Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

UM ANJO EM MINHA VIDA (2) PARTE 14 ( AINDA MAIS APAIXONADO)

Autor: will
Categoria: Homossexual
Data: 14/04/2012 20:52:17
Última revisão: 16/04/2012 18:00:46
Nota 9.70
Ler comentários (26) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu imaginaria Renato me fazendo qualquer outro tipo de pergunta, pois seus olhos meio que vagaram junto com os meus e logo se estabilizavam novamente.

- Renato eu...

- Will por favor..., pelo amor de deus..., diz que sim, você já teve todo o tempo do mundo para pensar nisso..., vão comigo vai.

Renato meio que segurava minhas mãos na sua, seus dedos estavam quentes...

Ainda passou pela minha cabeça se ele tinha desligado a frigideira, mas acho que sim, pois não via o fogo ligado.

Eu me solto de sua Mao e começo a caminhar devagar ate a mesa da cozinha, arredo uma cadeira e me sento colocando minha cabeça no meio de minhas pernas e apoiando com as mãos...

Cara eu não poderia ir..., Matheus poderia descobrir, e ainda mais eu tinha curso todos os dias, não podia sair e largar tudo assim de uma hora para outra com um rumo a Miami, isso seria loucura ate de minha parte me deslocar e sair assim...

Cara eu tava confuso meu....

Pois ate era uma situação ate bem delicada para mim... não saberia o que fazer...

Renato vendo meu nervosismo se aproxima de mim e agacha colocando as mãos em meus joelhos. Ele com um simples toque começa a levantar minha cabeça pelo queixo enquanto a outra Mao acariciava meu braço.

- amor... – ele diz com só um único tom de palavra... um tom relaxante e calmo, como se ele estivesse me acalmando de uma briga que não tive...

Eu o olho ainda serio, devido ao fato de ter que agüentar ele, seu pai, e meus pais querendo que eu vá...

- Renato..., entende uma coisa, eu não poço simplesmente largar tudo assim e sair em direção aos estados unidos sem mais e nem menos...

- eu sei paixão... – ele dizia com as mãos no meu rosto restes a me beijar.

- e também eu tenho curso de segunda a sexta Renato, pelo amor de deus, será que vocês não entendem a minha situação?

Renato levanta pegando uma cadeira atrás dele, e arrasta para perto de si e senta colad nas minhas pernas.

- Will..., olha aqui..., agora deixa eu te falar uma coisa...

- amor... – eu falo tentando mudar a sua idéia.

- eu quero falar... – ele diz calmamente. – você já falou..., Will, é só uma semana, imagina você passar sete dias comigo em um hotel sem mais ninguém para nos atucanar, ainda mais nos nem vamos fazer muita coisa La, na verdade vamos mais é para ver palestras sobre a dengue no mundo, doenças e algumas coisas de materiais de medicina e nada mais, eu mesmo já presenciei isso com meu pai e passamos mais tempo nos divertindo do que trabalhando...

Renato gesticulava com as mãos num modo circular e logo apoiava elas em cima de meu joelhos... eu tentava desviar meus olhos dos deles, sentindo meu peito bater um pouco mais calmo, e percebia que Renato também estava nervoso pelo fato de eu não querer ir...

- Will..., o que eu estou tentando te falar é que...- ele falava num tom de desanimo agora, como se eu fosse olhar para ele e dizer um não bem grande, seus olhos estavam tristes mas ainda com um pingo de esperança.- cara..., eu não consigo ficar mais longe de você..., não tem mais como eu dizer a mim mesmo que vou numa viagem sabendo que você vai ficar aqui sozinho..., Will pode ate ser mentira, e também sei que muita gente pode achar estranho um amor tão grande assim entre dois homens..., mas é o que eu sinto por você... Will eu te amo com todas as minhas forças cara..., eu não sei mais o que é ficar longe de você por um minuto se quer, parece que você se tornou um vicio avaçalador para mim que preciso toda hora..., pode achar estranho cara mas é o que eu sinto Will.

“ parece que quando estou com você, me sinto feliz alegre, realizado por ter você ao meu lado, sei que esse tipo de paixão é meio confuso a você, e você também pode duvidar que eu esteja inventando uma coisa para você se abalar e ir comigo..., mas Will eu preciso de você ao meu lado, meu lugar é ao seu lado Will, eu jurei depois que voltei daquela viagem de uma semana que nunca mais iria me afastar do maior da minha vida, pois você Will fez nascer aqui dentro...

Renato pega a minha Mao e coloca em seu peito pressionando minha Mao nele...

“ aqui Will um sentimento tão bonito que nem tem explicação de que posso te amar tanto assim, por isso quero que você vai comigo para que eu não precise me sentir só e incompleto de mim mesmo, Will você me completa cara, você é tudo de mais sagrado para mim não é por que meus primos, o Matheus e nossos pais podem não aceitar..., mas pelo fato de que estou disposto a enfrentar a todos por você...

