Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Uma tarde em Tambaba (praia de nudismo localizada na Paraíba)

Um conto erótico de Vlad_from_Rio
Categoria: Heterossexual
Data: 18/02/2011 16:38:31
Última revisão: 20/02/2011 11:13:21
Nota 10.00

Uma tarde em Tambaba (praia de nudismo localizada na Paraíba)

Para quem não conhece, Tambaba é uma praia paradisíaca localizada no município de Conde - PB, fica a cerca de 35 Km da cidade de João Pessoa. Trata-se de uma praia de nudismo, na verdade, a melhor do gênero no Brasil. É nesse cenário que Vladius desembarca com sua namorada Selma para curtir uns dias de folga. Selma é uma mulher sensual, mas um tanto tímida. Vladius sente que há um vulcão ali pronto para explodir e escolhe João Pessoa de propósito, pois poderá voltar àquela praia sensacional. Lá você curte um clima de integração com a natureza e as pessoas sem qualquer tipo de preconceito ou frescura. Apesar de não ser um naturista de carteirinha, Vladius é um simpatizante do movimento. Tudo é bem organizado, há regras de conduta para se manter o decoro com uma fiscalização adequada.

Vladius e Selma chegam em Tambaba após um passeio pelas orlas de João Pessoa e do município de Conde. Selma não está ciente do que rola em Tambaba. Ao chegarem, Vladius informa que a melhor praia do lugar os aguardava, mas que para chegar lá teriam que passar por uma área de controle e então deveriam ficar nus. Selma ficou espantada com a revelação. Selma simplesmente empacou. Vladius pede para uma fiscal explicar à Selma como tudo funcionava ali e se era para ela ficar preocupada com alguma coisa. Muito embora a explanação tenha sido ótima, Selma continuava resistente. Vladius deseja muito passar para a parte do nudismo só que não pode fazê-lo sozinho, pois só é permitida a entrada de homens devidamente acompanhados. As mulheres podem entrar sem acompanhantes (o mundo é machista mesmo!!!). Vladius insiste bastante com Selma, que passa a observar atentamente ao fluxo de pessoas, inclusive na quantidade de crianças acompanhadas por seus pais. Percebe, Selma, que o pessoal ali, realmente, estava no clima de curtir a natureza sem qualquer sacanagem. Acabou cedendo. Adentram a área reservada e de cara são recompensados por aquele visual incrível. Começam a caminhar em direção às barracas e se deparam com um grupo fazendo fila para tomar um banho de chuveiro. Eles estavam para sair da praia de nudismo, tiravam o sal do corpo, todos nus. "A partir deste ponto nós temos que tirar a roupa, veja a placa" informa o nosso bronzeado amigo. Selma fica relutante e só tira a parte de cima do biquíni. Seus seios fartos ficam expostos. Percebo que alguns homens ficam extasiados, admiram a beleza daqueles belos seios. O belo é realmente para ser apreciado. Conforme vão caminhando para se acomodarem em alguma barraca da praia, Vladius faz elogios a Selma que ainda se mostra apreensiva. "Você percebeu como aqueles homens que estavam naquela fila com suas mulheres olharam para você? Seus seios lindos e fartos agoram povoam os seus pensamentos", mandou o nosso sacana Vladius. Selma prefere não comentar. Se sentam e começa o vai e vem de peitos, bundas, xotas e pirocas. De todos os tipos, formas e idades, algo realmente bem democrático. Vladius faz Selma