Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O Irmão Caçula de Mimha Amiga

Autor: Caliban
Categoria: Homossexual
Data: 25/03/2011 17:01:48
Nota 9.57
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Uma amiga me falou do irmão caçula, que precisava de uma oportunidade aqui na capital, o problema era que ela estava morando no interior, e como eu não fiz objeção, ele veio passar um tempo comigo.

Ele era um cara baixinho, 22 anos, moreninho, magro, com cara de criança, mas nada que chamasse muita atenção, era um cara normal. Ficamos amigos, eu arranjei emprego de estagiário onde trabalho pro moleque e tudo mais. Em casa eu sempre fico a vontade, ando pela casa de cueca, mesmo na presença dele não mudei meu comportamento, sem constrangimento algum. Com o passar do tempo ele alugou um apartamento perto da empresa que trabalhamos, e ficou morando sozinho, arrumou uma namora e tava na boa.

A uns dias tivemos uma daquelas chuvas que param a cidade, e eu pra não ficar preso no transito fui dormir na casa dele. Quando saí do trabalho fui pro apartamento dele, e como não e a primeira vez que durmo lá, eu tenho algumas roupas no seu apartamento para um caso de emergência. Quando cheguei já eram quase 16 horas, como não tinha nada pra fazer, tomei banho fiquei só de cueca vendo TV. Quando ele chegou notei que estava meio chateado, daí eu perguntei o que estava acontecendo, ele falou que brigou com a namorada, eu falei pra ele relaxar, que era normal, disse pra ele tomar um banho e esfriar a cabeça. Quando terminou de tomar banho, ele veio conversar comigo, e me contou sobre a briga e tudo mais, ele me falou que era uma pessoa carente, que sempre se sentiu carente, então eu comecei a brincar dizendo pra ele parar com aquele papo de carente, que aquilo era coisa de menino mimado, e comecei a rir.

- Não ri não... pô, eu me sinto assim... sempre fui carente... só que ninguém nunca percebeu...

Ele também estava de cueca e quando se levantou eu observei a bundinha do cara, redondinha, empinadinha, eu ainda não tinha reparado que ele tinha uma bundinha linda. Eu nunca notei pois ele quase sempre usa roupas largas. O certo é que eu fiquei com tesao no rabo do carinha, talvez por estar há algum tempo sem comer ninguém. Quando ele voltou eu pedi desculpas e ele aceitou, fui na geladeira e abri duas latas de cerveja, e fomos bebendo. Como ele estava meio chateado, começou a entrar na bebida, conversamos sobre todos os assuntos e eu contei pra ele que já tinha um tempão que não trepava. Ele me perguntou como eu fazia quando ficava sem trepar, eu disse que não fazia nada, quando ficava com muito tesão eu tomava um banho frio para baixar o tesão.

Carlos, Carlinhos como eu o chamava, me contou da namorada, que e uma negra gostosinha pra caramba. Daí eu perguntei sobre esta estória de carência, e como estava meio alto ele conversou mais abertamente, me contou que desde criança sempre se sentiu carente e que não entendia bem o que acontecia com ele, e foi abrindo. Disse que às vezes ele tinha ate dúvida sobre a sexualidade dele. Foi a gota d’água que faltava, eu estava com tesão na bunda dele, e ele estava em dúvida sobre sua sexualidade. Então eu perguntei:

- Você tem tesão em homem?

Ele ficou calado, eu disse que ele poderia abrir o jogo, que eu não contaria pra ninguém, ele começou a falar:

- Eu às vezes tenho... mas sempre penso que é bobeira da minha cabeça e nunca levei a diante isto... acho que é só curiosidade...

- Você nunca deu a bunda, Carlinhos?

