Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

O imperador e eu parte VII

Autor: Gui's
Categoria: Homossexual
Data: 06/08/2012 12:36:01
Nota 9.88
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu não estava conseguindo, dormir direito fiquei pensando, será que ele esta gostando de min. Ou foi só um acordo militar mesmo, que na falta de uma princesa me mandaram, eu queria saber. Mas isso era uma coisa que eu iria saber bem mais tarde, por fim peguei no sono.

Acordei no outro dia com o sol batendo em meu rosto, logo que abri meu olho notei que Alexandre não estava mais na cama, e que eu estava sendo obicervado por alguns criados e Nazira que falou:

Nazira: bom dia habibi dormiu bem?

Chadin: dormi sim

Nazira: é to vendo por que já são 10:00 hr, pelo jeito a noite foi boa!rsrsrsrsrsrs

Chadin: não vi graça, aliás não aconteceu nada do que você esta pensando.

Nazira: mas eu não estava pensando nada, agora coma e se arrume temos que se despedir do seu irmão que parte hoje.

Chadin: tudo bem.

E assim fiz e me preparei, nada de muito exagerado só uma túnica azul, com um broche de bronze e cinto. Acompanhei Badezir até o navio onde muito relutantes nos despedimos, ele prometeu que assim que desse viria me visitar, ou eu ir a Siracusa.

Depois da partida do meu irmão, eu e Nazira fomos a Medina para escolher meus presentes, e é claro com um monte de guardas ao meu redor coisa que eu não gostava, o povo nos recebia bem em cada loja que nós entravamos, eu sei que comprei de tudo perfume, tecidos calçados, jóias e algumas coisas para Nazira.

Até que nós estávamos caminhado pela rua quando eu vi um homem correndo, com um saco nas costas e guardas atrás dele, eles apanharam o homem e começaram a agredilo, eu vendo aquilo não me contive embora Nazira tivesse falado para não me intrometer, não agüentei ver aquilo e fui ver o por que desta sena deplorável.

Chadin: o que está acontecendo ? por que estão agredindo esse homem.

Guarda:não se intrometa isso não é da sua conta, afinal quem é você Para repreender um guada do palácio?

Chadin: Na hora que eu ia responder ouço alguém chamar meu nome, “ Chadin”, quando me viro era Alexandre.

Alexandre fala para o guarda: o que esta acontecendo aqui?

Na mesma hora o guarda se curva quase tocando o chão e responde!

Majestade esse insolente, que se atreve a se meter nos assuntos que não são da sua conta.

Nessa hora em vi os olhos de Alexandre quase perfuraram o coração do guarda e ele disse.

Alexandre: esse insolente como você diz, é meu esposo ou seja seu senhor tanto quanto eu, e é melhor tratalo com o respeito que ele merrece.

No mesmo instante o guarda ficou pálido, e se atirou nos meus pés pedindo desculpas.

Chadin: eu consedo o meu perdão, mas por que estava agredindo esse pobre homem.

Guarda: majestade ele é um ladrão, e frutou o padeiro.

Eu olhei pro homem que estava no chão e perguntei, o que você robou? E ele respondeu

Homem: farinha meu senhor, para fazer pão e alimentar meus filhos. Alexandre vendo que o homem estava realmente necessitado falou pro guarda.

Alexandre: você espancando esse pobre homem por ele ter apanhado meio quilo de farinha?

Guarda: mas majestade é um ladrão deve ser punido!

Ai eu falei :

Chadin: meu senhor, quer disser Alexandre, você vai punir esse pobre homem por ele ter robado meio quilo de farinha para alimentar os filhos?

Alexandre: mas ele furtou Chadin, é um ladrão.

Chadin: um ladrão não pode ser culpado pelos seus atos meu senhor.

Alexandre: como assim?

Chadin: se o senhor submete seu povo, a um sistema que não a educação, e os costumes são corrompidos desde a infância, posso chegar a conclusão que cria ladrões para depois punilos, o que não é o caso deste homem que só quer alimentar os filhos.

Alexandre: está bem, liberem o homem.

Guarda; mais majesAlexandre: liberemmm, não ouvio.

Guarda sim senhor.

