Casa dos Contos Eróticos


Click to this video!

MINHA SOGRA ERA INFIEL, COMI A VADIA TAMBÉM! (Conto do TETE)

Autor: TETE
Categoria: Heterossexual
Data: 03/01/2013 23:39:17
Última revisão: 27/08/2017 07:51:00
Nota 9.60
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Sérgio é meu nome e sempre fui um sujeito bom de conversa, além de possuir um corpo muito bem cuidado por caminhadas diárias e pelo futebol de fim de semana. Outra coisa importante é que também tenho uma pica de tamanho mais que razoável que deixava as putinhas safadas com vontade de repetir a dose depois de terem provado dela. O que nunca me faltavam eram mulheres pra satisfazer minhas taras e meus fetiches.

Sou proprietário de uma agencia de detetives conceituada que cuida tanto de casos de infidelidades conjugais quanto de espionagens industriais e tenho uma vida tranqüila monetariamente.

Quando tinha 26 anos conheci Vanessa uma linda garota de apenas 17 anos que iria mudar minha vida que até então tinha sido bem agitada principalmente em matéria de sexo.

Vanessa era uma garota de 1.75 m, morena clara de olhos esverdeados, coxas grossas, cintura fina, bumbum empinado, seios médios perfeitos e um sorriso cheio de ingenuidade em sua boca carnuda.

Na primeira vez que sai com Vanessa notei que além de linda ela também era bem fogosa e quando disse que era virgem ainda não acreditei muito, porque depois de apenas alguns beijos mais quentes deslizei minha mão entre suas coxas e a safada nem reclamou e até facilitou para que meus dedos ágeis deslizassem pela sua bucetinha completamente ensopada. Seu grelo saltado durinho pulsava entre meus dedos e a safada gozou rapidinho. O mais incrível foi que na sequencia tirei meu pau pra fora e todo tarado forcei a cabeça da safada entre minha pernas e em segundos meu pau duro como aço ia fundo em sua garganta profunda. Vanessa se mostrava uma tremenda tarada logo em nosso primeiro encontro dentro do estacionamento do prédio onde morava. Aproveitei e cai de boca naquela bucetinha toda melada e em poucos segundos sugava seu grelo teso fazendo com que gozasse várias vezes gemendo alto no banco do carro. Fiz a putinha virgem voltar a mamar na minha pica e nem me importei de encher sua boca sedenta de porra quente. Ela tentou tirar a boca quando sentiu sua boca sendo inundada de porra, mas segurei-a firme pela nuca e todo tarado dei uma dura na safada dizendo todo macho:

-vc gozou na minha boca...quero gozar na sua putinha...engole tudo sua putinha safada...engole minha porra...ahhh...que delicia...assim...que boca gostosa...ahh...assim...lambe a porra do teu macho putinha!

Vanessa bem obediente engoliu tudo e também o que escorreu deixando minha pica grossa bem limpa.

Logo em seguida Vanessa toda constrangida tentou justificar sua safadeza dizendo que nunca tinha feito isso com um homem. Contou já ter pegado no pau de dois rapazes, mas que eram bem pequenos em relação ao meu e tinha perdido a cabeça perto de mim e que meu toque a deixara toda tarada e principalmente que tinha adorado sentir minha boca na sua bucetinha virgem.

Logicamente que marquei de nos encontrarmos novamente. Eu gostava de mulheres que assumiam que gostavam de ser fêmea e Vanessa me parecia ser uma garotas dessas. Também já fazia alguns anos que não tirava nenhum cabaço e percebi que ia ser fácil arrombar aquela bucetinha virgem.

E quando saímos pela segunda vez depois de dançarmos um pouco em uma boate levei-a para meu AP e logo estávamos completamente nus em minha cama e dei um trato de língua naquela bucetinha tesuda e Vanessa não conseguia se controlar e tinha um orgasmo atrás do outro. A safada logo estava tomada pelo tesão e toda tarada sussurrou dizendo:

-quero tua pica na minha boca...quero te chupar...se quiser gozar igual da outra vez...eu quero...adorei!

Que delicia ouvir aquela voz toda submissa pedindo pra chupar minha pica e todo tarado senti que Vanessa era uma garota que iria gostar de ser dominada pelo macho e então a peguei pelos cabelos e beijei-a com volúpia dizendo:

-pede...com mais vontade putinha...gosto de fêmea que implora pela minha pica...pede pro teu macho... que vou te dar ela todinha...vou foder sua garganta...sua tarada!

Levei seu rosto pertinho da minha pica grossa completamente dura e bati com ela no rosto de Vanessa que toda tesuda sussurrou:

-eu quero chupar sua pica...todinha...quero ela no fundo da minha garganta...vc sabe que eu quero...dá pra mim...essa pica deliciosa...goza na minha boca!

Quase gozei vendo aquela boca carnuda implorando minha pica e todo tarado enfiei na boca da putinha virgem e passei a meter fundo na garganta dela. Vanessa se mostrava uma boqueteira de primeira e não se importava com as engasgadas que minha pica grossa provocava em sua garganta.

Já que ela queria ia encher a boquinha da putinha de porra quente e caudalosa e pra deixar a coisa mais tesuda dei umas duas ejaculados fortes na boca da safada e todo safado tirei o pau pra fora e terminei de gozar em seu rosto que ficou todo melado.

