Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

TURBO NEGRO E O MORENO FORTÃO

Autor: Ngão
Categoria: Homossexual
Data: 10/01/2012 18:17:24
Nota 9.78
Assuntos: Homossexual, Gay
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu conheci uma rapaziada que estava fazendo uma reforma num dos casarões do Carmo. Na segunda ou terceira vez que os encontrei no fim do dia tomando uma gelada num dos bares da região eu tive certeza que um dos ajudantes podia me render uma boa foda. Eu passei a ficar de olho no safado, um moreno de corpão queimado de sol, braços fortes, um tesão de 22 anos.

Numa sexta feira quando eu voltava da academia passei no bar onde a turma se reunia. Resolvi partir pro ataque quando percebi que o safado me olhava com aquele olhar de quem ta louco pra chegar e não tem coragem. Saquei que ele não tirava o olho na bunda dos companheiros, o puto só faltava de um incentivo e foi o que eu fiz.

Sentei perto da mesa onde ele estava e não demorou pra estar enturmado, bebendo com eles e falando putaria. Quando o grupo foi se dispersando eu convidei o puto pra mais uma cerva e ele topou. Sozinhos a conversa foi ficando mais amimada e mais apimentada. O morenão estava se soltando e eu, putão que sou, fui dando corda. De vez em quando dava umas apertadas no pau pra ele ver o que o esperava. O safado estava afim de uma trepada, ele gostava da coisa e nem disfarçava mais que queria sentir meu pau.

Quando senti que a coisa estava ficando muito quente por ali eu o convidei pra tomar mais umas na minha casa. Entrei em casa já tirando a camisa e mandando ele ficar à vontade enquanto eu ia pegar uma gelada pra gente. Quando voltei, no segundo gole, não dei tempo para ele pensar e parti pra cima. Dei um apertão no seu mamilo e ele sorriu apertando o meu também. Comecei a tocar seus músculos duros, peito sarado, eu passava a mão em todo seu corpo, deixando o puto com o pau duraço.

Comecei a tirar sua roupa, o puto era muito gostoso, pele queimada e um pau grande, 19 cm. Quando eu tirei minha calça ele ficou mais excitado ainda. Abracei ele por trás, esfregando o pau na sua bunda.

- Não vejo a hora de comer essa bunda...– falei, enfiando a língua na sua orelha.

Virei de frente pra ele, dei um beijo, e apertei sua bunda com as duas mãos, dizendo:

- Que delícia! Grande, hein?!

Quando arranquei a cueca ele pareceu não acreditar no que via, meus 26 cm duraços na sua frente.

- Caralho, meu, que pica é essa!

- Gostou?

- É muito mais do que eu pensava...

- É sua... vai, cai de boca...

O safado segurou com vontade e partiu pra chupar minha pica e ele sabia muito bem como fazer a coisa, o puto tinha uma boca gostosa e uma língua grande que trabalhava direitinho.

- Isso... chupa forte... engole esse pau...

Primeiro ele abocanhou a cabeçona, depois passou a lambê-la e engolir o que conseguia. Aos poucos, foi conseguindo enfiar boa parte da minha pica na boca, para isso sua boca ficava completamente arreganhada. Não demorou para o putão começar a mover a cabeça para cima e para baixo. O sacana ia tentando sempre engolir mais um pouco, queria meu cacete na sua garganta, para isso ele não poupava esforços. Ele mamava com vontade, ficou por muito tempo de boca no meu pau. Tirei o cacete da sua boca e dei uma lambada com o bitelo no seu rosto.

- Vamos pro quarto...

Levei o safado pro quarto e caímos na cama. Eu fiquei deitado enquanto ele me chupava todo, engolindo meu pau com aquela bocona gostosa. Eu levei minha mão até sua bunda. Fiquei apertando aquela bunda durinha e grande. Pedi que ele parasse de chupar.

- Não tá gostando da minha chupada?

- Não é isso... está gostoso, mas eu quero comer seu cu... fica de quatro, safado...