observar os semblantes dos frequentadores, na falta de malícia no olhar dessas pessoas, elas estão lá para se integrar à natureza sem rótulos, sem falso moralismo ou qualquer outra norma repressiva de nossa sociedade hipócrita. É óbvio que homens estão curtindo e muito os corpos das outras fêmeas e vice-versa, mas não por tara ou pretensões devassas apenas com um olhar contemplativo. Ali não é lugar de orgias ou bacanais, é um lugar para se integrar aos demais indivíduos de uma forma respeitosa, comungando a vida na sua forma mais simples e sem qualquer "neura" imposta pela nossa sociedade preconceituosa e decadente. Selma começou a relaxar, de fato, Vladius estava com a razão. Resolveu tirar a parte de baixo do biquini, aquela bela mata vem a público. Resolvem cair no mar. No caminho de ida e no de volta, cruzam alguns homens bem avantajados e belas mulheres andando em duplas. Observam também famílias com crianças pequenas e alguns membros da terceira idade. Próximo ao local onde estavam situados, na barraca, um senhor com seus aparentes 60 anos de idade se acomoda ao lado de uma mulher jovem e atraente. Ele tem um saco enorme, muito volumoso mesmo, bolas enormes, mas uma rola pequena. Do outro lado deles está um casal jovem, ela tem uma bunda linda, escultural mesmo, ele tem o corpo bem definido de academia, que contrasta com sua rola bem pequena. Vladius vai comentando o cenário e percebe que Selma já está bem à vontade. Ela comenta acerca da diversidade de pirocas naquele lugar. Aponta para Vladius um grupo sentado mais atrás deles, onde um rapaz que é pequeno e bem magro tem um senhor pirocão. Vladius não havia reparado e se volta para Selma dizendo: "você é bem safadinha mesmo". Selma dá um largo sorriso e diz que aquela experiência, algo que ela nunca poderia ter imaginado fazer na vida, estava sendo algo realmente maravilhoso. Contemplar e ser contemplada, fazia ela se sentir tesuda, desejava fazer sexo com Vladius o quanto antes. Aquilo tudo acabava por funcionar como um afrodisíaco para o casal. E assim passaram uma tarde muito agradável em Tambaba. Antes de sairem, conheceram um outro casal no bar da praia. Eram cariocas, assim como Vladius e Selma. Kelly e Marcelo são mais jovens e com um ótimo papo, uma ótima "vibe". Kelly que deveria ter uns 21 aninhos, é uma delícia, do tipo fofinha-gostosa aquela lourinha tem coxas grossas e seios pequenos bem durinhos com aqueles bicos que furam a roupa. Marcelo na casa dos seus 25 anos, do tipo descolado, tem barriga de tanquinho e uma rola grande e fina, com a cabeça bem miúda. Por coincidência, descobrem, no papo, que estão hospedados no mesmo hotel em João Pessoa. Combinam de jantar juntos naquele mesmo dia, e, assim, foram estreitanto um relacionamento com aquele casal nos dias que se seguiram. No retorno ao Rio de Janeiro, o casal sugeriu um encontro na Praia do Abricó (praia de nudismo). Vladius e Selma vão ao encontro de Kelly e Marcelo que estavam acompanhados de outro casal, Ricardo e Márcia. Os três casais ficam bem integrados e após a praia decidem almoçar em um local próximo. Durante o almoço surge o convite para um churrasco no dia seguinte na casa de Ricardo e Márcia, pois poderiam aproveitar também a piscina. Vladius ficou incumbido de levar as bebidas.

