Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

AS PRETINHAS PUTINHAS 2

Autor: valeriobh
Categoria:
Data: 02/08/2012 20:02:40
Nota 10.00
Assuntos:
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Não consegui dormir naquela noite. A todo momento vinha à mente a imagem da pretinha de 15 anos sentada na minha pica, tendo a xoxota penetrada e os seios pontudos sugados. Mais prazeroso foi relembrar a cena dela escondida em baixo da mesa chupando meu pau a poucos metros da minha esposa. Nenhuma mulher que eu havia comido chegou a ter tamanha safadeza. Só consegui cochilar e por isso acabei acordando mais tarde, por volta das 9h. Ainda de pijama encontrei minha esposa na cozinha, já que dávamos folga a empregada nos finais de semana. Estava tomando café quando minha esposa disse que as meninas estavam brincando na piscina. Não sei de onde tirei aquilo, mas disse que iria voltar pro quarto porque não me encontrava bem. Na verdade não sabia como olhar nos olhos dela depois da noite passada. Também tinha receio dela comentar algo inapropriado. Minha esposa então me pediu que tomasse conta das meninas, porque iria passar na casa da irmã dela, que ficava em outro bairro distante, e que as duas iriam juntas ao supermercado, somente retornando por volta das 13h, quando sairíamos pra almoçar. Assim que o carro partiu, vesti minha sunga e fui pra piscina. Assim que elas me viram, sorriram e me chamaram pra dentro d’água. Como um adolescente embasbacado, entrei na água e fui pra perto delas. Elas me pediram pra abrir as pernas e passaram a mergulhar e nadar por entre minhas pernas. Na terceira vez percebi que Tânia, a mais velha de 15 anos, nadava e encostava a mão no meu pau, que aos poucos foi endurecendo até ficar totalmente duro. Ao invés de tentar esconder, porque a novinha da Tainá de 14 anos ainda não tinha visto minha rola, permaneci do mesmo jeito. Quando a cabeça da rola começou a despontar por cima da sunga, Tânia me pediu para segura-la porque ela queria boiar. A coloquei aplumada na água, apoiando as mãos na sua cabeça e bunda. Quando ela abriu ligeiramente as pernas, coloquei meu dedo do meio na racha da buceta, mas por cima da calcinha e passei a bolinar. Quando ela mordeu os lábios, arredei a calcinha pro lado e introduzi o dedo dentro da xoxota melada dela. Estava tão entretido naquela putaria que havia esquecido da irmã caçula da jovem putinha, e quando olhei pro lado a vi sentada na beirada da piscina, com um dedo dentro da calcinha, brincando com a bucetinha. Ela rapidamente retirou o dedo e disse que era a vez dela aprender a boiar. Tânia saiu e cedeu lugar a irmã. Inicialmente agi sem abusar da menina, mas quando ela disse “tio, quero que você faça igual como fez na minha irmã”, ao mesmo tempo em que abria as coxas, entendi que a putinha também queria ser bolinada na xoxota, e sem pudor arredei a calcinha pro lado e passei a friccionar a vagininha lisinha. A falange do meu dedo já havia entrado no interior dela, e quando fiz menção e colocar todo o dedo, ela falou que ainda era virgem. Tirei o dedo e lambi olhando lascivamente pra ela. Ela sorriu e saiu da piscina, dizendo que iria ao banheiro. Me aproximei da Tânia e a trouxe pra próximo de mim. Ela encaixou as pernas na minha cintura e passou a beijar minha boca apaixonadamente.Ela mesma tratou de tirar minha rola da sunga, arredar a calcinha pro lado e encaixar a cabeça na xoxota, que logo sugou a pica até o final. Estávamos num frenético via-vem dentro d’água quando olhei e vi Tainá com a calcinha arredada esfregando o dedo na xoxota.Como não podia gozar dentro da jovem pretinha, tirei a rola e a puxei pra fora da piscina, parando em frente à irmãzinha dela. Ela ficou parada apenas olhando fixamente minha rola, e somente saiu do transe quando disse “chupa”, e logo senti seus grandes lábios abocanhar a chapeleta. Como ela não sabia chupar como a irmã, coloquei as duas putinhas uma ao lado da outra e mandei a mais velha ensinar a caçula, e logo elas dividiam avidamente minha pica, até receberem os primeiros jatos de porra, na cara e boca. Meu tesão era tão grande que mesmo tendo gozado a pica não amoleceu. Coloquei Tainá deitada na mesa, tirei sua calcinha e passei a chupar sua xoxota semidepilada. Era uma buceta gordinha, com um grande caput de fusca. Quando a nova putinha começou a gemer de prazer, ajeitei a rola na entrada da xoxota e passei a esfregar. Uma parte de mim queria meter, e a outra não, por ela ser nova e virgem. Após quase um minuto naquele esfrega, a própria Tainá pediu “tio, mete em mim”. Olhei nos seus olhos e perguntei se era aquilo mesmo que ela queria, tendo que respondido que sim, que há muito tempo sonhava em ser comida como a irmã era fudida pelo padrasto. Lentamente minha rola foi deslizando pra dentro dela, somente parando quando senti a resistência do hímen. Quando dei uma parada, a putinha da Tânia empurrou minha cintura pra frente, mandando que tirasse logo o cabaço da irmã. O pau deslizou ao mesmo tempo em que Tainá apenas gemeu e suspirou. Pronto, o cabaço havia sido estourado. Após uma breve pausa para que ela se acostumasse com o invasor, passei a bombar suavemente ao mesmo tempo em que apertava e chupava seus seios. Nunca havia estourado um cabaço na vida, e quando olhava pro pau e o vi sujo de sangue, mais tesão sentia, até não mais agüentar e gozar dentro dela, pouco me importando com as conseqüências. As chamei para o banheiro da piscina, e quando estávamos ensaboados, passei a enfiar os dedos nos cuzinhos das irmãzinhas safadas e quando a rola voltou a endurecer, coloquei a mais velha apoiada na parede e aproveitando que meu pau e o cu dela estavam ensaboados, ajeitei a rola na olhota e fui lentamente empurrando, até preencher completamente seu rabo e inundar seu intestino de porra. Elas já haviam retornado pra piscina quando ouvi o barulho da garagem ser aberta. Corri pro meu quarto e coloquei o pijama, deitando na cama, falando pra minha esposa que eu estava passando mal, porque havia comido mais que agüentava. Perguntei pelas meninas e ela disse que as crianças continuavam na piscina. Me fiz de difícil, mas acabei deixando ela me convencer a trazer as meninas mais vezes pra nossa casa, inclusive passando as férias interias conosco. Ela ficou tão contente quando eu passei a comprar presentes pras nossas afilhadas, e até sugeriu que eu ficasse sozinho com elas numa viagem a praia. ([email protected])

