Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Enquanto Minha Mãe Não Estava Dei Rapidinho para meu Vizinho

Autor: Bia
Categoria: Heterossexual
Data: 20/07/2011 19:35:54
Nota 9.38
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, voltei a este excelente blog para contar mais uma de minhas aventuras. Eu estava em casa bem tranqüila organizando minhas coisas quando me deparei com algumas fotos minhas com meu ex namorado, comecei a lembrar de algumas de nossas aventuras e fui sentindo um calorzinho que começou a se espalhar pelo meu corpo, quando percebi já estava com a calcinha molhadinha de tesão.

Deitei na cama e por cima da roupa passei a acariciar minha xoxota, aquilo estava delicioso e logo eu enterraria meus dedinhos para aumentar o meu prazer. Foi quando ouvi uma batida na porta, do outro lado minha mãe me chamava. Que saco! Odeio ser interrompida desse jeito.

Me ajeitei rapidamente e abri a porta mal humorada dizendo:

- O que é mãe? Tô arrumando minhas coisas!

- Calma mocinha, disse ela, só queria te avisar que o Bruno está aí na sala para falar com você

O Bruno era um vizinho muito gato que eu já havia ficado algumas vezes, já tínhamos transando, mas nunca havia sido nada sério. Nada de amor,só sexo! Ele foi o garoto que relatei a transa em um de meus contos....

- Eu vou passar no mercado quer alguma coisa. - minha mãe me tirou de meus pensamentos....

- Não mãe, não quero nada.

- Então tá, se comporte - disse ela saindo de casa enquanto eu chegava na sala.

Olhei para o Bruno e lhe dei um sorriso já agarrando seu pescoço e lhe dando um beijo na boca. Apesar de ter sido interrompida eu ainda estava com um tesão incrível, fazia tempo que não transava e isto estava me matando. Meu beijo não foi só daqueles superficiais, eu o beiijei com muita vontade, já passando as minhas mãos em suas costas e acariciando suas coxas.Nosso beijo demorou alguns minutos.

- Ooo, mas que recepção heim? - disse ele quando afastei meus lábios dos seus.

- Vamos logo para o meu quarto! Antes que minha mãe chegue... Tô morrendo de tesão

Apesar de surpreso, mas não querendo "negar fogo", Bruno me seguiu enquanto eu o puxava pelas mãos. Tranquei a porta do quarto por preocupação e fui logo abrindo suas calças e me ajoelhando aos seus pés. Seu pau pulou para fora das calças já duro e latejando. O abocanhei com vontade sentido o gostinho salgado daquele liquido transparente que já pingava abundantemente.

Chupei, lambi e babei naquele membro delicioso, nem das bolas eu me esquecia, lambendo uma por uma. Suguei com tanta vontade que ele não demorou a gozar na minha boca me fazendo babar com sua porra. Continuei chupando até não restar mais nada dentro dele.

- Agora é minha vez - disse ele me deitando na cama.

Tirei toda a minha roupa e ele enfiou sua cabeça entre minhas pernas. Sua língua morninha começou a acariciar minha xoxota que estava muito sensível. Logo no seu primeiro toque um tremor de tesão percorreu meu corpo todo. Gemia e agarrava seus cabelos enquanto ele me chupava. Minha mãe podia chegar a qualquer momento, então tudo tinha que ser muito rápido. A sensação de ser pega aumentava ainda mais minha vontade.

Eu estava quase gozando com sua boca, mas eu não queria que fosse assim, por isso implorei alucinada:

- Vai, me come logo! Estou louca para sentir seu pau dentro de mim.

Bruno veio por cima e logo senti seu pau quente tocando a entrada da minha buceta que estava encharcada de tanto tesão. Devido a isso seu pau deslizou para dentro como se aquele lugarzinho tivesse sido feito sob medida para ele. Que delícia esta sensação de ser penetrada, de sentir seus pentelhos encostarem no meu corpo e saber que ele estava inteiro dentro de mim. Apertei sua bunda como se quisesse que ele entrasse ainda mais em mim e cochichei no seu ouvido:

- Mete.... Mete gostoso em mim.... Eu quero que você faça com muita força.

Atendendo meu pedido ele passou a estocar com força e rapidez, eu gemia e delirava com seu corpo sobre o meu. Minha excitação era tanta que eu sentia meus líquidos molharem nossas virilhas, um calor invadiu meu corpo e foi crescendo de um jeito até explodir em um gozo incrível que me fez ir as alturas. Sentia minha xotinha mastigando seu pau em contrações involuntárias. Com isso ele também gemeu e gozou quase no mesmo instante. Eu mal me recuperava do prazer que sentira quando sua porra quente me invadiu. Ele continuou metendo e espirrando dentro de mim, eu estava sem ar com tudo aquilo.

Um barulho lá fora me tirou do estado de sonolência e cansaço, uma moleza após a transa. Vesti minhas roupas e ele também. Com meu corpo meio mole, mas ainda sentindo tesão fui ver quem estava na sala... Alarme falso! Minha mãe não chegara e o barulho tinha sido feito na rua... Será que dava tempo para mais uma rapidinha?

