Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

FANTASIAS, SÓ ISSO!!

Um conto erótico de ESMERALDA
Categoria: Heterossexual
Data: 15/05/2012 16:49:23
Nota 9.67
Assuntos: Heterossexual

Era um desses Cruzeiros Marítimos que vai do litoral do Rio de Janeiro até Buenos Aires, na verdade um sonho antigo que finalmente eu conseguia realizar. Marcamos de nos encontrar no embarque, pois estávamos em Estados diferentes e eu não queria correr o risco de dar de cara com algum conhecido. No horário combinado, aquela confusão de pessoas tentando se organizar entre despedidas, beijinhos e bilhetes para embarque...não o ví, será que ele não chegou? será que não vem? Tentei o celular: fora de área, droga!!

O horário do embarque já se esgotava, resolví entrar e me acomodar enquanto pensava no que fazer...se ele não aparecesse? Disse meu nome ao imediato na entrada: Esmeralda.

" Pois não Sra. Seja bem Vinda ao XXX ( não vou fazer propaganda do navio.Rssss). Seu companheiro de cabine já está lhe aguardando" .

Fui nas núvens e voltei aliviada...era bem a cara dele me matar de suspense, pensei em quantos tapas iria dar naquele cretino quando o encontrasse, por me fazer quase enfartar de apreensão. Me dirigí com passos rápidos até a cabine indicada, meu coração batia descompassado num misto de ansiedade,raiva e saudades... há quanto tempo não nos víamos pessoalmente? uns 14,15 meses talvez...a saudade era imensa, durante todo esse tempo, não houve um só dia em que não estivéssemos juntos no MSN compartilhando nossas vidas, nossos desejos, nossa paixão proibida.

Parei em frente à porta, respirei fundo na tentativa de acalmar meu coração, ajeitei o cabelo desalinhado pelo vento e pela correria, respirei fundo mais uma vez e abrí a porta...entrei.

Era uma cabine decorada com requinte, uma cama de casal perfeitamente arrumada com pétalas de rosas jogadas por cima, cortinas, móveis escolhidos com bom gosto, no lugar de janelas, uma sacada com vista para a imensidão do mar. Um perfume suave pairava no ar,sobre os móveis velas aromáticas revelavam a origem do cheiro inebriante. No canto esquerdo uma mesinha com um balde de gelo e uma champanhe, duas taças ao lado. Ao longe podia ouvir o burburinho das pessoas em busca de acomodações e o som pacificador do mar. frações de segundos se passaram.

Respirei fundo novamente e só então me dei conta de que ainda estava na entrada da cabine, depois que a porta se fechou atrás de mim, não havia dado mais nem um passo.

No canto direito uma porta que dava para o banheiro se abriu, meu coração despertou daquela trégua da chegada e se pôs a galopar desesperado em meu peito ao ver aquele sorriso, aquele lindo sorriso que há muito só via pela webcam. Antes que eu pudesse fazer qualquer movimento, aquele homem másculo envolvido num roupão branco já estava com meu corpo enlaçado em seus braços, antes que eu conseguisse pronunciar qualquer palavra aquela boca sedutora ja me dominava num beijo que não consigo descrever aqui, tamanha era a fúria, a luxúria, o desejo concentrado naquele beijo que me invadia a alma e me tirava todas as forças...um beijo que me deixou tonta, pernas vacilantes, pele arrepiada como se o calor daquele corpo fosse mais frio que o vento noturno em alto mar.

Meu Deus!! Como eu desejava aquele beijo tantas vezes descrito na tela do notebook, agora estava alá saboreando cada centímetro daquela boca, degustando o sabor daquele homem, sorvendo sua alma entre dentes, linguas,lábios que se sugam com prazer e avidez. Palavras interrompidas murmuradas sem que os lábios pudessem se afastar.

- Meu ...amor... sau...dades...meu...huumm...

E fomos assim, bocas grudadas num beijo sem fim, que nos jogamos na cama. Sua mão direita subindo pelas minhas coxas, apertando, apalpando, se direcionando até minha bunda enquanto a esquerda acariciava minha nuca e desalinhava meus cabelos bem mais que o vento lá fora.

Eu já não me lembrava dos tapas que tinha prometido dar-lhe, ocupava minhas mãos em abrir seu roupão e sentir seu corpo nú, cheirando a sabonete. Enquanto me perdia naqueles beijos sedentos, tentava me encontrar segurando firme seus braços, apertando seu torax malhado, apalpando sua bunda gostosa num frenesí de emoções e tesão.