Eu abaixo os olhos vendo os de Renato ainda vidrado nos meus, tentando achar algo e tomar fôlego para que eu possa ter uma chance e dizer a ele que estava disposto mas estava com medo de Matheus descobrir...

- Renato..., eu não tenho palavras para...., te dizer e completar isso que você acabou de me falar..., mas é que tenho medo..., não medo de avião..., mas de que Matheus descubra..., e também meu curso, eu tenho aula a semana toda cara...

Renato fecha os olhos respira fundo e abre de novo...

- você sabe muito bem que pode trancar o curso por uma semana, você paga e pode sim..., e isso não é desculpa para você não querer ir comigo, nem pelo fato de Matheus nos descobrir...

- eu sei re..., mas é que é confuso para mim sair assim...

- mas você vai estar comigo Will, ou você não confia mais em mim..., pelo amor de deus Will, cai na real...

- eu confio amor...., mas eu não sei... – cara eu olhei para o outro lado bem desanimado vendo Renato se desanimar mais ainda, uma tensão surgindo entre nos.

- Will, meu pai precisa de uma resposta ate hoje..., e também você precisa de um passaporte, por favor Will, não me faça ficar uma semana longe de você..., ficar tão distante de você, por favor não faça isso comigo..., eu te amo tanto Will que não tenho palavras para descrever esse sentimento...

Eu parei por um minuto..., olhando para o chão e ainda vendo a cocha grossa de Renato batendo na minha, eu tinha que pensar comigo entrar em minha mente e meu raciocínio...

O que eu faço..., vou ou não vou..., pois tinhas coisas aqui que deixaria parado por uma semana..., e se Matheus descobrisse, e desse um de galo e contasse ao meu pai..., cara que disgrassa seria meu, logo chegar de viagem e ter que enfrentar a fera de meu pai..., e se sei La, acontecer algo inesperado em minha família...

- Will vou deixar você pensando e vou acabar nosso café, mas por favor, me de a resposta rápido...

Renato levanta e se dirige para o fogão e volta a fazer o omelete...

Mas parando para pensar..., não seria uma tragédia também..., alias é uma semana e nada mais..., o mundo não iria acabar se eu passasse pelo menos uma semana em outro pais, e também..., seria genial passar longe de todos ainda com o Renato junto comigo todo esse tempo...

Dou um sorriso meio torto para mim mesmo vendo as costas de meu loirao de fora e ele virado fazendo o café...

E pior que seria mesmo cara..., imagina transar com esse monumento de homem em outro pais... ter o gostinho americano junto com ele..., ainda amais que ele disse que vamos passar mais tempo curtindo do que trabalhando...

Ai senhor que façoDepois de umas duas horas, Renato estava meio distante de mim, pois cada vez que ia falar com ele, ele não deixava nem encostar nele pelo fato de eu ainda estar pensando...

- quando você disser que sim eu te beijo ate La continue pensando...

Estávamos na área da piscina, Renato segura meus punhos delicadamente e larga, ainda me olhando tristonho e desanimado vendo o tempo passar ele pula dentro da piscina desaparecendo no meio das águas...

Cara aquilo fez eu quase desabar li mesmo, pois dobrei meus braços e pude ver meus olhos se encherem d’água..., pois só de saber ele se segurar para não me beijar era aterrorizante para mim...

Eu volto para dentro de CSA e vou para a sala me atirando no sofá olhando para o teto me sentindo culpado deleestar assim comigo.

- que merda...- digo Amim mesmo ainda indeciso, ouvindo a água da piscina La n pátio enorme de sua casa...

Cara eu tava indignado...

Não tive escolha, alias não tenho escolha, se era para ver meu grandão feliz eu iria sim..., pois não queria ver ele triste e desanimado comigo.

Me levanto rapidamente e vou para varanda da piscina...

- eu vou!- eu grito na beirada da piscina, automaticamente Renato para de nadar e levanta a cabeça rapidamente me olhando com os olhos arregalados...

Pude sentir seu sorriso crescendo pelo seu rosto e uma felicidade bruta em seu olhar, Renato salta da piscina como um leão ainda sorrindo e começa a caminhar ate mim, pude ver a feição de seus músculos perfeitos e molhados tomados por um enorme mastro no meio de suas pernas...

Renato vai parando me olhando...

Seus olhos procurando os meus...

Um sorriso nítido do em seu rosto...

- pode repetir para mim?

Ele diz com o rosto vermelho pela água que escorria pelo seu rosto...

- eu vou sim..., eu vou com você nessa viagem...

Sem eu pensar Renato pula em cima de mim, e me arrasta para mais perto da piscina...

- Renato por favor não...- cara eu tava de roupão e só d e cueca por baixo, mas logo só senti minhas pernas deslizarem e ver os braços de Renato me puxando para dentro da piscina e cairmos La dentro.

