Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

Não resisti. Comi minha cunhada na casa da sogra (Verídico)

Um conto erótico de Tonny
Categoria: Heterossexual
Data: 28/01/2012 00:00:42
Última revisão: 28/01/2012 00:09:45
Nota 9.46

Faz 4 anos que sou casado com Roberta, nossa relação já dura longos 7 anos, entre namoro, noivado e casamento. Nos conhecemos ainda na faculdade.

Minha esposa é uma pessoa pacata, recatada, mas que na cama se transforma e fode feito uma louca, me fazendo assim um homem bem feliz e satisfeito.

Ela é a mais velha de 3 irmãos. Na verdade são duas mulheres e um homem.

A caçula se chama Érica, e é uma mulher muito bonita, solteira, sem filhos e com 31 anos de idade. Mesmo sendo uma moça super atraente nunca havia me despertado cobiça, pelo fato de ser irmã de minha esposa. Nunca, até 8 meses atrás quando estávamos na praia, minha esposa, Érica e eu.

Ela usava um micro biquini fio-dental, todo atochado em sua linda e modelada bunda. Ela não é do tipo gostosona, não. Ela é falsa magra, e com seios perfeitos, médios, empinados e de bicos do tipo fura-olho.

Nesse dia na praia, em certo momento minha esposa foi para o quarto do hotel, pois o sol estava forte demais e ela não está acostumada a ficar exposta ao sol por muito tempo. Ficamos Érica e eu na praia, apenas conversando, jogando conversa fora, até começarem os lamentos dela por não encontrar algum homem que prestasse, segundo ela.

À partir daí parece que algo nela (além dos lindos seios e da bunda) despertou em mim um predador, tornando-a uma presa preciosa.

Comecei a elogiá-la, e insisti que ela encontraria um cara que a fizesse feliz. Ela retrucou dizendo não acreditar.

-"Parece que o último foi fisgado pela Roberta." disse ela.

Nesse momento tremi e gelei dos pés a cabeça, logo após uma excitação imensa tomou conta de mim.

Ela se levantou e disse que daria o último mergulho, e voltaria para a pousada. Deixei que fosse, e achei prudente esquecer o assunto.

Nos encontramos muitas outras vezes depois, porém nunca mais entramos no assunto. Apenas eu não a via mais como minha cunhada, e sim como uma gostosa, uma tesuda doida pra foder.

Na semana passada fui para a casa da minha sogra durante a semana. Minha esposa estava trabalhando, então fui só. Chegando, fui recebido por Érica e minha sogra.

Almoçamos e após fui para o quarto "da bagunça" formatar o computador da família. Minha sogra se despediu e foi para o andar de cima dormir.

Estava quase começando a formatação quando Érica saiu de seu quarto com um pendrive, e me pediu para salvar nele alguns arquivos em PDF referentes ao seu trabalho, e saiu.

Assim fiz, mas a curiosidade bateu, e comecei a revirar aquele pendrive na esperança de alguma foto ou vídeo mais sensual. E numa pasta chamada BACKUP 08/11 havia não uma, mas diversas fotos daquela delícia nua. Comecei a passar uma por uma, num misto de tesão e nervosismo.

Nossa, que buceta linda, a safada sabia fazer pose para o próprio espelho.

Coloquei meu HD externo no PC e comecei a transferência dos arquivos. Era arriscado, mas eu não pensava naquele momento. No mínimo uma punheta eu tocaria vendo aquelas fotos.

Mas durante a cópia a Érica entrou no quarto e eu atônito, não conseguia me mover nem pra cancelar e disfarçar.

Claro, ela percebeu o que acontecia, mas pra minha surpresa não esboçou qualquer sinal de reprovação, mas pediu pra que eu cancelasse a cópia. Engoli em seco, e apertei o cancelar.

Após arranquei o meu HD e me levantei. Eu estava sem rumo!

-Não precisa ficar nervoso. Só tenho medo que essas fotos caiam na net. Disse ela.

-Não pensei em fazer isso. Retruquei.

-Eu sei, mas pior ainda seria se a Roberta te pegasse com essas fotos.

Após isso a gostosa soltou um riso safado.

E eu não tirava aquela buceta da mente.

Entrei na onda do riso dela, e relaxei mais.

-Tem Photoshop naquilo tudo?

-Claro que não!

-NOOOOSSAAAAAAAA!

-Tá surpreso? Não achou que era isso tudo? Escolheu a irmã errada? E mais risos.

Respondi no ato:

-Nunca é tarde pra saber.

Agarrei aquela gostosa, que não se fez de rogada e escorregou a mão até o meu pau, que começou a latejar.

Eu não queria mais saber de nada, esqueci até do perigo se minha sogra descesse, e comecei a mamar naqueles seios bicudos e rijos, enquanto minha cunhada aumentava sua respiração.

Eu imaginava aquela xoxota já toda molhada e minha boca enchia de saliva.