Meu vestido já estava todo levantado até a cintura, meus seios já expostos comprimidos pelo peito de meu macho que, depois do que pareceu uma eternidade, abandonou minha boca para descer beijando minha nuca, meu pescoço, sugando, lambendo meu colo com maestria me deixando louca de desejo de que ele já abocanhasse meus mamilos duros de tanto tesão. Quando finalmente sentí um beijo no biquinho do meu peito, um arrepio percorreu minha espinha, não pude segurar um gemido longo e manhoso quando sentí aquela boca quente abocanhando meu seio, sugando meus mamilos, mamando gostoso me fazendo enlouquecer de prazer.

A essas alturas nossos corpos já não se distinguiam um do outro, totalmente entregues à necessidade de explorar cada pedacinho do outro, todos os nossos sentidos se voltavam para essa tarefa, tato, audição, paladar, visão e olfato, todos juntos na busca do prazer de ter seu objeto de paixão alí, presente sem a intermediação da tela de um computador.

Suas mãos percorriam meu corpo e, num rápido movimento meu vestido foi para no chão, meu Cavaleiro se afastou e pôs-se de joelhos em cima da cama, por entre minhas pernas, nessa posição eu estava totalmente indefesa, deitada apenas de calcinha e sandálias, exposta ao olhar de meu macho que vasculhava cada centímetro de meu corpo, calmo, sério, sedutor...meu coração parecia que ía saltar pela boca, tendo aquele homem altivo por sobre mim me examinando com o olhar de um especialista...o olhar de um caçador examinando sua presa abatida...imperativo, me dominava com aquele olhar. Eu queria fazer alguma coisa, me mexer,fala, sei lá...mas simplismente não tinha forças...sentia minha buceta latejar, meu grelo piscava durinho, escorria o mel de minha xana como prova de todo tesão que aquele momento me proporcionava. Eu estava completamente entregue, ofegante, desarmada.

Naquela posição, eu tinha uma visão privilegiada de seu corpo. Nossa, que homem!! 1,75 de altura, rosto viril, queixo quadrado, nariz grande e olhos negros como a noite sem luar...seu corpo moreno claro, mahado, braços firmes desenhados pelo Jiujitsu, pernas musculosas, na barriga pelinhosos deliciosos que desciam até encontrar com os pêlos pubianos perfeitamente aparados emoldurando um lindo, duro, grande e maravilhoso cacete de uns 21 ou 22 cm ( nunca medimos Rssss).

Nossos olhos se encontraram nesse momento em que nos estudávamos, e nessa aternidade ficamos a nos olhar nos olhos, corações batendo feito louco, podia ouvir nossa respiração mais forte e, calados, nessa troca de olhares o mundo parou, sentia que nada mais importava, que não existia mais certo ou errado...existia apenas meu Cavaleiro e eu...e enquanto uma lágrima teimava em escorrer dos meus olhos, com um sorriso terno meu Caçador se inclinou e a recolheu com seus lábios, beijando meu rosto suavemente e falando com sua voz rouca:

- Minha bela Esmeralda, meu amor...eu te amo.... eu te amo...eu te amo. Falava e beijava, beijava e falava que me amava.

Acho que naquele momento eu poderia morrer, porque me sentia no céu.

Eu o abracei enquanto sentia seus beijos se intensificarem novamente, de ternos passaram a lascivos e, finalmente, devoradores... é impressionante como ele sabe como me beijar com luxúria, de uma forma que me acende, me deixa enlouquecida, sedenta. Sua lingua explorando toda minha boca, seus lábios sugando todo meu ser através daquele beijo.

Meu Cavaleiro apalpava meu corpo com desejo, suas mãos firmes me faziam sentir a força de seu tesão, passou a beijar todo o meus corpo, beijar meus seios, chupar meus braços, meus mamilos, lember meu colo, minha barriga, uma lambida mais demorada por meu umbigo me fez arrepiar e me contorcer jogando meu quadril pra cima, sentí suas mãos apertando minha bunda e sua boca alcançando minha buceta por cima da calcinha, já totalmente melada de tanto tesão... suas mãos por trás abrindo minha bunda e na frente o desgraçado mordiscava minha xana, cheirava e beijava sem tirar a calcinha, eu não aguentava mais de desejo, tratei eu mesma de puxar a calcinha e no movimento de levantar as pernas para tirá-la quase vou à loucura ao sentir a invazão daquele homem com sua lingua, dando uma chupada longa e firme, abocanhando de uma só vez minha buceta que latejada, já dolorida pelas contrações de tesão...um choque elétrico percorreu meu corpo e não sei como explicar pra vcs as sensações que meu macho arrancava de mim com as chupadas, lambidas e mordidinhas que dava~em minha buceta. Meu grelo, já muito duro, latejava e parecia que eu iria morrer de prazer quando ele o chupava demoradamente, para depois deixá-lo e enfiar a lingua toda na minha buceta...seus dedos percorriam a entrada de meu cuzinho, apertava minha bunda e fazia movimentos no meu cuzinho enqunto chupava minha buceta com avidez, como se eu fosse a última coisa que ela comeria em toda a sua vida...eu me contorcia, me contraía..rebolava e gemia feito uma cadela no cio...ele balbuciava palavras entrecortadas pelas chupadas e lambidas que me dava...estávamos loucos de sede e estávamos tratando de saciá-la.

