Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Amigos são para isso . pt 03

Categoria: Homossexual
Data: 21/07/2011 02:50:44
Nota 6.67
Assuntos: Homossexual, Gay, Amizade, URSO
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá a todos! Esse novo amigo não começou sendo bem um amigo, digamos que ele me ensinou muitas coisas, ele é meu professor...

Eis meu desejo por ele, não conquistado ainda, quando realmente acontecer eu conto mais detalhes para todos vocês (e eu sei que vai rolar).

Um desses dias em que devemos ficar à tarde na escola eu pensei em ir visitá-lo. Almocei como de costume e comecei a minha longa caminhada, começando a fadiga e quase desistindo do percurso vejo o local que desejava entrar bem à minha frente, sinto um friozinho na barriga e bato palmas, ninguém aparece, quando já virando para voltar ouço sua voz terna e carinhosa:

-Nossa! Desculpa eu tava ocupado com as coisas da escola.

-Acha! Eu que devia ta me desculpando, to atrapalhando neh?

-Magina, você NUNCA atrapalha. Entre, só não liga pra bagunça. (risos).

O que vocês acham que eu senti com esse nunca?! Me arrepiei todo HAHAHA. Entrei e observei que ele tinha trancado a porta de entrada, pensamentos vieram à minha mente como combustível para o fogo que se acendia em mim.

E por fim o primeiro contato, um belo abraço, quase me sufocando de tão forte que foi, não sabia que ele era tanto assim, perdão leitores, farei a descrição do sujeito: Um belo urso, loiro de olhos azuis com cerca de 1,90m de altura.

Sentamos ao sofá e começamos a conversar, observo cada detalhe de seu corpo e personalidade, ambas lindas e deliciosas de serem admiradas. Começo a pensar em como retomo ao assunto que eu lhe tinha falado (anteriormente eu havia conversado muito com ele via internet, pois estava de férias, e acabei mandando um e-mail perguntando se ele me daria um beijo, ' e quem sabe mais ').

-Você já olhou seu e-mail hoje?

-Eu já, e acho que seu computador deva estar com vírus.

-Não acredito nessa possibilidade, fui eu mesmo tah?

-Aquela pergunta? Mas você é muito...

-Desculpa você deve ta pensando coisas horríveis de mim neh?

-Eu ia dizer fofo, se isso é ser horrível pra você então eu estou na presença do ser mais abominável do universo!

-Ai... Sério?...

-Absolutamente! Você sabe que eu sou gay, eu sei que você sente isso, tá nos seus olhos meu querido.

-E o que mais meus olhos dizem?

-Eles não dizem... Já to hipnotizado por eles faz tempo.

-Assim eu fico com vergonha.

Ele levanta e senta ao meu lado, retira os óculos (eles o deixam ainda mais charmoso), coloca um braço por trás dos meus ombros e diz:

-Eu dou o que você quiser. Onde você quiser. Quando você quiser.

Nada saia de meus lábios, eles somente queriam tocá-lo em suas faces e descobrir o sabor de seu beijo, meu corpo não se movia, na verdade era como se ele não existisse e se a minha própria existência fosse com ele.

-Tá vendo? Tremendo desse geito e com o olhar q só você tem não como não dizer que você é fofo.

-Eu quero... "Gente! minha voz sumiu"

-Diga.

-Você... "Nem me perguntem como eu disse isso"

-Eu também.

Ficando já roxo de vergonha olho pro canto tentando desviar o olhar, mas era impossível, era magnetismo, era algo que somente se sente, não se descreve nem se mostra. Ele segura em meu queixo me fazendo olhar para seu rosto, o beijo se inicia, minha língua se enrola com a dele.

Dançando no escuro e sem se desgrudar um momento sequer eu sentia sua boca, sua saliva, seu sabor, seu amor. Música começava a tocar em minha cabeça, sinto sua mão acariciar meu cabelo e minha coxa," muito safado ele!", quando ele interrompe essa conexão que eu não terminaria ate ficar com os lábios dormentes e os dentes gastos. Beija minha testa e diz:

-Se você quiser realmente, a gente pode tentar, é a sua primeira vez?

-Eu quero sim! A primeira vez que eu terei prazer pensando em você ou a primeira vez que eu transo com alguém?

-Me responda as duas então...

-Definitivamente não e absurdamente sim.

Começamos a rir como crianças, mas as risadas se encerraram bem rápido quando sinto sua língua em minha orelha, o arrepio era iminente, nada podia nos parar àquela altura, fazendo praticamente todo o trabalho ele retirou sua camiseta e pude ver seu peitoral peludo, digno de prêmio.

-Quer passar a mão?

-Tá tão na cara assim que eu gosto de pelos?

-Um poquinho...

-Então eu quero!