Quando volto para cima meio ofegante já volto tapeando com minhas mãos os ombros de Renato, mas como ele era muito grande e forte me segurou pelos braços e pelas suas pernas enrolando por volta de minha cintura, imobilizando totalmente e tacando um a beijo doce e gostoso de sua boca...

- sabia que você não conseguiria ficar longe d seu loirao...-quando ia retrucar com ele Renato me taca mais um beijo inundando minha boca com sua língua safada...

Depois de um minuto ele para com leves selinhos e estragos fortes nos meusDepois que e saímos da piscina resolvemos pedir uma pizza pois estávamos com muita fome, comemos e subimos para o quarto pois tínhamos que nos arrumar para ir ate a clinica conversar com seu pai sobre a viagem, Renato como já era de costume, logo na porta já ia se pelando sem a maio importância comigo deixando aquele maravilhoso corpo loiro e dourado de fora, eu aproveitei peguei seu celular pois o meu estava sem créditos e liguei para meus pais para pelo menos dar uma explicação de onde eu estava.

Depois de levar um meio chingao de minha mãe por não ter dito aonde estava, me atirei na cama de Renato me intressalando entre os travesseiros enquanto Renato me falava de uma paciente sem noção que fez um escândalo na clinica.

Mas olhei para ele de costas para mim, esfregando seu corpo com creme, deslizando sua Mao pelo seu peito, ainda totalmente pelado na minha frente, aquilo fez se criar um fluxo de adrenalina em meu corpo que começou a soar frio as minhas mãos, meu pau meio que saltou dentro da cueca e pude ver meu cuzinho piscar, para que Renato não visse eu simplesmente peguei o lençol e botei em cima de mim e logo enfiando minha Mao por dentro da bermuda e encontrando meu pau totalmente duro...

Comecei a massagear...

Um vai e vem gostoso concordando com tudo que ele me perguntava...

Mas em minha cabeça eu imaginava aquele homem sarado e gostoso em cima de mim saciando minha fome por ele, aquela bunda loira e branca marcada pela sungas de praia e suas costas que parecia que davam um destaque de rei...

Meu deus que homem... desço ainda mais um pouco meu olhar para seu dote..., estava bem mole...

Ate assim fico babando por ele, pois seu pau era perfeito com aquela pele por cima...

Fixo o olhar mais ainda nele e começo uma punheta para mim mesmo...

Devagar para que ele não veja invisto o Maximo no meu cassete que estava totalmente duro por debaixo do lençol..., cara me dei muito bem mesmo veio, pegar um homem desses e saber que ele é só meu e de mais ninguém..., aperto a minha pica com meus dedos dando um pequeno gemidinho para mim, sentindo a tentação do tesao bem na ponta de minha pica louco para jorrar por cima de mim...

Renato ainda falava para mim..., mas nessa altura não estava nem mais com vontade de ouvir estava sim era com muita vontade de dar a ele ate ele me arrebentar ao meio....

Concordo com ele em tudo que fala, ainda falando algumas palavras para ele continuar me contando sobre a tal senhora...

Renato desce a Mao ate seu abdômen e passa creme mais um pouco, aquilo fez eu salivar e punhetar meu pau com um pouco mais rápido...

Pude sentir meu saco estava maior pelo fato de eu estar com muito tesao, mordendo meus lábios inferiores e apertando com a outra Mao os lençóis de cima da cama.

Continuei mais um pouco agora imaginando eu chupando aquela pica suculenta e mole...

Mais um pouco e o tesao entra dentro de mim...

Meu pau lateja em minha Mao..., um suor desce pela minha testa...

Não vou agüentar...,

Cara..., haaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa – dou um gemido bem alto de tesao e saciaçao, jorrando toda a minha porra em cima de minha barriga, Renato vendo aquilo se vira rapidamente para mim com os olhos arregalados e ainda com um pouco mais de creme em sua Mao...

- o que foi? – ele pergunta meio apavorado, o rosto ficando vermelho, pude ate ver seu pau meio que pula também pelo movimento...

Pica maravilhosa cara...

Gemo mais um pouco terminando minha punheta ainda olhando para ele, minha visão meio embaçada e meu corpo se tremendo todo..

- coisa boa cara... – digo alto, não para ele mas para mim...

Renato se aproxima de mim e limpa a Mao no lençol.

- Will.... você esta bem..., esta suado..., o que esta havendo... você esta... – Renato levanta o lençol de cima de mim vendo o gozo inteirinho em Cima de minha barriga...

Eu paro de gemer baixinho e vendo ele me olhando...

- você estava batendo punheta por que?

- não resisti a gostosura se arrumando na minha frente..., tive que bater uma, não sou de ferro NE amor...

Renato ainda sem acreditar me olha nos olhos, cara ele vai me chingar...

Acho que pelo fato de eu ter gozado em cima de sua cama...

- por que você não me chamou?

Renato falava me olhando abismado ...