O tesão tomou conta de mim e todo macho sussurrei:

-ahhh...sua putinha...engole minha porra...quero que pegue a porra que ta escorrendo e coloque na boca...sua safada...mostra pro teu macho que vc é um putinha bem obediente...faz...isso putinha! Ahhh!

Nem precisei falar duas vezes pra que ela fizesse o que mandei e toda tesuda puxou a porra que escorria do rosto pra dentro de sua boca gostosa engolindo tudo.

Ficamos mais um pouco no meu AP e como ela dizia que não podia dormir fora de casa porque a mãe pagava muito no seu pé fui levá-la embora.

Que garota deliciosa era Vanessa e percebi que bastava mandar que ela fazia o que eu desejava e essa submissão me deixava tarado ao extremo. Bastava entrar dentro do carro que a putinha já vinha toda tesuda abria o zíper de minha calça, tirava minha pica pra fora e caia de boca em segundos mamando e gemendo tesuda. Meus dedos viviam dedilhando sua grelinho teso e também seu cuzinho apertado.

Depois de sairmos algumas vezes e toda vez rolar uma sacanagem deliciosa quando a deixei na porta de sua casa resolvi testar aquela garota de apenas 17 anos e perguntei quando ela ia “pedir” pra eu tirar seu cabacinho e poder meter gostoso de verdade ela sorriu e pegando no meu pau disse:

-Sergio querido...quando vc quiser...eu quero me tornar mulher de verdade com vc...adoro quando vc fala que sou tua fêmea...e vc meu macho...estou prontinha pra deixar de ser virgem...até já comecei a tomar anticoncepcional!

Fui dormir naquela noite pensando naquela garota que se mostrava uma putinha decidida e no outro dia passei no cursinho onde Vanessa estudava peguei-a e levei-a a um motel de luxo.

Depois de uma garrafa de champanhe o tesão tomou conta de nos e quando me dei conta estava perfeitamente encaixado entre as coxas perfeitas de Vanessa deslizando minha pica grossa entre os lábios totalmente ensopados de sua bucetinha virgem e quando comecei a penetrá-la ela deu apenas um gritinho de dor quando seu himen se rompeu e em poucos minutos senti suas pernas entrelaçadas em minhas costas fazendo a penetração ser total.

Vanessa gemia e se entregava por inteira e fodi sua bucetinha que deixava de ser virgem sem dó.

Ela dava pra mim como se fosse uma puta experiente e também todo tarado resolvi tratá-la com tal e a chamava de puta...vadia...cadelinha...safada...e até de vagabunda tarada e ela gritou de prazer quando gozou copiosamente com minha pica enorme atolada naquela bucetinha tesuda.

Enchi a buceta da putinha de porra fervente e quando a coisa ficou um pouco mais calma é que vimos que o lençol da cama estava ensopado de sangue do cabaço que tinha ido pro espaço e fomos tomar um banho bem demorado. Todo carinhoso a enchi de beijos dizendo que ela tinha sido maravilhosa.

Até achei que Vanessa depois de ter perdido o cabaço e ficar com a bucetinha toda inchada pediria pra ir embora mas me enganei redondamente. A tarada logo estava sentada de frente na minha pica cavalgando com uma louca. Seu grelo todo inchado roçava no meu púbis e a putinha começou a ter orgasmos múltiplos e gemendo sussurrava:

-ahh...que delicia...quero morrer gozando nesse pauzão gostoso...ahhh...que delicia uma pica na bucetinha...ahhh...quero dar pro meu macho a noite inteira...ahhh...me come...todinha...ahhh!

Já que a putinha queria dar de verdade esqueci qualquer cuidado e passei a foder a vadia do jeito que tratava as putas e logo a coloquei de 4 na beira da cama e passei a meter com vontade sussurrando:

-rebola...sua puta vadia...dá gostoso por teu macho sua vagabunda...assim...rebola sua safada...vou deixar essa buceta arrombada...puta safada...goza na pica do teu macho...safada tarada!

Quando me dei conta já estava dando uns tapinhas em sua bunda empinada e percebi que Vanessa nem reclamava e quando notei que estava até gostando bati com vontade deixando-a toda vermelha.

Vanessa gemia e gritava alto de prazer e era um gozo atrás do outro e então tirei meu pau da sua bucetinha inchada e todo tesudo levei meu pau diante de seu rosto e gozei como louco melecando sua cara por inteira. Ela esfregava meu pau pelo seu rosto e o colocava na boca lambendo toda a porra.

Foi uma loucura maravilhosa tirar a virgindade daquela garota fantástica e completamente tarada.

Quando a deixei em sua casa ela sorrindo disse que tinha adorado tudo e toda safada brincou dizendo que depois que tirei seu cabacinho seria obrigado a casar com ela!

Depois de perder o cabaço Vanessa quase todo dia queria meter e se mostrava uma putinha completamente sem pudor. A safada até pedia pra levar uns tapas bem dados na bunda empinada.

Na semana que Vanessa completaria 18 anos toda dengosa perguntou qual o presente que iria lhe dar e todo safado resolvi que quem ganharia o presente seria eu e no dia do seu aniversário levei-a ao mesmo motel em que tirei o cabaço de sua buceta e logo estávamos metendo que nem loucos.

Quando senti que a putinha estava toda embalada e cheia de tesão sussurrei que tinha chegado à hora do seu (meu) presente e então peguei uma par de algemas que havia levado escondido e imobilizei-a com as mãos para trás. Ela deu um sorriso bem safado e perguntou o que ia aprontar com ela e então todo tarado falei que ia comer o seu cuzinho.

