Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

gravidinha fogosa

Autor: @nne
Categoria: Heterossexual
Data: 03/10/2012 21:05:09
Última revisão: 17/08/2014 18:31:53
Nota 9.78
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, meu nome é Valentina, e hoje vou contar um caso que me aconteceu. Eu casei com 16 anos com um homem bem mais velho do que eu. E foi por opção minha. Eu o amo de paixão e nunca havia me passado pela cabeça traí-lo.

Eu sou muito fogosa, e ele um parceiro maravilhoso tanto na cama quanto fora dela. Ele me dá prazer de mil maneiras. Os dias foram passando até que ele me propôs fazermos sexo a quatro: eu, ele e um casal amigo dele. No início me recusei veementemente, mas aos poucos ele foi me convencendo e fui gostando da ideia de conhecer outro homem. Topei e, confesso, amei fazer sexo a quatro.

Passaram-se os meses e planejamos uma gravidez. Deu tudo certo! Engravidei do meu marido. E o bom de tudo é que é uma gravidez saudável. Meu tesão aumentou ainda mais e nós transamos todos os dias. Sem contar as horas em que me masturbo com e sem ele.

Agora no momento estou grávida de sete meses e cada vez mais fogosa. Por mim passava o dia trepando.

Tudo aconteceu na semana passada. Quando eu ainda era virgem eu conheci o Paulo que estudava no mesmo colégio que eu. Isso foi há dois anos. Ele era lindo, mas eu tinha a convicção que queria perder a virgindade com alguém que eu amasse de verdade. Por isso escolhi o meu marido. Bem, vamos ao que interessa realmente. Na última segunda-feira eu fui ao banheiro tomar aquele banho e me preparar para ir à ginástica para grávidas. Como meu marido estava viajando, não tinha outro jeito se não me masturbar. Sentei-me no vaso sanitário, fechei os olhos, levei a mão à bucetinha e mandei ver. Em menos de dois minutinhos estava gemendo de prazer. Que delícia!!!

Depois tomei um gostoso banho, me perfumei, coloquei um vestidinho, pus os óculos e sai. O táxi que me leva e me trás quando o meu marido não está já estava à minha espera. Saímos rápido porque eu já estava meio que atrasada. Chegando à academia o táxi me deixou e foi embora. Ó então me dei conta de que havia me esquecido de trazer as roupas de ginástica. Que droga! E o táxi já havia ido. Então quando peguei o telefone para chama-lo de volta, ouvi alguém me chamar pelo meu primeiro nome, o que é muito raro: - “Ana? É você?!”

Era o Paulo. O olhei de cima a baixo. Meu Deus! Ai!! Ele estava lindo! Estava ali bem na minha frente o homem que eu queria “pegar” havia muito tempo. Não vou mentir que fiquei tesudinha logo na hora. Mas claro que eu não ia dá em cima dele.

Nos beijamos no rosto num abraço longo e gostoso. E ele me olhou também de cima a baixo e disse: -“Nossa, como você está linda! Tá mais mulher do que naquele tempo! Os olhos estão mais verdes... e grávida ficou ainda mais linda e desejável!” sorri: “Você acha?”, perguntei, ajeitando os cabelos e coloquei os óculos de volta. “Eu estou me sentindo feia. Não posso mais usar aquelas roupinhas que você bem conhece.” Ele fez um carinho no meu rosto e disse: - “Sei como é. Mas você está linda demais. E gostosa. Olha só esses peitinhos! Lindos! Grandes e inchados! Cheinhos de leite! Você não tem noção de como está gostosa. E sabia que tem homens que adoram mulher grávida?” eu já queria sair dali porque alguém sempre olhava. E ele completou: - “Eu sou um desses homens.”

Saímos dali e fomos tomar um sorvete “light” onde ele ficou m elogiando e dizendo que eu estava com um rabão maravilhoso! Fiquei sabendo que ele tinha uma namorada, e ele ficou sabendo que eu estava casada e que meu marido estava viajando. Falamos sobre sexo na gravidez e ele aproveitou para investir: - “Ana, eu daria tudo pra você me mostrar esses peitinhos cheios de leite. São lindos!”

Sorri. Fiquei pensando: se eu transava com os amigos do meu marido, por que não poderia mostrar os seios a um amigo gostoso que nem o Paulo? Eu estava sabendo que ele não ia querer só ver os peitos. Já tenho experiência com homens. Naquele momento eu quis saber: - “E aonde vou poder mostrar ‘eles’ pra você?” prontamente ele respondeu: - “Na minha casa, Ana”. – “E sua namorada?”, perguntei, cheia de tesão. –“Ela só vai lá quando eu chamo.” Ele fez uma carícia na minha barriga. “É a primeira vez que vou ficar frente a frente com uma garota linda e grávida. Vamos.”