- como assim amor..., eu preciso te chamar para me masturbar?

- claro que sim..., eu que tenho que fazer isso, cara..., você gozou horrores, por que não me chamou Will..., poderia ter me avisado que estava querendo transar...

- mas eu não queria transar, só queria me masturbar..., você faz isso sempre...

- mas quando não estou perto de você...

Renato falava numa indignação enorme, como se eu tivesse comentado um crime horrível..., eu me sento na cama ainda vendo ele me olhando serio...

- Renato eu só bati por que estava com muita vontade..., desculpa amor...

- então quer dizer que eu não te satisfaço mais é isso então, você prefere se masturbar?

- eu não to falando isso não..., você ta colocando palavras em minha boca...

- Will..., você poderia ter me chamado, eu poderia ter feito uma coisa mais legal, sei La..., mas eu não acredito que eu não te satisfaça mais...-

- Renato pelo amor de deus eu queria um momento comigo..., todo homem tem o seu momento com sigo próprio..., mas me desculpa achei que não seria preciso isso, e também eu não estava com vontade de transar, eu só queria tirar essa tensão de mim...

Renato suspira fundo e bota as mãos na cintura...

- Will você poderia ter me chamado cara..., eu que devo fazer isso, eu que devo dar atenção a você...

- eu não acredito que você esteja com ciúmes de mim comigo mesmo...

- não é isso Will...

- como não Renato você ta fazendo um escândalo por que eu bati uma punheta para mim mesmo, ate se fosse por que eu gozei no lençol tudo bem... mas por isso eu não acredito...

Levantei da cama indignado..., ainda estava com muita porra em minha barriga e na ponta de meu pau...

- Will, olha só vem Ca vem...

Ele tentava me puxar pelos punhos...

- Renato por favor..., chega isso foi a gota d´gua você sentindo ciúmes de mim mesmo..., a não Renato isso é demais para mim...

- Will eu só queria. –ele me segura...

- posso pelo menos me limpar..., eu to cheio de gozo aqui..., posso pelo menos tirar essa porra da minha barriga...

Me livro de seus braços indignado e vou para o banheiro batendo a porta com tudo...

Escoro-me na pia me olhando ao espelho não acreditando no que estava ouvindo, Renato enciumado por que eu próprio estava me saciando, cara isso é o fim da picada meu, não tem como acreditar numa situação como essa, ate pela forma dele poder me chingar pela sugeria que pude ter feito mas não...

Entro para o banho já tirando os resíduos de gozo em minha barriga, passando o Maximo de água nela e logo descendo com o sabonete para poder limpar mais ainda o viscoso que tinha ficado...

Minutos depois vejo a porta do banheiro se abrir delicadamente e Renato me olhar por trás dela, isso me fez lembrar da vez que nos tínhamos discutido pelos bilhetes que estava recebendo...

Renato entra ainda pelado e ara com as mãos na cintura no meio do banheiro me olhando...

Eu fiquei olhando para ele, pois não tinha cabimento o que estava rolando entre a gente.

- você quer tomar banho comigo? – eu digo desfazendo o silencio. – se quiser pode entrar...

- posso mesmo? – Renato diz num certo ar de vencedor... –se você quiser eu saiu...

- Renato entra aqui vai...

Renato entra no Box junto comigo deixando a água cair sobre seu corpo..., ele esfregava seu corpo com sua Mao olhando para mim e não tirava os olhos, um leve sorrisinho tímido estava em seu rosto, eu o olhava também mas não retribuía com sorrisos...

- willzinho..., desculpa vai..., eu meio que fiquei enciumado por você estar se satisfazendo com você mesmo...

Renato esfregava a cabeça e logo descia pelo peito definido e grande...

- ta bom...., mas você vai ter que tolerar um pouco esse ciúmes Renato..., daqui a alguns tempos você vai estar nem deixando eu encostar na minha mãe, que diga em mim depois que vi aqui...

- eu sei, mas é que eu já estava com muita vontade de transar, mas você estava cansado ai não quis falar...

- quando estiver afim me fale, que eu poço dar um jeitinho... – eu digo já agarrando seus ombros e o abraçando, Renato pega em minha bunda mas não aperta continua me olhando com seus olhos de vidro...

- poço mesmo..., e se esse pedido rolasse agora..., será que eu ganharia...

- não sei... – eu encosto em sua rola que já estava endurecendo no meio de minhas pernas...

A rola continua crescendo em minha Mao que já estava se abrindo novamente pelo fato da grossura...

Me agacho na sua frente...

Renato se prepara para eu o chupá-lo... seus olhos procuram o meu...

Eu abocanho a pica de Renato com a maior vontade..., sentindo cada centímetro sei e cada veiazinha que poderia contar com a minha própria boca...

