Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Meu filho, meu dono - parte 1

Autor: Maduro SUB
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 08/12/2011 11:25:17
Nota 8.80
Ler comentários (6) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá galera, começarei a partir de agora narrar a minha relação com meu filho. Quero compartilhar como voces por que é algo que me excita muito.

Tenho 52 anos,militar, 1.88 altura, 90 kg, moreno, bem bombado e aparento uns 45 anos. Essa historia começou em 2009, eu tinha 49 anos na epoca. Me separei em 2005 e como minha ex-esposa teve que viajar a trabalho para o exterior fiquei com a guarda do meu filho. Atulamente ele tem 19 anos, 1.75, 58 kg é bem magrinho e honestamente tem tendencia de efeminado. E isso me irritava muito, muito mesmo. Os meus amigos sempre comentavam que eu deveria ser mais rigido com ele, colocar moral. Eu era completamente bruto com os recrutas, todos me obedeciam e tinham muito medo de mim, ate mesmo os meus amigos tinham medo.Sempre fui mandao e me sentia bem em mandar nos outros. Quando saia com meus amigos, todos militares também, sempre ordenavaque fizessem algo, que pegasse um cerveja pra mim, ou coisas do tipo.

Certa vez, passei em frente a um barzinho aqui do lado, um homem com aparencia de uns 44 anos, chingou-me de corno e que corno tem mesmo que ter filho viado. Aquilo me encheu de odio, não sei o que deu em mim,em outra situação voltaria e acabaria com a raça daquele cara de imedianto. Mas me contive e fui pra casa, porém o odio continuava. Quando cheguei em casa, meu filho estava no quarto e falei com ele se conhecia o tal cara ( informei todas as caracteristicas), e ele prontamente respondeu que ele tambem o tinha chingado: de filho viado tem mesmo que ter pai corno. Aquilo foi ao limite, me estourei mesmo.

- Quem aquele cara pensa que é? Vou mostrar a ele quem é viado! - disse estourado

Meu filho tentou me acalmar, pedindo-me que não fosse procurar briga, mas nao me contive dessa vez e fui. Tinha um plano, que era chegar devagar e acabar com a moral daquele sujeito, estava disposto a comer o cu dele e isso seria na frente do meu filho, para desmoraliza-lo mais. Contei a meu filho que ele iria assitir caladinho e que serviria tambem de lição para ele, que sempre deveria me obedecer.

Ao chegar no bar, deparei-me com o homem, ele tambem era meio bombado, um pouco menos do que eu, mas era. Percebi que pela estatura, eu o domaria facl facil. Sentei-me a mesa e puxei papo.

Eu: Opa

Ele: Olá- com ton ironico

Eu: E ai, novo aqui no bairro?

Ele: Poisé, cheguei essa semana, comprei esse bar.

Eu: gostando do bairro?

Ele: Achei legal, conheci muita gente e fama de cada um tambem

Aquilo me encheu de odio, poderia acabr com a cara dele ali, mas tinha que fazer algo melhor, acabr com sua moral.

Eu: Ah, é? Poi ja deve saber de minha fama de bom vencedor em sinuca?

Ele: Melhor que a minha?

Eu queria ir logo ao ponto, queria um lugar mais reservado para dar a lição nele. Ele deve ter estranhado, um homem sentando em sua mesa, puxando papo e chamando pra ir jogar sinuca bem rapido, aquilo so podia ser armadilha ou entao eu estarioa dando em cima. Bom, aquilo nao me interessava, quanto mais ele pensasse, melhor seria minha vingança. Desafiei a jogar uma partida de sinuca e fomos. O cara é bom mesmo, sabia todas as jogas e me surpreendi, ele ganhou. Pela primeira vez, alguem em vencia no sinuca e isso me encheu mais ainda de odio. O pior era que meu filho estava ali, e me viu perdendo, foi de primeira uma humilhação. Não deixaria assim, colocaria meu plano agora em pratica. Ao temrinar, ele me disse:

Ele: Nossa, vc é bom mesmo.. perdeu!

Eu: Voce nao conhece bem a fama dos moradores desse bairro, viu? Sabia que sou militar?

Ele: Soube, soube tambem que era corno, que sua mulher antes de se separar ja deu a quase todos os machos desses bairro e que seu filho tambem esta seguindo o exemplo dela.

Quem ele pensava que era? Não tinha noção do perigo não? Mostraria a ele quem tinha palavra maior ali, eu era bem maior que ele, porque nao tinha medo?