Por diversas vezes havia brincado com a cabeça da minha pica na entradinha do seu cuzinho rosado querendo foder sua bundinha mas ela sempre saia fora na hora dizendo que ia machucá-la e que não queria dar de jeito nenhum e meio contrariado eu acabava deixando pra la.

Porem dessa vez não teria escapatória.

O cabacinho daquela bunda empinada maravilhosa iria embora naquela noite.

Quando Vanessa começou a reclamar pedindo que eu a soltasse das algemas e pra não ter que ouvir a putinha choramingando peguei sua calcinha e enfiei-a em sua boca e então dei 2 tapas fortes na bunda da safada e todo macho disse:

-para de frescura sua putinha...chegou à hora de dar esse rabo pra mim...faz tempo que vc tá me enrolando...pode chorar...gritar...fazer o que quiser...mas vou meter minha pica nessa bunda gostosa...e se ficar fazendo doce...vai doer mais ainda...e nem pense que vou ter dó...tenho o maior tesão nessa bunda gostosa...vou te enrabar sua safada...hj vc vai virar uma putinha completa!

Pra dar uma aliviada enchi o rabinho da putinha de KY Gel e em segundos a cabeça da minha pica estava encaixada perfeitamente naquele anelzinho rosado e comecei a penetrar com firmeza. Aquele cuzinho era muito apertado mas todo tarado fui abrindo caminho sem dó. Vanessa com a calcinha na boca nem conseguia gritar alto e seus gemidos eram abafados. Minha pica grossa logo estava completamente atolada naquele cuzinho delicioso. Vanessa se mexia toda querendo escapar mas eu a segurava firme e todo tarado tirei a calcinha da boca dela e sussurrei em seus ouvidos:

-que cuzinho apertadinho tem a minha putinha...relaxa sua vadia...minha pica ta todinha enterrada na tua bundinha...ja já vai parar de doer e vc vai dar gostoso pro teu macho...seja uma putinha de verdade!

Comecei a tirar e enfiar minha pica grossa naquela bundinha...Vanessa gemia de dor...implorando pra eu tirar...mas eu nem me importava...e metia firme até o talo...e quando me dei conta ela começou timidamente a rebolar...e os gemidos mudaram de tom e todo tarado sussurrei:

-isso putinha...deixa teu macho feliz...rebola esse rabo sua safada...eu sei que vc ta gostando...dá gostoso...mexe essa bunda sua puta...rebola sua vagabunda...quero te comer bem gostoso...ahhhh!

Não demorou quase nada pra que Vanessa começasse a rebolar com vontade espetada na minha pica grossa e em questão de alguns minutos a safada deu um grito e gozou pelo cu. Gozei junto com ela inundando seu cuzinho de porra fervente.

Vanessa tremia como vara verde embaixo de mim e minha pica entrava e saia com força do cuzinho da putinha tesuda.

Ficamos engatados até meu pau amolecer e escapar de dentro dela.

Me levantei...tirei as algemas e então ela se levantou e fomos juntos para o banheiro...pelas suas coxas escorria porra que escapava de seu cuzinho que deixara de ser virgem.

Debaixo do chuveiro nos beijamos e nos abraçamos e quando perguntei todo carinhoso se estava tudo bem ela deu um sorriso safado e disse:

-seu tarado...eu devia te processar...vc estuprou meu cuzinho...nossa...que dor senti...pensei que vc ia me rasgar no meio...seu FDP safado...mas...sou obrigada a confessar...doeu muito...mas gozei que nem louca...foi um gozo diferente...super intenso...nossa...vou ter que dormir de bruços uma semana...FDP!

Depois da primeira enrabada naquela bunda maravilhosa com certeza iria querer repetir mas ia deixar a coisa dar uma acalmada...o cuzinho da Vanessa ficou todo inchado parecendo uma flor...até fiquei com um pouquinho de dó da safada. Rss.

Na verdade as mulheres sempre nos surpreendem e depois de uns 4 dias do acontecido Vanessa me ligou dizendo que a mãe tinha ido viajar e iria “dormir” no meu AP. A palavra “dormir” não fazia parte do dicionário da minha namora putinha quando ela ficava sem roupa perto de mim e depois de metermos gostoso durante um bom tempo a putinha safada virou pra mim e disse:

-Sergio...meu tarado gostoso...se vc for bem cuidadoso...queria tentar dar a bundinha pra vc...quero sentir...esse pauzão de novo no meu cuzinho!

Minha pica até deu pulinhos de satisfação ao ouvir daquela boquinha carnuda aquelas palavras e mais que depressa levei a safada pra cama e depois de encher aquele cuzinho rosado de KY Gel encaixei minha pica na entradinha e fui metendo devagar e com firmeza. Vanessa deu um gritinho de dor mas logo a vadia rebolava que nem louca e passei a meter com força até o talo. A vadia gozou gritando de prazer. Sua bunda ficou completamente vermelha de tantos tapas que apliquei na putinha tarada.

Depois disso durante nossa conversa a safada toda dengosa abraçada comigo na cama disse:

-Sergio...meu amor...nossa...se eu soubesse que dar a bundinha era tão gostoso...ja tinha dado antes ...que delicia...sentir seu pauzão metendo com força...vc me segurando pelos quadris...e enchendo meu bumbum de tapas...acho que vou viciar em dar o cuzinho...que delicia!

