Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Comi o irmão gordinho da minha colega

Autor: bom-AP
Categoria: Homossexual
Data: 19/09/2011 09:31:53
Nota 6.80
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, me chamo Max (fictício), tenho 25 anos, 1,75m, 70kg, moreno e cabelos lisos, uma pica de 17cm, moro em Macapá-AP. Este é meu primeiro conto (se ñ ficar bom é só comentarem, por favor). Esse fato aconteceu nas minhas férias deste ano, quando fui passar alguns dias no terreno dos pais de uma colega minha.

Minha colega, Fernanda ou Nanda (para os íntimos), me convidou para um passeio que iria acontecer no terreno dos pais dela.

NANDA: - Max, tá afim de ir num passeio pro terreno de meus pais?

EU: - Quem vai?

NANDA: - Meu pai, minha mãe e meu irmão!

EU: - Mas não tem problema de um estranho ir?

NANDA: - Claro que não...se eu to te convidando é pq não tem problema!

EU: - blz então!

Chegado o dia da viagem, preparei minhas coisas e o irmão mais velho dela foi me buscar lá em casa. Chegamos no ônibus e ela já me esperava. Cheguei, falei com os pais dela, muito simpáticos, então fiquei conversando com ela por um tempo...depois de alguns minutos chega o irmão mais novo dela, um gordinho, branco, 1,70m mais ou menos, 17 anos e se chama Bruno. Chegou falou primeiro com ela sobre sua rede e tal, então:

NANDA: - Não vai dar um boa noite,não?

BRUNO: - ah ta! Desculpa! Boa noite!

EU: - Boa noite!blz?

BRUNO: - Blz!

NANDA: - Max este aqui é o Bruno, Bruno este aqui é o Max!

Ao fim das apresentações começa a viagem. 4 horas de viagem no estradão. Chegando no terreno, já estavam alguns de seus irmãos e irmãs esperando (família bem grande). Logo na chegada ocorreu as apresentações devidas e tudo mais e fomos ver o quarto onde eu iria ficar, claro que eu não iria dormir com minha colega, os pais dela não iriam deixar, então fiquei no mesmo quarto do Bruno. Até então tudo bem, não tinha nenhum pensamento malicioso.

Ao cair a noite, após o jantar, ficamos batendo papo na varanda da casa, eu com sono e cansado da viagem não quis ficar por muito tempo, então fui logo deitar, tomei um banho e deitei na cama (só de boxer). Em menos de 5 minutos chega Bruno, se deita e então começa a puxar papo, tipo: conhece minha irmã de onde? qual tua idade? Blablabla... papinho furado. Então ele pergunta se eu tenho namorada, digo que sim (a morena mais gostosa que já vi, heheheheheh).

BRUNO: - Gosta dela?

EU: - Claro!

BRUNO: - Já comeu ela?

EU: - já! (eu já tava quase fechando os olhos!)

BRUNO: - Ela gosta de ser fodida por ti?

Nessa hora eu perdi totalmente o sono, e já comecei a pensar besteiras...

EU: - Cara, ela nunca reclamou!

BRUNO: - Hmmm....

Então ele me deu um boa noite e dormiu...no dia seguinte a Nanda me convidou, durante o café da manhã, para tomarmos um banho em um igarapé que passava lá atrás do sítio, aceitei na hora. Fomos até o igarapé e já fui ficando só de sunga e pulei na água, era um dia quente, então um banho desses era ideal. Bruno chegou depois, ficou conversando na borda do igarapé com a gente e depois de muita insistência da irmã ele entrou na água, de shorts sem nada por baixo. Ficamos apenas nadando, disputávamos corrida, conversávamos... então a Nanda resolveu ir lá na casa fazer uns lanchinhos pra gente. Ela foi sozinha a Bruno e eu ficamos sozinhos. Começamos a conversar sobre várias coisas e então começou o assunto sobre sexo, claro!

EU: - E aê, Bruno, muita gatinha na tua escola?

BRUNO: - Tem umas lá, mas nada de mais...

EU: - ah ta! Mas tu come direto mesmo assim,ñ?!

BRUNO: - Eu ñ!

Nessa hora eu saquei, “o muleque é gay!”!

EU: - hm..(um sorriso de canto de boca)

BRUNO: - Sou mais ligado numa pica!

EU: - Mas tu já deu alguma vez?

BRUNO: - Ainda ñ, mas quero dá agora!

E foi se aproximando de mim pela água, chegou bem perto e pegando na minha pica, disse:

BRUNO: - essa tua aqui vai servir pro que eu quero!

EU: - Então começa logo mamando!

Ele, prontamente, mergulhou e mamou como um bezerrinho...chupava minha pica, chega doía. A gente saiu da água e ele foi logo tirando minha sunga...eu já não tava nem ai onde a gente tava, eu só queria fuder aquele muleque. Então ele mamava, mamava e mamava.eu comecei a passar a mão nas tetas dele, apertava e ele gemia como minha namorada qnd me mamava.

EU: - Fica de 4 que eu vo realizar teu sonho!

Ele, rápido ficou de 4 e eu fui tirando seu shorts. Uma bunda branquinha, gordinha, muito gostosinha. Cuspi na mão e passei na pica e fiquei pincelando aquele cuzinho que piscava pra mim.

BRUNO: - Mete logo, meu moreno, não tem pena!

EU: - Então toma, cadelinha!