Comentários

18/08/2017 09:15:06
estou aguardando mais historias das pretinhas, contos muito bom, nota 10
16/03/2014 10:32:40
Cara de sorte vc heim. Nota máxima!
11/08/2012 08:21:41
Tudo de bom. Qdo uma putinha quer não tem quem impeça de dar. A buceta fica em chamas sedenta por rola. O corpo pede um macho experiente pra meter, chupar, dar gostoso e quanto mais safado melhor.
02/08/2012 23:42:41

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


videos de homem pecando na puçeta de a coroaconto erotico gay minha tia me transformou em meninapai a morosa w filha adorada porno doidonovinhas grupalweb cam xvideoscomocomia a minha tiasem ela saber- Casa dosContoscontos eroticos colega negão estuprando o novinho gaymulher caga incontrolavelmente no sexomulhepega outrana ponbahomens passando o dedo na buceta das mulheres e elas alteradasporno fodie minha entiada no cusaocontos erotico sobrinho pausudo so de sungaacordei galada de tanto gemer sonhei com uma ponba que me fez gemer video porno baixarcasa dos contos eroticos o padrasto so quis as pregasrickcafajeste30.blogvidio eline falando seu nome eem qunto fode vidio pornoPorno contos maes lesbicas ensinam masturbacao as bem novinhas iniciacaocontos eróticos suportando três cacetes com carinho e amorcontos erotico minha sobrinha veio em casacão mete ate o talo na bucetinha de uma virgem q fica grudado na buceta dela e ela tenta tirarcontos eroticos climax daputinha dando pros amigospornodoidomadrasta me oçhandoxvidio homem velhoe mulher bem velha tranzandoxvd irma bati punheta para o irmao e nao rezisti e da pra elexvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delacontos saunas velhos chubbys gaysfunk pancada novinha loirinha fudendo muito e meninas também cheirando muitoXVídeos as novinhas de calça folgado na fila do mercadoso puta dancando sexual e menor mostrando o peitinho e bucetinha enchada marcado a calcinhachupando o cassetao do viado gay dos peitaocontos eróticos iniciada por minha tiamundobicha policial me revistando na estradaconto gay o nerd e o bad boy 7patricinha do olho azul vai perder virgindade com irmao e fica cheia de frescura e chorando com dor video pornolevando a cunhada para tomar injeção no bumbumpequeninhacontoscontos de safadeza um andarilho fudeu minha mulherrabuda na garupa da moto o vesdidinho sobi e mostra a caucinhayoutube tarado comeu novinhas mobilizado sexaul tirado a roupa nuasxvidio porno zelado comi fazedeiradei xoxota para meu pai pausado de manhã, contos incesto fotoscontoserotecos minha mulher com bunda cheia de porravideo porno casada nao estava mas sim.segurado pra chupa o mau do amigoagarrou e comeu gostoso kookbaixar video porno louca paixaoflagrei meu irmao comendo nossa mãemeu primo tirou minha cueca e cheirou minha rolaVanessa queria brincar mais não imaginava que ia encontrar pela a frente um monte de safadinhos taradosnao saio de casa e um plugno cuzinhovideos de novinhas perdendo o selinho e chorando na hora que o pau entra na bucetinha viagem delaslactofilia com leite materno fetichetentando meter com pinto inchadocontos apalpando sogra perto do sogrogang gang varios machos da familia italiana fodendo minha filha putaCharlene muito gostosa fode com negão dotadonovinha du grelao biteloContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangler conto erotico meu delegadobuceta da novinha tufadinha bucetao deitado de ladocontos eroticos uma doce de cunhadacontos sogro e noraXVídeo pornô a mulher se masturbando na rua andando no meio da rua Rosada molhadinha nenhuma Bruno metrô de todo canto g***** molhadinhaContos eróticos esposa e Sograver video e filme de veterinaria chupano abuceta da e gua na fasendairma no cio chupa tudo sem frescuracontos eróticos incestos fudendo a meia irmã filha do meu paixisvideo d buceta s cadela piscando n ciovideos mais ecitantes de todos os tempos homens peludos de sunga comen e tiram a virgindade de menina e gozam dentro de sua vagina video brasileiroconto erotico sou tratada como puta pelo meu sogro ele adora me chingartentando comer irma crentinhaesposa se acanha com punheta corno sexoContos sogra safada e fogoza seduz e se apaixona por seu genro e trasa elehomens roludos e picudos nu de rondoniaconto erotico decasais chupando pau maior 30cmcontos eroticos caguei no pauas baianas mais bucetudasa bucetinha depilada da minha mãe contosxvideo comendo a escrava fujona no tronco