Na verdade quando comecei aquele relacionamento com aquela garota pra mim seria apenas mais uma putinha descartável em minha vida. Não me passava pela cabeça ter um relacionamento estável mas quando me dei conta senti que estava apaixonado por aquela vadia tarada e quando fui conversar com minha mãe que estava pensando em casar ela com toda sua experiência de vida sorriu dizendo:

-meu filho...acho que pela primeira vez na vida...vc ta tendo um pouco de juízo! Vc já tem 27 anos...tá na hora de parar com essa vida de safadezas! E mesmo não tendo muito contato com essa garota que vc tá namorando...nas vezes que conversei com ela senti que ela gosta muito de ti...e bonita do jeito que ela é...se vc ficar enrolando demais...daqui uns dias aparece outro homem pra ciscar em volta dela... assume logo e case com de uma vez!

Vanessa queria se formar advogada como a mãe e quando ela tocou no assunto “casamento” brinquei dizendo que preferia que se formasse em outra profissão porque casar com uma advogada e tendo uma sogra também advogada era muito ruim porque se acontecesse de se separar eu tava fudido e mal pago. Rss. Ela deu um sorrisinho bem safado e disse:

-larga de ser bobo...vc só vai ter vantagens casando comigo...tenho certeza que vc não vai conseguir uma putinha tão gostosa e linda que nem eu...completíssima...praticamente uma escrava sexual...18 aninhos...ta querendo o que mais seu tarado?

-bem...pra ficar melhor só se vc tivesse uma irmã gêmea...duas iguaizinhas seria melhor! Rss.

Quando Vanessa resolveu me apresentar para seus pais depois de 6 meses que estávamos saindo juntos é que tive uma surpresa nada agradável quanto a minha futura sogra.

Eva era o nome da mãe de Vanessa e quando a encontrei no jantar em seriamos apresentados é que vi que já a conhecia e que havíamos tido uma briga feia por causa de uma investigação de uma cliente amiga dela. Essa cliente da minha futura sogra era casada com um cara muito rico e queria se separar e levar um monte de vantagens e o sujeito tinha quase certeza que a safada estava querendo dar um golpe e me contratou pra investigar a vida dela e não demorou pra que eu apresentasse um monte de filmes e fotos da vadia dando a buceta pra um monte de machos e até sustentando uns garotões.

No fim do processo a cliente amiga da minha futura sogra não levou quase nada do que pretendia e no tribunal ela me xingou um monte depois da audiência.

Se por um lado o clima ficou meio ruim por causa disso eu tive certeza de uma coisa. Olhando para minha futura sogra com 39 anos com tudo em cima, gostosona, certamente a filha não se transformaria numa baranga. Quando depois de duas semanas fui buscar minha “noiva” na casa dela e encontrei minha futura sogra na beira da piscina tomando sol com um biquíni extremamente pequeno até tomei um susto de tão gostosa que era. Ela tinha a mesma altura da filha e praticamente o mesmo corpo só os seios com silicone eram bem maiores.

Fiquei então pensando como uma mulher tão bonita e com um corpão perfeito como o dela havia se casado com o pai da Vanessa que tinha 20 anos a mais, 59 anos, acabei chegando a conclusão que com certeza era pelo dinheiro porque logo fiquei sabendo que meu futuro sogro sempre foi um homem rico. Minha futura sogra certamente tinha colocado a bucetinha a juros. Rss.

Apesar de toda torcida contra de minha sogra me casei com Vanessa e tudo correu perfeitamente.

Melhor de tudo é que o receio que eu tinha a respeito de que após o casamento Vanessa pudesse se tornar uma daquelas mulheres chatas e ciumentas querendo saber tudo o que o marido fazia em detalhes isso graças a Deus não aconteceu.

Minha esposa não se importava com esse tipo de coisa e durante as baladas de todo fim de semana nas boates que a gente ia quando algumas garotas mais ousadas e safadas vinham pro meu lado se esfregando ela sorrindo bem safada chegava perto numa boa e dizia que era pra putinha procurar outro macho que aquele já tinha dono.

Vanessa depois de casada ficou ainda mais safada e gostosa e vivia querendo fazer sacanagens diferentes e muitas e muitas vezes transávamos dentro do carro na garagem do prédio e também nos elevadores. Ela adorava situações de perigo...dizia que gostava de imaginar alguém vendo a gente trepar. E como ela mesmo tinha comentado quando fizemos sexo anal pela segunda vez a vadia viciou em dar o rabo...dizia que até gozava mais gostoso com meu pauzão grosso enterrado na sua bundinha.

Ela também me confessou um segredo que guardara a 7 chaves. Com 15/16 anos ela tinha brincando com uma amiga do colégio e também com uma prima que se mudara pra outra cidade. Claro que quis saber tudo em detalhes e ela toda safada disse que adorava ficar beijando e roçando sua bucetinha na outra e depois que a prima começou a chupar sua bucetinha virgem ai tudo ficou muito mais gostoso. Logicamente que ela também lambeu e chupou a bucetinha da amiga e da prima.

Minha esposa se revelara uma putinha que também gostava de garotas.

Eu até brinquei com ela dizendo que qualquer dia podia chamar a prima pra gente brincar juntos.