O guarda liberou o homem que foi aos pés de Alexandre agradecelo.

Homem: obrigado meu senhor obrigado.

Alexandre disse apontando para mim: a gradeça a ele, afinal foi ele que interviu por você.

O homem veio até mim e disse, se curvando.

Homem: muito obrigado, meu senhor, o senhor entreviu por mim achei que estava vendo um anjo, quando o vi se o aproximar de min.

Chadin: imagina um anjo eu, eu só fiz o que eu achei certo, a gora levantese qual seu nome?

Homem: meu nome é Tibur meu senhor.

Chadin: Tibur eu vou ver o que posso fazer por você e sua família, Nazira ajote o nome eo endereço desse homem.

Nazira: sim habib.

Então Nazira sai com homem, e Alexandre me fala.

Alexandre: me aconpanha de volta ao palácio?

Chadin: tudo bem, quando eu estava indo para a carruagem ele diz.

Alexandre: aonde você vai?

Chadin: por palácio com você!

Alexandre: não não você vai de cavalo comigo, pode ir montando aqui . Ele fez isso batendo na cela. Então eu montei no cavalo e ele atrás de mim, no caminho ele disse;

Alexandre: eu gostei muito da sua atitude com aquele homem, você soube ser benevolente.

Chadin: obrigado, meu pai me ensinou a não julgar ninguém pela aparência, ou pela classe social.

Alexandre: estou vendo que ele ensinou direitinho, você tem o coração bom e uma alma doce e pura.

Chadin: obrigado!

Alexandre: não tem que agradecer.

Naquele cavalo com Alexandre, envolvido em seu braços sentindo sua respiração no meu pescoço, me sentia protegido,eu comecei a sentir uma coisa diferente, foi me dando uns arrepios, uma vontade de nunca mais sair dali, mas como, eu só podia estar louco, eu estava começando a sentir algo por ele é isso?

Chegando ao palácio ele me ajuda a descer dos cavalos e se despede de mim de mim, e vai cuidar de seus afazeres, eu resolvo dar uma volta pelo imenso jardim para conhecelo melhor, quando ouço meu nome sendo chamado, era Perséfone a esposa de Alexandre.

Perséfone: Chadin, eu quero falar com você.

Chadin: sim majestade.

Perséfone: não presença me tratar formalmente, somos do mesmo patamar, companheiros consorte disse ela esboçando um sorriso, que retribui.

Chadin: mas então o que posso ser útil.

Perséfone: eu vim para pedir desculpas, pelo meu comportamento e o jeito que eu o recebi.

Chadin: imagina é normal afinal você, é esposa dele .

Perséfone: obrigado por entender meu lado, você é uma pessoa de bom caração mesmo como ouvi falar.

Chadin: a então quer dizer que já estão falando de mim?

Perséfone: estão sim, os acontecimentos na Medina já não é mais assunto exclusivo do povo.

Conversando com Perséfone notei que ela é uma pessoa muito boa, conheci uma pouco de sua história, como ela se casou de onde veio, e soube que estava grávida, ela me falou um pouco mais da corte, em quem eu podia ou não confiar essas coisa comuns em palácios, ela falou que Alexandre, embora não a amasse como ela sabia a tratava muito bem.

Por fim nos despedimos e eu fui para meus aposentos, onde fiquei lendo os papiros que Alexandre me deu até adormecer.

Bom pessoal esse é mais um capitulo do meu conto espero que gostem,e no próximo acho que já rola a “noite de núpcias” do casal, bem é isso até o próximo, a e meu email pra quem quiser conversar ou dar sua opinião é [email protected] Abraços.