Vladius e Selma chegam na casa de Ricardo e Márcia. A primeira leva de linguiça já estava no fogo, Marcelo estava pilotando a churrasqueira. Ricardo e Vladius preparam algumas caipirinhas, enquanto as moças vão se esticar para pegar sol na piscina. Sol, samba e suor em um Rio de 40 graus. A caipirinha desce feito água, o dia está bem agradável. Em um determinado momento Márcia pergunta para as moças: "por que estamos pegando sol de biquíni?". As três se olham e automaticamente tiram suas peças. Vladius, Marcelo e Ricardo, já calibrados, ficam concomitantemente de pau duro. Suas sungas ficam armadas feito tendas. As mulheres começam a rir da situação. Aí, e de forma bem sacana, se levanta Kelly e começa a sambar de forma bem sensual (o sambão já comia solto). Ela se aproxima dos rapazes, ainda sambando, e rebola gostoso na frente de cada um esfregando de relance sua bundona nas sungas "esticadas". Se aproxima de Marcelo e abaixa a sua sunga, pedindo para os outros fazerem a mesma coisa. As três picas estão duras feito pedra, e ela passa a esfregar com vontade a sua bunda naquelas rolas. Ela então se ajoelha e começa a mamar a pica do seu homem. Os outros homens ficam sem saber o que fazer, olhando para suas mulheres ainda deitadas à beira da piscina. Sem ninguém dizer nada, elas se levantam para acudir seus machos. Cada mulher agora está mamando a rola do seu homem. Três picas bem diferentes, a de Vladius é grande, tem cabeça média e é a mais parruda de todas, a de Marcelo é a mais comprida e também a mais fina, com uma cabecinha muito miúda, já a de Ricardo é a menor, quase tão grossa como a de Vladius e com um gigantesco cogumelo na ponta. Kelly, a mulher mais assanhada do grupo, que passou a liderar aquela suruba, ordena que Vladius se deite para receber uma "massagem" daquelas três fêmeas. Todos acatam as ordens da líder, os outros homens vão buscar mais bebidas para o grupo. Vladius é acariciado, chupado, punhetado, lambido e por fim penetra cada uma que se aproxima e senta para galopar em seu mastro. Enquanto uma está a beijá-lo e acarariciar seus mamilos, mordiscando-os vez ou outra, a segunda está lambendo o seu saco enquanto a terceira senta bem gostoso na sua tora, e assim as três mulheres vão revezando naquelas funções. Como Vladius demora muito para gozar, Ricardo e Marcelo reclamam por estarem desassistidos, e então se faz um revezamento dos homens, cada um sendo sempre trabalhado pelas três mulheres (delícia pura!!!). Em um determinado momento Vladius coloca em Selma que está abaixada de quatro lambendo o saco de Marcelo. "Nossa, como você está quente e molhada meu amor!", exclama o nosso herói. Soca deliciosamente Vladius o xoxota da sua mulher enquanto Ricardo tenta puxar a sua mulher da "roda", sendo bloqueado por Kelly que deseja ser comida por ele. Ricardo olha para Marcelo, marido de Kelly, e este assente com a cabeça. Marcelo aproveita e puxa logo Márcia para um bom 69 seguido de uma forte bombada na xota dela e depois uma bela comida de cu (com sua rola fina as mulheres deixavam fácil). Selma está muito excitada, vê os outros dois casais trocados fodendo bem gostoso, e após três gozadas na rola de Vladius, pede para ser comida pelos outros homens. Selma quer uma DP, com Marcelo da rola fina botando no seu cuzinho. Selma parte para a DP, ficando Vladius a mamar seus fartos seios, tendo Kelly e Márcia disputando o seu cacete com suas línguas experientes. Selma goza na boceta e no cuzinho quase que ao mesmo tempo, está plena de satistação. Vladius ordena que Kelly e Márcia fiquem de quatro e então mete de forma alternada nas duas, fazendo ambas as fêmeas gozarem forte. Marcelo e Ricardo esporram forte em Selma. Vladius pede a Selma para mordiscar e mamar seus mamilos, enquanto pede a Kelly para bater uma punhetinha bem ritmada, e para Márcia fica a tarefa de lamber gostoso as suas bolas. Em mais alguns minutos Vladius explode em gozo, com um jato muito forte. As três mulheres vão então disputar na língua a porra quente de Vladius. Que churrascão esse, não? A propósito, com a suruba comendo solta deixaram estorricar a carne no espeto (risos). Os três casais até hoje se reunem para um bom churrascão. Até a próxima aventura de Vladius, o amante do bom esporte.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/04/2017 10:00:48
Já comentei
17/04/2017 12:11:48
Muito bom! E realmente as amizades feitas em praias naturistas podem evoluir para encontros bem liberais.
18/02/2011 17:51:06
bom d +




