara e voz de assustada: boa tarde seu Marcelo o sr. chegou faz muito tempo?

para disfarçar e não estragar meus planos eu disse que não que acabara de chegar.

a luisa tambem respondeu já emendadando uma despedida: boa tarde e tchau amiga depois você termina de me contar aquele assunto.

então voutei para o banheiro para tomar meu banho quando terminei voltei a cozinha para apreciar a gostosa da Paula, preparei um lanche e fiquei sentado na mesa olhando aquele corpão, a Paula estava com um vestidido de alcinha bem leve que escondia o corpo mais mostrava a silhueta. ela estava pondo a roupa para laver e virou de costas para mim e ao ver aquela bonda relevando uma calcinha minuscula por debaixo do vestido fui tomado por um tesão que me transformou em outra pessoa largeu o lanche e agarrei a APula por tráz prendendo ela contra a maquina de larvar, ela veou um susto e disse:

- O que é isso? me Solta! ou eu vou gritar.

imediatamente eu coloquei a mão na boca dela e num tom firme e ameaçador eu respondi: não vai não sua vagabunda gostosa, ta pensando que eu sou o frouxo do seu marido, acho melhor você ficar quietinha!

- ao ouvir o meu susurro ameaçador em seu ouvido e e devido a forma que eu a agarrei ela começou a se arrepiar, acho que Nesse momento a fantasia que ela tinha já começara a tomar conta do seu corpo que começou a fiacar mais quente.

então eu disse: eu vou ser o dono desse cuzinho, você não sai da minha cabeça desde que chegou nesta casa...

Quanto mais eu falava mais ela se arrepiava, nesta hora eu segurei com uma mão em seu peito levando a outra dentro da calcinha e ao alizar aquela xaninha descobri que era lisina o que levou meu pau que já estava duro e rossando naquela bunda gostosa a latejar quase esplodir, ela tambem sintiu pois apesar da bermuda meu cassete entrou ainda mais no meio da bunda dela e minha mão começou a ficar encharcada com o nectar daquela gosotsa.

Foi ai que ela falou: Seu Marcelo, não isso não... mais o tom da voz dela mostrava claramente que ela esta pedindo para que eu a fisesse gozar

Então com que ela se ajoelhasse e tirasse minha bermuda o que ela fez com cara de medo mas com um tesão claro em seus olhos, falei então para ela chupar meu cassete e segurando em seu cabelo fiu infiando meu cassete em sua boca ela tomou um susto mais logo se acostumou com a ideia e começou a mamar e sugar como uma puta, dava pra sentir sua lingua tentando se mecher com a cabeça do meu cassete preenchendo a boca dela, que comecou uns movimento de vai e vem que me faziam ir ao delirio. ela olhava para mim cm cara de medo e tesão e aquilo me levava a loucuta então velantei-a e comecei a beijar aqueles peitos durinhos de bicos pequeninos e durinhos de tesão, enquanto que elá dizia: Para não faz issso comigo não..., masi puxava minha cabeças contra o corpo, ao mesmo tempo eu estava acariciasndo seu grelinho com os dedos e isso tirava gemidos dela: ahhh... ahhh... para.... ahhh... fui descendo a boca e cheguei com a lingua no grelinho dela que estava todo molhado e quentinho apartir daí os gemidos ficaram mais fortes ai.... ai... para... para... sem perceber eu já tinha tirado a calcinha e estava com a cabeça toda entre suas pernas ela começou a tremer e disse:

vou gozar... ahhh... vou gozar nessa hora senti o nectar dela descer pela minha boca e escorrer pelo meu pescoço e ela ficou com as pernas bambas que quase caiu por cima de mim me levantei rapidamente e olhei para ela que disse: me fode, não para me faz gosar denovo, coloquea cabecinha do cassete na portinha de sua xaninha que a essa hora já estava toda encharcada e latejando e enfiei bem devagaraté entrar tudo enquando olhava a espressão de prazer intensso confirmado num gemido prolongado: aaaaahhhh... comecei a estocar lento mais com força e a cada estocada ela ia ao delirio e saia de si, comecei então a estocar com mais força e olhando aquela expressão de prazer que ela fazia senti que iria gozar, continuei estocando cada vez mais forte e quando o gozo veio eu tambem gemi num sussurro em seu ouvido e voltei a estocar bem lentamente a cada jato que saia, meu leite era tanto que começou a escorrer em suas pernas e como não parei de estocar ela acabou gozando denovo pois senti seu corpo ficando mole denovo, nesta hora meu cassete amoleceu e ficamos nos beijando por um tempo. Mais como o objetivo principal ainda não tinha acontecido virei-a de costas e ela apoiou as mão na maquina de lavar, levantei o vestido acima da bunda deixando amostra apenas aque traseiro maravilhoso, comecei a esfregar meu pau naquela bunda e o danado logo deu sinau de vida novamente me abaixei e comecei a passar o dedo ao redor daquele cuzinho intocado, ouvi ela pedir para ir com calma pois nunca tinha dado o cuzinho pra ninguem e que tinha medo usei nosso nectar que ainda encharcava sua xoxota para lubrificar e com o cassete em em ponto de bala comecei a enfiar a cabecinha, mesmo bem lambusado demorou um pouco para entrar então comecei a ensaiar mvimentos bem leves a espressão de dor da Paula logo começou a dar lugar ao prazer e ela foi relaxando cada vez mais ela se contorceu um pouco para olhar para mim queria olhar bem na cara daquele que esta va realisando sua fantasia, aquele que esta invadindo seu cuzinho e eu en estado de extasi olhava para o meu pau entrando cada vez mais naque cuzinho maravilhoso, até que finalmente ele entrou de uma vez a ponto de nossos corpos se tocarem nesse momento eu olhei para ela e seus olhos me pediram: vai me fode inteira... e antes que ela falasse alguma coisa dei uma estocada com força que arrancou um longo gemido quase um grito: aaaaahhhhhh... ela olhou novamente como quem ia me xingar mais dinovo antes que ela falasse eu comecei a estocar com força e cada vez mais rapido os gemidos que a essa autura já eram gritos, hurrus de uma femea selvagem ficaram initerrupitos, eu segurava em sua sintura e puxava ela contra o meu corpo a visão que eu tina daquela bunda batendo no meu corpo me deixou ipnotisado e quando ela estava quase para gozar se contorceu mais um pouco e segourou entre a minha sintura e minha coxa e começou a puxar pedindo para que eu estocasse com mais força, o que fiz imediatamente até que ela com a voz tremula disse: eu vou... vou... aaaaaahhhhhhhhh..... e soutou um longo gemido sinalizando que tinha gozado e vendo aquela expressão de prazer extremo em seu rosto eu não resisti e gosei tambem: uuuhhhhhhhh...., encharcando aquele cuzinho todo com minha porra, ela se debrucou sobre a maquina de lavar e eu meio que me debrucei sobre ela, estavamos exaustos e suados convidei ela para um banho e enquanto ensaboava aquea deusa ela disse: você é muito safado disse, que tinha acabado de chegar mais ouviu tudo que contei pra Luisa sobre a minha fantasia! eu apenas dei uma risadinha safada e respondi: depois de noites e noites tocandos punhetas pra você eu não poderia aceitar que esse cuzinho fosse de outra pessoa que não fosse eu.

Terminamos o banho e ela foi embora, maiscontinua trabalhando para mim, ou seja, vocês ainda vão ouvir falar da Paula em outras ocasiões.

Comentários

04/01/2011 16:39:49
GOSTEI DO SEU CONTO QUE EMPREGADINHA DANADA. ACHO QUE VOCE VAI SE IDENTIFICAR COM OS MEUS CONTOS TAMBEM NOTA 10
10/12/2010 16:50:43
bom seu conto,queria uma empregada assim,cara de sorte