Comentários

05/07/2016 12:27:03
Gostando demais
27/01/2013 06:18:49
Legal
13/09/2012 17:06:52
PERFEITO
07/08/2012 03:22:44
Ain! Que romântico! Que lindo! Continua por favor. Amei ler seu conto. Não demora pra postar imploro! Hahaha =]
06/08/2012 23:48:31
puxa esta muito legal!!!
06/08/2012 21:08:23
Apaixonante
06/08/2012 19:47:59
Amei!!! continua logo!
06/08/2012 15:31:43
Amei.
06/08/2012 14:40:30
06/08/2012 13:57:19
acho linda esse história, e vc consegui nos passar bem o que vc senti ao escrever. Não demore muito com a continuação que eu estou super curioso.
06/08/2012 13:31:59
Liiindo :D ameii

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


corno sendo humilhado lambendo direitinho buceta cheia de gozocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove me estuprou dormindo quando eu tinha nove anosvideos de sexo brasileiro olha o tamanho dessas meninas ainda nem naceu pelo na bucetinha metendo com pauzudo cNovinha da cuzinho no enlevadoconto minha tia tesuda peladazoofilia homem fode potra recém nascidaCuidando das amiguinhas da minha irma contosso vidio maquinasexiquero baixar pornô novinha sentada no sofá completando campainhacoxando disfarsadamente e rabuda deixandocontos corno e meus amigos pegamos minha esposa rabuda de fio contosperdi a virgindade pq quiz conto incetocú do neltinho arrombadomule butado dei dedo no cucomentários350 anal de meninasporno sogru peganu tu nora a forsavídeo de sexo com mulheres acorrentada em senzalaas pornoporno novinha fica brava porque a camisinha estourou e ele nao avisouminha mulher domestica comida pelo cacetudocontos sou lesbica e gosto de scatnora safadas descobri que sogro tem a pica enormecontos eroticos aprendendo a dirigirxvidios estorando as prega das cuzudaspervertido passando a mao na bucetinhahomem nu vi fugindo de cachorro dentro de um quartos com uma mulher so com a vaginas do cu de fora aí eles fazem sexoxoxotas gostosas morenas atirar espermafui dançar e fui fudida por um pauzudoCorno humilhado na lua de melcontos de sexo raspei minha bucetacontos erot os y iccontos+corno mulherzinhaporno.padrasto.esculacha.panteras.xxvídeos porno de bonecas de prático gigantesmenos viciada novinha molhada cracudos pornôwww.guarda costa da granfina pornoCasa dos Contos Eróticos sogra gritou chorou e pegou na pica do genrocontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramchupo e emguliu apora toda xvideosrola gradi nocu danoviaFilme potnou com muljetesLukinhas contos eróticos gayscontos saunas velhos chubbys gaysvamos ver se vc aguenta minha pica toinha ate no talo na sua buceta virgem sexomenina fudedo de xortiu de dormiporno coeidoce nanda parte IV contos eroticoscontos gay Meupadrasto cavalo me fudeu part4gueixa mijonacontoseróticos invasão anal 3Velho brasileiro metendo mão na buceta da neta piranhahttp://conto me pagou pra me fudercadelas casadoscontoszoofiliaporno mulher malabarista da o cu no circommulheres contando qe 03homens comeram suabuceta em frente a seu maridoapaixonado por um hetero cap 19porn provocadeitaContos eroticos eu e minha amiga viramos putinhas desde pequeninhaNovos contos de incesto gang bang forcadocontos eróticos escritos de lactofiliaxvideos sentando no pau gostasenteeu quero mais homem pelado no da cabeça da rola bem folgado lonaContos eroticos anal de ipatinga mgFredzoo pornocontos eroticos peguei meu marido dando pro caseiro. negao adotei ele@nubianinfa.comoq a bliblia adiverte sobre sexso analnovinhohs gostososconto gemo muito ai ai dando cu para outro na frente do meu corno ele fica com tesaõO filme corno manso de verdade existir pornoxvideo porno irmao abraca a irma quando ela ta lavando aloucafavelenta xvideochego do serviço encontrar cunhado só de camisola e mete o paugustavo de carinha de anjo trepanose masturbando enguando o marido dormexvidioporno pego 2 mulher e comeu a buceta uma nao ageto e goza muitopau extraordinariamente grande e grosso gozando dentro e arrombando a bucetinha apertadinha da menina novinhaconto erótico assim nasce uma travesticontos chupei o grelinho da enteadinha a forçavideos dedadas de negao troncudo ativo em cu de ninfeto gostosobuceta de evangelica arrombada na igrejarelato meu prazer analcontos de mae vadia viciada na rola do filho