Toda safada minha esposa disse que se surgisse uma oportunidade isso com certeza aconteceria.

Se antes de Vanessa toda semana eu fodia uma bucetinha diferente depois que ela apareceu em minha vida isso quase não aconteceu mais.

Só comi duas putinhas mais pela farra do que por vontade mesmo.

A primeira foi em uma viagem que tive que fazer por causa do serviço fiquei 5 dias fora de casa e uma camareira do hotel ficou mostrando o rabo enquanto limpava o quarto acabei comendo a vadia.

A segunda foi que precisei entrar em um motel acompanhado pra tentar dar um flagrante em um marido que estava traindo a esposa e tive que pegar uma garota de programa e assim que terminei a filmagem a safada pegou no meu pau e fez uma gulosa caprichada e pra manter a fama de macho soquei a pica na vagabunda. Na verdade nenhuma das duas valia nem meia foda da minha deliciosa Vanessa.

Mas isso servia pra provar que homem realmente não presta...ficou de pau duro...come mesmo! Rss.

Apesar de minha sogra sempre falar mal de mim pra filha dizendo que eu não valia nada e que ia acabar botando um monte de chifres nela quase toda vez que eu ia buscar Vanessa na casa dela encontrava a safada bronzeando seu corpo escultural na piscina. Ela adorava ficar com a pele dourada e com certeza a marquinha do triangulo naquela bunda enorme me fazia ter devaneios eróticos.

Eva minha sogra até parecia que sabia da minha preferência porque bastava eu chegar perto da piscina que a safada virava de bruços exibindo seus atributos perfeitos.

Vanessa também passou a acompanhar a mãe em suas sessões de bronzeamento na piscina.

Eram duas beldades perfeitas...duas fêmeas que mereciam ser admiradas e apreciadas.

Meu sogro dificilmente parava em casa porque como dono de uma grande construtora com muitos empregados não tinha muito tempo disponível.

Quando olhava pra minha sogra de biquíni, toda gostosa daquele jeito e lembrava do meu sogro já com 60 anos não tinha como ficar com a pulga atrás da orelha. Se minha sogra fosse tarada igual à filha com certeza meu sogro devia levar chifres constantemente.

E essa desconfiança comentei com Vanessa depois de chegarmos ao nosso AP apos uma balada e ficarmos trocando idéias sobre a noitada depois de uma deliciosa trepada.

-Sergio querido...as mulheres daquela boate estavam muito assanhadas hj hein...vi umas 3 ou 4 vadias se esfregando no meu maridão...se não tivesse por perto...acho que ia acontecer o que mamãe sempre diz...vc não ia resistir e eu iria ganhar um par de chifres...acho que até mais de um! Rss.

-Deixa de ser boba Vanessa...nenhuma chegava aos seus pés...adoro minha esposa putinha...ninguém dá mais gostoso que vc...vc é perfeita! Linda...gostosa...tarada...do jeito que eu gosto!

-sei...eu sou tudo isso...mas que vc fica com tesão quando uma bunda safada se esfrega nesse pauzão grosso...não tem como negar...seu safado...alias não tem como esconder...a barraca fica armada! Rss.

-bem...claro que não vou negar...mas...quem consegue deixar minha pica bem calminha é minha esposa putinha que sabe com agradar o maridão tarado aqui! Mas...ja que vc tocou no nome da minha querida sogra...ela não deixa de pegar no meu pé...acho que ela ta precisando arrumar um amante pra comer aquela bunda gostosa dela e me esquecer. Que sogra mais pentelha! Rss.

-é...mamãe parece que não vai mesmo a cara do meu maridão gostoso...mas...também acho que ela deveria mesmo arrumar um amante...outro dia ela me contou que andava com um tesão danado e parece que papai ta com problema na próstata e não tá comendo ela direito...tadinha dela! Rss.

-também....quem mandou casar com um cara bem mais velho...gostosa daquele jeito...se ela for tarada igual a filha...nossa...o cara que comer a putona deve se dar bem! Sua mãe deve ser um fodão. Rss.

-seu safado! Pelo jeito vc fica olhando o corpão dela né...garanto que até já pensou em meter esse pauzão na mamãe...seu tarado! Fica a chamando de putona gostosa...fodão! Safado!

-Vanessa...o que eu gostaria mesmo era de algemar tua mãe com as mãos pra trás colocá-la de 4 no sofá...pegar uma cinta de couro e bater sem dó naquela bunda arrebitada até ela me pedir perdão por falar mal de um genro tão santo quando eu! Rss. Acho que ela merecia isso!

-Humm...não sei não...acho que se acontecesse isso...depois das cintadas...ela algemada...do jeito que vc é tarado...vc ia acabar comendo minha mãe...tenho absoluta certeza...seu safado!

Caímos em gargalhadas com aquela conversa boba e logo depois de um banho relaxante fomos dormir.

Depois de um ano de casados aconteceu uma coisa que ia mudar tudo pra melhor. Rss.

Como sempre fui contratado para investigar um caso de infidelidade conjugal e depois de ter seguido o marido com a amante até um motel entrei atrás pra filmar e fotografar.

Como a garagem do quarto do motel era de toldo que descia até o chão era até mais fácil e foi então que tive a maior surpresa da minha vida.

Entrou um carro com um casal em um quarto bem diante de onde eu estava e quando o sujeito desceu do carro pra fechar o toldo a mulher não esperou e desceu também e quase tive um treco quando vi que era Eva...minha “querida” sogra.

