Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Espiei minha mãe sendo comida pelo meu tio... eu quis também! 1 (Conto do TETE)

Autor: TETE
Categoria: Heterossexual
Data: 20/09/2012 15:54:16
Última revisão: 10/01/2018 21:42:57
Nota 10.00
Ler comentários (9) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Faltava uma semana pra completar 17 anos quando descobri o que era sexo de verdade. Até então eram alguns beijinhos quase inocentes nos meninos na escola e conversas com as meninas sem nenhuma coisa séria.

Minha mãe era uma linda mulher de 35 anos, corpo maravilhoso, viúva, trabalhava de enfermeira no hospital da cidade.

Meu pai havia morrido em um acidente de caminhão quando eu tinha 5 anos, praticamente fui criada por meu tio Jorge que era irmão de meu pai e que morava com minha mãe fazia uns 3 anos. Meu tio Jorge era um homem lindo de 31 anos, olhos azuis e que desde que veio morar em casa sempre me paparicava com brinquedos, doces e muitos abraços. Era o tipo de homem que as mulheres da vizinhança viviam dando bola, minha mãe vivia falando mal delas.

Eu também tinha outro tio, Marcos, que morava perto de nossa casa, que sempre vinha nos visitar e também vivia me adulando.

Eu era loirinha com corpo bem desenvolvido...coxas grossas, bunda redonda bem grande, cinturinha, seios pequenos porem iriam ficar bem maiores, porque os da minha mãe eram bem grandes e o mais me chamava a atenção e depois vim a saber que também de todos os homens era minha bucetinha, alias uma buceta grande, cheinha com um clitóris bem saliente, que eu sentia ficar durinho quando andava de bicicleta e quando ia lavar a bucetinha no banho, era uma delicia sentir a água morna do chuveirinho no meu grelinho ( os banhos eram bem longos ).

Uma semana antes do meu aniversário, ao chegar à escola no período da tarde que estudava, tinha acontecido um acidente no transformador e como a escola ficou sem luz, todos foram dispensados da aula aquele dia. Após brincar um pouco com as colegas resolvi voltar pra casa e foi ai que descobri as safadezas de meu tio Jorge com minha mãe.

Ao chegar em casa escutei um gemidos estranhos e sem saber o porquê entrei quietinha intrigada com aquilo. Ao chegar em frente do quarto da minha mãe pela porta entreaberta a vi na cama com as pernas abertas e meu tio Jorge com a boca na buceta dela, lambendo-a todinha... minha mãe gemia e se contorcia toda... fiquei paralisada olhando aquela cena... logo em seguida meu tio se levantou e vi ele peladão... uma pica enorme, grande mesmo, dura com a cabeça vermelha... ele então puxou minha mãe pelos cabelos e começou a enfiar aquela pica na boca dela, não cabia nem metade... ele dizia vários palavrões... mas o que mais me marcou foi ele dizendo... chupa minha pica sua putinha safada... minha mãe parecida querer engolir aquilo tudo... ele tirava da boca dela e batia aquela pica no rosto dela e a chamava de puta, piranha, vadia.

Meu coração vendo aquela cena parecia que ia saltar pela boca... instintivamente levei a mão entre minhas pernas por debaixo da saia da escola e senti um calor e uma umidade que nunca tinha sentido antes... foi ai que meu tio deitou-se de barriga pra cima com aquela pica enorme apontando pro teto e minha mãe foi por cima e começou a enfiar aquilo tudo na buceta dela... pensei que ia rasgar ela no meio... era muito grande... mas minha mãe foi descendo devagarzinho e aquela pica foi desaparecendo dentro dela... em instantes ela começou a rebolar que nem uma louca em cima daquela pica gemendo alto... meu tio aproveitava e dava uns tapas na bunda dela, deixando-a vermelha... e dizia: rebola na minha pica putinha gostosa! Depois de alguns longos minutos minha mão deu um gemido bem forte quase gritando e gozou loucamente... minha mão entre minhas pernas estava completamente melada... chegava a escorrer pelas minhas coxas... eu havia tido meu primeiro orgasmo junto com minha mãe só olhando-a... imaginando-me no lugar dela sentada naquela pica enorme enterrada na minha bucetinha virgem... meu grelo que já era grande estava enorme e completamente duro de tesão... quase desfaleci de sentir tanto prazer vendo aquela cena incrível.