Sem esperar um segundo pedido ele ficou de quatro, foi arriando os ombros e ficou com bunda empinada, apontando para o teto do quarto.

- Isso, gostei... arrebita essa bunda na pra mim que vou dar um trato nela...

Afastei suas pernas, deixando seu cuzinho totalmente à mostra e me coloquei entre as suas pernas. Caí de boca no seu cu e o puto gemeu de prazer. Eu beijava e mordia as bandas de seu traseiro e depois voltava a linguar seu cu. Fiz muito carinho naquele cuzinho apertado, ele arreganhava a bunda pra eu ver como o buraquinho dele é apertado.

- Caralho! Que cu é esse... você é virgem, cara?

- Não...

- Já deu esse cu antes?

- Já, só não fico dando o rabo por aí...

- Calma, não falei por mal... só falei porque ele é muito apertado... adoro um cuzinho apertadinho... ainda mais quando sei que eu vou arrombar ele todinho...

- Mete devagar, por favor... faz um tempo que eu não dou o cu...

- Fica tranqüilo que eu entendo de comer cu...

Voltei a linguar seu cuzinho e ele se abria todo pra minha língua. Comecei a passar o dedo no buraquinho.

- Primeiro vamos acariciar e amaciar a essa delícia...

Dei uma cuspida no cuzinho e voltei a passar o dedo.

- Vamos abrir esse buraquinho um pouco...

Quando comecei a enfiar o dedo ele deu aquela gemida gostosa. Fiquei fodendo o cuzinho com meu dedo, quando fui enfiar o segundo ele gemeu mais alto então eu peguei um gel e voltei a lambusar seu cu.

- Vamos forçar um pouquinho... agora com dois dedinhos...

Com dois dedos enterrados no cuzinho dele, ele gemia de tesão. O entra e sai dos meus dedos no rabo dele fazia ele delirar. Preparei meu pau pra comer aquela bunda. Aquela era uma das bundas mais gostosas que meu pau ja fodeu. Eu estava explodindo de tesão com aquele macho enorme de quatro na minha cama, arreganhando a bunda pra eu enfiar minha vara.

Encaixei o cabeção na entrada do cuzinho mais do que lubrificado, sem forçar muito, mas com firmeza, fui lentamente enfiando. Com uma das mãos, afastava os montes carnudos de sua bunda, com a outra direcionava a caceta para seu cu. A cabeça entrou e ele gemeu alto e eu fui metendo. A cada pedaço que entrava ele gemia mais alto. Minha vara ia entrando e ele agarrou o travesseiro e mordeu pra não gritar. As pregas foram cedendo e a pica foi ganhando cada vez mais lugar dentro dele. A vara entrou, milímetro a milímetro, até que ela se alojou inteiramente no seu reto. Meus pentelhos encostaram nas bordas do seu cu e o meu saco encostou no dele. Deslizei meus braços sob os seus, envolvendo seus ombros com as mãos e dei uma parada, com a caceta toda enfiada no seu rabo.

- Tira, cara, por favor... está doendo para caralho... tira...

- Fica quieto, gostoso... daqui a pouco você se acostuma, porra...

Falei e mantive a pica totalmente cravada no seu rabo. Sem ter muito o que fazer, ele me obedeceu, ficando praticamente imóvel. O putão arfava debaixo de mim. Depois de um tempo parado, devagar dei início ao movimento de entra e sai. A cada socada seu cu ficava mais gostoso, arrombado, aberto. Eu não dei folga praquele rabo e metia com força e cada vez mais forte ate ele pedir pra parar. Parei pra gente mudar de posição.

Ele ficou arfando e eu beijei sua boca. Girei o puto e ele entendeu o que eu queria. O safado se deitou e abriu as pernonas grossas e saradas, levou-as e colocou seu cuzão a disposição pra ser fodido. Direcionei a vara e enterrei na bunda dele, ele quase gritou. Meu cacete alargava cada vez mais aquele cu que chegou na minha cama bem apertado. Metia com vontade e ele delirava de tesão. Passei a foder com força, ao mesmo tempo em que elogiava seu cu:

- Puta que o pariu! Esse cu é muito gostoso... um dos melhores que eu já comi! E como era apertado!

