Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

004 - TAMARA - "Minha primeira vez com dois..."

Categoria: Heterossexual
Data: 01/08/2011 23:43:05
Última revisão: 19/06/2012 02:04:06
Nota 8.67
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi, sou Tamara!

O tempo passa e a garota dos desejos continua e se descobrir, eu gostava do Pietro, mas deixávamos que fosse somente sexo, prazer e acima de tudo cama.

Ele era bonito, gostoso e tinha uma rola que me deixava muito excitada, mas eu estava a fim de experimentar coisa nova, rola nova.

Foi desta forma que em um outro dia ele me apresentou seu amigo, que se chamava Ricardo, corpo másculo e olhar de macho sedutor ele tinha muito mais que músculos e pica, ele tinha um olhar simpático, algo que so um homem daquele poderia ter.

Depois deste dia fiquei louca da buceta pra dar pra ele e para o Pietro junto, imaginava eu com uma pica na buceta e outra atolada na minha garganta.

Como eu e Pietro éramos apenas mais uma pegação comecei perguntar de Ricardo, ele disse que ele era casado e tinha 27 anos, logo me interessei e daí conversa vai e vem, chegamos ao ponto final, uma gostosa suruba.

Jogamos limpo entre eu e ele, apesar de curtir dar pra ele e ele me comer queríamos ser nós, dois sedentos de prazer, e desta tal forma de viver que marcamos em um motel, onde eles me comeriam.

Marcamos que seria no final de semana, pois daí o Ricardo teria uma desculpa de fazer plantão no posto de gasolina que ele trabalhava.

Então daí a corna da mulher dele não iria desconfiar, mas da mesma forma que chega o final de semana, eu curtia estar naquela noite, naquele motel muito gostoso e diante de um belo e gostoso sofá, estar diante de uma bela bebida e de dois roludos.

A noite naquele motel estava começando a ficar quente, e diante de mim estava meus dois machos, eu com a xoxota quentinha de desejo, doida pra deixar ela toda aberta e vermelha de tanto ter pica atolada nela.

Ricardo se comportava como um macho mais experiente e casado sabia a pecada e logo com muita bebida ele me beijava, minha boca estava sendo amaciada pelos seus lábios de homem casado, enquanto Pietro estava parado me vendo possuir e começava a tirar sua roupa.

Logo a bebida a musica e a pegação começou a tomar sua bela forma, eu uma mulher sedutora, uma garota rabuda e doida por sexo gostava de aprender a dar gostoso pra dois machos sedentos de uma periquita.

Então diante de mim estava ele, o Ricardo, macho alfa, forte, de corpo gostoso e moreno, de cueca branca e uma mala gostosa que minhas mãos massageavam.

Pietro, meu comedor estudantil, com sua beleza de sempre, seu corpo gostoso e também com a pegada de uma rola gostosa.

Eles me possuíam, sentia eles me pegarem de jeito e daí, estava eu sendo mamada pelas tetas anquanto Pietro me fazia engolir sua geba gostosa, eu era mamada e era obrigada a aquentar pica até na garganta.

Os seios estavam sendo degustados pela boca gostosa de Ricardo, que logo soube acariciar de forma forte minha bucetinha, eu sentia o tremer de seus dedos grossos dentro dela, enquanto pagava uma gulosa e aquentava a sugação nos meus peitinhos.

Logo eu estava totalmente sendo apreciada feito uma carne na oferta, era pica grossa, branca, morena, era um homem casado e outro garoto da escola. Era rola que eu queria e era o que tinha.

O tempo passa e em certo momento eu estava de perna aberta, sendo mamada agora pela buceta, os lábios carnais da minha xoxota estavam sendo engolidos, mastigados pela boca do Ricardão, ele fazia de mim um produto de fuder, enquanto Pietro com sua pica me beijava, eu gemia ao sentir os lábios da minha buceta ser massageados pela linguona dos meus machos, era um troca-troca, um metia a língua, o outro os dedos, e eu era agarrada a força, comida ao desejo.