Online porn video at mobile phone


arrobadapoumponecriola da buceta inchado lwva gozada dentro que eacorreMania de fica pelada acabei dando pro meu paiGTA da mulher de calcinha o ventilador homem pelado homem pelado homem pelado homem pelado homem peladobuceta d penuarsexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoxvideo chapeuzinho Vermelha no bosquemulher caga incontrolavelmente no sexovídeos porno de bonecas de prático gigantesgostosas chupando barman na festakid bengala buraco na paredecontos eroticos fudendo com a síndica do prédiovideo fazendo dp pra sartisfaze o maridoporno paudentri da bucetamulheres de corno manso sem o biquininhoTopes fotos de menianas dormindo de shortinho atololado e com um penis fincado no meioeu quero só o gostosão moreno fortão doa empregada sai do banheiro nua para encabular ou encabular o dono da casaarmei muito bem armado e conseguir comer minha esposa junto com outro macho pauzudofilme porno esposa gosta de varios na frende do marido corno ela goza ate desmaia de tanto gozacachorro com o focinho dentro da bucetaxv minha tia tem abusetas graandecontos da minha sogra deixando a calcinha pra mim cheiracachorro mete na buceta e sai puxando a dona vídeomae deliciosa abusando de garoto a noite insestosogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexoconto erótico gaay sonbra de gaelmeu filho mais velho fica excitado ao me ver dando de mamar o bebe.caete na porca pornoporno com mãe e filha bucetudas de guaianazescontos eroticos primeira vez inesquecivellindinhas novinhas trepandonumpau grándexvideo decks ja jantar filho come a mãe e pai come a filiavideo porno menina no colégio internato madre superiora vendocontos de sexo raspei minha bucetanovinha gostosa chupando até gozar na sexta-feira mas ainda continua na mãoContoeroticonovinhosafadocoroas homens defloração vaginal relatosContos eronticos de tias papa anjoscontos tonando as menininhasPorno contos de traicoes dentro da propria casaXxvidii ela vai toma ni cuporno serena ali ta doendodoce nanda parte cinco contos eroticosconto + de conchinha com meu filhocontos eroticos casal com prostitutaxvideos caseiro emfermera mindando banho eaigozei na boca no caminhaoIniciando uma bixinhaeu sento no seu pau voce mim abraca e mim beija gostoso pornopunhetabr.vai laimagem de prima novinha e pequena mostrando o priquitinho para o seu primo novinhochateou a amiga até ela dar o cu vídeo amador mobile noiva casa e não sabia tamanho iria infartar pornomeu primo e eu na resistiu e comeu o bucetao da minha tia contotransei com minha visinha casada no quintal delacontos eroticos de sogras 2017lavano a becetaporno filho Engravidar mae dormidoXVídeos pornô mãe f****** com filho dos filhos f****** com mulher ingrataincesto encostando a rola no priquito da irmazinha de per no quardoconto erótico não mexa nas calcinhas da mamãe part5Conto erotico anal com humilhaçao e cinto de castidade masculinacastiel de supernatural fazendo sexo porno doidoenteada flagra transa de adoria participarcache:http://zdorovsreda.ru/perfil/117617xvidio veio chupando peito da novilnhaarrombando o cu da luzia contosVIDIOPOMO DI PAULISTA porno meninas cortido asferias brasilminha esposa branca e gorda dando o cu pro meu compadrecoroa pelada toda melada de margarinacontos irmazinha nossa punheteiraconto herotico minha namorada e meu paiConto erotico meu cabaco arronvado pelo velho do pauzaocontos de sexo depilando a sograMaceio alagoas meninos mostrando o pênis durodoce nanda parte cinco contos eroticosvídeos pornô eróticos com pau grande e grosso lindos com a pontinha bem geladinha e bem fofinhoporno nao no cu nao e groso e conmprido aaaiii de vagabaixar vídeo pornô mulher fazendo sinal com a mão presa na pia para o homem comer elahistorias porno gay meu tio me comeu serginhodoce nanda parte IV contos eroticospornodoido sogra da cugrade a genro e filha na salameu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesContos erotico gozando dentro tendo aidscontos eroticos climax daputinha amigos