Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

A Dama e o Bruto (parte 3)

Autor: Izz
Categoria: Heterossexual
Data: 05/05/2012 17:09:30
Nota 9.56
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

CONTINUAÇÃO...

Ao ver aquela cena me deu um embrulho no estomago, tive vontade voar naquela vadia e bater nela, até ela entender que ele era meu, mas ai eu recuperei a consciência e percebi, que ao contrario do que eu estava começando a achar, ele não era meu.

Provavelmente, ele já deveria ter dito para os amiguinhos dele que só foi ele vir com um papinho mole, e a “psicóloga estressadinha” já foi logo se entregando a ele.

Tudo isso eu fui pensando enquanto voltava para minha sala.

Entrei e sentei em minha cadeira, minha garganta estava com um nó, percebi que a vontade de chorar era imensa, mas consegui me segurar, porém uma das minhas amigas, a Juliana, percebeu que eu voltei estranha e me perguntou:

-Amiga tudo bem?Você voltou com uma cara estranha, o que aconteceu lá fora?

Quando abri a boca para respondê-la, tudo aquilo que eu estava guardando para mim, saiu em forma de lagrimas.

Minha amiga se assustou.

-Iza o que aconteceu?Me fala.Sua mãe te ligou?Aconteceu algo com a sua avó?

Somente neguei com a cabeça. Não conseguiria contar a ela.

Logo todas as minhas amigas que sentavam perto de mim,percebendo que eu estava chorando,ficaram me olhando e questionando o que tinha ocorrido, mas elas viram que eu não diria nada a elas, então somente me consolavam e falavam para eu não ficar daquele jeito.

Na hora do intervalo, não tive vontade de descer, não conseguiria olhar para ele. Eu estava com vergonha, não vergonha de ele ter dito algo para seus amigos, mas sim vergonha, de eu por um momento ter cogitado a idéia de dar uma chance a ele, vergonha por ter quase me entregado para uma pessoa que só queria saber de pegar todas. Agora eu percebia que sim, ele era um ótimo ator, por um momento me convenceu de que era um cara legal, e que as outras pessoas é que o julgava mal. Como eu posso ter sido tão tonta??!

Fiquei na sala, lendo um livro, e quando menos espero vejo alguém sentando na cadeira a minha frente, não foi preciso tirar os olhos do meu livro para ver quem era, aquele perfume já estava impregnado em minhas lembranças, antes o perfume dele me causava arrepios, agora me dava náuseas.

Continuei lendo meu livro, na verdade, somente fingi que estava lendo o livro, por que meus olhos encheram-se de água novamente, porém não estava magoada, agora eu estava com raiva, raiva dele ter o descaramento de ir a minha sala, e sentar-se a minha frente como se nada tivesse acontecido, o que ele queria?Pisotear os meus sentimentos?

Para chamar minha atenção ele pigarreou. Só que eu não o olhei, então ele falou:

-Nossa esse livro deve ser realmente muito bom.

Nada falei então ele tentou mais uma vez:

-Por mais interessante que esse livro possa ser, será que eu não mereço pelo menos cinco minutinhos da sua atenção?

Finalmente engoli minhas lágrimas, tirei meus olhos do livro, o encarei e falei:

-Sinceramente?Você não merece nem que eu olhe na sua cara.

Ele ficou surpreso com minha resposta, estava claro que ele nem imaginava que eu tinha presenciado aquela cena grotesca dele com a vadiazinha.

-Nossa, de onde veio isso?Depois de ontem, pensei que estava tudo bem entre a gente.

Tentei me controlar,mas não consegui,olhei para ele e disse:

-Ontem foi um erro que eu cometi, e nunca, jamais voltarei a cometer um erro tão idiota como aquele,agora se você não se importa,prefiro a companhia do meu livro,e aposto que pra você companhia não deve faltar,então vai lá e siga seus extintos de pegador.

-Por que você está falando isso?Me diz o que aconteceu?

Como ele poderia ser tão sínico?Ele queria que eu fala-se, pois bem,ele iria me escutar.

-Aconteceu que por um momento eu cheguei a acreditar que você era uma pessoa legal, eu pensei que as pessoas é que te julgavam mal, cheguei até a cogitar a idéia de finalmente me abrir para alguém, deixar finalmente de ser uma pessoa fria e passar a seguir meus sentimentos.

Minhas lagrimas que eu tanto quis controlar, já estavam descendo pelo meu rosto. Tomei fôlego e continuei:

-Mas ai hoje eu chego na faculdade,e o que vejo?Você se agarrando com uma garota no corredor, justamente no corredor da minha sala.

Mas quer saber a culpa não é sua,você simplesmente seguiu seus extintos de caçador, culpada sou eu por ser tão trouxa.

Ele ouviu tudo o que eu disse em silencio, em nenhum momento tentou me interromper ou se defender, talvez por que não tinha como se defender.

Após disser tudo aquilo, fiquei sem voz e somente minhas lagrimas caiam.

Ele me olhou, deu um suspiro e finalmente falou:

-Eu não fazia idéia de que você tinha visto o que aconteceu, aquela garota é uma ex namorada minha, acho que ela ainda gosta de mim, ou simplesmente não aceita o fato de ter tomado um fora, então ela veio e me beijou, não vou falar que eu fui agarrado, e não quis aquilo, por que estaria mentindo, eu a beijei sim, mas quando eu retribui o beijo, a sua imagem me veio a cabeça, eu pensei no seu sorriso, então eu interrompi o beijo e falei para ela que não ia rolar mais.

Ao ouvir aqui meu coração se encheu de esperanças, mas logo todas elas morreram novamente, por que como eu poderia acreditar nele?Como saberia que era verdade?

-Como você quer que eu acredite em você?

-Eu posso falar várias coisas, disser coisas bonitas, mas nada disso é importante, por que não importa o que eu fale, somente você e seu coração podem decidir se devem confiar em mim.Eu estou sendo muito sincero com você,mas cabe a você decidir se deve me dar uma chance.

O que eu deveria fazer?Metade de minha queria agarrá-lo, beijá-lo, abraçá-lo e sentir seus braços em minha volta, mas a outra metade ainda estava com raiva. Eu precisava de um tempo para decidir o que fazer.

-Não posso te falar nada agora, tenho que pensar, não quero tomar nenhuma atitude precipitada.

-Tudo bem, você está no seu direito. Na hora da saída posso passar aqui na sua sala, para saber o que você decidiu?

-Hum, Ok.

-Então ta, agora eu vou para minha sala. Pensa com carinho ta?!

Ele me disse isso, fez uma carinha de cachorrinho pidão e foi logo saindo.

Como não conseguiria prestar atenção na aula mesmo, arrumei minhas coisas e sai da sala, fui para umas escadas que ficavam perto do corredor, ali eu ficaria sozinha e poderia pensar bem em que decisão tomaria.

Eu tinha que pesar os prós e os contras de acreditar nele.

Decididamente eu estava gostando dele, talvez eu me machuca-se se desse uma chance a ele, mas também poderia estar perdendo a chance de finalmente ser feliz.Ele não era um príncipe e nem perfeito,mas talvez ele fosse o MEU príncipe e poderia ser perfeito para mim.

Ai meu Deus que decisão difícil, o que faço?

Para mim eu estava ali a apenas alguns minutos,mas logo ouço o sinal,que me desperta dos meus pensamentos e me joga de volta a realidade.Já era a hora da saída,e eu deveria tomar uma atitude decisiva.

Ao invés de esperar ele ir ao meu encontro, decido ir a sala dele.

Vou caminhando pelo corredor, e logo o avisto.

-E ai pensou? Ele logo me pergunta.

-Calma ae apressadinho, será que primeiro rolaria uma caroninha?

-Claro.

Eu precisava enrolá-lo mais um pouco, para poder refletir e tomar minha decisão.

Durante o caminho não conversamos. Pela primeira vez, o caminho até minha casa foi rápido.

Ele parou o carro em frente a minha casa,tirou o sinto,virou-se para mim e disse:

-E ai o que você decidiu?

Então eu respondi...

CONTINUA.

Comentários

24/05/2012 23:09:05
tá bom
06/05/2012 20:16:57
adorei nota 10
05/05/2012 21:17:44
Muito dez... vamos ao restante logo.... htpp://ana20sp.sites.uol.com.br
05/05/2012 20:22:00
Espero a continuação, Izz. Beijos.
05/05/2012 20:09:25
muitoooooooooooooooo bommmmmmmmmmmmmmmmm
05/05/2012 18:22:28
Conto mto bom... Esperando ansioso pela continuação
05/05/2012 18:09:38
bom!! esperando pela coontinuação

