Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A melhor segunda Feira do mundo

Autor: Eu mesmo
Categoria: Heterossexual
Data: 21/03/2012 16:42:14
Nota -
Assuntos: Heterossexual

Ninguém quer saber a meu nome tão pouco o meu apelido, então sem essa coisa de nomes de mentirinhas, cada uma que de o nome que quiser. Sou alto 1,89m, barrigudinho e cachorro.

Comprei uma promoção no Piranha Urbana (na verdade é Peixe Urbano, mas já já vão entender a brincadeira como nome), na boa, sou fotógrafo, cozinheiro, professor, eletricista, encanador e o que mais me pagarem para fazer eu estou fazendo.

Não tenho frescuras com trabalho, se pagar a cerveja do final de semana já esta valendo.

Depois de um final de semana (aqui no Rio Sexta Feira faz parte do final de semana) trabalhei que nem puta na zona. Sexta eu fiz umas fotos de uma festinha chatinha bagarai, sábado eu me fiquei igual Cachorro na porta da padaria olhando o frango assado. Fiz umas fotos de um XV Anos, um monte de menininha de vestidinho “Me-chupa” e umas mulheres já de uma certa idade doida para dar para um Ninfetinho rs.

Domingão fui para o Estádio trabalhar, resumindo: Não tive tempo nem para coçar o saco.

Comprei essa promoção, era uma massagem XYZ Mãe da Foca, desconto bacana e o preço final da parada era bacana.

Liguei para a clínica de estética e falei do pacote, massagem corporação (Cabeça, Trapézio, ombro, costas e perna) com duração de 1 hora.

Ou a mulher que atende o telefone é muito gostosa ou Deus deu a voz maneira e na hora de fazer o corpo faltou material.

Marquei logo no primeiro horário já que iria visitar um cliente para entregar um orçamento. Cheguei no lugar, tinha um monte de mulher indo fazer tratamento de não sei o que. Depois me identificar fui para sala de espera e fiquei vendo Ana Maria Braga com essa mulherada acabada rs.

Veio um negão, desses que não deveriam existir. Era uns 4 de mim! VTNC, como Deus pode colocar alguém maior que eu no mundo? Porra dava medo.

- Bom dia, esse é seu Kit, vou levar o Sr. até a sala 02, me acompanhe!

O negão virou de costas parceiro e eu olhei para porta, na boa, perder 60 reais não era tão dolorido assim! Pensei em correr, mas o negão era tão grande que eu iria correr por uma hora e o cara daria só um passo para frente e estaria do meu lado. Me pergunto, o que um infeliz desses faz numa clínica de estética?

O negão olho para trás, eu estava lá em pé olhando para ele com cara de quem esta doido para sair correndo.

- O Sr. Não vem?

- Estou só me acostumando com a ideia irmão, mais 2 segundos por favor.

Todos na sala riram. A galera já sabia que eu estava indo para sala de massagem já que a puta da voz bonita gritou para o Negão que eu (o único homem no lugar) iria fazer a massagem.

Respirei fundo e parti atrás do negão.

[pensamento interno] – Será que se eu falar para ele que estou curado e sem dor ele acredita e me libera?

Chegando na sala que tinha 2 portinhas ele abre uma e fala, aqui é o banheiro, por favor, tome um banho quente e coloque o Roupão!

Mermãooooooooooooo, que porra é essa de banho? Que porra é essa de roupão? Caguei-me de medo.

O Negão olha nos meus olhos, duas bilhas pretas.

- Assim que o Sr terminar pode deitar de costas na maca, a Alessandra virá para fazer a massagem!

Parceiro, quase chorei! Me segurei para não pedir para Negão repetir a frase, quase gosei.

Depois do banho dei uma olhada na sala que não tinha nada demais. Era uma sala comum com uma maca grande no meio, uma bancada com umas pedras pretas em forma de circulo que iam diminuindo e tal...

Deitei na maca depois de tocar e em seguida a Alessandra entra na sala. Me da bom dia, script do bom atendimento.

Massagem começa e tal, realmente eu estava moído, falei do meu final de semana e ela começou pela cabeça, foi para o ombro e tal. Olhos fechado eu pensando no suto que o negão me deu, no cliente de logo mais e no principal. NÃO POSSO FICAR DE PAU DURO, NÃO POSSO FICAR DE PAU DURO.

- Ah, caso o Sr. tenha uma ereção saiba que é normal. Não precisa ficar com vergonha, eu estou mexendo em pontos do corpo que causam essa reação.

Sei que eu estava morrendo de vergonha, só de toalha cobrindo a bunda.

- Vou colocar uma pedra morna para ajudar a relaxar.

[pensamento interno] - Que coisa mais gostosa, será que vendem essa pedrinha? Faria um sucesso nas preliminares em, a mulherada iria pirar.