Mas ainda tinha mais... meu tio ainda não tinha gozado... ele era um garanhão... a colocou de bruços com um travesseiro em baixo... a bunda ficou bem alta... de onde eu estava minha visão era privilegiada... deitou-se sobre ela e foi enfiando a pica na buceta dela já toda inchada e metendo que nem um cavalo na égua no cio (minha mãe). Minha mãe rebolava e gemia alto... até que meu tio deu um grito e começou a gozar praticamente junto com minha mãe e eu de novo... senti minha mão melar e entre meus dedos escorrendo meu gozo intenso e copioso.

Sai cambaleando dali, entrei em meu quarto e deitei na minha cama praticamente desfalecida pelos intensos prazeres que havia sentido.

De uma coisa tive certeza a partir daquele dia... aquela pica enorme grossa e dura ia ter que entrar na minha buceta e me proporcionar prazer que eu havia assistido entre meu tio e minha mãe.

A partir daquele dia começaria uma nova vida cheia de safadezas.

No outro dia, mais calma, comecei a analisar o que havia acontecido e ai então começou a cair a ficha... sempre que minha mãe não estava em casa, principalmente porque ela trabalhava em turnos alternados... lembrei-me que meu tio sempre dava um jeito de fazer sentar em seu colo... brincava de fazer cócegas... dava-me tapinhas na bunda... dizendo que minha bunda era grande e podia apanhar um pouquinho... estas brincadeirinhas que agora percebia que não eram tão inocentes como eu imaginava.

Quando eu estava em casa e ficava com shortinhos bem folgado... minissaias... blusinhas curtinhas sem soutien... por diversas vezes, pude descobrir depois de ver o tamanho da pica dele, sempre senti um volume duro cutucando minha bunda e na minha bucetinha gorda, principalmente porque ele em casa também usava uns calções folgados e de tecidos bem finos... fazia tempos que tio Jorge me bolinava disfarçadamente.

Mas, agora eu estava sabendo do que se tratava e agora quem ia comandar as safadezas era eu... aquela pica que passei a desejar ia fazer exatamente tudo do jeito que eu queria... ele me desejava fazia bastante tempo e iria fazê-lo me desejar muito mais.

Depois de dois dias do acontecido... minha mãe foi trabalhar no turno da noite... logo que ela saiu... meu tio foi tomar banho... estava calor... colocou um dos shorts dele bem fininho e foi pra sala assistir TV. Logo em seguida passei na sala brinquei com ele, dizendo que ele estava muito cheiroso... que também ia tomar banho pra ficar cheirosa... ele então aproveitou e me deu um tapa na bunda (como quase sempre) dizendo pra tomar banho direitinho... então brinquei dizendo que o tapa que ele havia dado tava muito fraquinho... (iiiii...não doeu nada)... ai ele então se levantou do sofá deu uma corridinha me abraçou me apertando e me forçando a virar me deu mais 3 tapinhas na bunda (entrando no clima de safadeza que eu queria e que ele tanto gostava), só que com um pouquinho de força... ai dei um gritinho bem safadinho e disse: ai ai ai agora doeu... um pouquinho... e dei risadinhas... ele então me deu um tapa que realmente doeu... então eu dei um gritinho dizendo que agora tinha doido mesmo.

Então ele disse: não fica insultando não senão vou dar uns tapas bem dados mesmo....eu entrei no banheiro dizendo: seu maldoso... minha bundinha vai ficar vermelha...vou contar pra minha mãe!

Entrei no banheiro liguei o chuveiro e esfreguei meu grelinho (enorme) e em poucos segundos gozei... eu estava ficando louca de tesão com aquilo que tava acontecendo... tinha certeza que com ele também!

Depois do banho, coloquei um shortinho bem folgadinho, sem calcinha, um bustiê pequeno e fui pra sala.

A TV esta ligada... cheguei por trás dele e falei perto do ouvido... agora estou cheirosinha igual você... e dei um beijinho estalado no rosto dele.