Abocanho mais um pouco chupando..., mas sabendo que ainda faltava algo picante nisso tudo..., tipo uma forma mais rude ou uma forma mais pesada..., como se ele fosse nem querer saber e querer fuder comigo..., as vezes eu olhava esses filmes pornográficos de heterossexual e via as mulheres sendo forçada a quase engolir a rola do cara...

Renato nunca fez isso comigo sempre deixou eu fazer o trabalho..., sempre deixou comigo axo que pelo fato de confiar em mim... mas bem que...

Tiro a pica grossa da minha boca e o olho...

- Renato poço te fazer uma pergunta?

- claro momo ate duas? –dou mais um beijinho na cabeça da pica e vejo ele rir e volto a perguntar...

- pode ser meio loucura minha ou você pode me achar sei La..., um fanático..., mas por que você nunca forçou...

Renato fica me olhando com as mãos para trás e a pica apontando para a minha cara...

- como assim forçou paixão?

- você nunca forçou a minha cabeça, você sempre foi carinhoso comigo na cama ate nas horas rudes...

Renato faz uma cara de desentendido...

- mas tu acha que eu não me seguro para não pegar pesado com você? Eu nunca te peguei de jeito mesmo por que eu te amo muito e não quero te machucar... –enaqunto Renato falava eu voltava para chupar mais um pouco daquela pica gostosa...

Enfiando ela ate o talo.... ate o talo na NE..., ate onde eu conseguia...

- ta mas..., tu acha que eu não gosto quando você me pega de jeito..., aquele dia que eu cheguei de torres e estava brabo com você e você nem deu bola a mim, me agarrou de jeito com um fogo Ava laçador..., cara aquilo achei um Maximo meu..., adoro quando você é rude comigo...

Eu digo pegando sua rola e botado na boca de novo..., pego o meu pau e começo uma punheta para mim mesmo...

- então você quer que eu seja mais rude na cama... tipo te...

- não tão rude NE..., mas uma forma mais grossa..., mais picante..., não que você não seja bom de cama, você é maravilhoso formidável...

Renato da um sorrisinho enquanto eu o desafio com o meu olhar pegando na sua rola de novo... agora eu não tirava os olhos dele, sentindo a cabeça começar a babar dentro de minha boca.

- Will não me atina não..., voce ta brincando comigo..., eu vo te pegar de jeito e vou te arrebentar no meio..., tu acha que eu não me seguro NE?

Eu contínuo a chupar concordando com a cabeça e com a boca totalmente completa por aquela pica maravilhosa...

- então você quer provar isso... – Renato pega a minha nuca e com a Mao força a minha cabeça contra seu pau, senti minha garganta engolir a sua pica enquanto Renato urrava de tesao...

Eu soltei pica com uma enorme porcentagem de baba na ponta..., Renato com as duas mãos pega meu rosto fortemente e faz eu abocanhar sua pica novamente movendo seu quadril para frente e para trás...

Renato começa a foder a minha boca..., eu já sentindo uma leve ânsia no fundo de minha garganta...

Renato ainda fudendo minha boca com aquela rola, agarra meus cabelos com força e faz eu enfiar devagarzinho agora sua pica na boca...

- gosta de rola NE safado..., chupa a minha pica então..., ela é só sua e de mais ninguém...

Eu pego ela com as minhas mãos e começo uma punheta com elas, Renato com a outra Mao tira as minhas mãos de sua rola...

- não encosta quero ver você comer ela inteirinha..., esconde ela vai que to quase gozando...

Fiz o que meu grandão pediu, tirei a Mao e continuei a chupar aquela maravilha de cabeça rosada e grossa, Renato estava um pouco mais rude agora, do jeitinho que eu queria, agarrando minha cabeça com forla e forçando a entrada de minha boca na sua pica, rento rapidamente tira a pica de minha boca e me bota de PE e me vira todo de costas para ele.

- era disse que eu tava falando... –eu digo me segurando na parede do banheiro, pois Renato sem do e nem piedade enfia com tudo o mastro em meu cu apertado e vai ate o fundo sem falar nada só gemendo de dor...

A dor entra enorme que chegou a fazer meu cu doer em volta do anel, mas logo depois parou e o tesao começou a aumentar, Renato me comia com muito gosto dando altos tapas em minha bunda e mordendo minha orelha e minha nuca... ainda com o pau dentro de mim e eu gemendo feito um louco, Renato me gira em cima de si de frente para ele mas ainda no mesmo ritmo de foda que estava, eu agarro seus ombros enquanto ele continua sua foda maravilhosa em mim, Renato com uma Mao agarra meus cabelos levando minha cara para trás e morde meu pescoço e depois labi todo o comprimento dele até peito..., sua Mao desce pela minha bunda e massageava vigorosamente elas acho eu deixando belas marcas enormes de vermelho...

Depois de uma bela foda de pé, Renato me pega pela cintura e me Poe de bunda empinad apara cima e minha cara no chão, eu com as minhas duas mãos abro bem a minha bunda para ele atolar de uma vez só, e foi isso que ele fez, num guspe certeiro e numa só estocada rento enfia todo ele dentro de mim fazendo eu esconder ele todo...