Ele disse que não e eu comecei a fazer perguntas sobre o assunto, fazendo ele se abrir cada vez mais. Ele me contou que quando era criança pegou no pau de um coleguinha, mas só isto. Como eu estava de cueca e com aquela conversa meu pau já dava sinal de vida, dava pra ver bem o formato do meu cacete. Eu me levantei pra pegar uma cerveja, e vi quando ele olhou pro meu pau, não perdi tempo e perguntei:

- E um destes você já pegou?

Falei e me afastei rindo, como se estivesse brincando. Quando voltei ele respondeu:

- Não, nunca peguei... mas um dia no ônibus, um cara se esfregou em mim...

- E ai? O que vc achou?

- Achei estranho, mas não achei ruim não, fiquei curioso pra ver...

Com essa conversa meu pau ficou duro, eu tirei ele da cueca e perguntei:

- Queria ver se ele é assim?

Ele ficou calado olhando.

- Quer pegar nele pra ver como è?

Ele não falou nada, então eu levantei, fui perto dele que estava sentado, e quase encostando meu pau no seu rosto, disse:

- Segura ele, Carlinhos... mata sua curiosidade...

Peguei a mão dele e coloquei no meu pau. Ele segurou com forca, porém carinhosamente, e começou a alisá-lo

- Eu sempre tive curiosidade de saber como era seu pau...

- Pois agora mata sua curiosidade...

- É grande...

Eu cheguei a vara mais perto do seu rosto e disse:

- Quer experimentar? Chupa... vai... eu sei que você sabe como faz... experimenta, vai...

O moleque foi aproximando a boca bem devagar do meu pau, começou a passar no rosto, e só depois foi beijando a cabecinha, não demorou pra começar a chupar bem gostoso. O safado passava a língua e mamava, aquilo foi me deixando louco de tesão, eu o segurei pelo cabelo e ficava puxando a cabeça dele contra meu cacete, fodendo sua boca com vontade. Ele ficava ofegante, engasgava com minha vara mas continuava me chupando, mas eu queria mais e eu perguntei:

- Você quer me dar a bundinha, não quer?

- Cara, seu pau é grande...

- Vou com cuidado... eu seu que você quer...

O safadinho não respondeu nada apenas se deitou no tapete com a bunda pra cima, e eu entendi tudo. Deitei sobre ele e fui beijando suas costas. Fui descendo até alcançar sua bundinha. Abri suas nádegas e vi o buraquinho fechado esperando minha pica. Beijei suas nádegas e meti a língua no cuzinho do moleque. quando minha língua tocou seu anel ele soltou um suspiro e jogou a bunda de encontro ao meu rosto. Eu enfiava a língua, beijava suas pregas e ensopapa de saliva seu cu. Depois de molhar bem seu cuzinho com saliva, de brincar com minha língua no seu buraquinho, coloquei meu pau na sua bundinha.

- Vai devagar... se doer eu falo e você pára, ta?

Eu não falei nada, fui deixando meu corpo cair sobre o dele e fui forçando meu pau contra sua bundinha redondinha, ele por sua vez, foi empinando ela de forma que forçava a entrada. Eu senti que havia começado a entrar, ele já começava a gemer e dizia:

- Ai, minha bunda, porra, vai devagar...

- Calma...

- Tira... ta doendo...

Tirei o pouco da cabeça que tinha entrado e fui ao banheiro, peguei um creme e voltei. O safado continuava na mesma posição. Abri sua bundinha e besuntei seu cuzinho, enfiando um dedo e untando por dentro. Untei meu cacete e direcionei a vara para seu buraco. Quando a cabeça passou ele gritou e quis sair fora mas eu sabia que se tirasse agora ele não deixaria eu meter novamente.

- Calma... o pior já passou... a cabeça ta dentro...

- Ta doendo muito...

- No começo é assim mesmo... daqui a pouco você vai estar pedindo mais...

