Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

Um travesti...eu e meu marido! (Conto do TETE)

Autor: TETE
Categoria: Grupal
Data: 07/12/2012 00:00:54
Última revisão: 14/09/2017 08:06:00
Nota 9.89
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Desde os 16 anos fui uma garota bem safada que sentia um tesão quase incontrolável.

No quarteirão do bairro pobre que morava com meus pais tinha várias garotas que eram minhas amigas e muitas eram bem putinhas e algumas mais sem juízo acabaram engravidando e isso só deixava a vida delas ainda mais complicadas.

Minha mãe era bem legal mas meu pai um homem severo demais e acho que por causa dele apesar de aprontar muito me cuidava pra não pegar barriga. Aos 18 anos eu só não tinha levado pau na bucetinha pois de resto já tinha feito de tudo e muitas vezes. Eu adorava mamar numa pica e tomar leitinho na fonte e outra coisa que me deixava louca de tesão era ter um rapaz metendo gostoso no meu cuzinho. E se tinha uma coisa que não existia na minha cabeça era preconceito pois varias vezes ja tinha “brincado” com meninas também. Ter uma língua macia de uma garota tesuda lambendo minha bucetinha e eu retribuindo isso nas putinhas taradas me deixava toda cheia de tesão.

Acho que só não tinha perdido a virgindade ainda porque achava que talvez pudesse aparecer um “príncipe encantado”, mas a verdade era que não tinha aparecido nenhum homem de verdade que me pegasse de jeito e metesse a pica na minha bucetinha tesuda. Até aquela data só tinha saído e brincado com rapazes da minha idade e apesar de taradinhos não tinham a pegada que um macho devia ter.

Meu nome é Cristiane e faltava um mês pra completar 19 anos. Sou loira de cabelos longos, olhos verdes, 1.70 m. seios médios pra grandes, cintura fina, coxas grossas e com uma bunda que deixa qualquer macho bem tarado, grande e empinada que procuro valorizar ainda mais sempre usando sandálias de salto alto pra deixá-la ainda mais arrebitada. RSS. E tem outra coisa que sempre procuro usar são vestidinhos colados ao corpo e mini-saias curtinhas pra mostrar as coxas torneadas.

Minhas amigas mais chegadas dizem que sou uma garota pobre que tem cara de riquinha, acho que por causa dos meus cabelos loiros e olhos verdes. Na verdade toda vez que me olho no espelho adoro o que vejo, mas intimamente me acho uma putinha safada com carinha de santa.

Foi então que apareceu na minha vida Mauricio, 26 anos, loiro de 1.70 m. corpo malhado e dava pra notar que era muito bem de vida. Encontramos-nos na fila da lanchonete do shopping pra pagar meu lanche quando minha bolsa caiu e espalhou o que estava dentro e ele depois de me ajudar a recolher as coisas ele se ofereceu pra pagar minha continha. Logicamente que aceitei depois de “relutar” um pouco e logo em seguida me convidou pra assistir um filme que ele queria ver no cinema!

Fiz um pouquinho de “cu doce” mas rapidinho estávamos na sala de cinema assistindo ao filme.

Não demorou pra que começássemos a trocar alguns carinhos, mas do jeito que eu era assanhada em pouco tempo já apalpava seu pinto que rapidinho ficou bem duro. Não era grande mas era cabeçudinho e gostosinho e durante todo o filme fiquei brincando com ele em minhas mãos. De vez em quando ele sussurrava pedindo para parar porque senão iria acabar gozando ali mesmo na cadeira do cinema. Quando saímos do shopping ele se ofereceu pra me levar até em casa. Aceitei e fui logo dizendo que morava longe e não era pra querer parar no motel por que ainda era virgem.

Sorrindo ele disse que não iria fazer isso e depois de uma meia-hora me deixou em casa.

Ele pegou meu telefone e foi embora e achei que não mais veria aquele rapaz bonito e educado.

Porem depois de dois dias Mauricio ligou a tardezinha me convidando pra dar um passeio no shopping.

Era começo da noite quando ele veio me buscar e resolvi me vestir do jeito que os homens gostavam. Vestido curtinho com uma calcinha fio-dental que mal cobria a bucetinha e uma sandália de salto alto.

Mauricio me elogiou dizendo que meu corpo era espetacular e quando perguntei se ele não achava ruim sair com garotas que se vestiam como eu sorrindo disse que mulher gostosa tinha mais é que se mostrar e então brinquei dizendo:

-que bom...o ultimo carinha que comecei a namorar...não demorou pra querer mudar meu jeito de se vestir...que era pra usar roupas mais decentes. RSS. Mandei-o passear rapidinho.

Fomos ao shopping e depois de jantarmos no restaurante ficamos conversando e trocando idéias. Não fiquei me fazendo de santa não. Abri o jogo e disse que era bem namoradeira e adorava beijar e fazer muitos carinhos e que só era virgem ainda porque tinha medo de engravidar e estragar minha vida.

Mauricio era um sujeito alegre e divertido e então ele me disse que no sábado ia ter a inauguração de uma boate badalada na cidade e me convidou a ir junto com ele. Claro que adorei a idéia e topei na hora.

Quando ele estava me levando pra casa fui pegando no seu pinto duro e quando passamos em frente a vários motéis de luxo toda safadinha disse:

-Esses motéis devem ser lindos...morro de vontade de ver como é por dentro!

Ele sorrindo disse abreviando meu nome:

-Cris...se vc quiser...eu entro em um agora...quer?

Resolvi abrir o jogo e disse:

-se vc me prometer que não vai tentar tirar meu cabacinho...eu quero sim! A gente pode “namorar” bem gostoso la dentro!

Ele entrou em uma suíte que tinha uma cascata de água e o teto se abria e depois de tomarmos banho juntos começamos a nos beijar e logo chupava seu pinto duro até o talo...engolindo-o por inteiro com minha boquinha sedenta. E não demorou pra ele esguichar porra quente na minha garganta. Engoli tudo sem frescura e fiquei lambendo seu pinto e seu saquinho liso provocando-lhe pequenos frêmitos. RSS.

Mauricio tinha poucos pelos no seu corpo bem definido...tinha até uma bunda bem carnuda do jeito que eu gostava. Depois de um banho relaxante seu pinto ficou duro novamente e dessa vez virei minha bunda e disse toda tesuda:

-vem...meu gato...mete na minha bundinha...adoro dar o cuzinho...me come...mete gostoso...quero gozar...minha bundinha é inteirinha sua...pode meter gostoso...meu gato lindo!

Fiquei de 4 com minha bunda toda exposta e ele logo encaixou o pinto cabeçudinho na portinha do meu cuzinho tesudo e enfiou de uma vez. Dei um gritinho pra valorizar e toda safada sussurrei:

-aiii...que delicia...meu gato safado...mete...assim...com força...ahh...fode...sua putinha...ahh...mete...não para...vou...vou...gozar...que delicia...fode...sua putinha...vou...vou...gozar! ahhhh!

Mauricio também se empolgou e encheu meu cuzinho de porra quente. Rebolei loucamente como uma putinha safada que era. Nem me importei com o que ele iria pensar de mim. Era virgem na buceta...mas ...uma vadia rebolando espetada no cuzinho.

Depois de ficarmos mais um pouco naquele motel lindo fomos embora e então Mauricio quando me deixou em casa tirou da carteira umas notas de 100 reais e me entregou dizendo:

-Cris...isso é pra vc comprar uma roupa bem legal para o sábado...quero que vc seja uma das mais lindas da festa! Quero vc bem sexy!

Nem pensei em recusar e guardei a grana na bolsa e depois de mais uns beijinhos ele disse que iria embora e então toda safada ainda brinquei dizendo:

-Se meu gato lindo quiser gozar de novo...tira esse pinto pra fora que chupo bem gostoso...acho que vc já notou que adoro tomar leitinho quente...e eu adorei o gosto do teu leitinho!

Ele sorrindo disse:

-sua maluquinha tarada...por hj chega...vc já me deixou esgotado...vamos deixar para o sábado!

Antes de dormir fiquei pensando no que estava acontecendo e não entendia o porquê de um homem de 26 anos, bonito, rico, bom de papo ficar querendo sair com uma garota pobre que nem eu. Com certeza seria fácil pra ele arrumar uma menininha rica pra ir à inauguração daquela boate, mas se ele havia me convidado logicamente que não iria deixar de ir de jeito nenhum. Afinal os rapazes com quem tinha saído ultimamente não tinham dinheiro nem pra pagar um lanche.

No outro dia peguei a grana e fui até uma loja no shopping onde uma amiga trabalhava e fui escolher a roupa pra ir à festa. Escolhi um vestido verde justíssimo todo cheio de brilho com um decote tão profundo nas costas que até mostrava o começo do reguinho da minha bunda empinada. Quando perguntei pra minha amiga se aquele vestido não me deixava muito putinha ela sorriu e disse que pra usar aquela roupa tinha que ter um corpo perfeito que nem o meu e que não deveria usar calcinha pra aparecer. Ela também me tranqüilizou dizendo que naquela boate só ia gente rica e que as mulheres iam pra se mostrar mesmo. Comprei uma sandália de salto pra completar o conjunto e como ainda sobrou grana marquei depilação e tudo que tinha direito.

No sábado quando Mauricio veio me buscar deu pra notar que adorou meu visual e quando entramos no carro me elogiou muito e toda safada fui pegando sua mão e enfiei-a no meio das minhas coxas mostrando que estava sem calcinha e disse sorrindo:

-espero que meu gato lindo...tenha gostado da surpresa...a vendedora disse que esse vestido não deve usar calcinha...minha bucetinha virgem...ficou toda desprotegida!

Ele riu da minha brincadeira e fomos pra a boate. O ambiente era lindo e requintado só com gente bonita e bem produzida e percebi que os conhecidos do Mauricio olhavam admirados pra mim quando ele me apresentava como sua “namorada”. Ele disse que se alguém perguntasse sobre mim era pra desconversar e dizer que eu era modelo e estava fazendo curso de teatro.

Meu “namorado” depois de me mostrar para todos os amigos me liberou pra dançar e então aproveitei pra me esbaldar. Requebrei e me mostrei toda dançando na pista. Isso era uma coisa que eu sabia fazer muito bem. Teve vários rapazes que tentaram me agarrar e dar umas pegadas mas como uma “namoradinha bem fiel” mantive os safados a distancia. Também tinha tomado alguns drinks pra me sentir mais a vontade mas aquele assedio todo estava me deixando completamente excitada. A boate estava super lotada e era impossível se locomover no meio daquele povo sem levar encoxadas e passadas de mãos bobas. E isso aconteceu duas vezes. Senti dedos espertos e safados se enfiarem por entre minhas coxas e deslizarem pela minha bucetinha virgem toda molhada. E quando fui descansar ao lado do meu “namorado” toda safadinha sussurrei no seu ouvido:

-Mauricio...que povo mais tarado hein...nossa...ja levei tantas passadas de mão que perdi a conta...da próxima vez vou ter que colocar calcinha...levei duas passadas de mão na minha bucetinha virgem!

Ele sorriu e me abraçando disse:

-é...do jeito que vc está linda e sexy...é normal...os caras bebem um pouco e ficam mais excitados! Mas não se preocupe com isso...tá tudo bem...ninguém vai te agarrar de verdade...só se vc deixar!

Mauricio não demonstrava ter ciúmes e achei isso ótimo e então brinquei dizendo:

-pode deixar...só quem vai me pegar de verdade...é vc...meu gato lindo...mas estou taradinha...enfia a mão pra vc ver...minha bucetinha tá molhadinha...to cheia de tesão...to adorando...isso aqui!

Nem esperei ele fazer o que pedi e peguei sua mão e me encostando-se a seu corpo o fiz enfiar a mão entre minhas coxas e tocar minha bucetinha ensopada e então ele disse:

-sua maluca linda...quase nem dá pra acreditar que vc ainda é virgem...vc é muito safada!

Nem me importei em parecer tão putinha e disse:

-acho que não vai demorar muito pra deixar de ser...to achando que meu gato lindo...vai tirar meu cabacinho...logo logo...ainda mais sendo assim...tão legal comigo!

Sai dali e fui dançar mais um pouco e depois de uns 20 minutos me deu vontade de fazer xixi e fui andando em direção aos banheiros e quando cheguei lá tinha uma fila de mulheres e teria que esperar!

Dali a pouquinho chegou ao meu lado uma morena de uns 30 anos, de 1.80m., com um vestido branco curtíssimo colado ao corpo escultural e sorrindo se apresentou como Mirela e puxando conversa:

-é...hj a coisa está difícil...gente demais...tem fila pra tudo!

-é verdade...mas está ótimo...estou me divertindo muito...to adorando!

-que bom...eu já tinha notado vc dançar...vc arrasa...com esse corpo...e esse vestido...tá deixando os rapazes...cheios de mas intenções! RSS.

-bem...na verdade...eu adoro ser bem safadinha dançando...ainda mais que meu namorado não é ciumento! Mas...vc também está linda...esse vestido também é muito sexy!

-Deixa eu te falar...se a gata estiver muito apertada pra fazer xixi...posso te ajudar!

-como Mirela...não entendi!

-Cris...eu sou irmã do gerente...tem um escritório ali nos fundos...se quiser te levo lá! Quer?

Na hora achei que tinha alguma segunda intenção naquele convite mas nem preocupei e sorri dizendo:

-claro que quero...querida!

Assim que entramos em um pequeno escritório com ar condicionado ela disse:

-pronto...garota...vc vai poder fazer xixi...bem tranqüila! Se quiser pode até ficar nua...aqui!

Toda safada disse:

-nossa Mirela...tá uma delicia aqui...geladinho...dá vontade mesmo...de ficar peladinha!

Ela então se entregou e disse:

-vou adorar te ver nua...fiquei olhando vc dançar e te imaginei rebolando nuazinha!

O som da musica entrava baixo naquele escritório e toda safada tirei o vestido e só de salto comecei a rebolar acompanhando o ritmo e toda safada disse:

-assim...que vc queria...é sua putinha safada?

Ela não se agüentou de vez e me puxou de encontro ao seu corpo e me beijou com tesão. Nossas línguas se enroscaram com volúpia e em segundos ela estava nua. Me sentei com as pernas abertas em um pequeno sofá e a morena linda caiu de boca na minha bucetinha molhada e gemendo disse:

-humm...que delicia...Mirela...adoro uma língua de mulher na minha buceta...faz eu gozar...sua putinha safada...tava louca de tesão de vontade me pegar né...faz...com cuidado...ainda sou virgem na buceta!

Ela estava tomada de desejo e em instantes lambia e sugava meu grelo de um jeito que nenhuma outra garota tinha feito comigo. Em instantes tinha dois dedos enterrados no meu cuzinho. O gozo veio rápido e intenso...gritei sem pudor. Em seguida ela estava com as pernas abertas e eu ajoelhada entre elas comecei a lamber sua buceta depilada e então me deparei com um grelo enorme...aquilo parecia um micro pênis. Meu desejo se ampliou ainda mais e coloquei aquele grelo delicioso entre meus lábios e suguei com ardor. A puta se contorcia como uma cobra e também gozou em seguida.

Em seguida nos beijamos na boca com muito tesão. Quando disse que agora iria fazer xixi a maluca então fez uma coisa que só tinha visto em um filme pornô.

Ela me puxou até o Box do banheiro e se ajoelhou entre minhas pernas e disse toda tesuda:

-mija...em mim...sua putinha tarada...adoro...sentir xixi de putinhas na minha boca...depois que gozam!

Olhar aquela mulher morena linda ajoelhada diante de mim me deu uma sensação incrível e em poucos segundos comecei a mijar forte na boca daquela puta tarada. O xixi amarelo claro escorria pelos cantos da boca dela e caia sobre seus seios enormes e pingava pela buceta. Ela esfregava seu grelo enorme e antes que meu mijo cessasse ela gozou intensamente gemendo tesuda. Fiquei ali esfregando minha buceta no seu rosto até a ultima gota de xixi e então sem dizer nada...enxuguei minha bucetinha virgem coloquei meu vestido e sai dali voltando para a pista de dança.

Logo em seguida meu “namorado” me chamou pra irmos embora e como uma menina bem obediente o acompanhei. Que loucura era aquele que tinha vivido...mas isso não poderia contar a ele.

Quando Mauricio perguntou se eu queria ir embora pra casa quase dei uns tapas na cara do safado. Com o tesão que eu estava o que mais queria era ser enrabada deliciosamente no cuzinho. Na verdade quando entramos no motel e começamos a brincar falei toda tesuda:

-Mauricio...meu gato...acho que chegou a hora de perder minha virgindade...e vc é o cara que vai fazer isso! Quero seu pinto dentro da minha bucetinha...to com muito tesão! Chega de ser cabaço!

Ele me beijou e bem carinhoso disse:

-que putinha mais safada...que arrumei como namorada...mas...a gente vai ter que esperar...mais um pouco....querida...tenho planos diferentes pra nós...e depois de hj tenho certeza que a gente vai dar certo...agora...vira de 4 que vou meter nessa bunda linda e gostosa!

Mauricio meteu gostoso no meu rabinho e gozei maravilhosamente junto com ele enchendo meu cuzinho tesudo de porra quente.

Ele me levou embora pra casa me deixando com uma sensação que faltava gozar ainda mais!

Mauricio me disse que ia viajar uns 3 dias junto com a mãe pra resolver uns problemas de documentos e quando voltasse ia conversar sério comigo. Fiquei sem entender ele não ter tirado meu cabaço no motel. Doida pra dar, maior de 18 anos era só meter na minha bucetinha e pronto!

Quando ele voltou de viagem me levou pra jantar e então disse tudo que queria de mim.

Ele queria se casar comigo porque eu não fazia parte do meio em que ele vivia. Que tinha gostado de meu jeito...que eu era louca porém verdadeira e que percebeu que era uma garota decidida e parecia saber o que queria e não tinha nenhuma frescura. Ele então me contou suas intenções.

O pai e principalmente a mãe eram muito conservadores e ele escutara uma conversa dos dois dizendo que enquanto não tomasse juízo e se casasse e lhe dessem um neto eles não passariam o controle das empresas da família. Mauricio queria muito poder mandar em tudo nas empresas. Era muita grana em jogo e ele tinha uma irmã que também era gananciosa e tentava influenciar os pais contra ele.

Ele disse que a mãe só iria deixá-lo casar com separação total de bens, principalmente eu sendo bem pobre, mas depois de casado ele me prometia que iria ter uma vida bem tranqüila e com muita grana.

Só então ele me contou porque não quis tirar minha virgindade no motel.

Do jeito que a mãe dele era bem desconfiada das garotas dos dias de hoje certamente iria querer acompanhar sua futura nora nos exames médicos pré-nupciais e Mauricio queria que sua mulher fosse totalmente virgem! Foi então que brinquei dizendo:

-não sei não...e se examinar bem meu cuzinho e a boquinha...isso não vai dar muito certo!

Caímos em gargalhadas e depois dessa longa conversa entendi tudo o que ele queria e sem pestanejar topei na hora aquele seu plano maluco. Afinal eu não tinha nada a perder...e senti que poderia me dar muito bem aceitando aquela proposta.

Fui apresentado a minha futura sogra e logo vi que a coroa era casca grossa e muito chata mas pra sair daquela vida de pobreza que sempre levei...meu estoque de sorrisos e cara de sonsa era quase infinito!

O pai do Mauricio era mais sociável e a irmã quando me conheceu já veio tentar ser amiguinha pra tentar colher alguma informação mas como de boba eu não tinha nada e Mauricio já tinha me alertado deixei a mocréia viajando na maionese.

Nosso namoro foi breve e Mauricio dizendo que estava super apaixonado por mim marcou o casamento bem rápido e minha futura sogra cuidou de todos os preparativos.

O casamento foi um espetáculo e minha lua de mel na Itália.

Quando Mauricio tirou minha virgindade nem tive dor de tanto tesão que minha bucetinha tesuda sentia.

Toda hora queria pinto dentro dela e como não tomei pílula rapidinho fiquei grávida como meu marido desejava.

Depois que minha barriga começou a crescer minha sogra que sempre tinha me tratado com um pouco de reservas mudou por completo. Agora eu era paparicada como se fosse uma rainha. RSS.

Nosso filho nasceu...um menino lindo e saudável que deixou minha sogra e meu sogro felicíssimos!

Não demorou muito pra que meu marido conseguisse ter seus poderes dentro das empresas totalmente ampliados como desejava. Minha conta bancaria também crescia maravilhosamente.

Meu filho ficava mais na mansão dos meus sogros do que em minha casa. Por um lado era ótimo pois sobrava mais tempo livre pra me cuidar. Passei a freqüentar academia e massagistas e meu corpo voltou ao normal rapidamente. Quando completei 21 anos até parecia que estava ainda melhor do que quando tinha 18.

A única coisa que tinha que me policiar era com minhas roupas quando ia até a mansão dos meus sogros. Durante um bom tempo tive que usar umas roupas bem comportadas condizentes com uma mulher casada e mãe de família. RSS. Mas eu estava louca de vontade de ir para as baladas.

A vida estava muito pacata pro meu gosto mas tinha que ter paciência, pois meu filho ainda era um bebe de apenas 1 ano e tinha que cuidar dele mesmo com todo o apoio da minha querida “sogrinha”.

Nos morávamos em um apartamento no centro e então nos mudamos pra um sobrado enorme em uma avenida que meu sogro transferiu para o nome do meu querido marido! O melhor disso é que ao lado do sobrado tinha 4 salas enormes com sobreloja que tinham sido completamente reformadas para serem alugadas! E o melhor disso tudo é que meu marido prometeu transferir para meu nome uma das salas.

Naquele fim de semana deixamos o bebe com a sogra e fomos pra a boate comemorar o presente maravilhoso e muito valioso que meu maridinho esperto tinha ganhado dos pais. Fazia muito tempo que não saia pras baladas e decidi ser bem abusada e me vesti toda sexy.

Um vestido de lycra preto curtíssimo e com decotes ousados tanto na frente quando nas costas. Logicamente que nem cogitei de colocar calcinha pra não marcar na roupa. RSS. Eu estava louca de vontade de sentir algumas mãos escorregar pelas minhas coxas e queria deixar minha bucetinha tesuda completamente livre pra sentir isso. Quando chegamos naquela boate me lembrei da morena Mirela e fiquei imaginando se aquela puta ainda estaria por lá, afinal já fazia praticamente 2 anos que aquela safadeza tinha acontecido. Meu maridinho estava muito feliz e já foi buscando uns drinks pra gente beber e como a boate ainda não estava totalmente lotada ficamos conversando em um canto.

-Mauricio meu querido...hj quero dançar muito...faz tanto tempo que não saímos pras baladas...quero aproveitar tudo e mais um pouco...ninguém me segura! To me sentindo tão safadinha hj...nem coloquei calcinha...passa a mão...pra vc ver...ainda tá sequinha...mas acho que vai ficar molhadinha!

-É...quando vi vc com esse vestido...tinha certeza que veio pronta pra safadeza...sua putinha! Mas a verdade é que vc merece se divertir bastante...vc esta sendo perfeita...esta me ajudando em tudo...hj eu deixo...vc se divertir do jeito que quiser...tá liberada!

-meu maridinho...acho que vc não devia falar assim...pra eu me divertir do jeito que quiser...vc sabe que sua esposinha é uma garota bem safada...ainda mais...depois de tanto tempo...sem fazer nada de diferente...e vc fica me fazendo tomar um drinks fortes desse...não esqueça que sua esposa hj está bem putinha...e sem calcinha!

Ele foi até mais ousado do que de costume e me beijou cheio de tesão e meteu o dedo no meu cuzinho dizendo:

-humm...esse cuzinho é muito gostoso...hj quero meter gostoso nele...na nossa nova casa!

Fui dançar e logo a pista estava lotada e em pouco tempo estava sendo encoxada acintosamente só que diferente daquela primeira vez eu desejava isso e deixei que me apalpassem com vontade. Senti até um pau bem volumoso se esfregando na minha bunda mas quando ia dar uma pegada a namorada do cara chegou ao lado dando uma dura no safado e acabou com minha farra. Mas não demorou pra sentir uma mão bem safada dar uns apertos no meu bumbum e quando empinei o rabo senti um dedo grosso se enfiado na minha bucetinha toda melada. Rebolei toda tesuda e logo veio outro e fui bolinada deliciosamente. Dancei muito e depois fui até o lugar onde meu marido ficava e encontrei-o conversando com um moreno alto e todo musculoso. Ele me apresentou como ex-colega da faculdade. Fiquei entre os dois e toda safada rebolava ao som da musica e então pedi para o Mauricio que queria mais um drink e então ele disse pra mim ficar fazendo companhia ao amigo enquanto fosse buscar.

Meu vestidinho tinha subido pelas coxas e ao perceber que o amigo do maridinho estava olhando acintosamente aproveitei que alguém passou e me deu um leve empurrão finge que ia cair e ele me segurou forte e me encoxou e toda safada disse:

-ainda bem...que vc me pegou...senão eu ia cair...ia bater a bunda no chão...do jeito que sou branca...ia ficar toda roxa!

O safado me segurou sem me soltar e sorrindo disse:

-do jeito que vc é linda...mesmo cheia de manchas...não vai fazer um pingo de diferença! Mas adorei esse vestido...te deixa super gostosa...demais...é pra deixar qualquer um...de pau duro!

Ele era bem direto e gostei daquele jeito atirado e bem safada disse:

-é...adoro...me vestir assim...o objetivo é esse mesmo...alias...não coloco nem calcinha...pega pra ver!

Ele meteu os dedos por trás e mergulhou na minha bucetinha toda ensopada e todo tarado disse:

-to vendo que meu amigo...se casou com uma putinha tarada hein...tá pronta pra dar essa buceta né?

Pus a mão pra trás e apertei o pau duro do safado e brinquei dizendo:

-ainda não estou pronta pra dar por enquanto...estou só brincando...mas quando eu quiser...te procuro!

Meu marido chegou com o drink e bem safada nem me afastei do amigo dele e disse sorrindo:

-ainda bem que vc deixou seu amigo me protegendo...quase me derrubaram...ele me segurou!

Tomei o drink e sai rebolando como uma putinha dizendo que ia dançar mais e logo que cheguei senti uma mão me puxando pelo braço e quando olhei vi que era Mirela que sorria dizendo:

-vem comigo putinha safada...vamos brincar...outra vez!

Mirela estava com um vestido de malha curtinho e assim que entrou no escritório já foi dizendo:

-sua puta safada...nunca mais apareceu...por aqui...se vc soubesse o tanto de saudades que vc deixou!

Dessa vez eu já sabia o que e safada queria e toda cheia de tesão disse:

-então mostra sua puta safada...quero sentir essa saudade...chupa minha buceta...bem gostoso...sua puta...safada...tarada...vem...lambe minha buceta...sua vadia!

Mirela se ajoelhou e caiu de boca na minha buceta como se fosse uma criança faminta. A safada sabia que eu gostava e meteu dois dedos no meu cuzinho e do jeito que o meu tesão estava nem deu pra tentar segurar e gozei como uma cadelinha viciada me contorcendo inteira. Logo era eu que mamava naquele grelo enorme e também não demorou muito pra vadia gozar copiosamente. Mas não deixei ela se levantar e voltei a sugar aquele grelão com volúpia e fiz a safada voltar a rebolar na minha boca até que deu um gritinho e gozou novamente. Sua buceta até pingava de tanto liquido que saia de dentro dela. Mirela me colocou de 4 na poltrona e começou a me lamber por trás desde o grelinho até meu cuzinho que piscava todo safado quando ela me penetrava com a ponta daquela língua tesuda. A vadia começou a me dar tapas na bunda e toda putinha sussurrei:

-não para...sua puta...lambe meu cuzinho...sua cadelinha safada...bate...pode bater na minha bunda...tá gostoso levar uns tapas...sua vadia safada...ahh...chupa...puta...ahhh!

Gozei deliciosamente naquela posição e dava pra sentir aquela língua comprida enterrada na minha bucetinha sedenta.

Ficamos ali quietinhas se recuperando do prazer incrível e então ela toda tesuda disse:

-quero de novo...igual daquela vez...faz xixi...na minha cara...sua puta safada...por favor!

Fomos para o banheiro e dessa vez fiz melhor. Ela se ajoelhou entre minhas coxas e então peguei-a pelos cabelos e colei minha buceta na boca dela e quando senti o primeiro jato de xixi...me arrepiei toda e enchi a boca da putinha tarada. Mijei sem parar e a vadia deixava escorrer pelo corpo até seu grelo enorme e batendo uma siririca gozou loucamente gemendo alto. Seu grelo parecia ainda mais crescido!

Só depois que saiu a ultima gotinha de xixi é que deixei ela tirar a boca da minha bucetinha e disse:

-gostei mais dessa vez...sua putinha...prometo que não vou demorar a voltar dessa vez...e da próxima vez quero tomar bastante água antes...quero te afogar com meu xixi...sua puta safada!

Ela ficou ali e depois de me enxugar sai dali e voltei para a pista de dança e depois de algumas musicas fui procurar meu maridinho e encontrei-o ainda com o ex-amigo da faculdade e toda safada já fui abraçando-o dizendo em seu ouvido:

-vamos embora querido...to louca pra meter...levei tantas passadas de mão que minha bucetinha tá toda ensopada...to com muito tesão! Vc não quer comer a bundinha da tua esposinha tesuda?

Ele sorriu e me abraçando disse:

-claro que sim...querida...vc não quer dançar mais um pouquinho...fazia tempos que não encontrava o Mauro...o papo está legal...a gente foi muito amigo...na faculdade! Queria ficar mais um pouco!

Bem safada resolvi brincar bem ousada e disse:

-Mauricio...vamos pra casa...se quiser...leva teu amigo junto...eu não vou achar ruim!

Ele deu um sorriso safado e disse:

-Cris...vc tá muito safada...sua putinha...vc teria coragem...de fazer isso que estou imaginando?

-o que vc acha...meu maridinho...claro que tenho coragem...do jeito te cheia de tesão...dou pra vc e pra ele juntos...e dou bem gostoso...será que ele topa meter na tua esposa putinha?

-sua putinha tarada...olha que faço isso...meu amigo sempre foi safado...na faculdade...vc quer mesmo?

-Mauricio...chama logo...acho que meu maridinho tá querendo também...vamos brincar a três...vou adorar...vamos embora...logo...to tão tarada!

Os dois cochicharam e saímos pra pegar nosso carro no estacionamento. O amigo do meu marido tinha vindo de carona e ele então entrou e se sentou no banco traseiro com um sorriso todo safado e assim que o carro saiu do estacionamento toda safada disse:

-bem...ja que meu maridinho resolveu deixar sua esposa safada brincar com o seu amigo...vou pular no banco traseiro junto com ele...pra gente perder a vergonha...de vez!

Em segundos fiquei nua e logo estava com o pau do amigo em minha boca. O pau dele era bem grosso e eu engolia com prazer. O safado já metia os dedos na minha buceta molhadinha e dizia todo tarado:

-Mauricio...que putinha mais tarada que vc casou hein amigo...ela tem um fogo na buceta...nossa! Vou comer tua putinha até o dia amanhecer...adoro vadias taradas!

Chegamos em casa e logo estávamos em nosso quarto completamente nus em nossa cama king-size.

O amigo do meu marido já me foi me pegando de 4 e metendo com força na minha bucetinha tesuda. Meu marido pegou uma dose de whisky e se recostou na cabeceira da cama e ficou assistindo o amigo me comendo gostoso. Toda safada resolvi que ia mostrar a putinha safada que era e sussurrei:

-ahh...mete...assim...mete com força...quero gozar gostoso...come...a esposa do teu amigo...seu safado...que pau gostoso...grosso...ahh...meu maridinho...que amigo gostoso...que vc trouxe pra comer sua esposinha puta...ahh...mete...com força...mete tudo...seu tarado!

Rebolei como uma puta safada e logo eu estava entre as coxas do meu maridinho corno e engolia seu pinto duro por inteiro. Mauro era um macho que sabia meter gostoso e todo tarada já aplicava uns tapas fortes na minha bunda branca. Toda safada eu dava gritinhos de prazer e gemi dizendo:

-ahhh...que delicia...vou...vou gozar...fode...minha buceta...seu safado...mete...vou gozar...vou gozar!!!

Meu corpo parecia que estava ligado no 220 v. e me contorcia sem controle gozando copiosamente. Mauro aproveitou meu descontrole e encaixou seu pau na portinha do meu cuzinho e meteu tudo de uma vez. Dei um gritinho de dor mas adorei ter meu cuzinho preenchido por aquele pau grosso e logo rebolava tesuda sussurrando e chupando o pinto do meu maridinho corno:

-mete...seu tarado...safado...come meu cu...assim...que pau grosso...meu cuzinho ta ardendo...mas tá gostoso...mete tudo...fode a putinha...mete...me come...com força...vou gozar...vou gozar...gozem... gozem comigo...os dois...quero porra quente...no meu cu...e na minha boca...ahhh!

Gritei como uma louca quando senti meu cuzinho ser inundado de porra fervente e meu maridinho se contorcer todo e encher minha boquinha sedenta de porra. Foi um orgasmo maravilhoso como nunca tinha sentido. Mauro ficou engatado na minha bunda até seu pau amolecer e o pinto do meu maridinho corno encolheu por completamente.

Logo em seguida fomos os três juntos tomar banho e parecia que não existia nenhum constrangimento entre meu marido e seu amigo de faculdade. Na minha mente então estava mais que perfeito! Poder ter dois machos na cama era tudo que uma putinha tarada como eu gostaria e isso eu sabia que dali pra frente iria se repetir muitas e muitas vezes.

Durante o banho as brincadeiras entre nos rolavam com muita naturalidade e percebi claramente que durante o tempo que eles estudaram juntos certamente tinham participado de muitas farras. Meu maridinho corno acho que por causa da bebida achava graça de tudo, mas percebi que seu pintinho não estava mais dando sinal de vida mas em compensação o pau grosso do amigo já estava duro novamente e então brinquei dizendo:

-acho que meu maridinho...não vai comer minha bundinha como tinha prometido...o pintinho ficou morto depois que gozou...ainda bem que ele tem um amigo...macho...pra matar o tesão da putinha aqui!

Meu marido me abraçou e sorrindo disse:

-meu amigo Mauro é muito tarado...e vai te comer gostoso...com o pauzão dele...vai deixar sua bucetinha e seu cuzinho ardendo...sua putinha safada!

Durante o banho percebi claramente que por diversas vezes Mauro deu umas encoxadas tanto em mim quanto no meu maridinho corno dizendo todo safado que ali naquele Box tinhas duas bundas gostosas demais. Meu maridinho até reclamou de sentir o pau grosso do amigo se esfregando em suas nádegas mas não pareceu se importar muito com aquela safadeza.

Voltamos os três pra cama e logo eu dava um banho de língua no amigo do meu marido e chupei aquele pau grosso com vontade...que delicia sentir a cabeça daquela pauzão no fundo da minha garganta!

Quando olhei para o lado meu maridinho corno estava deitado de bruços com uma perna em cima do travesseiro e dormia profundamente.

Mauro socava sua pica grossa na minha boca com vontade e todo tarado disse:

-chupa...sua puta...vou te comer até o dia clarear...puta gostosa...adoro vadia que nem vc...que adora pau...depois que gozo a primeira vez...consigo meter sem gozar...até quando eu quiser...vou te foder inteira sua puta...vadia! Vou deixar essa buceta e esse rabo...todo esfolado!

Toda safada lambia e chupava aquele pau com vontade dizendo:

-vou adorar...seu tarado safado...to precisando de uma macho de verdade...pra me fazer gozar gostoso...meu maridinho coitado...não consegue dar conta de uma putinha tarada que nem eu...quero dar gostoso...pra vc...seu safado! Vai ter que cumprir o que tá prometendo...vai ter que comer a putinha até o dia clarear...to pronta pra ser tua vadia!

Ele se deitou de costas e me espetou naquele pauzão e toda tesuda cavalguei como uma louca naquele macho. Nem sei quantas vezes gozei. Meu cuzinho foi comido sem dó que ficou todo inchado, mas adorei. Levei uma surra maravilhosa de pau grosso por quase duas horas e gozei como queria. Minha bunda ficou completamente vermelha dos tapas que aquele macho tarado me aplicou. Percebi que apanhar na bunda me deixava ainda mais excitada.

Quando o dia começou a clarear estava com o pau daquele macho na boca mamando gostoso e percebi que ele queria gozar novamente e ao olhar meu maridinho deitado com sua bunda arrebitada por causa da perna em cima do travesseiro me deu um estalo em minha mente safada e então disse:

-Mauro...vamos fazer uma safadeza bem gostosa...goza em cima da bunda do meu maridinho corno...quando ele acordar...vou dizer que vc comeu ele...quem mandou ele beber demais...quero ver a reação dele. RSS.

-Cris...sua putinha safada...e se ele achar ruim...de eu ter feito isso...e...ficar com raiva de mim!

-Ele não vai dizer nada...tenho certeza! Vcs não são santinhos...seus safados! No banho vc encoxou e esfregou seu pauzão na bunda dele...e ele nem reclamou muito! RSS. Faz isso...por favor...vou adorar ver isso! Deixa de frescura...vc já comeu a buceta e o cuzinho da esposinha puta dele...agora vai ficar com frescura de gozar gostoso na bundinha do teu amigo!

Ele deu um sorriso safado e então bem devagar se ajoelhou nas coxas brancas do meu maridinho e seu pauzão ficou bem pertinho da bundinha empinada do meu maridinho. Aquela cena aumentou em 100% meu tesão e toda safada me inclinei ao lado e comecei a chupar aquele pau grosso.

Não demorou nem um minuto pra que Mauro começasse a ejacular como um cavalo e aquela porra branca se espalhou por toda a bunda do meu maridinho. Mauro todo safado até esfregou a cabeça melada no rego do cuzinho do meu maridinho corno que se mexeu levemente. Toda tesuda fiquei segurando o pau grosso do safado e sem me importar se meu maridinho poderia acordar fiz a cabeça babada daquele pauzão deslizar varias vezes tocando seu cuzinho rosado!

Na verdade gostaria de ter visto aquele pauzão penetrar no cuzinho do meu maridinho corno!

Cada dia mais eu percebia que a safadeza pra mim não tinha limites.

Achei que Mauro iria ficar conosco aquele fim de semana mas ele disse que tinha passagem marcada pra logo após o almoço e então chamamos um taxi e o meu macho gostoso foi embora, mas disse que logo viria nos visitar novamente.

Fui dormir e só acordei linda e rejuvenescida pelo prazer la pelas duas da tarde e então percebi que meu maridinho tinha acabado de sair do banho e toda alegre disse:

-bom dia...meu gato lindo...nossa...que fim de semana fantástico que meu maridinho maravilhoso me proporcionou...assim desse jeito...vou querer casar de novo com vc!

Ele sorriu e a conversa se desenrolou bem descontraída e cheia de safadezas:

-não sei se gostaria de casar de novo...com uma puta tão safada quanto essa que tenho em casa!

-até parece...tenho certeza que vc adora ter uma esposinha tão putinha...como eu! Vc...gostou de ver outro macho metendo um pau maior que o seu na minha bucetinha e no meu rabinho! Vc gozou tanto que até desmaiou depois...seu safado! Ainda bem que teu amigo era um macho de verdade...me comeu gostoso...até me deixar de pernas bambas!

-é...deu pra ver que sua bunda...tá bem vermelha...ele te encheu de tapas né sua putinha...na faculdade ele pegava as garotas e gostava de bater nas putinhas...tanto na cara quanto na bunda!

-da próxima vez...vou pedir...pra levar uns tapas no rosto...ele só bateu na minha bundinha...eu adorei apanhar de macho. RSS. Mauricio...me fala a verdade...vc e o Mauro fizeram muitas safadezas juntos na faculdade né...safadinho!

-bem...a gente dividiu um apartamento quase 2 anos...e ele sempre foi muito puteiro...comia todas as vadias que apareciam por la...e de vez em quando a gente até dividia alguma putinha! Mas as garotas gostavam mais de dar pra ele...pau grande...igual vc...sua vadia...adorou pau grosso no cu e na buceta!

-Claro que gostei...e muito...foi uma pena ele ter ido embora...iria querer repetir nossa farra..tudo de novo! Mas...tem uma coisa que vc ainda não sabe...meu maridinho...ontem eu estava tão tarada que vou te confessar uma coisa...qualquer macho que me cantasse ia me comer facinho!

Rapidamente contei tudo que tinha acontecido na boate com a Mirela e também que vários machos tinham passado a mão na minha bucetinha inclusive o seu amigo Mauro.

-vc...é muito louca Cris...vc ficou com a Mirela...eu conheço a safada faz tempo...ela só gosta de mulher! Além de gostar de macho...minha esposa putinha também gosta de transar com mulher é?

-Mauricio...eu gosto de tudo que me de prazer...agora...deixa eu te falar uma coisa...seu safadinho...o teu amigo Mauro já comeu sua bundinha né?

-eu...não...eu...claro que não! Porque vc tá dizendo isso?

-Mauricio...deixa de querer me enrolar...a gente não precisa ter segredos entre nós...vai me dizer que vc não sentiu sua bunda cheia de porra seca hj de manhã! Mauro gozou um monte na tua bunda gostosa!

-eu...bem...eu percebi...mas...eu apaguei...não senti nada...quando tomei banho...lavei o cuzinho...tá normal...se ele tivesse feito alguma coisa...teria ficado ardendo...o pau dele é bem grosso!

-que maridinho safado...então se ele tivesse comido...ia ficar ardendo é? Das outras vezes que ele te comeu ardeu muito né seu safadinho! Se não quiser falar...tudo bem...mas tenho certeza que vc deu gostoso pra ele! Vc deu sua mulher pra teu “amigo” comer gostoso...vc queria estar no meu lugar!

-vc é muito louca Cris...o que aconteceu...de verdade...que minha bunda ficou toda cheia de porra!

-Mauricio...eu chupei o pau dele até ele gozar...e pedi pra ele gozar na tua bunda...queria ver sua reação!

E agora tenho certeza que vc também gosta de macho. Se vc já tivesse aberto o jogo comigo essa noite teu amigo teria comido eu e vc bem gostoso e teria matado esse tesão que tá dentro de vc. Quando o Mauro gozou na tua bunda peguei o pau dele e esfreguei no seu cuzinho...mesmo dormindo vc deu uma reboladinha naquele pauzão. E ele também estava louco de vontade de te enrabar!

Não dei tempo de Mauricio dizer mais nada e me levantei da cama e fui tomar um banho relaxante.

Sai do banho e fomos almoçar em uma churrascaria e então meu maridinho corno abriu o jogo de vez. Quando ele tinha 15 anos um amigo o chamou pra fazer troca-troca e logicamente o garoto comeu ele primeiro. Mauricio gostou muito de ser comido. Só que depois de uns três meses sendo enrabado quase todo dia pelo amiguinho minha sogra flagrou os dois na safadeza. Ela contou para meu sogro e meu maridinho acabou levando uma surra tremenda e passou a ser bem vigiado. Depois disso ele ficou com muito medo de pegarem ele novamente e aquele tesão ficou adormecido até quando conheceu Mauro na faculdade e ficaram “amigos” e passaram a dividir um apartamento. Teve uma noite que os dois foram pra uma danceteria e beberam um pouco a mais e então meu maridinho quando acordou no outro dia de manhã percebeu que seu cuzinho tava todo dolorido e ao tomar banho notou que tinha sido enrabado pelo amigo. Ele até pensou em reclamar mas o tesão da adolescência bateu forte e então ficou quietinho e não demorou nem uma semana pra que fossem a outra festa e então meu maridinho fingiu que bebeu muito e logo que chegaram ao apartamento seu amigo Mauro rapidinho abaixou sua cueca e meteu seu pau grosso na seu cuzinho. Mauricio gozou como louco no pauzão do amigo e toda semana depois de alguma festa aquele ritual disfarçado se repetia. Foi então que brinquei dizendo:

-então quando meu maridinho...depois que gozou ontem...deitou de bruços com a bundinha toda empinada...queria que o amigo repetisse as safadezas dos tempos faculdade né...queria ser comido pelo pau grosso do Mauro...seu safadinho!

-bem...agora vc já tá sabendo de tudo Cris...não existe mais nenhum segredo! Eu tinha um pouco de vergonha de contar isso...achei que talvez vc pudesse não gostar...alias...nem sei!

-Mauricio...até hj esta tudo perfeito entre nós...e espero que continue assim...pra mim...não muda nada...acho que eu não sou exemplo de conduta correta...eu adoro safadeza de todo tipo...e vou adorar fazer isso...junto com vc...só temos que tomar cuidado...com sua família!

Saímos do restaurante e fomos pra mansão dos meus sogros passar o resto do domingo com a família toda reunida. RSS.

Tudo transcorria maravilhosamente bem e como havia prometido meu maridinho transferiu uma das salas comerciais para meu nome e logo no outro dia a tardezinha quase escurecendo a campainha do portão tocou e ao atender uma voz feminina dizia querer falar comigo sobre aluguel das salas. Das 4 duas já tinham sido alugadas e então resolvi atender a pessoa.

Abri o portão eletrônico e quando a pessoa chegou na varando do meu sobrado tive uma surpresa.

Era um travesti de 1.90 m., cabelos negros cacheados, seios siliconados enormes, umas coxas grossas e torneadas e uma bunda enorme e toda empinada. Ela usava um vestido justo que a deixava sexy sem ser vulgar e uma sandália de salto bem alta que com certeza a deixava mais alta e imponente. Apesar de toda aquela produção dava pra notar traços masculinos em seu rosto.

Ela tinha um sorriso cativante e disse se chamar Michelle e disse que queria alugar a sala do canto que por acaso era a minha, pois tinha um estacionamento mais amplo. Ela tinha um salão de beleza bem montado em outro lugar da cidade mas queria se mudar pra ali pois a região era muito melhor e poderia ampliar ainda mais os serviços.

Fiquei encantada com a presença daquele travesti ali na minha casa e então resolvi convidá-lo para entrar e ofereci vinho pra beber enquanto conversávamos.

Michelle era muito simpática e toda falante e logo me contou que tinha 29 anos e tinha “trabalhado” na Itália e depois de ganhar uma boa grana resolveu vir embora e além do salão de beleza, tinha uma escola de informática e também uma boutique de roupas intimas no shopping. Aproveitei pra dizer que iria visitar sua boutique...pra ver se tinha alguma lingerie erótica diferente.

Michelle toda safada e boa de conversa disse que sua boutique era especializada em atender mulheres lindas e sexy como eu! RSS.

Como sempre eu estava vestida com um vestidinho de malha curtinho e todo colado ao corpo e como estava em casa nem calcinha eu estava usando.

Enquanto conversávamos animadas tomando uma taça de vinho Michelle disse que esperava que eu não deixasse de alugar aquela sala pra ela, pois tinha certeza que ali ela poderia montar seu salão do jeito que ela queria...chic e sofisticado! E também comentou que iria deixar comigo todos seus dados pessoais para poder consultar seu nome e constatar que era uma pessoa honesta e que pagava suas contas sempre em dia. Eu sorri e disse que eu não tinha nenhum tipo de preconceito e que iria passar os dados para meu marido e que se tivesse tudo correto por mim não teria nenhum empecilho de alugar-lhe aquela sala. E brinquei dizendo que iria adorar ter um salão vizinho de minha casa...nem precisaria perder tempo no transito!

Ela anotou seus dados em um bloco de papel e lhe ofereci mais uma taça de vinho e toda curiosa quis saber sobre sua vida na Itália e até comentei que minha lua de mel havia sido em Roma e que durante os passeios pela cidade com meu marido até tinha visto vários travestis “trabalhando”.

Michelle então talvez um pouco mais alegre pelo vinho ou talvez querendo me agradar pra que lhe alugasse a sala se abriu um pouco e começamos a conversar sem rodeios.

-eu...trabalhei pouco tempo na rua...apenas 1 ano. Tive sorte de encontrar um coroa muito rico que se apaixonou por mim...e pela minha pica grande...e passou a me sustentar e cuidar de mim...eu não tinha esse corpo todo...modelei-o nas melhores clinicas italianas! Fiquei 7 anos com ele e quando ele morreu...o coitadinho tinha problemas no coração...deixou uma bela herança pra mim!

-vc teve sorte mesmo Michelle...a gente sabe que nesse meio...tem muita droga...violência...né...ja vi muitas reportagens...sobre isso! Alias estou adorando conversar com vc...sempre tive muita curiosidade sobre travestis. De vez em quando passo de carro em algumas ruas onde elas fazem ponto sempre tem algumas bem bonitas..e muitas praticamente nuas.

-é...quando comecei a trabalhar também fazia isso...tem que mostrar o material...pra deixar os safados com vontade de dar pra gente! Os viados ficam loucos quando vêem uma rola grande entre as pernas!

O telefone celular tocou e era meu maridinho dizendo que ia chegar um pouco atrasado...estava com o pai no escritório resolvendo uns problemas e depois de desligar o telefone disse sorrindo:

-Michelle...se eu estiver te aborrecendo com minha conversa...vc fala tá...é que sou muito curiosa!

Ela deu um sorriso e pediu pra colocar mais um pouco de vinho na taça e disse:

-Se vc me alugar a sala...prometo que respondo todas as perguntas que vc fizer...sem mentir!

-Michelle...isso é um golpe baixo...quase uma chantagem...sendo uma mulher tão curiosa como eu sou!

Caímos em risos e continuamos a conversar sobre banalidades e sobre roupas e foi então que o celular dela tocou e depois de atender comentou que era sua irmã que cuidava da escola de informática e precisava dela pra assinar uns papeis e então disse que iria embora e se despediu com dois beijinhos no rosto e disse bem safada:

-Cris...resolve logo sobre a sala...com seu marido...por favor querida! Se vc me alugar...prometo te dar algumas calcinhas novas da minha loja pra vc...deu pra ver que sua bucetinha tá toda a mostra...e outra coisa...é que também deu pra ver que vc gosta de se depilar inteira. Vai ganhar depilação grátis...feita por mim!

-Michelle...gostei da proposta! Apesar de quase não usar calcinhas...adoro ganhar presentes. Mas a depilação...com certeza...vou querer...gosto de deixar minha bucetinha toda lisinha...fica mais sensível!

-To vendo que minha nova amiga é uma mulher muito...safadinha!

Ela saiu rebolando aquele corpo espetacular e quando meu maridinho chegou resolvi dizer que tinha aparecido um candidato pra alugar minha sala...mas não contei que era um travesti...o nome verdadeiro da Michelle era Michel. RSS. E até brinquei dizendo que seria até bom ter um salão de beleza ao lado!

Meu marido no outro dia depois de ter consultado os dados de Michelle disse que iria mandar preparar o contrato e me levaria na hora do almoço pra que eu chamasse o inquilino pra assinar.

Mauricio veio almoçar e trouxe o contrato e as copias e assim que ele saiu liguei pra Michelle e disse que ela podia passar em casa pra assinar o contrato que estava tudo certo. Pedi pra ela vir la pelas 4.00 da tarde porque iria levar meu filhinho pra casa da minha sogra.

Assim que voltei tomei um belo banho e resolvi me vestir do jeito que eu gostava. Coloquei um vestidinho bem curtinho de malha fria branco...sem calcinha é claro e uma sandália de tirinhas da mesma cor. Ao me olhar no espelho me achei linda e mais ainda totalmente sexy pois o tecido era extremamente fino e bem transparente.

No horário marcado Michelle chegou e mandei guardar o carro na minha garagem. Quando Michelle desceu do carro percebi que ela também estava toda linda. Seu vestido vermelho parecia uma segunda pele de tão justo e era bem curtinho. Seus seios pareciam que ia pular pra fora do decote e os bicos dos seios siliconados estavam durinhos.

Ao colocar as pernas compridas pra fora do carro deu pra ver uma calcinha de lycra branca que segurava um belo volume entre suas coxas.

Ela me abraçou e beijou meu rosto toda contente e entramos pra sala e sentamos nas poltronas da sala. Ela pegou o contrato deu uma lida rápida e depois de assinar disse que esperava que nos tornássemos muito boas vizinhas e amigas. Eu sorri dizendo que esperava isso também e então perguntei se ela queria brindar aquele momento e ela disse que gostaria que fosse com champanhe e como isso nunca faltava em casa peguei uma garrafa e logo estávamos brindando alegremente.

A garrafa acabou rapidinho e quando perguntei se queria que abrisse outra Michelle sorrindo disse:

-claro que sim Cris...adoro champanhe...é minha bebida...me deixa toda excitada! E ainda mais que a ocasião merece! RSS. E vc...também gosta...ou prefere outra bebida?

-Michelle...também adoro champanhe...só não posso beber muito...senão fico muito safada!

-é Cris...ja deu pra perceber que vc é uma mulher que deve gostar muito de sexo...adora mostrar a bucetinha...tenho certeza que os homens devem adorar pegar uma putinha como vc na cama! Vc deve gostar muito de levar rola nessa buceta tesuda! Disse alguma mentira...amiga?

Sorri toda safada e disse:

-Michelle...vc quase acertou...mas...vou abrir o jogo com vc...na verdade...adoro...pau na buceta...e no cuzinho...meu maridinho não dá conta...da putinha que tem em casa...ainda mais que ele tem um pintinho pequeno...de vez em quando ele me libera pra dar pra outro macho...mas vc sabe...somos de família tradicional...não pode dar muita bandeira...para o povo não começar a falar! Mas adoro...safadeza...sou daquelas que topam tudo!

-é...to vendo que arrumei uma amiga bem putinha...alias sempre é bom ter amigas assim...de vez em quando elas podem ajudar a gente em alguma safadeza bem gostosa...ainda mais quando dizem que topam tudo...puta de verdade tem que ser assim...mas...como tinha prometido passei na minha loja e trouxe umas calcinhas de presente pra vc...mas...acho que vc vai guardá-las nas gavetas.

Ela então pegou sua bolsa e tirou um pacotinho com 3 calcinhas fio-dental de rendas muito lindas e me entregou dizendo:

-Cris...que tal experimentar alguma...gostaria de ver...mostra pra mim!

Sem frescura tirei meu vestido e fiquei completamente nua só de sandália e vesti uma das calcinha e Michelle disse:

-amiga...querida...eu sabia que ia ficar linda...nesse corpinho perfeito que vc tem...vira...que quero ver esse rabo...lindo!

Dei uma virada de costas e empinei o bumbum bem perto dela e ela então me deu um tapinha na bunda e disse:

-sua safada...gosta de mostrar o rabo também...putinha...põe outra calcinha...quero ver!

Vesti a outra e fiz a mesma coisa e levei outro tapinha na bunda e então só de safadeza disse:

-Michelle...para de dar tapinhas na minha bunda...sua safada...assim vc vai me deixar...com tesão...adoro apanhar no bumbum!

Vesti a terceira calcinha e então me virei de costas pra ela esperando o tapinha de costume só que dessa vez o tapa foi bem forte e toda safada dei um gritinho e bem putinha e disse:

-aiii...sua sádica...esse doeu! RSS. Que mão pesada...vc tem...Michelle! Mas...eu adorei!

Michelle sorrindo me segurou firme pelo braço e me aplicou mais 2 tapas fortes um em cada lado da bunda e toda safada disse:

-Cris...to percebendo que vc é uma ninfomaníaca...conheci muitas putas nas ruas...mas acho que vc seria uma daquelas putas que se o cliente parasse o carro e dissesse não ter grana pra te pagar e mostrasse uma pica grosa e dura...vc ia dar de graça...e gostoso. RSS. Vc é uma vadia tarada!

Cai em gargalhadas e toda putinha tirei a calcinha...coloquei meu vestido novamente e me sentei na poltrona em frente com as pernas abertas...minha buceta já estava encharcada...e toda tesuda disse:

-Michelle...ja te disse que sou curiosa...como vc consegue esconder seu pau...nessa calcinha que vc tá usando...vc disse que tem pica grande! Mostra...pra mim...mata minha curiosidade...por favor!

Michelle estava sentada bem de frente pra mim e com um sorriso sádico abriu mais as pernas e deu uma alisada naquele volume e disse:

-Acho que vc sabe que gente curiosa...acaba tomando no cu...né sua puta! Já percebi que vc gosta de brincar sua vadia...mas...ja vou te dizer...eu gosto de transar com homem...até gosto de comer um casal...mas...ja vou te avisar...mulher pra mim...eu trato como vagabunda...sem dó...acho que vc já percebeu isso...e se começar com frescura...vai apanhar...de verdade! Mas...só pra vc saber...quase todo travesti...usa duas calcinhas...pra segurar bem a pica e não deixar escapar!

-Michelle...eu já disse...que topo tudo...quando estou com tesão! Agora...mostra...pra mim...mostra!

-eu sei...o que vc tá precisando sua puta...vou te dar...sua vagabunda! Tira esse vestido...fica nua vadia...e vem de joelhos...aqui...entre minhas pernas...sua puta...vou mostrar o que vc quer ver!

Toda tesuda fui bem devagarinho engatinhando pelo tapete e quando ela tirou as calcinhas vi saltar diante dos meus olhos uma pica imensa. Era grossa e cabeçuda como só tinha visto em filmes. E aquilo estava crescendo ainda mais e ela então disse toda tesuda:

-chupa...vadia...enfia na garganta sua puta...adoro pegar putas casadas...são vagabundas que gostam de dar gostoso...chupa sua vadia...se deixar o dente...vai apanhar na cara...engole...vagabunda!

Michelle enfiava com força na minha boca me fazendo engasgar mas a safada nem se importava e fodia minha boca sem dó. Aquele pau cresceu por inteiro e parecia um pau de cavalo. Ela então me pegou e colocou de 4 no sofá e encaixou a cabeçona daquele monstro na entrada da minha bucetinha e foi enfiando...Gritei...me sentindo arrombada...mas logo o prazer tomou conta do meu corpo e passei a rebolar loucamente espetada naquele monstro que alargava as paredes da minha bucetinha. Gozei dando urros de prazer. Eu apanhava na bunda sem dó. Ela sabia como judiar de uma putinha tarada como eu. A posição mudou e agora eu estava sentada de frente naquela pica enorme e muito grossa e cavalgava firme completamente tomada pelo tesão. Era um gozo intenso atrás do outro. Ela me colocou deitada de bruços no sofá com uma almofada por baixo do meu ventre. Eu sabia que aquela pica enorme ia entrar no meu cuzinho e isso aconteceu em seguida. Michelle não se importou com meus gritos e foi enfiando aquela vara enorme e grossa até o talo. Quase desmaiei de dor mas logo Michelle metia em mim com força e como num passe de mágica em poucos segundos um torpor tomou conta do meu corpo e tive um orgasmo completamente diferente de todos. Gozei pelo cu com uma intensidade louca e senti que minha bucetinha parecia ejacular como um macho. Eu mijava de prazer naquela pica enorme!

Michelle tirou aquele pau do meu cuzinho e então perguntou onde era o banheiro pra se lavar e toda tremula só apontei com o dedo e fiquei ali deitada com o cuzinho todo arrombado me recuperando daquelas safadezas. A almofada embaixo do meu ventre estava completamente úmida dos líquidos que minha bucetinha tesuda expeliu.

Quando ela voltou do banheiro vestiu as calcinhas e deu pra ver como ela conseguia ocultar aquele pauzão que mesmo mole era enorme. Só o saco é que era bem pequeno! RSS.

Michelle parou ao meu lado e disse:

-levanta vagabunda...pra abrir o portão pra eu sair com o carro! Hj...fui boazinha com a putinha...mas é bom saber que da próxima vez...vai sofrer bem mais.

Toda safada sorri e disse:

-Michelle...vou adorar sofrer em suas mãos e nessa pica deliciosa...pode abusar da putinha...quero experimentar...novos prazeres!

Foi então que ela pegou na estante um porta-retrato onde tinha uma foto do meu maridinho e disse:

-esse é o teu maridinho corno é? Tem um rosto bonito...e uma boca gostosa...será que ele gostaria de mamar na minha pica grossa...igual à esposa puta?

Na hora já me excitei com o que ela dizia e toda safada disse:

-Michelle...acho que isso não deve ser difícil...e como vc disse que gosta de comer casal...vou adorar!

Levantei-me peladinha e acompanhei Michelle até seu carro e ela antes de entrar no carro disse:

-Cris...acho que depois de hj tenho certeza que vamos ser vizinhas por muito tempo.

Naquela noite meu maridinho chegou cansado e quase nem conversamos e como eu ainda não iria contar-lhe o que tinha acontecido naquela tarde...só tomei banho depois que meu corninho dormiu pra que não visse as marcas vermelhas dos tapas que levei daquele travesti sádico.

Michelle era uma pessoas decidida que gostava das coisas resolvidas com rapidez e em menos de duas semanas o salão de beleza estava pronto pra ser reinaugurado. Ficou realmente um salão muito requintado e de bom gosto. Eu e meu marido fomos ao coquetel que Michelle serviu as convidados. Ela estava simplesmente deslumbrante num vestido longo dourado cheio de brilho e quando toda contente veio nos cumprimentar foi então Mauricio meu maridinho ficou sabendo que a dona do salão era um lindo travesti! Tomamos bastante champanhe e naquela noite meu maridinho todo curioso quis saber sobre Michelle e eu conduzi a conversa da maneira que desejava.

-Então meu maridinho gostou da nossa inquilina é? Realmente ela é muito bonita...parece mulher mesmo né?

-sim...bonita mesmo Cris! Só da pra perceber que ela é uma travesti por causa do tamanho e por causa da voz que é um pouco grave! Por que vc não me contou antes...sua maluca!

-Até coçou a língua de vontade de falar pra vc...mas quando ela nos convidou para coquetel de inauguração...resolvi te fazer uma surpresa...e to vendo que vc gostou da surpresa!

-sim...realmente teremos uma vizinha...bem diferente! RSS. E acho que pelo jeito ela vai ter muitas clientes...o salão ficou muito bonito! E pelo nível ela dever cobrar caro!

-com certeza...ela me disse que onde o salão estava funcionando antes já tinha bastante freguesas ...aqui vai ter muito mais...ela até contratou mais funcionárias! A Michelle é uma travesti muito esperta que soube aplicar a grana que ganhou na Itália.

Rapidamente contei sobre a herança que o coroa italiano tinha deixado pra ela e toda safada já comentei sobre o tamanho do pica que ela tinha entre as pernas e meu maridinho ficou ainda mais curioso.

-mas...como vc sabe que a Michelle tem um pau grande...o que vc já aprontou sua putinha?

-nada...ainda...meu maridinho! RSS. Mas vou te contar como fiquei sabendo do tamanho da pica da Michelle. Ontem depois que terminou de ajudar as funcionárias a limpar tudo pra inauguração de hj ela estava toda cheia de pó e suada e quando comentou que adoraria tomar uma ducha...ofereci nosso banheiro do quarto de hospedes pra que tomasse banho. Ela ficou toda contente e veio aqui pra casa. Tudo isso aconteceu sem nenhuma sacanagem da minha parte...por enquanto! Mas foi então que Michelle gritou me chamando que não tinha toalha no banheiro. A empregada se esqueceu de colocar. Foi então que quando bati na porta pra entregar a toalha pra ela...meu maridinho...levei um susto. A safada tem uma pica grossa e cabeçuda que só vi em filmes. Pelo espelho deu pra ver perfeitamente ...nossa...Maurinho...que pauzão...o do teu amigo Mauro...é pequeno perto dele! Acho que aquilo quando fica bem duro...deve arregaçar a buceta...e no cuzinho então! RSS.