- aaaaahhhhhhh....huuuuuuuuummmm....deliciaaaa...deliciaaaaa- eu gemia cada vez mais altos e descontrolada. Certamente quem passasse pela porta da cabine ouviria meus gritos e gemidos de gata no cio.

Agarrava sua cabeça e forçava contra minha buceta, rebolando e esfregando, gritando num misto de loucura e prazer...não podia mais segurar o gozo e meu Cavaleiro percebendo isso enfiou um dedo todo no meu cú de uma só vez e acelerou as chupadas em minha bucetas.....

-aaahhhhhh desgraçadoooooooo ...me faz go..zarrr...tô...gozandoooooooo...pooorraaaaa...gos...tooossooo...aaiaiiiii...meu...paiiiiiii...vou morrerrr...aaaaaaaiiiiiiiiiii

Quanto mais eu gritava me contorcendo na cama, mais meu macho me fodia com a lingua, me chupando o grelo e metia o dedo no meu cú, me fazendo ver estrelas, me faltando o fôlego...teve momentos que eu pensei que fosse desmaiar de tanto gozo... ele nunca parava até que eu estivesse completamente esgotada de tanto gozar...e gozei feito uma puta desvairada até não suportar mais e me jogar desfalecida, quieta, implorando para que ele parasse pois não aguentava mais tanto prazer. Meu corpo tremia, minha cabeça girava, minha respiração era falha...era maravilhoso gozar na boca de meu homem, apenas ele conseguia me fazer morrer de prazer daquele jeito, tão demorado, tão gostoso, tão louco.

- Parar? Esperei mais de um ano pra te ter comigo... agora que comecei minha putinha gostosa - Disse ele sorrindo e voltando a beijar meu umbigo.

Continuou me beijando e subindo até meus seios, chupando, falando e beijando:

-Que buceta gostosa vc tem minha Esmeralda...adoro teu gosto de cadela vagabunda... adoro mamar em teus peitos ...adoro te foder gotosa do caralho...não sei como consigo ficar tanto tempo longe de vc... minha vida. - E beijando mais e mais meu corpo.

Clark sabe que fico enlouquecida quando ele começa a me falar baixarias, adoro quando me xinga e ele sabe usar isso pra me deixar maluca...meu corpo reagiu imediatamente às suas palavras, sempre foi assim, mesmo pelo MSN, quando ele começa e me xingar de vagabunda, puta, cadela...nossa!! isso mexe comigo, me deixa louca de tesão. E o desgraçado sabe disso!

- Vem cá...me dá essa boca aqui vagabunda...sente o gosto de tua buceta em minha boca... - e me beijava com luxúria despertando cada centímetro de meu corpo novamente.

Eu entrelacei minhas pernas em suas costas, abraçando seu corpo com minhas pernas e buscando seu caralho com uma das mãos...seu pau estava duro, enorme, ele tem o pau muito grande e isso me assustava no início mais, ou mesmo tempo, me enche de tesão em ter aquele vara toda me rasgando.

- Ahh isso cadelinha...já despertou de novo putinha? Rssss Não era vc quem tava pedindo para parar? Rssss - e me beijava e sorria satisfeito em constatar que faz de mim o que bem quer.

Eu já gemia novamente pedindo rôla.

- Pára de falar e me fode desgraçado...huummm...tô louca pra ter vc me rasgando seu puto...aahhh...anda meu macho gostoso...aaiii..., me fode com esse caralho enorme...veeeem acaba comigooo...acaba com essa saudadeeee...hhuuumm

- Pede direito porra...pede com jeitinho vagabunda ... - o filho da puta sorria e esfregava a cabeça do cacete no meu grelo pra me enlouquecer.

- aahhhhh vaiiii...meteeee...pelo amor...de deus...mete essa picaaa porraaaa - eu tentava em vão arquear e subir o quadril pra que seu pau entrasse em mim, mas ele se esquivava e só esfregava a rôla no meu pinguelo. Eu já enlouquecida de tesão rebolava e gemia e implorava por aquele cacete dentro de mim.

