Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

CAMILA – VIRANDO PUTINHA 1

Autor: valeriobh
Categoria: Heterossexual
Data: 23/11/2012 18:52:07
Nota 10.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Meu nome é Camila. Passei toda a infância e parte da juventude levando a vida quase reclusa. Minha mãe Vera era uma evangélica daquelas bem bitoladas, e não me permitia sair, usar minissaia, miniblusa, shortinhos, biquínis,etc, o look básico de toda garota adolescente. Meu pai Ricardo era mais tolerante, e minhas poucas roupas mais moderninhas foi presente dele, que ganhava a vida cuidando da pizzaria que tínhamos na frente de nossa casa. Por tudo isso, eu achava que fui a única menina da rua e do colégio a chegar aos 15 anos BBBV (boca, buceta e bunda virgem), já que sequer havia ficado com algum menino. Pra minha alegria, meses antes da minha festa de debutante, se mudou pra casa vizinha a família Ferreira, formada pelo pai Adalto, a mulher Sofia, o filho Fábio e a caçula Olívia, que logo se tornou minha melhor amiga e confidente. Minha mãe não gostava muito, mas permitiu que Olívia tivesse livre acesso a nossa casa, inclusive dormindo no meu quarto (o inverso não era permitido, por causa do irmão dela). Foi Olívia que me presenteou com minha primeira calcinha fio dental, sugerindo que eu a vestisse por baixo do vestido de debutante. A calcinha se resumia a um pequeno tapasexo e uma tirinha que entrava no rego da bunda. Como não estava acostumada, logo fiquei assada, tendo a safada da Olívia sugerido que eu a retirasse e ficasse sem calcinha, o que acabou ocorrendo, para meu alivio e aflição, porque pensava que todos iriam perceber que a filha da dona Vera estava sem calcinha. Olívia era um ano mais velha que eu, e parecia que tinha o dobro da minha idade, tamanho sua experiência de vida, inclusive sexual. Contou que havia perdido o cabaço aos 13 anos, e transado com mais de 10 homens diferentes, dando a xota, o cu e engolindo porra. No começo a repreendia por ser assim tão safada, mas aos poucos passei a me imaginar no lugar dela, dando inicio as minhas rotineiras sessões de siririca. Olívia mantinha a xoxota depilada, ao contrario da minha peludinha, porque mamãe dizia que aquilo era coisa de puta. O grande divisor de águas, entre meu passado pudico e o futuro promiscuo, foi quando mamãe passou num concurso público e teve que morar fora por aproximadamente 3 anos, tempo suficiente para que eu me tornasse a putinha que sou hoje. Papai pediu que um primo dele tomasse conta da pizzaria durante os 30 dias em que permaneceu fora, ajudando mamãe em sua nova morada. Roberto era um sessentão, aposentado, barrigudo, careca, muito diferente do papai, que no auge dos 45 anos era bonitão e mantinha um corpo de atleta, fruto de muito atividade física. Ficou combinado que Roberto abriria e fecharia a pizzaria, e como nas quintas, sextas e sábados a pizzaria fechava mais tarde, ele dormiria no meu quarto eu dormiria na casa da Olívia. Logo na primeira semana a coisa começou a mudar de figura. Olívia, ao contrário da minha, tinha uma família bem liberal, os homens com cuecas samba canção e as mulheres com camisolas, que de tão curtas e transparentes, deixava ver nitidamente a calcinha e os peitos. Como quem está na chuva é pra se molhar, decidi me adaptar a rotina daquela família, e também passei a andar com minha camisola, que perto delas era grande. Olívia tinha computador no quarto e foi nele que comecei a entrar no mundo da pornagrafia virtual. A putinha me apresentou o verdadeiro sexo entre homens e mulheres, e inclusive entres mulheres. Fiquei tão fascinada que mesmo após ela ter dormido, passei a madrugada interira acessando diferentes sites, e no dia seguinte cheguei a cochilar no colégio. Passamos acordadas a madrugada de sexta pra sábado, onde a vi se exibindo peladinha pra um homem desconhecido pela webcam. Não mostrou o rosto, mas arreganhou a xoxota ao máximo, quase engolindo a câmera. No sábado saímos com seu irmão que me apresentou a turma dele. Fui a minha primeira boite, dei o primeiro beijo de língua (com o irmão dela) e experimentei meu primeiro pileque. O safado do Fábio, percebendo que eu estava facinha, me levou pra fora e dentro do carro passou a me dar um tremendo amasso, chegando a chupar meus seios e enfiar o dedo por dentro da calcinha, brincando com meu grelo. Ao voltarmos pra casa deles, Fábio cochicou alguma coisa com Olívia, e pra meu espanto ela saiu do quarto e me deixou sozinha com ele. O safado voltou a me agarrar e logo me deixou peladinha na cama, passando a lamber e chupar meus seios e pela primeira vez tive uma língua na xoxota. Gozei tão intensamente que ela teve que voltar a me beijar pra me silenciar. Depois me colocou sentada e lentamente passou a esfregar o pau na minha boca. Já sabendo o que deveria fazer, abri e abocanhei a rola. O safado segurou minha cabeça e passou a lentamente socar. Meio desajeitada comecei a chupar a rola esfregando os dentes na cabeça. Fábio tirou rispidamente a pica e me colocou de quatro na beirada da cama e voltou a chupar minha xoxota e cuzinho. Eu rebolava como uma gata no cio, mas quando senti a cabeça da rola se ajeitando entre meus lábios vaginais, tive o único momento de lucidez daquela noite e pedi que não fizesse aquilo porque ainda era virgem. Fábio sorriu e deixou cair um grande cuspe na minha olhota anal e firmemente foi enfiando a rola no meu rabo. Por sorte a pica dele não era grossa, mas mesmo assim doeu muito, mas tentando parecer uma garota mais descolada, mordi o travesseiro e com lágrimas nos olhos agüentei firmemente a invasão anal. Após romper minhas pregas, ele passou a lentamente socar a rola, e logo a dor deu lugar ao prazer, e praticamente juntos gozamos. Fábio saiu e me deixou deitada na cama. Olívia entrou e ao ver um filete de porra descendo pelo meu cu, se agachou atrás de mim, abriu as duas bandas da bunda e encostou a língua no meu cu recolhendo a porra que seu irmão havia despejado em mim. Fiquei aflita com a atitude dela. Sem saber o que fazer, e ainda embriagada pelo álcool e tesão, apenas relaxei e empinei um pouco mais a bunda, facilitando o trabalho da putinha, que percebendo minha aceitação, passou a também lamber minha xoxota. Estava tão prazeroso que me virei de costas e praticamente me ofereci pra ser novamente chupada por ela. Olívia olhou nos meus olhos, sorriu e retirou totalmente a roupa antes de voltar a chupar minha buceta. Aos poucos ela foi se virando e se ajeitando num 69, oferecendo sua buceta pra mim. Como havia visto vários filmes com mulheres, sabia o que fazer e fiz, e sem pensar nas conseqüências também passei a chupar a xoxota depilada dela, e juntas gozamos uma na língua da outra. Por fim, nos beijamos de língua, uma provando o próprio gosto da buceta. Dormimos peladas e abraçadas.

([email protected])

Comentários

25/11/2012 11:37:43
quero uma novinha na regiao do abc bonita e gostosa eu sou moreno 1m74 78kg sarado faço academia bonito e gostoso vc novinha vai adorar meu tel é bjs

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


melando buceta com salivaContos eróticos gay comi meu tioContos eroticos mamaeeee uii aiinovinha dando pra velho rabuchentoaquilo foi rasgando meu cuzinho contos eroticosvideo de idosa abrindo video de gemido no meio do mercado "apaga isso"encoxei minha tia peituda (contos).mulher faze do sabao segano boceta da outafilha fica brava ao levar gosada dentroa tranza maiz gostozagemendo que vai cagar enquanto toma pica no cuinara puta dando pro sogrocontos eróticos o tio com minha namoradaconto erotico sou tratada como puta pelo meu sogro ele adora me chingarsadomasoquismo porquinha choquevídeo pornô de mulheres que não aguentaram levante 4 cenasme mande vídeo pornô da mulher transando com cachorro bem dotado engatado comendo a bundinha dela e ela suspeitos foramvizinho a aline contos eroticoscontos lactofiliatadinha chorou pra na da o cu xvidiox cabacoenfiar mangueirá liguada no cu da guarotafilme porno "a primeira vez ninguem esqueçe"quero ver o vídeo da mulher da enxadinha perdendo a virgindade dela mulher beijandosurpresa+no+banheiro+pornoporno mirou na buceta e acentou o cuconto erotico meu/marido transou comigo e meu sobrinhoconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraisporno.milene ceribeleporno mimnha filha e tao novimnha que nem petelho naceu aimdameu bundao esta seduzindo meu filho filmeTopes fotos de menianas dormindo de shortinho atololado e com um penis fincado no meiocontos de fada.dava a bucetinha quando tinha entre 6 e 7anis de idadesexo conto erotico semem embuchadaPapai goza na minha boquinhaajudei minha filha perde vigidade com meu cunhado contofato real de noiada chupando rolavideo de sexo narido xifrado com a comlhada escolanegao rascando roupa de mulheres brancas page 1 xxxxxContos eróticos de gay comi o filho do amigo do meu paiEdgar um velho casado com uma gordinha de 24 anos metendo gostosocontos deu o cu para o cachorrairmãzinha viu papai comendo titia e quis tambémwattpad contos eroticos pai e filhasx vidio comtos eroticos flaguei minha avócontos eroticos feminizaçao do garotinho maeincesto com meu vô contosmulher d fiu dentau atolado no raboesposa rabuda na dp com amigos contosvideos porno a namorada trail ele e ele estrupou ela com forcaContos de negros bem dotados rasgando cu de garotinhos brancos viadoos melhores vídeos pornôs de cornos a mulher f****** com outro ele fala um monte de besteira para esposa escutarcafajeste chupando grelo grande avantajadominha cunhada punheteira contos reaisConto erotico de mulher que chorora muitoperdendo as prega saindo bosta caseiroquero ver o ganhador do homem chupando a b***** peladoIncesto do cu desde pequenoconto erotico estupro cu maridoempresários do pau grande transando com homens mais lindo do mundo e musculosos e gostosos na pisina mete o pau grande que sai sangue misturado com gala gostosaspica dura do peão de rodeiocontos eróticos a aposta da esposacorno chamou negao pra fuder mais nao gostou de ver a mulher adorandopica dura do peão de rodeio20contos eroticos transei com meu filho gostosotio chupando buceta contoboquete da minha prima no meio da lavourra de cafe pornopornô doido de cetona de mini saia sem calcinha sentando na rolavideo porno elas adora fude beijado beijoss de ligua quim deliciaMulher auto e gosano gostosocontos eróticos de Lucy dando pro caseiro na frente do maridocontos heroticos com fugitivoscadela lambendo o meu cacete e fudendo conmigo videoladrão comendo o delegado pornô se for do Adélia busca pornôMinha tia fez boquete pra mim relatoviduda.mulhe.contos pornos estrupada pelo pai epela madrasta juntosgostaria de ver vídeo de mulher dá bunda grande lavando a calçada de microshortBUCETINHA QUENTINHA, protegendo com sua BUNDA MARAVILHOSAliberalina puta vídeo proibidocontos minha mae gravida do pedreirosexo em familìa safadao ver novinha de roupas curta e fica b punheta pensando nela e ela nao gostoutva bucetaprimos boqueteiros. Tomei o leitinho do meu primo gueizinho pornovideos porno brasileiro família sacana meu cunhado além de me comer tira o caba co da minha filhalucie fodedeocontos de filha crentegosando vom o cachorroContos: Mulher casada adora da o cu para o marido, mais antes faz lavagem no intestino.priminha inocente pegando no pinto do primo na frente de toda família sem eles veremcasadas fudendo dentro de Casa com parentescontos erotico coroa comeu ru e minha mulherMamilos deliciosos recebendo cocegas e axilasvideo porno padastro tomando cafe e entiada estidando pra prova de sainha mostrando a calcinha brancaminha irma vive mim provonca encostano seu cuzinho no meu pau. acabei comendocontos gay virei menina sissy