Eu: Vou te mostrar aqui quem da o cu! - Dei um empurrão nele.. meu filho logo se pos a olhar a cena.

Ele nao caiu no empurrão, não entendi como proque tinha sido com muita força. Ele deu um sorriso ironico e me empurrou em seguida. Foi com muita força que nao me segurei e esbarrei de costas na parede e cai sentado no chão. Em instantes me fugi a consciencia, como aquilo tinha acontecido? Olhei pro meu filho e ele me olhava incredulo, sem acreditar no que tinha acontecido. Me levantei meio tonto, e o cara continuava em pé olhando pra mim.. avancei em cima dele, e mais rapido do que eu, ele pegou em minha cabeça com uma pratica que nao entendi como. Me rodou e cai de joelho aos seus pés escorado a mesa do sinuca. Novamente fiquei tonto e antes de voltar a mim, ele me chutou forte e cai no chão. Me senti humilhado em frente ao meu filho.Como aquilo poderia acontecer? O cara continuava me chutar.

Em instante tentei me levantar, ja sem forçar e fui surpreendido com um pau enorme apontado para mim. Ele me puxou proximo a parede e enfiou com força aquele pau em minha boca. Eu tinha força, mas a força daquele cara´era descomunal.Tentava reagir, mas sempre era surpreendido com uma bofetada. Ele me levantava, me jogava no chão com força, me jogava na parede, me batia. Me senti um lixo, e era estranho porque nunca ninguem teve essa coragem. Em pouco tempo, estavamos nus, e eu pelado era jogado de um lado para ou outro. Ele me chingava, dizia que eu nao era corno, eu era mesmo viado. Me colocava sempre para chupar seu pau, e intercalav me batendo, me jogando na parede no chão. Era tuso surrela para mim, nao me dava tempo pensar, nem sequer tentar usar a força. Não tinha mais o que fazer, estava decidido: Eu seria um objeto.

ele ria, mandava meu filho ver como o pai dele era uma putinha. Me jogou com com força no chão e cai de 4, não teve nem tempo de tentar sair, e ele veio, chegou perto e caiu de boca no meu cu. Eu nao tinha mais forças de reagir, tive que deixar e por mais incrivel que parecça, acabei me excitando com as liguadas dele. Tentei pensar, mas ano conseguia, so conseguia sentir. Olhei meu filho e ele observava atento a cena, decepcionado e ao mesmo tempo excitado. Me senti e humilhado e caiu a ficha: eu estava sendo uma putinha. Me levantei rapido e fiquei em pé, em frente ao cara, ele se aborreceu e me veio com uma bofetada grande na cara, cai no chao quase desfalecido.Me colcou de 4 e meteu rola, doeu muito, muito mesmo. Gritei, mas ele abafava o grito, com uma cueca enfiada em minha boca. Em pouco tempo eu estav gemendo. Me comeu de 4, frango assado, em quase todas as posiçoes. Eu não podia fazer nada, ele eramais forte do que eu, o pior, eu estav excitado. Ele gozou forte no meu cu e caiu desfalecido. olhei meu filho que continuava atento a cena. O cara se levantou me bateu forte na cara e disse que eu fui uma boa puta.

- Voce viu quem manda aaqui? Vão embora, e se voltar aqui sera comido de novo.

Me levantei humilhado, arregaçado, sem moral..ele me fez vestir so a calça e sair pelo bar so de calça com a cueca e a camisa na mão. Estava fedendo a esperma de macho. Antes de sair na salinha de sinuca, ele me chamou e bateu forte em inha cara e me surpreendi, ele me deu um beijo forte de lingua. Meu filho estava com muita vergonha de mim, nao me olhava no rosto. Saimos eu e meu filho pelo bar, tinha pouca gente, ainda bem e todos desconhecidos. Mas a humilhação foi grande, sair suado, sem camisa, com cueca na mao. Alguns deram risadas se enteder. Cheguei em casa com meu filho, e sentamos na sala para assistir tv. Ninguem falava nada, eu estava com muita vergonha, ele me olhava firme nos olhos e as vezes baixava a cabeça. Meu cu doia muito e mal conseguia andar. Fui para o meu quarto, tomei um banho e me deitei usando apenas uma cueca boxe. Deitei de bunda pra cima pq duia muito o buraquinho do meu cu, agora deflorado. Derrepente, a porta do meu quarto abre, era meu filho....