Enviei anteriormente este conto ao blog confrariadoscontos.blogspot.com

Comentários

25/07/2011 16:28:39
Muito bom cadelinha tesuda, me add no msn [email protected]
21/07/2011 08:13:24
simplesmente ótimo o conto, fiquei totalmente duro e adoraria te conhecer, deve ser muito gostosa, me add [email protected]
21/07/2011 08:13:24
simplesmente ótimo o conto, fiquei totalmente duro e adoraria te conhecer, deve ser muito gostosa, me add [email protected]
21/07/2011 00:50:16
me passa o endereço que vou morar ai do teu lado bjs [email protected]
21/07/2011 00:24:23
gostei do teu conto,ja passei por alego similar rsrsrsrs me add [email protected]
20/07/2011 23:32:42
Nota 1000
20/07/2011 23:11:29
adorei
20/07/2011 20:28:34
Adorei seu conto me deu muito tesao me add q vc vai senti muito prazer [email protected]
20/07/2011 20:06:17
O monte merda. Mais puta que bebedoura de porra que deve está cheia de doênças, além é claro de ser mais uma analfabeta. Vai levar zeo.
20/07/2011 19:48:46
o eu queria ser seu vizinho. Vc guenta um pau de 25cm? Meu email é [email protected] Me manda um email la pra nos conversamos. Nota 10 seu conto. Leia os meus contos e comente. Bjos

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


panuqueti gemendo e gosar no pau porno brasilsex. video amarcaiaSocorro me apaixonei pelo meu filho sexo incesto videosBrincando com as primas novinhas, tirei o cabacinho delasvídeos pornô de mulheres fazendo sexo com máquinas postiçacontos eróticos minha mãe parte 4novinha tem no muito o garmo na siririca xega a gritar contos reais de sexo de ninfetosContos eróticos dedadas gostosas na buceta dentro da banheiraporno vai fechar a janela fica prezarcontos reais de sexo de ninfetosler conto erotio descabaçando irma peludavelho insiste até rapaz com mussarela no pornômulheres mamas enormescom conas fantasticascontos eroticos dei para um vizinho de iptingatecido brilhoso pornelacareca contos eroticos de mullheres carecasFoda agressiva ponodoidonefinhas gostosas fodendo muitopedreiro fode menina em cima do andaime pornôConto erotico gay traficante funkfotos. de pirocasde cavaloporno sem casaminhasfotos de pau duro cabeçudover conto erotico sob faxineiros velhos tarado e pirocudoporno mhnha mae e irma sao putas 1 contovídeo de sexo amador caseiro você quer me comer você quer meter é devagar meu com calma é assim não aqui mede a gente ser pinto grandeporno. tor. muita careitiConto Meu Pequeno ,Meu Amor 1Temp. completa casadoscontosvidioporno ae menias que xoro no poumeu sogro e um cavalo pornomulher faze do sabao segano boceta da outaincesto com meu vô contosincesto com meu vô contoscontos eroticos de enteadas loiras com padrastos negroso play boy e o plebeu 04 casa dos contosmulher de corno lavano carroPorno doido hosexualimoarombei minha mae contos eroticos pornoContos eroticos gay emgrachante onfaContos erotic eunovinha escondida vendo irmao menor se mastubandocontos de sogro metendo pau na noracomendo a sogra gostosa mttezaomeu filho pintudo contoconto novinha marrenta estrupada pelo irmaosbucetas inchcadas na calcinhasperdendo a virgindade com o meu namorado e elearromba minha bucetaXxvideo cosquinha na cabecinhatia novinha dacu dominoconto erotico gay vaquejada capcontos de maridos q gostam d ser corno e levam pirocudos pra comerem sua mulher em ksaXvideos as filinhas lerinhavídeo caseiro de sexo com a namoradinha pedindo para namorado com meu com filho dela devagarzinho ela muito escandalosacontos minha esposa agazalhou um pal enorme no raboxvideos viu mae dormindo de boca aberta e fico doidinhomulher enfiando um pepino enorme na buceta fazendo barulhoeu era crente pequei dei minha bucetinhaaquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticoscoroa q sabi dexa dozelo de pau durobucetao entupido de cebolaSobrinho pauzudo,tia feliz. Com foto.negao metendo em colatinaHOMENS BOMBADAO COM PENIS ACAVALADOS GOZANDO NA BOCA DE LOIRAS PORNOmeu sogro e seu irmao me funderam juntos contos eroticosvídeo de pornô em desenho Delta lavando a louça e pegar nos peito delaporno com mãe e filha bucetudas de guaianazesconto cumendo irmao de pau cabecudo irma. virgemrapazinho mimado dando o rabovideos porno negao so os tapas estralandoConto flagrei com bananacomo faze a mulhere no gta xupare no gtacontos eroticos desejo de uma mulher tomar porra de negros na frente do parceirosou encanador sexoninfeta cismou comigocontos porno padre gayquero ver vídeo pornô de novinha sendo estrupada na noite passada passada amor comigo a noiteMeu Padrasto parte-01 Autor Alex - Casa Dos Contosfilme pornô com a Socorro lido RT xxxFui encoxada e iniciada por um roludo Policiallindo tarado fudedorporno mae surpreebdidapono 2017perdendo a virgimdadeConto gay com o padrasto coxudoxvideo muilher surpresa nxvideo sexo u buracufotos d mulheres so d calcinha box cm a buceta inchadaswing video mulher beija depois de levar gozada na boca de outromulheres que nao aguentaram dar o rabo pra homens bem dotadosentregei uma pizza e mepagou com boquetecontos eroticos A Dama e o Bruto Contos eróticos teens contos gays neguinho do pinto grande me comeuporno comeu a etiada que fazia pirasa so de chortinhodei minha buceta no reformatório dormi de calcinha com meu filho e dei pra elequero pesquisar filmes pornor com negros super dotados arregassando cu e bucetas de mulheres loiras tirando sangue do cursinho delas