Ele não dizia nada, só gemia de prazer. O puto estava tão excitado que a porra vazava do seu pau sem que ele controlasse. O puto estava gozando. A cada estocada, um jato de porra atingia seu peito. Continuei fodendo sem cansar.

Sem ele esperar saí de dentro dele e de pé, mandei que ele me chupasse. O puto se ajoelhou diante de mim, segurou meu pau e começou a mamar meu cacete com o gosto do seu cu. Quando percebi que estava perto de gozar fiz ele ficar de quatro, abrir bem suas pernas e mandei ele empinar a bunda o máximo que conseguisse. Mais uma vez seu rabo foi preenchido pela minha vara, seu cu foi engolindo meu cacete por inteiro. Eu o segurei pela cintura e imprimi um ritmo alucinante nas estocadas. Sem parar um segundo sequer, continuei metendo como um louco.

- Eu vou gozar, tesão!

Dei uma enterrada funda e minha porra entupiu seu rabo, ao mesmo tempo em que ele voltava a gozar mais uma vez. Exaustos, permanecemos com estávamos. Foi tanta metida que apagamos em cima da cama. O fortão se aninhou em meus braços, ficamos daquele jeito, abraçados, até pegar no sono. Quando nos levantamos fomos tomar um banho, no caminho para o banheiro minha porra ia escorrendo pelas suas pernas.

- Cara, você acabou comigo... minhas pernas estão bambas...

Eu o abracei e beijei sua boca. No banho quando foi lavar a bunda é que ele teve consciência do estrago que meu cacete tinha feito no seu cu.

- Cara, eu tô arrombado...

Depois dessa foda inesquecível nós nos encontramos outras vezes. Eu adorava comer aquela bunda deliciosa. No nosso terceiro encontro ele meteu seus 19 cm no meu rabo. Infelizmente a obra acabou e eu perdi o contato com aquele macho fortão que gostava de dar o cu.

Comentários

05/12/2013 22:41:24
seus contos me levam a sonhar--vc sempre sabe dominar e chegar ao alvo---mais um cuzinho bem comido
24/09/2012 23:53:50
Delícia de negão picudo! Adoro!
09/08/2012 22:14:46
Adorei seu conto Bi, leia o meu tbm' e deixe seu comentário e nota, é meu primeiro : ) http://sharoland-nn.ru/texto/
19/03/2012 08:58:24
me add por favorrrrrrr não aguento mais de tesao por vc [email protected]
18/01/2012 05:52:24
Se vc for só metade do que fala nos seus contos já é bom de mais cara!
16/01/2012 21:32:30
Turbo vc e seus contos maravilhosos. Amei. GATO.
12/01/2012 23:58:18
hehe legal.
12/01/2012 14:25:30
Delícia!
12/01/2012 00:54:36
Muito bom Turbo. Acho que tenho o que você gosta. Se quiser, lê o meu conto, pra ter uma ideia ...
11/01/2012 17:27:48
Como sempre, um ótimo conto Turbo. Se você também curte uma boa sacanagem entre machos de verdade, não perca tempo. Clique no meu nome e leia meus contos. Não deixe de comentar. Para o pessoal de Campinas que se interessar, meu e-mail está no final. Curto uma boa pegação com outro macho de verdade. Até mais.
11/01/2012 17:27:46
Como sempre, um ótimo conto Turbo. Se você também curte uma boa sacanagem entre machos de verdade, não perca tempo. Clique no meu nome e leia meus contos. Não deixe de comentar. Para o pessoal de Campinas que se interessar, meu e-mail está no final. Curto uma boa pegação com outro macho de verdade. Até mais.
11/01/2012 11:20:49
TURBO ME ADD NO TEU MSN. SEMPRE VEJO SEUS CONTOS E GOSTARIA DE ENTRAR EM CONTATO COM VC.. [email protected]
10/01/2012 20:58:26
Eu leio seus contos só pra ver vc falar da sua rola...que delícia de rola.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