Sem pensar em mais nada, fomos para o carro dele e dali direto para a casa do mesmo. No caminho ficamos falando de sexo. E ele querendo saber se eu transava grávida e o que eu fazia na cama com um homem. Ele estava com muito tesão. Quando parávamos num sinal, nos abraçávamos e nos beijávamos na boca com sofreguidão. Estávamos entregues um ao outro, movidos pela energia do tesão que circulava por nossos corpos. A boca dele era muito gostosa e me dava um calor louco. Aquela língua explorando a minha boca; e a minha mão sentindo o quanto a pica estava dura por debaixo da calça. Bem que eu estava precisando de uns “amassos” gostosos.

Quando chegamos a casa, ele colocou o carro na garagem e depois rodeou para abrir a porta para mim. Entramos e ele me conduziu para o quarto enquanto apalpava a minha bunda e dizendo que eu estava com um enorme e gostoso rabo. Eu estava adorando.

O quarto dele era muito elegante com cortinas azuis protegendo as janelas de vidros escuros. Ele ligou a central e mandou eu me sentar na confortável cama redonda de casal. Depois de me beijar ele disse que ia tomar um banho. E foi. Depois de uns minutos ele voltou só de cueca. Que corpo maravilhoso! Ele é alto, moreno-claro de olhos pretos e boca carnuda. Tem braços fortes com peitoral bem definido e uma barriga de tanquinho com os músculos tudo separadinhos. Uma delícia de macho que deixa qualquer mulher com tesão. Vi o volume sob a cueca. Ele estava o tempo todo de pau duro!

Ele sentou ao meu lado e começou a me beijar no pescoço carinhosamente fazendo com que eu me arrepiasse. Ele sussurrava ao meu ouvido: “Quero te lamber todinha, gostosa...” Aos poucos ele foi tirando o meu vestido dizendo que eu estava linda e gostosa. Acariciava a minha barriga, as minhas pernas, os meus peitinhos que ainda estavam escondidos pelo sutiã. E enquanto nos beijávamos gostosamente senti a sua mão quentinha puxando a minha calcinha e me peguei facilitando a sua saída, ajudando com a outra mão.

Então ele levou a mão à minha bucetinha meladinha e começou a boliná-la com carinho enquanto me beijava no pescoço fazendo-me gemer. Sentir seus dedos gostosos passearem de cima a baixo na racha, pelos lados me deixavam louca... E quando senti seus dedos penetrarem e sua boca lambendo o meu pescoço, deixei-me cair na cama numa sensação maravilhosa de gozo. E ele fez essa sensação aumentar metendo os dedos na minha buceta com mais velocidade. Não consegui conter os gritos de prazer com o gozo que Paulo estava provocando em mim.

Depois daquele gozo delirante, ele me sentou na cama, tirou meu sutiã e vi o quanto ele ficou maravilhado com meus peitinhos. – “Ana, são lindos!” – Ele ficou apalpando-os lentamente, pegando nos biquinhos, beijando-os e depois caiu de boca. Ahhhh, gemi alto, de olhos fechados sentindo o prazer que aquela boca quente me dava. Os movimentos da língua no biquinho de cada peito, as leves mordidas me deixavam louca de tesão. Ele mamou por incontáveis e deliciosos minutinhos enquanto seus dedos entravam na minha bucetinha e dali ele os metia na minha boca, fazendo-me provar o meu delicioso mel abundante.

Depois que ele fez bom uso dos meus peitos, pedi que ele deitasse na beira da cama pois queria aquele corpo de macho. Já que eu não podia deitar sobre ele por causa da barriga, me ajoelhei no chão e fui logo chupar os mamilos dele enquanto minha mão ia explorando aquela barriga sarada e cheia de músculos. Hummm, aquele corpo me deixava cheia de tesão. Não tive vergonha. Saí lambendo o corpo dele, mordendo as coxas musculosas e peludas. Uuaaauuuu!!! Eu estava enlouquecida. Depois, cheia de tesão, fui arrancando a cueca dele com os dentes até passar pelos pés. Aí vi aquele pau maravilhoso, duro como uma pedra!