Érica não parava com sua mão, e meu pau parecia que ia explodir. Minha orelha era invadida por sua lingua inigualável, e ao mesmo tempo eu descia seu short e alcançava aquela racha úmida. Ela me encarou e mais uma vez deu um risinho seguido de uma mordidinha em seu lábio inferior. Que cara de puta.

Ela já estava sentada na cadeira e eu me perdia naquela buceta cheirosa, quase careca e muito gostosa. Minha barba estava encharcada com tanto líquido que Érica expelia. Ela tremia, se contorcia e empurrava minha cabeça, como se quisesse ser devorada de verdade. Fiz minha cunhada gozar por duas vezes com minha boca.

Agora eu queria também. Me sentei e o show começou. Érica veio descendo com a língua pela minha barriga, virilha até chegar no meu pau. Lambeu de cima até embaixo várias vezes, dando especial atenção a cabeça, a qual ela fazia questão de mordiscar bem de leve, sempre me olhando nos olhos, e piscando o olho pra mim. Ela chupava com tamanha voracidade, que pensei que gozaria em instantes.

- Falta eu fazer uma coisa. Disse ela.

- O quê?

- Lamber suas bolas!

Só de ouvi-la dizer isso me encarando, me excitei ainda mais.

Ela sabia mesmo fazer. Lambia meus ovos com um cuidado e uma habilidade ímpares. Continuou punhetando meu pau, enquanto puxava meu saco ao máximo que conseguia. Eu me revirava de tesão.

Eu estava mesmo prestes a gozar então puxei ela pra cima e tasquei-lhe um beijo. Fui repreendido.

- Beijar já é demais não acha? Você é meu cunhado, Tonny!

Não entendi nada, mas naquele momento não me importava. Mamei mais um pouco, revezando entre os dois seios, e finalmente meu pau preencheu aquela buceta perfeita.

Fizemos no chão mesmo, e por vezes eu me empolgava e quase urrava de prazer.

- XIIIIII. Não esquece que minha mãe tá em casa.

Eu não lembrava nem meu nome, quanto mais da minha sogra.

Pedi e ela prontamente se colocou de quatro. Eu metia muito fundo, ela queria mais...

- Eu gosto de sentar em cima, Tonny!!!!

Tirei a pica, e vendo aquele rabo lindo não resisti. Meti a língua naquele cuzinho lindo. Lambi com muita vontade, e Érica se contorcia, e nesse momento não resistiu e soltou um gemido bem alto. Pensei logo em meter a pica naquele rabo, mas deixei que ela sentasse em cima como pediu.

Me deitei, e ela veio virada de costas pra mim, e meu pau desapareceu naquela xota. Ela quicava como louca, e gozava como louca. Seus cabelos pareciam dançar enquanto ela pulava no meu pau. Era lindo ver aquela bunda com marquinha de biquini subir e descer.

Pedí bem próximo do ouvido de Érica.

- Posso meter no cuzinho?

- Só se tiver KY. Rindo.

- Não tenho...

Entristeci o semblante, mas a cunhada tinha saída pra tudo. Catou um creme que nem sei do que é até hoje, e começou a esfregar no meu pau. Depois fez o mesmo em seu rabo.

- Já que fizemos merda, vamos fazer bem feito. Agora ela gargalhava.

Não pensei meia vez, coloquei ela de quatro e meti naquele cú apertado. Érica rebolava enquanto dedilhava sua buceta de forma alucinada.

Eu tava arregaçando aquele cú, e Érica me dava tapinhas na perna, pedindo mais.

Ela me encarou fixamente e começou a pedir mais forte. Ela iria gozar!

Meti como um animal. Suas pernas bambeavam, e ela explodiu em orgasmo.

Eu já não me aguentava.

- Goza pra mim?!?!

- Sim!

Começou a fazer um espanhola, agasalhando meu pau e lambendo a cabeça.

Nossa, que gozada. O primeiro jato foi bem na cara da piranha, os próximos ela fez questão de não disperdiçar, armazenando na boca. Depois ela ficou esfregando minha rola em seus seios, enquanto eu me contorcia.

Por fim brincou com minha porra, e engoliu tudo, inclusive passando a mão no rosto e levando a porra pra dentro da boca. Perfeita!

Saí de lá, e não formatei o computador deles. Eu não tinha condições...

Ontem Érica ligou para meu celular, dizendo que deveríamos esquecer tudo aquilo. Que era loucura.

Érica, é impossível esquecer sua buceta, respondi!