Sei que eu dei uma certa apagada. Ale “sem querer” esbarrou em mim para eu acordar, as pedras saíram e sua mão estava agora na “Potato of the leg” (mais conhecida como batata da perna).

- Nossa, você tem pernas grossas e duras, costuma correr ou malhar?

- já nadei, já peguei onda de bodyboard e tal, mas hoje elas estão assim para me aguentar em pé a noite toda bebendo rs.

Entre uma risada e outra eu me dei conta que ela estava fazendo movimentos com a minha perna que dependendo do ponto ela estivesse teria visão do meu saco. Porra, homem nessa posição e tenso só pode acontecer uma coisa. Meu pau ficou duro.

Como eu estava de barriga para baixo, não dei muita bola, estava seguro.

Ela perguntou sobre a promoção, se eu tinha ligado e falado com a menina da recepção e tal. Essa massagem era um pacote basicão das coisa e que por 50% eu passaria para 1:30 de massagem e seria a completa que tem um óleo quente, um treco nos olhos e tal. Ta no inferno abraça o capeta.

- Poxa Ale, faz o seguinte quero a massagem completa, estou quebrado e preciso sair 100%.

Eu gosto de mulher parceiro, pode ser loira, morena, ruiva, preta, japa... gosto de mulher, do jeito feminino, da pele... Ale era uma baixinha de cabelos pretos, olhos mel....

Sua mão na minha coxa apertava com uma certa força um musculo (o que jogador de futebol sempre se fode) e essa parada estava doendo.

- Poxa Ale, esta doendo, queria algo gostoso e não dor...

- Calma, isso é para soltar o musculo.

- Poxa querida, solta ele não, não vou saber colocar no lugar rs.

Ela soltou uma gargalhada gostosa e ambos caímos no riso.

Ale foi apertando, empurrado e beliscando a perna, minhas pernas juntas e só com a toalha cobrindo a bunda.

Ale chegou no meu ouvido e falou, essa parte é mais complicada, tente não gritar muito, ok.

Não deu tempo de processar. Sua mão foi afastando minhas pernas em movimentos circulares, apertava, empurrava e afastava... A mão esbarrou no meu saco, meu pau já tinha dado uma meia dormida e nada hora o puto começou a latejar. Eu não sabia se foi só um esbarrão ou era coisa da minha cabeça, sei que fiquei com tesão na hora.

Outro esbarrão, só que esse foi demorado, eu abri mais as pernas e ela com uma mão apertava a minha perna e com a outra acariciava o meu saco. Ale tirou a toalha sem que eu notasse, com a mão apertava gentilmente meu saco e com a outra com um pouco mais forte apertava a minha bunda, hora um lado e hora outro lado. Eu com essa massagem já estava arrepiado.

Como a coisa mais natural do mundo ali joga um óleo quente e vem com a mão da nuca até o pé fazendo movimentos circulares. Um pouco de massagem no pé e Ale vira minha perna me fazendo ficar de barriga para cima, eu já estava de olho fechado. Ale faz o mesmo ritual no peito e fala que eu tinha ombros de nadador. Vai apertando a barriga e fala que tinha barriga de quem sabia degustar muito bem cerveja.

Minha perna sofreu no final de semana, eu realmente estava com muita dor na coxa, ela ao colocar a mão levou um susto

- Nossa, o que é isso?

[pensamento interno] – deve ser meu pau, vou ficar calado e de olhos fechados.

- Você deve estar com muita dor aqui, ne?

Realmente estava, não aguentei e gemi de dor quando ela apertou. Ale colocou a mão e foi apertando até que a dor foi melhorando, segundo ela era o maior nó que ela tinha visto.

Ale lentamente foi subindo, uma mão no meu peito que deslizava de cima para baixo passou para apertar. Algo quente envolveu meu pau, quente, molhado e maravilhoso. Abri os olhos e vi Ale engolindo meu pau até a metade. Ela empurrou meu peito contra a maca e pediu para ficar deitado.

Ale segurava meu pau na base e com a boca segurando a cabeça do meu pau sugando ele como quem suga um suco de canudinho começou a lamber a cabeça fazendo círculos na ponta e depois por toda extremidade da cabeça. Meu pau latejava.

Ale mudou de lugar na maca, levantou minhas pernas e continuou a me chupar e massagear meu saco com a mão, um tesão. Ela deitou meu pau e vou com a ponta da lingual da cabeça até o saco, voltou dando mordidinhas no pau e a ultima bocada engoliu mais da metade. Sempre bem lentamente, mas com uma força fora do comum, algo inenarrável. Hora chupava, hora mordia. Ela foi descendo até o saco, chupando as bolas e deixando-as bem molhadas. Babou meu pau todo, meu saco...