Eu gostava de ser abusada por duas picas, enquanto um me beijava na boca, o outro me fudia aos dedos na buceta, enquanto um metia, eu aquentava a pica do outro me encher a boca.

Os corpos de meus machos eram totalmente meu, aquele Ricardo sabia o que era trepar em uma vadia como eu e daí é claro, eu dei gostoso.

Ele mandou o Pietro ficar vendo, daí ele me pegou no colo e de pé começou a meter em mim, eu senti a pica morena dele escorregar dentro das minhas entranhas e logo sumir.

Sentia a delicia de ser segurava pelos braços fortes dele e ao mesmo tempo ser arrombada por dentro em estacadas ardentes, sentia o meter de homem, de cara casado, minha buceta ardia, gostosamente, e desta forma que ele me jogou na cama e pegou minha perna e colocou no seu ombro de macho, enquanto metia gostoso dentro de mim, logo ele mandava o Pietro me comer pela boca.

- Fode esta puta pela boca, enfia a pica na garganta dela.

Então Pietro obedecia com tudo aquilo apontado pro alto, uma rola grossa, um pau ardente e gostoso me fazia gemer, enquanto a outra rola me fazia arder por dentro a pica de meu menino comedor me fazia ficar sem palavras diante do engolir.

Minha boca era atolada pela pica gostosa e minha buceta sentia o gozar gostoso do comedor casado.

Ricardo e Pietro, eles, meus homens, me fazia puta, de quatro, de banda, de lado, de perna pra cima, de buceta atolada, de xoxota vermelha me fazia delirar, me fazia gemer gostoso, eu feito uma puta, uma biscate sentia o que era ter duas toras em um mesmo corpo.

Sentia os corpos dos dois, pegava nas minhas mãos as duas picas e de joelhos pagava um boquete duplo, degustava dopis sabores de rola, uma branca de cabeça grossa e outra morena de gosto de macho.

Eu estava delirando, ele guspia na minha boca e daí metia a pica deles, eu estava perdida de desejo, estava sentindo naquela noite, naquele motel como era dar uma buceta ardente e deixar de ser mais uma menina que cresceu, era uma puta que curtia mesmo era cano, pau, pica de homem dentro de mim.

Eles dois me fazia rebaixar ao nada, mas me fazia gemer ao extremo, fazia gritar, arder e sentir a pica de cada um escorregar dentro de mim, era gostoso e delirante ser uma mulher puta.

Pelada de peitos trêmulos eu estava lá, na cama de motel. Ricardo deitado e eu totalmente cavalgando na rolamos dele, enquanto Pietro enfiava seus dedos em meu anelzinho, eu sentia o meter de macho de seu parceiro.

Minhas tetas eram seguradas com força, minha buceta era o erguer do prazer, de bundinha virava pro algo e com a torra dentro da xoxota e com o meu outro homem me fazendo sentir as pregas do cú se abrirem eu sentia como era cavalgar gostoso numa torra gostosa.

Eu estava gritando de tanto arder de uma pica, logo então eles me fudiam, eu ficava de quatro, e sentia gostosamente o que era ser atolada.

Nesse momento sinto algo escorrer sobre minha cara, era o leite, a porra quente e gostosa de Pietro que me dava um banho a escorrer na minha boca.

Ele batia com aquela vara na minha cara melecada, enquanto escorregava a pica ardente de Ricardo na minha buceta de quatro.

Sem demora sentia também encher minha xaninha ser inundada também pelo leite de Ricardo, era gostoso sentir que aquela mangueira gostosa inundava minhas entranhas e que minha cara estava toda cheia de porra gostosa de meus dois homens.

Depois disto a noite e o desejo estava ganho, eu me realizei como mulher, como putinha e o saldo era gostosamente positivo, meus homens se tornara especial e acima de tudo gostoso.

Ricardo e Pietro, meus comedores...

Continua...