Aí só pra provocar mais disse: o ultimo tapa que você deu ficou ardendo... ta vermelho (mentirinha só pra atiçar). Ele então disse: é mentira nem bati tão forte assim... era o que eu queria... fui na frente dele abaixei o lado do short onde tinha levado o tapa e mostrei praticamente um lado da bunda dizendo: ta doendo sim... fazendo carinha de choro...

Ele ficou quase sem fala olhando um pedaço da minha bunda e com minha ousadia... e engoliu seco... mas logo brincou dizendo: mentira ta branquinha... nem marca tem... retruquei dizendo que tinha ficado dolorida (mentirinha rsss). Levantei o short e olhei pro calção dele....aquele monumento já estava levantando...ele pegou uma almofada e disfarçadamente colocou em cima... sentei no mesmo sofá... o que eu tinha imaginado ia começar a acontecer... ele recuperado da minha atitude ousada que nunca tinha acontecido e começou a conversinha cheia de duplos sentidos.

Ta doendo mesmo minha princesa? (eu adorava quando ele me chamava assim)

Um pouquinho ...você foi muito ruim (abafei o riso)... quer que eu faça uma massagenzinha (quase não acreditei quando ele disse isso... se o tio prometer que não vai bater de novo... minha buceta já começava a melar... antevendo o que podia acontecer). Sorrindo ele disse: claro que não... vou pegar o óleo de amêndoa da tua mãe ela diz que faz bem pra pele...(eu não tava acreditando que ia acontecer coisa boa tão rápido).

Quando ele levantou tentou cobrir o volume que sua pica fazia no short, mas a almofada caiu e deu pra ver o tesão tinha tomado conta de seu corpo... com certeza eu não ia deixar de fazer tudo pra deixá-lo mais louco ainda...

Em segundos ele voltou com o óleo... eu rapidamente me virei de bruços, colocando uma almofada debaixo de meu ventre... minha bunda com certeza ficou maior ainda... pedi pra ele a almofada que tinha colocado em cima da pica pra tentar esconde-la e coloquei-a embaixo do meu rosto... ficando com um lado do rosto virado um pouquinho pra trás...ele ficou por instantes parado em pé... mas levantando meus pés sentou-se no sofá e colocou meus pés em seu colo... só de imaginar ele olhando pras minhas coxas, minha bunda arrebitada...minha buceta que já era grandinha devia estar enorme de inchada e toda melada... meu grelo então devia estar querendo furar o shortinho (ainda bem que era bem folgado rss)...eu ouvia a respiração pesada dele até que começamos o joguinho de sedução novamente...como vai fazer... abaixa o short um pouquinho onde ficou doendo... devagar abaixei o short deixando minha bunda enorme toda nua... ele suspirou

... pode passar tio...devagar ta...

Seus dedos pousaram em minha bunda deslizando meio de lado... extremamente quente... ele massageou e perguntou com a voz meia tremula... assim tá bom?

-Sim...é quente este óleo...é gostoso...

-eu passo de vez que quando na tua mãe...

-você bate na bunda dela também? (rss)

-de vez em quando...só que nela eu bato com mais força...(ele tinha entrado no clima de vez... devagarzinho deslizei os pés e senti a pica dele totalmente dura)

-mas ela não acha ruim de levar tapas? (eu era tão safada)

-ela gosta princesa...quase toda mulher gosta de uns tapinhas na hora de fazer amor (as mãos deles deslizavam pela minha bunda quase chegando no meu cuzinho que piscava que nem louco desejando que os dedos dele deslizassem por toda parte)

-tá bom a massagem? (ele sabia que eu estava de safadeza e já tinha resolvido com certeza aumentar o grau de tesão... senti que ele tirado a pica pra fora do calção e já estava esfregando-a nos meus pés... estava molhada)...

-vou massagear com um pouquinho mais de força... é mais gostoso... posso? Não vai doer princesa... eu prometo... (minha buceta tava completamente encharcada... eu esfregava meus pés descaradamente na pica dela...dura como ferro)... vamos tirar o short todo pra não ficar cheio de óleo... pode?

(sem pensar levantei o quadril e ele puxou o short deixando-me completamente nua... percebi que o short dele também há não estava em seu corpo).