Enquanto falavas eu fui enfiando, não parei, e o moleque reclamando que estava doendo e querendo sair. Eu o segurei com força, coloquei o pau quase todo, e fiquei parado. A respiração do safado estava acelerada. Depois de uns 2 minutos, o safadinho começou a mexer a bundinha, foi rebolando, e gemendo, dizendo que estava gostosos, e falava:

- Mete mais... empurra tudo... ta gostoso...

Falei pra ele ir se levantando e ficando de 4, assim que ele atendeu meu pedido eu cravei o pau inteiro no rabo dele, o safado soltou um grito mas começou a rebolar, dizendo:

- Isto, me fode gostoso... come minha bunda com vontade, seu sacana... me come, vai... me fode...

Eu parei, tirei o pau da bunda dele, cheguei de frente pra ele, que estava ajoelhado, e esfreguei a caceta na cara dele.

- Eu não disse, filho da puta, que você ia gostar e pedr mais? Ta gostando de minha pica? Diz o que você quer...

-- Quero seu cacete no cu...

- Isso, putinho, a partir de hoje você vai me dar sempre que eu quiser... – sentei no sofá e continuei falando - Senta aqui no meu colo e rebola... vem, putinho gostoso...

Ele se levantou e sentou no meu pau, e rebolou loucamente, gemendo e dizendo que estava adorando me dar o rabo, que era meu putinho, e que me daria sempre que eu quisesse. Eu segurei seu cacete e bati uma punheta enquanto ele cavalgava minha vara. O moleque gozou gritando e pulando no meu colo. O cu do moleque apertava meu pau e eu falei que iria gozar, e que queria gozar na boca dele. O puto se levantou e abocanhou meu cacete, comecei a gozar na sua boca, e mandei ele beber tudo. Naquela noite, eu comi ele mais umas 2 vezes e tirei o atraso.

A namorada dele ficou sabendo do que acontecia entre nós, claro o moleque não sabia segurar a língua. Quando ele me contou que tinha falado com a namorada eu disse que ia aparecer quando eles estivesse no apartamento. Asiim fiz, no começo ela estranhou, mas era uma safadinha e nós a convencemos a participar da nossa brincadeira. Era uma delícia ver os dois fazerem boquete pra mim. Quando consegui que ela deixasse eu meter na sua bundinha a safadinha, olhando pra Carlinho e rebolando na minha vara, chamava ele de corno viadinho.

Enquanto ele ficou por aqui eu sempre comia o sacaninha.