#FIM

Autor: Escritor Danyel

[email protected] e leia mais ;

casadoescritor.blogspot.com

Comentários

02/08/2011 23:19:40
Muuuuitooo booomm!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


conto erótico menina bebê pai e filha puta ninfeta gosta de mamar peituda casete tbmgibi troca troca com família pornovideo porno elas adora fude beijado beijoss de ligua quim deliciaPorno contos familia incestuosas ninfetinhas comecando cedoporno meninas cortido asferias brasilconto lesbico a procura do amor cap25Dedando.a.casada.dormindo xvideopornominha esposa aninha novinha e meu tio roludo setima parte contos eoticos contos a punheteira do papaiapaixonado pelo meu primo brutamontes 2temporadacontos eróticos de casadas rabudas traindo com pauzudospornodoidocoroa deitad na cama so de calcihaContos me foderam muito por perder a apostacontos eroticos vi meu irmão pelado pela brecha da porta e fiquei esxitada e passei a provoca elecontos heroticos cuzinho da japinhacontos eroticos casal com prostitutaporno sem casaminhascontos crente casada quis experimentar no cu e se arrependeufoto de cafuçu com pau enorme de grosso e cabeçudosocaaa com força malandrocalcinha rendada minha mãe que me iniciouPai chupando e amassando os seios e vagina da filha e passando a mao na vagina dela ver video calcinha molhadafilme porno onde um perfume despertava desejoporno novinha foi cariciada na escola contosencoxada na reiuniao pulitica lotada xvideochantagiei a colega de trabalho e comi ela contoshttp://zdorovsreda.ru/texto/201103701o pedreiro me comeu a forca!!contos eroticosconto erotico boa noite cinderelaamo meu corninhopassivo inocente e baixinho levando rola enormeporno metendo de levinho atrasconto anal orfanatoporno em desenho popai comendo a olivia sem pedir idadevergonhapai comendo.as filhasbunda nervosa caralho gozoumeu cu geme pornoContos Eróticos De Minha Vizinha VeraContos Eróticos De. Fui Ajudar A Dona Verazoofilia veterinaria tendo orgasmo com cavaloccontos eróticos incesto fudendo novinha virgem inocente faveladamalandro gay passivo dando o cu contosangue suor lagrimas tortura pornocontos de sexo com meu pai metiii vaii issofilhinha puta fazendo gang gang com os vizinhos taradoxivideo homem cumendo veapornodoido comendo aminha madrasta emcanto eladormirshot apertado rola grossa se destacapapai tirou sangre do cu da filinha peituda ponuchantagiei minha comadre contosamor sexo sem penetrarAbrir filme de sexo caixa de molho tirando a virgindade das moças de 18 anos gostosaxvidios novinho trasando com dorvidio porno tio me cumeu na varanda do quintaucontos mulheres cinquentona nao aguenta pau com super cabecaemtiada.rabuda loulinha dolecente espiada pega foca sexoesposa crente novinha gostosa e o segurança do predio roludo contos eroticosfilhaabre as pernas qie vou te fider gostosoPAU SO NAS CUNHADAS COCOTINHAS GRITANDOcontos eroticos sou safada mostrei meu cu para amiga como estava largocoroa q sabi dexa dozelo de pau duroporno abordado da égua rapazcontos eroticos nupcias blogspotcarolzinha santos e suas amigas trepano no churrascovideos caseiros de estrupos de vuneravrldei a buceta na bicicleta contos eroticosna zoofilia as cadelas aceita ser fudidapornor corno gosa na buseta melada de porra domegaomeu filho me sondava deu cu do eu comtos eroticos"atolado no meu cuzinho"Fotos de marcelinho carioca nu pirocudoConto erotico de pai cheirando as calcinhas sujas da filha bucetudaeu mostro a Deus e o Diabo que eu como esse comer aquikkkkMeu sogro me comeu a forcaContos Afilhada batendo punheta para o padrinhose masturbando com sexechop ate gosar