Ale passou a linga entra o cu e o saco e com a mão tocando punheta e a outra segurando o saco com a mão e fazendo massagem. Minha respiração era de um corredor de maratona que já estava a 3 horas correndo. Ela colocou as duas bolas na boca e a punheta rolando com uma delicadeza absurda. Ela parou de me chupar e ficou de costas, olhei para o lado e vi sua bundinha na calça branca. Que tesão. Ale pegou um óleo quente, segurando meu pau jogou o óleo lentamente na cabeça do meu pau e foi deixando escorrer.

- Pqp, muito bom!!!

Eu não aguentei e coloquei a mão na bunda da Ale, era dura, gostosa de apertar. Ela riu.

- Não, o Sr. hoje não faz nada, só eu!

Parceiro, eu sou cachorro e não gato. Gato que é um bicho escroto que fica 200 horas ganhando carinho e sem se quer te dar uma lambidinha em troca. Olhei nos olhos dela e falei, - Se quer mesmo me dar tanto prazer assim, me deixa sentir sua buceta. Só quero que sinta pelas pontas dos meus dedos o quando eu estou gostando.

Ela suspirou pensando por um instante, e falo.

- Se eu mandar parar você vai parar!

E olhando nos meus olhos foi tirando a calça. Chegou o corpo mais perto do meu braço e continuou me chupando. Eu comecei a massagear sua buceta por cima da calcinha. Era quente. Ela chupando e apertando meu pau, batia com ele na língua e chupava. Ela com a boca segurou meu pau pelo meio, como se estivesse fazendo com a mão e ia da cabeça até a base, que punheta gostosa, com a ponta da linga lábia meu saco. Minha mão já estava molhada, sua buceta mostrava que ela estava com tesão, puxei a calcinha para o lado e com a ponta do dedo encostei em seu clitóris, ela gemeu e parou de me chupar.

- Para!

Eu continuei olhando ela nos olhos e ela.

- Papppara, por favor.

Eu continuei, ela voltou a me chupar, só que colocou uma das pernas do meu lado na maca, via sua bua quase colada na minha cara, eu massageava sua buceta com hora com um e hora com 2 dedos, fui metendo o dedo na sua buceta quente, ela rebolando e chupando meu pau com mais vontade.

- Ale, o tempo acabou!

Era o negão maldito na porta. Ela sem solta o pau falou.

- Ok, o cliente vai pagar mais 30 minutos.

E voltou a me chupar, só que com muita mais força, colocando quase meu pau todo na boca . com dois dedos (o indicador e médio) eu não aguentei e encostei o dedão na portinha do cuzinho, ela rebolou gostoso aprovando minha investida. Com a minha outra mão e já com o corpo levemente inclinado para minha direita apertei a sua bunda com a outra mão até que abri para olhar o cuzinho. Ele piscava sem parar. Esperei o momento certo, ela saiu do saco e foi para a cabeça do meu pau com a boca molhada. Eu com a ponta do dedão coloquei no cuzinho dela forçando para dentro, sem deixar entrar. Ela parou por um instante e foi descendo e eu fui enfiando o dedo. Ela parou de descer e lambeu a cabeça e eu fiz movimentos circulares com parte do que tinha entrado. Ela foi descendo mais e eu enfiando mais o meu dedo até que meu pau estava quase que por completo em sua boca e meu dedo no seu cu. Ela socava o meu pau com a boca e eu socando o cu e a buceta.

Não aguentei muito mais tempo, meu pau latejando. Ela colocou a boca no meu pau e apertou com a língua, rebolou a bunda na minha cara e eu com o dedão no seu cu e os dois dedos no clitóris senti ela gozando ali na minha mão. Ela colocou o pau na boca para ninguém escutar o gemido dela gozando e eu acabei por gozar. Primeiro jato, segundo, terceiro e ela quase engasgou. Ale voltou a colocar a roupa, passou o mesmo óleo quente no meu peito, barriga e pernas. Colocou uma manta quente em cima de mim. Limpou a boca na pia da sala. Apagou a luz e falou

- Amor, você tem só mais 5 minutos, feche os olhos.

Ale me deu um beijo gostoso na boca e saiu da sala.

Alguns minutos depois ela voltou para cabine 2, ligou uma luz azul ate eu me acostumar com a luz. Me levou ao banheiro. Eu tomei meu banho com as pernas bambas e sem acreditar no que tinha rolado. Terminei meu banho e coloquei a minha roupa, sai da cabine 2 e no corredor ale me deu um abraço e agradeceu por ter feito ela gozar. Porra eu fiquei sem graça.

Chegando na saída fui pagar o que estava devendo. A moça da recepção pegou meu cartão e eu paguei. Antes de sair o Negão me entregou o celular que tinha ficado no banheiro e me entregou um cartão. Tenho 15 dias para voltar lá e ganhar um desconto de 30% na massagem completa!