Suas mãos começaram a deslizar por minhas nádegas desceram pelas minhas pernas... eu tremia e comecei a gemer bem baixinho... ele foi com as mãos até meus pés e pegou a pica e ficou fazendo que metia entre eles... quando seus dedos subiram pelas minhas coxas... encontraram minha buceta toda encharcada e dedilharam meu grelo inchado me fazendo gemer alto... aqueles dedos me levaram a loucura... ele enfiou um dedo no meu cuzinho me arrancando um gemido forte e eu disse gemendo... tá doendo...(de prazer)

Um tapa bem dado estalou na minha bunda... chamando-me a realidade... aiiiiii... agora doeuuuuu...outro tapa bem dado estalou na outra bunda e ai titio mostrou seu lado macho dizendo... cala a boca putinha... você ainda vai apanhar mais um pouquinho antes de gozar gostoso... sua vadiazinha safada... em seguida levei outro tapa forte e senti sua língua enfiando na minha buceta por trás e pegou meu grelo enorme sugando-o com força... quase desfaleci de tanto prazer... ele me virou de frente e chupou minha buceta toda... meu grelo pulsava entre os lábios dele... em segundos gozei pela primeira vez na boca de um homem... e que homem... minha buceta esta totalmente molhada... encharcada... ele me pegou e me colocou de frente sentada no colo dele... beijou-me na boca sugando minha língua e enfiando sua língua quente na minha... sua pica deslizava entre os lábios inchados de minha buceta... meu grelo sentia o calor daquela pica enorme esfregando nele... os tapas na minha bunda branca continuavam... suas palavras aumentavam meu tesão... vagabunda tarada igual a mãe... só uma pica na buceta pra acalmar uma vadia que nem você... princesa putinha... vou deixar tua buceta inchada... (eu estava doida que ele enfiasse aquela pica enorme de uma vez em mim)... ai ele começou a me torturar mais ainda antes de comer de uma vez... ele já sentia que ele era o dono do meu corpo e disse:

-pede pra eu meter na tua buceta sua putinha... pede senão não vou te comer...(eu estava em transe... doida pra sentir ele penetrar em mim... nem quase percebia o que ele estava querendo... me transformar em uma putinha submissa... era o que ele gostava... dominar a mulher... e eu começava e sentir que eu gostava de ser uma vadia bem vagabunda...igual ou mais que minha mãe)...quase sem percebi pedi... me come...por favor... quero dar pra você!

Levei um tapa forte no rosto e a voz do macho que ia ser meu dono... mandando... pede com vontade sua puta... pede meu pau na tua buceta... vagabunda... um tapa mais forte do outro lado do rosto... a pica no meio das minhas coxas deslizava entre os lábios da minha buceta me torturando... eu senti que ia ser assim... com um pouco de dor e o dobro de prazer!

-me come... me arregaça... com esta pica enorme... quero gozar igual minha mãe gozou no dia que vi vocês metendo... mete seu tarado... levei mais dois tapas na cara com muita força... e titio colocou a pica na entrada da minha buceta melada e foi me puxando pra baixo... senti sua pica entrando na minha buceta sem dó...meu cabaço tinha ido... sentei por completo em sua pica... me senti totalmente preenchida.. .minha buceta era uma buceta de mulher agora... ele me deitou e começou a meter que nem um louco... quando ele começou a gozar senti minha buceta parecendo que tava pegando fogo... aquele liquido quente fez com que meu corpo começasse a tremer e se convulsionar... meu gozo foi tão intenso que gritei de prazer!

Foi tão bom... foi demais... perder o cabacinho com meu tio tarado... tem mais... depois eu conto... tudo!