Ainda com a rola dentro de mim Renato começa a incrementar um dedo junto com seu mastro e depois dois, mas ai eu encostei em seus punhos..., pois já estava começando a doer muito..., Renato tira os dedos e faz eu deitar todo o comprimento no chão ainda estocando fundo e rápido sua rola dentro de meu cuzinho sensível...

Que tesao de homem cara....

Renato depois de alguns minutos em cima de mim numa foda maravilhosa tira com tudo a pica e vem para a minha cabeça se sentando no chão e deixando minha cara no meio de suas pernas eu abocanho de novo seu mastro já sentindo os primeiro jatos do premio e de sua gala mais grossa e mais viscosa que estava, enchendo por completo a minha boca e fazendo eu engolir a maioria...

Como era muita porra a maioria caiu pelos lados de sua pica, Renato com uma Mao força a minha cabeça fazendo eu engolir toda a pica ate onde eu pude e engolir os últimos restos de gala...

Depois disso tomamos um banho maravilhoso, ainda sentindo seus dedos me enrabarem, pois naquele momento meu cu demorou para voltar a ficar normal... parecia que estava bem arregaçado... que eu sentia um vazio enorme ali dentro...

Nos arrumamos as pressas, pois ja era quase oito da noite..., saimos decasa e fomos para a clinica de seu pai resolver os detalhes para viagem, pois mesmo assim eu não tinha passaporte ainda, e como faltava uma semana para a gente ir eu tinha que pelo menos ter ele na Mao...

Depois de ter resolvido tudo com seu pai sobre a nossa viagem de minha ma vontade eu e Renato partimos ara um cinema ate bem romântico cheio de trasas e chupetas, pois tanto eu como ele fizemos de tudo um no outro, ate a foda maravilhosa no banheiro tivemos novamentecomos era que vai ser a gente sozinho em Miami em re?

Eu perguntava sentado nas mesas do mc doonalts... Renato comendo por inteiro seu hambúrguer que parecia mais um biscoito em sua Mao me olha com uma cara de confuso...

- sei La momo, acho que foda, pois vou te comer o tempo todo mesmo...

Eu faço uma cara de surpreso olhando para ele e com um copo de refri na Mao, Renato ergue o braço e chama o garçom...

- você vai me fuder o tempo todo, assim vou ficar alejado... agüentando essa tora sua enfiada em mim, e tu pode ter certeza que ainda não me acostumei com isso...

- não quero saber agora que você disse para eu pegar pesado, vou pegar mesmo..., você vai conhecer o verdadeiro Renato. – Renato com a boca cheia da uma gargalhada e eu também.

O garçom chega...

- cara tu me vê mais quatro desses hamburguês pois isso aqui não vai matar minha fome não...

- Renato pelo amor de deus ate parece que nos não comemos...

- comemos amor e muito... – ele da um sorriso bem safado e volta a fazer o pedido.

...

O moço vai embora com o pedido anotado..., eu fico abismado vendo ele devorar os lanches em cima da mesa e me olhando safadamente...

- a culpa é sua..., você que me deixou assim..., não vem falar nada...

- então vou mesmo é capaz de tu em comer junto...

- a isso é só depois..., pois o rentinho já ta ficando com fome também..., e muita fome...

- a é... –eu o provoco mordendo os lábios...

- o amor não que encostar no meu pau por debaixo da mesa...

- claro que não Renato nos estamos no meio de um monte de gente, em casa eu brinco com ele...

Eu continuo a tomar meu refri...

- vai Will, só encosta nele com o PE..., ninguém vai ver..., vai amor.

- para com isso Renato depois ele endurece e você tai desesperado implorando para ele abaixar... para com isso...

- a mas ele ta com tesao e já ta duro... –ele da um sorriso. – vai Will é só encostar uma vez só que eu paro...

Eu elevo minha perna para meio de suas pernas e encosto com meu PE rapidamente em sua pica, que pude sentir que estava uma rocha mortal...

- que isso Renato..., meu deus do céu, abaixa isso agora se não eu vou me levantar e vou fingir que nem te conheço...

- mas vo fazer o que, ele que deu sinal de vida...

- Renato se você não se acalmar eu me levanto e te deixo sozinho...

Eu ameaço em me levantar louco de medo por ele se levantar com aquele maestro durão...

- ta bom eu juro que me acalmo... agora senta ai se não eu levanto mesmo...

Reviro os olhos e me sento de novo, o cara chega com os hamburguês de Renato...

- obaaaaaa.... – ele fala parecendo uma criança ganhando doce...

Ele fica lindo assim...