Com certeza não era meu sogro que estava levando a esposa no motel...era o amante da vadia da minha sogra gostosa. A safada vivia falando mal de mim pra filha dizendo que eu não prestava mas a vagabunda estava com outro macho no motel.

Rapidamente me refiz do susto e apontei a filmadora para aquela garagem...nem me importei mais com o serviço que tinha ido fazer. Rss.

Minha sogra se mostrava uma tarada porque antes de entrar no quarto já estava beijando com volúpia o sujeito. Com certeza o amante devia ser advogado porque estava de terno e ela com saia e blazer e salto alto. Filmei e fotografei tudo pra depois poder investigar com calma.

Logicamente que dei plantão até eles saírem do motel e consegui filmar mais alguns lances principalmente minha sogra saindo de cabelos molhados e sem o blazer. A safada com certeza já devia fazer isso a um bom tempo pois parecia não tomar muitos cuidados sendo uma mulher casada.

Através da placa do carro descobri que o sujeito que estava no motel com minha sogra era um advogado de outra cidade e deduzi que aquele caso devia ter sido casual. Foi então que resolvi que iria investigar de verdade minha “querida” sogra. Queria saber tudo sobre as escapadas da vadia.

Peguei 2 dos meus auxiliares e mandei seguir minha sogra todos os dias e não demorou nada para que montasse um dossiê com fotos e filmagens sobre a safada infiel.

Pelo menos uma vez por semana a vagabunda saia com algum macho diferente e normalmente eram advogados que ela conhecia no fórum ou nas repartições que ela frequentava.

Minha sogra era uma vadia tarada que sempre colocou chifres no marido e não era muito discreta.

Montei um dossiê completíssimo e coloquei numa pasta de couro e resolvi que ia usar aquilo para satisfazer o fetiche que fazia muito tempo que rondava minha mente.

Eu ia chantagear a vagabunda da minha sogra. Em troca do meu silencio ela ia ter que dar gostoso pra mim. Iria fazer a safada se arrepender de ter falado mal de mim pra filha durante mais de 2 anos.

Só de imaginar o que poderia fazer com a vadia da minha sogra gostosa meu pau até latejava de tesão.

E decidi fazer isso acontecer rapidamente.

Minha esposa comentou que a mãe estava de folga naquele tarde e então quando cheguei ao meu escritório coloquei 3 fotos bem reveladoras de minha sogra com seus amantes em um envelope e junto um bilhete dizendo que iria esperá-la em um motel para discutirmos sobre suas infidelidades.

Mandei um moto táxi entregar a “encomenda” na casa dela.

Se não chegasse na hora que estabeleci copias daquelas fotos seriam entregues ao seu marido.

Nem me importei de assinar meu nome no “bilhete”.

O motel que escolhi para esse encontro era o mesmo onde tirei o cabaço da filhinha minha esposa.

Fui para o motel e fiquei aguardando a chegada da minha sogra puta. Ela certamente não iria deixar de comparecer aquele encontro, pois tinha muito a perder se o seu segredo fosse revelado ao meu sogro.

Tomei um belo banho, coloquei um roupão e fiquei sentado em uma poltrona assistindo um filme pornô.

Na hora exata minha sogra toda exaltada abriu a porta do quarto e entrou já me xingando de FDP safado dando de dedo na minha cara e então percebi que a safada ia precisar de um tratamento de choque pra se acalmar um pouco e então quando ela chegou perto de mim apliquei-lhe dois tapas bem fortes na cara e joguei-a de costas na cama. Ela não esperava uma reação tão “dolorida” minha e ficou completamente tonta e então fui pra cima dela e segurando-a firme disse:

-sua puta safada...se não ficar bem calminha vou te encher de porrada...vc é uma vadia e vem querer dar uma de brava...se não for muito boazinha comigo...vc vai se arrepender sua vagabunda safada... acho que vc como puta já devia saber que vai ter que me obedecer direitinho.

Ela ficou me olhando com seus olhos injetados de raiva e também de medo e pra mostrar que não ia ter moleza dei mais 2 tapas na cara da vadia e todo macho disse:

-entendeu vagabunda...responde sua puta...vai fazer o que eu quero ou quer que eu ligue por boy e mande entregar umas fotos para meu sogro...sua puta vadia!

Minha sogra toda atordoada então percebeu que eu não estava de brincadeira e sussurrou:

-eu...eu...seu FDP...o que vc tá querendo comigo...vc tá louco se mostrar essas fotos...fala o que quer!

-isso...ja estamos começando a nos entender...primeiro...quero que minha sogra tire essa roupa e fique nuazinha...toda puta quando entra no motel...ja tira a roupa pro macho ficar com mais tesão...e depois quero que venha de joelhos até aqui na poltrona...e chupa minha pica...to louco de tesão pra foder essa boca de puta safada que vc tem...e so pra saber...se machucar meu pau...não vai ter segunda chance...agora deixa de frescura e faz o que to mandando...investiguei sua vida inteirinha...vc sempre foi puta...desde novinha...agora mostra pra mim a puta gostosa que vc é...vem vagabunda...sempre tive tesão em vc...e vc vai dar gostoso pra mim...sua safada!

Tirei o roupão e meu pau enorme e duro como aço se mostrou imponente e me sentei na poltrona e então depois de alguns segundos de hesitação minha sogra gostosa percebeu que teria que se submeter aos meus desejos e fez o que mandei e toda submissa veio engatinhado até mim e pegando minha pica com a mão levou-a até sua boca e começou a chupar...no começo um pouco tímida mas logo mostrou que sabia o que fazia e todo tesudo disse:

-isso...assim...humm...que boca gostosa a puta tem...isso...engole...sua vadia...hummm...engole...ahhh!

Pra quem chegou toda brava rapidinho ela se mostrava uma boqueteira de primeira e passei a foder a boca da vadia como se tivesse fodendo uma buceta e ela não corria da raia e engolia fundo.

Eu queria mesmo era sentir a buceta da vadia e então a peguei no colo e levei-a pra cama e sussurrei:

-humm...minha sogra...vc é uma puta gostosa...se vc fosse mais cuidadosa...não estaria aqui...vacilou... então vou te comer todinha...sua puta gostosa...faz tempo que tenho tesão nesse corpão...e hj vou deixar essa buceta inchada...vou ser teu macho...vou-te foder sua puta!

Minha sogra abriu as pernas como uma fêmea devia abrir e minha pica abriu caminho entre os lábios daquela buceta depilada quente e passei a foder com vontade. Pra quem estava sendo obrigada a dar a buceta ela até que estava cooperando bem e todo tarado sussurrei em seus ouvidos:

-rebola gostoso...sua vadia...eu sei que vc é puta...vc já deu pra um monte de machos...deixa de doce e assume a vagabunda que vc é...da gostoso pra mim...me deixa ser teu macho...rebola na minha pica sua puta...eu sei que vc é muito safada...ahhh.

Foi então que tive uma surpresa mais que agradável quando minha sogra entrelaçou as pernas nos meus quadris e com sua voz cheia de tesão disse:

-seu FDP safado...vc tem uma pica gostosa...grande e grossa como gosto...me fode então...fode com força...come minha buceta...do jeito que vc quer...seu tarado safado...vc num presta...mas...me faz gozar...seu FDP...fode minha buceta...com força...ahhh.

Depois dessa entrega meti que nem louco naquela buceta que parecia beijar meu pau e logo a safada gritou e gozou gostoso rebolando loucamente espetada na minha pica grossa. Logo minha sogra me virou de costas e montou em cima de mim e passou a cavalgar na minha rola sem pudor...seus seios enormes balançavam diante dos meus olhos e me afoguei entre eles sugando-os com volúpia...todo tarado dei uns tapas de leve na cara da vadia que não demorou a mostrar que gostava de apanhar também...igual à filha tarada e gemendo cada vez mais alto a safada tinha orgasmos incontidos.

Com certeza não ia deixar de realizar o meu fetiche e logo coloquei a puta de bruços com aquele rabão pra cima que me deixava louco e segurando-a com firmeza encaixei minha pica no seu cuzinho e meti sem dó...a vadia gritou e esperneou mas igual sua filha acabou rebolando loucamente e gozou pelo cu.

Depois de foder a vagabunda durante mais de hora...enchi o cu da safada de porra e desabei em cima daquele corpão. Ficamos engatados até meu pauzão escapara daquele cuzinho guloso e fomos tomar banho juntos.

Minha sogra então comentou que senão tivesse tido aquele atrito quando ela defendia sua cliente com certeza teríamos sido amigos bem antes.

Ela sorrindo disse que dali pra frente prometia não mais falar mal de mim...mesmo depois de te-la chantageada com as fotos.

Durante o banho até comentou que minha esposa vivia falando que eu era delicioso na cama e depois de ter experimentado minha sogra safada disse que a filha estava bem servida de macho. Rss.

Quando minha sogra se despediu pra pegar seu carro e ir embora fui até meu carro e peguei a pasta com o dossiê dela e sorrindo lhe entreguei dizendo que era pra ela destruir tudo que podia ficar tranquila que não existia nenhuma copia e brinquei dizendo que se não tivesse dado a buceta pra mim eu não entregaria ela para meu sogro.

Mas todo safado disse que se quisesse repetir a dose eu estava pronto pra fode-la novamente.

Ela pegou a pasta e sorrindo bem safada disse:

-Seu FDP tarado...acho que isso vai acontecer novamente...sou obrigada a confessar...adorei ter vc entre minhas coxas...gosto de macho dominante...minha filha vai ter que dividir o maridão comigo.

Sai dali depois completamente satisfeito e naquela noite antes de dormir minha esposa toda tarada quis transar e foi uma maravilha e não tinha como não comparar e tive a certeza que a mãe e a filha eram deliciosas e muito putas. Pra ficar ainda melhor só se pudesse ter as duas juntas na mesma cama.

Certamente dali pra frente eu iria “trabalhar” pra que isso acontecesse.

Mas...o leitores só saberão se isso aconteceu...no próximo conto.