Outros contos do TETE acessem meu perfil: http://sharoland-nn.ru/perfil/150463

Se quiserem entrar em contato:

skype: tete-cp1

============999

Comentários

11/01/2018 13:45:43
Delicia de conto, parabéns !! Minha esposa tb é bem putinha safada, confira nossas aventuras ... Temos um blog para maridos liberais, esposas putinhas e comedores de casadas : http://clubedosmaridoscornos.blogspot.com.br/
03/12/2015 23:10:54
SENSACIONAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
15/06/2015 23:55:13
02/06/2015 16:03:37
Tesão
29/05/2015 22:45:48
hum adoro ninfetas, escreva para meu email [email protected] que passo meu watsaap espero vcs meninas
25/09/2012 10:21:35
sensacional!!!! nota 10
22/09/2012 16:15:48
deliciaaaa
20/09/2012 20:13:01
Maravilhoso!!!10 é pouco!
20/09/2012 18:25:03
Muito gostoso..

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


policial fudendo com mulher que levava drogas na bucetaencoxando as meninas na baladamulher e homem tirando a roupa da mulher Valendo Nada superar chupando priquitovídeos pornô de mulheres fazendo sexo com máquinas postiçaConto erotico.no cuzinho da caderantevideos porno vai passar o'fds na casa da tia e fode elafiumeporno minisaia encoxadadou o cuzinho mas sofro muito ele tem um pauzaonegão socando a rola no c* da neguinha fazendo ela arregala o olhonovinhas.abrir.buzentaarrombadimhas ponomulher tenta fugi pica mostruosa brutal no cuse voce fizer sexo nova e depois so mais velha fazer o cabacinho fexabaixar vídeo pornô coroas esfregando na caixamulher trasando cem saber com oltrocasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetaCumeno madura no quintau contos eroticos ganhei um boquete no pokerconto casada novinha e comida pelo traficante pausudo a forcaloirinha tentou correr do negao pra ele num te comer mais num deuvídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhoVirgem chora na cama com velho taradobucetinhasequinhavidiopono mulher bica tewww.contoseroticos fui viola por um mega caralhudovideo estrupo brasileiro caseiro fala palavrao gorda peitao patroazoofilia morena dos desejos anuncioconfissoes como fiz pra seduzir meu cunhadodupla de caralhudos rasgando o cuzinho no pornodoidowww.xvideo vanda virtuspornô em Carmo da Cachoeira na ruaComi o rabo sujo de bosta do Lukinha contos eróticos gayscavalo feia mulher gritando estocada do cafetão pornôcasa dos contos tema scarminha mulher domestica comida pelo cacetudoporno de coroucom novinhasContos encontrei minha filha no puteirovaga em Tambaba mulher chupando rolaeu quero só o gostosão moreno fortão doContos gays vestido de mulher para o negro dotadotia novinha dacu dominoContos éroticos taradão caralhudo arrombando uma prostitutaxvideos desleal branquinha dando pro negaocontos de sexo depilando a sogramae tira i cabaço do filho oica do filho nivo nicu choralavano a becetagostosa novinha virgem orgasminhocachorro nao queria mas degrudar da mulher zoofilia video pornicontos irma criaçao fudendo namoradoAmém tempinho comendo veado vídeo pornô vídeoO filme corno manso de verdade existir pornoassistir vídeo pornô anal de sogra com genro gravado em Ribeirão preto d*********loira gostosa gordinha batendo p****** no pau do seu esposo no pé da pia seu esposo tacando dentro do seu corpo shortinho dentro do raboeu já perguntei onde tu tava ontem Live sexo vídeo pornô deixa que eu adoro vai bater igual a Shakiracontoerotico chantageado por pContos de primeira transa virgem detalhadamenteLukinhas contos eróticos gaysConto uma vida incestuosa PT2.2contos eroticos minha esposa ficou excitada quando viu o negao pauzudoincesto pai bota filha pequena no colo e ficar bolinando elaporno casa xeio de passarinhosincesto com meu vô contosfilha centa no colo do propio pai no sofa e mete com ele perto da propia familia video pornocontos eroticos como eu virei puta de um velhocontos eroticos com padrasto estupro gosteichupando buseta labefo pasda mso bocswattpad contos eroticos pai e filhascontos chantagiei a enteada e tirei seu cabasoguri ñ aguentou pau grande, contossexo com monstrosmeu aluno cacetudo contoscontos eroticos cunhado com scatcontos eroticos de quem perdeu a virgindade com a empregadameu marido me chupava enquanto outro me gosava vidiovideos dedadas de negao troncudo ativo em cu de ninfeto gostoso