- come bebezao. – eu digo a ele dando mais um sorriso e vendo o meu maior amor, sorridente na minha frente e brincando comigo... pois a coisa que eu mais sentia alegria nesse mundo, era ver o meu anjinho feliz e assim sorridente e nao se importando com que os outros pensam ou deixaram de pensar, ele é assim feliz ao meu lado me amando a cada dia, e eu..., a eu sou o homem mais amado desse mundo rsrsrsrs, pois tendo um anjo igual a esse..., nao é a toa que o nome de meu conto escolhi justo a sua cara de olhos azuis um anjo em minha vida..., é acho que colou...rsrsrsrs...

CONTINUA...

TA AI GALERA ESPERO QUE GOSTEM DESSE CONTO DE HOJE, DESCUPEM A DEMORA MAS COMO DISSE ESTOU ENTRANDO NA FACULDADE AI TOMOU MEU TEMPO, MAS NÃO DEIXE DE DEIXAR SEU COMETARIO E SUA NOTA, POIS APESAR DE TER COMENTARIO NADA A VER COMO CERTAS PESSOAS HETEROS, MESMO ASSIM EU FAÇO QUESTAO DE LER TODOS ELES...

AMO TODOS VCS GGALERA QUE GOSTAM DE MI M E ATURAM A MINHA HISTORIA E DO RENTO, VALEU MESMO E OBRIGADO...

E VAMOS VER COMO VAI SER ESSA VIAGEM LOUCA MINHA E DO RE

ps: E UM HAVISO BEM IMPORTANTE, LOGO NOS PROXIMOS CAPITULOS FINAIS VOCES VAO VER A DOR DE COMO É SOFRER E LUTAR PELO AMOR DE SUA VIDA CONTRA SEUS PROPRIOS PAIS...

VALEU GALERINHA E OBRIGADOOO!!!!!!

COMENTEM E NOTINHA VIU ATE A PROXIMA!!!!!!!

Comentários

28/01/2013 15:50:02
Amando muito
01/09/2012 20:05:01
Já livre....seja um Anjo. ...!!!!
01/09/2012 20:03:14
Mensageiros de Deus! A corre de contra o vento, A corre abraça o amor inesperado,quê é inespliacado. Sem ti o sentimentos...Não posso dizer quê Não tenho saudades, O amor quê se diz eterno,sucumbiu a mesmice da do cotidiano, Mais o ciúme nos renova num grito no desespero, O sentimento avasalador da perda de um amor, Já vivido....
19/06/2012 12:03:57
D+++++
17/04/2012 20:08:48
Muito lindo miguxo kkk, continua logo heim vc ta cada vez melhor!!!!!!!!
17/04/2012 01:12:31
NOTA 1000!!!LI OS SEUS CONTOS ONTEM E HOJE E POSSO RESUMIR QUE É DEMAIS. SIMPLISMENTE UM DOS MELHORES QUE JÁ LI.PUBLIQUE LOGO A CONTINUAÇÃO POIS ESTOU ANSIOSA.
16/04/2012 03:20:52
meu deus, esta espetacular, fico sem palavras pro seu conto, alem de ser bem extenso comp eu gosto a história em si é fascinante, mal posso esperar pelo próximo capítulo, mega ansioso aqui :D
16/04/2012 00:43:10
como sempre, um capítulo melhor que o outro! nossa cara, parabéns e pooooooor favor continue escrevendo!
15/04/2012 20:44:39
nossa will esse foi muito fofo, o renato tem um jeitinho tão meigo com vc que chega a ser comovente!!! seu conto é muito especial pra mim como vc te adoro meu querido!!!!.. bjoksss nota
15/04/2012 13:01:18
Ficou perfeito. Parabéns
15/04/2012 12:28:29
ooo maninho t lindo como sempre,o cachorrao ma falou q vc ta decepcionado comigo,me desculpa will,estou pensando mt..e espero q o proximo saia rapido,pois ja estou anciso..te amamos maninho..Henry
15/04/2012 12:08:29
Adorei!
15/04/2012 11:03:50
Seu cnto é muito bom cara, merece todos os elogios possíveis. Se puder, leia e comente meu conto tbm. Continua logo, nota 1000
15/04/2012 04:23:29
Perfeituu
15/04/2012 03:12:33
não tem como não amar. é sempre perfeito
15/04/2012 02:40:41
Amei amei amei...
15/04/2012 01:06:01
Lindo,lindo,lindo como sempre o de hoje foi muito exitante parabens
15/04/2012 00:54:35
muito bom mesmo, pelo que vi agora vc vai contar aos seus pais, pelo visto vai ser foda, mas espero que o amor de vcs superem isso.. bjo
14/04/2012 23:03:57
Um dos melhores da casa com certeza!!!! Perfeito como sempre!!!
14/04/2012 22:08:25
Ta muito bom, como sempre seu conto me emociona.Continua logo
14/04/2012 21:44:34
lindo lindo lindo valeu a pena a espera
14/04/2012 21:25:46
Cara d+ amo todos seus contos vc realmente me surpriende quando penso que vc fez o melhor cap vc me aparece com outro melhor ainda meu vc ta de parabens adoro seus contos e seus comentarios vlw ai por tudo e não demora em bjus te adoro
14/04/2012 21:21:07
ameii cara que homem lindo o renato é cara, é uma criança mesmo..., tao fofo quando esta com ciumes..., quando esta te cuidando e ainda querendo sempre fazer as coisas por voce, cara to incrivel com a sua historia, nao foi a toa que tomei coragem para começar a postar os meus... valeu cara pela força..., e lindo seu conto migo to maravilhadoooo com tanto amor de vocs que chaga a me encher os olhos de lagrimas. continua lindooo se nao eu entro em infartoooooooo
14/04/2012 21:04:13
Amar de verdade necessita de muito amor-próprio,força de vontade e desejode ir a luta,mesmo que seja com familiares. Abraços. Boa noite.
14/04/2012 20:56:24
Gostei e mto. Leia, comente e de sua nota em meus contos
E.w
14/04/2012 20:54:28
desculpem a demora espero que gostem!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