Meti com tudo, sem pena como ele queria. Ele deu um grito e logo eu tampei a boca dele com a minha mão. Fiquei bombando ele até ele acostumar. Tava gemendo como uma putinha, então comecei a bater uma punhetinha pra ele, aí que ele gemia. Ele começou a gozar na minha mão.

BRUNO: - quero beber essa porra toda!

EU: - Então toma logo!

O muleque mamou toda minha gala e ainda queria mamar mais, mas eu não quis pq a irmã dele poderia chegar! Mas eu prometi p ele que iria comer aquele cuzinho sempre que tivesse tempo!

Obrigado, pessoal! Sei que não ta muito bom, esqueci muitos detalhes, mas é meu primeiro conto, gostaria que vcs postassem comentários. Valeu, até a próxima!

Comentários

17/05/2014 00:45:58
eai blz?sou de mcp tbm me add no skype. [email protected]
01/02/2012 01:52:26
Dica: Escreva mais detalhes sobre o ocorrido, dee mais ação à historia. Mas ta bom para o primeiro conto!
20/09/2011 12:20:34
Para o primeiro conto está ótimo.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


Thaiana xvideos sabiafudeu a buceta lozinha da mamaerelatos de minha sogra e muinto greluda e pentelhudatransando cm amigo do namorado sem na morado peeceber sexo pornovideos de gosdosa tirado fio dendal de 22anospadrasto pirocudo droga a enteada e transaconto gay minha tia me transformou em sua empregadinhafilha. acorda. sentindo apica do seu pai toda na. sua. bucetinha ..corno chamou negao pra fuder mais nao gostou de ver a mulher adorandoAbusada de calça legueporno familia jurássicabucitnhacontos eroticos cu arrombadocoroas homens defloração vaginal relatosComtos namoradas fodidas por velhosquando beijo meu marido umagino que e uma bucetafotos os penes mais maneru do mundo pornconto erótico filha da madame sentou no meu colo e sentiu meu pau durosexo porno fui no meu ginecologista ao abri a perna ele me chupou todinha deliciameninas bem novas sendo fudidas pelo o padrastovirando a buceta do averso com pauzao monstrocontos roludo arregaçando recem casadinhaprima gosta da minha pica ele pega e burta na bucerta dela minha mae so' andava de roupao contos eroticospornor doido homem batendo poleta no banheiromorena de 58kg dando a bucetaconto herotico minha namorada e meu paienchendo abucetinha dalinda moreninha de espermatozoides video porno gratipauzudo passando a vara no meninoentregafor fundeno a cliente na casa dela sem o marido saber contos eróticossexo conhadas cozinha nua pau bizarro tesaoas novas novia cenus estrupada pediu virgindadeConto erótico chupa bucetamulher transando na subida do Ilha Porchat São Vicentecontos eróticos xingando quando era enrabadatem lebica olaine 2017 pra comigo outra mulher por celularContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoo primeiro amasso a gente nunca esquecemulher falando juramento de gemido vídeos pornôcontos eróticos comendopassivo inocente e baixinho levando rola enormeXvideo com a mulhe grita esperneia pra nao emtra na picaliberalina vadia casadacompetição de nudismo pintudos mais cabeçudofaminta engole a piroca do padrastoconto eroticosgemeaspornor doido batendo poleta na varanda homemanimopron.com lara umcavaloconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversarioconto erotico lesbico dei o troco no meu marido com sua amantecontos bulinando minha tetinhaContofeminino de dara xana pra caesfada do sexomulher deu o cu que choroestava batendo punheta e os dois viu passei a rola neles porno gaycomedo a tia de xortiu xvideocazal maduros mamado jutos uma picahistorias eroticas vi meu sobrinho bem dotado descabaçando o cu da minha mulhercontos eroticos dei a bundinha por balasos erótico sou casada e transei com negão africano mega dotadovidio porno das dimenores fasendo sexo da buceta apertadinhaincesto lendo no colo do papaicontos danada sem calcinhabaixar xvideo de aluna ta secando minha bucetaninfomaníaca viciada em zoofiliavidio de novinha bricano de saia curta com a molecadamulher centa na bengalaComo se escreve “ manda video porno ” em inglesscooby-doo chupa pomba de salsicha grátisquero assistir vídeo de sexo de patricinha filha de empresário rico trepando com namoradotabu em familia pai e filha se amando loucamente incesto panterasnovinha loirinha de onzeanos bucetinha enxadinha transando com papaicão mete ate o talo na bucetinha de uma virgem q fica grudado na buceta dela e ela tenta tirarbuceta da novinha tufadinha bucetao deitado de ladoporne com malheiempregada safadinha Fátimaeternos apaixonados cap 7 conto gaypornocontoincestoquero ver travestis sexo travesti comendo mulher da rola bem grande e grossa norm e homem comendo mulher também pode ser ou não tá difícilgozada de mule napica pornodi dicavaloeu quero um vídeo acaba transando com a mulher postergando ela na cama dormindo a força e ela gritando ele comendo elaporno comendo cu de homêm de bùnda grandeContos eróticos gay meninos maldososcontos zoo dalmata.meu machoNem respondi e fui metendo naquela bucetinha encharcada, até sentir meu pau tocar o fundo, quando ela soltou um gemido alto e gostoso.incesto com meu vô contospassivo inocente e baixinho levando rola enormegozando dentro da buceta das lindonas nas baladasfilme porno onde um perfume despertava desejodando com dorbuceta pro pai irmao