Se aproximando com os joelhos no sofá fica na minha frente e ele com um sorriso bem definido, não daqueles que se mostra todos dente que se tem, mas aquele que é contido pois se não o for pode acabar rasgando o próprio rosto. E eu ainda um pouco trêmulo tento colocar minha mão sobre ele, percebendo que eu estava um pouco "bêbado" me ajuda e segura em meu pulso e finalmente eu sinto o que mais me atraía em seu corpo.

Tomado pelo tesão de estar com o meu homem tão amado e querido retiro minha camiseta e recomeçamos o beijo inacabado, deitando sobre ele meu corpo não se continha, minha calça já estava apertada e sem espaço nem para o próprio vácuo.

Me pega em seus braços e coloca a mim em sua cama, (mesmo morando sozinho era de casal), retira a sua bermuda enquanto eu retiro a minha, ficamos só de cuecas e agora eu estava embaixo enquanto me alisava eu aproveitava para tocar seu pênis, era grande, nada exagerado, mas era grande.

-Agora sim tá ficando divertido neh?

-Uhum! "Sorrindo de alegria".

Retirou sua cueca e revelou seu segredo, e eu que já não aguentava mais tirei a minha também, agora nus acaricia meu rosto e olhava para seu pênis, comecei a beija ele, não seu rosto é claro, deu uma lambidinha por baixo que o fez arrepiar e ugir como o urso que era. Coloquei em minha boca, mas por nunca ter feito nem tentado com outras coisas só consegui uma parte, e ele rindo comentou:

-Assim eu gozo antes de transar com você.

-Então vem que eu quero ver você gozando.

Pegando uma camisinha que havia guardado e um creme me deitou e perguntou se eu estava pronto e sorrindo acenei que sim com minha cabeça, e ele sorrindo também vestiu-se e me molhou, ficou ajeitando o creme com seu dedo, "grosso pakas", e tentando colocar o mesmo em meu botãozinho:

-Se doer avisa ok?

-Pode deixar!

Aquela imagem nunca sairá de minha cabeça, sua face de preocupação enquanto me bulinava, chegava a ser cômico, continuando a colocar mais e mais fluido em mim demonstrava plena satisfação no que fazia. Se ajeitava e se preparava para o grande desafio, bem difícil por sinal, começou me masturbando e colocando seu pênis aos poucos, entrou só metade, e ele com cara de dúvida pensando se devia ou não forçar.

-Pode colocar um poquinho de forca tah? Eu quero que você goste disso.

Sorrindo novamente me segura pelos ombros e começa a forçar, ao soltar o menos gemido ele para e me olha assustado.

-Calma, foi de prazer.

Rindo agora volta a fazer o que tinha tentado, foi indo e eu aguentando toda a dor e mentindo sobre meus gemidos, tudo por ele, após ter inserido todo se membro diz:

-É a primeira vez que alguém me aguenta assim.

-Eu sei.

-Como assim?

-Alguns foram de dor mesmo, mas continua agora ta gosto.

-Sério?

-uhum.

Beijando meu pescoço começou um lento vai e vem, mas bem devagar mesmo, quase parando, mas começou a colocar mais e mais força, e eu por impulso coloquei minha mão em seu peito e ele entendendo diminuiu um pouco, mas continuou com força, parando e retirando-se de mim diz:

-Acho que você vai gostar disso, fica de quatro.

-Ta bom, mas vai com calma ta?

-Fica de... isso.

-Devagar ein!

E começou como se eu já tivesse acostumado, o problema é que não estava, ouvindo um gemido alto de dor ele sai de seu momento de loucura e retorna a si, indo devagar novamente.

-Desculpa, não consegui me segurar.

-Que bom que você ta gostando tanto assim.

Agora ele segurava meu peito me colocando de joelhos e me masturbando sempre, enquanto me levantava beijava as minhas costas e ia subindo, chegando à minha orelha, um ponto fraco que eu não sabia que tinha, e dizendo com sua voz grossa e imponente bem perto de mim:

-Isso não é bom?

-Você é perfeito.

-Você que é, ta me fazendo gozar de um geito que eu nunca imaginei.

-Eu quero...

-Acho que entendi, também quero.

Se virando e retirando a camisinha e começando a se masturbar eu me preparo e abaixo, retiro sua mão e eu começo a lhe masturbar e ele urrando e gemendo como uma animal selvagem percebo que está prestes a gozar, eu coloco todo o seu pênis em minha boca, acho que aquela posição me favoreceu, e bebo toda aquela porra quente.

-Agora é sua vez minha coisa fofa.

-Tá bom.

Ele me deixa e começa a me chupar com uma mão acariciando meu peito e outra cutucando meu botãozinho, e eu em um gemido baixo e curto gozo, e ele com somente minha cabeça em sua boca suga todo o resto.