a japonesinha que não aguenta e se mijacrenye de verdade é aquele crente sabiosó branquinhas gostosas tesudas encitantes transando com seu cachorro até gozarporno pradrastro bebo fosando a em teada fode a fosaxvidiomenina sentando em cima da pica mais grandi do mundoobesa da virilha toda assada pornôconto erotico briocoaenchi for anel sexcontos lukinhas22cmconto dei o cu pro meu tio emganto ele dormia gay 2017Contos eróticos teens pai vendo q a rola do filho estava bem grandinha conto gaycontos erotico minha esposa rabuda e meu tio 8Contos eróticos de incesto entre familias aonde todos mamam e foden em todas as posiçoes possiveis e de todo o jeito em orgiasmulher faze do sabao segano boceta da outaquero ver 100 foto de morena cavala e coroa deitada na cama pelada com as perna aberta e segurando ho calcanharbuceta de carla visgando xvideosmae estrupa filho goza pau brasileirocontos porno com padre gaycarroceiro socando com forsa na novinhawww.contoseroticos fui viola por um mega caralhudoConto herotico incerto completo mae i filhorickcafajeste30.blogminha irma e casada mais e putanovinhohs gostososvideo de corno chupado o pau do negam juto com a esposaCONTOS ERÓTICOS DE MOTORISTA FANTÁSTICOSxvideos loira cabelereira tesuda de mini saia cortando meu cabelo pau duroWww.vedio.porno.casais revisão de Santa CatarinamIve videos porno de garotos de pau grandes tirando sangue do cu de molequeschupando buseta labefo pasda mso bocsvideo de sexo com novinha com varios moleque no igarapéContos na pescaria com tios e amigos me fazen d bixinha delescadela com a vargina enchada e zoofilia comedelegada indo pega sua prisioneira pornodoidocache:http://zdorovsreda.ru/perfil/117617bolonhesa fodendo porno doidoContos eroticos : transei com a cavalona loura da xotona peludaContos me encheram de porra na frente do meu maridopornô em Carmo da Cachoeira na ruaporno com históriassao paulovideos de sexo nora provoca sogro na praia de nudismocontos eróticos de sequestropervertido passando a mao na bucetinhanando ta duendo nando ai minha buceta nando ceta poinhndo tudohotmail muletodaContosveridicos contados por novinhascontos pequenina e punheteiradengosa do maridinhoconto erotico gay perseguiçaoporno contos morando na casa do sogro bravoesposas q 25cm de picagts agaxada mostrando o bucetaocontos sinhozinho mamou meu grelinhonovinha magrinha mija na pica grandevídeo de mulher pelada mostrando a b***** tomando banho arreganhando e ficando de quatro fazendo altas posições massacasa dos contos eróticos patrão e empregadocomendo a buceta da gostosa na barra de suco de limãoporno ela parecia ser tranquilamamete muitwww.tufos gostosa tomando banho no muro de fiu dentalvídeo de Juliana Paes toda nua umbiguinhoela gozou mas eu nao parei de chupar a buceta delamobile zoofilia com cachora femiaantonio negro comedor abriu a porta dotado conto corno mansorelato lambuzei o corno e a putab****** assaltou a casa e meteu a mão na boca da Neide da novinha e fez a transar com ele a força vídeo pornôConto erótico bricadeiras eradas com o paicontos trai com o inquilinoconto no cinepornopassivo inocente e baixinho levando rola enormecontos de novinhas iniciada na webperdi a virgindade com pau enormefreira da a buceta pra pintudo no azilo contos.xvidios outros purai favoritoshomens jovens enfuando penis shortinho curto adidas anos 80cd_patryziaconto mulher sede a chantagem de garoto tranzarfavelenta xvideofilme porno onde um perfume despertava desejochupaminhabucetacoroammulheres contando qe 03homens comeram suabuceta em frente a seu marido