CONTINUA

Obs: Ai galera, quem tiver gostado desse conto manda comentario parao meu e-mail, poderei responder e se quiserem continuo narrando essa historia.

e-mail: [email protected]

Comentários

30/03/2014 18:51:44
vc é o Junior Dias de Caico?
30/03/2014 18:51:22
Vc é o Jr Dias de Caico?
09/10/2012 19:49:56
DE TODOS OS VÁRIO CONTOS QUE LI, O SEU FOI O ÚNICO QUE VERDADEIRAMENTE ME CHAMOU A ATENÇÃO, AINDA ESPERO A CONTINUAÇÃO.
16/12/2011 01:08:22
Perfeito. Espero a continuação
09/12/2011 04:15:29
Perfeito, fantástica a leitura, aguardando ansiosamente a continuação.
08/12/2011 15:43:29
FANTÁSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSTICO!!!!!!!!!!!!! CONTINUA LOGO.......

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


vídeo pornô da retina p**** da retina e mandou um vídeo pornô dela não ela nuaconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraiscontos lesbicos com buceta greluda encaixada na outra at gozar gostososadina pelada motado a busetavideos pornos de mulheres de cor amarradas e amordaçadassobrinha ainda sem peitinho 13 contofilha centa no colo do propio pai no sofa e mete com ele perto da propia familia video pornohotwife e marido contosdei meu leite materno para ele contos eroticos.porno.incesto.filha se asusta.com o.tamanha do pau do.negraoComo se escreve “ manda video porno ” em inglesfotos porno ebano e marfimcontos de fio terra e straponComi o rabo sujo de bosta do Lukinha contos eróticos gaysPrefeito Sandy crentinha s***** metendocorno eu confessoContos eroticos tia tirou afinidade do sobrinho boquinha lizinha vidiopornodoido dia de sol chostinhos curtosxvideo negao esfregando uma pica ezajeradafamilia surubaassistir vídeo pornô anal de sogra com genro gravado em Ribeirão preto d*********pai pausudo fudeno o cusinho da filhacontos erotikos menina novinha troca os cabacos por docescomo você gosta de dar o cú ao trasex devagazinho bem gostoso ou no arranca tudo vidioporno gay caralhos enterrados na bouca mundobichaxvidio novinha cesú videos porno brasileiro família sacana meu cunhado além de me comer tira o caba co da minha filhadeixei meu tio chupar meu peito e ele ficou batendo uma no pau dwamigo do meu maridinho tinha uma rolonatransandp no presidio com a mainegao fudendo engenheiro na obraFotos de picas alargadoras de cu de gaysdoce nanda parte cinco contos eroticosmeu sogro e minha mulher sair pra rua e eu fudicom minha sogra gostosacontos anal casal que gosta fazer anal cagandoabusando sarrando a coroa velha contoberoticoconto erotico com nora puta e gostosaaa cabasso fodedorarelato d novinha perdendo o cabacinho com padrasto e mae juntorelatos selvagens de zoofilia com cachorroWww.vedio.porno.casais revisão de Santa CatarinamIvelho tarsdaovidio de novinha bricano de saia curta com a molecadagang gang varios machos da familia italiana fodendo minha filha putaporno brasileiro oilando o gay brasileiro da banda lizinha tomar banhoamiguinhos gay loirinhos fazendo troca trseio exitadodei o meu curzinho com lubrificantes ao meu cunhado contos gayporno novinha trezeno com namorando da migavideo sexo de perveção com minha mãemulher com rabão maior filme pesavam gostosocontos eroticos pagando a dívida a forçawww.relato mulher deu cu pro cachorro e ficou emgatada.com.brContos eróticos policial rodoviário pirocudo gayxsvideo relatos com fotos e filmes tio taradao de 30cm de rola arrombando subrinha safadafamilia sacana tufosmotorista de onibus que molhou a buceta de tanto prazer em dirigirzoofilia no Congo pesadasexo novinha inocente fez contrato mais nao sabia que ia transar com um pirocudo e fica assustadacontos eróticos peguei minha esposa com um travestipornocontoincestosarrobadapoumponequero ver vídeo de novinha mostrando a b***** patinho que rola patinho de rola b*****porque os atores de porno ficam mais tempo enrijecidosgozando.na.loirinha francypratico anal com meu cachorronovinha aser estuprada com padrasto aser desvirginada enquanto dormecontos meu patrao invocou com minha mulher contos eroticosnegão socando a rola no c* da neguinha fazendo ela arregala o olhoTHeo eTonny