A pica do meu marido tem 15cm e é muito gostosa; a do Paulo tinha 14cm como ele mesmo disse. Apesar de ser pequena, dava pra ver que era muito gostosa. Era grossa e cheia de veias e torta para o lado com uma cabeçorra bem larga, daquelas inchadas. Segurei-a na minha mão e a apertei com força. Sabendo que ia ficar difícil para mim, o safado sentou-se na cama, bem na minha frente, abriu as pernas para que eu ficasse no meio delas. Fiquei de cócoras e caí de boca naquela pica dura e torta. Ouvi os gemidos dele. E aqueles gemidos me excitaram ainda mais ao ouvir ele dizer que a minha boca era muito gostosa e não queria que eu parasse nunca. Então senti as mãos do safado deslizarem pelas minhas costas enquanto eu me arrepiava todinha.

Então senti os dedos maravilhosos dele penetrarem na minha bucetinha meladinha... foi deliciosa a sensação; e eu caprichei no boquete emitindo gemidos abafados. A cabeçorra quente pulsava dentro da minha boca enquanto a minha língua fazia movimentos circulares na cabeçorra dura fazendo Paulo gemer mais ainda e me elogiar o tempo todo. Depois de um tempinho comecei a foder o pau duríssimo dele com a boca enquanto senti seus dedos melecados procurando o meu buraco anal. A sensação foi deliciosa quando senti seu dedo gostoso penetrar o me cu. E foi entrando cada vez mais fundo. Tirei a pica da boca e dei um gritinho rápido, mas ele empurrou minha cabeça de volta, dizendo: - “Chupa mais, gostosa; eu sei que você gosta disso...”

E continuei mamando já sentindo aquela sensação de gozo chegando. A pica dele estava encharcada pela minha saliva que escorria pelo saco e caía no chão. Mas eu estava adorando fazer aquele boquete. Daí ele tirou da minha boca e disse: - “Deita aqui, Ana. Eu quero comer essa bucetinha de grávida.”

Eu me ajeitei na posição de frango assado, na beira da cama redonda. – “Quero com camisinha. Mas antes quero que me chupe. Estou louquinha para sentir a tua boca aqui”, exigi, metendo dois dedos na minha buça melecada.

Ele não exitou. Fez melhor do que eu esperava. Gosto de ver o homem me chupar, mas como não dava por causa da barriga, apenas senti. Ele começou primeiro pelo meu cu. Dei um gemido alto e gostoso quando senti a língua dele massageando o meu cuzinho... ele demorou bastante ali para o meu deleite. E gritei de novo quando ele meteu a língua. – “Aaaarãããããhhhnnn... chupa esse cu... ãããñnnnhhhh... delícia...” -, eram meus gritos de prazer enquanto a língua dele entrava e saía do meu cu.

Depois de alguns minutos maravilhosos, ele caiu de boca na minha bucetinha super meladinha. O barulho que ele fazia chupando me levou logo ao gozo. Foi uma gozada tão gostosa que gritei dizendo que estava gozando e chorei amassando os meus peitinhos para aumentar ainda mais aquele gozo dos deuses que só aquele macho sabia proporcionar. Ele saiu dalí e foi pegar um pacote de camisinha. Sentei-me na cama e pedi as camisinhas. A pica dele estava duríssima, torta... Ele ficou parado ali na minha frente. Tirei uma camisinha do pacote, botei a pontinha dentro da boca. Peguei na bunda dele e o aproximei mais ainda de mim. Segurei o pau duro, aprumei a cabeçorra na entrada da camisinha e, sem usar as mãos, fui vestindo a pica deliciosa aos poucos enquanto ele delirava, sussurrando: - “Que gata maravilhosa você é, Ana. Delícia...”

Com perícia vesti a pica dele. Deitei-me novamente na mesma posição em que eu estava antes, abri as pernas e pedi: -“Vem, safado... há muito tempo que eu quero esse pau.” Ele posicionou-se de pé, fora da cama, segurou minhas pernas deixando-as bem arreganhadas e senti ele meter a pica dura. Hum... ele segurou nas minhas coxas e começou a socar. Como a buça estava super melecada, não houve dificuldade. E o Paulo começou a socar gostoso enquanto gemíamos os dois ao mesmo tempo. Eu sentia a pica grossa entrando e saindo e roçando as paredes da minha buceta.

Ele estava com tanto tesão que logo depois de algumas bombadas deliciosas, ele apressou os movimentos e anunciou seu gozo, dizendo: -“Vou gozar, Ana, gostosaaaaaaaa...” E, naquele momento, segurando forte as minhas coxas que ele achava deliciosas, ele gritou enquanto enchia a camisinha de esperma. Foi muito gostoso ver o prazer dele dentro de mim como ele tanto queria. Não deu para eu gozar, mas fiquei com aquela sensação gostosa em meu corpo. Quem for mulher e ler esse conto vai me entender.