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


sua tia nao aguenta esse pirocao contoscasadindo novo dando o cu e esposa vendo xvideoso bucetudas chorando quando a pica entroucontos erot os y icfui dançar e fui fudida por um pauzudocontos eroticos filha e pai caminhoneirocacetudo comendo a buceta cabeluda da comdre porno doidovideos novinhas fazendo sequioso e gozando paguei pra esposa do caseiro pra eu deflorar a filha do caseiro conto eroticosexo minha mulher me dando minha sogra de presentecoxas descoloridas fazendo sexoarrobadapoumponever mulhe chutando bocetareginaVideo ao vivo de putaria profissional de velhas gostosas saboreando fundo na vagina o pau pretoContos um caderante estrupou minha bucetacontos eróticos de meninos novinhos sendo dopados e estrupadosvidio page novinha tomando banho gostoso na fasendasó mulher pelada a chegada com a b******* bem grandona daquelas BH b******* grande pinguelo grande cheio de galaMulher gostosa dw vestinho coladinhos fudendotitio safadão mim encoxou dormindo contos gayporno minha esposa chupou o pinto do agiota pra pagar minha dividavídeo da Sarinha do homem lambendo pequena mulher a mulher lambendo o pau do homemler contos eróticos primo com prima gordinha gostosa d********* para o primo bem dotado história realnora safadas descobri que sogro tem a pica enormeNovos contos de incesto gang bang forcadozoofilia veterinaria tendo orgasmo com cavaloEu tava em casa com meu amigo no sofá ai minha esposa saiu do quarto peladinha ai ela deu a buceta a nois dois casa dos contosjovens de calcoes subidos mostram as nagedas porno videosmulher da bundona fica de quatro e negao li enfia a pirocafilha fodendo com pai na excursaopornomulher so de fio dental fininhacoisinha do pornô bumbum na nucaMeu amigo viado bundudo liso vestido de mulher conto gaycontos eróticos o tio com minha namoradarola gradi nocu danoviaO vizinho safado do 205Contos eroticos de casada puta dos vizinho roludo corno duplaesposa de fio dental enterrado no eo amante arebenta.o cu dela.e corno olhandoincesto amador no surdãotorando a gordinha escandalalosavídeo pornô uma atividade Bonde da três sobrinhos até f****anal violentto e profundo com gozo dentvideo novinha diz tio deixa eu chupar teu pirulito cabeçudocontos de fio terra e straponcasada fodechamando o nome do comedor porno portuguêsdeflorador de gatinhas taradasvontade dechuar bucetahomem nu vi fugindo de cachorro dentro de um quartos com uma mulher so com a vaginas do cu de fora aí eles fazem sexoSexo real moca falando olha isso seu pau muinto grosso aiai contos eróticos gay faculdadewww.casa dos contos erotico adultério emcasa.comfilha assiste porno no quarto e mae e comida por outro e mae escuta barulho estranho e vai ver o que e e ve a filha se masturbandomeniina lavano abuctaestorei a travesti safada contoconto comi minha eguaContos lambendo chulexvideos o chifre mais bem tomadotitia sacana estourando a fimose do sobrinhocontos eroticos adoro quando minha esposa si ezibi pra outro quase peladaver vidio reau casada levou uma pica tao grande na buceta ela chorrouXvideos gay enfiando abobrinha cabeçuda no cucontos eroticos gays bombeiro sarado hetero me fudeu sem doMinha jovem esposa bunduda dando na marra pra outro homem contos corno umilhadofotos os penes mais maneru do mundo pornquero assistir mulher do berço carnudo de sexo chupando rola na boca todaO vizinho safado do 205marido fica bebado em churrasco e esposa fode com outroGosto gozen calcinhasadina pelada motado a busetacorno que xupar buseta melada scflagras escolas picanteCasa dos contos eroticos paguei pra deflorara filha do caseiro bocete nu travetiameu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticopornomulher so de fio dental fininhacontos eróticos cantada na rua não resisti e traírelato erotico evangelica casada carente da buceta peluda greludamae vai massagea o filho fica de boca aberta con o cacete do filhoconto erotico dei para um estranho na casa de swingver vidio padrasto da pica muito loga comendo a itiada virger vai terque da pontomenina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregasgustavo de carinha de anjo trepanocaralhos gigantes e cabeçudos de héteros no pornodoidoReta do Pedreiro Pelado Heterobelo sexo dormindo de conchinha com a tia so de calsinhamulheres gelo gande metendo piquito da outrarelatos sexo chupando irmazinha 8 aninhos ate gozarfilme porno brasileiro pai mostra para filha seu pau monstro e ela se assustacontos erotecos garotinho no1 analfamilia sacana tufostio tarado passa a mao na sobrinha ninfeta que nao resiste e fodeTransando com o pai ate esguichar de prazer em putaria brasileira videos curtos de incesto