Outros contos do TETE acessem meu perfil: http://sharoland-nn.ru/perfil/150463

Se quiserem entrar em contato:

skype: tete-cp1

e-mail: [email protected]

fffffffffffffffffuyy

Comentários

13/10/2016 02:30:26
Excelente conto
29/08/2015 21:57:10
hum. Macho alfa assim como meu maridão.
18/08/2015 01:53:39
muito bom,e melhor ainda entre familia,rrrrrrr
16/02/2014 10:27:39
Não sei como aparecem tantas mulheres que sustentam! Mas seria muito bom!
28/02/2013 20:14:42
parabéns
04/01/2013 12:19:06
Oi pessoal, estou escrevendo uma série de contos hétero. Quem curte contos não só com sacanagem, mas também com uma história beeem detalhada recheada com muito romance, conflitos, intrigas, reviravoltas e sexo é claro, não pode perder... As partes um e dois já estão aí, a três possivelmente estará postada ainda hoje ou no máximo amanhã(estou com um probleminha no word que está me atrazando...).Por favor votem pra eu saber se estou indo bem ou não... Beijos!
04/01/2013 12:18:55
Com certeza exitante. parabéns 10
04/01/2013 04:45:41
Bom demais!!!
04/01/2013 03:20:23
Parabéns... muito bom o conto... muito excitante... espero para ler os proximos...
04/01/2013 02:49:43
Esta de parabéns!! Adoraria ter um macho assim, me fodendo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.




Online porn video at mobile phone


incesto sendo encoxada e rebolando gostoso contos pornocontos eeroticos gay meu amigo se declarou pra minseja perguntei a vida de sexo de travesti pornô com a nossa prima de vozfoda incesta mae dormindo bem profundo tipo estupro putaria brasileira cenas fortes de estrupo mae sexocontos eroticos corno deixa o proprio filho foder a mulhernovinha dormindo de Baby Doll padrasto canaMinha esposa perdeu a virgindade do cuzinho com 2 negros picudos contos e relatos eroticosencanador comeu a cliente a forca e ela gostounovinha brasileira encara pau enorme e chora ponodoidosexotc.comcontos eróticos de um****** velho metendo a rola na menina nova com padrinho pai e filhomulher engata com cachorro grande e nao consege desengata pornoo riquinho que eu amo cap 12 casa dos contosConto erotico de mulher que chorora muitocontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramcontos eróticos gay fui transformado em putinha e fizeram dupla penetração no meu cuzinho e me arrombaramManda vídeo pornô das atrizes mais belas do pornô transando com cachorro engatado arrastando ele era luz clique desesperada chorandofiume porno antigo do tasaõbaixar video porno louca paixaocontos eróticos surpenatural incesto@nubianinfa.comvideo porno papai leu a filha que estava de férias pro sitio e fudeo novinhaO Certinho e o Desleixado (Capítulo 3) casa dos contosxvideo novinha gostosa tesão daquela P9cache:Vk2StliVkE8J:gtavicity.ru/texto/20040419 poso enchuga o meu priquitotexto entida seduzindo padratowww.meu vizinho negao me estuprou mundobicha.comXVídeos mulheres das colchão na toda gostosa charmosa mas funcionafrango a mulher assistindo vídeo pornô na televisão com o cunhadomulher tapa os olhos do marido e entrega para o empregado fuder video pornoperdeno as prega saino bosta caseirodeu remeduo p/ mae dormi efode com elacontos eróticos a irmã de minha espoza bunduda e coxudametendo com enteada nova E que gosto de uma quentinhafotonovelas sexo transando cm a esposa e cunhada juntosmenina novinha reclamando do pau grande caiu no zzaapminhavo rebolo gistoso xvideosvidio de boquete profunda engolindo ate os badalosporno as novinhas cem peito de 8 a 10 perdedo a virgindade pro paiso puta dancando sexual e menor mostrando o peitinho e bucetinha enchada marcado a calcinhavideos porno gay de jander pauzaofilha. acorda. sentindo apica do seu pai toda na. sua. bucetinha ..feminização gayConto erotico anal com humilhaçao e cinto de castidade masculinavideo porno lanbidas na boceta noivas e incestoistoria da netinha qui o banhava lavando su cuquero abri uma janela parA o porno baiano com bucetasxxx carariu grandievangélica Sáfadinha mostrando a bucetaContos eróticos de incesto mamae gulosa mamando no pauzaos dos seus filhos e de mais cinco negao em um gang bangmulher beijando a mulher na boca pelada no titubearpeguei meu amigo nu no quarto e batemos uma punhetaporno - socando uma pro amigo do marido no ofurogordas lpucas de tesaoEroticoscontos.com /casadas 23cm dupla contos erocos apenasFeitichi d evangelica c homemContos erotico iseto tia e subrinhotravestd nusBabá velha finge dormir e e emrrabada pelo novinho contos eróticosfiume porno garoto senti tezao pela crentinhagatinha. trepanfo. pau. 50. citimetrucontos eróticos a mâozinha pequeninha da filhinhanovinha que derao boceta e firmarãogozou na bunda da irma lavano loucaXVídeos gay com truculênciacontos erotico chantagiei e depilei minha sograrenatadominadorabucetavideo porno de homen com fimosexvidio patroa provoca so toalha rola nelacontos eroticas provoquei meu cunhadosexo taboo com toda a família contos ineditos mães e filhos online contos de incesto contos eroticos mulher dopada e fudidaContos eroticos da mãe quando ve seu filho de cueca fica louca pra acariciarmeu primo tirou minha cueca e cheirou minha rolaxporno novinha tomando banho de porta aberta ai o seu irmão entra e ver ela e fica de queixo caído com o que ta vendo gostoso chupar meu amigo na chuvarelato abuso comeu meu cunovinha panhando o cachorrinho pra lammber sua bucetinhavanessa traindo com irmao do corno douglas spincestossexo com animais