Me levantei dali, tirei a camisinha do pau dele e derramei todo o líquido nos meus peitos e espalhei com a mão. Ele ficou deliciado. Estava suado. Levei-o dali para o banheiro e dei-lhe um longo banho com sabonete e champu e depois ele me banhou também com muita delicadeza. Depois de nos enxugarmos voltamos para a cama, nos deitamos. Ele me confessou que a muito tempo queria me comer gostoso. Minhas coxas estavam com as marcas dos dedos dele que ele apertara tão forte na hora de gozar. –“Quando eu tiver a minha bebê e voltar a minha forma de antes, aí vamos poder trepar de verdade.”

Começamos a nos beijar de novo, de ladinho, enquanto eu ficava brincando com a pica dele que já estava dura de novo. O beijo dele era muito gostoso e excitante. E eu já estava acesa. Ele era muito experiente, pois sabia me despertar o tesão apenas no beijo. Então ele me deitou de barriga para cima, abriu minhas pernas e de novo começou a me chupar a bucetinha; só que desta vez metendo o dedo no meu cuzinho... e aquilo me deixava louquinha de tesão.

Quando ele percebeu que eu já estava quase gozando, ele parou. Deitou-se juntinho de mim e depois de um longo beijo, ele propôs: -“Quero fazer anal com você. Você topa?” Fiquei mais taradinha ainda. Eu sabia que ia gozar gostoso com ele me enrabando. Então, enquanto acariciava a pica dele, eu disse: - “Topo. Com camisinha, claro. Mas se ficar desconfortável você para?” –“Claro, amor” – ele disse todo carinhoso, amassando o biquinho do meu peito. – “Consegue ficar de quatro?” Entre um beijo e outro eu arrisquei: -“Posso tentar. “

Mas antes de tentar, peguei a camisinha e coloquei na pica dele com a boca de novo. E aproveitando o ensejo, já fiquei fazendo um boquete. Na verdade era a primeira vez que eu fazia um boquete com camisinha. Mas eu sabia que ele estava gostando. Quando deixei a camisinha bem salivada, virei-me devagar e fiquei de quatro como ele queria. Daí ele veio e caiu de boca no meu cu. Ai, que loucura! Ele fez maravilhas com a língua e os dedos no meu cu. Demorou bastante me deixando louca de tesão. Eu já não estava mais me aguentando e pedi: -“Oh... quero dá o cu... me enraba...” –“Era isso que eu queria ouvir de você, Ana. Vou fazer tão gostoso que você sempre vai pedir mais.”

Com o meu cuzinho estava super lubrificado pela saliva dele, senti-o segurar as minhas ancas e logo em seguida o pica dele foi abrindo o meu cu, forçando a entrada e, senti o meu anel se dilatando e aquela tora grossa mergulhando para o lado de dentro. Fechei os olhos, segurei-me com as duas mãos na cabeceira da cama, trinquei os dentes e fui sentindo a tora, que agora parecia ter uns quarenta centímetros, ir cada vez mais fundo. A sensação era de prazer. E aos poucos foi entrando enquanto eu gemia. Apenas pedi para que ele fosse devagar para não ficar me chacoalhando com socadas fortes por causa do bebê.

Quando tudo foi instalado dentro do meu cu, ele começou os movimentos de vai e vem enquanto eu fazia o meu cu apertar o pau dele. E ele continuou socando com carinho. E aquele vai e vem me deixava arrepiada. As arremetidas estavam na dose certa: nem eram tão fortes nem tão devagar. Apenas me arrancavam gritinhos de prazer; e o Paulo gemia gostoso. –“Quer que eu pare Ana?” – perguntava ele. –“Não... continua...aaai... tá gostoso demais...”- eu disse na ânsia de prazer enquanto sentia aquela pica dura entrar e sair dentro do meu cu.

E naquele entra e sai delicioso anunciei meu gozo. Não demorou muito e comecei a gritar e gemer enquanto via estrelas num gozo maravilhoso. Mal terminou meu prazer o Paulo apressou os movimentos e também anunciou seu gozo. Foi uma sensação deliciosa ouvir os gritos de prazer daquele macho dentro do meu orifício. Eu estava cansada, suada.

Valentina.