- hhuuummmm...que porraaaaa...me fodee...aaaiii me fodeeee...por favor amor...vai...huuummm...fode tua Esmeraldaaaa....aahhhh fode tua puta fode?!... enfia esse cacete em tua vagabunda...enfia...

Nem terminei de falar e sentir uma forte estocada me rasgando as entranhas...AAIiii...hhuuumm

HHHH...AAHHHH... sentí aquele mastro maravilhoso me invadir, me preencher, entrando em minha buceta molhada e latejando de tesão...me sentí completa, plena...como é gostoso...gostoso demais aquele homem me fodendo daquele jeito tão deseperado, tão cheio de desejo...

Meu cavaleiro me fodia forte e gemia de prazer, a acada estocada metia mais fundo em minha buceta... eu abri as pernas e cruzei por cima de suas costas num abraço apertado, prendendo aquele homem pra sempre entre minhas pernas, dentro de mim...seu pau é muito grande e me preenche por completo...suas estocadas cada vez mais fortes, num movimento cadenciado até que encontramos nosso rítmo e juntos permanecemos nessas dança erótica por vários minutos. Meu corpo se contorcendo de prazer, o seu corpo num exercício louco e desvairado de meter sem parar sua pica em mim gemendo, falando beijando:

- Gostosaaaa...vadia gostosaaa...- e me beijava e me fodia- Deliciaaaaa...puta.

- Vai...não era isso?...aaahhhh....isso... assimm...come tua putaaa...hhhh...não era isso que queria meu amor? aahhh

- aahhh...cadela...vc sabe que te quero...que sou louco por vc...uhuhuh...que vc é meu amor...o amor da minha vida...aahhh

Nos beijávamos, nos apertávamos, nos falávamos numa mistura louca de xingamentos e declarações de amor...num rítmo alucinante de estocadas com fúria e desejo...numa loucura de sentidos e prazeres que só dois apaixonados entendem...nossos corpos suavam quentes e determinados a extrair daquele momento todo o prazer possível aos mortais...nos olhamos cúmplicies nos olhos...eu sabia, estávamos a ponto de explodir e não conseguiríamos segurar o gozo pelo por mais tempo...eu sorrí jogando a cabeça pra trás e me entregando ao violento gozo que meu corpo anunciava. Meu Cavaleiro apertou os lábios, gemeu um "Caralhooo" entre os dentes e meteu com mais força sua pica em mim, parecia que ira enfiar as bolas...e gozamos juntos...com gemidos e hurros de prazer...com a intencidade dos amantes...dos amores proibidos...meu corpo numa convulsão de gozo...ele de olhos semi fechados, caretas e sorrisos num gozo lindo de macho vitorioso.

Ficamos abraçados assim por alguns segundos, pernas e braços entrelaçados, respirando o ar marinho tentando recobrar os sentidos. Até que ele levantou, pegou a champanhe e sorrindo anunciou:

- Vamos comemorar minha rainha, hoje é apenas o primeiro dia de nosso cruzeiro!

Confesso ...não tenho palavras para descrever à vcs, meus pacientes leitores, a minha sensação de felicidade.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/03/2014 20:03:53
Nossa, baby, que conto irado! Meu pau tá estourando na cueca e vou ter q tocar uma pensando em vc. Cara sortudo esse, q conseguir ficar contigo numa cabine de um navio. Leia os meus pra saber como eu sou. Beijo, beijo e beijo!
02/01/2014 20:50:18
Muito bom, parabens, http://drmenage.wordpress.com/.
04/12/2012 15:09:50
Nota 10! Adorei! Sua escrita é muito boa, fiquei com vontade de fazer um cruzeiro agora, rs
04/12/2012 11:58:03
Obrigada Yuzo, que bom que vc ficou verde... bom, a continuação desse conto está em "Loucuras em um Cruzeiro", leia e me diga que cor vc fica.ok? Beijocas
26/05/2012 10:24:07
Obrigada meninos pelos comentários de meu conto...Logo,logo estarei postando mais um dia desse cruzeiro. Beijocas.
16/05/2012 03:16:16
Esmeralda ... esmeralda ... ssim vc judia rsss como não te dar nota 10? Sempre digo aqui tem relatos que nos levam a cena e nos fazem ser entrepidos admiradores vc consegue isso em seu relatos desde o primeiro parabéns maravilhodo relato 10 nada menos que isso 10 e continue postando seu desejos e aventuras pois apenas quem te conheçe desde o pprimeiro relato sabe que vc é isso tudo adorei ... adoreibeijos e 1!
16/05/2012 03:00:14
Muito bem escrito! vale um 10!!! Visite clube-de-casais.blogspot.com.br e conheça pessoas liberais!!!
15/05/2012 23:39:06
Tesão! Fiquei de pau duro!Dez! leia os meus também, tenho certeza que ficará meladinha!... lá tem meu msn, me adiciona, vou adorar te conhecer!




Online porn video at mobile phone


novinhas.abrir.buzentacurrada pelos negões no carnavalcoroa pelada toda melada de margarinavilmer pornoquero os melhores contos eróticos de enteadas brigonas com fotosPorno conto mae no msncontos erotico abusando da irma pequenacontos erotico minha mae insistiu eu fazer nudismoPauzundo entrando ate talo na buceta contosContos eroticos casais e pintudos fantasiasSexocompaixaoConto erotico arrombei minhA tia 25cm grosso no acampamentonovinho cabaco de 15 menino sendo pego pelo tiozaosobrinho e tio pentelhudos sozinhis na fazenda contosnovinha xeia de pintas na bct na siriricacontos corno grupalzoofilia no Congopunindo escrava sadomasoquismominha colega foi estuprada por tres piçudos e gozaram dentro delacontos eróticos garotinhoporno e escondim uma camera e vim a putarinhaconto de rasgaro meu cuzinho virgem com a pica grandecontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhaporno pai e filhinha no maio sarocontos eróticos a irmã de minha espoza bunduda e coxudaincesto com meu vô contosCovidei meu amigo pra toma uma cerveja em casa depois comemos minha esposa casa dos contosneguei sexo ao meu marido e ele me pegou a força sexoconto erotico flagrei meu irmao comendo mamaeXVIII minha mulher com negaoMeu Padrasto parte-01 Autor Alex - Casa Dos Contoscontos anal c cavalos e tourosincesto com meu vô contosporno irado sexo no salã de belezamorena de 58kg dando a bucetavideos arrancando a virgindade da novinha sem piedade que deu por dinheiroIniciando uma bixinhavídeo pornô a novinha tomando banho com gosma e sanguemeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machoporno xxvideos meninas sentodo o cu em cima do pau mostando a bucetatia pasa de camisola perto do sobrinho e ele fica com tesaopenetração forçada do pistoludoconto erotico mulherzinhaquero ver madrasta chupa sua em teada dormindocontos eroticos de mulher de manausXvideo vou contar como acabei transando com uma irma da minha igreja elaera casadaxvideo decks ja jantar filho come a mãe e pai come a filianovinha com beloto do grelo grandexxxpastora que manda marido chupa rola e da cu pornomulher matematica com pau no cu e pedindo mais pornoensopando o cuzinho com gelgostosa gordinhas tirando cabeçavideo porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçafilme porno fazemdeira dando pro piao dotadohomens com rolas veiúdas transandocontos eróticos muleconaquantos centímetros tem o penes do pro boteinoconto comi uma eguacontos chantagiei a filha do pastorconto erotico sou travesti e vendi meu cumarido corno procura homem para esposa puta em porto alegremorena de 58kg dando a bucetaseja perguntei a vida de sexo de travesti pornô com a nossa prima de vozcontos porno padre gaycoroa e varoa safadavídeo caseiro pornô mulher no macacão com passando a mão na buceta dela gordafilha pega mae fodeno com 40cm de rolapeguei na cinturinha e soquei tudo sem ela perceber no cuzinho ai amor nao quero mais vc me maxhucou xvideosFOTOS CONTOS DE SEXO DE UM JARDINEIRO PIROCUDO COM SENHORAS CASADAStravestd nusver mulhe chutando bocetareginapornodoido pesso para dormir por que tenho medo de trovõesbucetavideo porno de homen com fimosevideo porno com Malumandevídeo de putaria as baixinha índia gostosa pronto para tocar de ouvidoa infidelidade da irmã resolve dar a buceta ao irmão mais novoFamília Sacana Tufos -comendo as irmãs safadinhasdominando um casalcontos eróticos​, praia de nudismoxvidio confusão em família pai gosou dentro da bucetaxvideo negao esfregando uma pica ezajeradavídeos de pornô os tios do p********* e grosso tirando a virgindade das Sobrinhas quando mete o pau ela se caga todinha e se mijacontos erticos negão de pau gigante ragando cu de passivo sem doprovoquei meu irmao so de calcinha e ele me arrombou todinhafotos porno ebano e marfimcontos eróticos de doutor advogado e clienteContos eróticos gay quatro guri arrombaram meu cuporno doido sapatona transando♥♡♥♡♥♡♥♡chupando buseta labefo pasda mso bocs