Nos vestimos e ele me deixou na porta da escola, chegamos bem na hora do intervalo em que ainda teria mais metade das aulas, antes de sair de seu carro ele olha para os lados e pede um beijo eu dou, e pede uma ultima gozada, ai pergunto inocentemente:

-Como?

-Aqui, (e retira seu mastro), só você chupar ele um pouquinho que eu gozo.

-Tá bom.

Chupo de novo e ele goza e agradece.

-Obrigado viu eu amei isso tudo.

-Eu também amei prof.

Saindo e dando tchau nos despedimos e fui para a escola.

Gostaram? Odiaram? Comente então!

Comentários

22/07/2011 02:20:18
E qual dessas deficiência você acha que eu tenho?
21/07/2011 17:43:13
Bom conto. Para ver belas fotos de belos homens, visite e divulgue: http://belosmaisbelos.wordpress.com/
21/07/2011 08:55:10
O conto está muito bom. Parabéns, mas não faz o meu gênero. Sou normal, sem deficiências psicossomáticas.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


fotos os penes mais maneru do mundo pornMEU PRIMO COMEDOR ME OBRIGOU A MOSTRAR MINHA ESPOSA RABUDAContos eroticos incesto com titias e crentescobertura conto gayquero ver um monte de mergulhador de 19 a 20 anos de sunga de pau bem duro peladoencoxada na reiuniao pulitica lotada xvideoensopando o cuzinho com gelcomo e bom ter um comedor sólido e um marido viadocasa dos contos eróticos patrão e empregadomin engravida amor porno sacanacontos eu e meu sogro estuprano minha maegaroto sapeca .pornoo riquinho que eu amo cap 12 casa dos contosvidioporno de meninas que noa guento pau no cu e nerrocaseiro homem sai e o jardineiro come cu da mulhercontos eróticos de padastro abusivocontos eroticos gay dormindo com o tioXVídeos coletânea de mulher sendo agarrada no serviçocontos eróticos comendoContos gay novinho que foi rasgado por varios homensRelatoa erodico de geyse arruda contando como.perdeu a vingidade do.buceta e do.cuzinhogritano de dor com pau.no.cu do nego3 pernabuceta vigui na netvideos eroticos da esposa vira cadela do marido eusa coleiracontos eroticos campingo loiro da cicatriz q eu amo parte 11historia porno gay paguei um boquete pro anivesariantexvideo afilhado fala quevai fazer massagem na madrinha e acaba comendo o cu delafudendo morena fofinha na mata caseiros coletâneasexo com as maos apoiadas no chao ela recebe uma delisiosa chapadaTio arroba o cu da sobrinha conto eróticosMoreena Fudendo A Mil So Na Bucetamithlee pron vidoladrão comendo o delegado pornô se for do Adélia busca pornôporno esposa de short curtinha na cozinhaisso papai soca fundocontos eroticos de mullheres que aman barbeariabebi demais minha esposa deu pra . outro contos eroticoscontos coroa implorando por uma picaloira jogando pinbolin pelada no saguão do hotelcontos eroticos A Dama e o Bruto vixxi encoxadasdotado enfia baita pirocona inteirinha dentro, magrinha gemendo sem parar com o pauzão lhe rasgando todaxvideos caseiro emfermera mindando banho eaidespidida de solteiro e muito sexomigre.me/w4IgEfelipe e guilherme - amor em londres 4loirinha tentou correr do negao pra ele num te comer mais num deuxevideo mulher dormido e rola entrandofilme pornô de Cibelle encravado em 2017velhopintudocontosCovidei meu amigo pra toma uma cerveja em casa depois comemos minha esposa casa dos contosvídeo de sexo amador caseiro você quer me comer você quer meter é devagar meu com calma é assim não aqui mede a gente ser pinto grandedando com dorbuceta pro pai irmaocontos eroticos gays virei putinha de varioscontos minha esposa agazalhou um pal enorme no rabobuceta d penuarsogra gg chama cheiro para sexo anal pedro da filhamorena fofinhado rabao fudendo com dotadomulheres santinhas safadasquero ver o vídeo da mulher da enxadinha perdendo a virgindade dela mulher beijandofamilia surubafilme porno brasileiro pai mostra para filha seu pau monstro e ela se assustacontos eroticos feminizaçao do garotinho maecasadinha se esfregando nos homens no elevadorsexo conto meninas novas com cunhado safado me comendo brutamente.No motel eu fudi a buceta e o cu virgem da minha sogra conto eroticovídeos porno braseiro putona brasileira lavado ropa no cintal e fude com seu cunhado bem dotadonovinha de biquine fazedo sexo de ladinho colado bem devagarinho no cuzinhohomem se enxuga nu e a mulher abre a porta senquerer pornoxviido cabelo novilnhanovinha deixou o tii passar a mao na bucetinha em troca de dinheiro