Foi a melhor segunda feira da minha vida, mesmo morrendo em uma grana preta!

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


mundobicha montado picaoconto erotico macho dominador convida amigos pra foder viadinho submissovídeo porno mulher magra estuprada ofoca pó tarrado no sitiohospedagem anonima site:.rudoce nanda parte cinco contos eroticosdescabacei o cu da minha tiacontos eróticos chantagiei minha comadre e gozei na boca delacoloquei duas bolinhas de golfe na bucetabundudas com o capeta no baile funkbrincando escanchada contos pornoConto erotico arombei minha enteada novinha magrinhaquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticosContos eroticos gay que deu a primira vez e gritou de dorcontos eroticos virei vadia novinhameu sogro e um cavalo pornoContos eroticos com o dono da verdureirozoofilia os mais pegadoresvanessinha dias/casadoscontosmeu neto de 16 virgem contos eroticomeu irmao despresa minha cunhada e ela da a bucetinha gostosa para mimvídeo de sexo com mulheres acorrentada em senzalaas pornocontos eróticos de marido chega em casa e escuta sua mulher gemendo e brexa o cara comendo o cú delacontos eroticos fingir assalto pra comer meu amigo conto comi a coroadois gatos com jaqueta na cintura transando porno gayMinha irma adolecente taradinha em conto eroticocontos eros chule do pintorum pornô para trás balançando a empregadinha naquele preço ela bem novinha pega à forçaporno com mãe e filha bucetudas de guaianazesnovinha brasileira encara pau enorme e chora ponodoidojaponesinha novinha colegial não resiste as investidas do irmão e transa com eleVer contos eroticos de pai comendo a buceta virger da filhavanessa traindo com irmao do corno douglas spe já te mandei tu também vai vídeo pornô adoro sexo de lavadoracontos saunas velhos chubbys gaysvideos nacional gritos e gemidps de homens passivos embaixo dos machos caralhudosesposa vadia de shortinho curtinho batendo punheta p outro ba frente do cornoespiando sebastiana tomar banho contos eróticoscambaxirra vaca brabavelha descabaça a buceta na pica do cavalove videos porno de garotos de pau grandes tirando sangue do cu de molequescuzinho mulher no comando rebola analenfiando o dedo na cabacinha delaTia de calça leg conto eroticoeu minha prima e.seu poni dirou meu cabaço contosBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAprima separada com tesaoCONTOS SOU RABUDA SO USO SHORTINH PROVOQUEI MEU SOBRINHO ATOLADO NA BUCETAele a enrabala e ela a cagar.se pornocontos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitérioxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa e pede pra nao goza dretronegao colocou td o pau de 45 centi na loiravodioporno de meninas que nao guento pau no cu.e berodoce nanda parte cinco contos eroticosmulher chamou o vizinho para tirar goteiras e deu a buceta para eleXvideos as filinhas lerinhacontos pornos comadres morenafudendo com dorso de peniscontos eroticos de motorista pirocudo de madamecontos eroticos campingporno.com negao levanta a saia da gostosa casada enfia até o saco surpresa pra o corninhomeu padastro ne colocava para xupar a sua rola ele fala engole sua putinha todo este leitinho q eu gardei para vc sua putinha em portuguesvídeo de morcinha fudemohomnes esibindo seu pauzao no sanba cansao pornodoidoconto erotico transei com o irmao do meu esposolevantou o vestido da coroa evagelica e passou a rola.comgay bebezão putãoxvideos minotauro tarado chupando tetasporno teste de fudeludade com enteadafeminização gaypausudo de 25cm come minha esposa gostosa e gosa nela pro corno vercontos eroticos d maridos q gostam d veh sua mulher fuder cm pirocudo dentro d ksaXvideo mobile Filha tem buceta pilupornor média vai examinar uma grávida e estrupadacalça legui caladinha na casada xvideofamilia surubaarranhando a bucetinha pro papai coloca o dedo e chuparvizinha casada e safada espera marido ir trabalhar e chama seu vizinho beto q goza na boca da safadacontos de sexo raspei minha bucetaDesabafo real de uma mae contos ero cap,IXcontos tia dando o cu pro sobrinhovideos porno cuzao levando pauzao da cabeca enorme chapéu cogumeloprofessora safada falando putaria pro donzeloxxxpastora que manda marido chupa rola e da cu pornoconto esposa do pastor tranzou com molekcontos paimete so no cuZinho da filha de quatro anos a menina gritou muito de dorincesto tia e sobrinho ela tenta resisti mad acaba sedendo a buxetinha porno videosxvideos cangáceiras eroticasprima de pijaminha curtinho vai dormi com o primo mais novo e fuderam