Comentários

11/04/2015 23:45:07
Até um conto curtinho deixo o caba louco de tesão. Nota dez!
28/03/2011 17:15:37
Excelente
26/03/2011 01:19:10
Oi,sou nova aki estou criando coragem para contar minhas experiencias,quem quiser me conhecer meu cel é me mandem sms bem safadinhos bjos a todos
26/03/2011 01:19:04
Oi,sou nova aki estou criando coragem para contar minhas experiencias,quem quiser me conhecer meu cel é me mandem sms bem safadinhos bjos a todos
25/03/2011 17:14:03
que delicia me deixou com um tesão danado
25/03/2011 17:10:52
Seus contos são sempre muito excitantes. Muito bons. Gostei muito de voce ter acrescentado a namorada do moleque.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos de casada na piranhagemVirgem chora na cama com velho taradoginecologista dilatando o cuzinho dá mulher pra gozar dentroXVídeos vídeo nacional e caseiro mulher dormindo sendo acariciada por saisxvidio mulher casada para na rua fica vendo medingo do pau muito grande fazendo xixiao entrar no quarto me deparo ela gozando muito sexo porno brasil spContos eróticos mulher do pastor dominou e humilhou minha esposasupersexomamãesexo oral 2016 nos mamilos bicudos das mulatasvideo. caseiro. de. sexo. mulher. covida. omarido. pra ir. na. casa. duma. amiga. muito. gostosa. ela. provoca. omarido. da. amiga. e. rola. sexo. com. os tres. gratissexo porno meu professor foi me visita pra me da reforço,e acabou me chupandoamigas chantageadas depois de furta pornomorena cavala irresistivel não bater punhetacontos eróticos o dedinho da urologistacomi a mae com a pereteca raspadinhasexp.conto.mae.filho.comcontos gays pique esconde no orfanatoContos de marido revoltado mas ecitado quando pegou esposa chupando outrobucetinha novinha estralandoxvideosconto sexo anal piracaiacache:I20bmnqm678J:gtavicity.ru/texto/2016115 Pornô homem músculosó fodendoencoxei minha tia peituda (contos).contos eu e minha esposa demos carona a dois homem e meterao a pica nela..adoro ser enrabada conto eroticocontos filha no barco c amiguinhatitio comendo osobrio nosofa vidio gaypeituda das tetas rosadas amamentandoninfeta cismou comigoContos me encheram de porra na frente do meu maridobolonhesa fodendo porno doidoporno pai e filhinha no maio sarocontos de incestos e surubas esposa com minha cunhada e minha irma nudistaspornocontoincestosna fazenda de amigos novinho conto eroticocontos eroticos traindo na enchentecontos gay uma viagem inesquecível para o novinhorelatos eroticos dei minha bundinha e contei tudo a meu maridoContos eróticos esposa e Sograporno pego 2 mulher e comeu a buceta uma nao ageto e goza muitocarine patricinha casa dos contosContos eroticos de casada puta dos vizinho roludo corno duplameu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticocontos incesto mae gtsdar e coçar e so começar contos eroticosporno meti na minha irma com forca e fiz ela pular e gemerdois gatos com jaqueta na cintura transando porno gaycontos incesto mae gtscontos eroticos :eunice caindo de boca na picaincesto mae vovozinha com filhoconto erotico nora carenti fudendo cm sogra pirocudoxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixoporno gay derramou agua na calçacontos eroticos de gravidez de gemeas com gravideztravestis dominadora fez homem casado virar mulherzinhaporno irado sexo no salã de belezaPorno contos pais e maes iniciando suas meninas no incesto com carinho e muito gozo"padre não é homem"contos bulinando minha tetinhaXvideo porno estrupo dormino abusada boanoitesinderelaxv minha tia tem abusetas graandemeu aluno cacetudo contosrairodigomulher pensa que a amiga é mulher mas é um travesti com um pau bem groso e vai dormi com ela em casa e acaba temo um supresa e transa pornoContos crossdress a apostabotei gozei tirei gozei soquei gozeifraquei minha mae peituda dando no quarto para meu primo roludobebi demais minha esposa deu pra . outro contos eroticoscontoseróticos invasão anal 3Padre não é homem conto eróticosquando voltei entrei no quarto da minha irmazinha e vi ela se mastubando dei uma bronca nela contos de incestopadrasto pirocudo droga a enteada e transaporno na fazenda porno doido homem chupanto a buceta ate gozartatalam e pene trAsandopanuqueti gemendo e gosar no pau porno brasilbuceta de pombagiraViado de calsinhaxvideos.comcontos erotico abusando da irma pequenaso videos de xoxotas murchascontos eroticos gay enrustidozofila cavalo enche cu da mulher de porra ate escorrer -youtube.commenininhas fazendobrincadeiras de mostrar a xoxotinhas pras outrasbundas que mexem em cima do caralhofotosde travesti peitudo ecusaoo vizinho safado do 205empregadinha contoContos eroticos da mãe quando ve seu filho de cueca fica louca pra acariciarmeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguespai pausudo fudeno o cusinho da filhaGosto gozen calcinhanegoia pauzudosContos eróticos gay iniciação sexual na infânciasenas com carinho massagem beijos abraço pegadas palavras romanticas casal apaixonado e sexoConto no interior vi mamae pelada ela disse vou te capa cacetudoContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhotravestd nusVideo ao vivo de putaria profissional de velhas gostosas saboreando fundo na vagina o pau preto