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


contos incesto mae gtscontos gay afeminadosquero ver mais linda buceta bem gostosa que adora você tinha até meu marido matou na buceta gostosa no grelo bem ponto de ir para lambe chupa bem gostosinho passo a pontinha da língua nesse grelinhosaiu sangue da buceta da minha namorada quando nos estavamos trazandoconto erótico buceta azedinhaConto erotico comi a dentista no consultoriogrelinho branquinho dessa buceta virgem deliciagey fazendo fime porno com homem infindo garrafas no geyfilmes de diabo comendo ninfetas da belosexoContos.Ingravidei.minha.irman. shortinho fino sem calcinha da sogra contoscarroceiro socando com forsa na novinhagordo tenta escapar do negão mais ele pega ela na pose frango assado faz grita XVídeoscomendo o cuzinho dela ela chorando ele filmando escondido ela ferver na firma esconde dele comendo o cuzinho a bucetinha dela ela chorandoconto erotico gay meu pai vendeu meu cu por 100 reais pro seu/amigocasada fode chamando corno falando obscenidadesdeu para nao ser caguetada para o marido xvideoseu e meu esposo somos crentes e ele pediu para eu dar o cu para outro,contosdoce nanda parte IV contos eroticosdando jatos de porra na Bunda da colegialconto eroticos lésbico putinha vadia vagabunda piranha fuder tapa na cara buceta xoxotacontos eróticos minha mãe greludaContos swing minha comadre e eu desfilando de calcinha para nossos maridosxvideos mulher com manchinha no rosto chupandoconto erotico gay meu dono dei meu cu de presente de aniversarioWww.mulheresemaridoscornos/porno flagrei a novinha metendo no matinho e chantagiei contoscontos aiíiiii hum aiaiacontos eroticos com nerd tristonhodescobri que meu namorado da o cu yahhomulher de corno trepando com peaozada no alojamentocomi egua nova contomae japonesa leva servisal para as conpras negao pega no cassete dele e fodefaz sua namorada ir ao ceu so com q sua linqua pornodoidoVelhos que mamam seios de sua neta contos eróticosconto erotico pingando um gel no rabo da maeContos.Ingravidei.minha.irmanconto erotico estuprei minha esposa obriga nossa empregada a fazer sexo comigomulher bundona camsola curtinha trepand pornodoidopopa.da.bundagozaeu fico axanando que sou uma pessoa invejoso mais nao sou meus atos nao se dizem isso mais na minha cabeça eu pensso assim yahoopervertido passando a mao na bucetinhaprocuro. velho sadio amigo pauzidos gostoso so meucâmeras escondidas que estragaram Anitta dando a bucetamulherer pediu mais piroca mais nao rinha mais e endiou a mao ate o corovelo pornoContos eu e mamae somos putas do pai e amigos deleenfiar mangueirá liguada no cu da guarotaprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017fraquei minha mae peituda dando no quarto para meu primo roludobuceta da linguonacasa precizando de cazeirolekes cantando juntos no pornodoidovídeo de novinha querendo perder a virgindade com japonês cobrando no gesso XVídeosconto mulher sede a chantagem de garoto tranzarSexo on-line aclimação menagecadelas bucerudas fudendo no ciolambendo dedo com coco scatContos novinha bolin d pel titia enquanto o tio dormecontos eróticos vovó transando com cavalocache:wNACedYikXQJ:gtavicity.ru/texto/20170544 vvgg sexocasa de swing esposa levando mao na buceta desconhecidomulheres mamas enormescom conas fantasticasconto erotico sobrinho novinho com tio e tiaCasa dos contos eroticos paguei pra deflorara filha do caseiro pornô em famíliaxxvxvidioporno.com qrelementarians casa dos contos eroticosirmao sacana espera sua irma dormir para abudar dela coloca seu pinto na boca e gosaadorei picao do papai na minha bucetinhanovinhas.abrir.buzentacarolzinha ninja trepanocutucando buceta de cadela com dedo zoofiliaGTA da mulher de calcinha o ventilador homem pelado homem pelado homem pelado homem pelado homem peladoporno com muito estrupo com muito pau no cu a força com muito sexo bruto.contos de estupro sadomasoquismoaninha e meu tio cacetudo com foto e todos os contossinsesto istorias eroticas pai filas novinasxvideos incesto tia provoca garoto de. roupa transparente simplesmente nua por baixovou te arregaçar vagabunda, grita vadia, tô te arrombando cadelaporno.doido so.mulhers ricas gostozonas dando na.borrachariapadrasto enteada falei de sexo brasileirogosto muito de praticar zoofiliacontos eroticos gay dei a bunda dentro do cemitérioxvideos gostosas esbugalhou os olhos quando o pau grande entrou tudo de uma vezmae. gosa pau fillho sentadasem calcinha contossogra fazendo sexo selvagem com o gel da pica cabeçudaa infidelidade da irmã resolve dar a buceta ao irmão mais novocontos emprestei minha irma por cem reais pra um taradocontos eroticos inicio na infancia xantageada e abusada Pelo negaocadela lambendo o meu cacete e fudendo conmigo videoxvideos filha fas carrinho no pae que nao resisti e trasa com ela