yeezus ana casa de contos eróticosmulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cucontos eroticos cheguei casa escorrendo porra cornosele e meu bad boy e eu sou dele parte 10 casa dos contos doscasadas fudendo dentro de Casa com parentesadestrador de escravassanba porno que espetaculo de vizinha queredo pau vou fude mais elaliberei minha filha pro meu amante tirou o cabacinho contosXvideo.meninas.nemor.violada.dormido.figidoquitandeiro tarado pornoentregafor fundeno a cliente na casa dela sem o marido saber contos eróticosMeu voyer filhoComtoseroticos cegredocontos eroticos o magnataBaix porno emprensando na parededeu o cuzinho pela primeira vez e pede poe devagar porque ta doendoContos eróticos comi a rosquinha da mulher e da filha gostosa do padeiro na padariafernanda puro desejo gamg bang contospassando protetor solar na teenzinha meti no cuzinho gratisxvidioporno.com qrmargarinas na buseta e no cuevolução anal negao e vadiaadestrador de escravasvideos nacional gritos e gemidps de homens passivos embaixo dos machos caralhudosfui comer e fui comidocontos e histórias de pai tarado não aguentou e comeu a filha de sete aninhos gostosinhavídeo de homem se masturbando e g****** no copo e mulher bebendo no café da manhãtraição xxvidiocontos eroticos dei minha buceta pro meu padrasto vingançacontos eroticos de negra crente do piraícontos eroticos no dia que dei minha buceta pra dois senhores no onibus,dupla penetracaosexo caseiro jardineiro comendo cu da tiadescabacei o cu da minha tiaesperei meu tio viajar para comer o cuzinho da minha tia gostosonamorena fofinhado rabao fudendo com dotadogts agaxada mostrando o bucetaodei minha buceta no reformatório fui so dar uma alisadinha nao deu mandei pra dentro video casero pornoXVídeos gay irmã não queria mas eu conquistei elahome estrupo cu diverdavir minha sogra toda sex e acabei pequerando e fiz sexo com sograporno levantado a saiao pauzao preto fortecoroa taradasexo históriaconto patricinha escravafesta de cdzinhas no cine porno 2017porno sogru peganu tu nora a forsabelo sexo sobrinho dormiu na casa da tia de conchinha com ela na mesma camaporno doido teste en cascavelnovinha arregaca buceta doendo muitoconto erotico primo safadocontos eroticos A Dama e o Bruto videos porno de crente lombuda com vestido trasnparenteprensada no colchão porncomi o cuzinho do valentao a forca contosporno-fodas no quarto e o vinnho malContos eu e mamae somos putas do pai e amigos delemunhe engulido a gala sem tira u pau da pocameu vizinho gordinho passo aqui so pra mim da uma chupada videos xrabuda na garupa da moto o vesdidinho sobi e mostra a caucinhacontos eroticos o costureirover contos eroticos em que maes sao flagradas pelas avos fudeno com os filhos pauzudosxisvideo.pragas.do.cu.de.casadasfilme de pornô mulher se masturbando e metendo a mão quero ver o filme agora filme quero ver agora filme de pornô metendo a mão aguardando né tá na mão transando ela se masturbandocontos erotico vovô taradoaxo que minha mulher pulou a cerca pra fazer analXVídeos vídeo nacional e caseiro mulher dormindo sendo acariciada por saismae e filha adoram q irmao gose dentro seus cufotos de mulher com pinto e buceta crudandosolhando a vizinha gostosa de shortinho depois pula o muro e mete a piroca na vizinhagozando.na.loirinha francyconto erotico nora carenti fudendo cm sogro pirocudopornocontoincestosfesta de cdzinhas no cine porno 2017