Comentários

26/09/2017 22:12:02
parabéns pelo coto e pela narrativa uma delicia de ler me vi quando minha AMA me tornou homem de uma lida nos meus contos se puder [email protected] nota 10
uem
11/10/2012 05:07:37
na gravides o sexo faz muito bem eu adoro fude com mulheres gravida
04/10/2012 16:23:53
hum! quero vc tambem me add noo msn [email protected]
04/10/2012 14:12:26
APESAR DE SER UM CONTO LONGO, GOZEI GOSTOSO. VC DEVE SER DELICIOSA NA CAMA. ME ADD AI NO MSN, QUERO VER VOCE GOZAR NA CAM PRA MIM. VOU GOZAR GOSTOSO PRA VOCE TAMBEM
04/10/2012 11:37:24
bom me add no msn [email protected]
03/10/2012 22:21:09
Belo conto!!!!bem narrado e escrito!!!
03/10/2012 21:58:28
U A UUUUUUU. Mulher grávida é tudo de bom!! Parabéns

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


xvidio louco desejo vestidinhovideo d masoquismo sensacao gostosa fortrd caricias q causam dor e leva ao orgasmo video completopornô doido chupando os mamilos da Dalvinhaarmei muito bem armado e conseguir comer minha esposa junto com outro macho pauzudorevista private relatosmeu padrasto me vigiava tomar banho um dia ele comeu meu cumeu professor de natacao me comeu gay contocontos me enrabou com strapona empregada sai do banheiro nua para encabular ou encabular o dono da casaso mostrei a bunda pro meu cunhado e ele gozoudormi de calcinha com meu filho e dei pra eleseduzindo você a bater punhetaleitinho do papai contos inocentecontos eroticos colega negão estuprando o novinho gaycontos eróticos meu irmão pediu pra mim conpra umas coisinhas pra eleUm hétero machista e homofóbico apaixonado por um índio 4contos de sexo com minha tia vaiiii tiaaagozou na bunda da irma lavano loucacontos eróticos comendovideo de sexo narido xifrado com a comlhadaminha colega foi estuprada por tres piçudos e gozaram dentro delacomo meu tio roludo e comedor comeu minha esposa novinha 1° contosContos Afilhada batendo punheta para o padrinhofiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contossexotesaogostosoporno tia se destraiu e sobrinha ninfeta chupou o seu maridodebbrasil pornocontos de travesti depiladorapanteras porno estemdeu a roupa e deu o cu pro pesonegao enchendo cu do velhote de porraenrabando cunhada e sobrinha contocontos eroticos minha esposa fodendo com meu sobrinho menor de idadegarota nao guenta da r u cu i chora pornose masturbando com sexechop ate gosarxvidio ela mete muito ki abuceta.chega morder o casetecutucou a menininha sem penetrarpriminha de shortinho roxo deitada na camaCorno humilhado na lua de meltarados fazendo gang gang coletivo com esposa puta italiana do cornoxvidios os dias era asimcaralhos gigantes e cabeçudos de héteros no pornodoidocontos peguei a negrinha que gritava chingava e mandava emprurrar ate o taloquero ver todos os filme que As Mulheres Ricas pegando a xoxota na cara dos homens com a imagem bem grande e g****** na boca descendo embaixo na boca delecontos de sexo raspei minha bucetarelato erotico cheirei a calcinha gozadaEsposa putinha mostrando abcta pela boca d shorticonto erotico de incesto estorei as praga do cuzinho da minha maeporno.com corninho faz surpresa pra sua gostosa deixando um jumento encher sua buceta de porraafilhada transando com comadre com cintadescobri que minha sogra lambe uma buceta porno.Gta brut mulher nuaporno namorada nao gue da cu mai eu votetasexo com coroa ruiva baixinha gostosa peituda de buceta bem peluda fidendo xom bem dotadocutucando buceta de cadela com dedo zoofilianovinha du grelao biteloContos levei um tora preta gozou dentro meu marido adorousexo com tapas na cara.puxau de cabelosmulheres brincando com penis so na portinhavizitou a. amiga levou foi rola x videosccontos eróticos incesto fudendo novinha virgem inocente faveladanada brincando com o pau do cunhado excluída do marido pornôhttp://conto me punhetaram a noite todavadia casada dano d quatro q bagunca todo cabelo safada xvideosgostosa.foi.faser.xixi e.tarado.atacolporno esposa de short curtinha na cozinhavideo. pono mulheres guichado porra de tezaocasei com um velho brocha mas levo machos pra casa contos eroticosquero ver filme pornô de mulher com a buceta da Bruna dirigindo porraseduzida por um estranho contos pornogozou muito na buceta da irmã nascendo peitinhos a buceta nem cabelo nasceu nadaconto erótico de mega pauzudo tirando a virgindade da crentizinha novinhacuiada fudedo com xortiu de dormisossegado sexo mulher cornocontos e videos casada cavala fudendo com dois negaoCasada enegao anal marra contoconto erotico viado novinho vira escravo do coroa dominadorminha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexo