Casa dos Contos Eróticos

Click to this video!

VIREI MENINA E ADOREI (Conto do TETE)

Autor: TETE
Categoria: Homossexual
Data: 11/12/2012 23:13:31
Última revisão: 14/11/2017 10:05:14
Nota 9.74
Ler comentários (20) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Quando completei 17 anos um acontecimento fez com que minha vida mudasse por completo.

Morava com mamãe em uma espécie de quitinete em um lugar onde havia mais 6 moradias iguais a nossa.

Todos que moravam ali o faziam pelo motivo de ser perto do centro da cidade e por causa do preço que era razoável. O quintal era comum a todos. A quitinete era composta de um quarto, sala, cozinha e uma pequena área onde ficava o tanque de lavar roupas e um banheiro.

O proprietário de tudo ali era o Sr. Fernando que todos o chamavam por Fernandão, por causa de seu tamanho, 1.90 e bem forte. Ele tinha uns 45 anos e além daquelas quitinetes era dono de mais algumas também alugadas em outro terreno perto da nossa. Sua casa era uma residência muito boa em um terreno ao lado. Seu Fernandão era divorciado...as mas línguas diziam que a ex-esposa não aguentou as safadezas dele.

Mamãe era divorciada tinha 35 anos e trabalhava de camareira durante o turno da noite em um hotel não muito distante dali... as mas línguas também diziam que D. Sonia minha mãe, aproveitava os hospedes pra fazer uns programas sexuais e faturar uma grana a mais. Apesar de mamãe não ser nenhuma beldade tinha uma coisa que sempre agradava os homens que era uma bunda grande arrebitada que ela fazia questão de valorizar usando sempre calças e vestidinhos justos que marcavam seu corpo.

Aos 17 anos já tinha notado que as meninas não me atraiam e já vivia olhando os homens com admiração mas nunca havia feito nada. Na escola sempre tinha alguns garotos mais safados que davam uma apalpada no meu bumbum grande igual de minha mãe porem nunca acontecera nada mais sério.

Porém foi então que apareceu na minha casa uma amiga de minha mãe com um filho da mesma idade que morava em uma cidade pequena não muito distante pra poder fazer uns exames no hospital regional.

Murilo era o nome do garoto e logo na primeira noite que ficou em casa por fazer muito calor ficamos só de cueca pra dormir. O sofá que existia na sala virava uma cama e iríamos dormir um ao lado do outro.

Realmente nem havia pensado em sacanagem mas quando fomos dormir não demorou muito pra sentir Murilo me encochando. Até pensei em sair fora mas logo notei que aquele contato era muito bom. Ele tinha um pênis pequeno mas um pouco maior que o meu e não demorou pra minha cueca ser abaixada e aquele pinto durinho todo babado deslizar no reguinho da minha bunda. Deixei rolar fingindo que estava dormindo, mas o safado logo sussurrava nos meus ouvidos dizendo que eu tinha uma bunda gostosa e tava doido de vontade de me comer. Rapidamente virou-me de bruços e meteu gostoso seu pintinho em mim. Perdi o cabacinho do cuzinho quase sem dor e gozei deliciosamente. Adorei sentir os pelos do púbis dele roçando no meu bumbum. Durante os 4 dias que ele ficou em minha quitinete Murilo me comeu quase todo hora, principalmente porque nossas mães saiam juntas para ir ao hospital e ficávamos sozinhos.

O safado me disse que sempre comia um amiguinho na cidade onde morava.

Em poucos dias tive a certeza que ter um macho encaixado no meu bumbum empinado era tudo que desejava na minha vida dali pra frente.

Depois que Murilo foi embora não demorou pra que sentisse falta de um macho engatado na minha bundinha arrebitada... toda vez que tomava banho e enfiava o dedo no meu cuzinho pra lavá-lo o tesão tomava conta de meu corpo e me masturbava imaginando um pinto dentro de mim... mas não tinha nenhum garoto da escola que me entusiasmasse.

Mas foi então que teve um acontecimento que iria fazer tudo mudar.

Mamãe estava se arrumando pra ir trabalhar e como estava um pouco atrasada me deixou envelope com dinheiro do aluguel de nossa quitinete dizendo que era pra eu entregar pro seu Fernandão.

Eram umas 7.00 hr da noite, após meu banho comi um lanche e fui levar o dinheiro do aluguel.

Quando cheguei à frente da casa e ia tocar a campainha notei que o portão estava aberto e decidi entrar.

Era uma casa cheia de arvores e ao passar a lado de uma janela antes da entrada da varanda escutei conversas e instintivamente cheguei lentamente e olhei pra dentro e presenciei uma cena super excitante.

Seu Fernandão estava sentado em uma poltrona completamente nu e ajoelhado entre suas pernas estava um garoto meio gordinho que eu não sabia o nome mas que morava ali por perto pois já o tinha visto algumas vezes.

O pinto do seu Fernandão era muito grande e grosso e bem sacudo.

Ele segurava a cabeça do garoto e socava aquele pintão na boca dele dizendo todo tesudo:

-chupa viadinho... chupa gostoso... chupa teu macho... seu safado... quero encher sua boca de porra... bichinha safada... vou dar leitinho pro viadinho... chupa... seu puto!

Em segundos seu Fernandão começou a esguichar porra na boca do garoto... era muita porra... ele não conseguia engolir tudo e escorria pelo queixo e todo tesudo ele dizia:

-engole tudo... seu viadinho safado... engole tudo... senão vai apanhar nessa bunda gorda... viadinho safado... não agüenta dar o cu... e nem sabe chupar pau de macho direito... vamos... lambe tudo... quero tudo limpinho... vai lamber até o que caiu no chão... viadinho safado!

O garoto fez tudo que seu Fernandão mandou com 2 dedos enormes dele enfiados no cuzinho... além de levar uns tapinhas na bunda branca.

Meu pintinho estava duro como aço vendo aquelas cenas... senti um tesão louco... queria entrar ali e tomar o lugar daquele garoto e então escutei seu Fernandão dizer:

-agora... pode ir embora... viadinho... vc precisa aprender a dar o cu logo... só chupar meu pau... fica faltando o principal... gosto de sentir minha pica bem enterrada no cuzinho de viadinho safado!

O garoto então disse:

-eu... não agüento... esse pauzão... seu Fernandão... é muito grande... muito grosso... toda vez que o Sr. coloca a cabeça dói demais... da ultima vez... saiu um pouquinho de sangue... me machucou... tenho medo!

-tá bom... fazer o que... agora... vai embora viadinho safado!

Foi então que resolvi bater na porta e entregar o dinheiro pra ele... se ficasse ali no jardim e depois ele fechasse o portão ia ficar ruim. Bati na porta e ele apareceu na porta só de cueca e a me ver logo falei que tinha vindo trazer o dinheiro do aluguel. Só ai me toquei que como estava vestido com um shortinho bem apertado com uma camisetinha curta por causa do calor, com certeza meu pintinho estava completamente duro e deveria estar aparecendo.

Ele sorrindo disse:

-oi garoto... vc é o filho da Sonia... qual seu nome mesmo?

Sorri todo encabulado e disse:

-Renatinho! Mamãe tava atrasada me mandou trazer o dinheiro para o Sr. o portão tava aberto!

-obrigado Renatinho... vou tomar banho agora... se vc quiser pegar o recibo... volte daqui a pouco... ou depois eu levo na tua casa... vc que sabe... está bem?

Dei um tchau meio contido e voltei pra casa com o coração saindo pela boca... tive certeza que dei um monte de bandeira... com certeza que ele desconfiou que tivesse visto alguma coisa... sem contar que meus olhos ficaram fixos entre suas coxas olhando o volume enorme dentro de sua cueca. Entrei no banheiro e tirei meu short e quando toquei no meu pintinho duro gozei em segundos... foi a punhetinha mais rápida que bati na vida!

Aproveitei tomei banho e foi incrível sentir que ao passar sabonete no meu reguinho e tocar meu cuzinho com os dedos meu pintinho ficou duro novamente. Na minha mente a imagem daquele pintão enorme ficara gravada... eu desejava vê-lo novamente. Até pensei em voltar lá pra buscar o recibo do aluguel mas consegui me controlar.

Por causa do calor sai do banho e fiquei completamente nu me deitando de bruços no sofá pra assistir TV.

Acho que apos aquelas novas emoções incríveis e ter relaxado um pouquinho depois da punheta acabei adormecendo ali no sofá e foi então que acordei com batidas na porta e ouvi seu Fernandão dizendo:

-oi... vim trazer o recibo... vc está em casa Renatinho?

Momentaneamente fiquei sem ação e logo percebei que seu Fernandão estava indo embora achando que não estava em casa apesar da TV estar ligada e então como estava pelado entreabri a porta e coloquei a cabeça pra fora dizendo:

-oiee... seu Fernandão... eu tava cochilando no sofá... demorei pra acordar!

Ele voltou até a porta e disse todo sorrindo:

-então... resolvi trazer o recibo do aluguel... não queria te acordar Renatinho!

Ele estava vestido com uma camisa aberta mostrando seu peito cabeludo e com um short de malha tipo daqueles de ginástica bem justo que dava pra ver perfeitamente o contorno do volume enorme que existia entre suas coxas. Meus hormônios entraram em ebulição e fiquei hipnotizado sem conseguir desgrudar meus olhos do corpo daquele macho avantajado e gaguejei todo dizendo:

-é... é que tomei banho... depois que voltei da casa do Sr... deitei no sofá... e acabei adormecendo... mas... já acordei... é que eu... eu... estou peladinho!

-tudo bem... vou deixar o recibo com vc... não queria te perturbar... acordar o garoto lindo!

O safado sabia como agradar e sem pudor deu uma alisada no pauzão entre as pernas continuou dizendo:

-eu também... gosto de ficar sem roupa em casa... é mais gostoso... não gosto de nada me apertando!

Nem sei de onde tirei coragem mas disse sorrindo bem safado:

-é... quase toda noite... quando mamãe vai trabalhar... fico peladinho em casa... gosto de assistir TV assim... mas... seu Fernandão... o Sr. quer entrar... desculpa... minha falta de educação!

-bem... já que vc convidou... poderia me arrumar um copo de água... tô com a boca seca... pode ser?

-claro... claro que sim... seu Fernandão... entre...por favor... vou colocar um short!

Ele entrou e se sentando no sofá disse todo safado:

-não se preocupe... Renatinho... pode ficar assim... por causa de mim... está tudo bem... alias tô vendo que vc cresceu bastante de um ano pra cá... ficando bem mais bonito... alias... seu corpo parece muito com de sua mãe... principalmente no bumbum... né?

Percebi que a safadeza começava a rolar e certamente me deixei levar.

-é... é verdade... mamãe tem uma bunda muito bonita... os homens olham muito quando ela passa... a minha bunda tá ficando grande também... os meninos ficam me perturbando por causa disso!

-Renatinho... quando um garoto tem um bunda bonita e grande... sempre vai ter esse tipo de problema! Mas acho que vc não acha ruim... de ter um bumbum assim... né? É muito linda... parece de menina!

-bem... eu... no começo achava ruim... mas... agora já acostumei com minha bunda grande... fazer o que né?

Ele todo safado manipulava aquele pintão que já estava duro armando uma barraca enorme no short e então sorriu dizendo:

-é... mas não acho que seja muito grande não... acho que é bonita... alias... é muito gostosa... os garotos da escola devem ficar loucos de vontade de te comer né Renatinho?

Meu tesão não me deixava raciocinar mais e todo safado virei de costas e fui pegar o copo de água. Minha bundinha empinada rebolava tesuda se mostrando por inteira e ele então disse:

-bem... na escola tem vários que passam a mão... mas... lá nunca aconteceu... seu Fernandão!

Voltei com o copo de água e entreguei a ele... sua pica enorme parecia que ia furar o short e ele alisava sem pudor aquele volume e disse todo safado:

-Mas... fala a verdade... Renatinho... vc é um viadinho gostoso... é impossível nenhum garoto ter comido essa bundinha linda que vc tem... quantas vezes vc já foi enrabado?

-eu... dei algumas vezes... mas só pra um garoto... faz pouco tempo... que perdi o cabaço... mas ele tinha um pintinho um pouco maior que o meu! Nunca... nunca... dei pra homem!

-mas... está louco pra pegar na minha vara né viadinho... quer sentir uma bem grande no cuzinho?

-eu... eu... tô vendo... no short... é muito grande… a do Sr... eu... eu... nossa...

-vem viadinho... vem chupar meu pau... viadinho safado... tenho certeza que vc tava espiando o outro garoto chupando minha vara... né seu safado? Agora tá louco pra sentir minha pica... né viadinho?

Ele tirou o short e aquela pica ficou diante de meus olhos em toda sua plenitude. Uma pica grossa e cabeçuda... um saco enorme... ele pegou meu rosto e puxou entre suas coxas... quando meus lábios sentiram o calor daquela pica meu pintinho melou por completo. Quase gozei quando comecei a mamar naquele macho pauzudo.

Ele metia fundo na minha garganta e dizia todo tesudo:

-chupa... chupa gostoso... viadinho safado... tô louco de vontade de comer um cuzinho hj... e essa bundinha vai sentir minha pica... inteirinha... quero gozar bem gostoso enrabando essa bunda gostosa... chupa viado!

Ele deslizou a mão pelas minhas costas e penetrou seu dedo enorme no meu cuzinho. Gemi todo tesudo e ele então disse todo tarado:

-que cuzinho apertadinho... mas morde meu dedo bem gostoso... geme... viadinho... tá louco pra dar pra mim

né viadinho! Rebola... no meus dedos seu putinho... rebola... gostoso!

Logo ele me colocou de 4 no sofá e meteu a língua áspera e esperta no meu cuzinho. Rebolei que nem louco na língua daquele safado tarado. Logo ele colocou uma almofada por baixo de meu ventre e deitou sobre minhas costas. Aquela pica grossa e cabeçuda deslizava entre minhas nádegas. Quando a cabeça tocava meu anelzinho gemia como uma puta e ele sussurrava em meus ouvidos beijando minha nuca:

-que viadinho tesudo... vou adorar te enrabar... vc vai virar uma menina na minha rola... seu safado... adoro cuzinho de garotos... vc tem uma rabo delicioso... vou te comer gostoso... viadinho!

Aquela pica cabeçuda e toda babada deslizava sem parar... minha bundinha toda empinada já ansiava sentir aquela vara enorme dentro de mim e foi então que seu Fernandão deu uma encaixada na portinha do meu cuzinho tesudo e deu uma fincada firme. Quando gritei já era tarde. Ele foi me penetrando sem parar. Ele tapou minha boca com a mão e meteu tudo até o fim. Senti-me rasgado ao meio e ele todo tesudo dizia sensual:

-calma... viadinho... calma... que a dor já passa... já tá inteirinho dentro de vc... já já vc vai rebolar gostoso na pica do teu macho... vc vai ser minha menina... esse cuzinho vai virar uma buceta gostosa... rebola viadinho... rebola gostoso... dá pro teu macho... safado... dá pra mim... putinho gostoso!

Nem percebi quando comecei a rebolar debaixo daquele macho que todo tarado metia fundo em mim e dizia tomado pelo tesão:

-assim... viadinho... assim... rebola... viadinho... dá pro teu macho... rebola esse rabo na pica do teu macho... goza pra mim... goza... safado... quero sentir seu cuzinho morder minha pica... safado... dá... gostoso!

Dei um grito e me contorci por inteiro... gozei loucamente com aquela vara enterrada dentro do meu cuzinho... logo senti jatos de porra fervente dentro de mim... Seu Fernandão urrava ejaculando sem parar me inundando por inteiro. Ele ficou engatado na minha bundinha até seu pau enorme amolecer e escapar de dentro de mim. Senti-me vazio quando ele saiu de cima das minhas costas e me levou até a o banheiro.

Tomamos banhos juntos e foi incrível perceber que não saiu nenhuma gota de sangue... meu cuzinho tesudo aguentou aquela vara grossa e cabeçuda por inteiro. Seu Fernandão disse que iria querer me comer sempre e que fazia muito tempo que não metia num cuzinho tão gostoso e delicioso quanto o meu.

Eu adorei sentir aquele pauzão grosso na minha bundinha e depois disso, pelos menos duas vezes por semana me transformava na menina do seu Fernandão que passou a me tratar como uma garota. Até calcinhas ele comprava pra eu usar. Passei a tomar hormônios e até peitinhos comecei a desenvolver.

Mamãe percebeu que seu filhinho estava se transformando em uma garota, mas logo viu que não iria adiantar querer mudar nada e me aceitou de vez.

Quando completei 19 anos já não me chamava Renatinho e sim Renata, linda e toda gostosa.

Outros contos do TETE acessem meu perfil: http://sharoland-nn.ru/perfil/150463

Se quiserem entrar em contato:

skype: tete-cp1

ggggggggg44ee

Comentários

20/12/2017 09:09:40
Delicia Cara.
16/12/2016 19:27:56
Conto bem antigo republicado agora. É bom.Bem escrito. Bem detalhado. Ótimo para uma boa punheta.
20/09/2016 16:52:35
Delicia Cara. Belo conto. Já me senti assim e adorei o macho me chamando de putinha, de safadinha dele e socando 18 cm de pau bem gostoso dentro do meu rabinho. E para mostrar que eu era a fêmea, depois dele me fodeu de quatro e motadinho, ele tirou o pau do meu rabinho, deu duas palmadinhas, mandou eu abri a boca e esporrou muito dentro da minha boca e ordenou que eu não lavasse a boca que era para eu chegar em casa e beijar minha mulher com o gostinho do meu macho. [email protected]
Lx
21/06/2016 01:11:21
Delicia de experiência! As minhas foram só com meninos, quando tinha a tua idade... leia meus relatos pois tenho a certeza que vais gostar também
10/09/2015 08:47:22
10
25/01/2015 23:54:04
que Dionisio abençoe esse site
04/10/2014 18:03:22
Muito bom. Parabéns
21/09/2014 01:07:23
Bom. Quando for editá-lo, dê um espaço após as reticências. Assim as palavras não ficam grudadas. Leia história de Fabinho: http://bookess.com/read/21229-fabinho/
16/07/2014 16:38:27
Você é o viadinho que eu pedi a Deus. Eu comeria você todo dia, minha putinha gostosa e safada. Ótimo conto.
26/03/2014 14:29:49
Reli o conto e, fiquei ainda com mais tesão na tua bunda. Adoro viadinhos safados como você. Nota dez.
02/12/2013 22:14:44
maravilhoso
25/10/2013 23:04:35
MARAVILHOSA!!! GOSTOSA!!!! [email protected]
22/10/2013 15:41:55
Adoro viadinhos de bunda grande e submissos. Nota dez.
18/01/2013 23:23:21
Sua puta gostosa
14/12/2012 03:07:53
Nossa, delicia!!!
12/12/2012 18:21:36
Delícia, é assim que viadinho tem que ser mesmo, bem passivinho e putinha e se dedicar ao prazer do seu macho. Eu também tenho uma bunda grande e tô virando menina e amo quando os homens elogiam a minha bunda.
12/12/2012 11:13:20
DELICIA... VOLTE LOGO PRA CONTAR MAIS AVENTURAS COM SEU FERNANDÃO... ELE NUNC ATE DIVIDIU COM NENHUM AMIGO TARADO... AFINAL UMA PUTINHA COMO VC MERECE
12/12/2012 00:02:44
12/12/2012 00:02:39
Gosteii.
11/12/2012 23:40:17
Muito Legal

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


maiza e carolzinha trepanoela cagou no meu pau conto eroticoContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebascontos eróticos chantagiei minha comadre e gozei na boca delaeu quero ver homens e mulheres se beijando pelado e como colocou o piru na no bumbum da minha ficou salgado se beijando peladosmulher fazendo vídeo pornô na gritalhadameu cu fico largo contos gaysou adepta a zoofilia virei cadelawww.xvideos emprevisto pra foderxvideo negao esfregando uma pica ezajeradafotos de buceta de mulutasexo com maria mulambo fodaContos erotico incesto video gratis de sec tio tira cacinho da sobrinha novinhaContos eroticos seios mordedo forteporno pai brincando de fazer cocegas na filhaporno dento da pestinha encanador negrao come mae e filha enquanto concerta o cano da casaxv.ogenrro.cl.endo.asogranovinha tem no muito o garmo na siririca xega a gritar contos erotecos garotinho no1 analxxvideo convite discreto amadormulhe trazando com dois hemcalça legue mostrando abuçetavideos de sexo gay imperador sendo puta dos guardas do palacioo pinto do meu filho e maior do do pai rele contos eroticosconto erótico não mexa nas calcinhas da mamãe part5xvideo negao no branquinho esfoloMeu Padrasto parte-01 Autor Alex - Casa Dos Contoscasa dos contos eroticos com sobrinhos chupador de bucetafilme porno onde um perfume despertava desejovideo porno mae ve filho pelado e toma susto com tamanho do pautirei a virgindade da minha empregadacontos eroticos de mulher de manausveterinaria zoofilia conto eroticoConto erotico gay mão bobaler contos reais acontecido esse ano de 2017 de maridos que de tanto insistir viraram cornos mansinhoxvideos. com as gostsona no rnincesto com meu vô contostranquei o quarto comi minha irmã 1minuto xvideosposicao frango assado putaria brasileira pra salvar no celulargraças a um cano estourado comi minha irmãwww delexvidio comvídeo de mulher pelada mostrando a b***** tomando banho arreganhando e ficando de quatro fazendo altas posições massaFoto picudo estotando a bucetinha da casadaperdeno as prega saino bosta caseirovideo d masoquismo sensacao gostosa fortrd caricias q causam dor e leva ao orgasmo video completoporno português putas gemendo e falando coisas escitantes.contos eroticos a crentinhaler conto erotico meu delegadominha filhinha na punheta contoscontos eroticos strip poker com minha namorada e cunhadacontos eroticos/dois gorotos negros picudos fuderam minha namorada a forcacontos meu primo safado me vizitoucontos vi uma mulher cagandoadoro andar na rua c a cicinha enfiada rebolando contocontos eróticos com minha mãe carente 2017 1.8aproveitando que o seu irmao nao ta em casa e dando assistencia pra cunhada video pornosexo porno fui no meu ginecologista ao abri a perna ele me chupou todinha deliciacontos eroticos fizeram minha noiva e minha mae de putanovińhas xvideo gozando sem fazer parulhotia ensinando osobrinho acome bocesta seso videu reau azeiroGay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhores conto erótico gêmeas trail irmã com o namoradocontos eroticos viajei com meu genro e fiz boquete a viajem todamulher caga incontrolavelmente no sexoContos eroticos de travesti pauzudo estuprando meninospadrasto cavalobrotheragem capitulo 5porndoido lesbicas 2amigas uma olhando a outra se masturbandoxividio filho fala mae deixa eu gozar dentro de vcvizinha casada e safada espera marido ir trabalhar e chama seu vizinho beto q goza na boca da safadapadrasto pirocudo droga a enteada e transanegao enchendo cu do velhote de porragordinleitorcontos de boquete bom de primos e primas novinhosconto eroticos variss garotinhas muito novinhaconto erotico com sadomasoquista cinto de castidadedopei sobrinho contospornodoido meu pai me consola depois deu chorar