-e...ai...sua safada...o que vc fez...depois? Do jeito que vc é uma putinha tarada!

-bem...não fiz nada...mas não foi por falta de vontade! O celular dela tocou e tinha gente procurando por ela e logo em seguida se vestiu e foi embora! Mas...que pica linda Mauricio...fiquei com vontade de dar uma pegada...só pra sentir!

-sua louca...olha o que vc vai aprontar...ela é nossa vizinha e inquilina!

-que nada Mauricio...Michelle é muito legal...imagina o que a safada já aprontou por ai! Mas...tem uma coisa que ainda não contei! Ela ficou tão contente por termos alugado o prédio que durante 6 meses vai me depilar grátis e como adoro meu maridinho fiz questão que vc fosse incluído no pacote! Vc fica passando a maquina nos teus pelos, mas sempre fica espetando depois...como agora temos uma vizinha depiladora...quero meu maridinho todo lisinho...igual a mim!

-só vc pra pensar nessas maluquices...acho que é melhor passar a maquina mesmo...nem tenho muitos pelos. RSS. Acho que vou ficar com vergonha de alguém me depilar!

-Mauricio...larga de ser bobo...nem adianta querer fugir...vc vai fazer isso sim...senão...não deixo vc comer mais minha bundinha!

Mauricio ficou todo excitado com aquela conversa e logo chupei seu pintinho duro e depois como sempre virava minha bundinha e ele metia no meu cuzinho até gozar soltando gemidos altos de prazer.

Na primeira semana depois da inauguração eu e Michelle quase não tivemos tempo para conversar principalmente porque meu sogro teve problemas sérios de saúde e tive que ajudar minha querida sogra na casa dela. Fiz meu papel de nora dedicada à família!

Mas nas poucas vezes que trocamos idéias toda safada comentei que logo ia levar meu maridinho pra ser “depilado”. Ela sorriu toda safada e disse que ela ia fazer um serviço bem feito e completo.

E isso aconteceu na segunda feira seguinte quando resolvi fazer minha depilação “grátis” logo apos o almoço. Michelle mandou a depiladora caprichar porque eu era uma “cliente” mais que especial. A depiladora realmente sabia trabalhar e além da rapidez quase não senti dor!

Assim que terminei fui até o escritório da Michelle que era localizado nos fundos da sobreloja e disse:

-Michelle...querida...parabéns...a garota que faz a depilação sabe trabalhar muito bem...até dei uma gorjeta pra ela...me deixou completamente lisinha...não sobrou nem um pelinho...nem senti dor!

Michelle sorriu e disse:

-Pra trabalhar comigo...tem que ser profissional de verdade...se não fizer tudo perfeito...mando embora! Vem aqui...deixa-me dar uma olhada...quero conferir!

Toda safada fui ao lado da escrivaninha de granito e levantei o vestido e Michelle então passou a mão na minha bucetinha e no reguinho da minha bunda e disse sorrindo:

-é...ficou perfeita...mas da próxima vez vou mandar a depiladora não ser tão cuidadosa na hr de arrancar os pelinhos...porque minha amiga puta gosta de sentir um pouco de dor!

Toda puta e safada me inclinei em cima daquela pedra negra de granito e com a bunda completamente exposta sussurrei tesuda:

-acho que vc deve saber como provocar dor na putinha...do jeito que eu gosto...bate...sua safada!

Quando senti o primeiro tapa forte na bunda minha bucetinha encharcou de vez e logo levei vários tapas na bunda...quando fiz menção de levantar Michelle disse:

-fica ai...sua puta tarada...acho que vc tá precisando de alguma coisa mais forte...vamos testar os limites da vadia! Já que quer meu pau...vai ter que ser minha escrava...sua vagabunda!

Senti que tinha um pau deslizando entre os lábios da minha buceta ensopada e toda safada já comecei a rebolar querendo ser penetrada. O tesão começava a tomar conta do meu corpo e sussurrei tesuda:

-enfia...sua safada...mete esse pauzão...me fode...to louca de tesão...quero gozar...nessa pica grossa!

Senti que Michelle tinha um cinto largo de couro na mão e toda tesuda esfregava ele nas minhas costas e batia levemente na minha bunda dizendo:

-quer meu pau...vadia...vagabunda...pede...com vontade...implora puta...ta sentindo esse cinto de couro escrava...vou deixar vc marcada com ele...gosto de deixa minhas escravas com marca da dona...pede vadia...mostra que vc quer...quero ver se vc tem coragem...vagabunda!

Minha buceta estava tão ensopada que começava a escorrer pelas minhas coxas e sem me importar com nada toda tarada sussurrei:

-bate...sua puta...bate sua vagabunda...se vc quer...eu quero tudo...bate...sua vadia safada...bate mas enfia essa pica na minha buceta...sua safada...faz...sua escrava gozar...me fode...sua puta...pauzuda!

O cinto estalou na minha bunda por varias vezes e quando aquela pica entrou alargando as paredes da minha buceta sedenta gozei copiosamente rebolando e gemendo de prazer e de dor! Foram poucos minutos...mas foi um gozo intenso! E então Michelle toda tesuda tirou o pau de dentro de mim disse:

-chega...escrava vadia...ja gozou...por hoje...gosto de saber...que ta querendo mais!

Me levantei e olhei aquela pica imensa dura como aço no meio das pernas daquele travesti sádico e então dei uma olhada nas marcas vermelhas que ficaram em minha bunda branca sorri dizendo:

-Michelle...minha rainha sádica...deixa sua escrava chupar um pouco esse pau delicioso...deixa!!!

Ela estava sentada na sua poltrona de couro negra com o cinto na mão e então ela disse:

-de joelhos...sua cadelinha...vou deixar...só um pouquinho...quer meu pau...né vadia!

Me ajoelhei e cai de boca naquele pau todo molhado do meu próprio gozo e mamei com sofreguidão. Michelle passou o cinto pelo meu pescoço e me puxava com força me fazendo engasgar mas o tesão me deixava tesuda demais e logo em seguida ela tirou aquele pau majestoso da minha boca e dizendo:

-chega...cadelinha...pode ir embora...agora...sua vagabunda!

Nisso meu celular tocou e era meu maridinho e quando perguntou onde eu estava resolvi que ia atiçar suas fantasias e comentei que tinha acabado de me depilar e a Michelle estava conferindo pra ver se a depiladora tinha feito o serviço direitinho.

Ele ficou todo curioso e então coloquei o celular no viva voz e comecei a ser bem safada na conversa:

-Mauricio querido...acho que vc vai adorar...o teste que a Michelle faz pra saber se não sobrou nenhum pelinho da depilação! Nossa...eu adorei!

-mas...como é o teste...me conta...sua maluca!

-querido...a Michelle tá dizendo que não é pra eu contar...ela quer fazer surpresa pra vc! Porque vc não vem pra casa...e aproveita pra se depilar também. Hj é segunda tem pouco movimento...vem logo!

Assim que desliguei o celular Michelle sorrindo disse:

-To vendo que hj vou comer o casal...teu maridinho tá louco pra ser enrabado né?

-Michelle...eu to louca de vontade de assistir isso...depois disso...ele fica completamente na minha mão!

Voltei pra casa e não demorou muito pra que Mauricio chegasse em casa e então já fui dizendo pra ele tomar um banho bem caprichado e ele fez o que mandei.

Quando ele saiu do banho o fiz vestir um short curto bem largo e uma camiseta e fomos ao salão! Michelle estava no escritório e levei-o até lá. Quando ela abriu a porta já percebi o olhar de admiração do meu maridinho. Michelle mudara de roupa e a agora estava com uma mini-saia curtíssima branca e por baixo uma calcinha vermelha que não conseguia ocultar muito aquele volume enorme que existia ali. Os seios estavam cobertos só por um top tão justo que os seios pareciam que iam saltar pra fora. Ela foi toda simpática e sedutora se mostrando inteira enquanto conversávamos um pouco e então logo bateram na porta e era a depiladora que havia me atendido que veio buscar meu maridinho pra fazer o serviço. Michelle então disse sorrindo:

-Seja bem delicada com o marido da nossa amiga tá...é a primeira vez que ele se depila em salão!

Meu maridinho saiu e então Michelle disse que quando ele voltasse era pra eu ficar no banheiro até que a safadeza começasse de verdade. Ela comentou sorrindo que todo viadinho casado quando está perto da esposa demora a liberar a putinha que tá dentro dele.

Quando bateram na porta fiz o que Michelle sugeriu e entrei no banheiro mas deixei a porta entreaberta pra ver o que ia rolar. Na verdade com a quantidade de espelhos que havia ali naquele escritório daria pra ver tudo de todos os ângulos. RSS. Assim que a depiladora saiu passei a assistir e ouvir tudo:

-e então Mauricio...me fala...o que achou?

-bem...foi legal...gostei...eu achava que doía muito...quando puxava a cera! Mas doeu só um pouquinho!

Mauricio se sentou no sofá de couro de 02 lugares que havia em frente da escrivaninha e Michelle se sentou no braço do móvel e com certeza suas coxas e sua calcinha estavam todas a mostra.

-é...meu querido...da próxima vez...não vai doer mais...vc se acostuma...o importante é que fica ótimo tudo depilado...fica bem lisinho...mais gostoso!

-é...a Cris adora...se depilar sempre. Ela vivia dizendo que eu devia fazer isso...mas sempre ficava com receio...mas agora acho que vou fazer sempre! Mas...falar em Cris...achei que ela ia estar aqui com vc!

-ela disse que ia em casa...tinha esquecido alguma coisa...mas que não demorava...ja voltava! Mas... então vamos conferir...se o maridinho da minha querida amiga...ficou completamente depilado...vamos ver se não sobrou nenhum pelinho perdido!

-eu...como vc faz...isso...a Cris comentou...mas...

-calma...meu querido...fica tranqüilo...prometo que vc vai gostar...tenho certeza...só estamos nos dois aqui...relaxa querido...confie em mim...vem aqui...nesta cadeira de couro! Vem!

Mauricio estava um pouquinho tenso mas Michelle sabia como conduzir a coisa e só então reparei que tinha uma móvel diferente quase encostado na parede. Era uma espécie poltrona que não era pra sentar e sim ficar deitado...tanto de frente quanto de costas!

Meu maridinho perto daquele travesti enorme ficava menor ainda e Michelle então continuou.

-querido...tira a roupa...fica peladinho...pra mim...te examinar direitinho!