Ela não disse nada, apenas sorriu e desligou.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/02/2012 16:48:17
Parabens, pelo jeito a sua cunhada te pegou com a buceta...nota 10
31/01/2012 09:56:26
Pó comer a cunhadia não tem preço...
30/01/2012 09:21:45
MUITO BOM
28/01/2012 18:21:10
eu queria q minha cunhadinha gostosa desse para mim tambem o tentação ... nota 10
28/01/2012 12:02:05
tenho varias cunhadas gatas ñ mi dao bola q odio,querria ter pelo menos 1 assim.
28/01/2012 10:15:24
po manda essa putinha me add ai() nota 10.
28/01/2012 06:58:08
Este mundo tá ficando cada dia mais safado... Essas cunhadas boazinhas aumentam a cada dia que passa... E tudo em família é mais gostoso.
28/01/2012 03:37:31
To precisando di uma conhada deça ha ha ha
28/01/2012 01:50:48
Uma cunhada dessas é realmente muito dificil esquecer!!!
28/01/2012 01:41:02
Que maravilha de cunhada, ótimo conto




Online porn video at mobile phone


dito comedor de gay meu zaprelatos minha esposa chegou toda chupadaem casadeu o cuzinho pela primeira vez e pede poe devagar porque ta doendosadomasoquismo p*** relinchando analXVídeosporno Malícia pareicontos casal pau inchandochorou na dupla penetracao com amantes mega cacetudoscuiada provoca cuiado d xortiu de dormibuceta babando liquido transparenteporno com baby boneca ecesto pai velho tarado e pausudoxvideo negao esfregando uma pica ezajeradacontos eróticos de esposinha branquinha fazendo Dp interracial com vibradorCaíque levando rola no cúquero ver as mulher tarada caseira com muco cervicalNegrinho do cabelo ruim bem pretinha metendo muito com muito fogo na periquita no pornô brasileirocontos eróticos garotinha 7aninhos boquetera e so no cuvideos de encesto frances madrasta e entiado durmindo juntos e ele fica de. pau duro a noite e escosta nela e ela nao recisticontos eróticos gay cunete entre molequesMiguel e Vinicius:Entre o céu e o infernoarrombadimhas ponoTudo grandão youtubepornocontos eróticos com minha irmanzinhaRasguei a buceta da mendiga com a mao contoscontos eronticos buraco na paredeo corno saia pela porta da e o amante entrava pela janela pornomae belisca querendo chupa buceta da filhamundobicha ver dois garotos transando em galpao abandonadomae tarada chupa boceta de filha gravida incesto contos eroticosvanessinha casada e putinha/quadrinhoscontos.eroticos avo.peludo idoso bigodexvidiopornô doido meu padastroConto encoxaram minha mulherContos eroticos .meu filho vive me encoxando sinto seu penisconvecendo o enteado novinho le da o cuflagrei esposa socando vibrador no cu do vizinho novinho contoscasa dos contos esposas pagando a divida dos cornos enroladoscoroa chora pos uma foda cm garotao xxvideos menorContos Eróticos De. Comi Minha Vizinha Do Ladopassando a mao no peitoral beijando o ouvido beijando o pescoco pornmenino de atrasou e pediu carona pra homem sarado na moto pornowww.relato mulher deu cu pro cachorro e ficou emgatada.com.brsaiu sangue da buceta da minha namorada quando nos estavamos trazandoporno contos cunhado novinhogozei na boca no caminhaovideo porno lanbidas na boceta noivas e incestocontos eroticos comi a filha da minha inquilinavidios travetis nao aguetaodoce nanda contos eroticosbrincando escanchada contos pornominha esposa saiu comigo sem calcinha so pra me provocar meus amigoso vizinho safado do 205filme porno "labios encharcados"Menina querendii dar a buceta xvideosx vidio vovinha safada caiufis vovo me arronbarMeu vampiro romance gay capitulo 21pprno padrasto saradao escuta entiada gemendocontos de sexo depilando a sograxvıdeos porno magrınhas gostozacontos casada encoxada no ônibusvideo porno denovinha enfrento pau grandemae icestuosa desabafo de maevideo estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroagostosa novinha virgem orgasminhocunhas de mini saia safadassexo anal sem compaixãoVirgem chora na cama com velho taradocontos de sexo depilando a sogratio por favor coma meu cuzinho a sobrinha improrando para o tio ele nao resiste contoscoletsnia gozando nos pemtelhos xvideosexo oline depiladora não aguentaou ver o cliente de pau duro e caiu de bocarevista em qadrinho mae mulata de calsinha de rendinha atolada no rabo pede pro filho come sua busetairmão fode irmã e estoca mt na sua buceta q estava molhadinhaZoofilia caes encangados em mulheresesgichada de gala da bucetapunhetabr.vai laporno conhecendo minha primaminha mulher domestica comida pelo cacetudoporno com mae mae tentando risis tirmundobicha policial me revistando na estradacontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anoscanil de cadela zoofilia pornonovinha gretano de tanto goza com u paiThaiana xvideos sabiacdzinha gostosa para programa sp capitaluma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonaPornopiroconacontos gays tio e sobrinhominha mae me iniciou na zoofiliax.vídeos pornô família risquinha irmão e irmã novinhosmae dis que filho rasgo a vuseta delacasada qui aforao pauzudoconto. andando de moto taxi. comi o cu de uma menina rabudaContos erotico gozando dentro tendo aidssobrinho e tio pentelhudos sozinhis na fazenda contos