Mauricio não conseguia parar de olhar entre as coxas da Michelle e deu pra ver que a safada tinha deixado a saia subir e o pau estava estufado na frente da calcinha! Ela então chegou perto dele e disse toda sedutora:

-Levanta os braços querido...vou te ajudar...a tirar a camiseta...isso...assim...agora tira o short...pronto! Ta vendo não foi difícil...nossa...que corpo bonito que vc tem Mauricio...adorei sua bunda...linda! Agora vem...comigo...deita de bruços...e relaxa...fica tranqüilo...está tudo bem!

Quando meu maridinho se deitou sua bunda ficou toda exposta naquela cadeira de couro preta e então Michelle toda safada disse:

-pronto...essa cadeira...é própria pra isso...relaxa que agora vou te examinar...vc vai adorar!

Michelle então começou a passar as mãos de leve nas nádegas brancas do meu maridinho que se arrepiou todo. Em seguida ela deixou sua língua deslizar pelo reguinho do cuzinho de Mauricio que deu um gemido incontido e então Michelle linguou com maestria o cuzinho do meu maridinho que não conseguiu segurar mais o tesão e passou a gemer e rebolar. Só então vi que seus pés não tocavam o chão. Michelle já estava sem calcinha e seu pau enorme e duro se mostrava imponente e toda sensual ela sussurrou:

-tá gostando do teste...meu querido? Quer que eu continue...ou não?

Meu maridinho viadinho não conseguia conter o tesão e se mexia ali naquela cadeira. Uma das mãos da Michelle dava umas alisadas firmes em suas nádegas e como meu maridinho demorou a responder ela mostrou que adorava comandar a safadeza e então deu um tapa na bunda de Mauricio e disse:

-se não responder...logo...vou parar...quando eu pergunto...quero que responda na hora!

Meu maridinho em segundos sussurrou:

-eu...não...não quero que pare...continua...eu...eu...quero...eu...

-para de gaguejar...viadinho...fala logo...diz pra mim...quero ouvir...assume logo...viado!

Michelle deslizava seu pau no rego da bunda do meu maridinho que rebolava sem pudor...quando a cabeça daquela pica deu um cutucada no seu cuzinho ele se entregou e sussurrou:

-ahh...quero dar...pra vc...me come...fode meu cuzinho...ahhh...que tesão!

Michelle sorriu e então foi pra frente da cadeira e toda tesuda botou aquele pauzão cabeçuda no rosto do meu maridinho viado e disse:

-isso...gosto de viadinho de pede pau...agora...chupa meu pau...viado...quero essa boquinha gostosa mamando na minha rola...chupa...viado...chupa gostoso...mostra que vc gosta...engole!

Nem acreditei quando vi que Mauricio engolia loucamente o que podia daquela pica enorme e grossa. Michelle se inclinava e dedava o cuzinho do meu maridinho com vontade...ela já tinha dois dedos grossos brincando profundamente naquele cuzinho sedento que rebolava sem parar! Michelle já enchia a bunda do viadinho de tapas dizendo:

-rebola...viado...safado...goza...nos meus dedos...goza...quero esse cuzinho bem relaxado...goza... safado...goza seu puto!

Mauricio deu um gritinho e gozou copiosamente escorrendo porra pela lateral da cadeira. O tesão era intenso e eu estava toda ensopada e já estava junto aos dois na sala. Em instantes Michelle estava atrás de Mauricio e sem muita frescura encaixou a cabeça enorme no anelzinho do meu maridinho e começou a penetrar dom firmeza. Mauricio deu um grito alto mas isso não importou pra Michelle que com um sorriso de prazer nos lábios foi metendo tudo até o talo. Só parou quando estava colada na bunda do meu maridinho que chorava de dor e tentava se levantar. Era impossível. Michelle estava completamente engatado em seu rabo e toda tarada sussurrou:

-cala a boca viado...agora...vc é uma puta de verdade...ta levando pau grosso no cu...deixa de frescura...e rebola...gostoso...dá pra mim...viado...safado...vou te comer...do jeito que gosto...se vc não relaxar...vai doer mais...deixa de frescura...que vc já deu esse cu...um monte de vezes...rebola seu puto...da gostoso...ahh...que cuzinho apertado...rebola...seu safado!

Não demorou muito para o choro do meu maridinho se transformar em gemidos e logo estava rebolando como uma putinha. Aquele pau enorme entrava e saia com força daquele cuzinho sedento e logo escutei um gemido alto e era meu maridinho gozando pelo cu. Michelle metia toda tarada e em segundos deu um gemido mais forte e ejaculou com um cavalo no rabo do meu maridinho viado.

Quando Michelle tirou aquele monstro do cuzinho do meu maridinho vi que começou a escorrer um monte de porra branca pelas coxas do meu maridinho que ficou prostrado ali sem conseguir se mexer.

Michelle foi até o banheiro se lavar e eu então peguei meu maridinho e disse que a festinha tinha terminado e que devíamos ir pra casa. Entrei no banheiro peguei papel higiênico e meu maridinho enxugou as coxas escorridas e fomos pra casa...tomar um banho pra refrescar nossos corpos.

Meu maridinho ficou com o cuzinho tão inchado que nem foi trabalhar no outro dia.

Mas quando Michelle naquela noite veio nos fazer uma visita após fechar o salão percebi que meu maridinho até tremeu de tesão quando ela o cumprimentou com beijinhos e o mais incrível é que depois de tomarmos uma garrafa de vinho pra selar nossa amizade a safadeza explodiu de vez e Michelle naquela noite comeu eu e meu maridinho tesudo que gritava de prazer sendo empalado por aquela pica enorme. Michelle passou a ser o nosso macho e isso já faz mais de ano e a safada nunca mais pagou nenhum aluguel.

Outros contos do TETE acessem meu perfil: http://sharoland-nn.ru/perfil/150463

Se quiserem entrar em contato:

skype: tete-cp1

e-mail: [email protected]

rrrrrrrrrrrrrrr6as

Comentários

24/04/2017 17:42:34
Espetáculo de conto, parabéns! Tentei mandar mail, mas foi devolvido. [email protected]
24/04/2017 14:43:23
otimo
13/12/2015 21:59:48
EXCELENTE.
11/05/2014 17:20:36
Nossa, longo demais! É legal, mas cansei e desisti de ler até o final. Talvez volte noutra hora. Uma pena! Você deveria ter escrito dividindo esse texto em uns três posts pelo menos.Se quiser, me escreva, porque sou mulher e tanto eu como meu marido gostamos de travestis. Adoro uma suruba! rsBeijo,[email protected]
14/02/2013 16:08:50
Hehe que história fodastica,rssss legal. :)
07/12/2012 23:06:27
Parabéns
07/12/2012 12:26:43
ÀDOREI
07/12/2012 10:52:58
07/12/2012 10:52:56
Perfeito...
07/12/2012 10:02:28
Excelenteparabénscontinue contando tudo .Lincoln
07/12/2012 01:45:05
Nossa, o conto é extenso mais vale cada linha do que está escrito!! Creio que esse seja o sonho de qualquer homem, muitos apenas não o assumem... Nota 1000!!!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


garota q foi fudida no fundo d casa por um cachorro pastor alemaoPasando com a cobra na cona Zoopornanal maduras criadas viuvasvideo de sexo ardente enxamas boa fodakero.buctameninas novinhas de mini saia e fio dentallindassexo com maria mulambo fodasou evagelica e nao tive em casa e procurei fora contos eroticoTio arroba o cu da sobrinha conto eróticoswww sou enteada putinha e dou minha bucetinha pro meu padrasto que e tarado pelo meu corpo. comarmei muito bem armado e conseguir comer minha esposa junto com outro macho pauzudosogra na cama dormindo com camiseta do superman e genro no sexosexo conto meninas novas com cunhado safado me comendo brutamente.xvídeos 10 mamae fas cudoce mae efilhoensinei meu filho de dez anos a bater punhetaeu perdi a minha virgindade com ca ca pica de 40cmgordinha bem feitinha abrindo a buceta pra o namorado chupar Eu quero assistir vídeo de pornô de mulheres de corpo estrutural gostosa bundona com sono televisãoprimeira. vez dei meu cuzinho pro vigia. xa. obra. guey contos. eroticosporno familia jurássicacunhada ajuelha na frente do cunhado e engole rolairma punheta toma leitejege tarado arromba tua dona apaixonado vidio pornoContos Mamadas no paizimesposa fica apavorada com pau de 30 centimetro do negaopornocontoincestosvovo da buceta cabe prazomanmando no glelinho sem pararfotos cazeira bucetas escapando pelo vestidotia pasa de camisola perto do sobrinho e ele fica com tesaocontos chantagiei a enteada e tirei seu cabasocolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidoContos de caseiros negros idoso bem dotado comendo cu de patroas brancasdeu o cuzinho pela primeira vez e pede poe devagar porque ta doendoJairinho baiano pornô gaygang gang varios machos da familia italiana fodendo minha filha putameus amigos me comiamPriscila soca vibrado na bucetaviduda.mulhe.Eu Queria arranjar uma queria que passasse um filme para mim né e mulher pelada para mim entendeunovinha bonziado n picacomi meu melhor amigofotos+de++buceta+com++calcinhacontos eróticos família vavela minha mãe comigo no banheiropornodoidocalçinhascontos eroticos minha namorada medindo o pau do dotadonovinha gritano e gosanocontos eroticos de evangelicas metendomulher cagando enquanto dava a bucetaacho que minha namorada gozou pq agente tava fazebdo sexo e a perna dela tava tremendoConto herotico incerto completo mae i filhocumadre magra de bermudinha sexovideo sexo de perveção com minha mãepequenos videos de porno brasileiro pais peludos de sunga que tira a virgindade da filha e goza dentro da vaginasexo conto meninas novas com cunhado safado me comendo brutamente.passa manteiga no corpo e na busetawww.mae nao aquento filho pausudo bocetaoporno mae Chaegando em casaDhcs xvideosPAU SO NAS CUNHADAS COCOTINHAS GRITANDOfilme porno onde um perfume despertava desejocontos eróticos fodendo o cu de Julinho contos bulinando minha tetinhaa minha mae obrigou meu padrasto tira a minha virgindadeconto eroticos lésbico putinha vadia vagabunda piranha fuder tapa na cara buceta xoxotaconto erotico gay vagejada capcolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidoporno penis grotesco baixar video curtoXVídeos pornô brasileiro sogra ameaçando genro para transar com ele filha escuta todos os diasvídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhosexo porno fui no meu ginecologista ao abri a perna ele me chupou todinha deliciaSogra Contos Eroticosmulheres da bunda grande dando cu de bruço pro kid bengalacornolandia barbara costa bucetaporno mae surpreebdidafodendo o putynho gaycontos eróticos cuzinho da mendiga